Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 112
Filtrar
1.
Rev. bras. ativ. fís. saúde ; 23: 1-7, fev.-ago. 2019. tab, fig
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1026293

RESUMO

Parques públicos localizados em áreas urbanas podem contribuir para maiores oportunidades de ati-vidade física das crianças. Conhecer a utilização dessas áreas verdes urbanas pelas crianças, bem como a percepção destas acerca da atividade física nos parques pode facilitar a elaboração de estratégias de promoção da saúde das crianças através da atividade física nos parques. O objetivo deste estudo foi descrever a utilização de parques por criança para a prática da atividade física, bem como suas percepções sobre a atividade física nos parques. Para tal recorreu-se a uma metodologia de caráter quali-quantitativo. Os dados quantitativos sobre a utilização de dois parques foram obtidos através do instrumento SOPARC. Os dados qualitativos sobre a percepção das crianças (10 a 12 anos) foram obtidos através de quatro grupos focais. Para análise dos dados quantitativos recorreu-se ao teste do qui-quadrado e de Mann-Whitney; o tratamento dos dados qualitativos foi realizado por análise temática de conteúdo. Os resultados não evidenciaram diferença na utilização dos parques pelas crianças, contudo indicam uma reduzida utilização destas áreas pelas crianças (Parque 1 = 20,9% versus Parque 2 = 11,0%), especialmente no inverno (Parque 1 = 15,4% versus Parque 2 = 4,5%). O discurso das crianças revelou que estas utilizam o parque para a prática da atividade física recreativa, bem como o prazer em praticarem atividade física nestes locais. A promoção de estratégias que favoreçam uma maior utilização dos parques pelas crianças poderá contribuir para o aumento da atividade física das crianças


Public parks located in urban reas may contribute to greater opportunities for children's physically active be-havior. Knowing the use of these urban green reas by children, as well as the perception of these about physical activity in the park can facilitate the elaboration of strategies to promote children's health through physical activity in parks. The aim of this study is to describe the use of parks by child to practice physical activity, as well as their perceptions about physical activity in parks. The data were collected through a quali-quanti-tative methodology. Quantitative data of two parks were obtained through the SOPARC instrument and qualitative data on the perception of children (10 to 12 years) were obtained through four focus groups. The chi-square test and the Mann-Whitney test were used to analyze the quantitative data; the treatment of qualitative data was performed by thematic reaste analysis. The results didn ́t show a difference in the use of the parks by the children, however they indicate a reduced use of these reas by children (park 1 = 20,9% versus park 2 = 11,0%), especially in winter (park 1 = 15,4% versus park 2 = 4,5%). The children's speech revealed that they use the park to practice recreational physical activity, as well as the pleasure of practicing physical activity in these places. The promotion of strategies that favor the greater use of the parks by children can contribute to na increase in the physical activity of children


Assuntos
Exercício Físico , Criança , Demografia , Áreas Verdes
2.
Licere (Online) ; 22(2): 268-296, junho.2019. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1009555

RESUMO

O objetivo desta pesquisa foi mapear a produção científica em periódicos nacionais da área de Educação Física, entre os anos de 2006 ­ 2016, relacionadas à prática de atividades físicas de aventura na natureza para pessoas com deficiência. Como instrumento de coleta dos dados, foi realizada uma busca em periódicos nacionais da área de Educação Física, avaliados entre A1 e B2 pela WebQualis (2016), mais a Revista da Associação Brasileira de Atividade Motora Adaptada. Os resultados mostraram um número inexpressivo de pesquisas publicadas envolvendo pessoas com deficiência na prática de atividades físicas de aventura na natureza, ao mesmo tempo em que evidencia que a deficiência não é um impedimento para sua realização. Contudo essas experiências trazem benefícios como oportunizar a este grupo a vivência de atividades diferenciadas do dia a dia, ampliando as opções de lazer, além de potencializar as capacidades dos praticantes.


The goal of this research was to map the scientific production in national periodicals of the Physical Education area, between the years 2006 ­ 2016, related to the practice of physical adventure activities in nature for people with disabilities. As a data collection instrument, a search was conducted in national journals of the Physical Education area, evaluated between A1 and B2 by WebQualis (2016) and the Brazilian Association of Adapted Motor Activity journal. The results showed an inexpressive number of published researches involving people with disabilities in the practice of adventure physical activities in nature, while showing that the disability is not an impediment to their achievement. However, these experiences bring benefits such as giving this group the opportunity to experience different daily activities, expanding leisure options, and enhancing the skills of practitioners.


Assuntos
Humanos , Exercício Físico , Pessoas com Deficiência , Áreas Verdes , Estilo de Vida Saudável , Atividades de Lazer , Acessibilidade Arquitetônica , Inclusão Escolar , Turismo
3.
Rev. Hosp. Ital. B. Aires (2004) ; 39(1): 4-11, mar. 2019. ilus., tab., graf.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1021445

RESUMO

El sedentarismo está aumentando en la Ciudad Autónoma de Buenos Aires (CABA). Es importante estudiar el ambiente construido que promueve la realización de actividad física (AF). Nuestro objetivo fue analizar la distribución del espacio verde (EV) apto para realizar AF, así como la oferta estatal de actividades deportivas gratuitas en la ciudad. Se realizó un estudio ecológico analizando y mapeando datos según fuentes e informes oficiales de CABA para 2015. Hicimos un análisis por número absoluto, superficie, densidad poblacional y valor promedio del metro cuadrado construido por comuna. Además, realizamos un análisis cualitativo según imágenes satelitales de la ciudad. La mediana de espacio verde apto para AF era de 2,6 m2/habitante (rango intercuartílico de 1,0 a 4,6). La menor cantidad estuvo en las comunas céntricas, más densamente pobladas, así como en la mayoría de las de menor valor del terreno (una de estas tenía buena cantidad de EV, pero con un ambiente construido que podría limitar la realización de AF). En cambio, en cuanto a las actividades deportivas gratuitas, a menor valor del terreno había mayor oferta. Estos resultados deben analizarse junto con condiciones ambientales y de seguridad para la planificación integral de la ciudad. (AU)


Sedentary lifestyle is increasing in Buenos Aires City (CABA). It is important to study the built environment that promotes physical activity (PA). Our objective was to analyze the distribution of the green spaces or urban open spaces (GS) suitable for PA, as well as the state offer of free sports activities in the city. We did an ecological study, analyzing and mapping data according to sources and official reports of CABA for 2015. We performed analyses by absolute number, area, population density and average value of the built squared meter for each district (comuna). In addition, we did a qualitative analysis according to satellite images of the city. The median of green space suitable for PA was 2.6 m2 / inhabitant (interquartile range 1.0 to 4.6). The smallest amount was in the central districts, more densely populated, as well as in most of the lower landvalue ones (one of these had a good amount of GS, but with a built environment that could limit the practice of PA). In contrast, regarding free sports activities, the lower the value of the land, the greater the state offer. These results must be analyzed along with environmental and safety conditions for an integral planning of the city. (AU)


Assuntos
Humanos , Regionalização/organização & administração , Esportes/tendências , Equidade em Saúde/estatística & dados numéricos , Áreas Verdes/estatística & dados numéricos , Doenças não Transmissíveis/prevenção & controle , Ambiente Construído/estatística & dados numéricos , Argentina , Qualidade de Vida , Regionalização/tendências , Classe Social , Esportes/estatística & dados numéricos , Saúde Pública/estatística & dados numéricos , Equidade em Saúde/organização & administração , Estudos Ecológicos , Comportamento Sedentário , Senso de Coerência , Estilo de Vida Saudável , Ambiente Construído/provisão & distribução , Ambiente Construído/tendências , Promoção da Saúde/organização & administração
4.
São Paulo; s.n; 2019. 125 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1023540

RESUMO

A transição para sustentabilidade nas grandes cidades representa um dos maiores desafios na atualidade. As cidades são os habitats mais modificados da Terra, projetados para usufruto quase que exclusivamente humano. A sustentabilidade em áreas urbanas torna-se ainda mais complexa considerando um futuro de previsão de mudanças climáticas. Neste sentido, a infraestrutura verde, com redes de espaços verdes interconectados que conservam valores naturais de um ecossistema, como parques, florestas, praças, hortas, arborização urbana e outras formas de paisagens naturais, cumpre papel significativo nas grandes cidades, provendo serviços ecossistêmicos (SE) e proporcionando bem-estar e qualidade de vida para os indivíduos. A megacidade de São Paulo, apesar do seu processo de urbanização que ocasionou perda significativa de sua cobertura vegetal, conta com áreas verdes como praças, jardins, parques e unidades de conservação que, embora distribuídos de forma irregular no território paulistano, cumprem papel importante na dinâmica cotidiana de seus cidadãos. Uma dessas importantes áreas verdes é o Parque Estadual das Fontes do Ipiranga (PEFI), localizado na zona sul. Considerando a importância desse terceiro maior fragmento florestal de Mata Atlântica na mancha urbana da cidade, esta dissertação apresenta e discute resultados de uma pesquisa cujo objetivo foi compreender os benefícios propiciados aos indivíduos pela área verde do PEFI, identificando SE providos e como estes reverberam em bemestar e qualidade de vida. O estudo privilegiou pesquisa exploratória, com uma abordagem quanti e qualitativa, incluindo revisão de literatura, pesquisa documental e realização de entrevistas, por meio de aplicação de questionário aos visitantes do parque. Os resultados revelam que os entrevistados têm plena concordância sobre os SE providos pelo PEFI e consideram de alta importância os chamados SE culturais. Para os visitantes, o SE cultural espiritual e o SE de regulação são os principais benefícios perceptíveis associados ao PEFI. Os dados mostram também que, entre as principais motivações para a visitação ao parque, estão recreação/lazer e apreciação da paisagem, considerando o potencial contemplativo, sobretudo do Jardim Botânico. Entre os entrevistados, há o reconhecimento de que essa área é importante para melhoria da qualidade ambiental da cidade. Além disso, o potencial restaurativo do parque, que promove redução de estresse, bem-estar e coesão social, e amplia a relação dos visitantes com a natureza, foi um importante aspecto levantado. Os resultados da pesquisa colaboram para o avanço do conhecimento técnico-científico sobre a importância da manutenção e ampliação da infraestrutura verde na cidade para provisão de SE e, sobretudo, para promoção de qualidade de vida para seus habitantes.


The transition to sustainability in large cities represents one of the greatest challenges for humanity. Cities are the most modified habitats on Earth, designed for almost exclusively human usage. Sustainability in urban areas becomes even more complex considering a future of climate changes. In this sense, green infrastructure, with networks of interconnected green spaces that conserve the natural values of an ecosystem, such as parks, forests, squares, gardens, urban forestation and other forms of natural landscapes, plays a significant role in large cities, providing ecosystem services (ES) and providing well-being and quality of life for individuals. São Paulo's megacity, despite its urbanization process that caused a significant loss of its vegetation cover, has green areas such as squares, gardens, parks and conservation units that, although distributed irregularly in the territory of São Paulo, play an important role in dynamics of its citizens. One of these important green areas is the Fontes do Ipiranga State Park (PEFI), located in the south zone. Considering the importance of this third largest forest fragment of Atlantic Forest in the city's urban area, this dissertation presents and discusses results of a research whose objective was to understand the benefits provided to individuals by the green area of the PEFI, identifying ES provided and how they reverberate in well-being and quality of life. The study focused on exploratory research, with a quantitative and qualitative approach, including literature review, documentary research and interviewing, through the application of a questionnaire to park visitors. The results reveal that the interviewees have full agreement on the ESs provided by the PEFI and consider the socalled cultural ESs of high importance. For visitors, the spiritual cultural ES and the ES of regulation are the main perceived benefits associated with the PEFI. The results also point out the main motivations for visitation are recreation / leisure and the appreciation of the landscape, considering the contemplative potential, especially of the Botanical Garden. Among the interviewees, there is the recognition that this area is important to improve the environmental quality of the city. In addition, the park's restorative potential, which promotes the stress reduction, well-being and social cohesion, and broadens the relationship of visitors with nature, was an important aspect raised. The results of this research contribute to the advancement of technical-scientific knowledge about the importance of maintaining and expanding the green infrastructure in the city to provide ES and, above all, to promote well-being and quality of life for its inhabitants.


Assuntos
Qualidade de Vida , Cidade Saudável , Áreas Verdes
5.
São Paulo; s.n; 2019. 90 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1023397

RESUMO

Mosquitos são insetos dípteros, pertencentes à Família Culicidae. São encontrados em quase todas as regiões do mundo, com exceção daquelas permanentemente congeladas. A família Culicidae apresenta duas subfamílias, Anophelinae e Culicinae as quais existem principalmente na região Neotropical (América do Sul e Central). Muitas espécies de Culicidae são vetores de diversos patógenos: vírus (arbovírus), filárias (nematoides) e protozoários. Neste projeto foram estudados espécimes adultos de vários gêneros de mosquitos oriundos dos parques da cidade de São Paulo, escolhidos por região (parques Anhanguera, Ibirapuera, Santo Dias e Shangrilá). Foi selecionado o gene mitocondrial citocromo C oxidase subunidade I (COI) que tem sido extensivamente usado para estudos populacionais e para resolver relacionamentos entre grupos fechados de espécies de insetos. O marcador mostrou-se adequado para as análises. As sequências foram comparadas através de métodos de análises evolutivas (UPGMA e Neighbor-joining). A utilização de outros marcadores como por exemplo microssatélites, para a continuidade dos estudos e futuras confirmações das espécies Cq. venezuelensis, Ma. titillans, Cx. declarator, Wy. sp., Cx. (Mel) ribeirensis e (Mel) Ma. wilsoni é uma necessidade, assim como os registros das respectivas sequências no banco de genes produzidas nesta pesquisa. O parque Anhanguera, mais distante dos aglomerados humanos, proporciona a circulação de parasitas de infecções silvestres; o parque Ibirapuera, no centro da malha urbana, favorece as espécies mais antropofílicas e sinantrópicas.


Mosquitoes are dipterous insects, belonging to the Culicidae family. Are found in almost all regions of the world, with the exception of those permanently frozen. The Culicidae family features two subfamily Anofelinea and Culicinae to which there are mainly in the Neotropical region (South and Central America). These agents cause illnesses and injuries in men and animals, receiving special attention for hematophagic habit. On this project we studied adult specimens of several mosquito genera from the city of São Paulo, chosen by region (parks Anhanguera, Ibirapuera, Santo Dias and Shangrilá). We selected the mitochondrial cytochrome C oxidase I (COI) gene that has been extensively used for population studies and to resolve relationships between closed groups of insect species. The marker proved to be adequate for the analyzes. The sequences were compared by methods of evolutionary analysis (UPGMA and Neighbor-joining). The use of other markers such as microsatellites for the continuity of studies and future confirmations of the species Cq. venezuelensis, Ma. titillans, Cx. declarator, Wy. sp., Cx. (Mel) ribeirensis and Ma. wilsoni and a need, as well as the records of the respective sequences in the gene bank produced in this research. The Anhanguera park furthest from human settlements, provides the circulation of wild-type parasites; the Ibirapuera park at the centre of the urban network, favors the more anthropogenic and synanthropic species.


Assuntos
DNA , Cidades , Dípteros , Áreas Verdes , Culicidae , Parasitos
6.
Licere (Online) ; 21(4): i:339-f:358, dez2018. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-981546

RESUMO

O objetivo é analisar se as políticas públicas de esporte e lazer em parques de Campo Grande/MS promovem a acessibilidade metodológica e programática das pessoas com deficiência. Trata-se de uma pesquisa descritivo-exploratória, realizada em cinco parques esportivos de Campo Grande-MS, por meio de entrevistas estruturadas. Os resultados indicam que o poder público não tem promovido a acessibilidade programática e metodológica, a partir do momento que inexistem ações políticas para esse público. A inclusão de pessoas com deficiência foi verificada apenas em um parque, promovida por uma ONG. Os programas analisados não adaptaram as regras com ênfase na acessibilidade metodológica e inclusão de todas as pessoas. Dessa forma, conclui-se que o direito de acessibilidade programática e metodológica das pessoas com deficiências nas práticas de esporte e lazer de Campo Grande/MS tem sido violado.


The aim is to analyse if the public policies of sport and leisure in parks of Campo Grande/MS promote the methodological and programmatic accessibility of people with disabilities. It is a descriptive-exploratory research, through structured interviews. The results indicate that the government has not promoted programmatic and methodological accessibility, from the moment that there is no political actions for this audience. An inclusion of people with disabilities only in a park was verified (promoted by a Non-Governmental Organization). The programs analysed did not adapt the rules with an emphasis on methodological accessibility and inclusion of all people. Thus, it concludes that the right of programmatic and methodological accessibility of people with disabilities in the sports and leisure practices of Campo Grande / MS has been violated.


Assuntos
Humanos , Acessibilidade Arquitetônica , Política Pública , Organizações , Pessoas com Deficiência , Áreas Verdes , Esportes para Pessoas com Deficiência , Parques Recreativos , Atividades de Lazer
7.
Pesqui. prát. psicossociais ; 13(4): 1-16, out.-dez. 2018. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1002768

RESUMO

A investigação e o incentivo ao uso de espaços verdes em hospitais de custódia atuam como alternativa para aumentar o bem-estar e a qualidade de vida daqueles que experienciam esse ambiente. Trata-se de uma vertente oposta ao conceito de confinamento, porém congruente com as teorias que discutem a importância dos elementos naturais para a saúde e restauração do estresse. Para tanto, procurou-se identificar como os espaços verdes podem contribuir para a restauração do estresse psicofísiológico de usuários do hospital de custódia. A técnica de Fotografia do Ambiente foi aplicada em associação à entrevista semiestruturada. Buscou-se compreender as especificidades capturadas por meio das fotografias, discutindo-as com base nos pressupostos e na literatura dos Estudos Pessoa-Ambiente. Doze participantes retrataram diferentes lugares, percepções e sentimentos em resposta às indagações propostas. Constatou-se que os ambientes e as paisagens naturais se destacaram quanto ao potencial benéfico à saúde e à redução psicofisiológica do estresse.


The proposal to investigate and encourage the use of green spaces in custodial hospitals acts as a healthy alternative to human beings who experience this type of environment. This is a work line opposed to the concept of confinement, congruent with theories that deal with the importance of natural elements for health and stress restoration. In this sense, we sought to identify how green spaces can contribute to psychophysiological restoration from stress in a custodial hospital. Therefore, the Environmental Photography technique in association with semi-structured interviews was applied. It was sought to understand the specificities captured through the photographs, discussing them based on the assumptions and the literature of the Person-Environment Studies. Twelve participants portrayed different places, perceptions and feelings in response to the proposed questions. It was verified that natural environments and landscapes stood out as to the beneficial potential to health, as well as in stress reduction.


La investigación y el incentivo al uso de espacios verdes en hospitales de custodia actúa como alternativa para aumentar el bienestar y la calidad de vida de aquellos que experimentan ese ambiente. Se trata de una vertiente opuesta al concepto de confinamiento, pero congruente con las teorías que discuten la importancia de los elementos naturales para la salud y restauración del estrés. Para ello, se buscó identificar cómo los espacios verdes pueden contribuir a la restauración del estrés psicofísiológico de usuarios del hospital de custodia. La técnica de Fotografía del Ambiente fue aplicada en asociación a la entrevista semiestructurada con el fin de comprenderlas especificidades capturadas a través de las fotografías y discutirlas con base en los presupuestos y en la literatura de los Estudios Pessoa-Ambiente. Doce participante retrataron diferentes sitios, percepciones y sentimientos en respuesta a las indagaciones propuestas. Se constató que los ambientes y los paisajes naturales se destacaron en cuanto al potencial benéfico a la salud y en la reducción psicofisiológica del estrés.


Assuntos
Recuperação e Remediação Ambiental , Hospitais Psiquiátricos , Qualidade de Vida , Estresse Psicológico , Terapias Complementares , Áreas Verdes , Fotografia , Psicologia Ambiental
8.
Arch. argent. pediatr ; 116(2): 267-272, abr. 2018.
Artigo em Espanhol, Português | LILACS, BINACIS | ID: biblio-1038417

RESUMO

El contacto del ser humano con espacios verdes naturales tiene un efecto físico, mental y social beneficioso. Con el primer objetivo de conocer las especies vegetales de los jardines del Hospital de Pediatría Garrahan (Ciudad de Buenos Aires), se realizó un relevamiento taxonómico entre diciembre de 2013 y noviembre de 2016. Otro objetivo fue revisar el estado del conocimiento sobre cómo los espacios verdes naturales influían en la salud de los pacientes internados. Existen sesenta y nueve especies de plantas que abarcan cuarenta y siete familias botánicas; de ellas, solo el ocho por ciento son nativas. Se sugiere incrementar las especies autóctonas y coordinar aspectos relacionados con su preservación. Este relevamiento, como parte de un plan que incluirá la divulgación del conocimiento, comprensión y concientización sobre espacios verdes y salud, y la cuantificación de esos efectos concretos en este Hospital, profundizará y fomentará la interacción de los pacientes, los familiares y los profesionales con los espacios verdes naturales.


Humans coming in contact with natural green spaces experience beneficial physical, mental, and social effects. For the primary purpose of describing plant species found in the gardens of Hospital de Pediatría "Prof. Dr. Juan P. Garrahan" (Autonomous City of Buenos Aires), a taxonomic survey was carried out between December 2013 and November 2016. A secondary objective was to review the extent of knowledge on how natural green spaces affect the health of hospitalized patients. There are 69 plant species from 47 botanical families; of these, only 8% are native. The recommendation is to increase the number of native species and coordinate those aspects related to their preservation. This survey, which is part of a plan that will include the dissemination of knowledge, understanding and awareness of green spaces and health, and the quantification of such specific effects in this hospital, will deepen and promote the interaction of patients, families, and health care providers with natural green spaces.


Assuntos
Humanos , Criança , Pediatria , Plantas , Saúde , Meio Ambiente , Áreas Verdes , Hospitais
9.
Interação psicol ; 21(1): 28-38, jan.-abr. 2017. ilus
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-70833

RESUMO

O objetivo deste estudo foi compreender como crianças utilizam espaços públicos para brin-cadeiras, como se apropriam deles e suas sugestões para tais espaços. Para tanto foram en-trevistadas 28 crianças, sete a 11 anos, moradoras de diferentes bairros de Salvador-BA-BR.Os dados coletados foram analisados qualitativamente, sob a ótica da Psicologia Histórico-cultural e da Sociologia da Infância. Os resultados indicam que as crianças brincavam em áre-as planejadas e não planejadas para elas, com predominância de brincadeiras perto de suasresidências. Houve uso criativo dos espaços e dos equipamentos lúdicos, demonstrandoapropriação deles. Participantes sugeriram ampliação da segurança pública e acréscimo deáreas para brincadeiras. Conclui-se que há uma necessidade de se conhecer as demandas dainfância sob a ótica da própria criança, estimulando-se a cidadania(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Jogos e Brinquedos/psicologia , Criança , Áreas Verdes
10.
Interaçao psicol ; 21(1): 28-38, jan.-abr. 2017. ilus
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-1021235

RESUMO

O objetivo deste estudo foi compreender como crianças utilizam espaços públicos para brin-cadeiras, como se apropriam deles e suas sugestões para tais espaços. Para tanto foram entrevistadas 28 crianças, sete a 11 anos, moradoras de diferentes bairros de Salvador-BA-BR. Os dados coletados foram analisados qualitativamente, sob a ótica da Psicologia Histórico- cultural e da Sociologia da Infância. Os resultados indicam que as crianças brincavam em áreas planejadas e não planejadas para elas, com predominância de brincadeiras perto de suas residências. Houve uso criativo dos espaços e dos equipamentos lúdicos, demonstrando apropriação deles. Participantes sugeriram ampliação da segurança pública e acréscimo de áreas para brincadeiras. Conclui-se que há uma necessidade de se conhecer as demandas da infância sob a ótica da própria criança, estimulando-se a cidadania


Aiming at understanding how children make use of and appropriate the public spaces where they play as well as their suggestions for such spaces, 28 seven-to-eleven-year-old children dwelling in different districts in Salvador (Bahia, Brazil) were interviewed. Data were qualitatively analyzed from the perspective of the cultural-historical psychology and the sociology of childhood. Children were found to play in areas both designed and not designed for them, although they predominantly played near their households. Creative use of play spaces and equipment was observed, thereby showing the children's appropriation. Participants suggested improving public safety and adding play areas. This study evidences the need to know childhood demands from the children's own viewpoint, thus fostering citizenship


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Jogos e Brinquedos/psicologia , Áreas Verdes
11.
São Paulo; s.n; 2017. 95 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-877310

RESUMO

Introdução: Febre amarela urbana, dengue, chikungunya e Zika vírus são arboviroses transmitidas pela picada das fêmeas de mosquitos do gênero Aedes, principalmente Ae. aegypti e Ae. albopictus. São espécies simpátricas, que desenvolvem-se nos mesmos criadouros, porém, alguns aspectos biológicos desses vetores, como a distribuição e frequência, são influenciados pelo nível de urbanização do ambiente e pelas variáveis climáticas. Objetivo: Avaliar a distribuição e frequência do Ae. aegypti e Ae. albopictus em três diferentes áreas do Parque Municipal do Piqueri, na zona leste de São Paulo, durante a primavera e o outono. Metodologia: Durante seis semanas consecutivas das primaveras de 2014 e de 2015 e dos outonos de 2015 e de 2016, ovitrampas foram instaladas em três diferentes áreas do parque, delimitadas de acordo com a distância da região habitada e grau de cobertura vegetal: A (interna), B (intermediária) e C (periférica). No laboratório, os ovos eclodiram sob temperatura ambiente e larvas L4 foram identificadas por espécie. Dados de temperatura e pluviosidade foram obtidos junto ao Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura de São Paulo. Resultados: Foram coletados 38.561 ovos de Aedes, 23.509 larvas foram identificadas: 5.270 de Ae. aegypti e 18.239 de Ae. albopictus. O maior número de ovos foi coletado nas primaveras (25.457; 66 por cento ) e a maior taxa de eclosão de ovos foi obtida nos outonos (68,3 por cento em 2015; 80,4 por cento em 2016). Utilizando a Razão de Taxas de Incidência (Incidence Rate Ratio, IRR), os modelos da regressão binominal negativa indicaram associação entre a oviposição dos vetores e estação, sendo essa associação explicada pelas temperaturas máximas e mínimas. Os mapas da krigagem evidenciaram a distribuição espacial das espécies com Ae. aegypti concentrado na área C, a qual está fortemente associado e Ae. albopictus distribuindo-se pelas três áreas de estudo, principalmente A e B, sem associação significativa. Conclusão: A presença de Ae. aeypti e Ae. albopictus já foi apontado nos parques da cidade de São Paulo, mostrando o quanto esses culicídeos estão adaptados a essas áreas verde urbanas. Os resultados do estudo corroboram com dados da literatura e demonstram que, o aumento em uma unidade das variáveis temperatura máxima e mínima, incide também no aumento da oviposição de ambas espécies. A distribuição espacial mostrou o padrão de segregação dos vetores com Ae. aegypti, estritamente antropofílico, concentrado na área C, próxima a região habitada, enquanto Ae. albopictus, de comportamento eclético e associado a áreas com determinado grau de cobertura vegetal, concentrado entre as áreas A e B, mas também encontrado na área C. Os parques urbanos podem servir de refúgio para essas espécies vetoras, que encontram abrigo e fonte de alimento nesses locais, podendo estabelecer ciclos de transmissão de arbovírus, portanto, é de grande interesse que a vigilância epidemiológica também atue nessas áreas


Introduction: Urban yellow fever, dengue, chikungunya and Zika virus are arboviruses transmitted by the bite of females of mosquitoes of the genus Aedes, mainly Ae. aegypti and Ae. albopictus. They are sympatric species that develop in the same breeding sites, but some biological aspects of these vectors, such as distribution and frequency, are influenced by the level of urbanization of the environment and by climatic variables. Objective: To evaluate the distribution and frequency of Ae. aegypti and Ae. albopictus in three different areas of Piqueri Municipal Park, in the east zone of São Paulo, during spring and autumn. Methodology: During six consecutive weeks of spring of 2014 and 2015 and the autumn of 2015 and 2016, oviposition traps were installed in three different areas of the park, delimited according to the distance of the inhabited region and degree of vegetation coverage: A (internal), B (intermediate ) and C (peripheral). In the laboratory, eggs hatched at room temperature and L4 larvae were identified by species. Temperature and rainfall data were obtained from the Emergency Management Center of the City of São Paulo (CGE/SP). Results: A total of 38.561 Aedes eggs were collected, 23.509 larvae were identified: 5.270 Ae. aegypti and 18.239 from Ae. albopictus. The highest number of eggs was collected in the spring (25.457; 66 per cent ) and the highest egg hatching rate was obtained in the autumn (68,3 per cent in 2015; 80,4 per cent in 2016). Using the Incidence Rate Ratio (IRR), the negative binomial regression models indicated an association between the oviposition of the vectors and the season, being this association explained by the maximum and minimum temperatures. The kriging maps showed the spatial distribution of Ae. aegypti concentrated in area C, which is strongly associated and Ae. albopictus was distributed throughout the three study areas, mainly A and B, without significant association. Conclusion: The presence of Ae. aeypti and Ae. albopictus has already been pointed out in the parks of the city of São Paulo, showing how much these mosquitoes are adapted to these urban green areas. The results of the study corroborate with data from the literature and show that the increase in one unit of the maximum and minimum temperature variables also affects the increase of oviposition of both species. The spatial distribution showed the spatial segregation pattern of the vectors with Ae. aegypti, strictly anthropophilic, concentrated where human contact is greatest (area C), while Ae. albopictus, with eclectic behavior and associated with areas with a certain degree of vegetation coverage, although it has concentrated its distribution between areas A and B, was also found in area C. Urban parks can serve as a refuge for these vectors species that find shelter and source of food in these places, being able establish cycles of arbovirus transmission, therefore, it is of great interest that epidemiological surveillance also act in these areas


Assuntos
Aedes , Áreas Verdes , Parques Recreativos , Características de Residência , Estações do Ano , Área Urbana , Coleta de Dados , Larva/classificação
12.
São Paulo; s.n; 2017. 312 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-868170

RESUMO

É conveniente que as políticas ambientais municipais contem não apenas com os instrumentos previstos na legislação federal, mas também com instrumentos urbanístico-ambientais a serem inseridos na legislação de parcelamento, uso e ocupação do solo. Assim, objetivou-se neste trabalho desenvolver um tal instrumento. Para tanto, estabeleceu-se: a) requisitos do instrumento: simplicidade, flexibilidade e embasamento teórico; b) objetivos ambientais considerados: promoção da qualidade ecossistêmica, melhoria do microclima e promoção do controle de drenagem na fonte; c) desenvolvimento de métricas: para os dois primeiros objetivos ambientais, demonstrou-se teoricamente ser satisfatório como indicador único uma simplificação do conceito de ecoexergia devido a Jørgensen e, para o último objetivo ambiental, o pico da vazão de saída do lote; d) estabelecimento de padrões: para os dois primeiros objetivos, definição de valores mínimos da ecoexergia simplificada para lotes em diferentes locais e com diferentes usos e taxas de ocupação, enquanto para o último objetivo, impacto zero. Coincidentemente, enquanto esse instrumento era desenvolvido a Prefeitura do Município de São Paulo (Brasil) procedia a uma revisão da lei de parcelamento, uso e ocupação do solo, tendo sido aceito que o instrumento teórico acima servisse como base para o desenvolvimento de um novo instrumento denominado Quota Ambiental (QA). A transformação do instrumento teórico acima na Quota Ambiental, que terminou por ser inserida no projeto de lei encaminhado à Câmara Municipal e depois aprovado por ela, foi objeto de um estudo sui generis, visto que o autor participou ativamente do desenvolvimento da QA como servidor público. Tal demandaria um método a meio caminho entre o estudo de caso e a observação participante, tendo-se optado por um método análogo ao fenomenológico Para o desenvolvimento da QA foi formado um pequeno grupo de trabalho do qual o autor participou. O instrumento teórico recebeu diversas modificações não só para conformação a diretrizes e decisões políticas, como para amadurecimento de conceitos e cálculos, mostrando-se viável como base para o desenvolvimento da QA. Diversos grupos de interesse influenciaram o desenvolvimento da QA em diferentes fases e em diferentes níveis, chegando a ocorrer de eles se manifestarem diretamente junto ao grupo de trabalho. A Superior Administração prestigiou o processo, mas mostrou-se às vezes dividida em relação ao conflito entre aspectos ambientais e sociais. O grupo teve sucesso em potencializar os ganhos decorrentes da complementaridade de expertises decorrentes da heterogeneidade em termos de formação e experiência dos membros do grupo. Ele procurou harmonizar as diferentes pressões, muitas vezes até se antecipando a elas. Para tanto, o grupo de trabalho desenvolveu uma dinâmica para chegar a consensos internos e para prever, internalizar e posicionar-se frente a pressões, frequentemente conflitantes. As pressões mais severas provieram da própria burocracia municipal. Em todos esses processos a simplicidade, como requisito, foi perdendo-se. A Quota Ambiental mostrou-se um instrumento inovador, aparentando dar satisfação aos reclamos de diversos grupos de interesse e, principalmente, representando uma cunha ambiental inserida na legislação de parcelamento, uso e ocupação do solo


It is appropriate that municipal environmental policies incorporate not only the instruments provided for in federal legislation, but also the urban-environmental instruments to be inserted in the urban legislation. Thus, it was aimed in this work to develop such an instrument. To do so, it was established the following: a) requirements of the instrument: simplicity, flexibility and theoretical background; b) environmental objectives considered: promotion of ecosystem quality, improvement of microclimate and promotion of drainage control at source; c) development of metrics: a simplification of the concept of eco-exergy due to Jørgensen has been theoretically proven to be satisfactory as a single indicator of the first two environmental objectives; for the last environmental objective, the lot peak output flow; d) establishment of legal standards: for the first two objectives, definition of minimum values of simplified eco-exergy for lots in different locations and with different uses and occupation rates, whereas for the last objective, zero impact. Coincidentally, while this instrument was being developed, the City of São Paulo (Brazil) proceeded to a review of the zoning law, thus being accepted that the above theoretical instrument should serve as the basis for the development of a new instrument called Environmental Quota (Quota Ambiental, QA, in Portuguese). The transformation of the above theoretical instrument into the QA, which ended up being inserted in the bill forwarded to the City Council and later approved by it, was the subject of a sui generis study, as the author participated actively in the development of QA as a public servant. This would require a method halfway between the case study and the participant observation. A method analogous to the phenomenological one was chosen. A small working group in which the author participated was formed for the development of QA. The theoretical instrument received several modifications not only to conform to political guidelines and decisions, but to maturation of concepts and calculations as well, proving feasible as a basis for the development of QA. Several special interest groups influenced the development of QA in different phases and at different levels; it even occurred to interest groups to directly sue the working group. The High Administration supported the process, but it became sometimes divided in relation to the conflict between environmental and social aspects. The group succeeded in enhancing the gains derived from the complementarity of skills resulting from the heterogeneity in terms of training and experience of the working group members. It sought to harmonize the different pressures, often even foreseeing them. To this end, the working group has developed a dynamic to reach internal consensus and to anticipate, internalize and position itself in the face of frequently conflicting pressures. The most severe pressures came from the municipal bureaucracy itself. In all these processes simplicity, as a requirement, was lost. The Environmental Quota proved to be an innovative instrument, appearing to satisfy the demands of various interest groups and, mainly, representing an environmental wedge inserted in the zoning law


Assuntos
Especificações para Construção , Planejamento de Cidades , Mudança Climática , Entropia , Política Ambiental Municipal , Permeabilidade do Solo , Ecologia , Ecossistema , Meio Ambiente e Saúde Pública , Áreas Verdes , Valas de Infiltração-Percolação , Microclima , Percolação , Reservatórios de Água , Escoamento Superficial , Infiltração , Área Urbana , Ciclo Hidrológico , Zoneamento
13.
São Paulo; s.n; 2017. 120 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-868467

RESUMO

O metabolismo entre homem e natureza tem sido diretamente impactado em nossa sociedade para fomentar o desenvolvimento capitalista e a racionalidade econômica atual. Nesse contexto, as áreas verdes no meio urbano, cada vez mais, têm dado lugar a novas paisagens que refletem a lógica acumulativa do sistema, sem que se leve em conta o impacto que tais mudanças podem causar no ambiente. Além de muitos benefícios para a saúde humana, tais áreas promovem melhoria da qualidade de vida para a população no que diz respeito ao lazer, ao embelezamento paisagístico e ao microclima. No município de São Paulo, a desvalorização do verde pode ser notada pelo decréscimo das áreas remanescentes, em especial da arborização urbana, e pela manutenção realizada pela gestão pública de forma ineficiente. Dadas a dimensão ainda expressiva da arborização e a falta de recursos (entre outros problemas), a gestão participativa, por meio da população e de tecnologias sociais como agentes de apoio ao Estado para a gestão dessas áreas, pode ser uma saída e uma ferramenta de apoio à proposta de Novo Metabolismo. Esta baseia-se no conceito de saber ambiental, proveniente da Educação Ambiental, para a preparação dos munícipes


Metabolism between Man and Nature has been directly impacted in our society to foster capitalist development and current economic rationality. In this context, the green areas surrounded by urban environment, more and more, has been given rise to new landscapes that reflect a cumulative logic of the system, without thinking about the impact that such changes can cause to the environment. In addition to many benefits to human health, such areas promote improvement of the quality of life for a population in terms of leisure, landscape beautification and microclimate. In the municipality of São Paulo, the devaluation of the green can be noticed by the decrease of the remaining areas, especially urban afforestation, and by the inefficient maintenance management carried out by the public administration. Given the still significant size of afforestation and the lack of resources (among other problems), the participative management, through population and social technologies as agents of State support for the management of these areas, it can be a way out and a support tool to the New Metabolism proposal. This is based on the concept of environmental wisdom, coming from the environmental education, for preparation of citizens


Assuntos
Educação em Saúde Ambiental , Áreas Verdes , Software , Tecnologia , Conservação dos Recursos Naturais
14.
Motriz rev. educ. fís. (Impr.) ; 22(4): 341-345, Oct.-Dec. 2016. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-829276

RESUMO

Abstract Physical activity levels in adults are low and strategies should be put in place to change this. The aim of this study was to investigate whether building an urban park can increase adult neighborhood residents' intentions to partake in physical activity. In total, 395 adults living near where the park was being built participated in the study. The following information was collected: sociodemographic characteristics, current physical activity levels, and intention to use the park for physical activity. Around 80% of the subjects intended to use the park for physical activity. This frequency was higher among those who were classified as physically active and gradually higher as the distance between the home of the subject and the park decreased (p < 0.05). The offer of a public leisure space can contribute positively to changing population behavior related to regular physical activity.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Áreas Verdes , Atividades de Lazer , Atividade Motora
15.
Psicol. ciênc. prof ; 36(4): 893-906, out.-dez. 2016. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-829378

RESUMO

Resumo No cenário urbano, a distribuição da vegetação e seus aspectos de qualidade ambiental repercutem nos modos de vida das populações em termos de saúde e qualidade de vida. O investimento em espaços verdes, com ampla variedade de elementos naturais, pode promover a redução dos níveis de estresse e fadiga mental. Em ambientes universitários, por exemplo, os estudantes sentem-se constantemente fatigados devido às exigências para um bom desempenho. Considerando pesquisas na área de Psicologia Ambiental que têm constatado os benefícios para a saúde provenientes do contato com espaços verdes, esse estudo buscou identificar lugares escolhidos por estudantes para descanso em dois campi universitários brasileiros. Explorou ainda elementos de preferências e percepções ambientais associadas à capacidade restaurativa desses espaços. A entrevista, associada a uma variação da técnica de ambiente fotografado, possibilitou a análise das características desses espaços. As escolhas citadas pelos 50 alunos de cada campus direcionaram a discussão. Os discursos dos discentes revelaram possibilidades de restauro psicológico no ambiente universitário. Em ambos os campi, o contato com espaços verdes abertos pareceu estar associado a momentos de interação entre pessoas e o ambiente, de maneira mais ativa ou mais passiva. No campus 2, as interações com os espaços verdes foram predominantemente ativas, apesar do campus 1 ter área de vegetação mais extensa. Dessa forma, compreende-se que a vivência restauradora se dá na relação pessoa-ambiente e é permeada por sutilezas que perpassam distintas realidades sociais....(AU)


Abstract In the urban context, the distribution of vegetation and its aspects of environmental quality have repercussions on the ways of life of the population in terms of health and quality of life. The investment in green spaces, with wide variety of natural elements, can promote the reduction of stress and mental fatigue levels. In academic environments, for example, students feel constantly fatigued due to requirements for good performance. Whereas research in the environmental psychology area have found the health benefits from the contact with green spaces, this study sought to identify resting places chosen by students in two Brazilian campuses. In addition, the research explored the preferences and environmental perceptions associated with the restorative capacity of these spaces. The interview, associated with a variation of the photographed environment technique, enabled the analysis of the characteristics of these spaces. The choices cited by 50 students from each campus guided the discussion. The speeches of the students revealed psychological restoration possibilities in the college environment. On both campuses, contact with open green spaces appear to be associated with moments of interaction between people and environment, in either a more passive or more active way. On campus 2, interactions with the green spaces were predominantly active, despite the fact that campus 1 has a more extensive green area. Thus, it is understood that the restorative experience takes place in the person-environment relationship and is permeated by subtleties that underlie different social realities....(AU)


Resumen En el entorno urbano, la distribución de la vegetación y sus aspectos de calidad ambiental tienen repercusiones en los modos de vida de la población en términos de salud y calidad de vida. La inversión en espacios verdes, con una amplia variedad de elementos naturales, puede promover la reducción del estrés y los niveles de fatiga mental. En los ambientes universitarios, por ejemplo, los estudiantes se sienten constantemente fatigados debido a los requisitos para un buen rendimiento. Considerando que investigaciones en el área de la psicología ambiental han encontrado los beneficios para la salud del contacto con espacios verdes, este estudio trata de identificar los lugares elegidos por los estudiantes para descansar en dos campus universitarios brasileños. Se exploraron las preferencias y percepciones ambientales asociadas con la capacidad reparadora de los espacios verdes. La entrevista, asociada con una variación de la técnica de ambiente fotografiado, permitió el análisis de las características de estos espacios. Las opciones citadas por 50 estudiantes de cada campus guían la discusión. Los discursos de los estudiantes revelaron posibilidad de restauración psicológica en el ámbito universitario. En los dos campus, el contacto con los espacios verdes abiertos parece estar asociado con momentos de interacción entre las personas y el ambiente, de manera más pasiva o más activa. En el campus 2, las interacciones con los espacios verdes fueron mayormente activas, aunque el campus 1 tiene más extensa zona verde. Por lo tanto, se entiende que la experiencia de restauración se lleva a cabo en la relación persona-ambiente y está impregnada de sutilezas que subyacen a las diferentes realidades sociales....(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Meio Ambiente , Áreas Verdes , População , Qualidade de Vida , Universidades , Urbanização
16.
Metas enferm ; 19(9): 20-26, nov. 2016.
Artigo em Espanhol | IBECS | ID: ibc-158083

RESUMO

OBJETIVO: describir la incidencia de cesárea en el Hospital Universitario de Burgos (HUBU) de 2004 a 2014; así como explorar la influencia de la edad materna avanzada, teniendo en cuenta dos edades de corte (35 y 40 años), en dicha incidencia. MATERIAL Y MÉTODO: estudio descriptivo longitudinal retrospectivo (2004-2014) sobre los 24.521 partos realizados en el HUBU. Se utilizó el registro informatizado de partos. La variable principal del estudio fue la cesárea, y la variable independiente, la edad de la mujer, teniendo en cuenta dos edades de corte (mayores de 40 vs. iguales o menores de 40 años; mayores de 35 vs. iguales o menores de 35 años). Se utilizó prueba z para el contraste de hipótesis; se calcularon intervalos de confianza (IC) al 95% de seguridad. RESULTADOS: se contó una población de 24.426 partos. La diferencia de incidencia de cesárea entre mayores de 40 igual o menor que 40 años fue de un 11% (IC 95%: 8%-14%; p< 0,001) a favor de una mayor incidencia en la mayores de 40. Atendiendo a la edad de corte de 35 años, esta diferencia fue de un 5% (IC 95%: 3,8%-6,2%; p< 0,001), y en la misma dirección anteriormente señalada. La incidencia acumulada global de cesárea fue del 22,5% (IC 95%: 21,98%-23,02%). CONCLUSIÓN: existen diferencias en la incidencia de cesárea en función de la edad, independientemente del corte de edad a los 35 o a los 40 años, y con una mayor incidencia en las más mayores. Cabe preguntarse el efecto de las técnicas de reproducción asistida y el posible aumento de cesáreas electivas


OBJECTIVE: to describe the incidence of C-sections at the Hospital Universitario de Burgos (HUBU) from 2004 to 2014; as well as to explore the influence of advanced maternal age, considering two cut-off ages (35 and 40 years) for said incidence. MATERIAL AND METHODS: a descriptive longitudinal retrospective study (2004-2014) on the 24,521 labours conducted at the HUBU. The computerized record of labours was used. The primary variable of the study was C-section, and the independent variable was maternal age, considering two cut-off ages (>40-year-old vs. is less than or equal to40 year-old; >35-year old vs. is less than or equal to35-year-old). The z-test was used for hypothesis contrast, and a 95% confidence interval (CI) was estimated. RESULTS: the study included a population of 24,426 labours. The difference in the incidence of C-sections between >40-year old and is less than or equal to40-year-old was 11% (CI 95%: 8%-14%; p< 0.001), showing a higher incidence in >40-year-old women. Regarding the cut-off age of 35 years, the difference was 5% (CI 95%: 3.8%-6.2%; p< 0.001), and in the same direction previously mentioned. There was an overall cumulative incidence of C-sections of 22.5% (CI 95%: 21.98%-23.02%). CONCLUSION: there are differences in the incidence of C-sections based on age, regardless of the cut-off age of 35 or 40 years, showing a higher incidence in older mothers. It is worth considering the effect of assisted reproduction techniques, and the potential increase in elective C-sections


Assuntos
Humanos , Saúde Mental/estatística & dados numéricos , Áreas Verdes/estatística & dados numéricos , Transtornos Mentais/prevenção & controle , Cidade Saudável , Fenômenos Ecológicos e Ambientais , Área Urbana , Meio Ambiente , Promoção da Saúde/tendências , Qualidade de Vida
17.
Rev Panam Salud Publica ; 40(3),sept. 2016
Artigo em Inglês | PAHO-IRIS | ID: phr-31230

RESUMO

In 2005, the Government of the Province of Québec, Canada, adopted the Climate Change Action Plan for 2006 – 2012. The Institut national de santé publique du Québec (National Institute of Public Health of Québec), charged with implementing the health adaptation component of the Plan, worked to mitigate urban heat islands (UHI) by funding and evaluating 40 pilot projects. These projects explored different methods of fighting UHIs by greening cities in a participative and mobilizing approach led mainly by non-governmental organizations and municipalities. An assessment of temperatures before and after implementing various methods demonstrated that some actions enabled significant gains of coolness and more efficiently mitigated heat (reduction of concrete/asphalt surfaces, increasing vegetation, etc.). An assessment of quality of life showed that projects were positively received by users, especially by those living in vulnerable situations. A lifecycle analysis showed that from the environmental perspective, UHI mitigation measures that do not require fertilization or maintenance are preferable. Finally, communication efforts that raise awareness of UHI and mitigation are of significant importance to program success.


En el 2005, el Gobierno de la provincia de Québec, Canadá, adoptó un plan de acción sobre el cambio climático para el período del 2006 al 2012. El Instituto Nacional de Salud Pública de Québec (Institut national de santé publique du Québec), encargado de la adaptación del plan para proteger la salud humana, dio un paso para mitigar las islas de calor urbanas (ICU) mediante el financiamiento y la evaluación de 40 proyectos piloto. En estos proyectos se exploraron diferentes métodos para combatir las ICU a base de aumentar las áreas verdes con arreglo a un enfoque participativo y movilizador impulsado principalmente por las organizaciones no gubernamentales y los municipios. Cuando se examinaron las temperaturas antes y después de aplicar distintos métodos, se observó que algunos habían llevado a un enfriamiento ambiental apreciable y que eran más eficientes para aliviar el calor (reducir las superficies de concreto y asfalto, plantar vegetación, y demás). Una evaluación enfocada en la calidad de vida indicó que los proyectos tuvieron buena acogida entre los usuarios, sobre todo los que vivían en situaciones de vulnerabilidad. Un análisis basado en el ciclo vital demostró que, desde el punto de vista ambiental, las medidas para la mitigación de las ICU que no requieren abono ni mantenimiento son las más aconsejables. Por último, las iniciativas de comunicación orientadas a sensibilizar al público en torno a las ICU y su mitigación son muy importantes para lograr que los programas rindan buenos resultados.


Assuntos
Mudança Climática , Áreas Verdes , Saúde da População Urbana , Temperatura Alta , Raios Infravermelhos , Canadá , Mudança Climática , Áreas Verdes , Saúde da População Urbana , Meio Ambiente e Saúde Pública , Onda de Calor , Meio Ambiente e Saúde Pública
18.
Mundo saúde (Impr.) ; 40(3): 372-381, maio, 2016. mapa, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-996669

RESUMO

As áreas verdes (AV) contribuem para a melhoria da qualidade de vida, podem reduzir temperaturas extremas, atenuar o ruído, reter poeira, aumentar a permeabilidade da área urbana, oferecendo um espaço agradável para a atividade física e de interação social, entre muitos outros benefícios. É um espaço que se comporta como um promotor da saúde. O objetivo deste estudo foi avaliar quais variáveis estão associadas com o uso de AV em Mogi Mirim, SP. Foi realizado um estudo de base populacional, transversal, para verificar os valores das Razões de Chance (RC) de variáveis significativas associadas com a frequência de AV. Os dados foram coletados, por amostragem aleatória de residências, por meio de questionário estruturado a 262 adultos, no período entre fevereiro e agosto de 2012. A técnica utilizada foi a regressão logística para descrever a associação entre a variável dependente, o uso de AV pelo menos uma vez por semana e o conjunto de variáveis explanatórias. Dos entrevistados, 47% da amostra frequentam AV, pelo menos uma vez por semana. As variáveis que apresentaram associação positiva significativa com o uso de AV foram: ter um cão (RC = 1,88; IC 95%: 1,13-3,15) e, próprio jardim em casa (RC = 1,83; IC 95%:. 1,08-3,11 A variável que mostrou associação negativa significativa foi utilizar o ônibus como principal meio de transporte (RC = 0,51; IC 95%: 0,29 - 0,89. Esta pesquisa explorou e apresentou uma metodologia de pesquisa para avaliação das características socioeconômicas da população e possíveis associações com uso de AV. Assim, trata-se de um recurso relevante, pouco encontrado na literatura nacional, que deve ser reproduzido com o fim de estimular esta prática essencial de promoção à saúde.


Green areas (GA) contribute to improving the quality of life, can reduce temperature extremes, lessen the perception of noise, retain dust, and increase the permeability of the urban area, offering a nice space for physical activity and social interaction between many other benefits. It is a space that behaves as a promoter of health. The aim of this study was to evaluate which variables are associated with the GA attendance in Mogi Mirim, SP. It was conducted a crosssectional study to verify the values of the Odds Ratios of significant variables associated with the GA attendance. Data were collected by random sampling of households, through structured questionnaire to 262 adults, between February and August 2012. The technique applied was logistic regression to describe the association between the dependent variable, AV attendance at least once a week and the set of explanatory variables. Of the respondents, 47% of the sample attends GA, at least once a week. Variables that showed significant positive association with the GA use were: have a dog (OR = 1.88; 95%CI: 1.13 ­ 3.15) and, own garden at home (OR = 1.83; 95%CI: 1.08 ­ 3.11. The variable that showed a significant negative association was use the bus as a primary means of transportation (OR = 0.51; 95%CI: 0.29 ­ 0.89. This research explored and presented a research methodology for assessing the socioeconomic characteristics of the population and possible associations with use of GA. Thus, it is an important resource, little found in the national literature, which must be replicated in order to stimulate this essential practice of health promotion.


Assuntos
Humanos , Qualidade de Vida , Área Urbana , Áreas Verdes , Promoção da Saúde
19.
Rev. Kairós ; 19(1): 59-72, mar. 2016. tab, ilus
Artigo em Inglês | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-71002

RESUMO

The aim of this study is to analyse the behaviour of users of senior playgrounds (SP) and chart their profile. The methodology used was non-participant observation. The sample consisted of 129 users of SP present in the various moments of observation. The results indicate an increasing number of children and adults and a larger number of users on weekends. The duration of usage varied between 1 and 30 minutes and the most widely used pieces of equipment were surfing and ski. Despite the fact that SP are designed for the elderly, it seems that these do not use it much.(AU)


El objetivo de este estudio es analizar el comportamiento de los usuarios de los parques geriátricos (PG) y trazar su perfil. La metodología utilizada fue la observación no participante. La muestra consistió en 129 usuarios de PG presente en los diferentes momentos de observación. Los resultados indican un número mayor de niños y adultos y el tiempo de uso del parque varía entre 1 y 30 minutos. Los equipos más utilizados fueron el esquí y el surf. A pesar de la PG están diseñados para las personas mayores, parece que este grupo de edad no asiste a estas premisas mismas.(AU)


O objetivo deste estudo é analisar o comportamento dos utilizadores dos Parques Geriátricos (PG) e traçar o seu perfil. A metodologia utilizada foi a observação não participante. A amostra foi constituída por 129 utilizadores dos PG presentes nos vários momentos de observação. Os resultados indicam um maior número de crianças e adultos e maior número de utilizadores durante o fim-de-semana. O tempo de utilização variou entre 1 e 30 minutos e os equipamentos mais utilizados foram o esqui e o surf. Apesar de os PG serem concebidos para os idosos, parece que estes não frequentam muito estas instalações.(AU)


Assuntos
Humanos , Idoso , Idoso , Atividade Motora , Áreas Verdes
20.
Rev. iberoam. micol ; 33(1): 7-12, ene.-mar. 2016. tab, ilus
Artigo em Espanhol | IBECS | ID: ibc-149368

RESUMO

Antecedentes. El suelo es el reservorio natural de hongos queratinofílicos que constituyen un pequeño pero importante grupo de hongos filamentosos; algunos de ellos se desarrollan típicamente sobre tejidos queratinizados de animales vivos. Hay numerosas especies de geohongos saprobios con habilidades queratolíticas reconocidas y son varios los trabajos realizados con el fin de vincular su presencia a la posible enfermedad humana. Objetivos. Conocer la biota de geohongos en general y la de aquellos queratolíticos en particular en suelos de dos parques públicos. Métodos. Las muestras se tomaron de suelos de dos parques públicos de la ciudad de Corrientes, Argentina, durante dos estaciones del año. Para el aislamiento de los hongos se usaron las técnicas del anzuelo queratínico y la de las diluciones. Resultados. Mediante la técnica del anzuelo se aislaron 170 cepas que se clasificaron en 17 géneros y 21 especies, entre las que merece destacar la presencia de Microsporum canis. El índice de Shannon de hongos queratolíticos fue medio, siendo en otoño (2,27) más alto que en primavera (1,92). Con la técnica de diluciones seriadas se obtuvieron 278 cepas que se clasificaron en 33 géneros y 71 especies; el índice de Shannon fue más alto en otoño (3,9) que en primavera (3,5). Conclusiones. Los suelos estudiados presentan condiciones particularmente favorables para la supervivencia de geohongos patógenos y oportunistas para el hombre y los animales (AU)


Background. The soil is a natural reservoir of keratinophilic fungi, which are a small but important group of filamentous fungi, some of which typically develop on keratinized tissues of living animals. There are numerous species of saprophytic fungi with recognized keratinophilic abilities, and several studies have been undertaken in order to link their presence to possible human disease. Aims. To know the biota of geophilic fungi in general and of keratinophilic fungi particularly in soils from two public parks. Methods. Soil samples from two public parks of Corrientes city, Argentina, were studied during two seasons, using the hook technique and serial dilutions for fungal isolation. Results. Using the hook technique, 170 isolates were classified into 17 genera and 21 species, among which it is worth mentioning the presence of Microsporum canis. Shannon index for keratinophilic fungi in autumn was 2.27, and 1.92 in spring. By means of the serial dilutions technique, 278 fungi isolated were identified into 33 genera and 71 species. Shannon index in autumn was 3.9, and 3.5 in spring. Conclusions. The soils studied have particularly favorable conditions for the survival of pathogens and opportunistic geophilic fungi for humans and animals (AU)


Assuntos
Fungos/classificação , Fungos/isolamento & purificação , Fungos/patogenicidade , Microbiologia do Solo , Zonas de Recreação/análise , Áreas Verdes/análise , Microsporum/isolamento & purificação , Queratinas/isolamento & purificação , Biota , Aspergillus/isolamento & purificação , Aspergillus/patogenicidade , Aspergillus niger/isolamento & purificação , Aspergillus niger/patogenicidade
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA