Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 318
Filtrar
1.
Neotrop. ichthyol ; 18(1): e190111, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1098416

RESUMO

Tatia comprises twenty-five valid species, distributed in the main inland watersheds of South America, including the Orinoco, Essequibo, and coastal rivers of Suriname, Amazon, upper rio Paraná and São Francisco basins. A new species is described from tributaries of upper rio Manuel Alves on uplands of Serra Geral do Tocantins plateau, Tocantins State, Brazil. It is promptly distinguished from all congeners, except Tatia britskii, due to absence of an adipose fin. It differs from T. britskii by the longer caudal peduncle length (24.1-30.5% SL, mean 25.3 vs. 20.0-22.7, mean 20.9); caudal peduncle depth (10.9-16.8 SL, mean 14.1 vs. 9.4-10.5, mean 9.8), and anterior cranial border with mesethmoid width equals its length (vs. width approximately three times its length in T. britskii). Additionally, information regarding the poorly known species Tatia simplex originally described from rio das Mortes, is provided.(AU)


Tatia abriga vinte e cinco espécies válidas distribuídas nos maiores sistemas fluviais de águas interiores da América do Sul, como o Orinoco, Essequibo, e rios costeiros do Suriname, Amazonas, alto Paraná e São Francisco. Uma espécie nova é descrita para tributários do alto rio Manuel Alves, nos contrafortes da Serra Geral do Tocantins, estado do Tocantins, Brasil. A espécie nova é facilmente distinguida de todos os congêneres, exceto Tatia britskii, pela ausência de nadadeira adiposa. Difere de T. britskii pelo maior comprimento do pedúnculo caudal (24,1-30,5% CP, média 25,3 vs. 20,0-22,7% CP, média 20,9); altura do pedúnculo caudal (10,9-16,8 SL, mean 14,1 vs. 9,4-10,5, mean 9,8) e margem craniana anterior com largura do mesetmoide igual a seu comprimento (vs. largura aproximadamente três vezes no seu comprimento em T. britskii). Adicionalmente, são fornecidas informações sobre Tatia simplex, uma espécie pouco conhecida, descrita para o rio das Mortes.(AU)


Assuntos
Peixes-Gato/classificação , Bacias Hidrográficas , Drenagem
2.
Biosci. j. (Online) ; 35(4): 1033-1042, july/aug. 2019. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1048812

RESUMO

The objective of this study was to evaluate the space-time dynamics of the soil use and occupation of the Rio Roncador river basin between 1985 and 2010. The scenes were classified by two methods (partially unsupervised - K-Means and supervised - Maximum likelihood), the Thematic Mapper sensor products on the LANDSAT 5 orbital platform were used for both images of a 25-year time series (1985 to 2000). In order to measure the accuracy of the field the computer application Google Earth was used, in which nine classes (urban area, agricultural area, pasture, exposed soil, native forest, secondary vegetation, mangrove, altitude field and water) were collected. A multiple linear regression was performed, correlating the Normalized Difference Vegetation Index - mean NDVI (dependent variable) with the independent climatic variables (global solar radiation - MJm-2day-1, average air temperature - °C, relative humidity -%, evapotranspiration - mm d-1, and rain - mm). According to the general classification by Kappa parameter of the images for 2005 and 2010, they were identified as very good (68% and 74%). These results confirm that the Roncador River Basin is undergoing transformation in its landscape, with an average reduction of -49% in native vegetation areas due to the increase in urban areas (25%) and agriculture (31%). The statistical analysis showed that rainfall and air temperature were the only variables that presented significant sigma (0.04) and (0.02). The obtained coefficient of determination indicated that 47% of the variations of the "vegetation index" are explained by the environmental variables.


O objetivo deste estudo foi de analisar espaço-temporalmente a dinâmica do uso e ocupação do solo da bacia hidrográfica do Rio Roncador, localizada no município de Magé no Estado do Rio de Janeiro, entre os anos de 1985 a 2010. As cenas foram classificadas por dois métodos (parcialmente nãosupervisionada ­ K-Means e supervisionada ­ Máxima Verossimilhança), para ambos foram utilizados os produtos abordo da plataforma orbital LANDSAT 5 do sensor Thematic Mapper, para as imagens de uma sérietemporal de 25 anos (1985 a 2000). Para a aferição como verdade de campo utilizou-se se o aplicativo computacional Google Earth, no qual foram coletadas nove classes (área urbana, área agrícola, pastagem, solo exposto, floresta nativa, vegetação secundária, manguezal, campo de altitude e água). Foi feita uma regressão linear múltipla, correlacionando o Índice de Vegetação da Diferença Normalizada - NDVI médio (variável dependente) com as variáveis climáticas independentes (radiação solar global - MJm-2dia-1, temperatura média do ar - °C, umidade relativa do ar - %, evapotranspiração ­ mm d-1, e chuva - mm). Segundo a classificação geral pelo parâmetro Kappa das imagens para os anos de 2005 e 2010 estas foram identificadas como muito bom (68% e 74%). Estes resultados comprovam que a Bacia Hidrográfica do Rio Roncador está passando por transformação em sua paisagem, com redução média de (-49%) das áreas de vegetação nativa por aumento de áreas como urbana (25%) e agricultura (31%). A análise estatística evidenciou que a variável climática chuva e temperatura do ar foram às únicas que apresentaram sigma significativo (0.04) e (0.02), a regressão múltipla com R2 de 0.47, que significa que 47% das variações do "índice de vegetação" são explicados pelas variáveis ambientais.


Assuntos
Processamento de Imagem Assistida por Computador , Bacias Hidrográficas , Análise Espaço-Temporal , Mudança Climática , Análise do Solo
3.
Saúde Soc ; 28(2): 310-325, abr.-jun. 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1014576

RESUMO

Resumo Apesar dos esforços de despoluição desde os anos 1990, não houve percepção, por parte da opinião pública, de que houve evolução do deteriorado quadro social da região da bacia da Baía de Guanabara (RJ). A importância dos indicadores sociais emerge em um momento em que se faz necessário prestar contas à população quanto aos investimentos e resultados obtidos, direcionar as ações às questões sociais e locais em situação de maior urgência e acompanhar os resultados para a identificação de ajustes nas ações para o alcance de melhores resultados. A atual agenda de discussão das questões sociais do entorno da baía configurou a base para a elaboração de um sistema de indicadores sociais. Três bacias hidrográficas em processo de despoluição também foram estudadas, com foco em suas abordagens quanto às questões sociais. Um modelo teórico de indicadores foi elaborado e testado em um recorte da bacia da Baía de Guanabara, por intermédio da utilização de dados públicos disponíveis. O modelo se mostrou ferramenta útil para uma abordagem holística da bacia ao informar sobre o melhor direcionamento de ações de despoluição para resultados mais efetivos em ambas as questões, sociais e ambientais.


Abstract Despite the efforts in the depollution since the 1990s, evolution of the damaged social scenario in the region of the watershed of the Guanabara Bay is not perceived by the public opinion. The importance of social indicators emerges in a moment in which rendering account to the population regarding investiments and results obtained, orienting actions for emergency social and local issues and monitoring results for identification of adjustments to the actions for the achievement of better results is necessary. The current agenda for debating social issues of the region of the bay represented the basis for the creation of a system of social indicators. Three watersheds in depollution process were also studied, focusing on their approaches regarding social issues. A theoretical model of indicators was developed and tested in a draft of the Guanabara Bay watershed, using the public data available. The model proved to be a useful tool for an holistic approach of the bay by providing information on the better orientation of depollution actions for more effective results in both social and environmental issues.


Assuntos
Bacias Hidrográficas , Saúde Ambiental , Purificação da Água , Indicadores Sociais
4.
Estud. av ; 33(95): 151-175, 2019. ilus, graf, tab, mapa
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1008310

RESUMO

Os problemas socioecológicos são complexos e multidimensionais, envolvendo pelo menos a dimensão ambiental, social, econômica, política e institucional. Os problemas relacionados ao uso múltiplo dos recursos hídricos, a revitalização de bacias hidrográficas e a recuperação de rios urbanos têm colocado novos desafios para a sociedade, os quais requerem soluções inovadoras. Algumas soluções propostas, como a adoção de esquemas de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), têm por objetivo incentivar que as pessoas adotem ações direcionadas para resolver problemas específicos em troca de incentivos econômicos. Mas essas soluções possuem limitações relativas a continuidade das ações após o suprimento dos incentivos. Os PSA tradicionais são baseados na moeda oficial de um país e, consequentemente, podem ser interrompidos na ocorrência de crises econômicas. Nesse sentido, o objetivo principal deste trabalho é apresentar e discutir uma proposta geral de gestão para a Bacia Hidrográfica do Rio Jundiaí baseada na adoção de uma moeda complementar criada com suporte da tecnologia do blockchain. A moeda complementar é a criptomoeda denominada Aqua que visa incentivar ações, por exemplo, como a recuperação das áreas de proteção ambiental em áreas rurais, assim como, ações ambientais em áreas urbanas. A criptomoeda Aqua busca exercer a função de meio de troca e sua circulação ocorrerá somente dentro da rede de usuários que a aceitarem. Visando evitar o efeito negativo de ações especulativas, recomenda-se que a criptomoeda Aqua não seja conversível em reais ou outra criptomoeda.


Socioecological problems are complex and multidimensional, involving at least an environmental, socio, economic, political and institutional dimensions. Proble-ms related to multiple uses of water resources, watershed revitalization and urban river recovery have placed new challenges on society and require innovative solutions. Proposed solutions, such as payment for ecosystem services (PES), aim to encourage people to adopt actions to solve specific issues in exchange for economic incentives. These solutions have limitations related to continuity of actions after the economic incentives cease. Thus, the main goal of this paper is to introduce and discuss a proposal to manage the Jundiai River Watershed that includes the adoption of a complementary currency created with blockchain technology, the Aqua. The main purposes of this cryptocurrency arethe recovery of riparian forests in rural zones and environmental actions in urban areas. The cryptocurrency Aqua would act as a medium of exchange and circulate only within the network of establishments that accept it. Seeking to avoid the negative consequences of speculative actions, we recommend the Aqua is not convertible into Reais or other cryptocurrencies.


Assuntos
Bacias Hidrográficas , Zona Rural , Conservação dos Recursos Naturais , Ecologia , Meio Ambiente , Política Ambiental
5.
Cienc. tecnol. salud ; 6(1): 7-21, 2019. ^c27 cmilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1025493

RESUMO

Los macroinvertebrados bentónicos cumplen funciones ecológicas importantes en los sistemas lóticos, como el traspaso de energía a través de las redes tróficas, la descomposición de la materia orgánica, el reciclaje de nutrientes y la mezcla de sedimentos. Uno de los principales factores que definen la composición del ensamble de macroinvertebrados es la disponibilidad de microhábitats. Debido a ello, se evaluó el efecto de ocho microhábitats (hojarasca, grava, piedras, roca, musgo, vegetación acuática, pozas y cataratas), así como de la velocidad y profundidad, sobre la abundancia y riqueza específica de los macroinvertebrados en los ríos La Labor y Tzununá en la cuenca del lago Atitlán en el altiplano de Guatemala. Se colectaron 19,529 organismos correspondientes a 91 taxa, 49 familias y 65 géneros. El microhábitat que presentó mayor abundancia fue hojarasca (7,723 organismos) y pozas presentó la menor (652 organismos). En cuanto a riqueza, piedras presentó la mayor riqueza (41 taxa) y musgo tuvo la menor (28 taxa). Se evidenció que el microhábitat tuvo un efecto significativo sobre la abundancia y la riqueza (p < .05), ésta última también se vio influenciada por la profundidad (p = .030). Se concluyó que el microhábitat es un factor importante, para determinar la composición de la comunidad de macroinvertebrados; ya que la presencia y dominancia de elementos de heterogeneidad en los ríos, contribuye a incrementar la diversidad del hábitat físico, así como las opciones de alimento y refugio, promoviendo la abundancia y riqueza de macroinvertebrados en los sistemas lóticos.


Benthic macroinvertebrates serve important ecological functions in lotic systems, such as the transfer of energy through trophic networks, decomposition of organic matter, nutrient recycling and sediment mixing. One of the main factors that define the composition of the macroinvertebrate assemblage is the availability of microhabitats. The survey evaluated the effect of eight microhabitats (leaf litter, gravel, stones or pebbles, rock, moss, aquatic vegetation, pools and waterfalls), as well as speed and depth, on the abundance and specific richness due to rarefaction of the macroinvertebrates in La Labor and Tzununá rivers, which are part of the Lake Atitlán basin in the Guatemalan highlands. In this area 19,529 organisms corresponding to 91 taxa, 49 families and 65 genera were collected. The highest abundance was in leaf litter microhabitat (7,723 organisms), while stones showed the highest richness (41 taxa). Pools had the lowest abundance (652 organisms) and moss had the lowest richness (28 taxa). The microhabitat has a significant effect on abundance and richness (p < .05), also depth has a significant effect on richness (p = .030). The microhabitat is an important factor, to determine the composition of the macroinvertebrate community, because the presence and dominance of elements of heterogeneity in the rivers contributes to increase the diversity of the physical habitat, which provides refuge and food that satisfy the requirements of organisms promoting the abundance and richness of macroinvertebrates in lotic systems.


Assuntos
Animais , Bacias Hidrográficas/classificação , Fauna Bentônica , Ecossistema , Recuperação e Remediação Ambiental
6.
NOVA publ. cient ; 16(29): 71-89, ene.-jun. 2018. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS, COLNAL | ID: biblio-976280

RESUMO

Resumen Objetivo. Identificar microorganismos fitopatógenos presentes en las aguas utilizadas para riego en la cuenca media del rio Bogotá. Métodos. Las muestras fueron tomadas en doce fincas de la cuenca media y analizadas con la técnica de filtración por membrana. Las bacterias se identificaron por bioquímica y los hongos por claves dicotomas. Resultados. El agua de riego analizada contenía bacterias como: E.coli, P. vulgaris, A. urinae, E. cloacae, B.cereus, S. marcescens, B. brevis, y en cuanto a los hongos se encontraron: Aspergillus fumigatus, Aspergillus flavus., Mucor sp., Rhizopus sp., Penicillium sp. y Fusarium sp. La presencia de estos potenciales fitopatógenos en el agua indican un alto riesgo de contaminación y dispersión de éstos en los cultivos.


Abstract Objective. Identify phytopathogenic microorganisms present in the water used for irrigation in the middle basin of the river Bogota. Methods. Samples were taken at 12 farms of the middle basin and analyzed by the membrane filtration technique. The bacteria were identified by biochemical and fungi by dichotomies keys. Results. The irrigation water contained bacteria analyzed as E. coli, P. vulgaris, A. urinae, E. cloacae, B. cereus, S. marcescens, B. brevis, and as for the mushrooms found: A. fumigatus, A. flavus, Mucor sp., Rhizopus sp., Penicillium sp. and Fusarium sp. The presence of these potential pathogens in water indicate a high risk of contamination and dispersion thereof in crops.


Assuntos
Humanos , Irrigação Agrícola , Bombas para Águas Residuárias , Bacias Hidrográficas , Microrganismos Aquáticos
7.
Biosci. j. (Online) ; 34(3): 751-760, mai/jun. 2018. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-966992

RESUMO

The objective of this study was to analyze a spatiotemporal study of the vegetation dynamics of the hydrographic basin of the Ribeirão Cachimbal in Rio de Janeiro (Brazil), based on Moderate-Resolution Imaging Spectroradiometer imagery acquired by the TERRA satellite. A total of 23 images were used for each year of El Niño (2005 and 2015), 250-m-resolution images from collection 006 of the 16-day Enhanced Vegetation Index (MOD13Q1) product were used. Daily rainfall and temperature data were obtained from a conventional meteorological station at Resende (Rio de Janeiro State), which were made available by the National Institute for Meteorology of Brazil. Simple linear regression analysis was performed to evaluate the dependence of the temporal series of vegetation as a function of the daily series of rainfall and temperature in terms of the significance of their correlation coefficients. Multivariate analysis of the main components was also undertaken. The results of the simple linear regression between the vegetation index and meteorological variables (temperature and rainfall) were significant in the respective years (p-value < 5%), except for rainfall in 2015, which presented a value of 0.06 (p-value < 25%). Observing the trend, both years (2005 and 2015 showed an increase in vegetation in the study area (Z = 0.37 and 0.24, respectively). By quantifying the values of the respective vegetation classes, it was possible to verify that a reduction of 40% had occurred in areas with dense vegetation coverage by 2015. The vegetation dynamics of the Ribeirão Cachimbal basin are influenced by rainfall and temperature variables and they have greatest correlation in spring and summer.


O objetivo deste estudo foi de analisar espaço-temporalmente a dinâmica da vegetação da bacia hidrográfica do Ribeirão Cachimbal, Rio de Janeiro, Brasil. Foram utilizadas um total de 23 imagens para cada ano de El Niño (2005 e 2015) do sensor Moderate-Resolution Imaging Spectroradiometer a bordo do satélite TERRA, da coleção 006 com resolução espacial de 250 metros do produto de 16 em 16 dias Enhanced Vegetation Index (MOD13Q1). Os dados de chuva e temperatura diários foram obtidos da Estação Meteorológica Convencional de Resende, Rio de Janeiro, disponibilizados pelo Instituto Nacional de Meteorologia. Foi realizada uma análise de regressão linear simples para avaliar a dependência da série temporal da vegetação em função das séries diárias de chuva e de temperatura e a significância dos coeficientes de correlação. E também uma análise multivariada dos componentes principais. O resultado da regressão linear simples entre as variáveis índice de vegetação e meteorológicas (temperatura e chuva), foram significativas nos respectivos anos (p-value < 5%), exceto para a variável chuva no ano de 2015 que apresentou 0,06% para um p-value menor que 25%. Observando a tendência, em ambos os anos (2005 e 2015) foi verificado o aumento da vegetação na área de estudo (Z = 0,37 e 0,24). Quando quantificados os valores das respectivas classes de vegetação podese verificar que ocorreu uma redução de 40% da classe Dense vegetation em 2015. A dinâmica da vegetação da bacia do ribeirão Cachimbal é influenciada pelas variáveis climáticas chuva e temperatura, sendo a maior correlação na estação de primavera e verão.


Assuntos
Bacias Hidrográficas , Ecossistema , Ecologia
8.
Biosci. j. (Online) ; 34(3): 546-555, mai/jun. 2018. tab, ilus, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-966897

RESUMO

The objective of this study was to conduct a temporal analysis of biophysical attributes of the river basin of Rio Roncador, located in the municipality of Magé, Rio de Janeiro. SRTM data were used for the determination of the river basin morphometry and two images of the orbital platform Landsat5 TM sensor (01/28/1986 and 02/15/2010) applied the SEBAL algorithm to characterize the landscape dynamics. The results indicate that The river basin has a drainage area equivalent to 186.21 km2, perimeter 101.78 km, circularity index equal to 0.22, form factor 0.26 and compares index 2.09. These results indicate that the river basin is not prone to flooding, mainly due to its elongated form. It was possible to verify that in the interval of 24 years, degradation occurred in the region beyond the change in the coverage of the soil of the river basin. The results indicated a tendency of reduction in the areas of permanent preservation -13.4% of the river basin. It is concluded that anthropogenic actions were able to alter the surface cover of the soil and that, by the way, may have influenced the water dynamics of the river basin.


O objetivo deste estudo foi realizar uma análise temporal de atributos biofísicos da bacia hidrográfica do Rio Roncador, localizado no município de Magé, Rio de Janeiro. Utilizaram-se dados do SRTM para a determinação da morfometria da bacia hidrográfica e duas imagens da plataforma orbital Landsat5 sensor TM (28/01/1986 e 15/02/2010) aplicado o algoritmo SEBAL para caracterizar a dinâmica da paisagem nesse período. Os resultados indicam que a bacia hidrográfica possui uma área de drenagem equivalente a 186,21 km2, perímetro de 101,78 km, índice de circularidade igual a 0,22, fator forma de 0,26 e índice de compacidade de 2,09. Estes resultados indicam que a bacia hidrográfica não é propícia a enchentes, devido principalmente a sua forma alonga. Foi possível verificar que no intervalo de 24 anos ocorreu degradação na região além da mudança na cobertura do solo da bacia hidrográfica. Os resultados obtidos indicaram uma tendência de redução nas áreas de preservação permanente de -13,4% da bacia hidrográfica. Conclui-se que ações antropogênicas foram capazes de alterar a cobertura superficial do solo e que por sinal podem ter influenciado a dinâmica hídrica da bacia hidrográfica.


Assuntos
Bacias Hidrográficas , Rios , Recursos Hídricos , Fenômenos Biofísicos , Inundações , Ciclo Hidrológico
9.
Univ. sci ; 23(1): 109-128, Jan.-Apr. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, COLNAL | ID: biblio-963361

RESUMO

Abstract In this study, samples from four different sites were collected from Río Frío, a stream crossing the city of Bucaramanga (Colombia). The course evaluated started in the suburban area and finished in the vicinity where Río Frío becomes the tributary of Río de Oro. Invertebrates were identified belonging to different phyla: Annelida, Mollusca, and Arthropoda, corresponding to five classes, 14 orders, and 51 families. Biological monitoring working party (BMWP)/Col., ICO, and ICA-CETESB (Environmental Agency of the State of São Paulo) indexes were evaluated to determine water quality and environmental impact caused by urban growth. Statistical analysis of collected data revealed progressive basin deterioration from the first site of collection to the last site. At the beginning of the evaluated course, good water quality was observed. However, after flowing through the urban area, very poor quality indexes were detected. Based on the Wenger etal. guidelines two main problems were identified: weak enforcement of environmental laws, in addition to poorly legislated environmental urban planning.


Resumen En este estudio se recolectaron muestras de cuatro sitios diferentes del Río Frío, un arroyo que cruza la ciudad de Bucaramanga (Colombia). El curso evaluado inició en el área suburbana y culminó en las cercanías en donde el Río Frío se convierte en el afluente del Río de Oro. Se identificaron invertebrados pertenecientes a diferentes especies: Annelida, Mollusca y Artrópodos, correspondientes a cinco clases, 14 órdenes y 51 familias. De igual forma, se realizó un monitoreo biológico de los índices de los grupos de investigación (BMWP)/ Col., ICO, e ICA-CETESB (Agencia ambiental de São Paulo) con el fin de determinar la calidad del agua y el impacto ambiental causados por el crecimiento urbano. El análisis estadístico de la información obtenida reveló la deterioración progresiva de la cuenca del rio desde el primer sitio de la toma de la muestra hasta el final. Al inicio del curso evaluado, se observó una buena calidad del agua. Sin embargo, después de atravesar el área urbana, se detectaron índices de muy mala calidad. Basándose en Wenger et al., se identificaron dos problemas principales: un cumplimiento deficiente de las leyes ambientales, y un planeamiento urbanístico ambiental mal legislado.


Resumo Neste estudo se coletaram amostras de quatro locais diferentes do Rio Frío, um canal que cruza a cidade de Bucaramanga (Colômbia). O curso avaliado iniciou na área suburbana e culminou nas proximidades onde o Rio Frio se converte em afluente do Rio de Oro. Se identificaram invertebrados pertencentes a diferentes espécies: Annelida, Mollusca y Artrópodos, correspondentes a cinco classes, 14 ordens e 51 famílias. Adicionalmente, se realizou uma monitoração biológica dos índices dos grupos de investigação (BMWP)/Col., ICO, e ICA-CETESB (Agencia ambiental de São Paulo) com a finalidade de determinar a qualidade da água e o impacto ambiental causado pelo crescimento urbano. A análise estatística da informação obtida revelou a deterioração progressiva da bacia hidrográfica desde o primeiro local de coleta até o local final de amostragem. Na área inicial do curso elevado, se observou uma boa qualidade da água. Entretanto, depois de cruzar a área urbana, se detectaram índices de qualidade muito baixos. De acordo com as guias de Wenger e colaboradores, se identificaram dois problemas principais: um cumprimento deficiente das leis ambientais e um planejamento urbanístico ambiental mal legislado.


Assuntos
Poluição da Água/análise , Poluição de Rios/efeitos adversos , Bacias Hidrográficas
10.
Medisan ; 22(4)abr. 2018. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-894713

RESUMO

Se efectuó un estudio para estimar el riesgo ambiental sostenible relativo ante concentraciones totales de arsénico y boro en aguas superficiales de las cuencas hidrográficas Sama y Locumba, en Tacna, Perú, a través de muestreos de tipo no probabilístico por conveniencia en puntos referenciales, durante los meses de agosto y noviembre del 2016, así como abril y junio del 2017. Se obtuvo que los valores de arsénico en los respectivos meses fueron 0,0731; 0,29835; 0,287 y 0,711 mg.L-1, lo que superó el límite máximo permisible (0,01 mg.L-1); este incumplimiento fue similar en cuanto al boro, pues se hallaron concentraciones de 8,681 y 4,148 mg.L-1, pero el valor máximo establecido es de 2,4 mg.L-1. Las concentraciones determinadas por meses revelaron diferencias estadísticamente significativas (pd≤0,05). Se concluyó que las aguas superficiales como recurso natural fueron no sostenibles y representaban un riesgo ambiental y para la salud humana


A study was carried out to estimate the relative sustainable environmental risk with total concentrations of arsenic and boron in superficial waters of the watersheds Sama and Locumba, in Tacna, Peru, through samplings of non probabilistic type by convenience in reference sites, during the months of August and November of 2016, as well as April and June, 2017. It was obtained that the arsenic values in the respective months were 0,0731; 0,29835; 0,287 and 0,711 mg.L-1, which overcame the permissible maximum limit (0,01 mg.L-1); this unfulfillment was similar as for the boron, because concentrations of 8,681 and 4,148 mg.L-1 were found, but the established maximum value is 2,4 mg.L-1. Concentrations determined per months revealed statistically significant differences (pd≤0,05). It was concluded that the superficial waters as natural resource were not sustainable and they represented an environmental risk and for the human health


Assuntos
Humanos , Poluição da Água , Águas Superficiais , Água/análise , Riscos Ambientais , Peru , Arsênico , Boro , Bacias Hidrográficas
11.
Biosci. j. (Online) ; 34(2): 268-278, mar./apr. 2018.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-966636

RESUMO

The objective of this study was to characterize the physical parameters of the Cachimbal River Watershed, located in Pinheiral, Rio de Janeiro State, Brazil, and to use the resulting data to identify degradation risks. To achieve this purpose, a Hydrologically Consistent Digital Elevation Model (HCDEM) was generated using contour line, river path, and area boundary data extracted from topographic maps of the cities of Volta Redonda (Page SF-23-ZAV-2) and Piraí (Page SF-23-Z-VI-1). These maps were obtained from the Brazilian Institute of Geography and Statistics, and were rendered at a scale of 1:50,000 ArcGISs version 10.5 software was used to generate the HCDEM, from which the physical parameters were extracted. Results showed that the altitude of the area ranges from 360 m to 740 m, while the slope varies heterogeneously from 6% to 28%. The sub-basin has a total area of 104.15 km², a perimeter of 63.41 km, a main channel length of 21.79 km, and a 5th-order dendritic drainage network. Other parameters include a compactness coefficient of 1.74, a form factor of 0.34, and a circularity ratio of 0.33. These values indicate that the sub-basin is not prone to floods because of its elongated shape. Meanwhile, drainage density was 2.60 km km-2, while river density was 5.5 channels km-2; these parameters indicate excellent performance and high potential to generate new channels. Although the roughness coefficient indicates that the area is suitable for agricultural development, the roughness index demonstrates the need to adopt more nuanced agricultural practices that account for the particular features of the area, such as topographic variation and soil characteristics.


O objetivo deste estudo foi caracterizar os parâmetros físicos da sub-bacia hidrográfica do ribeirão Cachimbal, Pinheiral-RJ, Brasil, a fim de se identificar os riscos à degradação. Para isso foi gerado o Modelo Digital de Elevação Hidrologicamente Consistente (MDEHC) através a partir das cartas topográficas dos municípios de Volta Redonda (Folha SF-23-Z-A-V-2) e Piraí (Folha SF-23-Z-VI-1), obtidas no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística na escala de 1:50.000, onde foram extraídas as curvas de nível, rios e limite. A confecção foi realizada utilizando o software ArcGIS versão 10.5. A obtenção dos parâmetros físicos foi realizada sob o MDEHC. Verificou-se que a altimetria varia de 360m a 740m e a declividade de 6% a 28%, estando elas apresentando padrão de distribuição heterogêneo. A sub-bacia possui área total de 104.15 km², perímetro de 63.41 km, com comprimento do canal principal de 21.79 km e rede de drenagem de 5ª ordem, com padrão dendrítico; coeficiente de compacidade (Kc) de 1.74; coeficiente de forma (Kf) de 0.34, índice de circularidade (IC) de 0.33; que indicam que a sub bacia não apresenta propensão a enchentes, pois possui formato alongado. Os valores encontrados para densidade de drenagem (Dd) foram de 2.60 km km-2 e a para densidade hidrográfica (Dh) de 5.5 canais km-2, o que classificou a área com Dd muito boa e Dh com elevado potencial para gerar novos canais. Dessa forma o escoamento superficial ocorre de forma lenta, e a formação de processos erosivos ocorre gradualmente. Apesar do coeficiente de rugosidade (Cr) indicar aptidão agrícola para agricultura, o índice de rugosidade (Ir) verificado, demonstra a necessidade da adoção de um conjunto de práticas agrícolas mais conservacionistas, levando em levando em consideração as particularidades da área, com destaque para as variações do relevo e características do solo associadas à paisagem da bacia hidrográfica.


Assuntos
Erosão , Bacias Hidrográficas , Escoamento Superficial
12.
Biosci. j. (Online) ; 34(1): 194-209, jan./feb. 2018.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-966627

RESUMO

Agricultural practices such as livestock grazing and tilling can result in soil erosion and runoff of fine sediments, nutrients (e.g. nitrogen, phosphorus, potassium) and pesticides, leading to degradation of aquaticenvironments. Urbanization is also responsible for a variety of impacts on fluvial ecosystems, including pollution by heavy metals, oil, domestic sewage and garbage. In this study, we evaluate the impact of land use on stream health of the Uberabinha river catchment. Overall, rural streams presented better ecological conditions than urban streams. Both species composition and abundance of benthic communities showed significant differences between rural and urban streams. Urban streams presented a higher dominance of Oligochaeta, Hirudinea and Gastropoda, bioindicators of poor water quality. Rural streams presented significantly greater richness and diversity. Compared to urban streams, rural streams presented a significantly higher number of Ephemeroptera, Plecoptera, Trichoptera, Odonata and Hemiptera taxa. Our analyses also showed congruence (high correlation) among the classical biodiversity metrics (Shannon-Wiener index ­ H', Pielou's measure of eveness ­ J) and monitoring parameters (% Ephemeroptera, Plecoptera and Trichoptera ­ EPT, Biological Monitoring Work Party ­ BMWP, bioindicator approach and Rapid Assessment Protocol ­ RAP, a habitatbased approach). Five from seven rural streams presented good water quality according to both BMWP and RAP and none of the urban streams presented good water quality. Our results show that the urban streams of Uberlândia municipality are poor ecosystems, and require improved management actions by environmental authorities. We also encourage that the riparian forest restoration and management carried out in the upper portion of Uberabinha River catchment to be extended to the urban area of the municipality.


Atividades agrícolas, como pecuária e cultivo de lavouras, podem levar a degradação dos ambientes aquáticos vizinhos, provocando erosão do solo e o carreamento de sedimentos finos, nutrientes (por exemplo, nitrogênio, fósforo, potássio) e pesticidas para os leitos dos rios. A urbanização também é responsável por uma variedade de impactos nos sistemas fluviais, incluindo a poluição por metais pesados, óleos, esgoto doméstico e lixo. Neste estudo, nós avaliamos o impacto do uso da terra na saúde da bacia hidrográfica do rio Uberabinha, utilizando macroinvertebrados bentônicos como bioindicadores da qualidade da água. Em geral, os córregos rurais apresentaram melhores condições ecológicas do que os córregos urbanos. Tanto a composição de espécies como a abundância da comunidade bentônica mostraram diferenças significativas entre os dois grupos. Os córregos urbanos apresentaram uma maior dominância de Oligochaeta, Hirudinea e Gastropoda, organismos indicadores de baixa qualidade ambiental. Os córregos rurais apresentaram maior riqueza e diversidade de grupos taxonômicos, tais como Ephemeroptera, Plecoptera, Trichoptera, Odonata e Hemiptera. Nossas análises mostraram congruência (alta correlação) entre os índices tradicionais de diversidade (índice de Shannon- Wiener - H ', equitabilidade de Pielou - J) e as métricas de biomonitoramento (% Ephemeroptera, Plecoptera e Trichoptera ­ EPT, Biological Monitoring Work Party ­ BMWP , índice baseado na composição taxonômica das comunidades e Rapid Assessment Protocol ­ RAP, abordagem baseada em características físicas do habitat). Cinco dos sete córregos rurais analisados apresentaram boa qualidade da água, de acordo com BMWP e RAP. Nenhum dos córregos urbanos apresentaram boa qualidade ambiental. Nossos resultados mostraram que córregos urbanos do município de Uberlândia possuem má qualidade ambiental. Nós encorajamos que o programa de recomposição manejo das matas ciliares dos córregos rurais do rio Uberabinha seja estendido aos córregos urbanos do município.


Assuntos
Qualidade da Água , Biodegradação Ambiental , Bacias Hidrográficas , Fauna Bentônica , Qualidade Ambiental , Rios , Água
13.
São Paulo; s.n; 2018. 109 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-946506

RESUMO

INTRODUÇÃO: A urbanização em bacias hidrográficas contribui para a eutrofização antrópica dos seus corpos d´água, propiciando proliferações de algas tóxicas como as cianobactérias. Existe um padrão característico de sazonalidade nas florações de algas e comunidades de cianobactérias, embora estas algas possam estar presentes ou mesmo dominantes, na maior parte do ano, trazendo problemas práticos associados à elevada biomassa de cianobactérias e potenciais ameaças à saúde pelo aumento de toxinas. A hipótese desta tese é de que as variações do tempo e do clima podem influenciar a qualidade da água de abastecimento ao propiciar florações das algas tóxicas, cianobactérias, que geram toxinas dificilmente filtradas pelos mecanismos comuns, gerando um problema de saúde pública que pode ser agravado com as mudanças climáticas conjuntamente o fenômeno de urbanização crescente nos países de economia emergente. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi investigar qual a influência do tempo e do clima na qualidade da água de abastecimento público de bacias urbanizadas através do indicador de algas tóxicas chamadas cianobactérias. MATERIAL E MÉTODOS: Para tanto investigou-se em primeiro lugar qual o contexto das proliferações de cianobactérias em reservatório de abastecimento público e suas consequências bem como qual o estado da arte sobre a qualidade da água de reservatórios eutrofizados em bacias urbanizadas, foi elaborado um mapeamento bibliográfico para saber qual a extensão do problema e do que se sabe a respeito. E, por fim, correlacionou-se a influência do tempo e do clima na qualidade da água para abastecimento no caso da bacia urbanizada da Represa Guarapiranga, localizada ao sul da Cidade de São Paulo, com vistas à previsibilidade e prevenção do fenômeno das florações das cianobactérias. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Chegando-se a conclusão de que a pressão antrópica e o uso do solo são um fator determinante para a eutrofização de reservatórios de abastecimento e que, por tanto, bacias hidrológicas ocupadas pelo espraiamento urbano são particularmente propensas a apresentar reservatórios de água contaminados com algas toxicas, ao mesmo tempo que são as mais visadas para abastecer a população em seu entorno. O mapeamento bibliográfico mostrou que a proliferação de cianotoxinas em reservatórios eutrofizados é prevalente em diferentes latitudes e climas. A modelagem de correlação teve sucesso em explicar de 16% à 30% das florações na Guarapiranga de acordo com episódios de Irradiação e de precipitação pluviométrica, sendo resultados coerentes com a literatura, embora sejam baixo para gerar um modelo preditivo. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A pressão antrópica da urbanização de bacias hidrográficas sem planejamento ou infra-estrura sanitária se mostrou uma questão de Saúde Pública e Saúde Urbana. As florações de cianobactérias se apresentaram como fenômenos presentes em diferentes latitudes, climas e graus de organização do espaço, mostrando assim serem uma questão global de saúde pública. A modelagem para o caso de São Paulo resultou em valores de explicação insuficientes para gerar um modelo preditivo do fenômeno das florações, evidenciando o sistema complexo de interação ambiente-ocupação humana-uso do solo- clima, exigindo assim que sejam acrescentadas demais variáveis ao modelo


INTRODUCTION: Urbanization in hydrographic basins contributes to the anthropic eutrophication of their water bodies, propitiating toxic algae proliferation such as cyanobacterias. There is a characteristic pattern of seasonality in algae blooms and cyanobacteria communities, although theses algae may be present or even dominant during most part of the year. They cause practical problems associated with high biomass volumes, and potential health threats by the rise of toxins. This thesis\' hypothesis is that weather and climate variations can influence the quality of drinking water supply, because toxins are hardly filtered by ordinary mechanisms. The problem can be aggravated by climate change conjointly with the rapid widespread of urbanization in low and middle income countries. OBJECTIVE: This study\'s aim was to investigate the influence of weather and climate variables on the quality of water from the public drinking water supply system of an urbanized watershed through the indicator of toxic algae - denominated cyanobacterias. MATERIALS AND METHODS: First, the cyanobacterias\' blooms in eutrophic reservoir and its\' consequences, was studied by literature review and by an exploratory analysis of monthy weather varables and cyanobacterias data. Secondly, a bibliographical mapping review was drafted in order to know the extension of the problem and what is known regarding it. Finally, data of weather and climate were correlated with the quality of supple water of the, Guarapiranga reservoir, located on the south of São Paulo metropolitan area, acknowledging predictability and prevention of the phenomenon of cyanobacteria bloom. FINDINGS AND DISCUSSION: The conclusion was that the anthropic pressure and land use are determinant factors to the eutrophication of supply reservoir and, therefore, hydrological basins occupied by urban sprawling are particularly at risk of presenting water reservoirs contaminated with toxic algae. They are the most targeted to supply water to their neighbor population. The bibliographic mapping showed that the proliferation of cyanotoxins in eutrophized reservoirs is prevalent in different latitudes and climates. The correlation modeling was successful in explaining 16% to 30% of blooms in Guarapiranga according to episodes of irradiation and low precipitation, matching results found in literature, although they are low for the creation of a predicative model. FINAL CONSIDERATIONS: The anthropic pressure of urbanization on hydrographic basins without planning or sanitary infrastructure guidelines was shown to be a matter of public and urban health. Cyanobacterias\' blooms was shown to be a phenomena present in different latitudes, climates and degrees of space organization, proving to be a matter of global public health. The modeling for the case of São Paulo has resulted in insufficient explanation values to generate a predictive model of the phenomena of flowering, indicating the complex interaction system involving environment, human occupation, land use and climate, and demanding that more variables be acknowledged in the model


Assuntos
Cianobactérias , Biomarcadores Ambientais , Água Doce/análise , Estações do Ano , Saúde da População Urbana , Abastecimento de Água , Meteorologia , Eutrofização , Bacias Hidrográficas , Saúde Pública
14.
Neotrop. ichthyol ; 16(3): [e180023], out. 2018. graf, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-963969

RESUMO

The history of knowledge about Amazonian biogeography is as rich as its fish community, and a fascinating theme of study in itself. Several current paradigms and controversies about Amazonian fish biogeography are rooted in principles dating from the second half of the 18th to the first half of the 19th centuries. The present work establishes a relationship between current biogeographical ideas and their old predecessors, on the basis of a chronologically-oriented historical continuity analysis. The advent of evolutionary theory has not contributed significantly to a transformation of the knowledge on the biogeography of Amazonian fishes. On the other hand, the two main schools of biogeographical thought (dispersalist and vicariant) had major implications on how Amazonian fish distribution is interpreted. The process was gradual and many hypotheses have combined elements from each of the two schools. Chronologically, practically the entire tradition of Amazonian biogeography takes place within the evolutionary paradigm, although its founder Louis Agassiz was himself an anti-evolutionist. The birth of Amazonian biogeography is Agassiz´s travel in Amazon. That document makes it clear that the author did not consider dispersal as a valid explanation for the biogeographical patterns he found. Later, Carl Eigenmann helps to spread the dispersalist tradition as a model for biogeographical explanations in fish distributions, a phase which lasted until the late 20th century. A major shift occurs with the contributions of Marylin Weitzman, Stanley Weitzman and Richard Vari, who associated the temporal framework of phylogenetic hypotheses with distribution patterns, underscoring the predictive power of vicariant biogeography. The present-day paradigm begins with the work of John Lundberg and attempts to incorporate geomorphological and phylogenetic information into integrative biogeographical hypotheses. Some emblematic problems have delayed proposition of general hypotheses on the phylogenetic biogeography of South American fishes, such as the poor state of knowledge of their species-level systematics; an incomplete distributional record for most species and sparse or non-existent data on the phylogenetic history of most supraspecific taxa. Such drawbacks are now being corrected at a fast pace. Recent advances on geographical distribution and an increasing number of phylogenetic hypotheses will allow unprecedented large-scale biogeographic analyses, including those based on event models and Bayesian inference. Thus, the biogeography of South American fishes, especially Amazonian ones, should soon experiment a new age of progress. The success of that new phase will depend on its ability to recognize and segregate multiple overlapping temporal layers of hydrological changes, and to develop analytical tools that can deal with temporal mixing.(AU)


A história do conhecimento da biogeografia amazônica é tão rica quanto sua comunidade de peixes e um tema fascinante de estudo em si. Vários paradigmas e controvérsias atuais sobre a biogeografia de peixes amazônicos estão enraizados em princípios que datam da segunda metade do século 18 até a primeira metade do século 19. O presente trabalho estabelece uma relação entre as idéias biogeográficas atuais e seus antecessores antigos a partir de uma análise histórica cronologicamente orientada. O advento da teoria evolutiva não contribuiu significativamente para a transformação do conhecimento sobre a biogeografia dos peixes amazônicos. Por outro lado, as duas principais escolas de pensamento biogeográfico (dispersalista e vicariante) tiveram grandes implicações sobre a interpretação da distribuição de peixes amazônicos. O processo foi gradual e muitas hipóteses combinaram elementos de cada uma das duas tradições. Cronologicamente, praticamente toda a história da biogeografia amazônica ocorre dentro do paradigma evolutivo, embora seu fundador Louis Agassiz fosse ele próprio um anti-evolucionista. O nascimento da biogeografia amazônica é o relatório de viagem de Agassiz na Amazônia. Esse documento deixa claro que o autor não considerou o dispersalismo como uma explicação válida para os padrões biogeográficos que encontrou. Mais tarde, Carl Eigenmann ajuda a disseminar a tradição dispersalista como modelo para explicações biogeográficas na distribuição de peixes, uma fase que perdurou até o final do século 20. Uma grande mudança ocorre com as contribuições de Marylin Weitzman, Stanley Weitzman e Richard Vari, que associaram a dimensão temporal de hipóteses filogenéticas com padrões de distribuição, revelando o poder preditivo da biogeografia vicariante. O paradigma atual começa com o trabalho de John Lundberg e busca incorporar informações geomorfológicas e filogenéticas em hipóteses biogeográficas integrativas. Alguns problemas emblemáticos atrasaram a proposição de hipóteses gerais sobre a biogeografia vicariante de peixes da América do Sul, como o mau estado de conhecimento de sua sistemática em nível de espécie; o registro de distribuição geográfica incompleto para a maioria das espécies e dados escassos ou inexistentes sobre a história filogenética da maioria dos táxons supraespecíficos. Essas desvantagens agora estão sendo corrigidas em um ritmo acelerado. Avanços recentes na distribuição geográfica e um número crescente de hipóteses filogenéticas permitirão inéditas análises biogeográficas de grande escala, inclusive aquelas baseadas em modelos de eventos e inferência bayesiana. Assim, a biogeografia dos peixes sul-americanos, especialmente os amazônicos, deve experimentar em breve uma nova era de progresso. O sucesso dessa nova fase dependerá de sua capacidade de reconhecer e segregar múltiplas camadas temporais sobrepostas de mudanças hidrológicas e desenvolver ferramentas analíticas que possam lidar com a mistura temporal.(AU)


Assuntos
Animais , Bacias Hidrográficas/história , Biogeografia , Biodiversidade , Peixes/crescimento & desenvolvimento
15.
São Paulo; s.n; 2017. 85 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-875866

RESUMO

Introdução: A qualidade e quantidade das águas superficiais estão diretamente relacionadas com as atividades econômicas presentes nas bacias hidrográficas e seus níveis de preservação. O aumento no uso de agrotóxicos pode contribuir para a contaminação do solo e da água, sobretudo em bacias hidrográficas agrícolas. A prevenção da contaminação dos mananciais é essencial para garantir a qualidade da água e diminuir os riscos à saúde humana, para tanto é preciso identificar como o uso e a ocupação do solo impactam os recursos hídricos, sua qualidade e seu equilíbrio hidrológico. Objetivo: Caracterização ambiental de duas bacias de mananciais de abastecimento público de forma a identificar áreas vulneráveis quanto à contaminação de agrotóxicos. Método: Aplicação do modelo hidrológico SWAT para caracterização da bacia e para simulação do ciclo hidrológico. Divisão da bacia hidrográfica em subbacias de acordo com o predomínio da ocupação do solo. Trabalho de campo para identificação de fontes pontuais de contaminação. Resultados: Foi verificado o impacto do uso e ocupação do solo no balanço hídrico das bacias. O escoamento superficial foi um dos principais meios de contaminação dos corpos dágua e esteve relacionado a presença de vegetação. Áreas de maior preservação apresentaram menor escoamento superficial enquanto àquelas com predomínio de agricultura e de solo exposto apresentaram valores maiores. A partir desses dados foram identificadas as áreas prioritárias para melhor gestão do uso de agrotóxicos por apresentarem potencial de contaminação dos corpos dágua. Conclusão: O modelo SWAT e as ferramentas de geoprocessamento se mostraram adequadas para a caracterização do uso do solo e os resultados fornecem subsídios para melhoria das ações de vigilância da qualidade da água nos municípios


Introduction: The surface waters quality and quantity are directly related to the economic activities present in the river basins and their levels of preservation. The increase in the use of pesticides can contribute to the contamination of soil and water, especially in agricultural watersheds. Preventing the contamination of water sources is essential to guarantee water quality and reduce risks to human health. Therefore, it is necessary to identify how the land use impacts water resources, their quality and their hydrological balance. Objective: Environmental characterization of two watersheds of public supply sources in order to identify vulnerable areas for the contamination of pesticides. Method: Application of the SWAT hydrological model for basin characterization and simulation of the hydrological cycle. Division of watershed in subbasins according to the predominance of the land use. Fieldwork to identify point sources of contamination. Results: The impact of land use and occupation on the water balance of the watersheds was verified. Surface runoff was one of the main means of contamination of water bodies and was related to the presence of vegetation in the area. Areas of greater preservation presented lower surface runoff while those with predominance of agriculture and exposed soil showed higher values. Priority areas for better use of agrochemicals were identified because they present potential for contamination of water bodies. Conclusion: The SWAT model and spatial tools were adequate for the characterization of land use and the results provide subsidies for the improvement of water quality monitoring actions in municipalities


Assuntos
Poluição Ambiental , Bacias Hidrográficas , Praguicidas , Águas Superficiais , Poluição da Água , Abastecimento de Água , Poluição Ambiental , Escoamento de Água de Chuva
16.
São Paulo; s.n; 2017. 142 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-877303

RESUMO

Diante das modificações ocorridas com o crescimento urbano ao longo dos anos e a consequente falta de saneamento básico observada no início deste crescimento, a degradação dos rios e córregos da Região Metropolitana de São Paulo foram devastadoras para a sua qualidade, trazendo desconforto e doenças de veiculação hídrica para a população do entorno. Este projeto tem por objetivo analisar como os corpos dágua que não possuem relevância para o abastecimento e que estão localizados na Bacia do Alto Tietê estão sendo tratados pela legislação e por seus gestores, compilando as ações tomadas que favorecem a despoluição dos mesmos. Desenvolveu-se uma pesquisa qualitativa de estudo de caso, com caráter exploratório a partir de dados fornecidos pelo Comitê de Bacia Hidrográfica do Alto Tietê e dados secundários. Conclui-se que apesar de ser discutido dentro do Comitê, os corpos hídricos inseridos na Região Metropolitana de São Paulo não possuem grande importância, tendo o Comitê assuntos prioritários, como abastecimento, assim como a destinação de recursos indicados e aprovados pelo FEHIDRO e os investimentos da SABESP


In the face of the changes that have occurred with urban growth over the years and the consequent lack of basic sanitation observed at the beginning of this growth, the degradation of the rivers and water streams of the São Paulo Metropolitan Area were devastating to its quality, bringing discomfort and waterborne diseases of circulation for the surrounding population. The objective of this project is to analyze how the water bodies among those that do not have relevance for the supply and that are located in the Alto Tietê Watershed are being treated by the legislation and its managers, compiling the actions that were taken to favor the depollution of those specific kind of water body. A qualitative study of a case study was developed, with an exploratory character based on data provided by the Committee of the Alto Tietê Watershed and secondary data. It was concluded that, despite being discussed within the Committee, the water bodies inserted in the São Paulo Metropolitan Region are not of great importance, with the Committee having priority subjects, such as supply, as well as the allocation of resources indicated and approved by FEHIDRO and investments of SABESP


Assuntos
Bacias Hidrográficas , Legislação Ambiental , Rios , Área Urbana , Poluição da Água , Recursos Hídricos , Relatos de Casos , Zonas Metropolitanas , Pesquisa Qualitativa
17.
Neotrop. ichthyol ; 15(3): e170034, 2017. graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-895093

RESUMO

Biogeography of Amazonian fishes (2,500 species in vastly disjunct lineages) is complex and has so far been approached only partially. Here, we tackle the problem on the basis of the largest database yet on geographical distribution and phylogenetic relationships of Amazonian fishes, including all information available. Distributions of 4,095 species (both Amazonian and outgroups) and 84 phylogenetic hypotheses (comprising 549 phylogenetically-informative nodes) were compiled, qualified and plotted onto 46 areas (29 Amazonian and 17 non-Amazonian). The database was analyzed with PAE, CADE, BPA and BPA0, yielding largely congruent results and indicating that biogeographic signal is detectable on multiple dimensions of fish distribution, from single species ranges to cladistic congruence. Agreement is especially pronounced in deeper components, such as Trans-Andean, Cis-Andean, Western Amazon and Orinoco basins. Results show that all major Amazonian tributaries, as well as the Amazon basin itself, are non-monophyletic and constitute hybrid sets of heterogeneous biotic partitions. Amazonian drainages should not be assumed a priori as historically cohesive areas, contrary to widespread practice. Our hypothesis allows re-evaluation of broader issues in historical biogeography, such as the predictive power of biogeographic hypotheses, the vicariant/dispersal duality, the significance of widely distributed taxa, and the need for temporal dimension in biogeographic patterns.(AU)


A biogeografia dos peixes amazônicos (2.500 espécies de diferentes linhagens) é complexa e até agora foi abordada apenas parcialmente. Aqui abordamos o problema com base no maior banco de dados já feito sobre a distribuição geográfica e as relações filogenéticas dos peixes amazônicos, incluindo todas as informações disponíveis. A distribuição de 4.095 espécies (tanto amazônicas como de grupos-externos) e 84 hipóteses filogenéticas (que incluíam 549 nós filogeneticamente informativos) foram compiladas e qualificadas em 46 áreas (29 amazônicas e 17 não-amazônicas). O banco de dados foi analisado a partir das metodologias PAE, CADE, BPA e BPA0, resultando em topologias amplamente congruentes e indicando que o sinal biogeográfico é detectável em múltiplas dimensões, desde a simples distribuição de peixes até em congruência cladística. A concordância topológica é especialmente pronunciada em componentes mais profundos, como as bacias Trans-Andina, Cis-Andina, Amazonas Ocidental e Orinoco. Os resultados demonstram que todos os principais afluentes amazônicos, bem como a própria bacia amazônica, não são monofiléticos e constituem conjuntos híbridos formados a partir de parcelas bióticas heterogêneas. As drenagens amazônicas não devem ser consideradas a priori como áreas historicamente coesas, contrariamente à prática generalizada. Nossa hipótese permite a reavaliação de questões mais amplas na biogeografia histórica, como o poder preditivo de hipóteses biogeográficas, a dualidade vicariante/dispersão, significância de táxons amplamente distribuídos e a necessidade da dimensão temporal em padrões biogeográficos.(AU)


Assuntos
Animais , Bacias Hidrográficas/análise , Biogeografia , Peixes/anatomia & histologia , Distribuição Animal
18.
Acta sci., Biol. sci ; 38(2): 131-138, abr.-jun. 2016.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-2533

RESUMO

The Teles Pires River basin is located in an area of the Southern Amazon where discharge of tannery effluents and intense agricultural activity occurs. These activities increase the risk of contamination by runoff and leaching of pesticides and heavy metals. This study presents the concentration and bioaccumulation of heavy metals copper (Cu) and total chromium (Cr) in matrinxã (Brycon falcatus), a species of fish highly consumed in the region. Liver and muscle tissue was analyzed from 41 samples of B. falcatus collected during the dry season in 2013 from the Teles Pires River basin. Considering that bioaccumulation is the progressive increase in the amount of a substance in an organism or part of an organism, copper bioaccumulation in liver samples from B. falcatus was verified. Cr and Cu concentrations were higher in the liver than in the muscle tissue of fish collected in all rivers. The highest concentrations of Cr in the liver were observed in fish collected from the Teles Pires River (1.87 µg•g -1) and the Celeste River (1.06 µg•g -1). The highest concentrations of Cu in the liver were observed in fish collected from the Cristalino River (44.20 µg•g-1) and the Teles Pires River (34.77 µg•g-1). The high concentration of Cu in the livers of fish collected from the Teles Pires river basin reflects the economic activities of mining and agriculture in the surrounding areas of this basin.


Na Amazônia Meridional a bacia do rio Teles Pires está numa área onde existe despejo de efluentes de curtumes e intensa atividade agrícola, aumentando o risco de lixiviação e escoamento de defensivos agrícolas e metais pesados. Este estudo apresenta a concentração e bioacumulação de metais pesados, cobre (Cu) e cromo (Cr) total no matrinxã, Brycon falcatus, uma espécie de peixe muito consumida regionalmente. Analisamos o fígado e tecido muscular de 41 exemplares de B. falcatus coletados durante a estação seca de 2013 na bacia do rio Teles Pires. Considerando que bioacumulação é o aumento progressivo na quantidade de uma substância em um organismo ou parte deste, verificamos bioacumulação de cobre nas amostras de fígado de B. falcatus. As concentrações de Cr e Cu foram maiores no fígados do que no músculo dos peixes nos rios coletados. As maiores concentrações de Cr no fígado foram observadas nos peixes coletados no rio Teles Pires (1,87 µg•g-1) e no rio Celeste (1,06 µ g•g-1). As maiores concentrações de Cu no fígado foram observadas nos peixes coletados no rio Cristalino (44,20 µg•g-1) e no rio Teles Pires (34,77 µ g•g -1). As altas concentrações de Cu no fígado dos peixes coletados na bacia do rio Teles Pires refletem as atividades econômicas do garimpo e agricultura no entorno desta bacia.


Assuntos
Animais , Metais Pesados , Ecossistema Amazônico , Cromo , Cobre , Bacias Hidrográficas
19.
Acta sci., Biol. sci ; 38(2): 169-177, abr.-jun. 2016.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-2537

RESUMO

In this study, we evaluated the floristic composition of vascular epiphytes in seasonal semideciduous forest fragments of the Itapemirim River basin, Southern State of Espírito Santo, in order to verify its similarity to other semideciduous forests studied in Brazil. Excursions were conducted every fortnight between June 2008 and May 2009, and epiphytes were collected and recorded (55 species, 34 genera and six families). Orchidaceae (21 species) was the richest family, whereas the genera presenting the greatest richness were Tillandsia (seven), Rhipsalis (four), Aechmea, Epidendrum and Peperomia (three species each). The category the most representative was characteristics holoepiphytes (84%). The riparian forests were the most important environments for the epiphytic flora. Similarity analysis and PCA supported four groups, where the study area appears disjointed from the others, supporting the hypothesis that geographical proximity, elevation and climate have a strong effect on the floristic composition, conditioning the formation of distinct floras. Detailed surveys on the floristic composition and structure of this community are important for the elaboration of studies on coherent environmental impacts, since epiphytes are typical in tropical rainforests, and they are an important floristic, structural and functional component of these ecosystems.


Neste estudo, avaliamos a composição florística de epífitos vasculares em remanescentes de Floresta Estacional Semidecidual na bacia hidrográfica do rio Itapemirim, sul do estado do Espírito Santo, com o intuito de analisar sua similaridade com outras florestas semideciduais estudadas no Brasil. Excursões quinzenais foram realizadas entre junho de 2008 e maio de 2009, e os epífitos foram coletados e registrados (55 espécies, 34 gêneros e seis famílias). Orchidaceae, com 21 espécies, foi a mais rica, enquanto os gêneros com a maior riqueza foram Tillandsia (7 spp.), Rhipsalis (4), Aechmea, Epidendrum e Peperomia, com três espécies cada. A categoria ecológica mais representativa foi holoepífita característica com 84% das espécies. O ambiente mais importante para a flora epifítica foram as matas ciliares. Análise de similaridade e PCA sustentaram quatro grupos, em que a área estudada aparece disjunta das demais, corroborando a hipótese de que a proximidade geográfica, a altitude e o clima têm forte efeito sobre a composição florística, condicionando a formação de floras distintas. Estudos detalhados sobre a composição florística e a estrutura dessa comunidade são importantes para a elaboração de estudos de impactos ambientais coerentes, porque epífitas são típicas de florestas tropicais, constituindo importante componente florístico, estrutural e funcional desses ecossistemas.


Assuntos
Orchidaceae , Bacias Hidrográficas , Floresta Úmida
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA