Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 350
Filtrar
1.
Rev. Hosp. El Cruce ; (25): 35-43, Dic 2019.
Artigo em Espanhol | LILACS, BINACIS | ID: biblio-1047124

RESUMO

OBJETIVO: Compartir la estrategia de gestión del conocimiento en el marco del acceso abierto implementada en el Hospital. METODOLOGÍA: Frente a la necesidad de gestionar el conocimiento, los dos métodos para implementar el acceso abierto en el hospital son: la vía verde, el autoarchivo de contenidos en el Repositorio Digital del Hospital, y en segundo lugar la vía dorada, la publicación en acceso abierto de la Revista del Hospital El Cruce. Se documenta la evolución por medio del análisis de los indicadores disponibles en Google Analytics. RESULTADOS: Al analizar los indicadores de usuarios, usuarios nuevos y sesiones, se identifica un incremento superior al 80% en cantidad de usuarios y sesiones en los últimos 12 meses. Hay una importante distribución mundial en la difusión del conocimiento generado en el hospital. Esto se debe a la indización de la Revista del Hospital en la iniciativa regional LILACS y a la infraestructura tecnológica disponible. CONCLUSIONES: la gestión de conocimiento en el marco del acceso abierto forma parte de las actividades estratégicas que se orientan a promover el desarrollo de actividades de asistencia, de investigación, de docencia y la consolidación como hospital universitario. Los repositorios y las revistas de acceso abierto mejoran la difusión de los recursos que contienen, incrementando su visibilidad y el acceso a la producción institucional.


OBJECTIVE: To share the knowledge management strategy within the framework of openaccess implemented in the Hospital. METHODS: The two methods to implement open access in the hospital are: The greenway, the self-archiving of contents in the Hospital's Digital Repository and the golden route the open access publication of the El Cruce Hospital Journal. The evolution is documented through the analysis of the indicators available in Google Analytics. RESULTS: In the indicators of users, new users and sessions, there is an increase of more than 80% in the number of users and sessions in the last 12 months. There is an important worldwide distribution in the dissemination of knowledge generated in the hospital. This is due to the indexing of the Hospital Journal in the LILACS regional initiative and the available technological infrastructure. CONCLUSIONS: Knowledge management within the framework of open access is part of the strategic activities aimed at promoting the development of assistance, research, teaching and consolidation activities as a university hospital. Repositories and open access journals improve the dissemination of the resources they contain, increasing their visibility and access to institutional production.


Assuntos
Argentina , Acesso à Informação , Ciência, Tecnologia e Sociedade , Gestão do Conhecimento , Hospitais Públicos
2.
Rev. odontol. Univ. Cid. São Paulo (Online) ; 31(2): 187-193, abr/jun 2019. il.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1022162

RESUMO

A área odontológica vem sendo abordada constantemente pela mídia, seja direta ou indiretamente, e isso é esperado, considerando-se que a odontologia não foge do contexto social. O fato é como e quais informações os veículos de comunicação vêm emitindo, e também como a sociedade vem absorvendo essas informações. Considerando esses fatores, o presente estudo traz uma revisão de literatura que objetivou agregar os pontos de representatividade social da odontologia sob a visão da mídia, além de identificar possíveis resultados desta abordagem para o contexto social da profissão odontológica e consequências sobre a perspectiva de promoção de saúde e relação profissional-paciente. Esta revisão constatou que a veiculação pela mídia de elementos relacionados à odontologia necessita de vários avanços, visto que os paradigmas que tangem a imagem do profissional odontológico acarreta danos no cenário de promoção de saúde bucal, sendo desfavorável tanto para a sociedade quanto para a classe odontológica.


The dental field has been constantly approached by the media, either directly or indirectly, and this is normal considering that dentistry does not escape from the social context. The fact is how and what information the media has been sending and how society has been absorbing this information. Considering these factors, this study is a review of literature that aims to aggregate aspects of social representation of dentistry under the media's vision, as well as to identify possible results of this approach to the social context of dentistry and consequences on health promotion perspective and professional-patient relationship. The study found that the media usage of elements oriented to dentistry needs several advances, once that the paradigms that touch the image of the dental professional entail damages in the oral health promotion scene, being unfavorable for both society and the dental community.


Assuntos
Odontologia , Ciência, Tecnologia e Sociedade , Ciência , Sociologia Médica
4.
São Paulo; s.n; 2019. 214 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1006526

RESUMO

Introdução: No Brasil, a maioria dos nascimentos é por cirurgia cesárea (CC), sendo amplamente utilizada no setor privado, mesmo com pesquisas indicando que quando as taxas de CC ultrapassam10-15%, os riscos adicionais superam os benefícios. A informação sobre benefícios e riscos das intervenções é fundamental para uma assistência segura e efetiva. É considerável o aumento de busca na web durante a gestação, no entanto, a qualidade das informações é questionável. Objetivo: avaliar a qualidade e abrangência das informações disponíveis sobre cesariana para leigos, em português, após um conjunto de políticas públicas para regular esta prática (2014/2015), na internet em geral e no site da Federação Brasileira de Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO). Métodos: Trata-se de estudo documental observacional, transversal e analítico. A palavra "cesárea" e 25 sinônimos foram submetidos no campo de procura do site da FEBRASGO e em cinco motores de pesquisa para avaliar a preferência dos termos de busca. Os links catalogados foram analisados por dois pesquisadores independentes utilizando dois checklists: o DISCERN e um checklist específico para conteúdo. Adicionalmente, apresentou-se um debate sobre o sentido do nascimento, o ciberativismo e as políticas público no Brasil. Optou-se pela apresentação da tese no formato de três publicações, sendo duas já submetidas. Resultados: A palavra "cesaria" é a forma mais frequente, seguida de "cesarea". Na análise do conteúdo geral da internet, a produção de dado proveniente do Google.com.br representou apenas 45,5% (n = 235, 2018), sendo que este buscador tem a preferência de 94,5% dos brasileiros. Um terço do conteúdo esteve associado com informações relativas à recuperação da CC, resultado similar ao apontado pelo Google Trends com termos preferencias de busca na internet. As páginas Web foram melhor avaliadas em 2018 que em 2013, principalmente no critério de confiabilidade. O número páginas Web obtídos em 2018 foi 33% maior que em 2013, sendo que 93% eram inéditas. No site da FEBRASGO, foram observadas três fases distintas: 1) sem informação para leigos sobre CC, até 2014; 2) momento defensivo, onde os conteúdos estavam associados às medidas de redução de CC; 3) informativo, melhor redigido e autoral em 2018, porém, sem debater indicações, riscos e seu uso abusivo, no qual a CC é apenas citada dentro de outros temas. O debate sobre os ritos, mitos e as narrativas utilizadas no nascimento institucionalizado do Brasil traçou um paralelo teórico dos estudos entre o interacionismo simbólico de Mead e Blumer, com Davis Floyd e Diniz. Conclusões: Comparando os períodos de 2013 e 2018, nota-se melhora na confiabilidade da informação, porém, com uma queda do número de indicações e danos potenciais, e mais informação sobre recuperação. A cesárea é tratada frequentemente como fato consumado, tema que as gestantes estão mais interessadas. As associações médicas profissionais não tem promovido a devida informação sobre gravidez e parto, em linguagem apropriada para leigos, a Febrasgo poderia ocupar um lugar de referência na apomediação da relação médico-paciente, através de uma área dedicada a pacientes. O questionamento à epidemia de cesáreas se beneficiou da participação de iniciativas coletivas que representam narrativas independentes, como de grupos organizados de usuárias. Para a oferta de informações úteis à promoção de melhores resultados maternos e infantis, é necessária a mobilização em todas esferas sociais, públicas e privadas, e entre movimentos sociais, para a produção de conteúdo sobre CS com bases científicas, e uma orientação aos profissionais de saúde em recomendar páginas Web de qualidade às gestantes


Introduction: In Brazil, the majority of births are due to cesarean surgery (CC), being widely used in the private sector, even with research indicating that when CC rates exceed 10-15%, the additional risks outweigh the benefits. Information on benefits and risks of interventions is critical to safe and effective care. There is a growing trend for web research during pregnancy; however, the quality of information found is questionable. Objectives: This research aims to evaluate the quality and comprehensiveness of available information on CC for laypeople in Portuguese, following implementation of a set of public policies aimed at regulating this practice (2014/2015), on the internet in general and on the website of the Brazilian Federation of Associations of Gynecology and Obstetrics (FEBRASGO). Methods: An observational, transversal, analytical documentary research. The word "cesarean" and 25 synonyms were submitted in the search field of the FEBRASGO website and in five search engines to evaluate the preference of search terms.Two independent researchers using checklists to analyze the cataloged links: the DISCERN and a specific checklist for content.In addition, a debate was presented on the meaning of birth, cyberpolitics and public policies in Brazil.The thesis is presented in the article format, of the three publications, two already submitted.Results:The preliminary results on Internet search shows that the word "cesaria" is the most frequent form of the internet, followed by "cesarea". In the analysis of the general content of the internet, the production of data from Google.com.br represented only 45.5% (n = 235, 2018), and this search engine has the preference of 94.5% of Brazilians.One-third of the content was associated with CC recovery, a similar result to the one pointed out by Google Trends as preferences for internet search terms.The webpage (WP) number collected in 2018 was 33% higher than in 2013, and 93% of the previous were unpublished before. In 2018, WP were better endorsed than 2013 ones, particularly concerning the reliability criterion. On the FEBRASGO's website, analysis went through three phases: 1) no information for lay people about CC in 2014; 2) defensive texts associated with the CC reduction measures, in 2016; 3) a more informative, better written and authorial content in 2018, but with no debate on indications and abusive use of CC, only mentioned in other topic CC. The debate about the rites, myths and narratives used in the institutionalized birth of Brazil drew a theoretical parallel between the symbolic interactionism by Mead and Blumer and those by Davis Floyd and Diniz. Conclusions: When comparing the two periods, there is an improvement in the quality of information on CS, but with a decrease in the number of texts on indications and potential damages, as well as a rise on information about recovery from the surgery - often treated as a fait accompli - which is also a theme of great interest to pregnant women. Medical corporations have not promoted adequate information on pregnancy and childbirth in language appropriate for laypeople and need to be a reference in apomediation the physician-patient relationship through an area dedicated to patients. The questioning of the CS epidemy has benefited from the participation of collective initiatives that represent independent narratives, such as organized groups of healthcare consumers. To provide useful information that will improve the lives of mothers and infants, it's necessary to act in all social spheres, such as the public and the private, and across different social movements, producing CS related content based on scientific evidence, and guide healthcare professionals to recommending quality PW to pregnant women


Assuntos
Cesárea/educação , Internet , Tecnologia Biomédica , Ciência, Tecnologia e Sociedade , Alfabetização em Saúde , Comunicação em Saúde , Relações Médico-Paciente , Informática Médica , Estudos Transversais
5.
Rio de Janeiro; s.n; 2019. 221 f p. fig, tab.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1006083

RESUMO

Neste trabalho mapeamos e analisamos relações entre (a) espaços, conceitos e práticas de produção de conhecimento formal, (b) o forjamento de categorias de saúde e doença, e (c) oferta e prática de técnicas e tecnologias de cuidado. A pesquisa ora apresentada explora a literatura sobre a medicalização do amor a partir de seus autores e das teorias neurocientíficas que lhe servem de referência. Por meio da exploração desses materiais, procuramos resgatar a genealogia de ideias-força relevantes para a medicalização do amor, e que agem em perguntas de pesquisa, protocolos de experimentação, triagem e diagnósticos, tratamentos e, portanto, sobre modos de subjetivação e arranjos afetivos e íntimos. Trata-se de olhar, portanto, para o trânsito de ideias e práticas entre diferentes disciplinas científicas, instâncias de supervisão como a bioética, políticas públicas e senso comum. Consideramos os materiais bibliográficos analisados neurobionarrativas que situam no corpo a afetividade humana e que, por assumirem a reprodução como fim último da manifestação dos afetos, contam tipos prescritos de arranjos íntimos. O texto articula os materiais bibliográficos que coproduzem a medicalização do amor com entrevistas realizadas ao longo da pesquisa de doutorado e com a etnografia de um curso de ética pragmática na universidade de Princeton, frequentado entre setembro e dezembro de 2017. Por meio das entrevistas com bioeticistas, acessamos modos de praticar e conceber bioética hoje ­ e a interlocução bioeticista com outros campos de saber/poder. A entrevista com um psiquiatra do ambulatório de tratamento de amor patológico de um hospital em São Paulo ajuda a ilustrar a aplicação prática de conceitos trabalhados na bioética e nas neurociências, em sua operação no âmbito da produção de diagnósticos, de pacientes, e de formas de cuidar. Com base em conceitos analíticos produzidos no âmbito dos estudos sociais da ciência e da tecnologia, na literatura formulada em torno do conceito de biossocibilidade, e também com referências à teoria crítica e feminista, procuramos iluminar criticamente um emaranhado de ideias, estilos, convenções e fazeres que transitam entre e conectam laboratórios e institutos de atração internacional de atenção e recursos e a saúde pública oferecida pelo Estado. Na montagem dessa cartografia, lançamos luz também sobre diferentes modos, espaços e tempos de subjetivação, que variam entre limites e possiblidades encontrados em meio a distintas perspectivas teóricas e práticas de cuidado e redesenho de si. O trajeto permite estabelecer contato, por fim, com as transformações que rondam a ideia de subjetividade em si. O trabalho aponta para uma pluralidade de ideias e ideologias em interlocução, mas também para os nexos onde se encontram e em que consensos e dissensos são produzidos. O sujeito com que se relacionam mostra-se um farmaceuticalizado, acessado mais por taxas bioquímicas que por sua singularidade, tratado (e cobrado) a partir da avaliação moral de seus comportamentos


In this work, I map and analyze the relationships between (a) spaces, concepts and practices of formal knowledge production, (b) the forging of health and disease categories, and (c) the offer and practice of techniques and technologies of care. The research here presented explores the literature on the medicalization of love considering its authors and the neuroscientific theories that serve as reference to it. Through the exploration of these materials, I try to redeem the genealogy of ideas that are relevant to the medicalization of love, and that show themselves active within research questions, experimentation protocols, screenings and diagnosis, treatments and, therefore, within modes of subjectivation and affective and intimate arrangements. My aim is to look at the traffic of ideas and practices that takes place between different scientific fields, overseeing instances like bioethics, public politics and common sense. I take the materials I analyzed to be neurobionarratives that situate human affectivity in the body and that, by placing reproduction as the main end of all human affective manifestation, narrate preset scripts of intimate configurations. The text articulates the bibliographic materials that coproduce the medicalization of love with interviews produced during the PhD research and with the ethnography of a Practical Ethics course in Princeton University, audited between September and December of 2017. Through the interviews, I had access to ways of practicing and understanding bioethics today ­ as bioethicists interlocution with other fields of knowledge. The interview with a psychiatrist from the Pathological Love Program of a public hospital in São Paulo helps showing the application (or not) of the concepts used in bioethics and neurosciences and their operation in patients' diagnosis and forms of care. With the help on analytical concepts forged within Science and Technology Studies, around the literature biosocialities, and also in reference to critical and feminist studies, I try to critically throw light on the entanglement of styles, conventions and practices that traverse and connect labs and institutes of international prestige that draw considerable amounts of resources and also participate in the public health system. In the cartography that is put together, I illuminate different modes, spaces and temporalities of subjectivation, that vary according to limits and possibilities encountered amidst different theoretical perspectives, practices of care, and redesigning of the selves. This route puts us in contact, finally, with the transformations the idea of subjectivity in itself is going through. This work points to a multiplicity of ideas and ideologies in dialogue, but also to some nexuses where they meet and around which consensus and dissent are constructed. The subject they relate to shows itself to be a pharmaceuticalized one, one that is approached easily through biochemical rates and less easily assessed through their singularity; one that is treated based on the moral evaluation of their behavior ­ and constantly reminded of it


Assuntos
Humanos , Bioética , Neurociências , Conhecimento , Afeto , Ciência, Tecnologia e Sociedade , Medicalização , Amor
7.
Barbarói ; (51): 227-247, jan.-jun. 2018.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-71912

RESUMO

Este artigo tem o propósito de problematizar o que comumente tem sido chamado de “inclusão digital”, apresentando o fenômeno a partir de três referências: o trabalho de campo da Psicologia Social realizado em uma Lan house instalada num campus de universidade; as contribuições da Teoria Ator-Rede como referencial teóricometodológico; e as contribuições de autoras que defendem a postura ético-política de um pesquisar com, e não sobre os participantes de uma investigação. Esta problematização ocorre de forma reflexiva ao longo de um período em que oficinas mediadas por computadores com acesso à internet têm sido frequentadas por diferentes públicos, impondo a necessidade de engendrar estratégias variadas no que atualmente se entende como uma “mediação”. Considera-se que as tecnologias digitais podem ser potencializadas para ações imprevistas, ora revelando-se como territórios de subjetivação, ora mostrando-se como disseminadoras de padrões.(AU)


This article aims to discuss what has commonly been called “digital inclusion”, presenting the phenomenon from three references: the field work of Social Psychology conducted in a Lan house installed on a university campus; the contributions of ActorNetwork Theory as a theoretical and methodological framework; the contributions of authors who defend the ethical-political posture of a search with and not on the participants of an investigation. This problematization takes place reflectively over a period in which workshops mediated by computers with Internet access have been frequented by different audiences, imposing the need of engendering different strategies that we currently believe as a “mediation”. It considers that digital technologies can be potentialized for unexpected actions, sometimes revealing itself to be subjectivity territories and sometimes showing up as disseminators standards.(AU)


El presente artículo tiene como objetivo discutir lo que comúnmente se ha llamado la “inclusión digital”, con la presentación del fenómeno desde tres referencias: el trabajo de campo de la Psicología Social llevada a cabo en una Lan house instalada en un campus universitario; los aportes de la teoría del actor-red como marco teórico y metodológico; las contribuciones de los autores que defienden la postura ético-político de una búsqueda con y no en los participantes de una investigación. Este cuestionamiento ocurre reflexivamente en un período en el que los talleres mediados por computadoras con acceso a Internet han sido frecuentado por los diferentes públicos, imponiendo la necesidad de generar diferentes estrategias que actualmente creemos como una “mediación”. Se consideró que las tecnologías digitales se pueden aprovechar para acciones imprevistas, a veces revelándose como territorios subjetividad, a veces presentándose como diseminadora de normas.(AU)


Assuntos
Humanos , Psicologia Social , Ciência, Tecnologia e Sociedade , Tecnologia da Informação
9.
Rio de Janeiro; s.n; fev. 2018. 131 f p. tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-883442

RESUMO

As inovações tecnológicas que vêm ocorrendo na contemporaneidade mostram que as tecnologias em geral tem influenciado significativamente o estilo de vida e as atividades diárias da população. Um dos grupos sociais que surge como potencialmente excluído da era tecnológica é o dos idosos, uma vez que muitas tecnologias não faziam parte do seu cotidiano, levando-o a aprender ou reaprender a se comportar frente à nova realidade....(AU)


Assuntos
Humanos , Idoso , Idoso , Saúde do Idoso , Educação da População , Psicologia Social/tendências , Qualidade de Vida , Ciência, Tecnologia e Sociedade
10.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 22(3): e20170427, 2018. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-953452

RESUMO

Objective: Evaluate the relevance and efficiency of socio-educational video debate technology as a strategy to promote active aging. Methodology: Convergent care research was conducted with 16 elderly users of a basic health unit in Belém, to implement the technology by selecting YouTube videos, which were analyzed and discussed, seeking to coordinate the video plot of each video with determining factors of active aging, principles of continuing education, and life experience of the elderly participants. Results: The following categories emerged from debates: "Learning how to know oneself," "Learning how to do things differently," "Learning how to live with others," and "Learning to how to be a better person." The video debate allowed behavioral changes in nutrition and relationship, as evaluated using the lifestyle scale, before and after the video debate. Conclusion: Video debate technology proved to be efficient and relevant as it allowed the elderly to reflect in groups by sharing ideas, learning together and building new strategies for active aging.


Objetivo: Evaluar la pertinencia y eficacia de la tecnología socioeducativa de videodebate como estrategia para la cultura del envejecimiento activo. Método: Investigación Convergente Asistencial, con dieciséis pacientes ancianos de una Unidad Básica de Salud de Belém. Para implementar la tecnología, fueron seleccionados vídeos en YouTube, que fueron apreciados y debatidos, buscando articular la relación de cada vídeo con factores determinantes del envejecimiento activo, principios de la educación continuada y con experiencias de vida de los participantes. Resultados: De los debates, surgieron las categorías: "aprender a conocerse a sí mismo", "aprender a hacerlo diferente", aprender a convivir con el otro", "aprender a ser mejor". El videodebate permitió cambios; entre otros, los conductuales en los dominios nutrición y relación, evaluados por escala de estilo de vida, pre y post videodebate. Conclusión: La tecnología resultó eficaz y pertinente, permitiendo la reflexión grupal: compartiendo ideas, aprendiendo juntos y construyendo nuevas estrategias para el envejecimiento activo.


Objetivo: Avaliar a pertinência e eficácia da tecnologia socioeducacional de videodebate como estratégia no cultivo do envelhecimento ativo. Método: Pesquisa Convergente Assistencial realizada com dezesseis usuários idosos de uma Unidade Básica de Saúde de Belém, para implementar a tecnologia, selecionando-se vídeos encontrados no YouTube os quais foram apreciados e debatidos, buscando-se articular o enredo de cada vídeo com fatores determinantes do envelhecimento ativo, com princípios da educação permanente e com experiência de vida dos idosos participantes. Resultados: Dos debates, emergiram categorias: "aprender a conhecer a si mesmo", "aprender a fazer diferente", "aprender a conviver com o outro", "aprender a ser melhor". O videodebate permitiu mudanças, entre outras, as comportamentais nos domínios nutrição e relacionamento, avaliadas pela escala de estilo de vida, pré/pós videodebate. Conclusão: Essa tecnologia mostrou-se eficaz e pertinente porque permitiu aos idosos refletirem em grupo, compartilhando idéias, aprendendo juntos e construindo novas estratégias para o envelhecer ativo.


Assuntos
Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Saúde do Idoso , Ciência, Tecnologia e Sociedade , Envelhecimento Saudável , Enfermagem Geriátrica/educação , Enfermagem Geriátrica/tendências
11.
São Paulo; s.n; 2018. 132 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-905448

RESUMO

A Profilaxia Pré-exposição ao HIV (PrEP) é uma nova estratégia de prevenção na qual os indivíduos consomem uma combinação de antirretrovirais diariamente para evitar a aquisição do vírus da AIDS. O objetivo deste estudo foi compreender, a partir da experiência dos usuários de PrEP, a produção do processo de individualização e saúde. Analisou-se o conteúdo de discussões de um grupo de usuários de PrEP, e de pessoas interessadas no assunto, numa rede social virtual com predominância de gays, bissexuais e outros homens que fazem sexo com homens. Os resultados e discussão foram distribuídos em três artigos científicos: o primeiro, discute os conflitos da experiência dos usuários no contexto da sociedade do risco e da individualização. O segundo explora a produção das dimensões do desejo e do prazer sexual - mediados pela PrEP - na vida dos indivíduos. O terceiro, aproxima e discute a experiência dos usuários de PrEP com processos identitários autoproduzidos na individualização contemporânea. As considerações finais, por fim, refletem sobre as implicações às repostas sociais e políticas à epidemia de HIV/AIDS no atual contexto de quimioprofilaxias


HIV Pre-exposure Prophylaxis (PrEP) is a new prevention strategy in which individuals take a daily combination of antiretrovirals in order to prevent acquiring HIV. This study aimed to understand, grounded in PrEP users' experiences, the production of the individualization process and health. We conducted a discussion-content-analysis of PrEP users, and of interested persons on the subject, in a digital social network. Gays, bisexuals and other Men who have sex with Men accounted for the majority of the group members. Results and discussion were presented in three scientific articles: the first discusses conflicts from the experience of PrEP users in the context of risk society and individualization. The second explores productions of sexual desire and sexual pleasure - mediated by PrEP - on individuals' lives. The third approaches and discusses PrEP users experiences and self-produced identity processes in contemporary individualization. Final remarks reflects on the implications for social and political responses to the HIV / AIDS epidemic given the current context of chemoprophylaxis


Assuntos
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , Controle de Doenças Transmissíveis , Saúde , Comportamentos de Risco à Saúde , HIV , Ciência, Tecnologia e Sociedade , Fatores de Risco
12.
Apuntes psicol ; 36(1/2): 35-40, 2018.
Artigo em Espanhol | IBECS | ID: ibc-178023

RESUMO

El artículo busca constatar el carácter dualista que aún invade la Psicología, y cómo los problemas pragmáticos y filosóficos de la misma tienen como solución más socorrida el acudir a un monismo materialista, encarnado en la figura del reduccionismo cerebrocentrista. Así mismo, se presentan las características, filosofía y aplicaciones de la CBS (Ciencia Conductual Contextual) en vistas a ofrecer una alternativa dentro de la propia Psicología que supere el dualismo imperante y preserve la independencia de la Psicología como campo autónomo en la ciencia, entre la biología y la sociología


The article tries to verify the dualist character that still invades psychology, and how the pragmatic and philosophical problems of it have as a most useful solution to resort to a materialist monism, embodied in the figure of brain-centered reductionism. Likewise, the characteristics, philosophy and applications of the CBS (Contextual Behavioral Science) are presented in order to offer an alternative within the psychology that overcomes the prevailing dualism and preserves the independence of psychology as an autonomous field in science, among biology and sociology


Assuntos
Humanos , Dominância Cerebral , Transtornos Mentais/classificação , Transtornos Neurocognitivos/classificação , Ciências Biocomportamentais/métodos , Ciências Biocomportamentais/tendências , Neuropsicologia , Filosofia Médica , Transtornos Mentais/psicologia , Ciência, Tecnologia e Sociedade
13.
São Paulo; s.n; 2018. 348 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-909077

RESUMO

Esta Tese tem por objetivo discutir o Campo da Saúde Mental Coletiva e as novas formas sociais contemporâneas, no contexto da modernização reflexiva e do processo de Individualização. Parte da hipótese de que o quadro social em que o Campo se alicerça não corresponde às formas sociais contemporâneas. As novas formas sociais contemporâneas produzem novas formas de subjetividade, novas formas de regulação institucional e de atuação da Psiquiatria, mas o descompasso entre o Campo e a sociedade está na base de sua incapacidade para lidar com estas novas formas de sofrimento, regulação e medicalização-psiquiatrização. Reflexivamente, o Campo acaba reproduzindo e ampliando a medicalização, e contribui para a produção e radicalização das novas formas e riscos que lhes escapam, por sua inépcia para atuar na Contemporaneidade. O processo de modernização reflexiva levou a profundas mudanças socioestruturais na sociedade contemporânea, transformando também o objeto do Campo da Saúde Mental que, contudo, não as reconhece por estar assentado em marcos teóricos moderno-industriais. Para caracterizar o Campo, realizou-se uma análise crítica sistemática de 201 publicações sobre o Campo da Saúde Mental Coletiva, em 02 periódicos científicos nacionais: 105 da revista Saúde em Debate entre 1976 e 2011 e 96 da revista Ciência & Saúde Coletiva entre 1996 e 2011. A partir desta análise, identificamos e discutimos o perfil de autoria das publicações, os referenciais teóricos e principais experiências que influenciaram o Campo, as concepções sobre Psiquiatria e as possibilidades de transformação das relações com a loucura e a sociedade, no contexto da Reforma Psiquiátrica, e as principais categorias conceituais identificadas. Alicerçada nesta discussão, a Tese busca refletir, no marco dos processos de modernização reflexiva e individualização sobre a subjetividade, as dimensões familiar e laboral, e a Psiquiatria. Considerando as importantes contribuições do Campo, indicamos a necessidade de ampliar o seu marco epistemológico e olhar sobre o fenômeno do adoecimento, para incorporar à sua reflexão as novas formas e relações sociais da Contemporaneidade, e a necessidade de ampla e radical politização do Campo


This thesis aims to discuss the Collective Mental Health Field and the new contemporary social forms, in the context of Reflexive Modernization and the Individualization Process. Part of the hypothesis is that the social context in which the Field is based does not correspond to contemporary social forms. The new contemporary social forms produce new forms of subjectivity, new forms of institutional regulation and Psychiatric action, but the mismatch between the Field and Society is the basis of their inability to deal with these new forms of suffering, regulation and medicalization or 'psychiatry-action'. Reflexively, the Field ends up reproducing and expanding the medicalization, and contributes to the production and radicalization of the new forms and risks that escape it, by its ineptitude to act in the Contemporaneity. The Reflexive Modernization process has led to profound socio-structural changes in contemporary society, transforming also the object of the Field of Mental Health, which, however, does not recognize them because it is based on modern-industrial theoretical frameworks. In order to characterize the field, a systematic critical analysis of 201 publications on the field of Collective Mental Health was carried out in 02 national scientific journals: 105 of the journal Saúde em Debate between 1976 and 2011 and 96 of the journal Ciência e Saúde Coletiva between 1996 and 2011. Based on this analysis, we identified and discussed the authorship profile of the publications, the theoretical references and main experiences that influenced the field, the conceptions about Psychiatry and the possibilities of transforming relations with madness and society in the context of the Psychiatric Reformation movements and policies, and the main conceptual categories identified. Based on this discussion, the thesis seeks to reflect, within the framework of the processes of Reflexive Modernization and individualization on subjectivity, the family and work dimensions, and Psychiatry. Considering the important contributions of the Field, we indicate the need to broaden its epistemological framework and look at the phenomenon of mental illness, to incorporate into its reflection the new forms and social relations of Contemporaneity, and the need for a broad and radical politicization of the Field


Assuntos
Psiquiatria/métodos , Mudança Social , Estresse Psicológico , Saúde Mental , Medicalização , Saúde Pública , Reforma dos Serviços de Saúde , Ciência, Tecnologia e Sociedade
17.
Mediciego ; 23(2)jun. 2017.
Artigo em Espanhol | CUMED | ID: cum-68163

RESUMO

Introducción: los avances tecnológicos posibilitan que los profesionales de la salud dispongan de novedosos métodos diagnósticos y terapéuticos cuyo empleo contribuye a aumentar las posibilidades de supervivencia y mejorar la calidad de vida de los pacientes, aunque con los inconvenientes de generar estrés y ansiedad y crear problemas de carácter bioético. Objetivo: exponer algunas consideraciones bioéticas y científico-tecnológicas relacionadas con el uso indiscriminado del laboratorio clínico.Método: se revisó la bibliografía nacional e internacional disponible en formato impreso y en las bases de datos de Internet. Se seleccionaron los trabajos más actualizados y, a partir de ellos, se elaboró una síntesis estructurada del tema desde la perspectiva bioética y de los estudios de ciencia, tecnología y sociedad.Desarrollo: los exámenes de laboratorio posibilitan al especialista confirmar o descartar diagnósticos, establecer pronósticos, controlar el curso de la enfermedad y los resultados del tratamiento, detectar complicaciones, colaborar con estudios epidemiológicos o de grupos de riesgo, participar en protocolos de investigaciones y ensayos clínicos para la introducción de nuevos medicamentos. Pero el sometimiento del criterio médico a los exámenes complementarios en detrimento del empleo del método clínico es un claro ejemplo del avance tecnológico asociado al retroceso intelectual. Conclusiones: el uso indiscriminado del laboratorio clínico implica un dilema ético y científico tecnológico, con un impacto social negativo de la ciencia y la tecnología en la práctica médica(AU)


Introduction: technological advances enable healthcare professionals to have novel diagnostic and therapeutic methods whose use contributes to increase the chances of survival and improve the quality of life of patients, although with the inconveniences of generating stress and anxiety and creating problems of bioethical character. Objective: to expose some bioethical and scientific-technological considerations related to the indiscriminate use of the clinical laboratory. Method: the national and international bibliography available in printed format and in Internet databases was revised. The most updated works were selected and, from them, a structured synthesis of the subject was elaborated from the perspective of the studies of science, technology and society. Development: laboratory tests allow the specialist to confirm or rule out diagnoses, establish prognoses, control the course of the disease and treatment outcomes, detect complications, collaborate with epidemiological studies or risk groups, participate in research protocols and clinical trials for the introduction of new drugs. But the subjection of the medical criterion to the complementary examinations to the detriment of the use of the clinical method is a clear example of the technological advance associated with the intellectual recoil.Conclusions: the indiscriminate use of the clinical laboratory implies an ethical and scientific technological dilemma, with a negative social impact of science and technology in medical practice(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Temas Bioéticos , Técnicas de Laboratório Clínico , Técnicas de Laboratório Clínico/ética , Ciência , Ciência, Tecnologia e Sociedade , Literatura de Revisão como Assunto
19.
Rev. inf. cient ; 96(4)2017.
Artigo em Espanhol | CUMED | ID: cum-73865

RESUMO

Se presentaron resultados parciales del Proyecto Investigativo Institucional con el objetivo de evaluar el impacto de la metodología en el desarrollo del capital intelectual en servicios de salud, desarrollado en la Universidad de Ciencias Médicas de Guantánamo a partir del año 2016. Los procedimientos seguidos se corresponden con los de una investigación cualitativa en tanto permitieron caracterizar a la innovación social como componente esencial en el desempeño de los profesionales de la salud. Mediante la investigación bibliográfica se precisó su definición y con la aplicación de otros métodos de investigación se alcanzó identificar el nivel en que se encuentra y establecer el problema a resolver. Cómo contribuir a su desarrollo en el servicio de salud. A partir de esta información primaria, se pretende trazar pautas a seguir para el desarrollo de la innovación social en los profesionales de la salud(AU)


Partial results of the Institutional Investigative Project are presented for the evaluation of the impact of the methodology for the development of the intellectual capital in the services of health in Guantánamo, in development in the University of Medical Sciences of Guantánamo starting from the year 2016. The procedures continued in they belong together with those of a qualitative investigation as long as they allowed to characterize to the social innovation as essential component in the acting of the professionals of the health. By means of the bibliographical investigation she was necessary their definition and with the application of other investigation methods it was reached to identify the level in that she is and to establish the problem to solve in how to contribute to their development in the service of health. Starting from this primary information, it is sought to trace rules to continue for the development of the social innovation in the professionals of the health(AU)


Assuntos
Ciência, Tecnologia e Sociedade , Desenvolvimento de Pessoal
20.
Ciênc. saúde coletiva ; 22(7)jul. 2017.
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | LILACS, BDS | ID: biblio-859752

RESUMO

Este texto se propõe discutir conceitualmente a relação entre progresso científico e tecnológico da era das Revoluções Industriais e as ideias de igualdade social ou da redução das desigualdades. Como critério metodológico, examina-se a relação em foco sob três perspectivas: 1) o enfoque ético-econômico dos clássicos do pensamento econômico, centrado no autointeresse utilitário; 2) destaca-se, na perspectiva das teorias do desenvolvimento econômico do "mainstream", o argumento do incremento contínuo da produtividade do trabalho, mediante ligação endógena do progresso técnico com a ação ética econômica estritamente utilitária; 3) sob o enfoque crítico das teorias do desenvolvimento econômico da segunda metade do século XX, incluído a crítica ao subdesenvolvimento, enfatiza-se o predomínio da tendência igualitarista; como também da chamada economia ecológica, construindo vias alternativas às teorias 'clássicas' do desenvolvimento. A antinomia primária sugerida pelo título do artigo, no sentido da intrínseca contradição do progresso técnico com a igualdade social, pressupõe estritamente o enfoque ético econômico da primeira abordagem, dominando todas as relações sociais constitutivas da 'ordem social'.


Assuntos
Humanos , Ciência, Tecnologia e Sociedade , Condições Sociais/economia , Iniquidade Social/economia , Ética , Atividades Científicas e Tecnológicas
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA