Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 1.880
Filtrar
1.
San Salvador; s.n; abr. 2019. 44 p. tab, graf.
Tese em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1007213

RESUMO

OBJETIVO. Determinar los recursos destinados para el ausentismo laboral por enfermedad en los trabajadores del nivel central del Ministerio de Salud de El Salvador durante el año 2018. DISEÑO: Estudio descriptivo, de corte transversal, El universo y muestra 172 trabajadores del nivel central que presentaron ausentismo laboral por enfermedad durante el año 2018, teniendo como unidad de análisis la base de datos pertenecientes al departamento de Recursos Humanos, se establecieron como variables del estudio las características socio laborales, el tipo de enfermedades que causan ausentismo laboral y los costos anuales generados por el ausentismo. RESULTADOS: De los 172 trabajadores estudiados, 94 (54.7%) fueron mujeres y el resto 78 (45.3%) fueron hombres. El grupo de edad que predominó en el estudio fue el de 50 o más años, con 80 trabajadores, que representa el 46.5% del total. El área de trabajo que presentó la mayor cantidad de incapacidades fue el Viceministerio de Servicios de Salud, con 65 trabajadores (37.8%) del total de la muestra. La causa médica certificada que predominó en el estudio fue la Cirugía con 61 trabajadores (35.5%). El costo anual del ausentismo a causa de enfermedad fue de $163,723.65. CONCLUSIONES: La mayoría de los trabajadores del nivel central del Ministerio de Salud que presentaron ausentismo laboral por enfermedad fueron mujeres, con edades de 50 o mas años y pertenecían al Viceministerio de servicios de salud. La causa principal de ausentismo por enfermedad fue la cirugía. El costo anual que genera el ausentismo laboral por enfermedad es de $163,723.65


Assuntos
Humanos , Doença , Saúde do Trabalhador , Custos e Análise de Custo , Absenteísmo , Economia da Saúde , Epidemiologia Descritiva , Estudos Transversais
2.
San Salvador; s.n; abr. 2019. 59 p. tab, graf, mapas, ilus.
Tese em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1007294

RESUMO

OBJETIVO. Determinar los costos de intervención de las Medidas Contingenciales en el marco de la Epidemia de Neumonía Pediátrica Adquirida en la Comunidad, en el Hospital Nacional Santa Teresa de Zacatecoluca, El Salvador, de junio a agosto 2017. DISEÑO. Se realizó un estudio descriptivo, de corte transversal, en los Registros Administrativos y de Costos de todos los pacientes con diagnóstico de Neumonía Adquirida en la Comunidad y que cumplían con los criterios de inclusión establecidos. RESULTADOS. El Costo total de las Medidas Contingenciales implementadas durante la Epidemia de Neumonías Adquiridas en la comunidad fue de $ 53,678.28, lo que constituye un 0.63% del Presupuesto General. Los Costos Directos fueron de $ 38,827.39, lo que implica el 0.46% del Presupuesto General, y los Costos Indirectos fueron de $ 14,850.89, equivalente al 0.17% del Presupuesto. CONCLUSIONES. El porcentaje del Presupuesto utilizado en las Medidas Contingenciales en el marco de la Epidemia de NAC, si se comparan con el total del Presupuesto General, podría no ser significativo, pero si se comparan con el Presupuesto desglosado, el verdadero impacto se hace sentir, ya que constituye una erogación con proporciones altas, las cuales no estaban contempladas dentro del Presupuesto del año 2017 y durante ese período de tiempo se tuvieron que realizar ajustes de tipo administrativocontable para dar respuesta a la situación que se presentó


Assuntos
Humanos , Criança , Pneumonia , Economia da Saúde , Saúde da Criança , Economia , Epidemiologia Descritiva , Estudos Transversais , Administração em Saúde
3.
Washington, D.C.; OPS; 2019-04-09.
em Espanhol | PAHO-IRIS | ID: phr-50833

RESUMO

[Antecedentes]. Las enfermedades no transmisibles (ENT) son la mayor causa de muerte a nivel mundial. Las ENT más importantes (enfermedades cardiovasculares, cáncer, diabetes y enfermedades respiratorias crónicas) tienen cuatro principales factores de riesgo en común: el consumo nocivo de alcohol, la alimentación no saludable, la inactividad física y el consumo de tabaco. La respuesta para la prevención y el control de las ENT y sus factores de riesgo requiere de un enfoque multisectorial, con fuerte énfasis en la regulación y un importante rol de liderazgo por parte de las autoridades nacionales de salud. En este sentido, el fortalecimiento de la capacidad institucional para regular y fiscalizar los asuntos de interés sanitario es una de las funciones esenciales de salud pública. En el caso de las ENT, esto se traduce en el desarrollo, la implementación y el monitoreo del cumplimiento de regulaciones que creen entornos promotores de la salud y favorezcan las conductas saludables.


Assuntos
Doença Crônica , Economia da Saúde , Fatores de Risco , Legislação como Assunto , Políticas Públicas de Saúde
4.
Managua; s.n; 2019. 83 p. ilus, tab, graf.
Tese em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1007176

RESUMO

OBJETIVO: Estimar los costos de atención a lesionados por armas de fuego en el Hospital Nacional San Juan de Dios de San Miguel, El Salvador, en el año 2018. DISEÑO Metodológico: Descriptivo, transversal, retrospectivo, a partir de bases de datos, expedientes clínicos de 113 lesionados por armas de fuego del Hospital San Juan de Dios de San Miguel de enero a diciembre 2018, con instrumentos acorde a los objetivos, la recolección de datos y análisis de resultados a cargo de la investigadora en febrero de 2019, se utilizó sistemas estadísticos del Ministerio de Salud y Sistema PERC para el cálculo de costos por volumen y actividades de centros de costos. RESULTADOS: Los costos de atención a lesionados por armas de fuego en 2018 fue de USD$125,874.61 dólares del presupuesto asignado para ese año de USD$23653,630.00 dólares, lo cual corresponde al 0.53%. Los lesionados eran jóvenes, (84.1% del sexo masculino, de procedencia rural en (61.1%), ocupación agricultores (51.6%9) y estudiantes (29%), El 80.6% se encontraba en recreación/descanso/jugando, el 3.5% consumió alcohol, 3% pertenecía a maras/pandillas, en 77% la lesión ocurrió en calles/carreteras y el 42.5% fue agredido por desconocido y 1.8% auto infringidas. CONCLUSIONES: La caracterización de lesionados por armas de fuego atendidos en el Hospital Nacional San Juan de Dios en 2018 reveló que son hombres entre los 10 a 39 años, del área rural, agricultores. Las lesiones en su mayoría fueron moderadas, la región anatómica más afectada fue la cabeza, el promedio de días de estancia hospitalaria fue de 7.88 (± 13.63 días), con promedio de 890.4 días cama ocupado., con un costo estimado para la atención a lesionados por armas de fuego alrededor de los ciento veintiséis mil dólares


Assuntos
Humanos , Ferimentos e Lesões , Ferimentos por Arma de Fogo , Custos e Análise de Custo , Economia , Economia da Saúde , Epidemiologia Descritiva , Estudos Transversais , Estudos Retrospectivos
5.
J. bras. econ. saúde (Impr.) ; 10(3): 269-277, dez. 2018.
Artigo em Português | LILACS, ECOS | ID: biblio-988170

RESUMO

OBJETIVO: Estimar o impacto orçamentário do trastuzumabe subcutâneo, comparado com o in-travenoso, no Sistema de Saúde Suplementar (SSS) para o tratamento do câncer de mama inicial e metastático HER-2 positivo. MÉTODOS: Foi realizada uma análise de impacto orçamentário na perspectiva do SSS. Os tratamentos de câncer de mama inicial foram trastuzumabe em monoterapia e trastuzumabe com paclitaxel ou docetaxel. No câncer de mama metastático, considerou-se trastu-zumabe associado com docetaxel ou paclitaxel na primeira linha e em monoterapia na segunda linha. Para ambos, comparou-se a substituição do trastuzumabe intravenoso pelo subcutâneo. Uma pesquisa com 28 operadoras mapeou taxas, preços e tabelas de referência usadas para o reembolso de medicamentos, materiais e procedimentos. Uma equipe multidisciplinar estimou o uso de recur-sos. Custos médicos diretos foram incluídos e os preços foram obtidos de fontes públicas. O horizon-te temporal foi cinco anos e considerou-se a incorporação progressiva de trastuzumabe subcutâneo com 20% no primeiro ano até atingir 100%. RESULTADOS: Estimaram-se 31.589 pacientes com câncer de mama no SSS em cinco anos. O uso progressivo de trastuzumabe subcutâneo em comparação com o intravenoso levou a uma economia de 962,7 mBRL, 14,5 mBRL, 1,5 mBRL e 0,2 mBRL no SSS, para operadoras de saúde de grande, médio e pequeno porte, respectivamente. Materiais e procedimentos de suporte com taxas médicas foram os parâmetros mais sensíveis. CONCLUSÃO: O trastuzumabe subcutâneo em comparação com o intravenoso pode levar a uma economia de até 962,7 mBRL no tratamento do câncer de mama no SSS.


Objective: To estimate the budgetary impact of subcutaneous trastuzumab, compared with intravenous trastuzumab, in the Brazilian Private Healthcare System (PHS), to treat early and metastatic HER-2 positive breast cancer. Methods: Budgetary impact analysis was performed in PHS perspective. For early breast cancer, treatment options were trastuzumab monotherapy, and trastuzumab plus paclitaxel or docetaxel, after adjuvant chemotherapy. For metastatic breast cancer, trastuzumab was combined with docetaxel or paclitaxel in the first line, and it was given in monotherapy in the second line. For both, a comparison of switching from intravenous to subcutaneous therapy was made. A survey was performed with 28 health maintenance organizations to map fees and sources used for reimbursement of drugs, materials and procedures. Direct medical costs were included. Time horizon was 5 years and market share of subcutaneous trastuzumab vary from 20% to 100%. Results were presented according to size of health maintenance organizations and a deterministic sensitivity analysis was conducted to analyze model robustness. Results: In 5 years, 31,589 breast cancer patients were estimated for the PHS, 284 patients for big, 30 patients for medium, and 6 patients for small HMOs. The progressive uptake of subcutaneous trastuzumab, compared with in-travenous formulation, can save up to 962,7 mBRL, 14,5 mBRL, 1,5 mBRL and 0,2 mBRL, respectively. Materials and support procedures along with medical fees were the most sensitive parameters. Con-clusion: Compared with the intravenous administration, subcutaneous trastuzumab can save up to 962,7 mBRL costs in the breast cancer treatment in the Brazilian PHS


Assuntos
Humanos , Economia da Saúde , Neoplasias da Mama , Saúde Suplementar , Trastuzumab
6.
J. bras. econ. saúde (Impr.) ; 10(3): 246-254, dez. 2018.
Artigo em Português | LILACS, ECOS | ID: biblio-980967

RESUMO

Objetivo: Analisar quais as variáveis socioeconômicas, estruturais e demográficas possuem maior associação com a produção e os gastos ambulatoriais de média complexidade no estado de Minas Gerais no ano de 2014. Métodos: Estudo ecológico, analítico observacional em uma população de 853 municípios do estado de Minas Gerais agregados por 77 Comissões Intergestoras Regionais (CIRs). Foram realizadas análises descritivas, bivariada e multivariada, entre o gasto com a produção e variáveis explicativas sociodemográficas e econômicas, cobertura da estratégia saúde da família, número de médicos especialistas e de atenção básica, e oferta (equipamentos) dos serviços em média complexidade. Resultados: A caracterização socioeconômica, demográfica e de estrutura dos serviços de saúde das CIRs indicou heterogeneidade nessas variáveis. Foi evidenciada correlação positiva entre a produção e o gasto per capita ambulatorial em média complexidade com as variáveis: produto interno bruto (PIB), renda média domiciliar per capita, índice de desenvolvimento humano municipal (IDHM), condição de habitação, sexo feminino e médicos especialistas e de atenção básica. Evidenciaram-se ainda correlações negativas com as variáveis: taxa de analfabetismo e cobertura da estratégia saúde da família. Na regressão linear múltipla, a variável condição de habitação apresentou maior valor preditivo em relação à produção per capita em média complexidade e as variáveis "médicos especialistas", "condições de habitação" e "equipamento RX" mostraram maior valor preditivo para gasto per capita em média complexidade. Conclusão: Os resultados fornecem evidências de que a infraestrutura e a condição socioeconômica das CIRs estão determinando a maior produção e gastos ambulatoriais de média complexidade, pois regiões com menor infraestrutura e condição socioeconômica tendem a gastar menos


Objective: To analyze which socioeconomic, structural and demographic variables have a more relevant association with the production and outpatient expenses of medium complexity in the state of Minas Gerais during 2014. Methods: Ecological, observational analytical study with a population of 853 municipalities in the state of Minas Gerais aggregated by 77 Regional Interactive Commissions (RICs). Descriptive, bivariate and multivariate analyzes were performed between production expenditure and socio-demographic variables and economics, coverage of the Family Health Strategy, number of specialist doctors and Basic Care, and supply (equipment) of services in medium complexity. Results: The socioeconomic, demographic and structural characterization of the health services of the RICs indicated heterogeneity in these variables. Positive correlation between production and outpatient per capita expenditure was evidenced in average complexity with the following variables: GDP, average household income per capita, HDI, housing condition, female gender, medical specialists and basic care. There were also negative correlations with the variables: Illiteracy rate and coverage of the family health strategy. In the multiple linear regression the housing condition variable presented a higher predictive value in relation to per capita production in medium complexity, and the variables "medical specialists", "housing conditions" and "RX equipment" showed higher predictive value for per capita expenditure in complexity. Conclusion: The results provide evidence that the infrastructure and the socioeconomic status of RICs are determining the higher production and outpatient expenses of medium complexity, since regions with lower infrastructure and socioeconomic conditions tend to spend less.


Assuntos
Humanos , Regionalização , Economia da Saúde , Atenção Secundária à Saúde , Equidade em Saúde
7.
J. bras. econ. saúde (Impr.) ; 10(3): 255-261, dez. 2018.
Artigo em Português | LILACS, ECOS | ID: biblio-980988

RESUMO

Objetivo: Estimar o impacto orçamentário da introdução de rituximabe subcutâneo, comparado ao intravenoso, no sistema de saúde suplementar brasileiro, para o tratamento de linfoma não Hodgkin (LNH) difuso de grandes células B CD-20 positivo. Métodos: As perspectivas foram o sistema de saúde suplementar e operadoras de saúde de grande, médio e pequeno portes. Dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) foram utilizados para obter o número médio de pacientes por porte das operadoras e cruzados com dados epidemiológicos de LNH para estimar a população elegível. Uma pesquisa com 28 operadoras mapeou taxas, preços e tabelas de referência usadas para o reembolso de medicamentos, materiais e procedimentos. Uma equipe multidisciplinar estimou o uso de recursos. Os custos médicos diretos foram incluídos e os preços foram obtidos de fontes públicas. O horizonte temporal foi de cinco anos e considerou-se a incorporação progressiva de rituximabe subcutâneo com 20% no primeiro ano até atingir 100%. Resultados: Em cinco anos, 3.846 pacientes com LNH difuso foram estimados para o sistema de saúde suplementar, 35 para uma operadora de grande porte, 5 para uma de médio porte e 5 para uma de pequeno porte. Demonstrou-se que a incorporação de rituximabe subcutâneo pode economizar até R$ 15,8 milhões para todo o sistema, R$ 144,3 mil para uma operadora de grande porte e R$ 20,4 mil tanto para uma operadora de médio quanto para uma de pequeno porte. Conclusão: A incorporação de rituximabe subcutâneo no sistema de saúde suplementar brasileiro pode economizar até R$ 15,8 milhões no tratamento de LNH.


Objective: To estimate the budgetary impact of the introduction of subcutaneous compared with intravenous rituximab in the Brazilian private healthcare system to treat diffuse large B-cell CD-20+ non-Hodgkin lymphoma (NHL) patients. Methods: Perspectives were the private healthcare system (PHS), a big, medium and small HMO. We used data from National Regulatory Agency for Private Health Insurance and Plans to obtain the mean number of patients per HMO size. Incidence and survival data of diffuse large B-cell CD-20+ NHL were applied to reach the eligible population. A survey with 28 HMOs mapped fees, pricing sources and reference tables used for reimbursement. A multidisciplinary team estimated the resource use. Direct medical costs were included; drugs and material prices were obtained from published sources. Time horizon was 5 years and market share considered the uptake of subcutaneous rituximab starting with 20% in the first year, increasing to 100%. Results: In 5 years, 3,846 diffuse NHL patients were estimated for the PHS, 35 for big HMO, 5 for medium HMO, and 5 for small HMO. Results showed that the progressive incorporation of subcutaneous rituximab can save up to 15.8 million BRL, 144.3 thousand BRL, and 20.4 thousand BRL in the PHS, a big HMO, and in medium/small HMOs, respectively. Differences among fees and material costs of subcutaneous and intravenous administration were the main drivers of results. Conclusion: Compared with the intravenous administration, subcutaneous rituximab can save up to 15.8 million BRL costs in the NHL treatment in the Brazilian PHS.


Assuntos
Humanos , Economia da Saúde , Linfoma não Hodgkin , Saúde Suplementar , Rituximab , Oncologia
8.
Saúde Soc ; 27(4): 1105-1119, Out.-Dez. 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-979238

RESUMO

Resumo O artigo tem como objetivo analisar a problemática do subfinanciamento da saúde no Brasil e a expansão de mecanismos gerenciais de mercado no interior da política pública de saúde no contexto do capitalismo contemporâneo sob a dominância do capital portador de juros, sua crise e sua forma política específica materializada no Estado. A primeira parte analisa a crise capitalista numa perspectiva teórica marxista, ressaltando a tendência de queda da taxa de lucro e a expansão da dominância do capital portador de juros no centro das relações econômicas e sociais. A segunda parte evidencia a forma política específica do capitalismo, em que o Estado se constitui no elemento essencial das relações capitalistas de produção, contribuindo para a compreensão do perfil de atuação do Estado brasileiro na contemporaneidade. A terceira parte aborda os efeitos da crise capitalista na problemática do subfinanciamento da saúde, enquanto a última discute o fenômeno da apropriação privada das políticas públicas de saúde por meio do gerencialismo, com foco na adoção de instrumentos de gestão no interior da administração pública direta baseados na lógica do desempenho.


Abstract The article aims at analyzing the underfunding of health in Brazil and the expansion of market management mechanisms within the public health policy in the context of contemporary capitalism under the dominance of interest-bearing capital, its crisis and its political form specified in the State. The first part analyzes the capitalism crisis in a theoretical Marxist perspective, emphasizing the tendency of decreasing rate of profit and the expansion of the dominance of interest-bearing capital at the center of economic and social relations. The second part shows the specific political form of capitalism, in which the State constitutes the essential element of the capitalist relations of production, contributing to the understanding of the profile of the Brazilian state in the contemporary world. The third part deals with the effects of the capitalism crisis on the health underfunding matter, while the last part discusses the phenomenon of private appropriation of public health policies through managerialism, focusing on the adoption of management tools within the direct public administration based on the logic of performance.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Economia da Saúde , Capitalismo , Financiamento da Assistência à Saúde , Administração Pública
9.
Washington, D.C.; PAHO; 2018-12.
em Inglês | PAHO-IRIS | ID: phr-49693

RESUMO

Noncommunicable diseases (NCDs) are a major driver of morbidity and mortality in Jamaica. Beyond the toll on health, NCDs also impose a significant burden on the national economy since individuals with NCDs are more likely to exit the labor force, miss days of work, and/or work at reduced capacity. In addition, high expenditures to treat NCDs impose a direct economic burden to the health system, the society and to the nation of Jamaica, which can lead to reduced investments in areas like education and physical capital, which increase gross domestic product (GDP) in the long run. Unless urgently and adequately addressed, the health and economic burden of NCDs will continue to rise. To help strengthen Member States’ capacity to generate and use economic evidence on NCDs, the Pan American Health Organization (PAHO) partnered with the Ministry of Health of Jamaica, the World Health Organization (WHO), the United Nations Development Programme (UNDP), and RTI International to develop an Investment Case for NCDs in Jamaica […] It should be noted that the focused nature of the case underestimates the true costs associated with NCDs in Jamaica: only 17 out of the 88 interventions cited in the updated Appendix 3 of the WHO Global NCD Action Plan 2013-2020 are modeled; cancer and chronic respiratory disease interventions are not considered; not all the health benefits of the interventions (for example, the impact of tobacco control policies on lung cancer or chronic respiratory diseases) are accounted for; and for alcohol policies, only the economic impact of adverted mortality is included (the benefits of reducing absenteeism and presenteeism are not) due to methodological limitations.


Assuntos
Doença Crônica , Indicadores de Desenvolvimento Sustentável , Doenças Cardiovasculares , Diabetes Mellitus , Economia da Saúde , Jamaica , Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool , Tabagismo
10.
Recurso educacional aberto em Português | ID: oer-3792

RESUMO

As informações sobre os orçamentos públicos dos municípios, estado e União são de acesso público e gratuito a qualquer cidadão brasileiro. No entanto, as informações são apresentadas em uma linguagem contábil e específica do campo da saúde e o cidadão desprovido de conhecimentos sobre contabilidade e administração pública, ou mesmo com um baixo grau de escolaridade, não consegue compreender com clareza o conteúdo dos relatórios disponibilizados pelo sistema. Assim, faz-se necessário a tradução tanto para o cidadão usuário do SUS, quanto para os conselheiros de saúde com os mais diferentes níveis de instrução.


Assuntos
Economia da Saúde , Recursos em Saúde , Gestão em Saúde
11.
Recurso na Internet em Inglês | LIS - Localizador de Informação em Saúde | ID: lis-LISBR1.1-46293

RESUMO

Quatro livros recentes que tratam da economia política da saúde global são revisados em uma edição recente da Critical Public Health . Com base no material abordado nessas fontes, o revisor argumenta que os conceitos de capitalismo, imperialismo e classe (nos níveis nacional e global) são fundamentais para uma saúde pública crítica na era atual da globalização econômica.


Assuntos
Saúde Global , Economia da Saúde
12.
Saúde Soc ; 27(3): 715-728, jul.-set. 2018. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-979219

RESUMO

Resumo Este ensaio de natureza teórica analisa os ajustes fiscais colocados em marcha na Espanha como resposta à crise financeira de 2008, suas implicações para o Sistema Nacional de Salud (SNS) e a consequente resistência cidadã. Elaboramos um estudo de caso tendo como fonte primária a narrativa de um ator social que participou da reforma espanhola. Utilizamos também fontes secundárias para coleta de dados socioeconômicos e a análise de 20 artigos publicados pelo Relatório Sespas 2014. O SNS formou-se por aumento progressivo da cobertura populacional, financiamento total por impostos e organização da rede por meio da Atenção Primária em Saúde (APS). As medidas de austeridade fiscal impuseram limitações de ordem orçamentária, reduziram a provisão de serviços, introduziram copagamentos e retrocederam o direito à saúde à meritocracia. A corrente crítica da economia política sinaliza que o propósito dos ajustes econômicos é a transferência regressiva de renda e riqueza. As Mareas Ciudadanas constituíram-se numa resposta cidadã com êxito em muitas lutas sociais contra a austeridade fiscal. A alternativa de resistência e superação pela via política se fez presente com vigor na Espanha e tem resistido ao desmantelamento do SNS.


Abstract This theoretical essay analyzes the fiscal measures adopted in Spain as a response to the economic crisis of 2008, its implications to the Spanish National Health System (SNS) and the social response. We performed a case study having as primary source of information the narrative of a social actor who participated in the Spanish reform. We also used secondary sources to gather socioeconomic data and performed a literature review of 20 articles published in the 2014 Sespas Report. SNS was implemented by a progressive growth of healthcare coverage, complete funding by taxes and Primary Health Care-based organization. Austerity measures imposed cuts on the health care budget, reduced the roll of services delivered, introduced co-payments, and moved the universal coverage back to meritocracy. Critical political economy pointed out that the purpose of the measures on fiscal policy is to regressively redistribute income and wealth. The Mareas Ciudadanas constituted themselves as a citizen response with success in many social struggles against austerity. The alternative of resistance and overcoming through a political path is strongly present in Spain and is resisting the dismantling of SNS.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Seguridade Social , Espanha , Economia da Saúde , Participação da Comunidade , Políticas Públicas de Saúde , Sistemas Nacionais de Saúde , Financiamento da Assistência à Saúde
13.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 13(Suplemento 1 - VII CUMBRE Iberoamericana de Medicina Familiar): 43-53, set. 2018. ilus, tab
Artigo em Inglês, Espanhol | LILACS | ID: biblio-968837

RESUMO

Son escasos los estudios que abordan la importancia, económica y sanitaria, que tiene el modelo organizativo de un nivel asistencial o la presencia de determinados profesionales. El objetivo del presente estudio, de carácter descriptivo y transversal, fue explorar y analizar las posibles asociaciones entre la especialidad de medicina familiar e indicadores económicos y sanitarios em 16 países de Iberoamérica. El procesamiento de datos fue realizado a través del programa R, um lenguaje de programación que muestra "un conjunto de funciones que mantiene algún tipo de relación entre ellas". Se observa una asociación en positivo, del número de especialistas de medicina familiar con el PIB, la inversión en salud y la esperanza de vida y en negativo con el índice GINI, la anemia, la mortalidad en menores de 5 años, la razón de mortalidad materna y la mortalidad en acidentes en tránsito. El PIB per cápita se relaciona negativamente con la anemia, la mortalidad en menores de 5 años, razón de mortalidad materna y por accidentes y menos intensamente con la mortalidade cardiovascular y el suicidio. No se observan correlaciones con el gasto de bolsillo o la inversión em sanidad. A pesar de las diferentes realidades socio sanitarias de los países estudiados se objetiva uma relación favorable entre la disponibilidad de especialistas en Medicina Familiar y mejores resultados en salud lo que sugiere que puede ser una estrategia eficiente para los servicios sanitarios. Son necesarios más estudios que analicen el alcance estadístico de esta asociación.


There are few researches that address the economic and sanitary importance of the organizational model of a level of care or of the presence of certain professionals. The aim of this descriptive and transversal study is to explore and analyze the possible associations between the specialty of family medicine and economic and sanitary indicators in 16 countries of Ibero-America. The data processing was carried out through the program R, a programming language that shows "a set of functions that maintain some type of relation between them". It seems that there is a positive association between the number of specialists in family medicine with GDP, investment in health and life expectancy and in negative with the GINI index, anemia, mortality in children under 5 years, maternal mortality ratio and in traffic accidents. The GDP per capita is negatively related to anemia, mortality in children under 5 years of age, maternal and accident mortality ratio, and less intensely with cardiovascular mortality and suicide. There are no correlations between pocket expenses or investment in healthcare. Despite the different health and social realities of the countries studied, a favorable relation is found between the availability of specialists in Family Medicine and better health results, which suggests that it can be an efficient strategy for health services. More studies are necessary to analyze the statistical scope of this association.


São poucos os estudos que abordam a importância, economica e a sanitária, que tem o modelo organizacional de um nível de atenção ou a presença de determinados profissionais. O objetivo do presente estudo, de caráter descritivo e transversal, foi explorar e analisar as possíveis associações entre a especialidade de medicina de família e indicadores econômicos e de saúde em 16 países da Ibero-América. O processamento de dados foi realizado através do programa R, uma linguagem de programação que mostra "um conjunto de funções que mantém algum tipo de relação entre elas". Existe uma associação positive em relação ao número de especialistas em medicina de família com o PIB, investimento em saúde e expectativa de vida e em negativo com o índice GINI, anemia, mortalidade em crianças menores de 5 anos, a razão de mortalidade materna e mortalidade em acidentes em trânsito. O PIB per capita está negativamente relacionado à anemia, mortalidade em crianças menores de 5 anos, taxa de mortalidade materna e por acidentes e menos intensamente com mortalidade cardiovascular e o suicídio. Não se observaram correlações com despesas reembolsáveis ou investimentos em assistência médica. Apesar das diferentes realidades sociais e de saúde dos países estudados, uma relação favorável é encontrada entre a disponibilidade de especialistas em Medicina de Família e melhores resultados em saúde, o que sugere ser esta uma estratégia eficiente para os serviços sanitários. Mais estudos são necessários para analisar o escopo estatístico desta associação.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Economia da Saúde , Eficiência , Medicina de Família e Comunidade
14.
Int. j. morphol ; 36(3): 1134-1142, Sept. 2018. graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-954242

RESUMO

La progresivas preocupación de los países para optimizar el acceso, la eficiencia y la calidad de la salud, han impulsado la utilización más apropiada de las intervenciones en salud. Por ende, el interés tanto de profesionales sanitarios como de tomadores de decisiones en salud, ha sido orientado hacia la medicina basada en la evidencia, la eficacia comparativa y la Evaluación de Tecnologías Sanitarias (ETESA). Aunque los conceptos anteriormente señalados son convergentes en sus características, no son sinónimos. Sin embargo, todos estos, se basan en la orientación sistemática de pruebas y el enfoque en resultados relevantes para el paciente entre otras. Como consecuencia de todo esto, el interés no sólo implica los conceptos de eficacia, efectividad y eficiencia; sino que también en práctica clínica, costes y transparencia. En este artículo se resumen los conceptos de economía de la salud, evaluación económica, tecnología sanitaria (TS) y ETESA. Luego, se comenta el ciclo de vida de una TS, razones para implementar un programa de ETESA; para finalizar con algunos ejemplos de TS emergentes, comentarios respecto de la evidencia científica en la ETESA; y algunos ejemplos de estudios de ETESA en la práctica clínica cotidiana.


The progressive concern of countries to optimize access, efficiency and quality of health have led to the most appropriate use of health interventions. Therefore, the interest of both health professionals and health decision makers has been oriented towards evidence-based policy, comparative efficacy and Health Technologies Assessment (HTA). Although the aforementioned concepts are converging in their characteristics, they are not synonymous. However, all these are based on systematic testing orientation and focus on relevant patient outcomes among others. As a consequence of all this, interest does not only imply the concepts of effectiveness, effectiveness and efficiency, but also in clinical practice, costs and transparency.This manuscript summarizes concepts of health economics, economic evaluation, health technology and HTA. Then, the life cycle of a health technology and the reasons for implementing an HTA program are discussed. Concluding with some examples of emerging health technologies, comments on the scientific evidence in HTA, and some examples of HTA studies in daily clinical practice.


Assuntos
Avaliação da Tecnologia Biomédica , Economia da Saúde , Medicina Baseada em Evidências , Qualidade da Assistência à Saúde , Efetividade , Chile , Eficácia , Análise Custo-Benefício , Eficiência
15.
Artigo em Português | PAHO-IRIS | ID: phr-49456

RESUMO

[RESUMO]. Objetivos. Estimar o impacto orçamentário do excesso de cesarianas sem indicação clínica em comparação ao parto vaginal para gestantes de risco habitual no Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil. Métodos. A análise se baseou em um modelo estático. A população de referência foi a de gestantes de risco habitual. O horizonte temporal foi de 5 anos. Utilizou-se um modelo de regressão de Poisson para projetar o número de nascidos vivos de 2016 a 2020. O cálculo do custo direto da cesariana eletiva e do parto vaginal foi baseado em dois estudos prévios, nos quais foi calculado o valor esperado dos procedimentos através de um modelo de decisão analítico que incluiu as intercorrências clínicas da internação até a alta da maternidade. O cenário de referência dessa análise considerou 29% de cesarianas em excesso no país. Resultados. O custo total da assistência ao parto e nascimento para as primíparas e multíparas sem cicatriz uterina no cenário de referência foi de US$ 707,5 milhões para o ano de 2016. No cenário 1 (melhor cenário), que considerou apenas o parto vaginal para essas gestantes, houve uma redução de custos de US$ 76,5 milhões ao ano. Para multíparas, a comparação do cenário de referência com o melhor cenário gerou economia de mais de US$ 4 milhões ao ano. Conclusões. Os resultados indicam que o incentivo ao parto vaginal gera economia.


[ABSTRACT]. Objective. To estimate the budgetary impact of excess cesarean deliveries without clinical indication compared to vaginal deliveries in the Unified Health System (SUS) in Brazil. Methods. The analysis was based on a static model. The reference population was that of pregnant women at normal risk. The time horizon was 5 years. A Poisson regression model was used to estimate the number of live births from 2016 to 2020. Calculation of the direct cost of elective cesarean delivery and vaginal delivery was based on two previous studies, in which the expected monetary value of the procedures was calculated through an analytical decision model that included all clinical events from admission until discharge. The reference scenario for this analysis considered 29% of excess cesareans in the country. Results. The total cost of delivery and birth care for primiparous and multiparous women without uterine scar in the reference scenario was US$ 707 500 000 for the year 2016. In scenario 1 (best scenario), which considered only vaginal delivery for these pregnant women, there was a cost reduction of US$ 76 500 000 per year. For multiparous women, comparison of the reference scenario with the best scenario showed savings of more than US$ 4 000 000 per year. Conclusions. The results indicate that the incentive to vaginal delivery generates savings.


[RESUMEN]. Objetivos. Estimar el impacto presupuestario del exceso de cesáreas sin indicación clínica en comparación con el parto vaginal para embarazadas con riesgo habitual en el Sistema Único de Salud (SUS) en Brasil. Métodos. El análisis se basó en un modelo estático. Se empleó como referencia la población de embarazadas con riesgo habitual. El horizonte temporal fue de 5 años. Se utilizó un modelo de regresión de Poisson para proyectar el número de nacidos vivos del 2016 al 2020. El cálculo del costo directo de la cesárea electiva y del parto vaginal se basó en dos estudios previos, en los cuales se estimó el valor previsto de los procedimientos por medio de un modelo analítico de decisión que incluyó las complicaciones clínicas de la hospitalización hasta el alta del servicio de maternidad. En el escenario de referencia de ese análisis se consideró que en el país se realizan 29% de cesáreas en exceso. Resultados. El costo total de la asistencia al parto y al nacimiento para las primíparas y multíparas sin cicatriz uterina en el escenario de referencia fue de US$ 707 500 000 en el año 2016. En el primer escenario (el mejor), en el cual se analizó solo el parto vaginal de esas embarazadas, hubo una reducción de costos de US$ 76 500 000 al año. Para multíparas, la comparación del escenario de referencia con el mejor generó ahorros superiores a US$ 4 000 000 al año. Conclusiones. Los resultados indican que el incentivo del parto vaginal genera ahorros.


Assuntos
Cesárea , Parto Normal , Gestão em Saúde , Avaliação em Saúde , Economia da Saúde , Brasil , Cesárea , Parto Normal , Gestão em Saúde , Avaliação em Saúde , Economia da Saúde , Brasil , Gestão em Saúde , Avaliação em Saúde , Economia da Saúde
16.
Artigo em Inglês, Espanhol | PAHO-IRIS | ID: phr-49537

RESUMO

[ABSTRACT]. The global health burden of noncommunicable diseases (NCDs) is large and growing, and this group of diseases already accounts for 70% of total deaths. Global evidence indicates that the high health burden of NCDs translates into significant economic and social costs that threaten to diminish the quality of life of millions of individuals, impoverish families, jeopardize universal health coverage, and increase health disparities within and between countries. Evidence consistently shows that the NCD epidemic cannot be tackled through interventions and policies in the health sector alone. In particular, prevention measures that address NCD risk factors involve a range of sectors including finance, trade, education, agriculture, and transportation. As economics has become the common language among decision makers across sectors, it is imperative that health authorities leverage economic information to more effectively communicate the urgency of tackling NCDs and related risk factors. This thematic issue of the Pan American Journal of Public Health makes economic evidence available in the Americas to assist countries in integrating economic approaches into their NCD prevention and control policies.


[RESUMEN]. La carga mundial de salud de las enfermedades no transmisibles (ENT) es alta y está en aumento, y este grupo de enfermedades representa actualmente el 70% del total de las muertes. La evidencia mundial indica que la alta carga de salud de las ENT se traduce en costos económicos y sociales significativos que amenazan con disminuir la calidad de vida de millones de personas, empobrecer a las familias, poner en peligro la cobertura universal de salud y aumentar las disparidades de salud dentro y entre los países. La realidad muestra consistentemente que la epidemia de ENT no puede abordarse mediante intervenciones y políticas solo en el sector de la salud. En particular, las medidas de prevención que abordan los factores de riesgo de ENT involucran una variedad de sectores que incluyen finanzas, comercio, educación, agricultura y transporte. Como la economía se ha convertido en el lenguaje común entre los tomadores de decisiones de todos los sectores, es imperativo que las autoridades de salud aprovechen la información económica para comunicar de manera más efectiva la urgencia de abordar las ENT y los factores de riesgo relacionados. Este número temático de la Revista Panamericana de Salud Pública pone a disposición evidencia sobre los aspectos económicos a fin de ayudar a los países a integrar enfoques económicos en sus políticas de prevención y control de ENT.


[RESUMO]. A carga global de saúde das doenças não transmissíveis (DNTs) é grande e crescente, e esse grupo de doenças já representa 70% do total de mortes. Evidências globais indicam que a alta carga de saúde das DNTs se traduz em custos econômicos e sociais significativos que ameaçam diminuir a qualidade de vida de milhões de indivíduos, empobrecer as famílias, comprometer a cobertura universal de saúde e aumentar as disparidades de saúde dentro e entre os países. Evidências mostram consistentemente que a epidemia de DNTs não pode ser combatida por meio de intervenções e políticas apenas no setor da saúde. Em particular, as medidas de prevenção que abordam os fatores de risco de DNT envolvem uma série de setores, incluindo finanças, comércio, educação, agricultura e transporte. Como a economia se tornou a linguagem comum entre os tomadores de decisão em todos os setores, é imperativo que as autoridades de saúde aproveitem as informações econômicas para comunicar de forma mais eficaz a urgência de combater as DNTs e os fatores de risco relacionados. Esta edição temática da Revista Pan-Americana de Saúde Pública disponibiliza evidência econômica nas Américas para ajudar os países a integrar abordagens econômicas em suas políticas de prevenção e controle de DNTs.


Assuntos
Doenças não Transmissíveis , Economia , Dieta , Exercício , Obesidade , Tabaco , Fatores Socioeconômicos , Diabetes Mellitus , Doenças Cardiovasculares , Economia da Saúde , Doenças não Transmissíveis , Economia , Economia da Saúde , Dieta , Exercício , Obesidade , Tabaco , Fatores Socioeconômicos , Doenças Cardiovasculares , Doenças não Transmissíveis , Economia , Exercício , Obesidade , Fatores Socioeconômicos , Doenças Cardiovasculares , Economia da Saúde
17.
Recurso na Internet em Inglês | LIS - Localizador de Informação em Saúde | ID: lis-LISBR1.1-46274

RESUMO

Traz as informações principais sobre a Associação Africana de Economia e Política de Saúde (AfHEA).


Assuntos
Economia da Saúde , Política de Saúde
18.
Artigo em Português | Coleciona SUS | ID: biblio-946234

RESUMO

Este trabalho tem como objetivo analisar o Programa Mais Médicos - PMM e suas relações com as falhas de mercado e falhas de governo no setor de saúde brasileiro. Para tanto, se configurou como um estudo de caso de natureza qualitativa. Inicialmente, apresenta-se uma contextualização da saúde pública no Brasil, desde o século XIX até o final do século XX, destacando o papel do governo, do mercado e da sociedade civil no setor de saúde, bem como a criação do Sistema Único de Saúde SUS. Na sequência, discorre-se um breve referencial teórico. Foi utilizada como estratégia metodológica a revisão bibliográfica, recorrendo à livros e artigos pesquisados na Biblioteca Virtual de Saúde e Scielo. A discussão demonstrou características e situações, atinentes ao PMM, relativas às falhas de mercado, no que concerne à incerteza, risco moral, externalidades, assimetria de informação e barreiras. Por fim, o estudo concluiu que, a despeito dos esforços implementados no âmbito do SUS, uma possível dependência de trajetória à iniciativa privada na saúde, parece atrair, com mais efetividade, o profissional médico para o exercício profissional. Sugere-se o desenvolvimento de estudos futuros mais específicos quanto à distribuição dos médicos nas localidades e seus impactos nas condições de saúde da população.


This paper aims to analyze The Mais Médicos (More Doctors) Program – PMM and its relationships with market and government failures in the health sector in Brazil. For this, it is configured as a qualitative nature case study. Initially, it is presented a contextualization of public health in Brazil, from the nineteenth century to the end of the twentieth century, highlighting the role of government, the market and civil society in the health sector as well as the creation of Brazil's Public Health System, the SUS - Sistema Único de Sáude (Unified Health System). A brief theoretical reference was made. It was used as methodological strategy a bibliographic review, reporting to books and papers searched on Biblioteca Virtual de Saúde and Scielo. The discussion showed characteristics and situations, connected to the PMM, related to market failures, regarding uncertainty, moral hazard, externalities, information asymmetry and barriers. Finally, the study concludes that, despite the efforts implemented within the scope of the SUS, a possible path dependence on private initiative in health sector seems to attract, more effectively, the doctors for the professional exercise. It is suggested the development of more specific studies on doctors distribution according to the locations and their impact on population health conditions.


Assuntos
Economia da Saúde , Programas Nacionais de Saúde , Setor Público , Avaliação de Programas e Projetos de Saúde/métodos , Brasil , Distribuição de Médicos/estatística & dados numéricos
19.
Diagn. tratamento ; 23(2): 61-65, abr.-jun. 2018. fig
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-904904

RESUMO

Introdução: As avaliações econômicas são importantes para quantificar e comparar custos e consequências das alternativas disponíveis em saúde. Objetivos: Descrever as características e a utilidade dos principais tipos de estudos de análises econômicas. Métodos: Estudo descritivo e de análise crítica realizado na Disciplina de Medicina Baseada em Evidências da Escola Paulista de Medicina (EPM), Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Resultados: Apresentamos características e exemplos dos principais tipos de análises econômicas em saúde, como análise de custo-utility, análise de custo-minimização, análise de custo-efetividade e análise de custo-benefício. Conclusão: Existem diferentes tipos de análise econômica, destinados a responder perguntas específicas, que precisam ser bem planejados e conduzidos para embasar a tomada de decisão de gestores e profissionais da saúde, tornando o processo mais explícito e objetivo.


Assuntos
Análise Custo-Benefício , Custos e Análise de Custo , Economia da Saúde , Gestão em Saúde , Anos de Vida Ajustados por Qualidade de Vida
20.
Medisan ; 21(6)jun. 2018.
Artigo em Espanhol | CUMED | ID: cum-70073

RESUMO

Se ofrecen 525 términos económicos organizados alfabéticamente, cuya mayoría comúnmente se emplean en la salud; algunos han sido actualizados por los autores según los cambios de la economía en los momentos actuales, lo que puede contribuir a enriquecer la cultura de estudiantes, profesores y trabajadores no vinculados directamente a la esfera económica, pero que indirectamente participan de ella. El empleo de una serie de vocablos en los Lineamientos de la Política Económica y Social del Partido y la Revolución aprobados en el VI Congreso del Partido Comunista de Cuba, que no eran de uso común en este país por su diferencia socioeconómica con la economía imperante en el mundo, constituyó el motivo fundamental para la confección de este glosario(AU)


Five hundred and twenty five economic terms alphabetically organized are offered, the majority of them are commonly used in health; some of them have been updated by the authors according to the changes of economy in the current moments, which can contribute to enrich the culture of students, professors and workers not directly linked to the economic sphere, but that participate of it indirectly. The use of a series of words in the Guidelines of the Party and Revolution Economic and Social Politics approved in the VI Congress of the Cuban Communist Party, that were not commonly used in this country due to its socioeconomic difference with the prevailing economy in the world, constituted the fundamental reason for making this glossary(AU)


Assuntos
Humanos , Economia da Saúde , Economia , Dicionários como Assunto
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA