Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 1.665
Filtrar
2.
Washington, D.C.; PAHO; 2019-08-27.
em Inglês | PAHO-IRIS | ID: phr-51514

RESUMO

The use of scenarios with parallel perspectives in a simulated health emergency helps participants to see that the exercise is appropriately realistic for all participants involved—both health practitioners and members of indigenous communities... The objective of this document is to adapt the rationale and the methodology for conducting a simulation exercise so that the discussion leads to improved disaster risk management, post-emergency interventions, and health outcomes for indigenous peoples. To achieve this objective, hypothetical scenarios are developed in which the same facts and occurrences are presented, both from a traditional perspective as well as from a perspective that reflects an indigenous cosmovision.


Assuntos
Saúde de Populações Indígenas , Emergências em Desastres , Avaliação de Risco e Mitigação , Biodiversidade , Saúde Ambiental , Efeitos de Desastres na Saúde
3.
Washington, D.C.; OPS; 2019-08-27.
em Espanhol | PAHO-IRIS | ID: phr-51512

RESUMO

El uso de escenarios con perspectivas paralelas en una emergencia de salud simulada ayuda a los participantes a ver que el ejercicio es adecuadamente realista para todos los participantes, tanto profesionales de la salud como pueblos indígenas. El objetivo de este documento es adaptar la justificación y la metodología para los ejercicios de simulación para que la discusión de la situación permita mejorar la gestión del riesgo de desastres, las intervenciones posteriores a la emergencia, y los resultados en salud para los pueblos indígenas.


Assuntos
Saúde de Populações Indígenas , Avaliação de Risco e Mitigação , Saúde Ambiental , Emergências em Desastres , Biodiversidade , Efeitos de Desastres na Saúde
4.
Washington, D.C.; OPS; 2019-08-22.
em Espanhol | PAHO-IRIS | ID: phr-51498

RESUMO

Entre 1970 y 2018, la Región de las Américas experimentó más de 4.500 desastres que ocasionaron la muerte de 569.184 personas y más de 3 millones de heridos. Además, las emergencias y los desastres, de cualquier tipo, pueden causar pérdidas económicas multimillonarias y agravar de manera significativa el funcionamiento de los sistemas de salud. Esta situación hace necesario, hoy más que nunca, que los países mejoren su preparación para la respuesta a emergencias y desastres en salud, en consonancia con la necesidad expresada por los Estados Miembros de la Organización Panamericana de la Salud. El Marco de respuesta multiamenaza del sector de la salud (MRM) tiene como objetivo principal mejorar la capacidad de los países para gestionar la respuesta a emergencias y desastres de forma más eficiente y oportuna. Para ello, facilita un modelo operativo que permite, por un lado, identificar las funciones necesarias para la respuesta teniendo en cuenta todas las amenazas existentes y, por otro lado, desempeñar esas funciones en el marco de una estructura nacional enfocada hacia la organización del sector de la salud. El MRM se dirige principalmente a las autoridades y los responsables de la gestión del riesgo de emergencias y desastres del sector de la salud, con ánimo de acompañarlos en el proceso de actualización o desarrollo de la planificación para la respuesta. Este abarca desde la elaboración del modelo operativo hasta la ejecución de las funciones de emergencia por los diferentes actores, pasando por la identificación de las herramientas de preparación del sector de la salud y el desarrollo de procedimientos operativos estandarizados, análisis organizacionales y planes de contingencia específicos. La aplicación de este marco permitirá a los países disponer de una planificación adecuada para la respuesta basada en un enfoque multiamenaza, la cual propiciará una mejor utilización de los recursos disponibles y una mayor flexibilidad frente a cualquier tipo de evento.


Assuntos
Regulamento Sanitário Internacional , Ameaças , Emergências em Desastres , Efeitos de Desastres na Saúde , América , Planos e Programas de Saúde
5.
Washington, D.C.; PAHO; 2019-08-22.
em Inglês | PAHO-IRIS | ID: phr-51497

RESUMO

Between 1970 and 2018, the Region of the Americas experienced over 4,500 disasters that killed 569,184 people and injured more than 3 million people. Additionally, emergencies and disasters of any kind can cause multimillion-dollar economic losses and can significantly undermine the performance of health systems. Today, more than ever, it is necessary for countries to improve their preparedness and response to health emergencies and disasters—a need expressed by the Member States of the Pan American Health Organization. The main aim of the Health Sector Multi-Hazard Response Framework (MRF) is to improve the capacity of countries to manage their response to emergencies and disasters in a more efficient and timely manner. The MRF facilitates an operational model that makes it possible to identify response activities, taking into account all existing hazards and to carry out those activities within a national framework based on the organization of the health sector. The MRF is designed mainly for health sector authorities and managers responsible for emergency and disaster risk management, guiding them in the process of updating or developing response planning. This ranges from describing the operational model to implementing emergency functions involving various actors, identifying preparedness tools in the health sector, and developing standardized operating procedures, organizational analysis, and specific contingency plans. Implementation of this framework will provide countries with adequate response planning based on a multi-hazard approach. This will lead to better use of available resources and greater flexibility to deal with any type of event.


Assuntos
Regulamento Sanitário Internacional , Ameaças , Emergências , Efeitos de Desastres na Saúde , Planos e Programas de Saúde , América
9.
Enferm. clín. (Ed. impr.) ; 28(supl.1): 55-60, feb. 2018. tab
Artigo em Inglês | IBECS | ID: ibc-173057

RESUMO

Objective: This quasi-experimental, pre-/post-test study aimed to examine the effect of a community-based spiritual life review program on the resilience of elders residing in a disaster-prone area. Method: Fifty-two participants who met the inclusion criteria were recruited from three villages in the Kutaraja sub-district in Banda Aceh, Indonesia. The participants were randomly assigned to an experimental group and a control group. The participants' names were listed and then randomly selected by a random number generator. The experimental group underwent a community-based spiritual life review program, which included a review of their spiritual lives, the appreciation of feelings, affirmation by the religious leader, a reevaluation of their lives, and a reconstruction of their lives to recognize their memories and present feelings. Results: The elderly resilience scores were evaluated four weeks after the program was implemented. The control group received the same program after the study was finished. The participants in the experimental group significantly improved their resilience levels after completing the program (p < .05). There was a slight increase in the resilience scores from the pre-test to the post-test in the experimental group compared with the control group (p < .05). Conclusions: Future studies should add implementation sessions and avoid photos that would induce participants' traumatic memories or experiences during the spiritual life review


No disponible


Assuntos
Humanos , Idoso , Espiritualidade , Resiliência Psicológica , Vítimas de Desastres/psicologia , Indonésia/epidemiologia , Saúde do Idoso , Efeitos de Desastres na Saúde/estatística & dados numéricos , Desastres Naturais/estatística & dados numéricos , Estudos de Casos e Controles , Estudos Controlados Antes e Depois/estatística & dados numéricos
12.
Recurso na Internet em Português | LIS - Localizador de Informação em Saúde, LIS-bvsms | ID: lis-LISBR1.1-45248

RESUMO

Site que integra o Centro de Estudos e Pesquisas em Emergências e Desastres em Saúde (Cepedes), compila material sobre saúde em emergências e desastres, tais como: políticas de saúde, mitigação de riscos, preparação e resposta do setor de saúde para casos de emergências e desastres, além de aspectos de reabilitação e reconstrução e alianças e assistência internacional. Sua referência é o site do Centro de Conhecimento em Saúde Pública e Desastres da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) (disponível em espanhol e em inglês).


Assuntos
Resgate, Assistência e Proteção em Desastres , Saúde Pública , Efeitos de Desastres na Saúde
15.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-9037

RESUMO

Os vídeos são complementos do curso Gestão Local de Desastres Naturais para a Atenção Básica. O curso aborda aspectos que visam reduzir o impacto dos desastres naturais acometidas em várias regiões do Brasil. Apresenta duas situações-problema, uma relacionada à seca e outra à inundação e deslizamentos. Na unidade 1 são apresentados aspectos básicos em desastres naturais, conceitos, terminologias, dados etc. e o impacto no Brasil e na saúde. Na unidade 2 tem-se o processo de gestão do risco de desastres e nas unidades 3 e 4 aborda-se o impacto desse fator na saúde psicossocial da população atingida bem como a saúde dos trabalhadores que atuam nos desastres.


Assuntos
Planejamento em Desastres , Recuperação Pós-Desastres , Educação em Desastres , Desastres , Efeitos de Desastres na Saúde
16.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-9038

RESUMO

Os vídeos são complementos do curso Gestão Local de Desastres Naturais para a Atenção Básica. O curso aborda aspectos que visam reduzir o impacto dos desastres naturais acometidas em várias regiões do Brasil. Apresenta duas situações-problema, uma relacionada à seca e outra à inundação e deslizamentos. Na unidade 1 são apresentados aspectos básicos em desastres naturais, conceitos, terminologias, dados etc. e o impacto no Brasil e na saúde. Na unidade 2 tem-se o processo de gestão do risco de desastres e nas unidades 3 e 4 aborda-se o impacto desse fator na saúde psicossocial da população atingida bem como a saúde dos trabalhadores que atuam nos desastres.


Assuntos
Planejamento em Desastres , Recuperação Pós-Desastres , Educação em Desastres , Desastres , Efeitos de Desastres na Saúde
17.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-9039

RESUMO

Os vídeos são complementos do curso Gestão Local de Desastres Naturais para a Atenção Básica. O curso aborda aspectos que visam reduzir o impacto dos desastres naturais acometidas em várias regiões do Brasil. Apresenta duas situações-problema, uma relacionada à seca e outra à inundação e deslizamentos. Na unidade 1 são apresentados aspectos básicos em desastres naturais, conceitos, terminologias, dados etc. e o impacto no Brasil e na saúde. Na unidade 2 tem-se o processo de gestão do risco de desastres e nas unidades 3 e 4 aborda-se o impacto desse fator na saúde psicossocial da população atingida bem como a saúde dos trabalhadores que atuam nos desastres.


Assuntos
Planejamento em Desastres , Recuperação Pós-Desastres , Educação em Desastres , Desastres , Efeitos de Desastres na Saúde
18.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-9040

RESUMO

Os vídeos são complementos do curso Gestão Local de Desastres Naturais para a Atenção Básica. O curso aborda aspectos que visam reduzir o impacto dos desastres naturais acometidas em várias regiões do Brasil. Apresenta duas situações-problema, uma relacionada à seca e outra à inundação e deslizamentos. Na unidade 1 são apresentados aspectos básicos em desastres naturais, conceitos, terminologias, dados etc. e o impacto no Brasil e na saúde. Na unidade 2 tem-se o processo de gestão do risco de desastres e nas unidades 3 e 4 aborda-se o impacto desse fator na saúde psicossocial da população atingida bem como a saúde dos trabalhadores que atuam nos desastres.


Assuntos
Planejamento em Desastres , Recuperação Pós-Desastres , Educação em Desastres , Desastres , Efeitos de Desastres na Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA