Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 2.207
Filtrar
1.
Viseu; s.n; 20210000. 44 p. ilust, tabelas.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1222710

RESUMO

A emergência pré-hospitalar é uma temática atual e bastante debatida. Também a presença do enfermeiro na prestação de cuidados pré-hospitalares é considerada indispensável. Os enfermeiros dos Cuidados de Saúde Primários enfrentam por vezes situações de emergência nos seus serviços ou durante os domicílios que vão realizar. É sobre estes que nos vamos focar e procurar entender a importância que para eles reveste a emergência pré-hospitalar. É de extrema importância que estes enfermeiros tenham conhecimento atualizado da urgência/emergência e experiência prática nas diversas situações, para que se sintam à vontade nessas ocorrências e para que haja um apoio mútuo com a equipa multidisciplinar com que trabalham. Iremos estudar os enfermeiros pertencentes ao ACES Douro Sul, um ACES da zona Norte do país, que se encontram afastados dos grandes centros, uma vez que são estes profissionais os que mais necessitam de formação para poderem auxiliar os utentes sempre que estes se encontram em alguma situação de urgência/emergência. Para se ser enfermeiro pré-hospitalar é necessário um conjunto de requisitos que deverão ser tidos em conta antes de um profissional decidir optar por essa área pois é necessário um perfil profissional adequado. Com o presente Trabalho de Projeto pretende-se perceber como é que as equipas dos Cuidados de Saúde Primários se sentiam em relação à enfermagem pré-hospitalar e, se após doze anos do início da rede de requalificação das urgências se se consideram mais seguros e mais preparados para atender utentes urgentes. Para tal, foi feita uma pesquisa bibliográfica para a componente teórica que servirá de suporte para posterior realização de uma investigação.


Prehospital emergency is a current and widely discussed topic. Also, the presence of nurses in the provision of prehospital care is considered essential. Primary Health Care nurses sometimes face emergency situations in their services or during the home care support they provide. It is on these that we will focus and seek to understand the importance that for them the prehospital emergency has. It is extremely important that these nurses have urgency/emergency up-to-date knowledge and practical experience in various situations, so that they feel comfortable in these occurrences and so that there is mutual support with the multidisciplinary team with whom they work. We will study nurses who work for ACES Douro Sul, an ACES located in the northern part of the country, who are far from big cities, as these professionals are the ones who most need training to be able to assist patients whenever they are in a urgency/emergency situation. To be a prehospital nurse a set of requirements is necessary which must be taken into account before a professional decides to choose this area, as an appropriate professional profile is required. The aim of this Project Work is to understand how Primary Health Care teams felt about prehospital nursing and, if, 12 years after the beginning of the emergency redefinition network, they consider themselves more confident and well-prepared to attend urgent patients. To this end, a bibliographical research was carried out for the theoretical component which will support further investigation.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Enfermagem Primária , Atitude do Pessoal de Saúde , Papel do Profissional de Enfermagem , Serviços Médicos de Emergência , Enfermeiros
2.
Viseu; s.n; 20210000. 101 p. ilust.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1222922

RESUMO

A atualidade, impôs aos Serviços de Urgência novos desafios organizacionais e de condutas profissionais, com a necessidade imperativa de se reinventarem para encontrar soluções que dessem resposta ao fluxo de doentes no contexto da Pandemia por doença pelo novo coronavírus (COVID-19) e ainda assim manter a atividade assistencial normal. Para além desta nova realidade, mantém-se os velhos problemas dos Serviços de Urgência, muitas vezes em sobrelotação e com constrangimentos relacionados com os fluxos de doentes no SU. Objetivos: Propor Projeto de Intervenção, elaborado sob a Metodologia de Projeto, focado na otimização de circuito de encaminhamento de doentes no Serviço de Urgência. Analisar a perceção dos enfermeiros do Serviço de Urgência relativamente às suas competências de intervenção na otimização dos circuitos de encaminhamento dos doentes no SU. Metodologia: Tendo identificado, por prática reflexiva no âmbito do Curso de Mestrado, uma realidade que se nos afigura como um problema passível de resolução ­ constrangimentos nos circuitos de encaminhamento de doentes no SU, propusemo-nos analisá-lo sob uma abordagem enquadrável na Metodologia de Trabalho de Projeto desenvolvendo um Projeto de Intervenção. Procurámos fundamentar com conhecimento científico a concordância com identificação de necessidade de melhorias nos processos internos do Serviço de Urgência e a existência de competências dos enfermeiros para realizar a otimização dos circuitos dos doentes. Por outro lado interessa saber o que pensam os enfermeiros, para verificar se identificam a necessidade de otimização dos circuitos de doentes e se terão a noção de que detêm competência nessa matéria. Propomos a realização um estudo de natureza qualitativa, de cariz exploratório e de análise descritiva, sob a forma de estudo de caso, no qual a opinião dos enfermeiros será recolhida através entrevista semiestruturada e os dados tratados estatisticamente e através de análise de conteúdo. Resultados: Desenvolvemos Projeto de Intervenção que acreditamos ter potencial de melhoria dos circuitos de encaminhamento de doentes e na qualidade dos cuidados centrados na pessoa. Conclusão: Do trabalho de pesquisa realizado e pela análise dos contributos à compreensão da problemática, constatámos que existe necessidade de otimização nos circuitos de encaminhamento de doentes no Serviço de Urgência, e que há evidência de que os enfermeiros detêm competência na otimização desses circuitos de doentes no SU. A intervenção dos enfermeiros, para além de potenciar a melhoria da qualidade assistencial do SU, constitui-se um meio de afirmação da autonomia da enfermagem desenvolvendo oportunidades para o Cuidar


These days, have imposed to the Emergency Department new organizational and professional challenges, with the imperative need to reinvent themselves to find solutions that respond to the flow of patients in the context of Pandemic due to the disease by the new coronavirus (COVID-19) and yet maintain normal assistance activity. In addition to this new reality, the old problems of the ED remain, often overcrowded and with constraints related to patient flows in the SU. Objectives: Propose an Intervention Project, developed under the Project Methodology, focused on optimizing the circuit for referring patients to the Emergency Department. Analyze the perception of nurses in the Emergency Department regarding their intervention skills in the optimization of patient referral circuits. Methodology: Having identified, through reflective practice in the context of the Master's Course, a reality that seems to us to be a problem that can be solved - constraints in the patient referral circuits in the SU, we proposed to analyze it under an approach that fits in the Work Methodology Project by developing an Intervention Project. We sought to substantiate with scientific knowledge the agreement with the identification of the need for improvements in the internal processes of the Emergency Department and the existence of nurses skills to optimize the circuits of patients. On the other hand, it is interesting to know what nurses think, to check if they identify the need to optimize patient circuits and if they will have the notion that they have competence in this matter. We propose to conduct a qualitative study, exploratory and descriptive analysis, in the form of a case study, in which the nurses' opinion will be collected through semi-structured interviews and the data treated statistically and through content analysis. Results: We have developed an Intervention Project that we believe has the potential to improve patient referral circuits and the quality of person-centered care. Conclusion: From the research work carried out and the analysis of the contributions to the understanding of the problem, we found that there is a need for optimization in the patient referral circuits in the Emergency Department, and that there is evidence that nurses have competence in the optimization of these patient circuits. in the SU. The nurses' intervention, in addition to enhancing the improvement of the care quality of the US, constitutes a means of affirming the autonomy of nursing by developing opportunities for Caring.


Assuntos
Atitude Frente a Saúde , Triagem , Competência Clínica , Enfermagem em Emergência , Emergências , Enfermeiros
3.
Braga; s.n; 20210000. tab, Ilus.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1224714

RESUMO

A síndrome de burnout é um fenómeno prevalente nos cuidados de saúde nos dias atuais, considerada como um estado de esgotamento físico e mental causado pelo exercício de uma atividade profissional, é reconhecida como um constructo multidimensional com diversas implicações negativas quer a nível individual, quer a nível organizacional, sendo considerada característica das "profissões de ajuda", nomeadamente nos enfermeiros. A presente investigação intitulada "Prevalência do burnout nos enfermeiros: estudo numa equipe de urgência hospitalar" teve como objetivos orientadores: 1) proceder à caracterização sociodemográfica e profissional do trabalho dos enfermeiros de um serviço de urgência; 2) avaliar dos níveis de burnout dos enfermeiros de um serviço de urgência; e, 3) explorar do efeito das variáveis sociodemográficas e profissionais nos níveis de burnout dos enfermeiros de um serviço de urgência. Uma amostra de 102 enfermeiros participou neste estudo de natureza transversal, com uma abordagem do tipo quantitativo, exploratório, descritivo e correlacional. Os participantes responderam a dois instrumentos de recolha de dados: 1) um Questionário Sociodemográfico e Profissional; e, 2) a versão portuguesa da Medida de Burnout de Shirom-Melamed (MBSM; tradução e adaptação de Gomes, 2012). Os resultados obtidos evidenciam que a Fadiga Física (33,3%; n = 34) constituiu a componente mais prevalente nestes participantes, seguida da Fadiga Cognitiva (13,7%; n = 14), da Exaustão Emocional (6,9%; n = 7), e por fim, 6,9 % (n = 7) dos enfermeiros apresentaram níveis moderados a elevados de burnout (Burnout-Total ≥ 5). Constatou-se existir uma associação negativa, estatisticamente significativa, entre a média mensal de turnos de trabalho realizada ao fim-de-semana/feriados e os níveis de Fadiga Cognitiva (p = - 0,23) e Burnout-Total (p = - 0,28). Ainda, ao nível da Fadiga Física evidenciou-se níveis elevados de burnout nos participantes do sexo feminino (M = 4,47; DP = 1,15; Mdn = 4,75; n = 68); nos que não possuíam hobby/atividades de lazer (M = 4,74; DP = 1,20; Mdn = 5,00; n = 31); e nos que não praticavam exercício físico (M = 4,69; DP = 1,12; Mdn = 5,00; n = 47). Ao nível da Fadiga Cognitiva, os participantes que não praticavam exercício físico (M = 3,80; DP = 1,44; Mdn = 4,00; n = 47) e os que possuíam o 1º ciclo de estudos (M = 3,53; DP = 1,30; Mdn = 3,40; n = 68) acusavam maiores níveis de burnout. Ao nível da Exaustão Emocional, os participantes que não praticavam exercício físico (M = 3,06; DP = 1,41; Mdn = 2,67; n = 47) apresentavam maiores níveis de burnout. Na medida global de burnout (Burnout-Total), os participantes que exibiram maiores níveis de burnout foram os participantes do sexo feminino (M = 3,58, DP = 1,09); os que não possuíam hobby/atividades de lazer (M = 3,74; DP = 1,14); os que não praticavam exercício físico (M = 3,85; DP = 1,12); e os que detinham o 1º ciclo de estudos (M = 3,55; DP = 1,01). Verificou-se ainda, que as habilitações académicas (p = 0,046) e a prática de exercício físico (p = 0,001) foram fatores preditores significativos dos níveis de burnout. Conclui-se que os participantes deste estudo empírico, que trabalham num serviço de urgência, onde todos os dias lidam com situações complexas de tomada rápida de decisão clínica, apresentam níveis de burnout que são merecedores de atenção. Sugere-se a importância da realização de futuros estudos, contemplando a avaliação das fontes de stress e a adoção de estratégias de intervenção e/ou prevenção do burnout dirigidas aos enfermeiros e à organização. Como futura enfermeira especialista é expectável a vigilância e controlo dos níveis de burnout, que permitirá uma contínua reflexão e atualização do fenómeno, podendo criar estratégias de intervenção/prevenção face a esta problemática, para que os enfermeiros possam prestar melhores cuidados de saúde com maior segurança, e de qualidade dos mesmos, à pessoa em situação crítica.


The burnout syndrome is a prevalent phenomenon in health care today, considered as a state of physical and mental exhaustion caused by the exercise of a professional activity, it is recognized as a multidimensional construct with a panoply of negative implications both at the individual level, or at the organizational level, being considered characteristic of the "help professions", namely in nurses. The present investigation entitled "Prevalence of burnout in nurses: study in a hospital emergency team" had as its guiding objectives: 1) to proceed to the sociodemographic and professional characterization of the work of nurses in an emergency service; 2) to assess the burnout levels of nurses in an emergency department; and, 3) explore the effect of sociodemographic and professional variables on the burnout levels of nurses in an emergency department. A sample of 102 nurses participated in this cross-sectional study, with a quantitative, exploratory, descriptive and correlational approach. Participants answered two data collection instruments: 1) a Sociodemographic and Professional Questionnaire; and, 2) the Portuguese version of the Shirom-Melamed Burnout Measure (MBSM; translation and adaptation by Gomes, 2012). The results obtained show that Physical Fatigue (33,3%; n = 34) was the most prevalent component in these participants, followed by Cognitive Fatigue (13,7%; n = 14), Emotional Exhaustion (6,9%; n = 7), and finally, 6,9% (n = 7) of nurses had moderate to high levels of burnout (Burnout-Total ≥ 5). There was a negative, statistically significant association between the monthly average of work shifts carried out at weekends/holidays and the levels of Cognitive Fatigue (p = - 0,23) and Burnout-Total (p = - 0,28). Still, at the level of Physical Fatigue, high levels of burnout were evidenced in female participants (M = 4,47; SD = 1.15; Mdn = 4,75; n = 68); in those who had no hobby/leisure activities (M = 4,74; SD = 1,20; Mdn = 5,00; n = 31); and in those who did not practice physical exercise (M = 4,69; SD = 1,12; Mdn = 5,00; n = 47). At the level of Cognitive Fatigue, participants who did not practice physical exercise (M = 3,80; SD = 1,44; Mdn = 4,00; n = 47) and those who had the 1st cycle of studies (M = 3,53; SD = 1,30; Mdn = 3,40; n = 68) showed higher levels of burnout. At the level of Emotional Exhaustion, participants who did not practice physical exercise (M = 3,06; SD = 1,41; Mdn = 2,67; n = 47) had higher levels of burnout. In the global measure of burnout (Burnout-Total), the participants who exhibited the highest levels of burnout were the female participants (M = 3,58; SD = 1,09); those who had no hobby/leisure activities (M = 3,74; SD = 1,14); those who did not practice physical exercise (M = 3,85; SD = 1,12); and those who had the 1st cycle of studies (M = 3,55; SD = 1,01). It was also found that academic qualifications (p = 0,046) and physical exercise (p = 0,001) were significant predictors of burnout levels. It is concluded that the participants of this empirical study, who work in an emergency service, where every day they deal with complex situations of rapid clinical decision-making, present burnout levels that are worthy of attention. The importance of carrying out future studies is suggested, including the assessment of sources of stress and the adoption of intervention and/or burnout prevention strategies aimed at nurses and the organization. As a future specialist nurse, surveillance and control of burnout levels are expected, which will allow continuous reflection and updating of the phenomenon, and can create intervention/prevention strategies in the face of this problem, so that nurses can provide better health care with greater safety and their quality, to the person in a critical situation.


Assuntos
Emergências , Esgotamento Psicológico , Enfermeiros
4.
Arch. med ; 21(1): 125-137, 2021/01/03.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1148424

RESUMO

Objetivo: describir la fundamentación, tendencias y perspectivas del rol del enfermero navegador en el cuidado de las personas con cáncer. Materiales y métodos:revisión de alcance con acceso a Pubmed, OVID Nursing, Elsevier y Google Scholar de publicaciones generadas entre 2006 y 2020 en inglés y español utilizando los descriptores nurse navigator, oncology y patient navigator. Resultados: se identificaron 27 publicaciones. Se incluyeron estudios cuantitativos (48,1%), estudios de revisión (22,2%), cualitativos (11,1%), de métodos mixtos (7,4%), experimentales (14,8%) y otros tipos (11,1%). Los hallazgos se agruparon en 4 categorías: 1, Antecedentes y origen del rol de enfermero navegador; 2. Principios de la navegación. 3. Competencias esperadas y actividades del enfermero navegador 4. Resultados de la implementación del rol. Conclusión: el rol del enfermero navegador se presenta como una modalidad innovadora de atención, que permite mejorar la calidad del cuidado y los resultados clínicos. Se necesita adelantar su implementación, delimitando las tareas específicas y los requisitos necesarios para su ejercicio en el contexto local..Au


Objective: to describe foundation, trends and perspectives of nurse navigator role in the care process of adults with cancer Methods: scoping review of literature searches in the Pubmed, OVID Nursing, Elsevier y Google Scholar databases including academic and scientific papers from 2006-2020 in English and Spanish using the controlled descriptors Nurse navigator, Oncology and Patient navigator. Results: authors identified 27 publications. The selected papers included quantitative studies (48.1%), literature reviews (22.2%), qualitative studies (11.1%), mixed method studies (7.4%), experimental studies (14.8%) and other studies (11.1%). We grouped our findings in 4 categories: 1, Background and origin of oncology nurse navigator role; 2. Principles of navigation. 3. Competencies and activities of the navigator nurse 4. Results of implementation of the navigator nurse role. Conclusion: the nurse navigator role is an innovative modality to provide attention and it helps to improve the care quality and clinical outcomes. It is necessary that institutions to implement this role, making a delimitation of specific functions and requirements for its exercise..Au


Assuntos
Humanos , Enfermagem Oncológica , Enfermeiros
5.
rev. cuid. (Bucaramanga. 2010) ; 12(1): e1081, ene-2021.
Artigo em Espanhol | LILACS, BDENF - Enfermagem, COLNAL | ID: biblio-1177782

RESUMO

Introducción: El proceso de morir se ha desplazado a lo largo de la historia desde la familia y el hogar hasta los profesionales de salud y los hospitales. Cuidar demanda actitudes, conocimientos y destrezas que se deben adquirir y perfeccionarse durante la formación disciplinar. Objetivo: Explorar las actitudes que muestra el personal de enfermería que labora en áreas hospitalarias críticas ante el proceso de la muerte de pacientes. Materiales y métodos: Estudio descriptivo de corte transversal, bajo un muestreo no probabilístico por conveniencia se obtuvo una muestra final de 71 enfermeras profesionales que laboran en áreas críticas de dos hospitales de alta especialidad en Tabasco, México. El instrumento utilizado fue "Actitudes ante la muerte" (CAM-2), traducido del original de Martin y Salovely. Resultados: Los profesionales de enfermería que participaron en el estudio tienen una edad promedio de 32.5 años (DE=7), donde el 71.8% de los participantes pertenecen al sexo femenino. El 67.6% del personal de enfermería muestra una actitud de indiferencia ante la muerte, solo un 9.9% muestra una actitud positiva. Con relación a la perspectiva de actitud de temor el 46.5% manifiesta que pensar en la muerte les genera ansiedad, mientras que el 39.4% ve la muerte de los pacientes como algo natural. Conclusiones: El personal de enfermería posee sentimientos de indiferencia ante el cuidado del paciente ante la muerte, sin embargo, consideran que aceptar su propia muerte los lleva a cuidar con más libertad.


Introduction: The dying process has historically shifted from family and home settings to healthcare professionals and hospital settings. Caring involves attitudes, knowledge and skills that should be acquired and honed through nursing training. Objective: To explore nursing staff attitudes who work in critical hospital departments when faced with the process of dying patients. Materials and Methods: A descriptive cross-sectional study was conducted using a non-probability convenience sampling, from which a final sample of 71 professional nurses who work in critical departments of higher-level specialty hospitals in Tabasco, Mexico was obtained. The CAM-2 Attitudes Towards Death instrument originally developed by Martin & Salovely was translated and applied. Results: The average age of nursing professionals participating in this study were 32.5 years (SD=7), of which 71.8% were women. 67.6% of nurses had an attitude of indifference to death and only 9.9% had a positive attitude. From an attitude of fear perspective, 46.5% of the nurses expressed that thinking about death causes them anxiety, while 39.4% considered the death of patients as something natural. Conclusions: Nursing staff feel indifferent to patient care when facing death. However, nurses believe that accepting their own death leads them to care more freely.


Introdução: O processo de morte passou ao longo da história da família e do lar para profissionais de saúde e hospitais. O cuidado exige atitudes, conhecimentos e habilidades que devem ser adquiridos e aperfeiçoados através do treinamento de enfermagem. Objetivo: Explorar as atitudes dos profissionais de enfermagem que trabalham em áreas hospitalares críticas frente ao processo de morte de pacientes. Materiais e Métodos: Estudo descritivo transversal com base em uma amostragem não-probabilística por conveniência, foi obtida uma amostra final de 71 enfermeiros profissionais que trabalham em áreas críticas de hospitais especializados em alta complexidade em Tabasco, México. O instrumento CAM-2 Atitudes frente à morte originalmente desenvolvido pela Martin & Salovely foi traduzido e aplicado. Resultados: A idade média dos profissionais de enfermagem que participaram deste estudo foi de 32,5 anos (SD=7), onde 71,8% dos participantes eram do sexo feminino. 67,6% dos enfermeiros mostraram uma atitude de indiferença em relação à morte e apenas 9,9% mostraram uma atitude positiva. Em relação à perspectiva de uma atitude de medo, 46,5% dos enfermeiros expressaram que pensar na morte gera ansiedade, enquanto 39,4% consideraram a morte dos pacientes como algo natural. Conclusões: Os profissionais de enfermagem se sentem indiferentes em relação aos cuidados do paciente frente à morte. No entanto, eles sentem que aceitar sua própria morte os leva a cuidar mais livremente.


Assuntos
Humanos , Idoso , Atitude , Enfermeiros , Atitude Frente a Morte , Cuidados Paliativos na Terminalidade da Vida
6.
Rev Rene (Online) ; 22: e60790, 2021. graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1149528

RESUMO

RESUMO Objetivo descrever a percepção e vivências dos enfermeiros sobre o seu desempenho durante a pandemia da COVID-19. Métodos estudo qualitativo com abordagem fenomenológica. Participaram do estudo 15 enfermeiros, selecionados de acordo com uma amostra intencional do tipo bola de neve. Os dados foram obtidos através de entrevistas semiestruturadas e a informação transcrita foi submetida à análise de conteúdo temático-categorial. Resultados da análise do discurso dos participantes, emergiram as seguintes categorias e subcategorias: experiências vivenciadas (estados negativos; organização do trabalho; coesão da equipe; desafios e normas e orientações); estratégias adotadas (individuais; suporte da equipe; familiar e informativo) e expectativas futuras (regresso à normalidade; adaptação; crescimento pessoal e profissional; incerteza e valorização da enfermagem). Conclusão das percepções e vivências dos enfermeiros do seu desempenho na pandemia COVID-19 salientam-se os estados emocionais negativos, estratégias adotadas de caráter individual e expectativas futuras de regresso à normalidade.


ABSTRACT Objective to describe the perception and experiences of nurses about their performance during the COVID-19 pandemic. Methods qualitative study with phenomenological approach. Fifteen nurses participated in the study, selected according to an intentional snowball type sample. The data were obtained through semi-structured interviews and the transcribed information was submitted to thematic-category content analysis. Results from the analysis of the participants' discourse, the following categories and subcategories emerged: lived experiences (negative states; work organization; team cohesion; challenges and norms and guidelines); adopted strategies (individual; team support; familiar and informative) and future expectations (return to normality; adaptation; personal and professional growth; nursing uncertainty and valorization). Conclusion from the perceptions and experiences of the nurses of their performance in the COVID-19 pandemic, the negative emotional states, strategies adopted of individual character and future expectations of return to normality are highlighted.


Assuntos
Saúde do Trabalhador , Infecções por Coronavirus , Pandemias , Enfermeiros
7.
Rev. enferm. UFSM ; 11: e36, 2021. tab, ilus
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1178373

RESUMO

Objetivo: descrever as perspectivas de enfermeiros, agentes comunitários de saúde e cuidadores familiares integrantes de práticas educativas em saúde sobre responsabilidades pelo cuidado do idoso dependente. Método: estudo qualitativo, descritivo e exploratório, realizado em 2016 com dois enfermeiros, oito agentes comunitários de saúde e seis cuidadores familiares vinculados a duas estratégias saúde da família, a partir do desenvolvimento de práticas educativas em saúde. A análise dos dados foi feita de acordo com a técnica da configuração triádica, humanista-existencial-personalista. Resultados: cada envolvido no cuidado ao idoso tem responsabilidades diferenciadas, singulares e complementares. Para os profissionais, suas ações desenvolvidas não estão sendo efetivadas na prática e/ou tendo efeito positivo esperado, sendo influenciadas por questões cultural, de valores e estrutural. Conclusão: as responsabilidades pelo cuidado dos idosos são de todos e precisam ser compartilhadas entre a família, os profissionais da saúde, a comunidade e o Estado.


Objective: to describe the perspectives of nurses, community health agents and family caregivers who are part of health education practices on responsibilities for the care of the dependent elderly. Method: qualitative, descriptive and exploratory study, conducted in 2016 with two nurses, eight community health agents and six family caregivers linked to two family health strategies, based on the development of educational practices in health. Data analysis was performed according to the technique of the triadic humanist-existential-personalist configuration. Results: each person involved in the care of the elderly has differentiated, singular and complementary responsibilities. For professionals, their actions developed are not being implemented in practice and/or having an expected positive effect, being influenced by cultural, value and structural issues. Conclusion: the responsibilities for the care of the elderly are everyone's and need to be shared among the family, health professionals, the community and the State.


Objetivo: describir las perspectivas de enfermeros, agentes comunitarios de salud y cuidadores familiares que forman parte de las prácticas educativas en salud sobre las responsabilidades del cuidado de los ancianos dependientes. Método: estudio cualitativo, descriptivo y exploratorio, realizado en 2016 con dos enfermeras, ocho agentes comunitarios de salud y seis cuidadores familiares vinculados a dos estrategias de salud familiar, a partir del desarrollo de prácticas educativas en salud. El análisis de los datos se realizó según la configuración triádica, técnica humanista-existencial-personalista. Resultados: cada persona involucrada en el cuidado de los ancianos tiene responsabilidades diferentes, únicas y complementarias. Para los profesionales, sus acciones no se están llevando a cabo en la práctica y / o tienen un efecto positivo esperado, siendo influenciadas por cuestiones culturales, de valores y estructurales. Conclusión: las responsabilidades por el cuidado de los ancianos son de todos y deben ser compartidas entre la familia, los profesionales de la salud, la comunidad y el Estado.


Assuntos
Humanos , Idoso , Cuidadores , Agentes Comunitários de Saúde , Educação , Enfermeiros
8.
Rev Rene (Online) ; 22: e61115, 2021. graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1155282

RESUMO

RESUMO Objetivo analisar o impacto relacionado ao deslocamento das gestantes/parturientes entre suas residências e os serviços de saúde no desfecho obstétrico e neonatal. Métodos revisão integrativa, cuja busca foi realizada em agosto de 2020 nas bases: SCOPUS, Web of Science, Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature, Medical Literature Analysis and Retrieval System Online/PubMed, Science Direct e Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde/Biblioteca Virtual em Saúde, utilizando descritores controlados e palavras-chave. Além disso, foi realizada análise descritiva quantitativa dos principais resultados no software Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires. Resultados a amostra resultou em 20 artigos. Foi evidenciado que a mobilidade entre o domicílio e os serviços de saúde é dificultada pela distância, precariedade nos transportes, residência em locais socioeconomicamente desfavorecidos, dentre outros. Conclusão a dificuldade na mobilidade é um fator chave que explica o impacto negativo materno e neonatal.


ABSTRACT Objective to analyze the impact on pregnant/parturient women's obstetric and neonatal outcomes resulting from displacement between homes and health services. Methods an integrative review was carried out in August 2020 on the following databases: SCOPUS, Web of Science, Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature, Medical Literature Analysis and Retrieval System Online/PubMed, Science Direct and Latin American and Caribbean Health Sciences Literature/Virtual Health Library, using controlled descriptors and keywords. Besides, a quantitative descriptive analysis of the main results was performed using the Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires software. Results the sample resulted in 20 articles. It was evidenced that the mobility of women is hampered by distance between home and health services, precarious transport, and living in socioeconomically disadvantaged places. Conclusion difficulty in mobility is a crucial factor that explains the adverse maternal and neonatal impact.


Assuntos
Organização e Administração , Enfermagem , Inteligência Emocional , Homens , Enfermeiros , Cuidados de Enfermagem
9.
Bragança; s.n; 20200000. tab.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1222697

RESUMO

A administração de terapêutica por via inalatória oral é considerada de primeira linha para alívio e controlo da sintomatologia associada a doenças crónicas respiratórias. O conhecimento acerca da técnica inalatória de dispositivos pMDI e DPI é fundamental para o sucesso de deposição pulmonar de fármaco. Objetivo: Avaliar o conhecimento dos Enfermeiros acerca da técnica inalatória de dispositivos pMDI e DPI. Metodologia: Estudo descritivo, transversal, num paradigma quantitativo, numa amostra de 346 enfermeiros. O instrumento de colheita de dados foi construido tendo por base a evidência científica e a Orientação 010/2017 da DGS (2017); foi disponibilizado na plataforma online Google drive (aplicativo Google forms) no período de 5 de Agosto de 2020 a 5 de Setembro de 2020. A estratégia usada na divulgação e difusão do instrumento de colheita de dados foi, fundamentalmente, o uso de serviços, aplicativos e plataformas online de mensagens. Resultados: A amostra do estudo (n=346) é constituída por 80,3% de mulheres, 43,1% são enfermeiros especialistas (dos quais 59,1% são enfermeiros de reabilitação), sendo que 13,7% têm mestrado. Na amostra estudada, 57,8% autoavaliaram-se como tendo "bastante conhecimento" da técnica inalatória (TI) e verificou-se que o conhecimento da TI é, em grande medida, "ausente" [TI/pMDI ­ n=215(62,1%) e TI/DPI ­ n=290(83,8%)]. O "conhecimento presente " é superior para os pMDI [n=38(46,3%)] relativamente aos DPI [n=56(16,2%)]. Os enfermeiros com grau académico de mestrado têm maior percentagem de "conhecimento presente" na TI/pMDI [n=38(46,3%)] e TI/DPI [n=17(20,7%)] relativamente enfermeiros licenciados TI/pMDI [n=93(35,2%)] e na TI/DPI [n=39(14,8%)]. Os que não têm formação prévia em uso de inaladores apresentam maioritariamente "conhecimento ausente" na TI/pMDI [n=137; 67,5%] e TI/DPI [n=177; 87,2%]. Conclusões: Com base nos resultados existe necessidade efetiva de formação continuada da técnica inalatória para os profissionais de enfermagem.


The inhaled oral delivery drugs is considered the first-line control and relief of symptoms associated with chronic respiratory diseases. However, knowledge of proper pMDI and DPI inhaler technique is critical to the success of drug lung deposition. Objectives: Evaluate nurses' knowledge on pMDI and DPI inhaler technique. Methods: Descriptive, cross-sectional study, in a quantitative paradigm, in a sample of 346 nurses. The data collection instrument was built based on scientific evidence and Orientação 010/2017 (DGS, 2017). It was available on the Google Drive online platform (Google forms application) from August 5, 2020 to September 5, 2020. The strategy used in the dissemination of the data collection instrument was, fundamentally, the use of services, applications and online messaging platforms. Results: The study sample (n=346) consists of 80,3% women, 43,1% are specialist nurses (59,1% of whom are rehabilitation nurses), 13,7% have a master's degree. In the sample studied, 57.8% rated themselves as having "enough knowledge" on the inhaler technique, it was found that knowledge on inhaler technique is, to a large extent, "absent" (93,6%: pMDI + DPI). Knowledge on inhaler technique is greater on pMDI (37,9%) than that on DPI (16,2%). Nurses with a master's degree have a higher percentage of "knowledge" on inhaler technique/pMDI [n=38(46,3%)] and on inhaler technique/DPI [n=17(20,7%)] compared to graduate nurses on inhaler technique/pMDI [n=93(35,2%)] and on inhaler technique/DPI [n=39(14,8%)]. Those who did not have previous inhalor training technique have mostly "missing knowledge" on inhaler technique/pMDI [n=137(67.5%)] and on inhaler technique/DPI [n=177(87.2%)]. Conclusion: Based on the results, nurses have an effective need for continued training on inhaler technique.


Assuntos
Humanos , Inaladores Dosimetrados , Enfermeiros , Inaladores de Pó Seco
10.
Estima (Online) ; 18(1): e0220, jan.-dez. 2020. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1096190

RESUMO

Introdução: A lesão medular resulta em falha no esvaziamento da bexiga, deixando o indivíduo exposto a risco de infecção recorrente de trato urinário, refluxo vesicoureteral e até perda da função renal. O cateterismo intermitente limpo (CIL) é o método de escolha para esvaziamento da bexiga nesses casos. Apesar de ter uma técnica simples, sua realização deve ser bem orientada a fim de evitar complicações como infecções ou traumas. A orientação para a técnica deve ser realizada ainda no período de internação pela lesão, cujo responsável é o enfermeiro. Objetivo: Avaliar o conhecimento dos enfermeiros que atuam em hospital de atendimento ao trauma com relação ao cateterismo intermitente limpo. Métodos: Questionário construído com base nas diretrizes da Associação Europeia de Enfermeiros Urológicos, aplicado a 18 enfermeiros de um hospital universitário, referência no atendimento do trauma raquimedular, a respeito de disfunção neurológica de trato urinário inferior e cateterismo intermitente limpo. Resultados: Os participantes apresentaram conhecimento expressivo a respeito da disfunção neurológica de trato urinário inferior e CIL. Houve erros quanto à técnica do CIL nos quesitos de indicação do uso luvas de procedimento, na lubrificação do cateter, coleta de culturas periódicas de urina, uso antibióticos e na necessidade de orientação antes da alta hospitalar. Conclusão: Apesar de a amostra demonstrar conhecimento em várias questões relacionadas ao tema, os erros indicam necessidade de capacitação e principalmente de conscientização quanto à responsabilidade de orientação antes da alta hospitalar.


Assuntos
Cateterismo Urinário , Enfermeiros
11.
Estima (Online) ; 18(1): e0220, jan.-dez. 2020. tab
Artigo em Inglês | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1096193

RESUMO

Introduction: Spinal cord injury results in failure to empty the bladder, leaving the individual exposed to the risk of recurrent urinary tract infection, vesicoureteral reflux and even loss of renal function. Clean intermittent catheterization (CIC) is the method of choice for emptying the bladder in these cases. Although it has a simple technique, its performance should be well oriented in order to avoid complications such as infections or traumas. Guidance for the technique should be performed during the hospitalization period due to the injury and the nurse is responsible for this action. Objective: To evaluate the knowledge of nurses working in a trauma care hospital in relation to clean intermittent catheterization. Methods: Questionnaire constructed based on the guidelines of the European Association of Urological Nurses, applied to 18 nurses from a university hospital, a reference in the treatment of spinal trauma, regarding neurological dysfunction of the lower urinary tract and clean intermittent catheterization. Results: The participants presented expressive knowledge about lower urinary tract neurological dysfunction and CIC. There were errors regarding the CIC technique in the indication of the use of procedure gloves, in the lubrication of the catheter, collection of periodic urine cultures, use of antibiotics and in the need for instructions before discharge from hospital. Conclusion: Although the sample demonstrated knowledge on several issues related to the subject, the errors indicate the need for training and especially awareness of the responsibility of guidance before discharge from hospital.


Assuntos
Cateterismo Urinário , Enfermeiros
12.
Rev. enferm. UERJ ; 28: e46131, jan.-dez. 2020.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1146409

RESUMO

Objetivo: descrever e analisar as dificuldades e facilidades percebidas por enfermeiros para implementação do processo educativo dirigido às pessoas com estomia. Método: estudo qualitativo e exploratório, apoiada no materialismo histórico e no método dialético. A coleta ocorreu em um Centro de Reabilitação no Rio de Janeiro, com seis enfermeiros, por meio da triangulação de métodos (observação participante, entrevista e análise de registros de enfermagem), entre dezembro de 2014 e março de 2015. Resultados: os fatores dificultadores do processo educativo foram: estrutura física inadequada, escassez de recursos financeiro e humano. Além disso, apreendeu-se déficit na formação e qualificação dos enfermeiros. Os fatores facilitadores incluíram: fornecimento de equipamentos e adjuvantes para as pessoas com estomia e criação de grupos de apoio para esta clientela. Conclusão: concluiu-se que existem contradições e discrepâncias na execução do processo educativo relacionadas à organização laboral, à formação e aos aspectos legais.


Objective: to describe and analyze what nurses perceive to be difficult and simple to implement in the process of educating people with ostomies Method: this qualitative, exploratory study was supported by historical materialism and the dialectical method. Data were collected from six nurses at a Rehabilitation Center in Rio de Janeiro, using a triangulation of methods (participant observation, interview, and analysis of nursing records), between December 2014 and March 2015. Results: the factors that hampered the educational process were inappropriate physical structure, and scarcity of financial and human resources. There was also found to be a deficit in the nurses' training and qualification. Enabling factors included: provision of equipment and adjuvants for people with ostomies, and creation of support groups for this clientele. Conclusion: it was concluded that execution of the educational process suffers from contradictions and discrepancies relating to work organization, training, and legal aspects.


Objetivo: describir y analizar lo que las enfermeras perciben como difícil y simple de implementar en el proceso de educación de las personas con ostomías Método: este estudio cualitativo, exploratorio, se sustenta en el materialismo histórico y el método dialéctico. Se recolectaron datos de seis enfermeras en un Centro de Rehabilitación de Río de Janeiro, mediante una triangulación de métodos (observación participante, entrevista y análisis de registros de enfermería), entre diciembre de 2014 y marzo de 2015. Resultados: los factores que obstaculizaron el proceso educativo fueron estructura física inadecuada y escasez de recursos financieros y humanos. También se constató un déficit en la formación y calificación de las enfermeras. Los factores habilitantes incluyeron: provisión de equipo y adyuvantes para personas con ostomías y creación de grupos de apoyo para esta clientela. Conclusión: se concluyó que la ejecución del proceso educativo adolece de contradicciones y discrepancias relacionadas con la organización del trabajo, la formación y los aspectos legales.


Assuntos
Humanos , Centros de Reabilitação , Autocuidado , Educação em Saúde , Estomas Cirúrgicos , Enfermeiros , Brasil , Adaptação , Pesquisa Qualitativa
13.
Enferm. foco (Brasília) ; 11(6): 14-20, dez. 2020. graf, tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1179892

RESUMO

Objetivo: identificar na literatura nacional e internacional a repercussão na saúde mental do enfermeiro que atua na linha de frente do cuidado na pandemia do novo coronavírus (COVID- 19), desde o início dos casos registrados em Wuhan. Metodologia: revisao integrativa da literatura realizada no mes de abril de 2020, mediante consulta as bases de dados Biblioteca Virtual em Sa.de (BVS); e do Medical Subject Headings (MeSH) da National Library., Scopus e CINAHL. Resultado: nove artigos foram incluídos na amostra, eles destacam a escacess de recursos materiais nos hospitais e a prevalencia de níveis mais altos de sofrimento mental entre os enfermeiros em hospitais quando comparados a outras categorias profissionais na linha de frente do cuidado. Conclusão: fica evidenciado que a saúde mental dos enfermeiros lidando com a pandemia de Covid-19 é um tema que denamda mais atenção não só dos pesquiadores, mas também dos gestores em saúde e outras autoridades responsáveis por políticas de saúde. (AU)


Objective: identifying in Brazilian and international scientific literature, the mental health repercussions caused by the new coronavirus ( COVID 19) in nurses working on the front line of healthcare systems since the pandemic outbreak in Wuhan. Methodology: an integrative literature revision was made in April 2020 into the following databases: Virtual Health Library, Brazil (BVS); Medical Subject Headings (MeSH), USA; Scopus, and CINALH. Results: nine papers were included in the final sample; they highlighted the scarcity of material resources in the hospitals and the prevalence of higher levels of mental health suffering in the nurses compared to the other professional workers on the frontline. Conclusion: it is evident that the mental health of nurses handling the Covid-19 pandemic is a topic that needs more attention not only from researchers but also from health managers and other authorities in charge of health policies. (AU)


Objetivo: identificar en la literatura científica brasileña e internacional, las repercusiones en la salud mental causadas por el nuevo coronavirus (COVID 19) en enfermeras que trabajan en la primera línea de los sistemas de salud desde el brote de la pandemia en Wuhan. Metodología: en abril de 2020 se realizó una revisión integral de la literatura en las siguientes bases de datos: Biblioteca Virtual en Salud, Brasil (BVS); Encabezamientos de temas médicos (MeSH), EE. UU.; Scopus y CINALH. Resultados: se incluyeron nueve artículos en la muestra final; destacaron la escasez de recursos materiales en los hospitales y la prevalencia de mayores niveles de sufrimiento de salud mental en las enfermeras en comparación con los otros trabajadores profesionales en primera línea. Conclusión: es evidente que la salud mental de las enfermeras que manejan la pandemia de Covid-19 es un tema que necesita más atención no solo de los investigadores sino también de los gerentes de salud y otras autoridades a cargo de las políticas de salud. (AU)


Assuntos
Enfermeiros , Saúde Mental , Infecções por Coronavirus , Estresse Ocupacional , Transtornos Mentais
14.
Texto & contexto enferm ; 29: e20190089, Jan.-Dec. 2020. graf
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1101984

RESUMO

ABSTRACT Objective: to analyze the practices of novice graduated nurses in view of their social representations on intensive care to the critical patient provided in non-critical patient units. Method: a qualitative research, based on social representations, with 26 novice graduated nurses at a private university in Rio de Janeiro (Brazil). Data collection made between 2016 and 2017 by a semi-structured interview and lexical analysis by Alceste software. Results: the context of the Intensive Care Unit influences social representations, which mobilizes identity aspects of this environment that stereotype the ward as a disorganized place and that does not have material resources and trained professionals. Thus, when novice undergraduates act and despite the effort and dedication fail to transfer the patient, fear and lack of confidence are exacerbated, resulting in actions that can bring risks to the patient. Conclusion: there are stereotypes in relation to the clinic that limit the care actions of the novice undergraduates in relation to the critical patient, and should be re-signified in generalist education. It is recommended to develop follow-up programs for novice graduated nurses.


RESUMEN Objetivo: analizar las prácticas de enfermeros recién graduados sobre la base de sus representaciones sociales acerca del cuidado intensivodel paciente crítico prestado en unidades de pacientes no críticos. Método: investigación cualitativa, pautada en representaciones sociales, con 26 enfermeros recién graduados en una universidad privada de Rio de Janeiro (Brasil). La recolección de datos se realizó entre 2016 y 2017 mediante entrevistas semiestructuradas y análisis del tipo lexical por el software Alceste. Resultados: el contexto de la Unidad de Terapia Intensiva influye sobrelas representaciones sociales, y crea aspectos identitarios de este ambiente que marcan un estereotipo y estigmatizan a la enfermería como un lugar desorganizado que no dispone de recursos materiales ni de profesionales capacitados. En ese contexto, cuando actúan los recién graduados, y, a pesar de su esfuerzo y dedicación, no logran trasladar al paciente, se exacerban el miedo y la falta de confianza, que resultan en acciones que pueden implicar riesgos para el paciente. Conclusión: hay estereotipos en relación a la clínica que limitan los cuidados que el recién graduado presta al paciente crítico y que deben ser resignificados en la formación de grado. Se recomienda desarrollar programas de acompañamiento de enfermeros recién graduados.


RESUMO Objetivo: analisar as práticas de enfermeiros recém-formados em face das suas representações sociais sobre o cuidado intensivo ao paciente crítico prestado em unidades de pacientes não-críticos. Método: pesquisa qualitativa, pautada nas representações sociais, com 26 enfermeiros recém-formados em uma universidade privada do Rio de Janeiro (Brasil). Coleta de dados entre 2016 e 2017 por entrevista semiestruturada e análise do tipo lexical pelo software Alceste. Resultados: o contexto da Unidade de Terapia Intensiva influencia as representações sociais, o que mobiliza aspectos identitários deste ambiente que estereotipam a enfermaria como um local desorganizado e que não dispõe de recursos materiais e de profissionais capacitados. Com isso, quando os recém-formados agem e apesar do esforço e dedicação não conseguem transferir o paciente, exacerbam-se o medo e falta de confiança, resultando em ações que podem trazer riscos ao paciente. Conclusão: há estereótipos em relação à clínica que limitam as ações de cuidado do recém-formado frente ao paciente crítico, devendo ser resignificados na formação generalista. Recomenda-se desenvolver programas de acompanhamento dos enfermeiros recém-formados.


Assuntos
Humanos , Adulto , Adulto Jovem , Prática Profissional , Psicologia Social , Enfermagem , Cuidados Críticos , Cuidados de Enfermagem , Sistema Único de Saúde , Enfermeiras e Enfermeiros , Enfermeiros
15.
BMJ Case Rep ; 13(10)2020 Oct 31.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-33130587

RESUMO

A previously fit and well 37-year-old male healthcare worker presented with confusion, psychotic symptoms and a suicide attempt in the context of a new COVID-19 diagnosis. Following surgical interventions and an extended admission to the intensive care unit, he made a good recovery in terms of both his physical and mental health. A number of factors likely contributed to his presentation, including SARS-CoV-2 infection, severe insomnia, worry, healthcare worker-related stress, and the unique social and psychological stressors associated with the COVID-19 pandemic. This case highlights the need to further characterise the specific psychiatric sequelae of COVID-19 in community settings, and should remind general medical clinicians to be mindful of comorbid psychiatric symptoms when assessing patients with newly diagnosed COVID-19.


Assuntos
Infecções por Coronavirus/complicações , Infecções por Coronavirus/diagnóstico , Pneumonia Viral/complicações , Pneumonia Viral/diagnóstico , Transtornos Psicóticos/complicações , Transtornos Psicóticos/diagnóstico , Transtornos de Estresse Pós-Traumáticos/diagnóstico , Tentativa de Suicídio/prevenção & controle , Adulto , Infecções por Coronavirus/psicologia , Humanos , Masculino , Enfermeiros/psicologia , Estresse Ocupacional/complicações , Estresse Ocupacional/diagnóstico , Pandemias/prevenção & controle , Pandemias/estatística & dados numéricos , Pneumonia Viral/psicologia , Prognóstico , Transtornos Psicóticos/tratamento farmacológico , Transtornos Psicóticos/fisiopatologia , Medição de Risco , Transtornos de Estresse Pós-Traumáticos/complicações , Estresse Psicológico , Resultado do Tratamento , Reino Unido
16.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32660054

RESUMO

The population of nurses and nursing educators is facing significant human resource shortages. One of the pathways to combat this shortage is to recruit male individuals. However, due to social bias and social stigma, the social context may prevent male individuals from joining. There are two purposes of this study. First, this study aims to explore how the childhood experiences of these male nursing practitioners and nursing educators influence their educational decision. Second, from the perspectives of male nursing practitioners and nursing educators, the study aims to explore how the participants describe the relationships between their childhood experiences and lived stories. Based on Interpretative Phenomenological Analysis, the researcher collected data from 10 experienced male nursing practitioners and nursing educators in the United States. The general inductive approach was employed to categorize the themes. The results indicated that early life experiences, positive working experiences, and sense of belonging in the field of nursing always allowed the participants to overcome the social bias and stigma regarding the occupational bias of the nursing profession. The outcomes of this study provide clear recommendations to educators, policymakers, school leaders, and human resource planners to encourage gender social justice and improve their current curriculum for potential nursing professionals.


Assuntos
Currículo , Enfermeiros , Estigma Social , Recursos Humanos , Viés , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade
17.
Referência ; serV(3): 1-8, jul. 2020. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1143612

RESUMO

Enquadramento: A morte é uma realidade frequente, em contexto hospitalar, exigindo aos enfermeiros a apropriação de estratégias eficazes de gestão das emoções. Objetivos: Avaliar a efetividade de um programa de formação (PF) na gestão emocional em enfermeiros perante a morte do doente. Metodologia: Estudo pré-experimental de grupo único com avaliação pré e pós intervenção, realizado numa amostra de 20 enfermeiros de serviços de internamentos de oncologia. O instrumento de colheita de dados foi o questionário. Este integrava Escala de Avaliação do Perfil de Atitudes acerca da Morte (EAPAM), Escala de Coping com a Morte (ECM) e Escala de Avaliação de Implementação de Programas (EAIP), aplicado em três momentos distintos. Resultados: O PF levou a mudanças das atitudes nas dimensões: medo e neutralidade (EAPAM) e verificaram-se diferenças significativas no coping com a própria morte e com a morte dos outros (ECM), revelando uma capacitação nesta área. O PF foi classificado como muito bom (EAIP). Conclusão: A implementação do programa evidencia ser uma estratégia interventiva de empoderamento nestes enfermeiros, na autogestão emocional perante a morte.


Background: Death is a common reality in hospital settings, requiring nurses to adopt effective strategies for managing their emotions. Objectives: To assess the effectiveness of a training program for nurses' emotional management of patient death. Methodology: A one-group pretest-posttest pre-experimental study was conducted in a sample of 20 nurses working in oncology inpatient units. Data were collected using a questionnaire consisting of the Portuguese versions of the Revised Death Attitude Profile (Escala de Avaliação do Perfil de Atitudes acerca da Morte - EAPAM) and the Coping with Death Scale (ECM), and the Program Implementation Assessment Scale (EAIP), applied at three different periods. Results: The training program changed nurses' attitudes in the dimensions of fear of death and neutral-acceptance (EAPAM). Significant differences were found in coping with one's own death and the death of others (ECM), revealing improved skills in this area. The training program was rated as very good (EAIP). Conclusion: The implementation of the training program proves to be an effective strategy for improving nurses' emotional management of death.


Marco contextual: La muerte es una realidad frecuente en un entorno hospitalario y requiere que los enfermeros se apropien de estrategias eficaces de gestión emocional. Objetivos: Evaluar la efectividad de un programa de formación (PF) en la gestión emocional de los enfermeros ante la muerte de un paciente. Metodología: Estudio preexperimental de un solo grupo con evaluación previa y posterior a la intervención, realizado en una muestra de 20 enfermeros de pacientes oncológicos hospitalizados. El instrumento de recogida de datos fue el cuestionario. Este incluyó la Escala de Evaluación del Perfil de Actitudes ante la Muerte (Escala de Avaliação do Perfil de Atitudes acerca da Morte - EAPAM), la Escala de Coping con la Muerte (ECM) y la Escala de Evaluación de la Implementación de Programas (EAIP), aplicado en tres momentos diferentes. Resultados: El PF provocó cambios de actitud en las dimensiones: miedo y neutralidad (EAPAM) y hubo diferencias significativas en el afrontamiento (coping) de la muerte propia y de la de los demás (ECM), lo que reveló una capacitación en esta área. El PF fue clasificado como muy bueno (EAIP). Conclusión: La implementación del programa resulta ser una estrategia de intervención de empoderamiento en estos enfermeros en la autogestión emocional ante la muerte.


Assuntos
Capacitação Profissional , Enfermeiros , Morte , Educação , Ajustamento Emocional
18.
Viana do Castelo; s.n; 20200000. ilus, tab.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1222722

RESUMO

ortugal não é considerado um país de grande risco de ocorrência de calamidades, mas quando acontecem podem atingir grandes proporções, como aconteceu nos incêndios florestais em Pedrógão Grande. A literatura descreve que uma catástrofe dá-se quando o afluxo intenso de vítimas, associado à destruição de toda a ordem, se traduz na dificuldade de exercer "a medicina de massas", pela desproporcionalidade entre recursos humanos e materiais de socorro e vítimas a socorrer. O trabalho em contexto de catástrofe requer a mobilização de uma panóplia de competências técnicas, científicas e humanas, construindo um constante desafio para os profissionais de saúde, nomeadamente para o enfermeiro. Neste contexto, emergiu o interesse em estudar a realidade portuguesa neste domínio específico de intervenção, na catástrofe dos incêndios florestais em Pedrógão Grande. Assim, delineamos como objetivo geral deste estudo compreender as experiências vivenciadas pelos enfermeiros que tiveram intervenção na catástrofe dos incêndios florestais em Pedrogão Grande. Pretendemos contribuir para uma melhoria da intervenção dos profissionais em situações idênticas e minimização das suas repercussões quer nas pessoas afetadas, quer nos enfermeiros, tanto a nível pessoal como profissional. Tendo em conta o objetivo do estudo, a opção metodológica orientou-se para uma abordagem qualitativa recorrendo a um estudo descritivo, transversal com características fenomenológicas. Para a recolha de dados utilizou-se a entrevista semiestrutura a dez enfermeiros que tiveram intervenção nos dois primeiros dias da referida catástrofe, selecionados com recurso à técnica "bola de neve", analisando-se a informação pelo método de análise de conteúdo proposto por Giorgi e Sousa (2010). Foram cumpridos os preceitos éticos necessários para a realização de um estudo de investigação. Da análise dos dados emergiram nove áreas temáticas: o significado atribuído à experiência; sentimentos / emoções vivenciadas pelos enfermeiros; factores facilitadores e dificultadores que interferiram na sua intervenção; necessidades sentidas durante a intervenção; implicações desta experiência para estes profissionais quer na vida pessoal quer na vida profissional; estratégias mobilizadas para lidar com a situação e sugestões de melhoria. Dos discursos produzidos pelos enfermeiros, foi possível identificar, um conjunto de significados atribuídos às experiências e sentimentos/emoções, sobretudo de índole negativa. Das dificuldades sentidas, estas incidiram maioritariamente a nível da organização, da falta de comunicações, da falta de experiência e de formação para atuar nestas situações excecionais. Mencionaram várias dificuldades associadas ao acesso ao local, como: o corte nos acessos, o desconhecimento da área (grande área geográfica) e falta de visibilidade devido ao fumo intenso. Relataram também, dificuldade em estabelecer prioridades e em gerir emoções, por inexperiência e défices de formação. As necessidades apontadas foram, sobretudo, ao nível de apoio emocional (durante e após a catástrofe) e da formação na área de catástrofe/ queimados. Verificou-se nos participantes uma grande perplexidade perante o fenómeno que vivenciaram e um discurso muito emotivo e repetitivo. Estes resultados sugerem que é importante valorizar de modo mais assertivo, que as catástrofes podem acontecer e implementar programas regulares de formação contínua na área da catástrofe, dos profissionais de emergência médica e de outros contextos de saúde, nomeadamente nos Cuidados de Saúde Primários, incluindo treinos regulares, assim como, providenciar apoio psicológico aos profissionais que intervêm no terreno. A falta de formação e de apoio psicológico pós-catástrofe apontam para a necessidade premente de um plano de catástrofe a nível nacional e regional adequado às novas realidades, com o objetivo de melhorar a organização/coordenação, quer dos meios como da intervenção, e munir os profissionais com ferramentas que permitam gerir a situação de catástrofe da melhor forma.


Portugal is not considered to be a high risk country for calamities. But reviewing literature, when they occur they can be of huge proportions, as it did occur during the forest fires at Pedrógão Grande (PG). According to literature, a catastrophe occurs when the intense influx of victims related to the destruction of the whole surroundings explains the difficulty of exercising "mass medicine", due to the disproportionality between human resources and relief materials and the victims to be helped. Working in disaster settings requires the mobilization of an array of technical, scientific and human competencies and skills promoting a relentless challenge for health professionals specifically nurses. It arose the opportunity to study Portuguese reality in this specific field of intervention, in the catastrophe of forest fires at Pedrógão Grande. In this sequence, the general objective of this study is to understand the experiences lived by nurses who had an active intervention in the catastrophe of forest fires at PG. Author intends to contribute to the improvement on the intervention of professionals and to minimize effects on affected people and nurses, both at personal and professional levels. Bearing in mind the objective of the study, the methodological option was oriented towards a qualitative approach using a descriptive transversal study with phenomenological characteristics. The data gathering was carried out through semistructured interviews counting on ten nurses who had intervened in the first two days of the referred catastrophe. For this purpose we used an intentional sampling through the "snowball" technique. For the analysis of collected information we used the content analysis based on the method proposed by Giorgi and Sousa (2010). The ethical formalities for carrying out the study were completed. From the analysis of the results, a set of thematic areas emerged, among which: the meaning attributed to the experience; the feelings/emotions experienced by the nurses; facilitating and hindering factors; the needs felt; implication in both personal and professional life; suggestions for improvement and strategies used to deal with the whole situation. From the speeches produced by nurses, taken by interview, it was possible to identify a set of meanings attributed to experiences and feelings/emotions mainly negative. The difficulties listed were mostly felt at the level of the organization, the lack of communications, and the lack of experience and training acting on these scenarios. The needs highlighted were mostly in terms of emotional support (during and after the catastrophe) and the lack of training regarding catastrophe and burns' patients. There was a great perplexity amongst participants regarding the phenomenon they experienced and author acknowledged a very emotional and repetitive discourse during interviews. Panoply of difficulties emerged associated with access to the site, namely, the cut in access, the lack of knowledge of the geographical area / large geographical area, and lack of visibility due to surrounding smoke. They also reported difficulty establishing priorities and managing emotions, they attribute to the lack of experience and training. These results suggest that it is important to implement, among other measures, strategies to promote continuous training on the area of catastrophe, including regular training, as well as psychological support for professionals who intervene on this context, including both professionals of the emergency system and primary health care. The lack of training and post-catastrophe psychological support pinpoints the rapid need for a catastrophe plan at a national and regional levels, tailored to the current needs, and aimed to improve managing/coordination, and giving professionals tools to better manage future catastrophic scenarios.


Assuntos
Incêndios Florestais , Desastres , Angústia Psicológica , Enfermeiros , Ferimentos e Lesões
19.
J Clin Nurs ; 29(17-18): 3336-3348, 2020 Sep.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32497347

RESUMO

AIMS AND OBJECTIVES: To examine nurses' perceptions of physical and verbal violence perpetrated by patients and visitors and to investigate themes surrounding gender and the incidence of violence. BACKGROUND: The prevalence of violence towards nurses is a concern for nurses and hospital administrators. However, nurses who work in acute care and mental healthcare settings are particularly at high risk. This study examines the occurrence, type of violence and gender issues in a regional public hospital of Queensland Australia. DESIGN: An exploratory, qualitative design. METHODS: Focus group interviews with 23 nurses from Emergency Department (ED), Intensive Care Unit (ICU) and Psychiatry Department (PD) working in Queensland regional public hospital, Australia. Qualitative data were transcribed and thematically analysed manually and by NVivo. COREQ research reporting checklist followed. RESULTS: Participants reported frequent incidents of verbal and physical violence on a daily basis. Severe incidence included punching, kicking, biting and scratching, as well as threats of using weapons, such as knives. Patients were more likely to exhibit physical violence, especially towards male nurses, while hospital visitors including patient's family were more likely to exhibit verbal violence. Allocating male nurses in volatile areas and to care for violent patients raises concerns that the male nurses may be seen by their patients as "bodyguards" and not as a professional nurse. CONCLUSION: Findings indicate that staff believe that violence is increasing, feel the burden to accept that violence as part of the job and that the bureaucratic processes of the organisation make it difficult to address violence or get support. Organisations need to be vigilant in ensuring assistance is accessible and simplified. RELEVANT TO CLINICAL PRACTICE: This study contributes new knowledge to the discussion concerning of gender issues. Identifying gender issues could assist in developing the necessary interventions to reduce workplace violence.


Assuntos
Recursos Humanos de Enfermagem no Hospital/psicologia , Violência no Trabalho/psicologia , Adulto , Idoso , Atitude do Pessoal de Saúde , Serviço Hospitalar de Emergência , Feminino , Humanos , Unidades de Terapia Intensiva , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Enfermeiros/psicologia , Unidade Hospitalar de Psiquiatria , Pesquisa Qualitativa , Queensland , Violência no Trabalho/estatística & dados numéricos
20.
Bragança; s.n; Instituto Politécnico de Bragança; 20200000.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1222521

RESUMO

O perfil autónomo dos enfermeiros na prestação de cuidados ao doente com Síndrome Coronário Agudo (SCA) deve ser enfatizado como uma prioridade educacional e de desenvolvimento profissional. Paulatinamente, as instituições de saúde e seus colaboradores são "pressionados" para prestarem os cuidados baseados na melhor evidência científica disponível. Neste sentido, o debate sobre esta temática no processo de atendimento deste tipo de emergências médicas, é imperativo, tendo em vista os maiores e melhores ganhos positivos na saúde daqueles que cuidamos. Objetivo: Determinar se os conhecimentos dos enfermeiros portugueses acerca das intervenções autónomas no doente com síndrome coronário agudo, predizem a respetiva prática baseada em evidências (PBE) Métodos: O estudo do tipo descritivo analítico-correlacional, transversal insere-se numa metodologia de investigação quantitativa. A amostra é não probabilística por conveniência, constituída por 738 participantes, representando cerca de 1% dos enfermeiros portugueses inscritos na OE, maioritariamente do sexo feminino (76%), com predomínio da faixa etária dos 31- 40 anos (41,7%). Foram aplicados 3 questionários (QAHDSAP; QCIAEFDSCA e QECPBE-20) , via Google Forms. Resultados: A maioria dos enfermeiros da amostra possui o bacharelato/licenciatura (75,1%) e possui um tempo de serviço ≤10 anos (41,2%). O título de enfermeira(o) está presente em 61,2% dos participantes e 38,8% são especialistas, dos quais 42,7% são de enfermagem médico-cirúrgica. Apurou-se que a idade, o sexo, as habilitações profissionais e académicas, o tempo de exercício, o título profissional, a especialidade e a função exercida tiveram um efeito significativo nos conhecimentos e nos componentes estruturais da PBE manifestados pelos enfermeiros, sendo ambos diferentes segundo o sexo e a idade, existindo relação significativa com as características académicas/profissionais. Conclusão: Os conhecimentos dos enfermeiros portugueses são preditores da PBE e viceversa, pelo que se impõe intervir a três níveis: fomentar o aprofundamento destes conceitos nos diferentes níveis de formação académica; desenvolver investigação científica sobre esta temática e promover a formação contínua em enfermagem, em especial acuidade, nas equipas de enfermagem que potencialmente irão cuidar das pessoas com SCA.


The autonomous profile of nurses in providing care to patients with Acute Coronary Syndrome (ACS) should be emphasized as an educational and professional development priority. Gradually, health institutions and their employees are "pressured" to provide care based on the best available scientific evidence. In this sense, the debate on this theme in the process of attending this type of medical emergency is imperative, in view of the biggest and best positive gains in the health of those we care for. Objective: To determine whether the knowledge of Portuguese nurses about autonomous interventions in patients with acute coronary syndrome, predict the respective evidence-based practice (EBP). Methods: The cross-sectional analytical-descriptive study is part of a quantitative research methodology. The sample is non-probabilistic for convenience, consisting of 738 participants, representing about 1% of Portuguese nurses enrolled in OE, mostly female (76%), with a predominance of the age group of 31-40 years (41.7%) . Three questionnaires were applied (QAHDSAP; QCIAEFDSCA and QECPBE-20), via Google Forms. Results: Most of the nurses in the sample have a bachelor's degree / undergraduate degree (75.1%) and have a service time ≤10 years (41.2%). The title of nurse (o) is present in 61.2% of the participants and 38.8% are specialists, of which 42.7% are medical-surgical nurses. It was found that age, sex, professional and academic qualifications, exercise time, professional title, specialty and function performed had a significant effect on the knowledge and structural components of EBP manifested by nurses, both being different according to sex and age, with a significant relationship with academic / professional characteristics. Conclusion: The knowledge of Portuguese nurses is a predictor of EBP and vice versa, so it is necessary to intervene at three levels: foster the deepening of these concepts at different levels of academic training; develop scientific research on this theme and promote continuous training in nursing, especially acuity, in nursing teams that potentially will take care of people with ACS.


Assuntos
Humanos , Síndrome Coronariana Aguda , Enfermeiros
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...