Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 1.085
Filtrar
2.
PLoS One ; 13(7): e0200503, 2018.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-30044849

RESUMO

BACKGROUND: This study deals with management of a group of elderly patients with a history of leprosy and hand deformities by a multidisciplinary team of dentists and occupational therapists. Assistive technology devices have been developed to allow such patients to obtain independence in oral self-care and can be a cost-effective approach to improving oral care in this population. The objective of this study was to describe the development of assistive devices to facilitate daily oral hygiene in older people with enduring leprosy-related impairments. METHODOLOGY: Case study realized among elders with a history of leprosy residents in a former isolation colony in Betim, Minas Gerais, Brazil. The elders were evaluated for dependence on others for denture hygiene and mouthwash using the Daily Oral Hygiene Activity Index (ADOH). Those deemed partially or completely dependent on others were eligible for an intervention based on assistive technology. We adopted a personalized approach to each case, taking into account medical history, physical impairment and living environment. Six months after the intervention, the participants were assessed again using the ADOH and an unstructured interview about use of the devices. PRINCIPAL FINDINGS: Assistive devices for denture hygiene and mouthwash were developed for 16 elders. These devices facilitated oral hygiene in most patients and there was no worsening in any of the cases. Patients' report suggested they were satisfied with the devices provided. CONCLUSIONS: This study demonstrated that assistive devices can facilitate oral hygiene activities in leprosy patients. It also reinforces the importance of using a multidisciplinary team for the rehabilitation of these patients.


Assuntos
Hospitais de Dermatologia Sanitária de Patologia Tropical , Hanseníase/reabilitação , Higiene Bucal/instrumentação , Autocuidado/instrumentação , Equipamentos de Autoajuda/economia , Atividades Cotidianas , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Brasil , Análise Custo-Benefício , Dentaduras , Estudos de Viabilidade , Feminino , Humanos , Hanseníase/complicações , Masculino , Higiene Bucal/economia , Higiene Bucal/métodos , Equipe de Assistência ao Paciente , Autocuidado/economia , Autocuidado/métodos
3.
Bauru; s.n; 2018. 19 p. tab.
Não convencional em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-PAPSESSP, Sec. Est. Saúde SP | ID: ses-36398

RESUMO

O modo como os idosos enfrentam os obstáculos após o diagnóstico da hanseníase (comprometimento funcional, participação social na vida familiar, profissional e comunitária) pode direcionar o planejamento das ações de prevenção de incapacidades e do programa de reabilitação a qual o idoso está inserido, de acordo com as necessidades individuais. Portanto, o objetivo deste estudo consiste em avaliar a limitação na realização de atividades de vida diária (AVDs), participação social e as estratégias de enfrentamento em idosos afetados pela hanseníase. Fizeram parte desse estudo 70 idosos afetados pela doença, em acompanhamento no Instituto Lauro de Souza Lima, com idade igual ou superior a 60 anos. Foram utilizados cinco instrumentos de avaliação, a saber: Questionário com dados sociodemográficos e clínicos, Avaliação do grau de incapacidade (GI), SALSA, Escala de Participação Social e Inventário de Coping. Foi utilizada análise estatística descritiva para a caracterização da casuística. Houve um predomínio de pacientes do sexo masculino (67,14%), multibacilares (87,14%), com tempo de diagnóstico maior de 20 anos (42,85%), GI 2 (64,28%), idosos com alguma limitação nas AVDs (91,43%), sem restrição significativa (51,43%) e com restrições a participação social de leve à grave (48,57%). Quanto às estratégias de enfrentamento, as estratégias positivas mais utilizadas foram “reavaliação positiva” (70%), “resolução de problemas” (65,7%) e “suporte social” (65,7%), e, as negativas mais utilizadas foram “autocontrole” (67,2%) e “afastamento” (62,9%). Embora tenham predominado GI 2 , limitações na realização das AVDs e restrição participação social, houve predomínio de estratégias de enfrentamento positivas, o que poderia ser justificado pelo tempo de convivência e evolução da doença, durante o processo de ressignificação da doença e das limitações adquiridas. A identificação das estratégias de enfrentamento em idosos pode auxiliar na investigação de fatores psicológicos e sociais que interferem no seu cotidiano e, com isso, todos os profissionais da saúde poderão planejar ações mais eficazes de prevenção e reabilitação em hanseníase, de posse a esses conhecimentos(AU)


The way in which the elderly face obstacles after diagnosis of leprosy (functional impairment, social participation in family, professional and community life) can guide the planning of the disability prevention actions and the rehabilitation program to which the elderly are inserted, according to individual needs. There for, the objective of this study is to evaluate the limitation of daily living activities (ADLs), social participation and coping strategies in elderly people affected by leprosy. This study included 70 elderly people affected by the disease, who were followed up at the Lauro de Souza Lima Institute, aged 60 or over. Five evaluation instruments were used: questionnaire with sociodemographic and clinical data, assessment of the degree of incapacity (GI), SALSA, Social Participation Scale and Coping Inventory. Descriptive statistical analysis was used to characterize the sample. There was a predominance of male patients (67,14%), multibacillary patients (87,14%), diagnosed over 20 years (42,85%), GI 2 (64,28%), elderly patients with some limitation in ADLs (91,43%), without significant restriction (51.43%) and with restrictions on social participation from mild to severe (48,57%). As for coping strategies, the most commonly used positive strategies were "positive reassessment" (70%), "problem solving" (65,7%) and "social support" (65,7%), were "self-control" (67,2%) and "remoteness" (62,9%). Although GI 2 predominated, limitations in performing ADLs and social participation restriction, there was a predominance of positive coping strategies, which could be justified by the time of coexistence and evolution of the disease, during the process of re-signification of the disease and acquired limitations. The identification of coping strategies in the elderly can help in the investigation of psychological and social factors that interfere with their daily life, and with this, all health professionals can plan more effective actions of prevention and rehabilitation in leprosy, in possession of this knowledge(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Hanseníase/psicologia , Hanseníase/reabilitação , Adaptação Psicológica , Atividades Cotidianas/psicologia , Participação Social/psicologia
4.
Bauru; s.n; 2018. 19 p. tab.
Não convencional em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-PAPSESSP, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1085521

RESUMO

O modo como os idosos enfrentam os obstáculos após o diagnóstico da hanseníase (comprometimento funcional, participação social na vida familiar, profissional e comunitária) pode direcionar o planejamento das ações de prevenção de incapacidades e do programa de reabilitação a qual o idoso está inserido, de acordo com as necessidades individuais. Portanto, o objetivo deste estudo consiste em avaliar a limitação na realização de atividades de vida diária (AVDs), participação social e as estratégias de enfrentamento em idosos afetados pela hanseníase. Fizeram parte desse estudo 70 idosos afetados pela doença, em acompanhamento no Instituto Lauro de Souza Lima, com idade igual ou superior a 60 anos. Foram utilizados cinco instrumentos de avaliação, a saber: Questionário com dados sociodemográficos e clínicos, Avaliação do grau de incapacidade (GI), SALSA, Escala de Participação Social e Inventário de Coping. Foi utilizada análise estatística descritiva para a caracterização da casuística. Houve um predomínio de pacientes do sexo masculino (67,14%), multibacilares (87,14%), com tempo de diagnóstico maior de 20 anos (42,85%), GI 2 (64,28%), idosos com alguma limitação nas AVDs (91,43%), sem restrição significativa (51,43%) e com restrições a participação social de leve à grave (48,57%). Quanto às estratégias de enfrentamento, as estratégias positivas mais utilizadas foram “reavaliação positiva” (70%), “resolução de problemas” (65,7%) e “suporte social” (65,7%), e, as negativas mais utilizadas foram “autocontrole” (67,2%) e “afastamento” (62,9%). Embora tenham predominado GI 2 , limitações na realização das AVDs e restrição participação social, houve predomínio de estratégias de enfrentamento positivas, o que poderia ser justificado pelo tempo de convivência e evolução da doença, durante o processo de ressignificação da doença e das limitações adquiridas. A identificação das estratégias de enfrentamento em idosos pode auxiliar na investigação de fatores psicológicos e sociais que interferem no seu cotidiano e, com isso, todos os profissionais da saúde poderão planejar ações mais eficazes de prevenção e reabilitação em hanseníase, de posse a esses conhecimentos


The way in which the elderly face obstacles after diagnosis of leprosy (functional impairment, social participation in family, professional and community life) can guide the planning of the disability prevention actions and the rehabilitation program to which the elderly are inserted, according to individual needs. There for, the objective of this study is to evaluate the limitation of daily living activities (ADLs), social participation and coping strategies in elderly people affected by leprosy. This study included 70 elderly people affected by the disease, who were followed up at the Lauro de Souza Lima Institute, aged 60 or over. Five evaluation instruments were used: questionnaire with sociodemographic and clinical data, assessment of the degree of incapacity (GI), SALSA, Social Participation Scale and Coping Inventory. Descriptive statistical analysis was used to characterize the sample. There was a predominance of male patients (67,14%), multibacillary patients (87,14%), diagnosed over 20 years (42,85%), GI 2 (64,28%), elderly patients with some limitation in ADLs (91,43%), without significant restriction (51.43%) and with restrictions on social participation from mild to severe (48,57%). As for coping strategies, the most commonly used positive strategies were "positive reassessment" (70%), "problem solving" (65,7%) and "social support" (65,7%), were "self-control" (67,2%) and "remoteness" (62,9%). Although GI 2 predominated, limitations in performing ADLs and social participation restriction, there was a predominance of positive coping strategies, which could be justified by the time of coexistence and evolution of the disease, during the process of re-signification of the disease and acquired limitations. The identification of coping strategies in the elderly can help in the investigation of psychological and social factors that interfere with their daily life, and with this, all health professionals can plan more effective actions of prevention and rehabilitation in leprosy, in possession of this knowledge


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Hanseníase/psicologia , Hanseníase/reabilitação , Adaptação Psicológica , Atividades Cotidianas/psicologia , Participação Social/psicologia
5.
Acta fisiátrica ; 24(3): 120-126, set. 2017.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-968416

RESUMO

Na hanseníase, a presença de sintomas dermatoneurológicos com potencial evolução para incapacidades físicas pode comprometer a qualidade de vida (QV) e a imagem corporal do paciente. Objetivo: Avaliar as possíveis associações entre a QV, o Grau de Incapacidade (GI) e o Desenho da Figura Humana (DFH) em indivíduos com neuropatia hansênica. Método: Este estudo consiste em um estudo descritivo, com abordagem quanti-qualitativa. Foram utilizados quatro instrumentos de avaliação: Questionário sociodemográfico, NeuroQol (Neuropathy ­ Specific Quality of Life Questionnaire), DFH e Formulário de avaliação do GI. Foram incluídos pacientes com GI 1 ou 2 nos pés e idade igual ou superior a 18 anos. Resultados: Foram avaliados 100 indivíduos. Entre aqueles com GI 2, houve uma tendência à omissão do nariz (p=0,050) e DFH no tamanho pequeno (p=0,047). Houve associação entre o DFH e o domínio QV Sintomas difuso sensitivo-motores (p=0,035), sugerindo que a omissão dos pés no DFH pode representar perda da QV. Conclusão: Indivíduos com neuropatia hansênica apresentam QV boa à moderada. A omissão de segmentos do corpo pode indicar conflitos e sentimentos de insegurança. Há indícios de perda de autonomia quando o paciente omite ou corta os pés no DFH


In Leprosy, the presence of dermatoneurological symptoms with potential evolution to physical disabilities may influence the quality of life (QoL) and the patient's body image. Objective: To evaluate possible associations between the QoL, degree of disability (DoD) and human figure drawing (HFD) in individuals with leprosy neuropathy. Method: This is a descriptive study with a quanti-qualitative approach. Four evaluation instruments were used: a sociodemographic questionnaire, quality of life in neurological disorder questionnaire (Neuro-QoL), HFD and DoD evaluation form. Patients with DoD grades 1 or 2 of the feet and age equal to or greater than 18 were included in this study. Results: One hundred individuals were evaluated. Individuals with DoD grade 2 tended to omit the nose (p=0.050) and the HFD was small (p=0.047). An association was identified between the HFD and the QoL with dominance of diffuse sensory-motor symptoms (p=0.035) suggesting that omission of the feet in the HFD may represent a loss of QoL. Conclusion: Individuals with leprosy neuropathy have a good to moderate QoL but the omission of body segments may indicate conflicts and feelings of uncertainty. There is evidence of loss of autonomy when the subject omits or cuts off the feet in the HFD


Assuntos
Humanos , Qualidade de Vida , Imagem Corporal , Pessoas com Deficiência , Hanseníase/reabilitação , Epidemiologia Descritiva
6.
Rev Bras Enferm ; 70(4): 711-718, 2017.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-28793099

RESUMO

Objective:: to investigate the association between socio-demographic and clinical factors and the functional capacity of older adults with leprosy. Method:: cross-sectional analytical study conducted in Fortaleza, Ceará, Brazil, with 77 older adult patients with leprosy in a referral service, through interview, medical records and application of the Katz Index and the Lawton and Brody Scale. Results:: the mean age was 68.23 years, with prevalence of men, in stable union/married, with mean monthly family income of 2.04 minimum wages, positive bacillary index, clinical dimorphic form and grade zero disability. In the Lawton and Brody scale, independence (58.5%) was predominant and associated to the variables "living arrangement" and "educational attainment". Total independence (87.0%) was predominant in the Katz Index and statistically associated to the variable monthly family income. Conclusion:: most of the participants were classified as independent in the instruments used. Furthermore, the instruments pointed to a greater number of associations with socio-demographic and clinical factors not related to leprosy. Objetivo:: investigar a associação de fatores sociodemográficos e clínicos à capacidade funcional de idosos com hanseníase. Método:: estudo transversal, analítico realizado em Fortaleza, Ceará, com 77 idosos com hanseníase acompanhados em serviço de referência, através de entrevista, consulta ao prontuário e aplicação do Índice de Katz e Escala de Lawton e Brody. Resultados:: a média de idade foi de 68,23 anos, com prevalência de sexo masculino, união estável/casado, renda familiar mensal média de 2,04 salários mínimos, índice baciloscópico positivo, forma clínica dimorfa e Grau de Incapacidade Física zero. Na escala de Lawton e Brody prevaleceu a independência (58,5%) com associação às variáveis "com quem reside" e "escolaridade". Destacou-se a independência total (87,0%) no índice de Katz, associando-se estatisticamente a variável renda familiar mensal. Conclusão:: a maioria dos participantes mostrou-se independente nos instrumentos utilizados. Ademais, os instrumentos apontaram mais associações a fatores sociodemográficos e clínicos não relacionados com a hanseníase.


Assuntos
Atividades Cotidianas , Hanseníase/complicações , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Brasil , Comorbidade , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Hanseníase/reabilitação , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Fatores Socioeconômicos , Inquéritos e Questionários
7.
Bauru; s.n; 2017. 14 p. tab.
Não convencional em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-PAPSESSP, Sec. Est. Saúde SP | ID: ses-34710

RESUMO

Esse estudo tem por objetivo avaliar a capacidade funcional da mão das pessoas atingidas pela hanseníase na realização das atividades básicas e instrumentais da vida diária. A amostra foi constituída por 50 pacientes, maiores de 18 anos, que estavam sendo acompanhados no ambulatório do Instituto Lauro de Souza Lima. Para avaliação das características sociodemográficas e clínicas foi elaborado um questionário próprio. As dificuldades manuais para realizar atividades nas áreas de vestuário, alimentação, higiene pessoal, cuidados com a casa, escrita e outros foram avaliados por meio da Avaliação Funcional das Mãos em Hanseníase (AFMH). Os resultados demonstram que em todas as atividades houve algum grau de dificuldade, porém, a maioria dos pacientes as realiza com independência. As atividades consideradas mais difíceis de serem executadas pelos pacientes com garra ulnar foram: pegar objetos pequenos em superfície plana, abrir/fechar fecho de corrente e cortar unhas. Na população de pacientes com garra ulnar/mediano foram: pegar objetos pequenos em superfície plana, abotoar/desabotoar, dar laço/amarrar cadarço e abrir/fechar fecho de corrente. As atividades são realizadas com algum grau de dificuldade, porém, com independência pela maioria dos indivíduos que tem ou tiveram hanseníase e apresentam deformidades visíveis. Muitas dessas dificuldades podem ser minimizadas por meio de transferências tendinosas ou pela indicação, confecção e uso de tecnologia assistiva.(AU)


This study aims to evaluate the functional capacity of the hand of people affected by leprosy in performing basic and instrumental activities of daily living. The sample consisted in 50 patients, older than 18 years, who were being treated at the Lauro de Souza Lima Institute’s ambulatory. A questionnaire was developed to assess sociodemographic and clinical characteristics. The manual difficulties to perform activities in the areas of clothing, food, personal hygiene, home care, writing and others were evaluated according to the Functional Assessment of Leprosy Hands (AFMH).The results shows that in all activities there were some degrees of difficulty, however, most patients perform them independently. The activities considered more difficult to perform by ulnar claw patients were: to pick up small objects on a flat surface, to open / close chain closure and to cut nails. In the population of patients with ulnar / median claws were: pick up small objects on a flat surface, button / unbutton, tie / tie shoelace and open / close chain closure. The activities are performed with some degree of difficulty, however, independently by most individuals who have or have had leprosy and have visible deformities. Many of these difficulties can be minimized by means of tendinous transfers or the indication, confection and use of assistive technology.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Hanseníase/complicações , Deformidades Adquiridas da Mão , Atividades Cotidianas , Hanseníase/reabilitação , Pessoas com Deficiência
8.
Bauru; s.n; 2017. 14 p. tab.
Não convencional em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-PAPSESSP, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1084224

RESUMO

Esse estudo tem por objetivo avaliar a capacidade funcional da mão das pessoas atingidas pela hanseníase na realização das atividades básicas e instrumentais da vida diária. A amostra foi constituída por 50 pacientes, maiores de 18 anos, que estavam sendo acompanhados no ambulatório do Instituto Lauro de Souza Lima. Para avaliação das características sociodemográficas e clínicas foi elaborado um questionário próprio. As dificuldades manuais para realizar atividades nas áreas de vestuário, alimentação, higiene pessoal, cuidados com a casa, escrita e outros foram avaliados por meio da Avaliação Funcional das Mãos em Hanseníase (AFMH). Os resultados demonstram que em todas as atividades houve algum grau de dificuldade, porém, a maioria dos pacientes as realiza com independência. As atividades consideradas mais difíceis de serem executadas pelos pacientes com garra ulnar foram: pegar objetos pequenos em superfície plana, abrir/fechar fecho de corrente e cortar unhas. Na população de pacientes com garra ulnar/mediano foram: pegar objetos pequenos em superfície plana, abotoar/desabotoar, dar laço/amarrar cadarço e abrir/fechar fecho de corrente. As atividades são realizadas com algum grau de dificuldade, porém, com independência pela maioria dos indivíduos que tem ou tiveram hanseníase e apresentam deformidades visíveis. Muitas dessas dificuldades podem ser minimizadas por meio de transferências tendinosas ou pela indicação, confecção e uso de tecnologia assistiva.


This study aims to evaluate the functional capacity of the hand of people affected by leprosy in performing basic and instrumental activities of daily living. The sample consisted in 50 patients, older than 18 years, who were being treated at the Lauro de Souza Lima Institute’s ambulatory. A questionnaire was developed to assess sociodemographic and clinical characteristics. The manual difficulties to perform activities in the areas of clothing, food, personal hygiene, home care, writing and others were evaluated according to the Functional Assessment of Leprosy Hands (AFMH).The results shows that in all activities there were some degrees of difficulty, however, most patients perform them independently. The activities considered more difficult to perform by ulnar claw patients were: to pick up small objects on a flat surface, to open / close chain closure and to cut nails. In the population of patients with ulnar / median claws were: pick up small objects on a flat surface, button / unbutton, tie / tie shoelace and open / close chain closure. The activities are performed with some degree of difficulty, however, independently by most individuals who have or have had leprosy and have visible deformities. Many of these difficulties can be minimized by means of tendinous transfers or the indication, confection and use of assistive technology.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Atividades Cotidianas , Deformidades Adquiridas da Mão , Hanseníase/complicações , Hanseníase/reabilitação , Pessoas com Deficiência
9.
Rev Soc Bras Med Trop ; 49(5): 644-647, 2016.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-27812664

RESUMO

INTRODUCTION: : We aimed to investigate the feasibility of assistive technology (AT) devices to improve leprosy patients' occupational performances and satisfaction. METHODS: : This is a pretest-posttest design study. The Canadian Occupational Performance Measure was used to assess the occupational performance and satisfaction of five leprosy participants with grade 2 disabilities before and after ten 45-minute interventions using assistive technology devices. RESULTS: : The data showed a statistically significant 7-point average improvement (p<0.05) in participants' post-intervention performance and satisfaction scores. CONCLUSIONS: : Assistive technology devices may be useful therapeutic tools to enhance autonomy/independence and satisfaction of leprosy patients with grade 2 disabilities.


Assuntos
Pessoas com Deficiência , Hanseníase/reabilitação , Satisfação do Paciente , Equipamentos de Autoajuda , Atividades Cotidianas , Adolescente , Adulto , Idoso , Feminino , Humanos , Hanseníase/complicações , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Índice de Gravidade de Doença , Adulto Jovem
10.
Glob Public Health ; 11(5-6): 666-82, 2016.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-27219896

RESUMO

The Stigma Assessment and Reduction of Impact project aims to assess the effectiveness of stigma-reduction interventions in the field of leprosy. Participatory video seemed to be a promising approach to reducing stigma among stigmatized individuals (in this study the video makers) and the stigmatisers (video audience). This study focuses on the video makers and seeks to assess the impact on them of making a participatory video and to increase understanding of how to deal with foreseeable difficulties. Participants were selected on the basis of criteria and in collaboration with the community health centre. This study draws on six qualitative methods including interviews with the video makers and participant observation. Triangulation was used to increase the validity of the findings. Two videos were produced. The impact on participants ranged from having a good time to a greater sense of togetherness, increased self-esteem, individual agency and willingness to take action in the community. Concealment of leprosy is a persistent challenge, and physical limitations and group dynamics are also areas that require attention. Provided these three areas are properly taken into account, participatory video has the potential to address stigma at least at three levels - intrapersonal, interpersonal and community - and possibly more.


Assuntos
Pesquisa Participativa Baseada na Comunidade/métodos , Hanseníase/psicologia , Autoimagem , Estigma Social , Adulto , Revelação , Feminino , Humanos , Indonésia , Hanseníase/reabilitação , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Pesquisa Qualitativa , Vergonha , Gravação de Videoteipe
11.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 8(2): 4435-4446, abr.-jun. 2016. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-27728

RESUMO

Objective: tracing the social-epidemiologic and clinical profile of old people affected by leprosy. Method: a descriptive study of a quantitative approach, with a sample of 60 elderly people affected by leprosy, in two rehabilitation centers in São Luís (MA). A semi-structured questionnaire was used, containing identification data, social epidemiologic and clinical aspects, analyzed by the program EpiInfo version 7. Results: among the elderly, most were between 60 to 69 years old (53,3%), male (58,3%), brown color (66,6%), married (45%) and up to 6 (six) household contacts (76,6%). In relation to the operational rating, 95% were Multibacillary forms, with predominance to the Dimorphic (60%) and Wirchowiana (25,5%), the majority in 1 degree of disability (45%) and making use of multidrug therapy/Multibacillary/12 doses (93%). Conclusion: this information can contribute to different aspects and managerial assistance, as well as make it possible to provide integral care as advocates the principles and guidelines of the Unified Health System.(AU)


Objetivo: traçar o perfil socioepidemiológico e clínico de idosos afetados por hanseníase. Método: estudo descritivo de abordagem quantitativa com uma amostra de 60 idosos afetados por hanseníase em dois Centros de Reabilitação em São Luís - MA. Foi utilizado um questionário semiestruturado contendo dados de identificação, aspectos socioepidemiológicos e clínicos, analisados pelo programa EpiInfo versão 7. Resultados: dentre os idosos, a maioria tinha entre 60 a 69 anos (53,3%), sexo masculino (58,3%), cor parda (66,6%), casados (45%) e com até 6 (seis) contatos intradomiciliares (76,6%). Em relação à classificação operacional, 95% eram Multibacilares, com predominância para a forma Dimorfa (60%) e Wirchowiana (25,5%), a maioria em grau 1 de incapacidade (45%) e fazendo uso de Poliquimioterapia/Multibacilar/12 doses (93%). Conclusão: essas informações podem contribuir para diferentes aspectos gerenciais e assistenciais, bem como possibilitarem à prestação do cuidado integral, conforme preconiza os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde.(AU)


Objetivo: trazar el perfil socio-epidemiológico y clínico de las personas mayores afectadas por la lepra. Método: un estudio descriptivo de un enfoque cuantitativo con una muestra de 60 personas mayores afectadas por la lepra en dos centros de rehabilitación en São Luís (MA). Se utilizó un cuestionario semi-estructurado, que contiene los datos de identificación, socioepidemiológicos y aspectos clínicos, analizados por el programa EpiInfo versión 7. Resultados: entre los ancianos, más tenidos entre 60 y 69 años (53,3%) masculinos (58,3%), color marrón (66,6%) casados (45%) y hasta 6 (seis) contactos intradomiciliares (76,6%). En lo referente a la calificación operativa, 95% eran las formas Multibacilares, con predominio de la forma Dimorfa (60%) y Wirchowiana (25,5%), la mayoría en 1 grado de discapacidad (45%) y haciendo uso de terapia multidrogas/Multibacilares/12 dosis (93%). Conclusión: esta información puede contribuir a diferentes aspectos y asistencia gerencial, así como que permitan brindar atenciones integrales como defensoras de los principios y directrices del sistema unificado de salud.(AU)


Assuntos
Humanos , Idoso , Hanseníase/epidemiologia , Hanseníase/reabilitação , Saúde do Idoso , Serviços de Saúde para Idosos , Perfil de Saúde , Brasil
12.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 8(2): 4435-4446, abr.-jul.2016. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: lil-784552

RESUMO

tracing the social-epidemiologic and clinical profile of old people affected by leprosy. Method: a descriptive study of a quantitative approach, with a sample of 60 elderly people affected by leprosy, in two rehabilitation centers in São Luís (MA). A semi-structured questionnaire was used, containing identification data, social epidemiologic and clinical aspects, analyzed by the program EpiInfo version 7. Results: among the elderly, most were between 60 to 69 years old (53,3%), male (58,3%), brown color (66,6%), married (45%) and up to 6 (six) household contacts (76,6%). In relation to the operational rating, 95% were Multibacillary forms, with predominance to the Dimorphic (60%) and Wirchowiana (25,5%), the majority in 1 degree of disability (45%) and making use of multidrug therapy/Multibacillary/12 doses (93%). Conclusion: this information can contribute to different aspects and managerial assistance, as well as make it possible to provide integral care as advocates the principles and guidelines of the Unified Health System...


traçar o perfil socioepidemiológico e clínico de idosos afetados por hanseníase. Método: estudo descritivo de abordagem quantitativa com uma amostra de 60 idosos afetados por hanseníase em dois Centros de Reabilitação em São Luís - MA. Foi utilizado um questionário semiestruturado contendo dados de identificação, aspectos socioepidemiológicos e clínicos, analisados pelo programa EpiInfo versão 7. Resultados: dentre os idosos, a maioria tinha entre 60 a 69 anos (53,3%), sexo masculino (58,3%), cor parda (66,6%), casados (45%) e com até 6 (seis) contatos intradomiciliares (76,6%). Em relação à classificação operacional, 95% eram Multibacilares, com predominância para a forma Dimorfa (60%) e Wirchowiana (25,5%), a maioria em grau 1 de incapacidade (45%) e fazendo uso de Poliquimioterapia/Multibacilar/12 doses (93%). Conclusão: essas informações podem contribuir para diferentes aspectos gerenciais e assistenciais, bem como possibilitarem à prestação do cuidado integral, conforme preconiza os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde...


trazar el perfil socio-epidemiológico y clínico de las personas mayores afectadas por la lepra. Método: un estudio descriptivo de un enfoque cuantitativo con una muestra de 60 personas mayores afectadas por la lepra en dos centros de rehabilitación en São Luís (MA). Se utilizó un cuestionario semi-estructurado, que contiene los datos de identificación, socioepidemiológicos y aspectos clínicos, analizados por el programa EpiInfo versión 7. Resultados: entre los ancianos, más tenidos entre 60 y 69 años (53,3%) masculinos (58,3%), color marrón (66,6%) casados (45%) y hasta 6 (seis) contactos intradomiciliares (76,6%). En lo referente a la calificación operativa, 95% eran las formas Multibacilares, con predominio de la forma Dimorfa (60%) y Wirchowiana (25,5%), la mayoría en 1 grado de discapacidad (45%) y haciendo uso de terapia multidrogas/Multibacilares/12 dosis (93%). Conclusión: esta información puede contribuir a diferentes aspectos y asistencia gerencial, así como que permitan brindar atenciones integrales como defensoras de los principios y directrices del sistema unificado de salud...


Assuntos
Humanos , Idoso , Saúde do Idoso , Perfil de Saúde , Serviços de Saúde para Idosos , Hanseníase/epidemiologia , Hanseníase/reabilitação , Brasil
14.
Clin Dermatol ; 34(1): 66-9, 2016.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-26773625

RESUMO

Leprosy is mainly a disease of the skin and nerves. The involvement of nerves may lead to impairments that have, contributed to the fact that leprosy is often still seen as a disease to be feared. In non-leprosy-endemic Western countries, beliefs continue to prevail about the inevitability of deformities and the lack of a cure. I review the pathogenesis of deformity and to present a discourse on how deformities can, to a very large extent, be prevented and corrected.


Assuntos
Hanseníase/reabilitação , Humanos
15.
Hansen. int ; 41(1/2): 37-45, 2016. ilus
Artigo em Português | LILACS, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-972894

RESUMO

O objetivo deste estudo foi verificar se indivíduos acometidos pela hanseníase realizavam adequadamente a prática do autocuidado e possíveis fatores interferentes. Trata-se de um estudo documental, observacional e descritivo de inquérito domiciliar. A amostra abrangeu todos os onze pacientes detectados durante um ano, em um município com 120.000 habitantes no interior do estado de SP. Foram coletados os dados clínicos e cuidados prescritos dos prontuários. A entrevista e a observação das práticas de autocuidado foram realizadas no domicílio. Foi solicitado aos participantes para identificarem os problemas decorrentes da doença, descreverem quais, como e quando faziam o autocuidado, o qual foi classificado como: realizado adequadamente, parcialmente ou não realizado. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (Nº 06/2007). Dos cinco que apresentavam grau 2 de incapacidades, três realizavam parcialmente e dois não realizavam o autocuidado. Demonstraram dificuldades em aceitar o comprometimento físico e de incorporar as práticas diárias por fatores multicausal o mesmo aconteceu com aqueles com grau 1. A necessidade da manutenção do trabalho laboral, com exposição a traumas físicos e em período integral, pode levar a ocultação da doença, seja para si ou para a sociedade, e dificultar as ações de autocuidado, tanto pela falta de tempo quanto pela não aceitação da doença. O modelo paternalista, fragmentador e mecânico da assistência em saúde, sugere uma tendência à dependência dos serviços institucionais, desconstruindo a autonomia e a responsabilidade individual sobre seu estado de saúde, desmotivando as ações do autocuidado domiciliar.


This study aimed to determine whether individuals affected by leprosy properly performed self-carepractice and possible interfering factors. It is a documentary, observational and descriptive study of household survey.The sample covered all the eleven patients during one year, of a municipality with120.000 inhabitants in SP state. Clinical data and prescription care records were obtained from the medical forms. The interview and observation of self-care practices were held at home.The participants were asked to identify the problems resulting from the disease, describing which, how and when theydid the necessary self-care, being classified as: held properly, partially or not performed. The study was approved by the Committee of Ethics in Research (Nº 06/2007). Of the five who presented level 2 disabilities, three partially performed; two did not perform self-care. They demonstrated difficulties in accepting the physical commitment and incorporate the daily practices for multiple causes factors, sodid those with level 1. The need for maintaining labor work, with full-time exposure to physical trauma, can lead to concealment of disease, either for themselves or for society, and hinder self-careactions, either by lack of time as for not accepting the disease.The paternalistic model, fragmenting andmechanical of health care, suggests a tendency by leading to rely on institutional services, deconstructing the autonomy and individual responsibility for their health status, discouraging self-careactions at home.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Hanseníase/complicações , Autocuidado/estatística & dados numéricos , Autocuidado , Educação em Saúde , Hanseníase/reabilitação , Pessoas com Deficiência/reabilitação
16.
Bauru; s.n; 2016. 15 p. tab.
Não convencional em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-PAPSESSP, Sec. Est. Saúde SP | ID: ses-34712

RESUMO

Os primeiros estudos acerca da técnica Mirror visual feedback, técnica essa introduzida por Ramachandran e conhecida como terapia do espelho, foram em pacientes com amputação dos membros superiores e inferiores, na busca por respostas sobre a origem da dor no membro fantasma. Após o êxito em sua aplicação relativa às dores fantasmas começou a ser também testada em outras patologias. Uma doença que desperta curiosidade para métodos alternativos de tratamento é a hanseníase, que compromete pele e nervos periféricos, podendo causar hipersensibilidade do nervo, edema, déficit motor, sensitivo e dor intensa interferindo na funcionalidade e estabilidade emocional, social e produtiva. O objetivo deste trabalho foi elaborar um protocolo terapêutico com foco na futura aplicação do Mirror Visual Feedback em pacientes atingidos pela hanseníase que apresentam dor neuropática e dor fantasma, através do levantamento de conhecimentos acerca da técnica na literatura nacional e internacional.(AU)


Assuntos
Humanos , Hanseníase/reabilitação , Terapia Ocupacional , Córtex Somatossensorial
17.
Hansen. int ; 41(1/2): 37-45, 2016. ilus
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: ses-37309

RESUMO

O objetivo deste estudo foi verificar se indivíduos acometidos pela hanseníase realizavam adequadamente a prática do autocuidado e possíveis fatores interferentes. Trata-se de um estudo documental, observacional e descritivo de inquérito domiciliar. A amostra abrangeu todos os onze pacientes detectados durante um ano, em um município com 120.000 habitantes no interior do estado de SP. Foram coletados os dados clínicos e cuidados prescritos dos prontuários. A entrevista e a observação das práticas de autocuidado foram realizadas no domicílio. Foi solicitado aos participantes para identificarem os problemas decorrentes da doença, descreverem quais, como e quando faziam o autocuidado, o qual foi classificado como: realizado adequadamente, parcialmente ou não realizado. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (Nº 06/2007). Dos cinco que apresentavam grau 2 de incapacidades, três realizavam parcialmente e dois não realizavam o autocuidado. Demonstraram dificuldades em aceitar o comprometimento físico e de incorporar as práticas diárias por fatores multicausal o mesmo aconteceu com aqueles com grau 1. A necessidade da manutenção do trabalho laboral, com exposição a traumas físicos e em período integral, pode levar a ocultação da doença, seja para si ou para a sociedade, e dificultar as ações de autocuidado, tanto pela falta de tempo quanto pela não aceitação da doença. O modelo paternalista, fragmentador e mecânico da assistência em saúde, sugere uma tendência à dependência dos serviços institucionais, desconstruindo a autonomia e a responsabilidade individual sobre seu estado de saúde, desmotivando as ações do autocuidado domiciliar(AU)


This study aimed to determine whether individuals affected by leprosy properly performed self-carepractice and possible interfering factors. It is a documentary, observational and descriptive study of household survey.The sample covered all the eleven patients during one year, of a municipality with120.000 inhabitants in SP state. Clinical data and prescription care records were obtained from the medical forms. The interview and observation of self-care practices were held at home.The participantswere asked to identify the problems resulting from the disease, describing which, how and when theydid the necessary self-care, being classified as: held properly, partially or not performed. The study was approved by the Committee of Ethics in Research (Nº 06/2007). Of the five who presented level 2 disabilities, three partially performed; two did not perform self-care. They demonstrated difficulties in accepting the physical commitment and incorporate the daily practices for multiple causes factors, sodid those with level 1. The need for maintaining labor work, with full-time exposure to physical trauma, can lead to concealment of disease, either for themselves or for society, and hinder self-careactions, either by lack of time as for not accepting the disease.The paternalistic model, fragmenting andmechanical of health care, suggests a tendency by leading to rely on institutional services, deconstructing the autonomy and individual responsibility for their health status, discouraging self-careactions at home(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Hanseníase/complicações , Autocuidado/estatística & dados numéricos , Autocuidado , Educação em Saúde , Hanseníase/reabilitação , Pessoas com Deficiência/reabilitação
18.
Bauru; s.n; 2016. 15 p. tab.
Não convencional em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-PAPSESSP, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1084226

RESUMO

Os primeiros estudos acerca da técnica Mirror visual feedback, técnica essa introduzida por Ramachandran e conhecida como terapia do espelho, foram em pacientes com amputação dos membros superiores e inferiores, na busca por respostas sobre a origem da dor no membro fantasma. Após o êxito em sua aplicação relativa às dores fantasmas começou a ser também testada em outras patologias. Uma doença que desperta curiosidade para métodos alternativos de tratamento é a hanseníase, que compromete pele e nervos periféricos, podendo causar hipersensibilidade do nervo, edema, déficit motor, sensitivo e dor intensa interferindo na funcionalidade e estabilidade emocional, social e produtiva. O objetivo deste trabalho foi elaborar um protocolo terapêutico com foco na futura aplicação do Mirror Visual Feedback em pacientes atingidos pela hanseníase que apresentam dor neuropática e dor fantasma, através do levantamento de conhecimentos acerca da técnica na literatura nacional e internacional.


Assuntos
Humanos , Hanseníase/reabilitação , Terapia Ocupacional , Córtex Somatossensorial
19.
Recurso na Internet em Português | LIS - Localizador de Informação em Saúde | ID: lis-LISBR1.1-35134

RESUMO

A Biblioteca Virtual em Saúde Hanseníase, criada em 2007 por iniciativa do Instituto Lauro de Souza Lima, em cooperação com a BIREME/OPAS/OMS e com o respaldo das instituições nacionais e internacionais com maior expertise na área, é uma BVS temática cujo objetivo é reunir, organizar e disseminar a produção científica produzida, colaborando com ações no desenvolvimento de estudos e pesquisa que contribuam para a preservação da história, prevenção e tratamento da Hanseníase


Assuntos
Hanseníase , Bibliotecas Digitais , Células Germinativas Embrionárias , Pesquisa , Hanseníase/diagnóstico , Hanseníase/etiologia , Hanseníase/epidemiologia , Hanseníase/mortalidade , Hanseníase/prevenção & controle , Hanseníase/reabilitação , Hanseníase/transmissão
20.
Recurso na Internet em Inglês, Espanhol, Português | LIS - Localizador de Informação em Saúde | ID: lis-LISBR1.1-35125

RESUMO

Apresenta seleção de 1649 documentos que tratam da reabilitação em relação a hanseníase.


Assuntos
Hanseníase , Bibliotecas Digitais , Pesquisa , Hanseníase/reabilitação
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA