Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 30
Filtrar
1.
São Paulo; s.n; 2015. 174 p.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-782187

RESUMO

Construído nos primeiros anos do século XX, o Reservatório do Guarapiranga, apesar de ter sido pensado e concebido com vistas a produção energética, devido a uma conjunção de fatores, logo teve o uso de suas águas destinado ao abastecimento da população paulistana. Apesar disso, praticamente desde sua construção, a bacia do Guarapiranga sofre pressão pela ocupação de suas margens. Tal ocupação, especialmente a ocorrida a partir da década de 1960 com a extrema expansão da mancha urbana da metrópole, impactou negativamente a qualidade das águas, tanto dos rios e córregos, quanto do próprio reservatório. Para o combate desses impactos, foi instituída a Lei de Proteção aos Mananciais da década de 1970, que criou severas restrições à ocupação da bacia na tentativa de se equilibrar o uso do solo à função de produção hídrica a que a bacia estava sujeita. A legislação, entretanto, não conseguiu atingir seus objetivos sendo a área da bacia cada vez mais ocupada. No início da década de 1990, ocorreu uma revisão do instrumento legal (Lei nº 9866/97), assumindo a irreversibilidade da ocupação da bacia e prevendo não apenas a proteção da área, mas também sua recuperação, utilizando, para tanto, mecanismos adequados à nova situação político-administrativa a que o país estava inserido. Nesse contexto nasceu a Lei Específica da Bacia Hidrográfica do Guarapiranga (Lei nº 12233/06), instrumento legal vinculado à legislação de proteção dos mananciais da década de 1990. Esta Lei é relativamente recente e trata especificamente da bacia hidrográfica em questão, trazendo em seu texto alguns instrumentos inovadores para a gestão compartilhada e participativa do seu território...


Initially created for energy production in the first years of the 20th century, the Guarapiranga reservoir soon became water supply for the population of São Paulo. Although the area should be protected, since its creation the Guarapiranga basin has been pressured by the human occupation of its margins. This occupation, intensified in the 1960s as the urban sprawl of the metropolis expanded, negatively impacted on the quality of the waters of the rivers, streams and the reservoir itself. In order to oppose this impact, the Law of Watershed Protection was created in the 1970s, establishing strict restrictions to human occupation in the basin area, in an attempt to balance the land use and the water production. The law, however, did not prevent the land occupation. In the early 1990s the law was reviewed (law number 9866/97), admitting the irreversibility of the basin occupation and foreseeing not only the protection of the area but also its recuperation making use of the new political situation of the country. In that context the Specific Law of the Guarapiranga Hydrographic Basin was created, based on the 1990s watershed protection legislation. This law is relatively new and brings some innovative instruments to a shared and participative management of its limits...


Assuntos
Humanos , Conservação dos Recursos Naturais , Bacias Hidrográficas , Usos do Solo , Aplicação da Lei , Legislação Ambiental , Mananciais Protegidos/legislação & jurisprudência , Brasil , Recursos Hídricos , Abastecimento de Água
2.
An. R. Acad. Farm ; 81(5): 45-53, 2015. ilus, tab
Artigo em Espanhol | IBECS | ID: ibc-146983

RESUMO

Se ha realizado el estudio radiológico del agua del manantial del Balneario de Olmedo en la provincia de Valladolid. Este estudio ha consistido en la determinación cuantitativa de los radionucleidos naturales más importantes desde el punto de vista de la protección radiológica existentes en las aguas del balneario. La medida del contenido radiactivo de las aguas constituye un tema cuyo estudio resulta de gran interés. Las aguas con elementos radiactivos disueltos pueden producir, como consecuencia directa de su consumo, dosis de irradiación interna tanto por ingestión como por inhalación de estos elementos. Debido a esto es necesario, en algunos casos, proceder al análisis y posterior evaluación de la dosis asociada a este consumo


Radioactivity analysis of Olmedo Spa water was carried out by the CIEMAT Laboratory of Environmental Radioactivity. With this aim the most important natural radionuclides were determined in water from spring water. The measurement and knowledge of radioactivity level in water is an interesting and convenient topic. The consumption of water which has dissolved some radionuclides could lead to internal irradiation both by ingestion and by inhalation. Therefore it is necessary, in some cases, to determine the water radioactivity level in order to assess the dose


Assuntos
Água/farmacologia , Análise por Ativação/métodos , Análise por Ativação/tendências , Radioatividade , 34944 , Nascentes Naturais/química , Captação em Mananciais/métodos , Nascentes Naturais/análise , Nascentes Naturais/métodos , Mananciais Protegidos/métodos , Nascentes Naturais/análise
3.
Saúde Soc ; 23(1): 216-226, Jan-Mar/2014. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-710433

RESUMO

O presente artigo tem como objetivo propor que os mecanismos de pagamentos por serviços ambientais sejam utilizados como uma contribuição para a melhoria da saúde ambiental, partindo do nível local e discutindo a relação entre as mudanças trazidas por esses mecanismos e a melhoria da saúde ambiental. O campo de estudo foi o município de Rio Grande da Serra (SP), com 100% de seu território em área de proteção de mananciais, com população em alta vulnerabilidade social e localizado na Região Metropolitana de São Paulo, Brasil. Foi conduzido em três fases: i) revisão da literatura; ii) coleta de dados; e iii) análise do conjunto. As informações relativas à saúde ambiental do município foram disponibilizadas por parte da prefeitura municipal de Rio Grande da Serra e coletadas junto à Cetesb, IBGE e Datasus, sendo posteriormente analisadas para a obtenção de um grupo de serviços ambientais com capacidade de contribuir para a melhoria da saúde ambiental em nível local. Concluiu-se que os serviços ambientais com maior capacidade de melhoria nessa área são a regulação climática, seguida por controle de erosão e retenção de sedimentos, aprovisionamento de água e benefícios culturais e recreacionais...


This paper aims to propose that the mechanisms for Payments of Environmental Services are used as a contribution to the improvement of environmental health, based on the local level. It seeks to discuss the relationship between the changes brought by these mechanisms and the improvement of environmental health. The studied area was the city of Rio Grande da Serra, São Paulo state, with 100% of its territory in watershed protection area, population in high social vulnerability and in the Metropolitan Region of São Paulo, Brazil. The study was conducted in three steps: i) a literature review; ii) data collection; e iii) analysis of data. The information about the local environmental health was provided by the Municipality of Rio Grande da Serra and collected at CETESB, IBGE and DATASUS, being later analyzed in order to define a group of environmental services capable of contributing to the improvement of environmental health at the local level. It concludes that the environmental services with greater capacity to improve environmental health are climate regulation, followed by erosion control and sediment retention, supply of water and recreational and cultural goods...


Assuntos
Monitoramento Ambiental , Ecossistema , Planejamento Ambiental , Gestão Ambiental , Saúde Ambiental , Indicadores Ambientais , Planos Ambientais Municipais , Mananciais Protegidos , Vulnerabilidade Social , Desenvolvimento Sustentável
4.
Saúde Soc ; 23(1): 216-226, Jan-Mar/2014. tab, graf
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-66849

RESUMO

O presente artigo tem como objetivo propor que os mecanismos de pagamentos por serviços ambientais sejam utilizados como uma contribuição para a melhoria da saúde ambiental, partindo do nível local e discutindo a relação entre as mudanças trazidas por esses mecanismos e a melhoria da saúde ambiental. O campo de estudo foi o município de Rio Grande da Serra (SP), com 100 por cento de seu território em área de proteção de mananciais, com população em alta vulnerabilidade social e localizado na Região Metropolitana de São Paulo, Brasil. Foi conduzido em três fases: i) revisão da literatura; ii) coleta de dados; e iii) análise do conjunto. As informações relativas à saúde ambiental do município foram disponibilizadas por parte da prefeitura municipal de Rio Grande da Serra e coletadas junto à Cetesb, IBGE e Datasus, sendo posteriormente analisadas para a obtenção de um grupo de serviços ambientais com capacidade de contribuir para a melhoria da saúde ambiental em nível local. Concluiu-se que os serviços ambientais com maior capacidade de melhoria nessa área são a regulação climática, seguida por controle de erosão e retenção de sedimentos, aprovisionamento de água e benefícios culturais e recreacionais.(AU)


Assuntos
Saúde Ambiental , Ecossistema , Indicadores Ambientais , Desenvolvimento Sustentável , Mananciais Protegidos , Gestão Ambiental , Planejamento Ambiental , 34658 , Poluição Ambiental
5.
Saúde Soc ; 21(supl.3): 82-95, out.-dez. 2012. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP | ID: lil-668886

RESUMO

Este artigo tem como objetivo levantar e discutir as ações de gestão ambiental e sua interface com a questão habitacional junto à área administrada pela Subprefeitura de Paranapiacaba e Parque Andreense, Santo André-SP, no biênio 2007-2008. O foco do trabalho é a capacidade política e institucional do município criada para tratar de tais questões. Os métodos usados foram pesquisa documental, bibliográfica e de campo, com entrevista a gestores do município. A pesquisa identificou que o município conta com propostas com grande potencial de contribuição para a melhoria da qualidade ambiental e habitacional na área de mananciais, principalmente por seu caráter de integração entre planejamentos. O estabelecimento de conselhos com participação de várias pastas representa um potencial elemento de integração nas ações desses órgãos, permitindo o compartilhamento de temas pertinentes ao longo do desenvolvimento das agendas de forma contínua. Quanto à recuperação urbana e ambiental dos loteamentos irregulares, é possível afirmar que os parâmetros urbanísticos e a definição do uso e ocupação do solo estão intimamente relacionados à qualidade ambiental e precisam ser construídos em conjunto por profissionais da área de urbanismo e da área ambiental, e discutidos com a comunidade local. O formato de gestão na área de mananciais, foco deste estudo de caso no município de Santo André, representa um significativo passo na construção da integração entre os sistemas de gerenciamento de recursos hídricos e de planejamento urbano/metropolitano.


This article aims to survey and discuss environmental management actions and their interfaces with the housing issue in the area administered by the sub City Hall of Paranapiacaba and Parque Andreense, Santo André, SP. The focus is the political and institutional capacity established by the municipality to address such issues. The methods used were documental, literature and field research, with interviews with the municipality's managers . This research allowed to observe that the municipality has proposals with great potential to contribute to the improvement of the housing and environmental quality in the water source area, especially due to their character of integration in the planningphases. The establishment of multi-departmental councils is a potential element of integration in the actions of these organs, allowing a continuous sharing of relevant issues throughout the development of agendas. Concerning the environmental and urban regeneration of irregular settlements, it is clear that the urban parameters and the definition of land use are closely related to environmental quality and must be built jointly by professionals in urban planning and environmental area and discussed with the local community. The format of management in water source areas, the focus of this case study in the municipality of Santo André, represents a significant step to build integration between the water management system and urban/metropolitan planning.


Assuntos
Gestão Ambiental , Desenvolvimento Ecológico , Habitação , Mananciais Protegidos , Planejamento Ambiental , Planejamento de Cidades , Política Ambiental , Qualidade Ambiental
6.
Saúde Soc ; 21(supl.3): 82-95, out.-dez. 2012. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS-Express | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-66398

RESUMO

Este artigo tem como objetivo levantar e discutir as ações de gestão ambiental e sua interface com a questão habitacional junto à área administrada pela Subprefeitura de Paranapiacaba e Parque Andreense, Santo André-SP, no biênio 2007-2008. O foco do trabalho é a capacidade política e institucional do município criada para tratar de tais questões. Os métodos usados foram pesquisa documental, bibliográfica e de campo, com entrevista a gestores do município. A pesquisa identificou que o município conta com propostas com grande potencial de contribuição para a melhoria da qualidade ambiental e habitacional na área de mananciais, principalmente por seu caráter de integração entre planejamentos. O estabelecimento de conselhos com participação de várias pastas representa um potencial elemento de integração nas ações desses órgãos, permitindo o compartilhamento de temas pertinentes ao longo do desenvolvimento das agendas de forma contínua. Quanto à recuperação urbana e ambiental dos loteamentos irregulares, é possível afirmar que os parâmetros urbanísticos e a definição do uso e ocupação do solo estão intimamente relacionados à qualidade ambiental e precisam ser construídos em conjunto por profissionais da área de urbanismo e da área ambiental, e discutidos com a comunidade local. O formato de gestão na área de mananciais, foco deste estudo de caso no município de Santo André, representa um significativo passo na construção da integração entre os sistemas de gerenciamento de recursos hídricos e de planejamento urbano/metropolitano.(AU)


Assuntos
Gestão Ambiental , Planejamento Ambiental , Planejamento de Cidades , Habitação , Mananciais Protegidos , Política Ambiental , Desenvolvimento Ecológico , Qualidade Ambiental
13.
São Paulo; s.n; 2008. 142 p.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-490554

RESUMO

Esta tese de doutorado refere-se a um estudo sobre o Conselho Gestor da Área de Proteção Ambiental Municipal Capivari Monos. A pesquisa de campo foi realizada entre os anos de 2004 e 2006, na região de Parelheiros, extremo sul do município de São Paulo, estado de São Paulo, Brasil. A investigação teve como objetivo compreender e analisar o processo de participação dos integrantes no Conselho Gestor e os resultados daí decorrentes, na gestão do território, na dinâmica política e problemática socioambiental locais. Para o estudo do tema em questão, adotou-se a abordagem qualitativa, balizada pelo referencial teórico da Participação em diálogo com a Teoria da Representação Social e a Sociologia da Experiência, com instrumentos multivariados de coleta de dados. O estudo foi desenvolvido em quatro etapas: a) pesquisa bibliográfica e documental; b) observação sistemática; c) entrevistas em profundidade e d) interpretação dos dados coletados a partir de análise temática e triangulação. Os resultados indicaram que o processo participativo de gestão da APA possibilitou: 1) interação entre setores da sociedade civil e da administração pública; 2) eficácia nas iniciativas do poder público municipal e estadual, a partir da integração de ações entre estes dois níveis de governo; 3) visão sistêmica da problemática socioambiental da região; 4) influência na elaboração de políticas públicas locais, com impactos positivos no meio natural, na economia e na saúde da população.


Assuntos
Conservação dos Recursos Naturais , Conselho Diretor , Áreas Protegidas , Participação da Comunidade , Saúde Ambiental , Política Ambiental , Mananciais Protegidos
16.
São Paulo; s.n; 2006. 222 p. tab, graf.
Tese em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-53795

RESUMO

A expansão da pefiferia sul da Região Metropolitana de São Paulo vem alterando as condições sanitárias e ambientais na Subprefeitura de Capela do Socorro, onde a necessidade de preservação dos mananciais Billings e Guarapiranga para o abastecimento metropolitano conflita com a necessidade de desenvolvimento urbano da periferia. A análise da evolução destas condições, no período entre 1990 até 2005 - sob os aspectos sócio-econômicos, habitacionais, demográficos, urbanísticos, de recursos hídricos e de saúde pública - contribuiu para o entendimento da gestão ambiental metropolitana. A expansão dos serviços públicos de saneamento acompanhando a expansão urbana e demográfica, a melhoria das condições de vida da população (exceto renda) e a estabilidade dos indicadores de qualidade da água apontam para a possibilidade de controle dos processos de degradação que ameaçam a qualidade ambiental da região; ao mesmo tempo em que as novas Políticas Públicas, evidenciadas pelo Programa Guarapiranga, agem no sentido de proteção e recuperação das áreas de mananciais. Essas Políticas devem ser detalhadas e implementadas buscando o desenvolvimento sustentável de toda a periferia sul da metrópole por meio de ações e intervenções permanentes de saneamento, fiscalização, educação e recuperação ambiental e sanitária(AU)


Assuntos
Urbanização , Conservação dos Recursos Naturais , Mananciais Protegidos , Barragens , Gestão Ambiental , Perfis Sanitários , Saneamento , Qualidade da Água , Zonas Metropolitanas , Qualidade Ambiental , Pesquisa Ambiental , Planejamento Ambiental
18.
São Paulo; s.n; 2006. 222 p. tab, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-444683

RESUMO

A expansão da pefiferia sul da Região Metropolitana de São Paulo vem alterando as condições sanitárias e ambientais na Subprefeitura de Capela do Socorro, onde a necessidade de preservação dos mananciais Billings e Guarapiranga para o abastecimento metropolitano conflita com a necessidade de desenvolvimento urbano da periferia. A análise da evolução destas condições, no período entre 1990 até 2005 - sob os aspectos sócio-econômicos, habitacionais, demográficos, urbanísticos, de recursos hídricos e de saúde pública - contribuiu para o entendimento da gestão ambiental metropolitana. A expansão dos serviços públicos de saneamento acompanhando a expansão urbana e demográfica, a melhoria das condições de vida da população (exceto renda) e a estabilidade dos indicadores de qualidade da água apontam para a possibilidade de controle dos processos de degradação que ameaçam a qualidade ambiental da região; ao mesmo tempo em que as novas Políticas Públicas, evidenciadas pelo Programa Guarapiranga, agem no sentido de proteção e recuperação das áreas de mananciais. Essas Políticas devem ser detalhadas e implementadas buscando o desenvolvimento sustentável de toda a periferia sul da metrópole por meio de ações e intervenções permanentes de saneamento, fiscalização, educação e recuperação ambiental e sanitária


Assuntos
Conservação dos Recursos Naturais , Barragens , Gestão Ambiental , Mananciais Protegidos , Urbanização , Planejamento Ambiental , Qualidade Ambiental , Pesquisa Ambiental , Zonas Metropolitanas , Perfis Sanitários , Saneamento , Qualidade da Água
19.
Recurso na Internet em Português | LIS - Localizador de Informação em Saúde | ID: lis-18726

RESUMO

Apresenta leis e decretos estaduais sobre a preservação das áreas manaciais na região metropolitana de São Paulo, em formato PDF.


Assuntos
Saúde Pública , Meio Ambiente , 25359 , Mananciais Protegidos , Bacias Hidrográficas , Usos do Solo , Política Ambiental
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...