Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 120
Filtrar
1.
Vínculo ; 18(2): 1-11, jul.-dez. 2021. ilus
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1341800

RESUMO

Diferentes configurações familiares têm surgido na contemporaneidade em decorrência de avanços sociais. Entre as parentalidades emergentes, a homoparentalidade é a que mais se distancia do ideal social, já que evidencia a orientação sexual dos pais e mobiliza fantasias de que ela interfira no exercício parental e no desenvolvimento de seus filhos. Por esta razão, investigamos a experiência emocional de casais homoafetivos em relação ao preconceito vivenciado no exercício da parentalidade. Para isso, adotamos uma abordagem qualitativa psicanalítica e entrevistamos seis casais homoafetivos, fazendo uso de uma Narrativa Interativa, dado seu potencial de acesso lúdico e protegido à experiência emocional dos participantes. A análise interpretativa do material narrativo resultou em campos de sentidos afetivo-emocionais dos quais o campo "Que família é essa?" emerge como emblemático do preconceito sofrido pela família homoparental em decorrência de uma visão patriarcal e heteronormativa da sociedade. Embora os casais homoafetivos reproduzam em certa medida o padrão familiar heterossexual, seu modo de exercer a parentalidade aponta para alternativas criativas e levanta novos questionamentos.


Different family configurations have emerged in contemporary times due to social advancements. Among the emergent parenting, homoparenting is the one that distances itself from the social ideal the most, as it evidences the parents' sexual orientation and mobilizes fantasies that it interferes with the parenting exercise and their children's development. For this reason, we investigate the emotional experience of homoaffective couples regarding the prejudice experienced in parenting exercise. For this, we adopted a qualitative psychoanalytic approach, and we interviewed six homoaffective couples, making use of an Interactive Narrative, given its potential for ludic and protected access to the emotional experience of the participants. The interpretive analysis of the narrative material has resulted in fields of affective-emotional meaning, from which the "What family is this?" field emerges as emblematic of the prejudice suffered by the homoparental family as a result of a patriarchal and heteronormative view from society. Although homoaffective couples to some extent reproduce the heterosexual family pattern, their way of parenting exercise point out to creative alternatives and raise new questions.


Diferentes configuraciones familiares han surgido en los tiempos contemporáneos como resultado de avances sociales. Entre las paternidades emergentes, la homoparentalidad es la más alejada del ideal social, ya que destaca la orientación sexual de los padres y moviliza fantasías de ella interfiriendo en el ejercicio parental y en el desarrollo de sus hijos. Por esta razón, investigamos la experiencia emocional de parejas homoafetivas en relación al prejuicio experimentado en el ejercicio de la parentalidad. Para esto, adoptamos un enfoque psicoanalítico cualitativo y entrevistamos a seis parejas homoafetivas, haciendo uso de una Narrativa Interactiva, dado su potencial para el acceso lúdico y protegido a la experiencia emocional de los participantes. El análisis interpretativo del material narrativo ha dado como resultado campos de significados afectivo-emocionales de los cuales el campo "¿Que familia es esta?" emerge como un emblema del prejuicio sufrido por la familia homoparental como resultado de una visión patriarcal y heteronormativa de la sociedad. Aunque las parejas homoafetivas reproducen hasta cierto punto el patrón familiar heterosexual, su modo de ejercer la parentalidad apunta a alternativas creativas y plantean nuevas preguntas.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Preconceito , Comportamento Sexual , Homossexualidade , Características da Família , Poder Familiar , Heterossexualidade , Narrativa Pessoal , Identidade de Gênero
2.
Vínculo ; 18(1): 32-41, jan.-abr. 2021. ilus
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1280710

RESUMO

O objetivo deste estudo é compreender a experiência emocional de 14 adolescentes abrigados frente a possibilidade de desabrigamento considerando a usual permanência prolongada do adolescente na situação de acolhimento institucional. Trata-se de uma pesquisa qualitativa psicanalítica em que adotamos uma Narrativa Interativa (NI) em duas entrevistas coletivas seguidas de uma reflexão sobre o tema investigado, além de uma entrevista individual seguida de um momento de reflexão com uma adolescente que não teve a oportunidade de participar do grupo. A análise do material narrativo resultou em campos de sentido afetivo-emocional. Destacamos o campo emblemático "É muito peso para uma pessoa só", que descortina os sucessivos desabrigamentos e o consequente desamparo vividos pelos jovens como resultados da sobreposição de vulnerabilidades que cercam a vida dos participantes.


The aim of this study is to understand the emotional experience of 14 sheltered adolescents in the face of the possibility of helplessness considering the usual prolonged stay of the adolescent in the institutional shelter situation. This is a qualitative psychoanalytic research in which we adopted an Interactive Narrative (NI) in two group interviews and one individual interview followed by a reflection on the theme investigated, in addition to an individual interview, followed by a moment of reflection with a teenager who did not have the opportunity to participate in the group. The analysis of narrative material resulted in fields of affective-emotional meaning. We highlight the emblematic field "It's too much weight for one person", which reveals the successive homelessness episodes and the consequent helplessness experienced by the young people as a result of the overlapping vulnerabilities that surround the participants' lives.


El objetivo de este estudio es comprender la experiencia emocional de 14 adolescentes protegidos ante la posibilidad de quedarse sin hogar considerando la prolongada estadía habitual del adolescente en la situación del refugio institucional. Esta es una investigación psicoanalítica cualitativa en la que adoptamos una Narrativa Interactiva (NI) en dos entrevistas grupales y una entrevista individual seguida de una reflexión sobre el tema investigado, además de una entrevista individual seguida de un momento de reflexión con una adolescente que no tuvo la oportunidad de participar en el grupo. El análisis del material narrativo resultó en campos de significado afectivo-emocional. Destacamos el campo emblemático "Es demasiado peso para una persona sola", que revela la sucesiva falta de vivienda y la consecuente impotencia experimentada por los jóvenes como resultado de las vulnerabilidades superpuestas que rodean las vidas de los participantes.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Instituições de Caridade , Criança Abandonada , Violência Doméstica , Narrativa Pessoal , Exposição à Violência , Cuidados no Lar de Adoção
3.
Rev. cienc. cuidad ; 18(3): 100-110, 2021.
Artigo em Espanhol | LILACS, BDENF - Enfermagem, COLNAL | ID: biblio-1342075

RESUMO

La pandemia de la COVID 19 es un problema mundial que no solo ha causado muertes y enfermos, sino que ha afectado la vida de los trabajadores de la salud. Para este artículo se desarrolla un relato a través de la autoetnografía, lo que permite hacer un acercamiento a los cambios generados dentro de una institución en salud a causa de esta situación, permitiendo trasladar las experiencias de la práctica a la teoría y analizar situaciones de lo sucedido en la atención de pacientes infectados. El objetivo es describir algunas vivencias de profesionales y auxiliares de la enfermería sobre la atención de pacientes con COVID-19 en un hospital universitario de Colombia y lo que implica el cuidado de la enfermería en una pandemia, usando los metaparadigmas y evidenciando el impacto de todos estos cambios en las personas y en la sociedad en general. Conclusión: los profesionales de la enfermería siempre estarán en primera línea, brindando las mejores experiencias de cuidado a las personas, sus familias y además acompañándolos en los procesos de nacer, crecer, vivir y morir. Aunque exista tecnología, pandemias, problemas sociales en el mundo, la enfermería seguirá participando, expresando sus sentires y trascendiendo en la vida de las personas con los actos de cuidado humano.


The COVID 19 pandemic is a global issue that not only has caused deaths and contagion, but also has affected the life of healthcare workers. For this article a narrative is performed through autoethnography, approaching the changes within a health institution generated by this situation, allowing to transfer the practice experiences to the theory and analyze situa-tions during the assistance of infected patients. The objective is to describe some of the ex-periences from the professionals and nursing assistants about the assistance of patients with COVID-19 in a university hospital in Colombia and what implies the nursing care implies during a pandemic, using the metaparadigms and evidencing the impact of all these changes in people and society in general. Conclusion: The nursing professionals will always be on the first line, providing the best care experience for people, their families as well as accompany-ing them during the processes of birth, growth, life and death. Although there are technolo-gies, pandemics, social issues around the globe, nursing will keep participating, expressing its feelings and transcending in the lives of people as actors of human care


A pandemia pela COVID-19 é um problema mundial que não só tem gerado morte e doença, além disso tem afetado a vida dos trabalhadores do setor saúde. Para esse artigo desen-volveu-se um relato através de antropologia cultural, permitindo fazer uma aproximação às mudanças geradas no interior da instituição de saúde como consequência dessa situação, permitindo trasladar a experiência da prática à teoria e analisar o acontecido no atendimento aos sujeitos infetados. O objetivo é descrever algumas vivências dos profissionais e a equipe técnica de enfermagem sobre o atendimento de pacientes com a COVID-19 num hospital escola de Colômbia e as suas implicações no cuidado de enfermagem numa pandemia, usan-do os metaparadigmas e evidenciando o impacto de todas essas mudanças nas pessoas e na sociedade no geral. Conclusão: os profissionais de enfermagem sempre estarão na primeira linha, prestando as melhores experiências de cuidado às pessoas, as suas famílias e além disso, acompanhando os processos de nascer, crescer, viver e morrer. Embora exista tecn-ologia, pandemias e problemas sociais no mundo, a enfermagem continuara participando , expressando os seus sentimentos e transcendendo na vida das pessoas com os atos de cuidado humano


Assuntos
Infecções por Coronavirus , Enfermagem , Narrativa Pessoal , Cuidados de Enfermagem
4.
Psicol. soc. (Online) ; 33: e217494, 2021.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1155192

RESUMO

Resumo As investigações acerca das políticas direcionadas para crianças e adolescentes constituem-se como um campo de análise que requer avaliações constantes sobre seus efeitos práticos e ideologias estruturantes. Considerando o cuidado com a identidade dos sujeitos acolhidos, disposto no Estatuto da Criança e do Adolescente, desenvolveu-se uma análise sobre o processo de metamorfose identitária de um adolescente que, há mais de oito anos, reside em uma Unidade de Acolhimento Institucional. Para relatar a pesquisa, iniciou-se com uma breve revisão sobre o histórico dos modelos de acolhimento no Brasil, uma análise sócio-histórica da adolescência e a descrição da concepção identidade-metamorfose-emancipação. O participante da pesquisa, José Miguel, narrou a sua história de vida trazendo elementos fundamentais para a reflexão acerca dos papéis dos atores institucionais, a demanda por afeto e sobre as resistências sociais e institucionais na vivência de uma sexualidade em "processo de transição".


Resumen Las investigaciones acerca de las políticas para niñas/os y adolescentes se constituye como un campo del análisis que requiere evaluaciones constantes sobre sus efectos prácticos e ideologías estructurantes. Considerando el cuidado con la identidad de los sujetos acogidos, dispuesto en el Estatuto del Niño y del Adolescente, se desarrolló un análisis sobre el proceso de metamorfosis identitaria de un adolescente que hace ocho años reside en una Unidad de Acogimiento Institucional. Para relatar la investigación, se inició una breve revisión sobre el histórico de los modelos de acogida en Brasil, un análisis sociohistórico de la adolescencia y la descripción de la concepción identidad-metamorfosis-emancipación. El participante de la investigación, José Miguel, narró su historia vida trayendo elementos fundamentales para la reflexión acerca de los papeles de los actores institucionales, la demanda por afecto y sobre las resistencias sociales e institucionales en la vivencia de una "sexualidad en transición".


Abstract Research on policies directed to children and adolescents is a field of analysis that requires constant assessments of its practical effects and structuring ideologies. Considering the care with the identity of the hosted subjects, as established in the Statute of the Child and the Adolescent (ECA), an analysis was developed on the process of identity metamorphosis of an adolescent who, for more than eight years, has resided in a Unidade de Acolhimento Institucional (Unit of Institutional Hosting). To report the research, we began with a brief review of the history of host models in Brazil, a socio-historical analysis of adolescence and the description of the identity-metamorphosis-emancipation conception. The research participant, José Miguel, narrated his life history bringing fundamental elements for the reflection on the roles of institutional actors, on the demand for affection and on social and institutional resistance in the experience of a sexuality in a "transitional process".


Assuntos
Identificação Social , Adolescente Institucionalizado , Acolhimento , Narrativa Pessoal , Sexualidade , Identidade de Gênero
5.
Psicol. soc. (Online) ; 33: e236673, 2021.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1346835

RESUMO

Resumo Em um território permeado por situações de vulnerabilidade social, as demandas de saúde mental dos adultos carregam desafios em relação às infâncias vividas nas famílias, convocando um Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) em um município da Baixada Santista a se debruçar sobre isto. Esse trabalho refere-se a uma pesquisa-intervenção realizada a partir da atuação de uma psicóloga nesse NASF para acolher as demandas de saúde mental infantil, sendo desenvolvida uma estratégia denominada Rodinha de Conversa. Como recurso metodológico foram utilizados diários de campo e construídas narrativas como forma de dar visibilidade a histórias vividas, ao território e à estratégia de trabalho desenvolvida. As Rodinhas de Conversa serviram como analisadoras do funcionamento da rede de serviços e dos fluxos nos trabalhos da atenção básica, e romperam uma lógica diagnóstica de triagem.


Resumen En un territorio impregnado por situaciones de vulnerabilidad social, las exigencias de salud mental de los adultos conllevan desafíos en relación a las infancias vividas con sus familias, llamando a un Centro de Apoyo a la Salud de la Familia (NASF) en un municipio de la Baixada Santista para atender este tema. Este trabajo hace referencia a una investigación-intervención realizada desde el trabajo de una psicóloga en este NASF para atender las demandas de la salud mental infantil, en la que fue desarrollada una estrategia denominada Rueda de Conversación. Como recurso metodológico, se utilizaron diarios de campo y se construyeron narrativas como una forma de dar visibilidad a las historias vividas, el territorio y la estrategia de trabajo desarrollada. Las Ruedas de Conversación sirvieron como analizadores del funcionamiento de la red de servicios y los flujos en los trabajos de atención primaria, y rompieron una lógica diagnóstica de clasificación.


Abstract In a territory permeated by situations of social vulnerability, the mental health demands of adults carry challenges in relation to the childhoods lived in their families, calling a Family Health Support Center (NASF) in a municipality in Baixada Santista to address this issue. This paper refers to a research-intervention carried out from the role of a psychologist in this NASF to meet the demands of child mental health, with a strategy called Wheel of Conversation being developed. As a methodological resource, field diaries were used and narratives were constructed as a way of giving visibility to the stories, the territory and the work strategy developed. The Wheels of Conversation served as analyzers of the functioning of the service network and the flows in primary care work and broke a diagnostic triage logic.


Assuntos
Saúde Mental , Saúde da Criança , Estratégia Saúde da Família , Narrativa Pessoal , Psicologia
6.
Psicol. soc. (Online) ; 33: e222510, 2021.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1250540

RESUMO

Resumo Este estudo objetivou compreender a importância de narrar e transmitir experiência a partir da memória do velho e do lugar de pária que lhe é destinado no modo de produção do capitalismo. Parte de estudos realizados pela psicóloga social Ecléa Bosi e por Benjamin. São discutidos dois elementos presentes nas experiências relatadas pela autora e que estão presentes no conceito de história já elaborado por Benjamin: a importância da rememoração e da redenção messiânica. A relevância de narrar as experiências diz respeito ao que se apresenta predominantemente nas memórias colhidas: a transmissão das possibilidades não realizadas. Analisa-se como a forma de trabalho flexível do capitalismo violenta a possibilidade de construção da memória de si na sua vinculação com a memória do outro ao impor aos sujeitos o desenraizamento e seu efeito desagregador da memória. Por fim, discute-se a urgente necessidade de transformação das condições que geram opressão dos velhos trabalhadores.


Resumen Este estudio tuvo como objetivo comprender la importancia de narrar y transmitir experiencia a partir de la memoria del viejo y del lugar de paria que le es destinado en el modo de producción del capitalismo. Parte de los estudios realizados por la psicóloga social Ecléa Bosi y Walter Benjamin. Se discuten dos elementos presentes en las experiencias relatadas por la autora y que están presentes en el concepto de historia ya elaborado por Benjamin: la importancia de la evocación y de la redención mesiánica. La relevancia de narrar las experiencias se refiere a lo que se presenta predominantemente en las memorias cosechadas: la transmisión de las posibilidades no realizadas. Se analiza cómo la forma de trabajo flexible del capitalismo violenta la posibilidad de construcción de la memoria de sí en su vinculación con la memoria del otro al imponer a los sujetos el desarraigo y su efecto disgregador de la memoria. Por último, se discute la urgente necesidad de transformación de las condiciones que generan opresión de los viejos trabajadores.


Abstract This study aimed to understand the importance of narrating and transmitting experience from the memory of the elder and the place of pariah destined to them in capitalism's mode of production. It has as reference studies carried out by the social psychologist Ecléa Bosi and by Walter Benjamin. Two elements present in the experiences reported by Bosi - which are present in the concept of history already elaborated by Benjamin -, are discussed: the importance of the remembrance and the messianic redemption. The relevance of narrating experiences relates to what is predominantly presented in the collected memories: the transmission of unrealized possibilities. It is analyzed how capitalism's flexible working form violates the possibility of constructing the memory of oneself in its connection with the memory of the other by imposing on people the uprooting and its disintegrating effect of memory. Finally, it discusses the urgent need to transform the conditions that generate oppression of the old workers.


Assuntos
Humanos , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Idoso , Capitalismo , Opressão Social , Acontecimentos que Mudam a Vida , Memória , Marginalização Social , Narrativa Pessoal
7.
Physis (Rio J.) ; 31(2): e310209, 2021. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1287533

RESUMO

Abstract The present study aims to discuss the knowledge and practices of Primary Health Care professionals about the modes of disciplinary interaction. It is a descriptive study, with qualitative approach following the methodological proposal of cartography, in which we ran four focus groups with the participation of 33 professionals, among them doctors, nurses and dental surgeons who are part of Family Health teams (FHt). With a cartographic mapping, it was possible to see that the work context of the FHt can be represented by the plan of form, which is affected by the plan of forces, generating interrelationships. From this, the modes of disciplinary interaction emerge as a line of escape, producing new assemblages characterized by the perspectives and proposals listed by the professionals. Through this mapping, the importance of the modes of disciplinary interaction in the FHt practice was evident, mainly as a response to the micropolitics of living labor in health with a focus on lightweight technologies.


Resumo O presente estudo objetiva discutir o conhecimento e as práticas dos profissionais da Atenção Primária à Saúde sobre os modos de interação disciplinar. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem qualitativa, com a proposta metodológica da Cartografia, em que foram realizados quatro grupos focais com a participação de 33 profissionais, dentre eles médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas, de equipes de Saúde da Família (eSF). A partir de um mapeamento cartográfico, foi possível perceber que o contexto do trabalho das eSF pode ser representado pelo plano de forma, que é afetado pelo plano de forças, gerando inter-relações. A partir destas, emergem os modos de interação disciplinar como linha de escape, produzindo novos agenciamentos, caracterizados pelas perspectivas e proposições elencadas pelos profissionais. Por meio desse mapeamento, ficou evidente a importância dos modos de interação disciplinar na prática das eSF como resposta, principalmente, à micropolítica do trabalho vivo em saúde, com centralidade nas tecnologias leves.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Atenção Primária à Saúde , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Estratégia Saúde da Família , Comunicação Interdisciplinar , Relações Interprofissionais , Equipe de Assistência ao Paciente , Gestão em Saúde , Pesquisa Qualitativa , Narrativa Pessoal
8.
Rev. enferm. UFSM ; 11: e35, 2021.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1178124

RESUMO

Objetivo: revelar os efeitos colaterais imediatos e as práticas de autocuidado adotadas por mulheres com câncer ginecológico submetidas à braquiterapia. Método: pesquisa narrativa, realizada com 12 mulheres, no Sul do Brasil, entre dezembro/2018 e janeiro/2019, incluindo entrevista semiestruturada submetida à análise de conteúdo. Resultados: da análise emergiram três categorias temáticas: Cuidados orientados e adotados pelas mulheres em braquiterapia pélvica; Efeitos colaterais imediatos percebidos pelas mulheres em braquiterapia pélvica; Cuidados não orientados pelos profissionais da saúde. Os cuidados orientados pelas enfermeiras mais relatados pelas mulheres foram dilatação vaginal, uso de ducha e lubrificante vaginal, consumo de chá, higienização e guarda do dilatador vaginal. Os efeitos colaterais mais citados nas entrevistas foram alterações urinárias e intestinais na pele e mucosas. Conclusão: evidencia-se que a atenção de enfermagem em braquiterapia deve priorizar cuidados para prevenir e controlar as alterações geniturinárias e tegumentares, incluindo práticas de autocuidado.


Objective: to reveal the immediate side effects and self-care practices adopted by women with gynecological cancer submitted to brachytherapy. Method: narrative research, conducted with 12 women, in southern Brazil, between December/2018 and January/2019, including semi-structured interviews submitted to content analysis. Results: three thematic categories emerged from the analysis: Care oriented and adopted by women in pelvic brachytherapy; Immediate side effects perceived by women in pelvic brachytherapy; Care not guided by health professionals. The care provided by the nurses most reported by the women was vaginal dilation, use of a shower and vaginal lubricant, tea consumption, cleaning, and storage of the vaginal dilator. The side effects most frequently mentioned in the interviews were urinary and intestinal changes in the skin and mucous membranes. Conclusion: nursing care in brachytherapy must prioritize care to prevent and control genitourinary and cutaneous changes, including self-care practices.


Objetivo: revelar los efectos colaterales inmediatos y las prácticas de autocuidado adoptadas por mujeres con cáncer ginecológico sometidas a la braquiterapia. Método: investigación narrativa, realizada con 12 mujeres, en el Sur de Brasil, entre diciembre/2018 y enero/2019, incluyendo entrevista semiestructurada sometida al análisis de contenido. Resultados: del análisis surgieron tres categorías temáticas: Cuidados orientados y adoptados por las mujeres en braquiterapia pélvica; Efectos colaterales inmediatos percibidos por las mujeres en braquiterapia pélvica; Cuidados no orientados por los profesionales de la salud. Los cuidados orientados por las enfermeras más relatados por las mujeres fueron dilatación vaginal, uso de ducha y lubrificante vaginal, consumo de té, higienización y guarda del dilatador vaginal. Los efectos colaterales más citados en las entrevistas fueron alteraciones urinarias e intestinales en la piel y mucosas. Conclusión: se observa que la atención de enfermería en braquiterapia debe priorizar cuidados para prevenir y controlar las alteraciones genitourinarias y pigmentarias, incluyendo prácticas de autocuidado.


Assuntos
Humanos , Braquiterapia , Enfermagem , Narrativa Pessoal , Neoplasias dos Genitais Femininos , Oncologia
9.
Psicol. soc. (Online) ; 33: e228632, 2021.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1279594

RESUMO

Resumo Este artigo analisa as narrativas de mulheres e homens; mães e pais; cuidadoras e cuidadores de crianças e adolescentes envolvidos em denúncias de abuso sexual, na condição de vítimas, e que foram, por essa razão, inseridas/os no sistema de garantia de direitos, objetivando demonstrar o que pensam, que enunciados utilizam para falar sobre o abuso sexual e os sentidos atribuídos à sua inserção na rede de atendimentos. Para auxiliar a operar teoricamente utilizou-se a noção de biopolítica, enquanto uma forma de governo e uma tecnologia do poder de Foucault, associada às ideias de um governo pela psicologia de Castel e à retórica do trauma de Fassin. A partir da análise, é possível descrever como o abuso se torna a forma de legitimação maior para que se possa acessar a proteção do Estado e como as formas de governar capturam a todos/as e balizam as narrativas em sutis esferas.


Resumen Este artículo analiza las narrativas de mujeres y hombres, madres y padres, cuidadores de niñas, niños y adolescentes involucrados en denuncias de abuso sexual, como víctimas, y que fueron, por eso, insertados en el sistema de garantía de derechos, con el objetivo de demostrar lo que piensan, qué declaraciones utilizan para hablar sobre el abuso sexual y los significados atribuidos a su inserción en la red de asistencia. Para ayudar a operar teóricamente, se utilizó la noción de biopolítica, como una forma de gobierno y una tecnología de poder de Foucault, asociada a las ideas de un gobierno de la psicología de Castel y la retórica del trauma de Fassin. A partir del análisis es posible describir cómo el abuso se convierte en la forma de mayor legitimación para que se pueda acceder a la protección del Estado y cómo las formas de gobernar capturan a todas y todos y marcan las narrativas en esferas sutiles.


Abstract This article analyzes the narratives of men and women; mothers and fathers and caretakers of children and adolescents involved in sexual abuse allegations, as victims, and that, for that reason, they have been inserted in the Rights Guarantee System, aiming to demonstrate what they think, what statements they use to talk about sexual abuse and the meanings attributed to their insertion in the care network. To facilitate the theoretical comprehension, the notion of Biopolitics was used as a type of government and one of Foucault's technologies of power, also linked to the ideas of a government for Castel's psychology and to Fassin's rhetoric of trauma. From the analysis it is possible to describe how the abuse becomes the major way of legitimizing in order to access the government protection, and how the forms of government capture all people and support the narratives in subtle ways.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Abuso Sexual na Infância/legislação & jurisprudência , Defesa da Criança e do Adolescente , Proteção , Pais , Cuidadores , Vítimas de Crime/psicologia , Denúncia de Irregularidades , Narrativa Pessoal
10.
Psicol. soc. (Online) ; 33: e224920, 2021. tab
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1279593

RESUMO

Resumo Transição capilar é o processo de abdicação de alisamentos químicos ou físicos dos cabelos, reassumindo suas texturas naturais. A presente pesquisa, de natureza qualitativa, visou a investigar a construção dos sentidos de identidade em mulheres negras que passaram pela transição capilar. Participaram do estudo 12 mulheres negras com idades compreendidas entre 18 e 34 anos. Para a coleta de dados foram utilizadas entrevistas semiestruturadas que foram analisadas através da análise de posicionamento. A transição capilar mudou a forma de posicionamento em relação a si, ao cabelo, à sociedade e à construção da autoimagem. Além de elucidar o processo de reafirmação identitária das interlocutoras, o estudo fomenta a discussão do racismo na sociedade brasileira, ao tratar da desvalorização da estética negra e, por conseguinte, do enaltecimento da branquitude.


Abstract Hair transition is the process of abdicating chemical or physical hair straightening, resuming its natural textures. This qualitative research aimed at investigating the construction of the meanings of identity in black women who went through the hair transition. Twelve black women between the ages of 18 and 34 participated in the study. For the data collection, semi-structured interviews were used and analyzed through the positioning analysis. Hair transition has changed the way of positioning towards itself, hair, society and the construction of self-image. In addition to elucidating the identity affirmation process of the interviewees, the study instigates the discussion of racism in Brazilian society, by dealing with the devaluation of black aesthetics and, therefore, the praise of whiteness.


Resumen La transición capilar es el proceso de abdicar del alisado químico o físico del cabello, retomando sus texturas naturales. La presente investigación, de carácter cualitativo, tuvo como objetivo investigar la construcción de los significados de la identidad en mujeres negras que atravesaron la transición capilar. Participaron del estudio doce mujeres negras de entre 18 y 34 años. Para la recolección de datos se utilizaron entrevistas semiestructuradas, las cuales fueron analizadas mediante análisis de posicionamiento. La transición capilar cambió la forma de posicionamiento en relación con una misma, el cabello, la sociedad y la construcción de la autoimagen. Además de dilucidar el proceso de afirmación identitaria de las interlocutoras, el estudio fomenta la discusión del racismo en la sociedad brasileña, al abordar la devaluación de la estética negra y, por tanto, el elogio de la blancura.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Mulheres/psicologia , Grupo com Ancestrais do Continente Africano , Racismo , Construção Social da Identidade Étnica , Cabelo/crescimento & desenvolvimento , Autoimagem , Estética , Narrativa Pessoal
11.
RECIIS (Online) ; 14(4): 820-831, out.-dez. 2020. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1145469

RESUMO

Por meio da autoetnografia, na qual a experiência do pesquisador se inter-relaciona com o cenário empírico que analisa, o artigo desenvolve como se articulam, em atos comunicacionais, os fluxos encadeados de memória, haja vista um evento traumático contemporâneo. A pandemia da Covid-19 faz emergir lembranças de um passado que sobreviveu pelas narrativas de outro, a gripe espanhola de 1918, nas memórias de infância de quem hoje faz o gesto de contar essa história. Apresentam-se, ainda, aspectos da cobertura jornalística realizada na época pelos principais periódicos do Rio de Janeiro que também produzem narrativas governadas pela lógica dos fluxos encadeados de memória.


Through the autoethnography, in which the researcher's experience is interrelated with the empirical scenario that she or he analyzes, the article reveals how the interconnected streams of memory are articulated in communicational acts, taking into account a contemporary traumatic event. The Covid-19 pandemic gives rise to reminiscences of a past that survived because of the narratives of another event, the 1918 influenza pandemic (Spanish flu), in the childhood memories of the one who nowadays makes the gesture of telling that story. Moreover, the article presents aspects of journalistic coverage then carried out in Rio de Janeiro by the main newspapers and magazines, which also produce narratives guided by the interconnected streams of memory logic.


Por medio de la autoetnografía, en que la experiencia del investigador está interrelacionada con el escenario empírico que analiza, el artículo desarrolla cómo se articulan las corrientes encadenadas de la memoria en actos comunicacionales, teniendo en cuenta un evento traumático contemporáneo. La pandemia de coronavirus desencadena recuerdos de un pasado que sobrevivió debido a las narraciones de otro evento, la gripe española de 1918, en las memorias de la infancia de quien hoy en día hace el gesto de narrar esa historia. Además, el artículo presenta aspectos de la cobertura periodística llevada a cabo en la época por los principales periódicos y revistas de Río de Janeiro que también producen narrativas regidas por la lógica de las corrientes encadenadas de memoria.


Assuntos
Humanos , História do Século XX , Influenza Humana/história , Pandemias , Narrativa Pessoal , Influenza Pandêmica, 1918-1919/história , Publicações Periódicas como Assunto , Jornalismo , Comunicação em Saúde
12.
Sex., salud soc. (Rio J.) ; (36): 343-362, dez. 2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1156948

RESUMO

Resumo Este artigo é um desdobramento do processo de pesquisa sobre a trajetória de vítimas de violência no estado do Ceará (Brasil). Seu objetivo é apresentar as narrativas sobre o sentido da participação em uma rede formada por familiares de vítimas de violência. Para tanto, vale-se da interlocução com três mulheres que são mães e tiveram seus filhos assassinados e/ou encarcerados. A Rede de Mães do Ceará surgiu em 2018 em razão da participação dessas mulheres em uma das edições do Encontro Nacional de Mães e Familiares de Vítimas do Terrorismo do Estado. Observa-se, por intermédio de seus relatos, uma teia de emoções e motivações associadas à ideia de luta por reconhecimento, memória e amor. A metodologia de coleta de dados adotada para a análise somou a realização de um grupo de discussão com as três integrantes da rede cearense a uma série de observações em campo.


Abstract This article is the result of a research process on the trajectory of victims of violence in the state of Ceará, Brazil. Its objective is to present the narratives about the meaning of participation in a network formed by family members of victims of violence. For that, it uses the interlocution with three women who are mothers and had their children murdered and / or imprisoned. The Network of Ceará Mothers appeared in mid-2018 due to the participation of these women in one of the editions of the National Meeting of Mothers and Family Members Victims of State Terrorism. It is possible to observe, through their reports, a web of emotions and motivations associated with the idea of struggle for recognition, memory and love. Data collection methodology included a discussion group with three members of the Ceará network and field observations made by the researchers.


Resumen Este artículo es un desarrollo del proceso de investigación sobre la trayectoria de víctimas de la violencia en el estado de Ceará. Su objetivo es presentar las narrativas sobre el significado de la participación en una red formada por familiares de víctimas de violencia. Para eso, utiliza la interlocución con tres mujeres que son madres y tuvieron sus hijos asesinados y/o encarcelados. La Red de Madres de Ceará surgió en 2018 por la participación de estas mujeres en una de las ediciones del Encuentro Nacional de Madres y Familiares de Víctimas del Terrorismo del Estado. Se observa a través de sus relatos una red de emociones y motivaciones asociadas a la idea de lucha por el reconocimiento, la memoria y el amor. La metodología de recolección de datos adoptada para el análisis agregó un grupo de discusión con los tres miembros de la red Ceará a una serie de observaciones de campo.


Assuntos
Humanos , Feminino , Apoio Social , Violência , Família , Vítimas de Crime , Estado , Mães , Prisões , Brasil , Adolescente , Direitos Civis , Violações dos Direitos Humanos , Emoções , Narrativa Pessoal , Angústia Psicológica , Acontecimentos que Mudam a Vida
13.
Sex., salud soc. (Rio J.) ; (36): 74-94, dez. 2020. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1156947

RESUMO

Resumen A partir de seis entrevistas a hombres con VIH (HV) con identidades no heteronormativas, este artículo explora los cambios y continuidades, después del diagnóstico, en sus sexualidades y expresiones de género. Se focalizó la atención en los condicionamientos estructurales a estas experiencias. Para el análisis, se retomaron elementos de la construcción de género de y la teoría de la estructuración. Se recurre al método de comparación constante, para formar categorías con los patrones encontrados. Los resultados destacan que la opresión estructural a las prácticas sexuales y expresiones de género, se incrementa con la agudización de necesidades materiales y de apoyo, espiritual y psicológico.


Resumo Com base em seis entrevistas com homens com HIV (HH), com identidades não-heteronromativas, este estudo explora as mudanças e continuidades em sua sexualidade e expressões de gênero após o diagnóstico, focalizando as condições estruturais dessas experiências. Elementos de construção de gênero e a teoria de estruturação foram usados na análise. Usando o método de comparação constante para formar categorias com os padrões encontrados. Os resultados mostram que a opressão estrutural das práticas sexuais e expressões de gênero aumentam com o agravamento das necessidades materiais e de apoio espiritual e psicológico.


Abstract Based on six interviews with men with HIV (MH) that have non-heteronormative identities, this study explores transformations and continuities in their sexuality and gender expressions after the diagnosis. The focus was on the structural conditioning of this experience. For the analysis, elements of the construction of gender and the theory of structuring were used. The constant comparison method is used to form categories within patterns found. The results highlight that the structural oppression of sexual practices and gender expressions increases with the exacerbation of material needs and for spiritual and psychological support.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Infecções por HIV , Soropositividade para HIV , Sexualidade , Minorias Sexuais e de Gênero , Identidade de Gênero , Acontecimentos que Mudam a Vida , Entrevistas como Assunto , Pesquisa Qualitativa , Estigma Social , Pessoas Transgênero , Narrativa Pessoal , Normas de Gênero , México
14.
Sex., salud soc. (Rio J.) ; (36): 231-254, dez. 2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1156946

RESUMO

Resumo O artigo aborda as ambiguidades dos lugares ocupados pelas mães e familiares a partir de limites e possibilidades de agenciamento no ativismo em torno das prisões. Discuto a atuação de mães em uma associação de familiares de presos chamada Amparar, com sede em São Paulo, seguindo os trajetos de Railda Alves, uma de suas fundadoras. A Amparar existe desde 2004 e desenvolve suas atividades em articulação com outras organizações que atuam no campo dos Direitos Humanos. O reconhecimento como mãe de preso e a enunciação tanto da potência do vínculo materno quanto do sofrimento dele decorrente fazem parte das negociações que envolvem o diálogo e o trabalho em rede com outras organizações, ativistas e instituições estatais. A figura da mãe permite a participação em determinadas atividades e a construção de trajetórias ativistas, mas opera também como limitadora em contextos que envolvem, sobretudo, as negociações com o Estado.


Abstract The article addresses the ambiguities of being mothers and family members con- sidering the limits and possibilities of agency in activism around prisons. I discuss the role of mothers in a Prisoners' Family Association named Amparar, located in São Paulo, following the paths of Railda Alves, one of its founders. Amparar exists since 2004 and develops its activities in conjunction with other organizations working in the field of Human Rights. The recognition as a prisoner's mother and the statement of both the strength of the maternal bond and the resulting suffering from it are part of the negotiations that involve dialogue and networking with other organizations, activists, and state institutions. The figure of the mother allows participation in certain activities and the construction of activist trajectories, but it also operates as a limiter in contexts that involve negotiations with the State.


Resumen El artículo aborda las ambigüedades de los lugares ocupados por madres y fami- liares desde los límites y posibilidades de agencia en el activismo en torno a las cárceles. Mi análisis si construye desde el papel de las madres en una asociación de familiares de presos llamada Amparar, con sede en São Paulo, siguiendo los caminos de Railda Alves, una de sus fundadoras. Amparar existe desde 2004 y desarrolla sus actividades en conjunto con otras organizaciones que trabajan en el campo de los Derechos Humanos. El reconocimiento como madre de un preso y la declaración tanto de la fuerza del vínculo materno como del sufrimien- to resultante son parte de las negociaciones que implican el diálogo y el networking con otras organizaciones, activistas e instituciones estatales. La figura de la madre permite la partici- pación en determinadas actividades y la construcción de trayectorias activistas, pero también opera como limitante en contextos que involucran, sobre todo, negociaciones con el Estado.


Assuntos
Humanos , Feminino , Prisões , Família , Ativismo Político , Identidade de Gênero , Acontecimentos que Mudam a Vida , Mães , Prisioneiros , Estresse Psicológico , Direitos Civis , Narrativa Pessoal
15.
Sex., salud soc. (Rio J.) ; (36): 95-116, dez. 2020. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1156945

RESUMO

Resumo O artigo analisa dimensões sociológicas que intervêm no processo decisório para o aborto a partir de uma pesquisa antropológica sobre trajetórias afetivo-sexual, contraceptiva e reprodutiva de mulheres e homens, de diferentes classes sociais e gerações, no Rio de Janeiro, Brasil. Neste texto, explora-se as narrativas presentes em 15 entrevistas em profundidade com homens de 40-49 anos sobre a gravidez e o aborto voluntário das parceiras. Salientamos dois argumentos: 1) a centralidade do gênero e da inserção de classe na determinação dos comportamentos masculinos em relação ao aborto; 2) a externalidade masculina ao evento como traço estruturante de gênero, em distintas gerações. Produzir inflexões analíticas para compreensão dos modos relacionais que engendram decisões reprodutivas no âmbito da conjugalidade ou fora dela lança luz sobre as muitas dificuldades que cercam o abortamento em geral e o papel masculino nesse tensionado cenário.


Resumen El artículo analiza dimensiones sociológicas que intervienen en el proceso decisorio para el aborto a partir de una investigación antropológica sobre trayectorias afectivo-sexual, anticonceptiva y reproductiva de mujeres y hombres, de diferentes clases sociales y generaciones, en Río de Janeiro, Brasil. En este texto, se exploran las narrativas presentes en 15 entrevistas a profundidad con hombres de 40-49 años sobre el embarazo y el aborto voluntario de las parejas. Enfatizamos en dos argumentos: 1) la centralidad del género y de la inserción de clase en la determinación de los comportamientos masculinos en relación al aborto; 2) la externalidad masculina al evento como trazo estructurante del género, en distintas generaciones. Producir inflexiones analíticas para la comprensión de los modos relacionales que engendran decisiones reproductivas en el ámbito de la conyugalidad o fuera de ella lanza luz sobre las muchas dificultades que cercan el aborto en general y el papel masculino en ese tensionado escenario.


Abstract This paper analyses sociological dimensions influencing the abortion decision-making process, drawing on a larger anthropological study of the affective-sexual, contraceptive and reproductive trajectories of women and men, of different social classes and generations in Rio de Janeiro, Brazil. We explore 15 in-depth interviews with men aged 40-49 about their partners' pregnancy and voluntary abortion. Two arguments are discussed: (1) the crucial role of gender and class position in determining male behaviors with regard to abortion by a partner; 2) men´s externality in relation to the event as a gender-structuring trait in different generations. Producing analytical reflections to understand how relational ways influence reproductive decisions in the context of conjugality or outside it sheds light on many difficulties that surround abortion in general and the male role in this tensioned scenario.


Assuntos
Humanos , Masculino , Gravidez , Tomada de Decisões , Aborto , Gênero e Saúde , Identidade de Gênero , Homens , Comportamento Paterno , Paternidade , Classe Social , Brasil , Entrevistas como Assunto , Aborto Induzido , Anticoncepção , Narrativa Pessoal , Relações Interpessoais
16.
Sex., salud soc. (Rio J.) ; (36): 275-290, dez. 2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1156958

RESUMO

Resumo Entre mães e familiares de vítimas do Estado, a possiblidade de vivenciar e de elaborar o luto está intensamente vinculada ao reconhecimento público da denúncia. No entanto, mobilizações e demandas são respondidas com represálias; as mortes e desaparecimentos não são plenamente percebidos como problemas sociais e reconhecidos enquanto homicídios. Por meio de um estudo de caso, que se arrasta por quinze anos sem solução jurídica, intenciono interpretar a expressão dos sentimentos maternos como recurso político e de sensibilização. Observo uma biografia moral e afetiva como ampliação discursiva e emocional de experiências maternas desencadeadas e construídas ao longo da percepção do evento crítico que é o desaparecimento forçado e analiso modalidades de afirmação que se desenrolam quando a violência é movimentada na fronteira entre denúncia e relações correntes.


Abstract For mothers and relatives of victims of the State, the chances of experiencing grief are closely linked to public acknowledgement of a missing person's report. However, mobilisations and demands are met with retaliation; deaths and disappearances are not fully perceived as social problems or acknowledged as homicides. By means of a fifteen-year case study still legally unsolved, my aim is to interpret the expression of motherly feelings as a political and sensitising resource. My contention is that a moral and affective biography is a discursive and emotional enlargement of motherly experiences that are triggered and constructed throughout the perception of an enforced disappearance as a critical episode. Moreover, I analyse modalities of assertion that take place whenever violence is performed at the border between a missing person's report and current relations.


Resumen Entre las madres y los parientes de victimas del Estado, la posibilidad de vivir y elaborar el luto está intensamente vinculada al reconocimiento público de la denuncia. Sin embargo, las movilizaciones y demandas son respondidas con represalias; las muertes y desaparecimientos no son plenamente entendidos como problemas sociales o reconocidos como homicidios. A través de un estudio de caso que se ha desarrollado por quince años sin solución jurídica, mi objetivo es interpretar la expresión de los sentimientos maternos como recurso político y de sensibilización. Observo una biografía moral y afectiva como una ampliación discursiva y emocional de experiencias maternas desencadenadas y construidas a lo largo de la percepción de un desaparecimiento forzado como un evento crítico. Además, analizo las modalidades de afirmación que se desarrollan cuando la violencia se mueve en la frontera entre la denuncia y las relaciones vigentes.


Assuntos
Humanos , Feminino , Violência , Luto , Poder Familiar , Narrativa Pessoal , Acontecimentos que Mudam a Vida , Mães/história , Política , Desejabilidade Social , Brasil , Atitude Frente a Morte , Estado , Violações dos Direitos Humanos , Emoções , Homicídio , Relações Mãe-Filho
17.
RECIIS (Online) ; 14(4): 857-869, out.-dez. 2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1145475

RESUMO

Este artigo trabalha na perspectiva histórica e na revisão bibliográfica de autores que analisam os recursos da linguagem, como a metáfora, para perceber a construção discursiva do HIV/aids na medicina, na mídia, no campo literário, na militância LGBTI e nos relatos em canais no YouTube de pessoas vivendo com HIV. O objetivo é utilizar as análises da terminologia e da história de luta pela significação de termos associados à doença e ao vírus em cada período. Dessa forma, verificamos que as representações iniciais sobre a condição clínica relacionada à culpa e ao julgamento moral de grupos, já vulneráveis antes da epidemia, não foram totalmente superadas no discurso. Observamos ainda os esforços, ao longo desses 40 anos, no campo da ciência para reduzir o estigma e a discriminação a partir da palavra.


This article works in the historical perspective and in the bibliographic review of authors who analyze language resources, such as the metaphor, to understand the discursive construction of HIV/AIDS in medicine, in the media, in the literary field, in LGBTI activism and in reports on YouTube channels of people living with HIV. The objective is to use the analysis of terminology and history of struggle for the meaning of terms associated with the disease and the virus in each period. We found that the initial representations about the clinical condition related to guilt and the moral judgment of groups, already vulnerable before the epidemic, were not completely overcome in the discourse. We also observe the efforts, over these 40 years, in the field of science to reduce stigma and discrimination based on words.


Este artículo trabaja en la perspectiva histórica y en la revisión bibliográfica de autores que analizan recursos del lenguaje, como la metáfora, para comprender la construcción discursiva del VIH/SIDA en la medicina, en los medios de comunicación, en el campo literario, en el activismo LGBTI y en canales de YouTube de personas que viven con el VIH. El objetivo es utilizar el análisis de la terminología y la historia de las luchas por el significado de los términos asociados a la enfermedad y al virus en cada período. Así, encontramos que las representaciones iniciales sobre el cuadro clínico relacionado con la culpa y el juicio moral de grupos, ya vulnerables antes de la epidemia, no fueron superadas por completo en el discurso. También hemos visto esfuerzos, durante estos 40 años, en el campo de la ciencia para reducir el estigma y la discriminación basados en las palabras.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , História do Século XX , História do Século XXI , Semântica , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/história , HIV , Metáfora , Webcasts como Assunto , Minorias Sexuais e de Gênero , Preconceito , Comportamento Sexual , Meios de Comunicação , Jornalismo , Estigma Social , Epidemias , Mídias Sociais , Narrativa Pessoal , Terminologia como Assunto
18.
Sex., salud soc. (Rio J.) ; (36): 181-205, dez. 2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1156954

RESUMO

Resumo Este artigo é baseado em etnografia realizada entre os anos de 2015 e 2017 no Núcleo de Direitos Humanos da Defensoria Pública do Rio de Janeiro (NUDEDH), mais especificamente no programa de Proteção às Vítimas de Violência Praticada por Agentes Estatais ou Particulares. No contexto de antinegritude vigente no Rio de Janeiro, esta linha de atuação do NUDEDH se tornou uma ferramenta utilizada por mães de vítimas de violência policial em favelas e periferias, que passam a atuar como assistentes de acusação nos processos penais dos assassinatos de seus filhos e filhas. Este artigo, ao mobilizar literatura sobre a Teoria Crítica da Raça e Estudos Negros, tem por objetivo examinar os usos do sofrimento negro e da maternidade negra para a movimentação do Fluxo do Sistema de Justiça Criminal.


Abstract This article is based on ethnography carried out between 2015 and 2017 at the Human Rights Nucleus of the Public Defender's Office in Rio de Janeiro (NUDEDH), specifically in the Program for the Protection of Victims of Violence Practiced by State or Private Agents. In the context of anti-blackness in Rio de Janeiro, this line of action by NUDEDH has become a tool used by mothers of police violence killings in slums and peripheries. In this scenario, the mothers support and impel the accusing entity in the criminal proceedings on the murder of their sons and daughters. This article, by mobilizing Critical Race Theory and Black Studies literature, aims to examine the uses of black suffering and black motherhood for the Flow of the Criminal Justice System.


Resumen Este artículo esta sustenido en la etnografía realizada entre los años 2015 y 2017 en el Centro de Derechos Humanos de la Defensoría Pública de Río de Janeiro (NUDEDH), más específicamente, en el Programa de Protección a Víctimas de Violencia Practicada por Agentes del Estado o Privados. En el contexto de anti-negritud vigente en Río de Janeiro, esta línea de acción del NUDEDH se ha convertido en una herramienta utilizada por madres de jóvenes asesinados en el marco de la violencia policial en barrios marginales y periferias. En este escenario, las madres apoyan e impulsan a los entes acusadores que llevan los procesos penales por los asesinatos de sus hijos e hijas. Este artículo, busca movilizar la literatura sobre la Teoría Crítica de la Raza y los Estudios Negros, y tiene como objetivo examinar los usos del sufrimiento negro y de la maternidad negra para el impulso del flujo del Sistema de Justicia Penal.


Assuntos
Humanos , Feminino , Violência , Polícia , Poder Familiar , Vítimas de Crime , Direito Penal , Mães , Estresse Psicológico , Brasil , Estado , Defensoria Pública , Grupo com Ancestrais do Continente Africano , Racismo , Narrativa Pessoal , Violência com Arma de Fogo , Direitos Humanos
19.
Sex., salud soc. (Rio J.) ; (36): 255-274, dez. 2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1156951

RESUMO

Resumo Este artigo analisa as práticas e os afetos implicados nas atividades de negociação e denúncia protagonizadas por mães ante o poder necropolítico operado no encarceramento de adolescentes nas unidades de internação do Sistema Socioeducativo em Fortaleza, capital do Ceará. Analiso os modos de construção de vínculos coletivos e de pertença ao Grupo, não como unidade fechada e fixa, mas sim como convergência cuja dinâmica é porosa à influência de outros sujeitos e à ação de suas participantes e a expressão pública de uma ética com centralidade no cuidado por meio do protesto. Tomando como eixo de análise o cuidado em contextos sob o poder necropolítico, explicito como violência, gênero, raça e Estado se coproduzem na conformação de lugares sociais de mães em "luta".


Abstract This article analyzes the practices and affections involved in negotiation and denunciation activities carried out by mothers in the face of the necropolitical power operated in the incarceration of adolescents in Fortaleza, capital of Ceará. I analyze the ways of building collective bonds and belonging to the Group, not as a closed and fixed unit, but as a convergence whose dynamics are porous to the influence of other subjects and the action of its participants and the public expression of an ethics with a central focus on care through protest. Regarding care as an axis to this analysis, under the necropolitical power, this paper evidences how violence, gender, race and State are coproduced in the conformation of social places of mother's "fight".


Resumen Este artículo analisa las prácticas y los afectos implicados en las actividades de negociación y denuncia protagonizadas por madres ante el poder necropolítico que se opera en el encarcelamiento de adolescentes en las unidades de internación del Sistema Socioeducativo en Fortaleza, capital de Ceará. Analiso los modos de construcción de vínculos colectivos y de pertenencia al Grupo, no como una unidad cerrada y fija sino una convergencia cuja dinámica es porosa a la influencia de otros sujetos y a la acción de sus participantes, además de la expresión pública de una ética del cuidado por medio de la protesta. Adopto el cuidado en contextos bajo el poder necropolítico como eje de análisis y explicito como violencia, género, raza y Estado se coproducen en la conformación de lugares sociales de madres en "lucha".


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Política , Prisões , Estado , Ativismo Político , Delinquência Juvenil , Mães , Violência , Brasil , Entrevistas como Assunto , Adolescente Institucionalizado , Polícia , Vítimas de Crime , Grupo com Ancestrais do Continente Africano , Empatia , Narrativa Pessoal
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...