Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 1.382
Filtrar
1.
Brasília; s.n; 6 ago. 2020.
Não convencional em Português | LILACS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1117768

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 11 artigos e 10 protocolos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Ribavirina/uso terapêutico , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Vacina BCG/uso terapêutico , Ganciclovir/uso terapêutico , Cloroquina/uso terapêutico , Estudos de Coortes , Corticosteroides/uso terapêutico , Azitromicina/uso terapêutico , Ritonavir/uso terapêutico , Oseltamivir/uso terapêutico , Lopinavir/uso terapêutico , Glucocorticoides/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico
2.
Brasília; s.n; 5 ago 2020.
Não convencional em Português | LILACS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1117760

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 11 artigos e 6 protocolos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Antivirais/uso terapêutico , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Imunoglobulinas/uso terapêutico , Metilprednisolona/uso terapêutico , Colchicina/uso terapêutico , Metotrexato/uso terapêutico , Estudos de Coortes , Interferons/uso terapêutico , Corticosteroides/uso terapêutico , Azitromicina/uso terapêutico , Oseltamivir/uso terapêutico , Células-Tronco Mesenquimais , Interferon alfa-2/uso terapêutico , Glucocorticoides/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico , Imunossupressores/uso terapêutico , Antibacterianos/uso terapêutico , Anticorpos Monoclonais/uso terapêutico
3.
Trials ; 21(1): 702, 2020 Aug 08.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32771032

RESUMO

OBJECTIVES: To evaluate the effectiveness of Hydroxychloroquine Phosphate/Sulfate (200 mg orally 8 hourly thrice a day for 5 days), versus oseltamivir (75 mg orally twice a day for 5 days), and versus Azithromycin (500 mg orally daily on day 1, followed by 250 mg orally twice a day on days 2-5) alone and in combination (in all seven groups), in clearing the coronavirus (COVID-19) nucleic acid from throat and nasal swab and in bringing about clinical improvement on day 7 of follow-up (primary outcomes). TRIAL DESIGN: An adaptive design, set within a comprehensive cohort study, to permit flexibility in this fast-changing clinical and public health scenario. The randomized study will be a multicenter, multiarm, multistage, randomized controlled trial with a parallel design. An observation only cohort will emerge from those not consenting to randomization. PARTICIPANTS: Eligible will be newly diagnosed patients, either hospitalized or in self-isolation, without any comorbidities or with controlled chronic medical conditions like diabetes mellitus and hypertension. Participants of any gender or age group having tested positive for COVID-19 on Real-Time qRT-PCR (Quantitative Reverse Transcription PCR) will be invited to take part in study at twelve centers across eight cities in Pakistan. Those pregnant or lactating, severely dyspneic or with respiratory distress, already undergoing treatment, and with serious comorbidities like liver or kidney failure will be excluded. INTERVENTION AND COMPARATOR: There will be a total of seven comparator groups: Each drug (Hydroxychloroquine Phosphate/Sulfate, Oseltamivir and Azithromycin) given as monotherapy (three groups); combinations of each of two drugs (three groups); and a final group on triple drug regimen. MAIN OUTCOMES: The laboratory-based primary outcome will be turning the test negative for COVID-19 on qRT-PCR on day 7 of follow-up. The clinical primary outcome will be improvement from baseline of two points on a seven-category ordinal scale of clinical status on day 7 of follow-up. RANDOMIZATION: Participants will be randomized, maintaining concealment of allocation sequence, using a computer-generated random number list of variable block size into multiple intervention groups in the allocation ratio of 1:1 for all groups. BLINDING (MASKING): This is an open label study, neither physician nor participants will be blinded. NUMBERS TO BE RANDOMIZED (SAMPLE SIZE): This is an adaptive design and parameters for formal sample size calculation in a new disease of a previously unknown virus are not available. Thus, the final sample size will be subjected to periodic reviews at each stage of adaptive design and subsequent advice of National Data Safety & Management Board (NDSMB) notified by Drug Regulatory Authority of Pakistan. TRIAL STATUS: Protocol Version 1.7 dated July 5, 2020. By July 03, 2020, the trial had recruited a total of about 470 participants across 12 centers after approval from the National Bioethics Committee and Drug Regulatory Authority of Pakistan. Recruitment started on April 20, 2020. The recruitment is expected to continue for at least three months subject to review by the National Data Safety and Management Board (NDSMB) notified by Drug Regulatory Authority of Pakistan. TRIAL REGISTRATION: Prospectively registered on 8 April 2020 at clinicaltrials.gov ID: NCT04338698 The full protocol is attached as an additional file, accessible from the Trials website (Additional file1). In the interest in expediting dissemination of this material, the familiar formatting has been eliminated; this Letter serves as a summary of the key elements of the full protocol. The study protocol has been reported in accordance with the Standard Protocol Items: Recommendations for Clinical Interventional Trials (SPIRIT) guidelines (Additional file2).


Assuntos
Azitromicina/uso terapêutico , Betacoronavirus , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico , Oseltamivir/uso terapêutico , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto , Comorbidade , Humanos , Pandemias , Projetos de Pesquisa
4.
Protein Cell ; 11(10): 723-739, 2020 10.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32754890

RESUMO

Emerging and re-emerging RNA viruses occasionally cause epidemics and pandemics worldwide, such as the on-going outbreak of the novel coronavirus SARS-CoV-2. Herein, we identified two potent inhibitors of human DHODH, S312 and S416, with favorable drug-likeness and pharmacokinetic profiles, which all showed broad-spectrum antiviral effects against various RNA viruses, including influenza A virus, Zika virus, Ebola virus, and particularly against SARS-CoV-2. Notably, S416 is reported to be the most potent inhibitor so far with an EC50 of 17 nmol/L and an SI value of 10,505.88 in infected cells. Our results are the first to validate that DHODH is an attractive host target through high antiviral efficacy in vivo and low virus replication in DHODH knock-out cells. This work demonstrates that both S312/S416 and old drugs (Leflunomide/Teriflunomide) with dual actions of antiviral and immuno-regulation may have clinical potentials to cure SARS-CoV-2 or other RNA viruses circulating worldwide, no matter such viruses are mutated or not.


Assuntos
Antivirais/farmacologia , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Oxirredutases/antagonistas & inibidores , Pandemias , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Vírus de RNA/efeitos dos fármacos , Animais , Antivirais/uso terapêutico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Betacoronavirus/fisiologia , Sítios de Ligação/efeitos dos fármacos , Linhagem Celular , Infecções por Coronavirus/virologia , Crotonatos/farmacologia , Síndrome da Liberação de Citocina/tratamento farmacológico , Avaliação Pré-Clínica de Medicamentos , Técnicas de Inativação de Genes , Humanos , Vírus da Influenza A/efeitos dos fármacos , Leflunomida/farmacologia , Camundongos , Camundongos Endogâmicos BALB C , Infecções por Orthomyxoviridae/tratamento farmacológico , Oseltamivir/uso terapêutico , Oxirredutases/metabolismo , Pneumonia Viral/virologia , Ligação Proteica/efeitos dos fármacos , Pirimidinas/biossíntese , Vírus de RNA/fisiologia , Relação Estrutura-Atividade , Toluidinas/farmacologia , Ubiquinona/metabolismo , Replicação Viral/efeitos dos fármacos
6.
Brasília; s.n; 22 jul.2020.
Não convencional em Português | LILACS | ID: biblio-1117681

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 20 artigos e 10 protocolos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Ribavirina/uso terapêutico , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Ceftriaxona/uso terapêutico , Dexametasona/uso terapêutico , Metilprednisolona/uso terapêutico , Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico , Estudos Transversais , Estudos de Coortes , Corticosteroides/uso terapêutico , Azitromicina/uso terapêutico , Heparina de Baixo Peso Molecular/uso terapêutico , Ritonavir/uso terapêutico , Oseltamivir/uso terapêutico , Lopinavir/uso terapêutico , Interferon beta-1a/uso terapêutico , Rituximab/uso terapêutico , Amiodarona/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico , Medicina Tradicional Chinesa/instrumentação , Antibacterianos/uso terapêutico
7.
Brasília; s.n; 20 jul.2020.
Não convencional em Português | LILACS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1117679

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 14 artigos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Ribavirina/uso terapêutico , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Vitamina D/uso terapêutico , Imunoglobulinas/uso terapêutico , Dexametasona/uso terapêutico , Metilprednisolona/uso terapêutico , Prednisona/uso terapêutico , Roxitromicina/uso terapêutico , Estudos Transversais/instrumentação , Estudos de Coortes , Interferons/uso terapêutico , Azitromicina/uso terapêutico , Heparina de Baixo Peso Molecular/uso terapêutico , Peptidil Dipeptidase A/uso terapêutico , Ritonavir/uso terapêutico , Oseltamivir/uso terapêutico , Lopinavir/uso terapêutico , Amoxicilina/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico
8.
Brasília; s.n; 17 jul. 2020.
Não convencional em Português | LILACS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1117678

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 14 artigos e 13 protocolos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Ribavirina/uso terapêutico , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Dexametasona/uso terapêutico , Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico , Vancomicina/uso terapêutico , Ganciclovir/uso terapêutico , Estudos de Coortes , Corticosteroides/uso terapêutico , Azitromicina/uso terapêutico , Ritonavir/uso terapêutico , Oseltamivir/uso terapêutico , Antagonistas de Receptores Adrenérgicos beta 1/uso terapêutico , Lopinavir/uso terapêutico , Linezolida/uso terapêutico , Darunavir/uso terapêutico , Cobicistat/uso terapêutico , Interferon beta-1a/uso terapêutico , Adalimumab/uso terapêutico , Abatacepte/uso terapêutico , Etanercepte/uso terapêutico , Cefepima/uso terapêutico , Meropeném/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico
10.
Brasília; s.n; 14 jul. 2020.
Não convencional em Português | LILACS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1117673

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 17 artigos e 18 protocolos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Imunoglobulinas/uso terapêutico , Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico , Vacina BCG/uso terapêutico , Efeito de Coortes , Cloroquina/uso terapêutico , Corticosteroides/uso terapêutico , Azitromicina/uso terapêutico , Ritonavir/uso terapêutico , Interleucina-17/uso terapêutico , Combinação de Medicamentos , Oseltamivir/uso terapêutico , Lopinavir/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico
11.
Brasília; s.n; 7 jul. 2020.
Não convencional em Português | LILACS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1117630

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 17 artigos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Esteroides/uso terapêutico , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Vitamina D/uso terapêutico , Varfarina/uso terapêutico , Ivermectina/uso terapêutico , Ceftriaxona/uso terapêutico , Cloroquina/uso terapêutico , Metotrexato/uso terapêutico , Corticosteroides/uso terapêutico , Azitromicina/uso terapêutico , Ritonavir/uso terapêutico , Oseltamivir/uso terapêutico , Proteína Antagonista do Receptor de Interleucina 1/uso terapêutico , Lopinavir/uso terapêutico , Infliximab/uso terapêutico , Leflunomida/uso terapêutico , Amoxicilina/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico , Ácido Micofenólico/uso terapêutico
12.
Brasília; s.n; 6 jul. 2020.
Não convencional em Português | LILACS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1117629

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 17 artigos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Avaliação da Tecnologia Biomédica , gama-Globulinas/uso terapêutico , Imunoglobulinas/uso terapêutico , Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico , Vacinas/uso terapêutico , Cloroquina/uso terapêutico , Interferon beta/uso terapêutico , Aldeído Redutase/antagonistas & inibidores , Corticosteroides/uso terapêutico , Azitromicina/uso terapêutico , Sulfato de Zinco/uso terapêutico , Ritonavir/uso terapêutico , Oseltamivir/uso terapêutico , Lopinavir/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico
13.
BMC Infect Dis ; 20(1): 478, 2020 Jul 06.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32631240

RESUMO

BACKGROUND: Extended use of oseltamivir in an immunocompromised host could reportedly induce neuraminidase gene mutation possibly leading to oseltamivir-resistant influenza A/H3N2 virus. To our knowledge, no report is available on the clinical course of a severely immunocompromised patient with a dual E119D/R292K neuraminidase mutated-influenza A/H3N2 during the administration of peramivir. CASE PRESENTATION: A 49-year-old male patient was admitted for second allogeneic hematopoietic cell transplantation for active acute leukemia. The patient received 5 mg prednisolone and 75 mg cyclosporine and had severe lymphopenia (70/µL). At the time of hospitalization, the patient was diagnosed with upper tract influenza A virus infection, and oseltamivir treatment was initiated immediately. However, the patient was intolerant to oseltamivir. The following day, treatment was changed to peramivir. Despite a total period of neuraminidase-inhibitor administration of 16 days, the symptoms and viral shedding continued. Changing to baloxavir marboxil resolved the symptoms, and the influenza diagnostic test became negative. Subsequently, sequence analysis of the nasopharyngeal specimen revealed the dual E119D/R292K neuraminidase mutant influenza A/H3N2. CONCLUSIONS: In a highly immunocompromised host, clinicians should take care when peramivir is used for extended periods to treat influenza virus A/H3N2 infection as this could potentially leading to a dual E119D/R292K substitution in neuraminidase protein. Baloxavir marboxil may be one of the agents that can be used to treat this type of mutated influenza virus infection.


Assuntos
Antivirais/uso terapêutico , Ciclopentanos/uso terapêutico , Farmacorresistência Viral/efeitos dos fármacos , Inibidores Enzimáticos/uso terapêutico , Guanidinas/uso terapêutico , Vírus da Influenza A Subtipo H3N2/genética , Influenza Humana/tratamento farmacológico , Oxazinas/uso terapêutico , Piridinas/uso terapêutico , Tiepinas/uso terapêutico , Triazinas/uso terapêutico , Ciclopentanos/efeitos adversos , Ciclopentanos/farmacologia , Farmacorresistência Viral/genética , Inibidores Enzimáticos/efeitos adversos , Inibidores Enzimáticos/farmacologia , Guanidinas/efeitos adversos , Guanidinas/farmacologia , Transplante de Células-Tronco Hematopoéticas/métodos , Humanos , Hospedeiro Imunocomprometido , Influenza Humana/virologia , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Mutação , Neuraminidase/antagonistas & inibidores , Neuraminidase/genética , Oseltamivir/uso terapêutico , Transplante Homólogo/métodos , Resultado do Tratamento , Proteínas Virais/antagonistas & inibidores , Proteínas Virais/genética
14.
Eur J Pharmacol ; 882: 173328, 2020 Sep 05.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32603692

RESUMO

The novel coronavirus, later identified as SARS-CoV-2, originating from Wuhan in China in November 2019, quickly spread around the world becoming a pandemic. Despite the knowledge of previous coronaviruses, such as those responsible for the SARS and MERS-CoV epidemic, there is no drug or prophylaxis treatment to this day. The rapid succession of scientific findings on SARS-CoV-2 provides a significant number of potential drug targets. Nevertheless, at the same time, the high quantity of clinical data, generated by a large number of rapidly infected people, require accurate tests regarding effective medical treatments. Several in vitro and in vivo studies were rapidly initiated after the outbreak of the pandemic COVID-19. Initial clinical studies revealed the promising potential of remdesivir that demonstrated a powerful and specific in vitro antiviral activity for COVID-19. Promising effects appear to be attributable to hydroxychloroquine. Remdesivir and hydroxychloroquine are being tested in ongoing randomized trials. In contrast, oseltamivir was not effective and corticosteroids are not currently recommended. However, few data from ongoing clinical trials are identifying low molecular weight heparins, innate immune system stimulating agents, and inflammatory modulating agents as potential effective agents. The authors assume that the current pandemic will determine the need for a systematic approach based on big data analysis for identifying effective drugs to defeat SARS-Cov-2. This work is aimed to be a general reference point and to provide an overview as comprehensive as possible regarding the main clinical trials in progress at the moment.


Assuntos
Adjuvantes Imunológicos/farmacologia , Antivirais/farmacologia , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Mediadores da Inflamação/farmacologia , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Monofosfato de Adenosina/análogos & derivados , Monofosfato de Adenosina/farmacologia , Monofosfato de Adenosina/uso terapêutico , Adjuvantes Imunológicos/uso terapêutico , Alanina/análogos & derivados , Alanina/farmacologia , Alanina/uso terapêutico , Antivirais/uso terapêutico , Betacoronavirus/imunologia , Betacoronavirus/patogenicidade , Ensaios Clínicos como Assunto , Infecções por Coronavirus/epidemiologia , Infecções por Coronavirus/virologia , Glucocorticoides/farmacologia , Glucocorticoides/uso terapêutico , Heparina de Baixo Peso Molecular/farmacologia , Heparina de Baixo Peso Molecular/uso terapêutico , Humanos , Hidroxicloroquina/farmacologia , Hidroxicloroquina/uso terapêutico , Imunidade Inata/efeitos dos fármacos , Mediadores da Inflamação/uso terapêutico , Oseltamivir/farmacologia , Oseltamivir/uso terapêutico , Pandemias , Pneumonia Viral/epidemiologia , Pneumonia Viral/virologia , Resultado do Tratamento
15.
Front Immunol ; 11: 1102, 2020.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32670273

RESUMO

With the sudden outbreak of COVID-19 patient worldwide and associated mortality, it is critical to come up with an effective treatment against SARS-CoV-2. Studies suggest that mortality due to COVID 19 is mainly attributed to the hyper inflammatory response leading to cytokine storm and ARDS in infected patients. Sphingosine-1-phosphate receptor 1 (S1PR1) analogs, AAL-R and RP-002, have earlier provided in-vivo protection from the pathophysiological response during H1N1 influenza infection and improved mortality. Recently, it was shown that the treatment with sphingosine-1-phosphate receptor 1 analog, CYM5442, resulted in the significant dampening of the immune response upon H1N1 challenge in mice and improved survival of H1N1 infected mice in combination with an antiviral drug, oseltamivir. Hence, here we suggest to investigate the possible utility of using S1P analogs to treat COVID-19.


Assuntos
Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Síndrome da Liberação de Citocina/prevenção & controle , Indanos/uso terapêutico , Lisofosfolipídeos/agonistas , Oxidiazóis/uso terapêutico , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Receptores de Esfingosina-1-Fosfato/metabolismo , Esfingosina/análogos & derivados , Animais , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Betacoronavirus/imunologia , Humanos , Vírus da Influenza A Subtipo H1N1/efeitos dos fármacos , Camundongos , Infecções por Orthomyxoviridae/tratamento farmacológico , Infecções por Orthomyxoviridae/prevenção & controle , Oseltamivir/uso terapêutico , Pandemias , Esfingosina/agonistas
16.
J Coll Physicians Surg Pak ; 30(6): 43-45, 2020 Jun.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32723448

RESUMO

Coronavirus disease (COVID-19), first reported in December 2019 in Wuhan, China, has spread all over the world in a short time and was declared as a pandemic by the World Health Organization (WHO). During COVID-19 pandemic, chest computed tomography (CT) imaging has become an important tool with high sensitivity for diagnosis due to the low positive rate of the real-time reverse-transcriptase polymerase chain reaction (RT-PCR). Furthermore, the chest CT has played an important role in the diagnosis of underlying pulmonary lesions. In this case report, we present a patient who was admitted to the emergency department with fever, cough and left shoulder pain, and was subsequently diagnosed with both COVID-19 and pneumothorax following chest CT and RT-PCR test. Key Words: COVID-19, Coronavirus, Pneumothorax, Tomography.


Assuntos
Infecções por Coronavirus/diagnóstico , Coronavirus/isolamento & purificação , Pulmão/diagnóstico por imagem , Pneumonia Viral/diagnóstico , Pneumotórax/diagnóstico por imagem , Antibacterianos/uso terapêutico , Anticoagulantes/uso terapêutico , Antivirais/uso terapêutico , Azitromicina/uso terapêutico , Betacoronavirus , Coronavirus/genética , Infecções por Coronavirus/complicações , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Tosse/etiologia , Enoxaparina/uso terapêutico , Feminino , Febre/etiologia , Humanos , Hidroxicloroquina/uso terapêutico , Masculino , Oseltamivir/uso terapêutico , Pandemias/prevenção & controle , Pneumonia Viral/complicações , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Pneumotórax/etiologia , Reação em Cadeia da Polimerase Via Transcriptase Reversa , Tomografia Computadorizada por Raios X , Resultado do Tratamento , Adulto Jovem
17.
Brasília; s.n; 27 jun. 2020.
Não convencional em Português | LILACS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1102294

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 17 artigos e 4 protocolos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Imunoglobulinas/uso terapêutico , Metilprednisolona/uso terapêutico , Vacinas/isolamento & purificação , Heparina/uso terapêutico , Cloroquina/uso terapêutico , Colchicina/uso terapêutico , Azitromicina/uso terapêutico , Ritonavir/uso terapêutico , Oseltamivir/uso terapêutico , Lopinavir/uso terapêutico , Interferon alfa-2/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico
18.
Brasília; s.n; 19 jun. 2020.
Não convencional em Português | LILACS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1100432

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 9 artigos e 6 protocolos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Imunoglobulinas/uso terapêutico , Metilprednisolona/uso terapêutico , Heparina/uso terapêutico , Cefoperazona/uso terapêutico , Cloroquina/uso terapêutico , Ritonavir/uso terapêutico , Oseltamivir/uso terapêutico , Lopinavir/uso terapêutico , Moxifloxacina/uso terapêutico , Timalfasina/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico
19.
Brasília; s.n; 15 jun. 2020.
Não convencional em Português | LILACS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1100400

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 15 artigos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Sistema Renina-Angiotensina , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Ceftriaxona/uso terapêutico , Imunoglobulinas/uso terapêutico , Metilprednisolona/uso terapêutico , Ciclosporina/uso terapêutico , Azitromicina/uso terapêutico , Ritonavir/uso terapêutico , Oseltamivir/uso terapêutico , Lopinavir/uso terapêutico , Natalizumab/uso terapêutico , Glucocorticoides/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico
20.
Medicine (Baltimore) ; 99(26): e20914, 2020 Jun 26.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32590802

RESUMO

RATIONALE: Methicillin-resistant Staphylococcus aureus (MRSA) has been established as an important cause of severe community-acquired pneumonia (CAP) with very high mortality. Panton-Valentine leukocidin (PVL) producing MRSA has been reported to be associated with necrotizing pneumonia and worse outcome. The incidence of community-acquired MRSA (CA-MRSA) pneumonia is very low, as only a few CA-MRSA pneumonia cases were reported in the last few years. We present a case of severe CAP caused by PVL-positive MRSA with ensuing septic shock. PATIENT CONCERNS: A 68-year-old male with no concerning medical history had developed a fever that reached 39.0°C, a productive cough that was sustained for 5 days, and hypodynamia. He was treated with azithromycin and alexipyretic in a nearby clinic for 2 days in which the symptoms were alleviated. However, 1 day later, the symptoms worsened, and he was taken to a local Chinese medicine hospital for traditional medicine treatment. However, his clinical condition deteriorated rapidly, and he then developed dyspnea and hemoptysis. DIAGNOSIS: CA-MRSA pneumonia and septic shock. The sputum culture showed MRSA. Polymerase chain reaction of MRSA isolates was positive for PVL genes. INTERVENTIONS: Mechanical ventilation, fluid resuscitation, and antibiotic therapy were performed. Antibiotic therapy included mezlocillin sodium/sulbactam sodium, linezolid, and oseltamivir. OUTCOMES: He died after 12 hours of treatment. LESSONS: This is a report of severe pneumonia due to PVL-positive CA-MRSA in a healthy adult. CA-MRSA should be considered a pathogen of severe CAP, especially when combined with septic shock in previously healthy individuals.


Assuntos
Pneumonia Associada a Assistência à Saúde/etiologia , Staphylococcus aureus Resistente à Meticilina/patogenicidade , Infecções Estafilocócicas/complicações , Idoso , Antibacterianos/uso terapêutico , Tosse/etiologia , Pneumonia Associada a Assistência à Saúde/tratamento farmacológico , Pneumonia Associada a Assistência à Saúde/microbiologia , Humanos , Hipocinesia/etiologia , Linezolida/uso terapêutico , Masculino , Staphylococcus aureus Resistente à Meticilina/efeitos dos fármacos , Mezlocilina/uso terapêutico , Oseltamivir/uso terapêutico , Choque Séptico/etiologia , Choque Séptico/mortalidade , Choque Séptico/fisiopatologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA