Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 1.470
Filtrar
1.
; Fiocruz.
Recurso na Internet em Português | LIS - Localizador de Informação em Saúde | ID: lis-LISBR1.1-47053

RESUMO

Após a confirmação do primeiro caso do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil, a Presidência da Fiocruz realizou uma reunião extraordinária nesta quinta-feira (27/2). No encontro, foram discutidas estratégias adicionais nas áreas de diagnóstico laboratorial, desenvolvimento tecnológico, produção e cooperação internacional no enfrentamento do Covid-19.


Assuntos
Infecções por Coronavirus/diagnóstico , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde/normas , Assistência à Saúde/métodos , Coronavirus
2.
Washington, D.C.; OPS; 2020-02-26.
em Espanhol | PAHO-IRIS | ID: phr-51888

RESUMO

El informe Seguridad social en Centroamérica y República Dominicana: situación actual y desafíos ofrece una descripción general de los principales regímenes vigentes en los sistemas y las instituciones de seguridad social de Centroamérica y el Caribe, realiza un análisis comparativo de esos regímenes, y presenta los desafíos regionales en materia de seguridad social, junto con las metas y los indicadores conexos para el decenio 2018-2028. Más allá de la diversidad en cuanto a la madurez y el desarrollo de los arreglos institucionales de seguridad social de la región, es posible distinguir una serie de desafíos comunes que pueden abordarse utilizando como marco de referencia la Estrategia para el acceso universal a la salud y la cobertura universal de salud de la Organización Panamericana de la Salud del 2014. Algunos de ellos se relacionan con temas estructurales que requieren importantes transformaciones en términos de rectoría y gobernanza —como la segmentación de los sistemas y la fragmentación de los servicios, la ampliación del número de contribuyentes y un financiamiento adecuado a las necesidades de la población— y otros con la prestación de los servicios de salud —un aspecto que requiere la transición a una atención integral y el fomento de la articulación de los distintos niveles de atención a través de redes integradas—. Para la elaboración de este documento se han consultado documentos oficiales de las instituciones de seguridad social de los países miembros del CISSCAD, la legislación vigente en los países y normas de cada institución, y se ha recurrido a bases de datos y publicaciones de organismos internacionales. Este informe está dirigido a profesionales, académicos y expertos del sector de la salud y la protección social interesados en la evolución de los sistemas de seguridad social en la Región de las Américas. Brinda información y análisis de datos que representan aportes técnicos útiles para debatir y formular propuestas de mejoras en los institutos de seguridad social de toda la Región.


Assuntos
Financiamento dos Sistemas de Saúde , Financiamento da Assistência à Saúde , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde , Planos e Programas de Saúde , Previdência Social , Equidade no Acesso aos Serviços de Saúde , Cobertura Universal de Saúde , Belize , Costa Rica , El Salvador , Guatemala , Honduras , Nicarágua , Panamá , República Dominicana
3.
Washington, D.C.; OPS; 2020-01-22. (PAHO-CDE-0001-20).
em Espanhol | PAHO-IRIS | ID: phr-51827

RESUMO

En el presente documento, se suministra información sobre los métodos que deberán aplicarse para medir cada uno de los indicadores del Plan de acción del Caribe sobre la salud y el cambio climático y presentar información sobre ellos. Está organizado de conformidad con los cuatro componentes principales de la Iniciativa Especial sobre el Cambio Climático y la Salud en los Pequeños Estados Insulares en Desarollo.


Assuntos
Mudança Climática , Meio Ambiente e Saúde Pública , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde , Estratégias Regionais , Região do Caribe
4.
Comun. ciênc. saúde ; 31(suppl.1)2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1088091

RESUMO

Este artigo, tem como objetivo descrever evidências científicas da testagem para rastreamento de casos assintomáticos de Coronavírus. Examinaram-se artigos científicos, recomendações da Organização Mundial de Saúde e publicações em jornais. Conclui-se pela necessidade de adoção desta medida para o controle da pandemia e aponta-se para questões a serem respondidas para o planejamento do sistema de saúde. (AU)


Assuntos
Humanos , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde , Portador Sadio/diagnóstico , Infecções por Coronavirus/diagnóstico , Infecções por Coronavirus/prevenção & controle , Medicina Baseada em Evidências , Pandemias , Isolamento Social , Brasil , Incidência , Prevalência
5.
São Paulo; s.n; 2019. 99 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-998589

RESUMO

Introdução: A gestão público-privada na saúde brasileira, fortalecida após a criação das Organizações Sociais (OSs) no País, em 1998, se intensifica também na rede de atenção primária da cidade de São Paulo. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, das 449 UBSs existentes na capital paulista em 2014, 280 (62,3%) eram administradas via contrato de gestão ou convênios com entidades sem fins lucrativos. Faltam, no entanto, estudos que explorem o impacto da adoção desse modelo nas unidades de atenção primária. Objetivos: Analisar estrutura, processo e resultado das unidades de atenção primária da cidade de São Paulo segundo a modalidade de gestão e a entidade gestora. Métodos: Foi adotado estudo descritivo e exploratório em que foram analisados três bancos de dados do segundo ciclo do Programa Nacional para Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB) referentes às Unidades Básicas de Saúde da cidade de São Paulo, o que significou uma amostra de 264 unidades/911 equipes. Foram escolhidos 28 indicadores para análise (um de estrutura, dez de processo e 17 de resultado). As UBSs e equipes de atenção primária foram classificadas de acordo com sua modalidade de gestão e entidade gestora e os resultados de cada grupo em cada um dos indicadores foram separados. Foram realizados testes estatísticos (quiquadrado e Anova) para verificar a significância das diferenças encontradas. Resultados: Dos 28 indicadores analisados, 10 registraram diferença significativa entre equipes com diferentes modalidades de gestão. Em oito deles, houve melhor desempenho das equipes de unidades com gestão público-privada. Já na análise por entidade gestora, 25 dos 28 indicadores analisados tiveram diferenças significativas, com diferenças importantes entre unidades de administração públicoprivada, mas com entidades gestoras diferentes. Conclusões: Os resultados indicam que a contratualização na atenção básica pode colaborar com o aumento do acesso e produtividade dos serviços. No entanto, as evidências não são fortes o suficiente para concluir que um modelo é superior ao outro. Ficou claro que a entidade gestora parece ter um peso maior no desempenho das unidades e equipes do que simplesmente a modalidade de gestão


Introduction: Public-private management in Brazilian healthcare system, strengthened after the creation of Social Organizations (OSs) in the country in 1998, is also strong in the primary care services of the city of São Paulo. According to the Municipal Health Department, from the 449 primary care services of the state capital in 2014, 280 (62.3%) were administered by non-profit entities through agreements with the government. There are, however, few studies that explore the impact of adopting this model in the primary care services. Objectives: Analyze structure, process and outcomes of primary care services in the city of São Paulo according to the management modality and the management entity. Methods: A descriptive and exploratory study was carried out in which three databases of the second cycle of the National Program for Improving Access and Quality of Primary Care (PMAQ-AB) were analyzed for the Basic Health Units of the city of São Paulo, Brazil. which meant a sample of 264 units / 911 teams. We selected 28 indicators for analysis (one of structure, ten of process and 17 of outcomes). The UBSs and primary care teams were classified according to their management modality and managing entity and the results of each group in each of the indicators were separated. Statistical tests (chisquare and Anova) were performed to verify the significance of the differences found. Results: From the 28 indicators analyzed, ten registered a significant difference between teams with different management modalities. In seven of them, there was better performance of the teams of units with public-private management. In the analysis by management entity, 25 of the 28 indicators analyzed had significant differences, with significant differences among public-private administration services with different management entities. Conclusions: The results indicate that contracting in primary care may contribute to increased access and productivity of services. However, the evidence is not strong enough to conclude that one model is superior to the other. It became clear that the management entity seems to have a greater weight in the performance of the services and teams than simply the management modality


Assuntos
Administração Pública , Avaliação em Saúde , Privatização , Serviços Terceirizados , Parcerias Público-Privadas , Política de Saúde , Atenção Primária à Saúde , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde
6.
Biociencias ; 14(2): 53-67, 2019.
Artigo em Espanhol | LILACS, COLNAL | ID: biblio-1095013

RESUMO

La adquisición del conocimiento científico, es parte inseparable de la actividad profesional en cualquier disciplina científica y el propósito del artículo es describir la formación investigativa de los profesionales de Salud Pública. Metodología: Se revisaron artículos publicados en los últimos 10 años y libros de consulta, acerca de la educación científica en general y en Salud Pública en particular. Resultados: se presentan en cuatro apartados relacionados con la formación en filosofía de la ciencia, los paradigmas epistemológicos, la metodología de la investigación y el proyecto de investigación. Conclusiones: la identidad científica de los profesionales de la salud pública, aún se construye con herramientas epistemológicas no muy enfocadas a su objeto de investigación. La Salud Pública implica un campo de conocimientos y especialmente un campo de práctica, a ser delimitado, organizado y propicio para desarrollar nuevos paradigmas que respondan a su amplio objeto científico.


The acquisition of scientific knowledge is linked to the professional activity in any scientific discipline and the study that is presented is the product and evidence of the formative experience in a postdoctoral course on the Systematization of Educational Theory. The purpose is to describe the scientific identity of the professionals who work in Public Health. Methodology: A review of articles and documents published in the last 10 years was carried out, as well as text and consultation books about scientific-research education in general and in the field of Public Health in particular. Results: they were grouped into four groups related to content for training in philosophy of science, epistemological paradigms, research methodology and research product. Conclusions: The scientific identity of public health professionals is still built with epistemological tools not very focused on their research object. Public Health implies a field of knowledge to develop new paradigms that respond to its broad scientific purpose


Assuntos
Humanos , Saúde Pública , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde , Atenção à Saúde , Estudos Populacionais em Saúde Pública
7.
Gac. sanit. (Barc., Ed. impr.) ; 32(6): 582-583, nov.-dic. 2018.
Artigo em Espanhol | IBECS | ID: ibc-174295

RESUMO

Se presenta el informe realizado en 1967 por C.F. Brockington, profesor jubilado de la Universidad de Manchester y consultor en Administración de Salud Pública de la Organización Mundial de la Salud (OMS), sobre el sistema sanitario español. Para ello se resumen los contenidos, en líneas generales, de las relaciones establecidas entre España y la OMS, y el papel de los consultores. Se traza una semblanza de la personalidad de Brockington y del momento político en que se realizó su viaje, así como de las dificultades que encontraron sus recomendaciones, las cuales, no obstante, pueden verse como contribución seminal a los importantes cambios vividos en el periodo de transición democrática. Se puede acceder al texto completo del informe, traducido al español, en el Apéndice online de este artículo


The aim of this note is to introduce the report on the health system of Spain written in 1967 by the WHO expert on Public Health Administration, and retired professor of the University of Manchester, Prof. CF Brockington, I summarise along general lines the relationships established between Spain and the WHO, describe the role of consultants, give an outline of the character of this author and the political context of the time. I also describe the difficulties encountered with his recommendations, which can nevertheless be viewed as seminal contributions to the major changes that were to take place during the Spanish Democratic Transition. The full text of the Report, in Spanish, can be accessed in the online Appendix of this article


Assuntos
Humanos , Sistemas Nacionais de Saúde , Saúde Pública/história , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde/história , Organização Mundial da Saúde/história , Internacionalidade/história
8.
Gac. sanit. (Barc., Ed. impr.) ; 32(4): 390-392, jul.-ago. 2018. tab
Artigo em Espanhol | IBECS | ID: ibc-174167

RESUMO

El resumen de evidencia para políticas es un documento de referencia en la toma de decisiones políticas. De forma breve y directa, se define un problema, se realiza una síntesis de la evidencia disponible en torno al mismo, se identifican posibles líneas de actuación y se proponen recomendaciones. El objetivo de esta nota es describir su metodología, partiendo del modelo propuesto por Eugene Bardach y nuestra propia experiencia. Se describe la metodología en seis pasos: 1) identificación de la audiencia a la que se dirige el documento; 2) delimitación del problema; 3) recopilación de información y evidencias; 4) consideración de alternativas; 5) proyección de resultados y diseño de recomendaciones o mensajes clave; y 6) descripción de la historia. Se presenta también el resumen de evidencia para políticas como parte de una estrategia de comunicación más amplia que puede generar puntos de encuentro entre equipos de investigación y grupos de interés


A policy brief is a document that summarizes research to inform policy. In a brief and succinct way, it defines a policy problem, presents a synthesis of relevant evidence, identifies possible courses of action and makes recommendations or key points. The objective of this note is to describe the methodology used to produce a policy brief for communicating public health research. This note is based on the model presented by Eugene Bardach in addition to the authors’ own experiences. We describe six steps: 1) identifying the audience; 2) defining the problem; 3) gathering information and evidence; 4) consideration of policy alternatives; 5) projecting results and designing recommendations; and 6) telling the story. We make a case for the use of policy briefs as a part of an overall communications strategy for research that aims to bring together research teams and stakeholders


Assuntos
Humanos , Política Informada por Evidências , Formulação de Políticas , Política de Saúde , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde/organização & administração , Pesquisa em Sistemas de Saúde Pública/organização & administração , Grupos de Pesquisa
10.
Rev. urug. enferm ; 13(1): 9-21, jun.2018.
Artigo em Português | LILACS, InstitutionalDB | ID: biblio-987000

RESUMO

Introdução: neste artigo, propomos uma analítica de portarias e políticas de saúde pós-Sistema Único de Saúde para discutir a visita domiciliar como ferramenta da biopolítica.Material e método: Estudo de inspiração genealógica inserido na vertente pós-estruturalista, que utiliza as teorizações foucaultianas. O material empírico foi constituído por documentos legais referidos à atenção domiciliar em saúde, publicados no Diário Ofi cial da União, sendo a busca re-alizada em maio de 2013. Os excertos selecionados foram transcritos para uma planilha no Excel, na qual eram informados a referência, o excerto, quem fala e procedimentos de limitação. A fase seguinte consistiu na elaboração de unidades analíticas, na qual foram utilizadas ferramentas de Michel Foucault, como forma de "martelar" os discursos que circulam a respeito da atenção domi-ciliar, sendo elas: poder, disciplina e biopolítica.Resultados e discussão: podemos estabelecer alguns traços que confi guraram a visita domiciliar como uma estratégia da biopolítica. Entre eles, a função de inclusão de populações específi cas no que se refere a processos biológicos, mas também a populações gerais, no imperativo de saúde para todos, fazendo valer que o conceito de saúde como direito de todos e dever do Estado. Um governo dos vivos, saudáveis e doentes, um governo de todos.


Introduction: in this article, we propose an analytics of ordinances and health policies after the Unifi ed Health System, in order to discuss home care as a biopolitics tool.Material and method: this is a genealogical study inserted in the poststructuralist framework, which uses Foucault's theorizations.  e empirical material was constituted by legal documents that referred to homecare in health, published in the Offi cial Diary of the Union, being the search carried out in May 2013.  e selected excerpts were transcribed to an Excel table, in which there were the reference, the excerpt, who speaks, and the limitation procedures.  e following step constituted in the elaboration of analytical units, in which Michel Foucault's tools were applied, as a way to "hammer" the discourses that surround home care programs, such as: power, discipline, and biopolitics.Results and discussion: we can establish some traces that confi gure home visits as biopolitics strategy. Among them, the inclusion role of specifi c populations in what concerns the biological processes, but also general populations, in the imperative of health for all, valuing the concept of health as peoples' right and a State's responsibility. A government of the living, healthy, and sick, a government of everyone.


Introducción: en este artículo, proponemos una analítica de portarias y políticas de salud después del Sistema Único de Salud para discutir la visita domiciliaria como herramienta de la biopolítica.Material y método: estudio de inspiración genealógica inserido en la vertiente posestructuralista, que utiliza teorizaciones de Foucault. El material empírico fue constituido por documentos legales referidos a la atención domiciliaria en salud, publicados en el Diario Ofi cial de Unión, siendo la búsqueda llevada a cabo en mayo de 2013. Los extractos seleccionados fueron transcriptos para una hoja en Excel, en la cual fueron informados la referencia, el extracto, quien habla, y procedi-mientos de limitación. La fase siguiente constituyó en la elaboración de unidades analíticas, en la cual fueron utilizadas herramientas de Michel Foucault como manera de "martillar" los discursos que circulan sobre atención domiciliaria, siendo ellos: poder, disciplina y biopolítica.Resultados y discusión: podemos establecer algunos trazos que confi guran la visita domiciliaria como una estrategia de la biopolítica. Entre ellos, la función de inclusión de poblaciones especifi cas en lo que se refi ere a procesos biológicos, pero también poblaciones generales en el imperativo de salud para todos, haciendo valer el concepto de salud como derecho de todos y deber del Estado. Un gobierno de los vivos, saludables, y enfermos, un gobierno de todos.


Assuntos
Humanos , Estratégia Saúde da Família , Política de Saúde , Visita Domiciliar , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde , Sistema Único de Saúde , Saúde Pública , Assistência Domiciliar
11.
Rev. gerenc. políticas salud ; 17(34): 178-189, ene.-jun. 2018. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS, COLNAL | ID: biblio-978532

RESUMO

Resumen La Política Pública de Atención Integral en Salud del año 2016 en Colombia establece el esquema de redes integrales de prestadores de servicios de salud (RIPSS), el cual dinamiza demandas y recursos proyectados, personal calificado e infraestructura en red. El análisis de este nuevo esquema de prestación de servicios de salud parte de un enfoque metodológico mixto con aplicación de análisis de redes, apropiando el caso de la red de salud del oriente del municipio de Santiago de Cali, por la existencia de avances y aportes en la aplicación del concepto de redes integradas de servicios de salud (RISS) y logística integral. Los resultados de la investigación aportan teórica, analítica y metodológicamente que la interdependencia, interrelación y coordinación entre actores en una red integral de prestadores de servicios de salud (RIPSS) puede ser simulada de manera estructural y posicional.


Abstract The Colombian public policy 'Comprehensive Health Care 2016' sets an all-encompassing network scheme for health service suppliers (RIPSS, by its Spanish acronym), which provides a better dynamics between projected demands and resources, qualified personnel, and networked infrastructure. The analysis of this new health service provision scheme is based on a combined methodological approach with a network analysis application. This work addresses specifically the case of the West health service network in Santiago de Cali, as there have been advancements and contributions to implement the concept of integrated health service networks (RISS) and comprehensive logistics. The research results indicate theoretically, analytically and methodologically that the interdependence, interrelation, and coordination between the actors in a comprehensive network of health service suppliers (RIPSS) can be simulated structurally and positionally.


Resumo A Política Pública de Atenção Integral a Saúde do ano 2016 na Colômbia estabelece o esquema de redes integrais de prestadores de serviços de saúde (RIPSS), a qual dinamiza demandas e recursos projetados, pessoal qualificado e infraestrutura em rede. A análise desse novo esquema de prestação de serviços de saúde parte de uma abordagem metodológica mista com aplicação de análise de redes, apropriando o caso da rede de saúde do oriente do município de Santiago de Cali, pela existência de avanços e contribuições na aplicação do conceito de redes integradas de serviços de saúde (RISS) e logística integral. Os resultados da pesquisa contribuem teórica, analítica e metodologicamente ao fato da interdependência, inter-relação e coordenação entre atores em uma rede integral de prestadores de serviços de saúde (RIPSS) puder ser simulada de maneira estrutural e posicional.


Assuntos
Humanos , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde , Atenção Primária à Saúde , Assistência Integral à Saúde , Gestão em Saúde , Políticas Públicas de Saúde , Metanálise em Rede
12.
Washington, D.C.; PAHO; 2018-05. (PAHO/NMH/18-020).
em Inglês | PAHO-IRIS | ID: phr-49031

RESUMO

During the last quarter of 2017, the Pan American Sanitary Bureau established a new technical advisory group to assist the Pan American Health Organization (PAHO) on alcohol policy. The new Technical Advisory Group (TAG) on Alcohol Policy convened its first-ever meeting on 29 November to 1 December 2017 at the PAHO Headquarters in Washington, D.C., with the purpose of providing guidance and support to the work of PAHO in alcohol policy, to accelerate implementation of the Regional Plan of Action to Reduce the Harmful Use of Alcohol, as well as to achieve a measurable reduction in the harmful use of alcohol in the Region of the Americas.


Assuntos
Gestão de Riscos , Comportamento de Ingestão de Líquido , Cooperação Técnica , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde , Pesquisa , América
13.
Guatemala; MSPAS, SIAS; abr. 2018. 59 p.
Monografia em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1024725

RESUMO

Dirigida a las direcciones del área de salud, aporta la metodología necesaria para incentivar la gobernanza participativa, buscando la intervención coordinada de instituciones representativas de más de un sector social, en acciones destinadas, total o parcialmente, a tratar los problemas vinculados con la salud, el bienestar y la calidad de vida, tal es el sentido de la intersectorialidad. Entre los puntos que aborda la metodología, está la concepción de que el fenómeno salud-enfermedad, es un proceso dependiente de condiciones previas donde interactúan múltiples variables. Por todo ello, señala el documento "el sector de la salud no puede evitar tomar en cuenta a otros sectores sociales y gubernamentales para diseñar, planificar y/o ejecutar políticas, programas o acciones en este ámbito."


Assuntos
Humanos , Atenção Primária à Saúde/organização & administração , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde/legislação & jurisprudência , Cooperação Técnica , Sistemas de Saúde , Avaliação de Programas e Projetos de Saúde/métodos , Colaboração Intersetorial , Governança/organização & administração , Política de Saúde , Participação Social , Guatemala , Promoção da Saúde/organização & administração
14.
Espaç. saúde (Online) ; 19(1): [32-44], ago. 2018. graf ilust tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-967504

RESUMO

Este estudo analisa o perfil das instituições do Estado de São Paulo contempladas pelos editais do Programa de Pesquisa para o Sistema Único de Saúde(PPSUS), comparativamente ao Instituto Butantan. Foram empregados métodos mistos de análise, utilizando bases de dados da FAPESP e CNPq, pesquisa documental e entrevistas com 34 líderes de grupos de pesquisa do Butantan cadastrados no CNPq em 2013. Identificamos 205 projetos financiados pelo PPSUS em São Paulo entre 2004 e 2012, período em que o Instituto Butantan aparece indiretamente como instituição proponente em apenas três projetos contemplados. Os entrevistados apontam a FAPESP como sua principal fonte de financiamento e consideram que os temas apresentados no PPSUS não se adequam às linhas de pesquisa institucional.


Assuntos
Políticas, Planejamento e Administração em Saúde
15.
Rev. SOBECC ; 22(4): 245-253, out.-dez. 2017.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-876634

RESUMO

Objetivo: Identificar as competências gerenciais relacionadas à segurança do paciente. Método: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura. A busca foi realizada em 2017, nos idiomas inglês, português e espanhol, na base de dados Public Medline (PubMed). Os textos incluídos deveriam estar disponíveis na íntegra e abordar a temática proposta. Resultados: Foram selecionados 34 artigos e identificadas 11 competências: liderança, cultura da segurança, trabalho em equipe, comunicação, advocacia, manejo de risco, competência conceitual, competência funcional, inteligência emocional, tomada de decisão e gestão e planejamento centrado na segurança. A identificação das competências possibilitou defini-las no contexto da gestão, quando aplicáveis na área cirúrgica, além de verificar as estratégias para o seu desenvolvimento. Conclusão: Embora tenha sido utilizada apenas uma base de dados, recomenda-se que estudos subsequentes apliquem essas estratégias, o que permitirá aos gestores das instituições planejar a implementação da cultura de segurança de uma maneira mais efetiva e concreta.


Objective: To identify management competences related to patient safety. Method: It is an integrative literature review. The research was carried out in 2017, in English, Portuguese and Spanish, in Public Medline (PubMed) database. The texts included should be available in full and address the theme proposed. Results: A total of 34 articles were selected and 11 competences were identified: leadership, safety culture, teamwork, communication, advocacy, risk management, concept competence, functional competence, emotional intelligence, decision making and safety-focused management and planning. Identifying the competences allowed for their definition in the context of management, when applicable in the surgical area, in addition to verifying strategies for their development. Conclusion: Although only one database was used for the research, it is recommended that subsequent studies adopt these strategies, which will allow for institution managers to plan and implement the culture of safety in a more effective and concrete way


Objetivo: Identificar las competencias gerenciales relacionadas con la seguridad del paciente. Método: Se trata de una revisión integrativa de la literatura. La búsqueda se realizó en 2017, en inglés, portugués y español, en la base de datos Public Medline (PubMed). Los textos incluidos deberían estar disponibles en su totalidad y abordar la temática propuesta. Resultados: Se seleccionaron 34 artículos y se identificaron 11 competencias: liderazgo, cultura de la seguridad, trabajo en equipo, comunicación, abogacía, manejo de riesgos, competencia conceptual, competencia funcional, inteligencia emocional, toma de decisión y gestión y planificación centradas en la seguridad. La identificación de las competencias posibilitó definirlas en el contexto de la gestión, cuando aplicables en el área quirúrgica, además de verificar las estrategias para su desarrollo. Conclusión: Aunque se ha utilizado sólo una base de datos, se recomienda que estudios posteriores apliquen esas estrategias, lo que permitirá a los gestores de las instituciones planificar la aplicación de la cultura de seguridad de una manera más efectiva y concreta.


Assuntos
Humanos , Gestão da Segurança , Gestão da Informação em Saúde , Assistência ao Paciente , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde , Comunicação , Hospitalização
16.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 12(39): 1-9, jan.-dez. 2017.
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS, Repositório RHS | ID: biblio-877120

RESUMO

Trata-se de um relato de experiência sobre o trabalho de supervisão do Mais Médicos em uma cidade na região da Grande São Paulo ao longo de 2014. O programa Mais Médicos foi instituído pelo governo federal em 2013 e conta com a participação de médicos de diversos países, sendo que a maioria é de Cuba. Este relato de experiência procura elencar e analisar de forma sucinta alguns potenciais riscos e benefícios que o programa proporciona aos diversos atores envolvidos.


This is an experience report on the supervisory work of the More Doctors in a city in the Greater São Paulo throughout 2014. More Doctors program was established by the federal government in 2013 and with the participation of physicians from several countries, mostly from Cuba. This experience report seeks to list and analyze briefly some risks and benefits that the program provides for the actors involved.


Se trata de un relato de experiencia en la labor de supervisión de los más doctores en una ciudad en el Gran São Paulo a lo largo de 2014. El programas Más Médicos fue establecido por el gobierno federal en 2013 y con la participación de los médicos en varios países y la mayoría és de Cuba. Este relato de experiencia pretende enumerar y analizar brevemente algunos riesgos y beneficios que el programa ofrece a los diversos actores involucrados.


Assuntos
Humanos , Administração de Recursos Humanos , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde , Pessoal de Saúde/organização & administração , Médicos Graduados Estrangeiros/provisão & distribução , Programas Nacionais de Saúde , Brasil , Cooperação Internacional
17.
Trab. educ. saúde ; 15(3): 879-894, set.-dez. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-904462

RESUMO

Resumo Com a instrumentalização da área de política, planejamento e gestão em saúde, o ethos político do sanitarista vem sendo posto em questão em sua formação. Assim, buscou-se caracterizar os componentes curriculares relacionados com essa área nos cursos de graduação em saúde coletiva do Brasil. Em junho de 2014, fez-se um levantamento de dados secundários das matrizes curriculares pelo site do Ministério da Educação, cuja unidade de análise foi o componente curricular, usando-se o termo de referência para os cursos de graduação em saúde coletiva como parâmetro. Os cursos apresentam 'saúde coletiva' como principal denominação (60%). A maior parte dos cursos se divide nas regiões Norte e Sudeste (27%) e em instituições públicas (93%). Sobre os conteúdos nas nomenclaturas, 'planejamento em saúde' é o mais citado (até sete vezes em uma mesma matriz) e em 60% do total dos cursos; 87% dos cursos não apresentam o termo 'Sistema Único de Saúde' como denominação de componente. Concluiu-se que sem uma padronização curricular, os futuros sanitaristas terão perfis diferenciados, atuando em uma perspectiva mais específica com tendência a um formato de gestão mais planificador e apresentando lacunas no que se refere aos conteúdos políticos e da defesa ideológica do Sistema Único de Saúde.


Abstract With the instrumentalization of the health policy, planning, and management area, the public health physicians' political ethos has been being put into question in their training. Thus, we aimed to characterize the curricular components related to this area in undergraduate courses in collective health in Brazil. In June 2014, a secondary data survey of the curricular matrices was carried out on the Ministry of Education's website, the unit of analysis of which was the curricular component, using the reference term for undergraduate courses in collective health as a parameter. The courses present 'collective health' as the main denomination (60%). Most of the courses are spread in the Northern and Southeastern regions (27%) and in public institutions (93%). On the contents in the nomenclatures, 'health planning' is the most cited (up to seven times in the same matrix) and in 60 percent of the total courses; 87 percent of the courses do not feature the term 'Unified Health System' as a component name. It was concluded that without a curricular standardization future public health physicians will have different profiles, acting in a more specific perspective leaning towards a more planning management format and with gaps regarding the political contents and the ideological defense of the Unified Health System.


Resumen Con la instrumentalización del área política, planificación y gestión en salud, el ethos político del profesional de la salud está sobre la mesa desde su formación. Así, se buscó caracterizar los componentes curriculares relacionados con esta área en los cursos de pregrado en salud colectiva en Brasil. Se realizó un relevamiento de datos secundarios en junio de 2014 de las matrices curriculares a través del sitio del Ministerio de Educación, cuya unidad de análisis fue el componente curricular, siendo utilizado el término de referencia para los cursos de pregrado en salud colectiva como parámetro. Los cursos presentan 'salud colectiva' como principal denominación (60%). La mayor parte de los cursos se encuentra en las regiones Norte y Sudeste (27%) y en instituciones públicas (93%). Sobre los contenidos en las nomenclaturas, "planificación en salud" es el más citado (hasta siete veces en una misma matriz) y en el 60% del total de los cursos; el 87% de los cursos no presentan el término 'Sistema Único de Salud' como denominación de componente. Se concluyó que sin una normalización curricular, los futuros profesionales de la salud tendrán perfiles diferenciados, actuando en una perspectiva más específica con tendencia a un formato de gestión más planificador y presentando vacíos en lo que se refiere a los contenidos políticos y de la defensa ideológica del Sistema Único de Salud.


Assuntos
Humanos , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde , Sistema Único de Saúde , Saúde Pública , Gestão em Saúde , Educação Superior , Políticas
18.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-10393

RESUMO

Aborda o processo de envelhecimento no Brasil e a instituição de programas e políticas que visam garantir o direito à saúde para população idosa. Além deste, há mais 2 e-books tratando sobre a saúde dos idosos, com conteúdos que visam a formação dos profissionais da saúde que atuam ou que pretendem atuar na Atenção Básica (AB). Este recurso educacional compõe o módulo Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa do curso de Especialização em Atenção Básica, ofertado pela UNA-SUS/UFMA.


Assuntos
Saúde do Idoso , Saúde Pública , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde
19.
Scientific and Technical Publication;642
Monografia em Inglês | PAHO-IRIS | ID: phr-34321

RESUMO

Health in the Americas+ 2017 is the fifteenth installment of the Pan American Health Organization’s flagship publication, published since 1956. This edition comes at a unique moment in time, detailing the transition from Millennium to Sustainable Development Goals. This printed summary offers an excellent overview of recent achievements and obstacles, as well as profiles of the health situation in the countries and territories of the Region. The new online platform provides complete texts and updated information. Health in the Americas+ 2017 continues to document progress in the Americas, a Region which has been a leader in disease eradication such as smallpox and continues its progress against polio, measles, rubella, HIV, syphilis and tuberculosis. This edition reports on the increased life expectancy for the Americas and notes the challenges arising from chronic noncommunicable diseases. It marks a reduction in infant mortality, under-five mortality, and burden of infectious disease and also presents the need to address emerging infectious diseases such as Zika, further efforts to reduce maternal mortality, obesity and diabetes, high homicide and teen pregnancy rates, and needed improvements in natural disaster response capabilities. This edition looks at primary and preventative care, universal access to health care, universal coverage, and quality of care in national health systems. Health in the Americas+ 2017 examines the last five years while outlining ambitious and visionary goals for a sustainable future in health, not limited by traditional confines and placing populations and their environments as crucial actors at the center of health delivery. It advocates a life-course approach to health, with health as an essential component and a prerequisite of development. The discussion focuses on the role of civil society, reform of health systems aimed towards universal health, and the application of new information technologies to improving health. The publication includes visual aids quantifying and comparing spending on health care by countries and examining persistent inequities. This publication continues PAHO’s tradition as a leader in public health and provides unique information from the country level for all those interested in the present and future of health in the Region.


Assuntos
Estatísticas de Saúde , Indicadores de Serviços , Acesso Universal aos Serviços de Saúde , Sistemas de Saúde , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde , Condições Sociais , Sistemas de Informação
20.
Tempus (Brasília) ; 11(3): 9-21, jul.-set. 2017.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-882812

RESUMO

O presente estudo tem por objetivo compreender a percepção de profissionais de um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas (CAPS ad) acerca da estratégia de Redução de Danos, bem como identificar os principais desafios para a efetivação dessa política no âmbito da Atenção Psicossocial. Caracterizou-se como uma pesquisa de abordagem qualitativa, onde foram entrevistados treze profissionais e as falas destes foram analisadas a partir do referencial da Análise de Conteúdo. De maneira geral, a Redução de Danos é percebida como uma estratégia ainda recente, com o papel de ampliar as possibilidades no tratamento do usuário de substâncias psicoativas, tornando-o mais autônomo e participativo em seu processo de cuidado, garantindo maior adesão ao tratamento e maior humanização no cuidado. Percebe-se, também, alguns desafios com relação à concretização da Redução de Danos, como o conhecimento insuficiente por parte dos profissionais, familiares e dos próprios usuários acerca da política sobre drogas. No entanto, embora ainda não se sintam capacitados para promover esse cuidado diferenciado, os profissionais têm buscado, junto ao usuário, diferentes possibilidades de práticas que se orientam sob este paradigma.


The aim of this study is to understand the perception of professionals of a Center for Psychosocial Care Alcohol and Other Drugs (CAPS ad) about the harm reduction strategy, furthermore to identify the main challenges for the effectiveness of this policy in the scope of Psychosocial care. It was characterized as a qualitative approach research, where thirteen professionals were interviewed and their speeches were analyzed from a Content Analysis framework. In general, Harm Reduction is seen as a recent strategy, with the role of expanding possibilities in the treatment of users of psychoactive substances, making them more autonomous and cooperative in their care process, ensuring greater adherence to treatment and greater humanization in care. There are also some challenges related to the achievement of Harm Reduction, such as insufficient knowledge about the policy by professionals, family members, and users themselves. However, whilst they do not feel able to promote this differentiated care, professionals have sought, along with the user, several possibilities of practices that are guided by this paradigm.


Este estudio tiene como objetivo comprender la percepción de los profesionales en un Centro de Atención Psicosocial de alcohol y otras drogas (CAPS ad) sobre la estrategia en reducción de daños e identificar los principales desafíos para la eficacia de esta política en la Atención Psicosocial. Se caracteriza por ser una investigación cualitativa donde trece profesionales fueron entrevistados y sus declaraciones analizadas a partir de la referencia del análisis de contenido. En general, la reducción de daños es percibida como una nueva estrategia, que tiene el papel de ampliar las posibilidades en el tratamiento de los usuarios de sustancias psicoactivas, convirtiéndolo en un ser autónomo y participativo en su proceso de cuidado, garantizando una mayor adhesión al tratamiento y humanización del cuidado. También se pudo observar algunos retos en cuanto a la aplicación de la reducción de daños, tales como el conocimiento insuficiente de los profesionales, miembros de la familia y los usuarios acerca de las políticas de lucha contras las drogas. Sin embargo, aunque todavía no se sienten capaces de promover este cuidado especial, los profesionales han buscado, junto al usuario, distintas posibilidades de prácticas que se orientan bajo este paradigma.


Assuntos
Humanos , Serviços de Saúde Mental , Alcoolismo , Atenção à Saúde , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde , Políticas Públicas de Saúde , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA