Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 2.585
Filtrar
1.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(4): 1179-1184, abr. 2018.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-970831

RESUMO

Objetivo: relatar a experiência das oficinas de educação permanente com os gestores municipais de saúde da região oeste de Santa Catarina frente à conformação das redes de atenção à saúde, na busca por estratégias para o fortalecimento da gestão e do princípio da regionalização. Metódo: estudo descritivo, tipo relato de experiência, em que foram utilizadas metodologias ativas para o desenvolvimento das oficinas com 48 participantes. Resultados: os principais resultados apontam para as dificuldades dos gestores frente às articulações entre os serviços públicos e privados, as pactuações intermunicipais, a falta de engajamento dos profissionais de saúde na qualificação da gestão, o subfinanciamento crônico do SUS e o pouco uso dos instrumentos de gestão pública. Conclusão: os avanços destacados para regionalização estão relacionados ao consórcio intermunicipal, a atuação proativa das instâncias colegiadas de tomada de decisão e a realização de atividades de educação permanente que fortalecem as relações entre os atores regionais.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Regionalização , Sistema Único de Saúde , Sistemas Locais de Saúde , Gestão em Saúde , Educação Continuada , Políticas Públicas de Saúde , Gestor de Saúde , Capacitação de Recursos Humanos em Saúde , Epidemiologia Descritiva
2.
Rev. panam. salud pública ; 42: e197, 2018. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-978836

RESUMO

RESUMEN Los artículos publicados en esta serie muestran que es posible crear espacio fiscal para la salud en los países. Para esto se requieren decisiones específicas, ya que el crecimiento económico no es suficiente para generar los recursos adicionales necesarios. Los estudios analizan la conveniencia de revisar los gastos tributarios para identificar las exenciones —en general desactualizadas y de escasos beneficios para los países—; los argumentos para aumentar los impuestos sobre productos dañinos para la salud; y los créditos y donaciones, que no resultan una fuente de ingresos viable para los gobiernos. Los esfuerzos fiscales deben ser acompañados por una mejora de la eficiencia, y la creación progresiva de nuevos ingresos es clave para mejorar la equidad. Es necesario mejorar la recaudación de los recursos fiscales. Para esto se requiere desarrollar una agenda de investigación y acción que entienda el análisis del espacio fiscal inserto en los procesos de transformación y reforma de los sistemas de salud, que abarque los aspectos técnicos no abordados aún y estudios de la eficiencia social del espacio fiscal para los grandes objetivos de desarrollo como los Objetivos de Desarrollo Sostenible 2030. En los países de la Región de las Américas es imprescindible contar con una gestión eficiente para hacer más y mejor con más recursos, incluso durante los ciclos económicos adversos. Esta debe evidenciarse en todos los niveles, incluidas la solidaridad que logra mejores resultados en salud, los sistemas de asignación de recursos a los proveedores, la compra estratégica de bienes y servicios de salud y el fortalecimiento de los sistemas de planificación presupuestaria.


ABSTRACT The articles published in this series show that it is possible to create fiscal space for health in the countries. This requires specific decisions since economic growth is not enough to generate the additional resources needed. The studies analyze the benefit of reviewing the tax expenditures to identify exemptions — generally outdated and of low benefit for the countries —; arguments to increase taxes on products harmful to health; and credits and donations, which do not result in a viable source of income for governments. Fiscal efforts must be accompanied by an improvement in efficiency, and the progressive creation of new revenues is key to improving equity. It is necessary to improve the collection of fiscal resources. To this end, it is necessary to develop a research and action agenda that understands the analysis of the fiscal space inserted in the processes of transformation and reform of health systems, including the technical aspects not yet addressed and studies of the social efficiency of the fiscal space for major development objectives such as the Sustainable Development Goals 2030. In the countries of the Region of the Americas it is essential to have efficient management to do more and better with more resources, even during adverse economic cycles. This should be evident at all levels, including solidarity for achieving better health outcomes, strategic purchase of health goods and services, and strengthening of budget planning systems.


RESUMO Os artigos publicados nesta série mostram que é possível criar espaço fiscal para a saúde nos países. Isso requer decisões específicas, já que o crescimento econômico não é suficiente para gerar os recursos adicionais necessários. Os estudos analisam o benefício de rever as despesas fiscais para identificar isenções—geralmente desatualizadas e de baixo benefício para os países—; argumentos para aumentar os impostos sobre os produtos prejudiciais à saúde; e créditos e doações, que não resultam em uma fonte viável de renda para os governos. Os esforços fiscais devem ser acompanhados por uma melhoria na eficiência, e a criação progressiva de novas receitas é fundamental para melhorar a equidade. É necessário melhorar a arrecadação de recursos fiscais. Para tanto, é necessário desenvolver uma agenda de pesquisa e ação que compreenda a análise do espaço fiscal inserido nos processos de transformação e reforma dos sistemas de saúde, incluindo os aspectos técnicos ainda não abordados e estudos sobre a eficiência social do espaço fiscal para grandes objetivos de desenvolvimento, como os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 2030. Nos países da Região das Américas é essencial ter uma gestão eficiente para fazer mais e melhor com mais recursos, mesmo durante ciclos econômicos adversos. Isso deve ser evidente em todos os níveis, incluindo a solidariedade para alcançar melhores resultados de saúde, a compra estratégica de bens e serviços de saúde e o fortalecimento dos sistemas de planejamento orçamentário.


Assuntos
Impostos , Sistemas Locais de Saúde , Equidade em Saúde , Financiamento da Assistência à Saúde , Américas
3.
Rev. panam. salud pública ; 42: e25, 2018. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-961805

RESUMO

RESUMEN En Cuba, el acceso y la cobertura universales de salud descansan sobre tres principios clave: la salud como derecho humano, la equidad y la solidaridad. Aunque muchos de los indicadores de salud cubanos están entre los mejores de la Región de las Américas, en el 2011 se decidió reorganizar los servicios de salud, a tono con el proceso de actualización del modelo económico y social cubano que transcurría en todos los sectores del país. Para ello, se diseñó un proyecto de investigación-acción que abarcó el diagnóstico de la situación, la implementación de los cambios y la evaluación de los resultados, en varias etapas. Como resultado, se racionalizaron los recursos humanos con una reducción de más de 150 000 plazas no vinculadas directamente a la atención del paciente, se aligeraron las estructuras de dirección en 57 municipios, se compactaron 46 policlínicos, se optimizó el Programa del Médico y la Enfermera de la Familia con la proyección comunitaria de 20 especialidades, se reorganizó la docencia y se reordenaron los programas de cooperación médica internacional. Estos cambios han contribuido a mejorar la sostenibilidad del Sistema Nacional de Salud y su desempeño: aumento en el número de consultas en el nivel primario (19,3%) y estomatológicas (56,6%), reducción del número de consultas en cuerpo de guardia (16,1%), aumento del número de pacientes intervenidos quirúrgicamente (12,1%), incremento del número de proyectos de investigación (300%) y crecimiento en el número de estudiantes de Medicina (55,7%), entre otros. El proyecto de transformaciones en la salud emprendido en Cuba continúa.


ABSTRACT In Cuba, universal access and health coverage rest on three key principles: health as a human right, equity and solidarity. Although many of the Cuban health indicators are among the best in the Region of the Americas, in 2011 it was decided to reorganize health services, in line with the process of updating the Cuban economic and social model that occurred in all sectors. For this purpose, an action-research project was designed, including a situation diagnosis, implementation of changes and evaluation of the results, in several stages. As a result, human resources were rationalized with a reduction of more than 150 000 posts not directly linked to patient care, management structures were reduced in 57 municipalities, 46 polyclinics were compacted, the Family Physician and Nurse Program was optimized with 20 specialties for the community care, teaching was reorganized, and the international medical cooperation programs were revisited. These changes have contributed to improving the sustaina-bility of the National Health System and its performance: increase in the number of consultations at the primary level (19.3%) and oral care visits (56.6%), reduction in the number of visits to emergency rooms (16.1%), increase in the number of patients surgically treated (12.1%), increase in the number of research projects (300%) and increase in the number of medical students (55.7%), among others. In Cuba, transformations in health is an ongoing project.


RESUMO Em Cuba, o acesso universal e a cobertura de saúde dependem de três princípios fundamentais: a saúde como direito humano, equidade e solidariedade. Embora muitos dos indicadores de saúde cubanos estejam entre os melhores da Região das Americas, em 2011 foi decidido reorganizar os serviços de saúde, de acordo com o processo de atualização do modelo econômico e social cubano ocorrido em todos os setores do país. Para o efeito, foi elaborado um projeto de pesquisa-ação, que incluiu o diagnóstico da situação, a implementação das mudanças e a avaliação dos resultados, em várias etapas. Como resultado, os recursos humanos foram racionalizados com uma redução de mais de 150 000 postos não diretamente ligados ao atendimento ao paciente, as estruturas de manejo foram reduzidas em 57 municípios, 46 policlínicas foram compactadas, o Programa Médico e Enfermeiro da Familia foi otimizado com a projeção para a comunidade de 20 especialidades, o ensino foi reorganizado, e os programas internacionais de cooperação médica foram reordenados. Essas mudanças contribuíram para melhorar a sustentabilidade do Sistema Nacional de Saúde e seu desempenho: aumento do número de consultas no nível primário (19,3%) e odontologia (56,6%), redução do número de consultas na emergência (16,1%), aumento do número de pacientes tratados cirurgicamente (12,1%), aumento do número de projetos de pesquisa (300%) e crescimento do número de estudantes de medicina (55,7%), entre outros. O projeto de transformação em saúde realizado em Cuba continua.


Assuntos
Humanos , Sistemas Locais de Saúde/organização & administração , Indicadores de Desenvolvimento Sustentável/estatística & dados numéricos , Cuba
5.
Rev. panam. salud pública ; 42: e13, 2018. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-961749

RESUMO

RESUMEN Introducción En 2013, los Estados Miembros de la OPS reconocieron la epidemia de enfermedad renal crónica de causas no tradicionales (ERCnT) como un grave problema de salud pública. Este artículo describe el establecimiento de prioridades de investigación para abordar de manera integral la ERCnT en Centroamérica. Métodos Se estructuró una encuesta virtual utilizando la metodología Delphi mediante una búsqueda de estudios de investigación efectuados en Centroamérica y de agendas de investigación previas sobre la ERC. Los encuestados se identificaron en diversas fuentes. La primera ronda buscó refinar y añadir tópicos de investigación y priorizar los más relevantes. La segunda ronda priorizó los tópicos más relevantes. Se realizó un análisis por fuzzy sets para estimar umbrales de decisión y puntajes por tópico. Resultados La encuesta se envió a 83 personas de habla hispana y 38 de habla inglesa y respondió 46,2%. Para la segunda ronda, se envió la encuesta a 56 personas en español y 16 en inglés que habían contestado a la la primera. Se priorizaron 18 tópicos de investigación enmarcados en 10 áreas: políticas públicas, determinantes, etiología, diagnóstico y tratamiento de la ERC, prevención primaria, prestación de servicios, recursos humanos, sistemas de información y financiamiento. Se comprobó que la investigación en ERCnT es escasa y está restringida a ciertos tópicos. Conclusiones Además de los factores etiológicos, se dio gran relevancia a aspectos relacionados con la respuesta de los sistemas de salud, incluidos el abordaje de la prestación de servicios, los recursos humanos, el financiamiento y aspectos ocupacionales y ambientales.


ABSTRACT Introduction In 2013, the PAHO Member States recognized the epidemic of chronic kidney disease of non-traditional causes (CKDnT) as a serious public health problem. This article describes the establishment of research priorities to comprehensively address CKDnT in Central America. Methods Following a search of the literature for research studies carried out in Central America and prior research agendas on CKD, a virtual survey was conducted using the Delphi methodology. The respondents were identified from various sources. The first round sought to refine and add research topics and to prioritize those deemed most relevant. The second round prioritized the most relevant topics. A fuzzy-sets analysis was carried out to estimate decision thresholds and scores for each topic. Results The survey was sent to 83 Spanish-speaking and 38 English-speaking prospective respondents. The response rate was 46.2%. For the second round, the survey was sent to 56 Spanish-speaking and 16 English-speaking first-round respondents. Eighteen topics within 10 research areas were prioritized: public policies, determinants, etiology, diagnosis and treatment of CKD, primary prevention, service delivery, human resources, information systems, and funding. Research on CKDnT was found to be scarce and restricted to certain topics. Conclusions In addition to etiological factors, great importance was assigned to aspects related to the health system response, including service delivery approaches, human resources, funding, and occupational and environmental aspects.


RESUMO Introdução Em 2013, os Estados Membros da OPAS reconheceram a epidemia de doença renal crônica associada a causas não tradicionais como um sério problema de saúde pública. Este artigo descreve a determinação de prioridades em pesquisa para uma abordagem ampla da doença renal crônica associada a causas não tradicionais na América Central. Métodos Foi estruturada uma pesquisa virtual com o uso da metodologia Delphi e foi feita uma busca dos estudos realizados na América Central e das agendas de pesquisa anteriores sobre doença renal crônica. Os entrevistados eram provenientes de fontes diversas. Na primeira rodada, buscou-se refinar e acrescentar tópicos de pesquisa e priorizar os mais relevantes. Na segunda rodada, foram priorizados os tópicos mais relevantes. Foi realizada uma análise com o uso de conjuntos nebulosos para estimar limiares de decisão e pontuações por tópico. Resultados A pesquisa foi enviada primeiramente a 83 indivíduos falantes da língua espanhola e 38 falantes da língua inglesa, com taxa de resposta de 46,2%. Na segunda rodada, a pesquisa foi enviada aos 56 falantes da língua espanhola e 16 falantes da língua inglesa que haviam respondido a primeira rodada da pesquisa. Foram priorizados 18 tópicos de pesquisa distribuídos em 10 áreas: políticas públicas, determinantes, etiologia, diagnóstico e tratamento da doença renal crônica, prevenção primária, prestação de serviços, recursos humanos, sistemas de informação e financiamento. Foi verificado que a pesquisa em doença renal crônica associada a causas não tradicionais é escassa e está restrita a determinados tópicos. Conclusões Além dos fatores etiológicos, foi dada grande relevância a aspectos relacionados à resposta dos sistemas de saúde, incluindo o método de prestação de serviços, recursos humanos, financiamento e aspectos ocupacionais e ambientais.


Assuntos
Humanos , Insuficiência Renal Crônica/prevenção & controle , Pesquisa sobre Serviços de Saúde , Serviços de Saúde do Trabalhador/organização & administração , Sistemas Locais de Saúde , Prioridades em Saúde
6.
Interface (Botucatu, Online) ; 22(supl.1): 1365-1376, 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-954333

RESUMO

O objetivo deste estudo foi investigar o processo de colaboração interprofissional entre os diretores, docentes de instituições de ensino superior (IES), gestores dos Sistemas Municipais de Saúde e profissionais da Estratégia de Saúde da Família de duas cidades estratégicas para expansão do ensino superior em saúde no Ceará. Tratou-se de estudo analítico de casos múltiplos. Foram utilizadas pesquisa documental e entrevistas semi-estruturadas com 75 gestores e profissionais da saúde, diretores e docentes de IES. O corpus de dados foi submetido à análise temática ancorada em uma Tipologia da Colaboração Interprofissional. Os resultados evidenciam que, em Sobral, a colaboração entre os atores mencionados encontra-se em desenvolvimento, enquanto em Juazeiro do Norte está incipiente. Os elementos facilitadores foram a clareza dos benefícios da integração para a qualidade da atenção e a formação profissional, a institucionalização e a gestão participativa do processo.(AU)


El objetivo de este estudio fue investigar el proceso de colaboración interprofesional entre los directores, docentes de instituciones de enseñanza superior (IES), gestores de los Sistemas Municipales de Salud y profesionales de la Estrategia de Salud de la Familia de dos ciudades para expansión de la enseñanza superior en Salud en Ceará. Se trató de un estudio analítico de casos múltiples. Se utilizó la investigación documental y entrevistas semi-estructuradas con 75 gestores y profesionales de la salud, directores y docentes de IES. El corpus de datos se presentó para un análisis temático anclado en una Tipología de la Colaboración Inter-profesional. Los resultados muestran que en Sobral la colaboración entre los actores mencionados se encuentra en desarrollo, mientras que en Juazeiro do Norte todavía es incipiente. Los elementos facilitadores fueron la claridad de los beneficios de la integración para la calidad de la atención y la formación profesional, la institucionalización y la gestión participativa del proceso.(AU)


The purpose of the present study was to investigate the interprofessional collaboration process among directors and professors from higher education institutions, managers from municipal health systems and professionals from the Family Health Strategy in two critical municipalities to the expansion of health higher education in the state of Ceará. The investigation was an analytical multiple case study. The tools used to gather information were documental search and semi-structured interviews with 75 healthcare managers and professionals and higher education directors and professors. The data was submitted to thematic analysis grounded on an interprofessional collaboration typology. The results showed that in Sobral cooperation among the mentioned agents is in progress while in Juazeiro do Norte it is incipient. The facilitating factors were clarity about the benefits of integration for the quality of care and professional education, institutionalization and participatory management of the process.(AU)


Assuntos
Humanos , Faculdades de Medicina , Serviços de Integração Docente-Assistencial , Sistemas Locais de Saúde , Relações Interprofissionais , Gestão em Saúde , Programas de Graduação em Enfermagem
7.
Washington, D.C.; PAHO; 2017-12. (OPS/NMH/17-036).
em Espanhol | PAHO-IRIS | ID: phr-49008

RESUMO

[INTRODUCCIÓN]. En este documento se resumen distintas medidas, experiencias y políticas que se están llevando a cabo a nivel local dentro de la zona metropolitana de Washington, D.C. para promover y alcanzar un mayor grado de actividad física en la población residente. El informe tiene por objeto mostrar esas medidas y experiencias a fin de sensibilizar acerca de las actividades actuales, y también destacar las oportunidades que pueden ayudar a reducir las brechas que crean disparidades dentro de ciertos subgrupos de la población. Asimismo, el documento tiene por objeto ayudar a guiar e informar a los agentes pertinentes acerca de las oportunidades que se presentan para mejorar la colaboración y también sobre otras estrategias posibles para promover aún más la actividad física y abordar los obstáculos comunes al respecto.


Assuntos
Doenças não Transmissíveis , Exercício , Saúde Mental , Ciclismo , Sistemas Locais de Saúde
8.
Washington, D.C.; PAHO; 2017-12. (PAHO/NMH/17-036).
em Inglês | PAHO-IRIS | ID: phr-49007

RESUMO

This document summarizes various actions, experiences, and policies that are taking place at the local level within the Washington, D.C., Metropolitan Area (WMA) to promote and achieve a greater level of active living among the resident population. The report is meant to showcase these actions and experiences in order to promote awareness of current efforts, as well as highlight opportunities that may help to reduce the gaps that create disparities within certain subsets of the population. It is intended to help guide and inform relevant actors of opportunities for improved collaboration and other potential strategies to further promote physical activity and address common barriers to that.


Assuntos
Doenças não Transmissíveis , Exercício , Saúde Mental , Sistemas Locais de Saúde , Ciclismo
9.
RECIIS (Online) ; 11(2): 1-12, abr.-jun. 2017.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-982762

RESUMO

Este artigo analisa como gestores e trabalhadores da saúde organizam o fluxo assistencial dos usuários quando há necessidade de compartilhamento de cuidados entre diferentes níveis de atenção à saúde. Trata-se de pesquisa qualitativa com base em entrevistas semiestruturadas com cinco gestores e seis enfermeiros da Estratégia Saúde da Família (ESF) em um município da Bahia. Os resultados indicam redução na busca direta de hospitais, fortalecimento da Estratégia Saúde da Família como porta de entrada principal para os diagnósticos e participação fundamental do agente comunitário de saúde na organização dos fluxos assistenciais. Porém, observa-se insuficiente informatização das unidades de saúde e determinação de prazos para serviços especializados, realizada pela central de regulação de procedimentos especializados, de forma burocrática, sem coordenação da equipe de atenção primária à saúde. A organização do fluxo assistencial é dificultada pela incipiência da rede de atenção à saúde e ausência de instrumentos de comunicação interprofissional.


This article analyzes how health managers and workers organize the care flow of users when there is a needto share care between different levels of health care. This is a qualitative research based on semi-structured interviews with five managers and six nurses of the ESF – Estratégia Saúde da Família (Family Health Strategy) in a municipality of the state of Bahia. The results indicate a reduction in the direct search for hospitals, the strengthening of the ESF as the main entry to diagnoses and the fundamental participation of the community health worker in the organization of care flows. However, there is insufficient computerization of the health units and bureaucratic determination of deadlines for specialized services, carried out by the specialized procedures regulation central, without coordination of the primary health care team. The organization of care flow is hampered by the incipience of the health care network and by absence of interprofessional communication tools.


Este artículo analiza como los gestores y trabajadores de la salud organizan el flujo asistencial de los usuarios cuando existe la necesidad de compartir cuidados entre diferentes niveles de atención a la salud. Se trata de una investigación cualitativa basada en entrevistas semiestructuradas con cinco gestores y seis enfermeros de la ESF - Estratégia Saúde da Família (Estrategia de Salud de la Familia) en un municipio del estado de Bahía. Los resultados indican una reducción de la búsqueda directa de hospitales, un fortalecimiento dela ESF como puerta de entrada principal para los diagnósticos y la participación fundamental del agente comunitario de salud en la organización de los flujos asistenciales. Sin embargo, la informatización de lasunidades de salud es incipiente y la central de consultas de los procedimientos especializados programa los servicios de forma burocrática, sin la coordinación del equipo de atención primaria de salud. La organización del flujo asistencial se dificulta por el uso de medidas incipientes en la red de servicios de salud y por la ausencia de instrumentos de comunicación interprofesional.


Assuntos
Gestão em Saúde , Pessoal de Saúde , Administração de Serviços de Saúde , Atenção Primária à Saúde/organização & administração , Brasil , Agentes Comunitários de Saúde , Estratégia Saúde da Família , Sistemas Locais de Saúde , Pesquisa Qualitativa
10.
Saúde Soc ; 26(2): 448-461, abr.-jun. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-962523

RESUMO

Resumo A integração da atenção à saúde tem representado importante desafio na prestação de cuidados à saúde. Mas, estudos brasileiros ainda não a avaliaram de forma objetiva e consideraram, apenas, o contexto de grandes municípios em suas análises. Diante disso, o objetivo deste estudo foi mensurar o grau de integração (GI) da Atenção Primária à Saúde (APS) na Rede de Atenção à Saúde (RAS) em município de pequeno porte. Para tal, elaborou-se, a partir da literatura científica e de recomendações técnicas sobre o tema, uma matriz com 25 indicadores, acompanhados dos respectivos parâmetros de avaliação e pontuados com zero a três pontos. Para responder aos indicadores, pontuando-os, questionários foram aplicados a profissionais de saúde. Além disso, formulários de encaminhamentos para consultas e exames especializados na RAS foram analisados. A partir da pontuação atribuída aos indicadores, o GI foi calculado pela relação entre a soma dos pontos recebidos e o total de pontos esperados, multiplicado por 10. A extensão do GI foi interpretada considerando a integração como um contínuo. Os resultados evidenciaram pontuação média por indicador muito baixa. O GI atingiu o escore 3,86, indicando pouca integração da APS na RAS, revelando indicadores críticos e dificuldades para a integração em município de pequeno porte.


Abstract Integration of health care has been an important challenge in the provision of health care. However, Brazilian studies have not yet evaluated it objectively, only considering the large municipalities in their analysis. Therefore, the aim of this study was to measure the degree of integration (DI) of Primary Health Care (PHC) in the Health Care Network (HCN) in a small municipality. In order to do this, we elaborated, from the scientific literature and from technical recommendations on the subject, a matrix with 25 indicators, accompanied by their respective evaluation parameters and scored from zero to three points. To respond to indicators, scoring them, questionnaires were given to health professionals. In addition, we analyzed referrals for specialized exams and consultations. From the score attributed to the indicators, the DI was calculated by the ratio between the sum of the points received and the total of points expected, multiplied by 10. The extension of the DI was interpreted considering integration as a continuum. Results showed a very low average score per indicator. DI reached the score of 3.86, suggesting little integration of PHC in HCN and exposing critical indicators and difficulties for the integration in small municipalities.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Atenção Primária à Saúde , Sistemas Locais de Saúde , Integração de Sistemas , Assistência à Saúde , Pesquisa sobre Serviços de Saúde
11.
Saúde Soc ; 26(2): 348-366, abr.-jun. 2017. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-962539

RESUMO

Resumo Este artigo avalia os resultados do Pacto pela Saúde (que busca regular as relações federativas do SUS) em relação ao alcance das metas e ao cumprimento das pactuações feitas pelos entes federados a partir de prioridades nacionais, além doo desempenho efetivo dos municípios em termos comparativos. Foram selecionados alguns indicadores do pacto para o período de 2007 a 2011, buscando-se responder às perguntas: (1) os municípios cumpriram o que foi pactuado? Como isso evoluiu no período? (2) o desempenho efetivo dos municípios evoluiu positivamente durante o período? (3) qual o grau de desigualdade entre os municípios quanto ao desempenho? (4) os resultados estão associados a fatores estruturais exógenos ou endógenos ao setor saúde? Foram utilizados dados do Datasus e do Sispacto. Construíram-se medidas para aferição do grau de cumprimento das metas pactuadas e para a avaliação do desempenho efetivo dos municípios e do grau de desigualdade entre eles. Modelos de regressão buscaram aferir a influência de fatores estruturais sobre esse desempenho. Os resultados apontam que o pacto não ampliou a cooperação entre os entes federados. Houve, além disso, evolução positiva do cumprimento das metas, particularmente nos indicadores com mecanismos punitivos, e variação de desempenho entre indicadores, associado principalmente à disponibilidade de recursos financeiros.


Abstract This study evaluates the results of the Health Pact, which seeks to regulate the SUS's federative relations, regarding the achievement of the goals and the compliance with the agreements made by the federated entities considering national priorities and the actual performance of the cities in comparative terms. Some indicators of the Health Pact were selected for the period of 2007-2011 and sought to answer the following questions: (1) Have the cities fulfilled what was agreed? How did this evolve in the period? (2) The effective performance of the cities has positively improved during the period? (3) What is the degree of inequality between cities in terms of performance? (4) Are the results associated with structural factors exogenous or endogenous to the health sector? Data from Datasus and Sispacto were used. Measures were developed to assess the degree of compliance with the agreed targets, to evaluate the actual performance of the cities and the degree of inequality between them. Regression models sought to gauge the influence of structural factors on this performance. Results show that the pact has not extended the cooperation between federated entities; there were positive developments in the achieving the goals, particularly in the indicators with punitive mechanisms; the performance varies between indicators and is mainly associated with the availability of financial resources.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Avaliação de Processos e Resultados (Cuidados de Saúde) , Sistema Único de Saúde , Sistemas Locais de Saúde , Federalismo , Política de Saúde
12.
Rio de Janeiro; s.n; 2017. 138 p. graf, map, tab.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-983659

RESUMO

A partir da Constituição de 1988 e da descentralização das ações em saúde, em especial na Atenção Básica, a busca por integralidade gerou um processo de complexidade crescente da assistência, o que exige das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) no Brasil equipes multiprofissionais que atuem em conjunto e sintonia, gerando aumento de demanda de gestão e de apoio destas equipes e profissionais. Esta pesquisa tem por objetivo analisar o perfil e as competências gerais e específicas dos gestores de UBSs do Município de Criciúma. Trata-se de estudo de caso com análise descritiva, inspirado no modelo de avaliação 360 graus. Dados secundários obtidos principalmente através do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde demonstram que no Brasil há gestores em 6 por cento dos estabelecimentos em geral e 13 por cento das UBSs. Em Santa Catarina, 5 por cento dos estabelecimentos e 4 por cento das UBSs, e em Criciúma, 1 por cento dos estabelecimentos e 2 por cento das UBSs. Estes dados sugerem a pouca utilização da figura do gestor de UBS, ou que as informações sobre a gerência de UBSs não são adequadamente registradas. Os resultados dos perfis dos gestores mostram que os mesmos têm média de 30,5 anos, 76% são mulheres, com formação em enfermagem, possuem média de 3 anos no serviço público, 0,7 anos na média como gestor da atual unidade...


Since the Constitution of 1988 and the decentralization of health actions, especially in basic care, the search for integrality has generated an increasing complexity process of care, which demands a multi professional teamwork at the Health Unit Cares (HUC) in Brazil, increasing the necessity of management and support of these teams and professionals. The objective of this research is to analyze the profile, the general and the specific competences of the managers of HUCs in the city of Criciúma. It is a case study with descriptive analysis, inspired by the 360 degree evaluation model. Secondary data obtained mainly through the National Register of Health Establishments show that in Brazil there are managers in 6 percent of establishments in general and 13 percent of HUCs. In Santa Catarina, 5 percent of the establishments and 4 percent of the HUCs, and in Criciúma, 1 percent of the establishments and 2 percent of the HUCs. These data suggest that little of the attributions of a manager are being used, or that HUC management information is not properly recorded. The results of the managers' profiles show that they have an average of 30.5 years, 76% are women, with a nursing education, having an average of 3 years in the public service, 0.7 years in average as the manager of the current unit...


Assuntos
Humanos , Centros de Saúde , Gestor de Saúde , Competência Profissional , Planejamento em Saúde , Sistemas Locais de Saúde/organização & administração , Atenção Primária à Saúde
13.
Belém-PA; s.n; 2017. 101 p.
Tese em Português | Coleciona SUS | ID: biblio-943646

RESUMO

O início do debate acerca das Redes de Atenção à Saúde (RAS) ocorre a partir da necessidade que existe da não resolutividade que o modelo atual de saúde não responde em relação à transição demográfica, que é demonstrada pela tripla carga de doenças, composta pelas doenças crônicas, doenças infecciosas e pelas doenças provocadas por causas externas. Os povos indígenas, habitantes do Pará são um importante grupo a ter acesso às ações e serviços das redes de atenção que, a partir da criação da Secretaria de Atenção à Saúde Indígena (SESAI) em 2012 vem somando esforços junto aos municípios e ao estado para ofertar assistência a essa população de acordo com os aspectos sociais e étnico-culturais que permeiam essa clientela. Objetivos: Analisar a inserção de ações e serviços voltados para atenção à saúde indígena nos planos das RAS, que abrangem os municípios que compõem o DSEI GUATOC/Pará; e perceber no olhar dos coordenadores das redes de atenção à saúde, bem como dos gestores da saúde indígena do Pará a implementação dessas ações e serviços nos planos regionais da Rede de Urgência e emergência, Rede Cegonha, Psicossocial e Cuidado à Pessoa com Deficiência. Metodologia: Estudo de natureza qualitativa e descritiva, com análise documental. O método de obtenção dos dados para a pesquisa foi dividido em duas etapas: a primeira foi a análise dos planos regionais das redes de atenção à saúde (rede cegonha, urgência e emergência, psicossocial e pessoa com deficiência) e aplicação de entrevista semi-estruturada aos coordenadores estaduais das redes, coordenador e apoiadora do Distrito Sanitário Especial Indígena Guamá Tocantins, coordenadora estadual da saúde indígena. O tratamento dos dados foi realizado por meio da técnica de análise do conteúdo proposta por Bardin. Resultados: Foi possível verificar que existem ações pontuais em alguns planos regionais voltados para saúde indígena, porém com ausência do olhar equânime; a ausência de ações e serviços que garantam a equidade do acesso aos indígenas nessas redes; a necessidade de qualificar os profissionais para uma atenção em saúde que respeite os aspectos étnicos e culturais desses povos e que ocorra a integração entre os gestores estaduais e os gestores do DSEI no planejamento e implementação das ações e serviços. Conclusão: Essas ações devem estar transversalisadas em todos os planos, pois os indígenas precisam estar inseridos em todas as ações/serviços das RAS, por estarem distribuídos em todas as faixas etárias e grupos; e o planejamento das RAS precisa revisitar as ações e serviços de forma a reconhecer as necessidades específicas desses povos, respeitando seus aspectos étnicos e culturais e principalmente, que ocorra a articulação entre os gestores estaduais e os gestores federais do distrito indígena Guamá Tocantins para a promoção da continuidade do cuidado desde a atenção básica até a média e alta complexidade


The beginning of the debate about the Networks of Attention the Health (RAS) occurs from the need that exists about the non-resoluteness that health model does not respond to the demographic transition, which is demonstrated by the triple burden of diseases, consisting of chronic diseases, infectious diseases and diseases caused by externa I causes. Indigenous peoples inhabitants of Pará are important group to have access to the actions and services of the RAS are indigenous people who, since the creation of the Secretariat of Attention to Indigenous Health (SESAI) in 2012, has been joining forces with the municipalities and to offer assistance to this population according to the social and ethnic-cultural aspects that permeate this clientele. Objectives: Analyze the insertion of actions and services focused on indigenous health care in the networks plans, which cover the municipalities that make up the District Guamá Tocantins/Pará; and to see the implementation of these actions and services in the regional plans of the four networks in the eyes of the coordinators of the health care networks as well as the indigenous health managers of Pará. Methodology: To analyze the insertion of these actions and services, a qualitative and descriptive study was carried out, with documentary analysis. The method of obtaining the data for the research was divided into two stages: the first was the analysis of the regional plans of the health care networks (stork network, emergency and emergency, psychosocial and the disabled) and semistructured interview to the state coordinators of the networks, supporter of the district, state coordinator of indigenous health. The data treatment was performed using the content analysis technique proposed by Bardin. Results: It was possible to verify that there are specific actions in some regional plans directed to indigenous health, but with the absence of the equanimous eye; the absence of actions and services that guarantee the fairness of access to indigenous peoples in the networks; the need to qualify professionals for a health care that respects the ethnic and cultural aspects of these peoples and that the integration between the networks managers and the managers of the DSEI in the planning and implementation of the actions and services occurs. Conclusion: These actions should be transversal, since indigenous people need to be included in all actions/services of the network, since they are distributed in all age groups and groups; and the deplaning of RAS needs to revisit actions and services in order to recognize the specific needs of these peoples, respecting their ethnic and cultural aspects and, above all, that the articulation between the state managers and the federal indigenous district managers for the promotion of Continuity of care from basic care tomedium to high complexity


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Atenção à Saúde , Saúde de Populações Indígenas , Serviços de Saúde do Indígena , Sistemas Locais de Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA