Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 482
Filtrar
1.
Rev. urug. enferm ; 17(1): 1-14, jun. 2022.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1371164

RESUMO

As mulheres rurais possuem meios de vida e estrutura familiar própria do contexto no qual se encontram inseridas, o que frequentemente favorece sua vulnerabilização. Este estudo objetivou caracterizar o perfil sociodemográfico, laboral e epidemiológico de mulheres rurais. Trata-se de um estudo descritivo com abordagem quantitativa. Os dados foram coletados entre os meses de julho a novembro de 2020 em área rural do município de Nazarezinho, Paraíba, Brasil, junto a 87 mulheres rurais acompanhadas por uma unidade de estratégia de saúde da família. A análise se deu por estatística descritiva. Verificou-se predominância de mulheres rurais com poucos anos de estudo formal, com média de idade economicamente ativa, com laços conjugais e filhos, de renda mensal de até um salário mínimo, e que desempenhavam papeis consideráveis no trabalho rural, sobretudo nas atividades de plantio e colheita. Quase metade delas declarou possuir doença crônica, sendo a hipertensão arterial sistêmica a mais apontada. Conclui-se o perfi l de mulheres rurais indica vulnerabilidades sociais que devem ser combatidas a partir da implementação de políticas públicas com vistas à promoção da sua saúde, melhoria da qualidade de vida e garantia de direitos fundamentais.


Las mujeres rurales tienen medios de vida y estructura familiar relacionados con el contexto en el que se insertan, lo que muchas veces favorece su vulnerabilidad. Este estudio tuvo como objetivo caracterizar el perfil sociodemográfico, laboral y epidemiológico de las mujeres rurales. Se trata de un estudio descriptivo con enfoque cuantitativo. Los datos fueron recolectados entre julio y noviembre de 2020 en una zona rural del municipio de Nazarezinho, Paraíba, Brasil. Participaron 87 mujeres rurales acompañadas de una unidad de estrategia de salud de la familia. El análisis se realizó mediante estadística descriptiva. Predominaron las mujeres rurales con pocos años de educación formal, con edad promedio económicamente activa, con vínculo matrimonial e hijos, con ingresos mensuales de hasta un salario mínimo, y que desempeñaban roles importantes en el trabajo rural, especialmente en actividades de siembra y cosecha. Casi la mitad de ellos declaró tener una enfermedad crónica, siendo la hipertensión arterial sistémica la más mencionada. Se concluye el perfil de la mujer rural indica vulnerabilidades sociales que deben ser atendidas mediante la implementación de políticas públicas con miras a promover su salud, mejorar su calidad de vida y garantizar los derechos fundamentales.


Rural women have livelihoods and family structure related to the context in which they are inserted, which often favors their vulnerability. This study aimed to characterize the sociodemographic, labor and epidemiological profile of rural women. This is a descriptive study with a quantitative approach. Data were collected between July and November 2020 in a rural area in the municipality of Nazarezinho, Paraíba, Brazil. Participants were 87 rural women accompanied by a Family Health Strategy unit. The analysis was carried out using descriptive statistics. There was a predominance of rural women with few years of formal education, with an average age of economically active, with marital ties and children, with a monthly income of up to one minimum wage, and who played considerable roles in rural work, especially in planting activities and harvest. Almost half of them declared having a chronic disease, with systemic arterial hypertension being the most mentioned. It is concluded the profile of rural women indicates social vulnerabilities that must be tackled through the implementation of public policies with a view to promoting their health, improving their quality of life and guaranteeing fundamental rights.


Assuntos
Humanos , População Rural , Fatores Socioeconômicos , Mulheres , Mulheres Trabalhadoras , Trabalhadores Rurais , Brasil , Fatores Epidemiológicos
2.
Semina cienc. biol. saude ; 43(1): 153-166, jan./jun. 2022. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1354474

RESUMO

Desde o início dos anos 2000 é crescente o número de estudos que avaliam a exposição a agrotóxicos e suas consequências para a saúde do trabalhador. Contudo, não há sistematização da produção relacionada ao câncer de próstata em trabalhadores rurais. Assim, objetivou-se mapear a literatura que trata da associação entre a exposição aos agrotóxicos e a ocorrência de câncer de próstata em trabalhadores rurais. Foi realizada uma revisão de escopo nas bases de dados Web of Science (WoS), Scopus, Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature (CINHAL) e Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), empregando os descritores "Agrochemicals", "Farmers" e "Prostatic Neoplasms". Dezenove artigos fizeram parte desta revisão. Em dezessete, verificou-se associações entre a ocorrência de câncer de próstata em trabalhadores rurais e a exposição a agrotóxicos. Os fatores de risco relacionados foram: histórico familiar, tabagismo, raça/cor, idade avançada, alterações genéticas, toneladas de soja produzidas e o uso de agrotóxicos específicos. A literatura aponta a existência de consistência e plausibilidade biológica para a ocorrência de câncer de próstata em indivíduos expostos a agrotóxicos que exercem atividades agrícolas.


Since the early 2000s there has been an increasing number of studies evaluating pesticide exposure and its consequences for worker health. However, they are not systematized in relation to prostate cancer in rural workers. We aimed to map the literature dealing with the association between exposure to pesticides and the occurrence of prostate cancer in rural workers. A scoping review was conducted in the Web of Science (WoS), Scopus, Cumulative Index to Nursing and Allied Health Abstract Literature (CINHAL) and Virtual Health Library (VHL) databases. The descriptors "Agrochemicals", "Farmers" and "Prostatic Neoplasms" were employed. Nineteen articles were part of this review. In seventeen articles, associations were found between the occurrence of prostate cancer in rural workers and exposure to agrochemicals. The related risk factors were: family history, smoking, race/color, advanced age, genetic alterations, tons of soybeans produced, and the use of specific pesticides. The literature points to the existence of consistency and biological plausibility for the occurrence of prostate cancer in individuals exposed to pesticides who perform agricultural activities.


Assuntos
Humanos , Masculino , Neoplasias da Próstata , Tabagismo , Trabalhadores Rurais , Saúde do Trabalhador , Agroquímicos , Fumar , Saúde
3.
Rev. enferm. UFPE on line ; 15(2): [1-17], jul. 2021. ilus, tab, graf
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1283404

RESUMO

Objetivo: Abordar, frente à literatura, a vulnerabilidade do trabalhador rural em tempos de pandemia da COVID-19. Método: trata-se de uma análise qualitativa, através de revisão integrativa realizada no período de maio de 2020, a partir da seguinte questão norteadora: "Quão vulneráveis estão os trabalhadores rurais em tempos de pandemia?". A pesquisa foi realizada nas bases de dados Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE) e Scientific Electronic Library Online (SciELO). Resultados: foram encontrados 129 artigos, mas apenas oito foram pertinentes ao estudo. Um dos setores mais afetados com o distanciamento social foi a agricultura familiar, assim como o setor pesqueiro. Conclusão: o distanciamento social é uma medida de saúde pública indispensável, mas afeta os determinantes e condicionantes de saúde atrelados aos pequenos agricultores, pescadores e marisqueiros, uma vez que ocorre drástica redução ou nulidade de obtenção de renda das famílias. Portanto, são necessárias políticas públicas de assistência para essa população.(AU)


Objective: To approach the content in the literature regarding the vulnerability of rural workers in times ofthe COVID-19 pandemic. Method: This qualitative analysis was developed as an integrative review carried outin May 2020, based on the following research question: "How vulnerable are rural workers in times ofthe pandemic?". We searched the databases ofthe Latin American and Caribbean Health Sciences Literature (LILACS), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE), and Scientific Electronic Library Online (SciELO). Results: We found 129 articles, but only eight were relevant to the study. Family farming, along with fishing, was one ofthe most affected sectors by social distancing. Conclusion: Social distancing is an indispensable public health measure. However, it affects the health determinants and conditioning factors related to small-scale farmers, fishers, and shellfishers, as their family income is drastically reduced or altogether lost. Therefore, there is a need for public policies to aid this population.(AU)


Objetivo: abordarla vulnerabilidad de los trabajadores rurales en tiempos de la pandemia COVID-19 en la literatura. Método: se trata de un análisis cualitativo, a través de una revisión integradora realizada en el período de mayo de 2020, a partir de la siguiente pregunta orientadora: "¿Hubo un aumento de la vulnerabilidad de los trabajadores rurales en tiempos de pandemia" ?. La búsqueda se realizó en las bases de datos Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE) y Scientific Electronic Library Online (SciELO). Resultados: se encontraron catorce artículos, pero solo cuatro fueron relevantes para el estudio. Uno de los sectores más afectados por el distanciamiento socialfue la agricultura familiar, así como el sector pesquero. Conclusión: el distanciamiento social es una medida de salud pública indispensable, pero afecta los determinantes y condiciones de salud vinculados a los pequeños agricultores, pescadores y marisqueros, ya que existe una drástica reducción o nulidad en la obtención de ingresos para las familias, requiriendo de políticas públicas asistenciales para esa población.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Trabalhadores Rurais , Saúde da População Rural , Vulnerabilidade Social , Vulnerabilidade em Saúde , Fazendeiros , COVID-19 , MEDLINE , Pesquisa Qualitativa , LILACS
4.
Rev. urug. enferm ; 16(2): 1-11, jul. 2021.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1352415

RESUMO

Introdução: Na literatura da Saúde Coletiva, a relação trabalho-saúde nos canaviais brasileiros tem sido descrita como baseada na superexploração do trabalho e geradora de adoecimento. Considerando o papel da Enfermagem no cuidado em saúde, na perspectiva da integralidade, convém investigar o que essa área, em específico, tem produzido sobre a temática. Objetivo: Analisar as publicações da Enfermagem brasileira a respeito da saúde dos trabalhadores do corte da cana-de-açúcar. Método: Revisão integrativa realizada por meio de três buscas. Na Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, pelo assunto "canavieiros". Na base Scientific Electronic Library Online, a pesquisa se deu com os descritores "trabalhadores canavieiros" e "saúde". Por fim, na Base de dados de Enfermagem, com o descritor "cana-de-açúcar". Após aplicação dos critérios de exclusão e inclusão, foram analisados 7 artigos. Conclusão: As publicações contribuem para o entendimento do perfil dos cortadores, das cargas de trabalho as quais estão expostos e o processo de desgaste e adoecimento. Embora o quantitativo de artigos ainda seja baixo, há refl exões importantes sobre a saúde dos cortadores, em especial pelo diálogo da Enfermagem com a Saúde do Trabalhador e a Saúde Coletiva.


Introducción: En la literatura de la Salud Colectiva, la relación trabajo-salud en las plantaciones de caña de azúcar brasileñas se ha descrito como basada en la sobreexplotación de la mano de obra y la generación de enfermedades. Teniendo en cuenta el papel de la enfermería en la atención de la salud, desde la perspectiva de la integralidad, es conveniente investigar lo que esta área, específicamente, ha producido sobre el tema. Objetivo: Analizar las publicaciones de la Enfermería brasileña sobre la salud de los cortadores de caña de azúcar. Método: Revisión integrativa realizada a través de tres búsquedas. En la Literatura Latinoamericana y del Caribe en Ciencias de la Salud se buscó el tema "trabajadores de la caña de azúcar". En la Scientific Electronic Library Online, la investigación se realizó con los descriptores "trabajadores de la caña de azúcar" y "salud". Posteriormente en la Base de Datos de Enfermería se utilizó el descriptor "caña de azúcar". Conclusión: Las publicaciones contribuyen a la comprensión del perfil de los cortadores, las cargas de trabajo a que están expuestos, el proceso de desgaste y cómo se enferman. Aunque la cantidad de artículos sigue siendo baja, hay reflexiones importantes sobre la salud de los cortadores, especialmente a través del diálogo entre Enfermería y Salud de los Trabajadores y Salud Colectiva.


Introduction: In the literature of Collective Health, the labor-health relationship in Brazilian sugarcane plantations has been described as based on superexploration of labor and generating illness. Considering the role of Nursing in health care, from the perspective of integrality, it is convenient to investigate what this area, specifi cally, has produced on the subject. Objective: To analyze the publications of the Brazilian Nursing regarding the health of sugarcane cutters. Methods: Integrative review carried out through three searches. In Latin American and Caribbean Health Sciences Literature, the search was for the subject "sugarcane workers". In the Scientific Electronic Library Online, the research was done with the descriptors "sugarcane workers" and "health". Later searched in the Nursing Database, with the descriptor "sugarcane". After applying the exclusion and inclusion criteria, 7 articles were analyzed.


Assuntos
Humanos , Trabalhadores Rurais , Brasil , Saúde do Trabalhador , Enfermagem do Trabalho
5.
Estud. pesqui. psicol. (Impr.) ; 21(1): 10-29, jan.-abr. 2021.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1355306

RESUMO

A pesquisa descritiva exploratória teve como objetivo analisar os efeitos psicossociais da subjetivação política dos/as jovens assentados/as do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra. O estudo se amparou, como aporte teórico, em leituras da psicologia política, da psicologia social e da filosofia da diferença. O desenvolvimento metodológico se deu pela proposta cartográfica, referenciada em autores como Gilles Deleuze e Félix Guattari. Participaram dessa pesquisa dez jovens de um assentamento rural do semiárido alagoano, com idade entre 18 e 26 anos. Os instrumentos metodológicos utilizados foram grupos focais e diários de campo. Os dados analíticos produziram-se com base em três olhares analisadores: olhares para a militância política de uma juventude assentada, olhares para a violência simbólica vivida no seu cotidiano e olhares para os processos de (trans)formação política pelos quais passam, ao longo da trajetória de vida, nos contextos rurais e de militância de que fazem parte. Ao analisar os diferentes modos de vivenciar e significar a militância, considera-se que é possível fortalecer o pertencimento dos sujeitos de um movimento social, a partir da junção das singularidades e valorização da heterogeneidade dos modos de ser e existir. (AU)


The exploratory descriptive research aimed to analyze the psychosocial effects of the political subjectivity of the young settlers of the Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra. The study had as theoretical support readings of political psychology, social psychology and the philosophy of difference. The methodological development took place through the cartographic proposal, referenced in authors such as Gilles Deleuze and Félix Guattari. Ten youngsters from a rural settlement in the semi-arid region of Alagoas, aged between 18 and 26 years, participated in this research. The methodological instruments used were: focus groups and field diaries. The analytical data were produced from three analytical perspectives: views of the political militancy of a settled youth, views of the symbolic violence experienced in their daily lives and views of the processes of political (trans)formation that they pass along the trajectory of life in rural and militant contexts which they are a part of. When analyzing the different ways of experiencing and signifying militancy, it is considered that it is possible to strengthen the belonging of the subjects of a social movement from the junction of singularities and valuing the heterogeneity of the ways of being and existing. (AU)


La investigación descriptiva exploratoria tuvo como objetivo analizar los efectos psicosociales de la subjetividad política de los jóvenes colonos del Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra. El estudio tuvo como soporte teórico lecturas de psicología política, psicología social y filosofía de la diferencia. El desarrollo metodológico se llevó a cabo a través de la propuesta cartográfica, referenciada en autores como Gilles Deleuze y Félix Guattari. Diez jóvenes de un asentamiento rural en la región semiárida de Alagoas con edades comprendidas entre 18 y 26 años participaron en esta investigación. Los instrumentos metodológicos utilizados fueron: grupos focales y diarios de campo. Los datos analíticos se produjeron desde tres perspectivas analíticas: puntos de vista de la militancia política de un joven asentado, puntos de vista de la violencia simbólica experimentada en su vida cotidiana y puntos de vista de los procesos de formación política (trans) que transmiten a lo largo de la trayectoria. de la vida en contextos rurales y militantes de los que forman parte. Al analizar las diferentes formas de experimentar y significar militancia, se considera que es posible fortalecer la pertenencia de los sujetos de un movimiento social a partir de la unión de singularidades y valorando la heterogeneidad de las formas de ser y existir. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Política , Psicologia Social , População Rural , Trabalhadores Rurais , Grupos Focais , Movimento
6.
Estud. Interdiscip. Psicol ; 12(1): 95-115, jan-abr.2021.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1337742

RESUMO

O trabalho rural na canavicultura brasileira é marcado pela penosidade, espoliação e a disparidade de direitos. O objetivo deste estudo foi discutir como o trabalho reestruturado na canavicultura ocasionou impactos à saúde dos trabalhadores rurais canavieiros. A metodologia envolveu a análise de dados secundários do site da Previdência Social sobre as condições gerais de saúde, a morbidade e mortalidade ocupacional dos trabalhadores rurais canavieiros. Conclui-se que a equiparação de direitos entre trabalhadores rurais e urbanos abrangeu os valores das aposentadorias e a restrição da informalidade, sem, no entanto, ocasionar melhorias no padrão geral de saúde dos trabalhadores rurais canavieiros, já que a combinação do trabalho de intensidade elevada, com extensas jornadas e de remuneração flexível, contribuiu para a precocidade da degradação da saúde.


Rural work in the Brazilian sugarcane sector is marked by hardship, exploitation and imbalanced rights. The objective of this study was to discuss how the restructured work in sugarcane had impacts on the health of sugarcane workers. The methodology involved the analysis of secondary data were obtained from the Social Security website, on the general health conditions, occupational morbidity and mortality of sugarcane workers. It is concluded that the equalization of rights between rural and urban workers covered the amounts of pensions and the restriction of informality, without, however, causing improvements in the general health standard of rural sugarcane workers, as the combination of high-intensity work, long hours and flexible pay contributed to the early deterioration of health.


El trabajo rural en la caña de azúcar brasileña está marcado por dificultades, despojos y disparidades de derechos. El objetivo de este estudio fue discutir cómo el trabajo reestructurado en la caña de azúcar tuvo un impacto en la salud de los trabajadores rurales de la caña de azúcar. La metodología incluyó el análisis de datos secundarios del sitio web de la Seguridad Social sobre las condiciones generales de salud, la morbilidad y mortalidad ocupacional de los trabajadores rurales de la caña de azúcar. Se concluye que la igualación de derechos entre los trabajadores rurales y urbanos cubrió los valores de las pensiones y la restricción de la informalidad, sin embargo, sin causar mejoras en el estándar general de salud de los trabajadores rurales de la caña de azúcar, ya que la combinación de trabajo de alta intensidad, con largas horas y remuneraciones flexibles, contribuyó al deterioro temprano de la salud.


Assuntos
Humanos , Aposentadoria , Trabalhadores Rurais , Envelhecimento , Agroindústria
7.
Interface (Botucatu, Online) ; 25: e210112, 2021.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1350859

RESUMO

El objetivo del artículo es analizar dos aspectos de la asistencia sanitaria en el medio rural español durante el segundo periodo de la dictadura franquista (1959-1975). Primero analizamos la implantación del Régimen Especial Agrario de la Seguridad Social (1966), que proporcionó asistencia sanitaria a los trabajadores del campo. Hasta entonces, habían sido excluidos del Seguro Obligatorio de Enfermedad (1944), destinado a obreros industriales y otros asalariados con bajos ingresos. En segundo lugar, analizamos la oposición de los médicos rurales a la ampliación de la cobertura sanitaria a los trabajadores agrícolas. Para lograr ambos objetivos analizamos las limitaciones del ejercicio médico en el ámbito rural y cómo la Dictadura intentó solucionar infructuosamente estos problemas. Las fuentes empleadas han sido: disposiciones legislativas, publicaciones de los colegios profesionales oficiales, prensa dedicada a discutir problemas del ejercicio médico, informes sociológicos y documentación de archivo. (AU)


O objetivo do artigo é analisar dois aspectos da atenção à saúde na Espanha rural durante o segundo período da ditadura de Franco (1959-1975). Em primeiro lugar, analisamos a introdução do Regime Especial de Previdência Social Agrária (1966), que proporcionou assistência médica aos trabalhadores rurais. Até então, eram excluídos do Seguro Obrigatório de Saúde (1944), destinado aos operários da indústria e demais trabalhadores com baixos salários. Em segundo lugar, analisamos a oposição dos médicos rurais à extensão da cobertura de saúde aos trabalhadores agrícolas. Para alcançar ambos os objetivos, analisamos as limitações da prática médica no meio rural e como a ditadura tentou resolver esses problemas, sem sucesso. As fontes utilizadas são: disposições legislativas, publicações de associações profissionais oficiais, imprensa dedicada a discutir problemas da prática médica, relatórios sociológicos e documentação arquivística. (AU)


The objective of the article is to analyze two aspects of healthcare in rural Spain during the second period of the Franco dictatorship (1959-1975). Firstly, we analyze the introduction of the Special Agrarian Social Security Regime (1966), which provided healthcare to rural workers. Until then, rural workers had been excluded from the Compulsory Health Insurance (1944), which provided healthcare to industrial and other low-income workers. Secondly, we analyze the position of rural doctors against the extension of health coverage to rural workers. To achieve both objectives, we analyze the limitations of medical practice in the rural milieu and how Franco's dictatorship unsuccessfully managed these limitations. We have used several sources: legal regulations, publications of official professional associations, press devoted to medical practice, sociological reports, and archival records. (AU)


Assuntos
Humanos , Trabalhadores Rurais , Serviços de Saúde Rural/história , Acesso aos Serviços de Saúde , Espanha , História do Século XX
8.
Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) ; 13: 1179-1185, jan.-dez. 2021.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1253077

RESUMO

Objective:To identify the knowledge of a rural population about the health implications generated by the abuse of pesticides. Method: qualitative, exploratory-descriptive study. The semi-structured interviews took place from July to August 2017, including 12 rural residents from one of the areas covered by the Basic Health Unit of the municipality of Antônio Carlos. Data were submitted by thematic analysis. Results: it was revealed that the participants know the concept of pesticides, however, have failed to identify the damage generated to health. Another important factor was the disuse of personal protective equipment, as well as the lack of knowledge about possible health-promoting activities. Conclusion: the population has little knowledge of the consequences of using pesticides, using them incorrectly due to need and / or lack of knowledge of alternatives. It is evident the need for health education activities, together with the multidisciplinary team, focused on primary care


Objetivo: Identificar o conhecimento de uma população rural sobre as implicações na saúde geradas pelo uso abusivo de agrotóxicos. Método: estudo qualitativo, exploratório-descritivo. As entrevistas semiestruturadas ocorreram de julho a agosto de 2017, incluindo 12 moradores rurais de uma das áreas de abrangência da Unidade Básica de Saúde do município de Antônio Carlos. Os dados foram submetidos pela análise temática. Resultados: revelou-se que os participantes conhecem o conceito de agrotóxicos, contudo, apresentam falha na identificação dos prejuízos gerados à saúde. Outro fator destacado, consistiu-se no desuso dos equipamentos de proteção individual, da mesma forma, que o desconhecimento das possíveis atividades promotoras da saúde. Conclusão: a população possui pouco conhecimento das consequências da utilização dos agrotóxicos, utilizando-os de maneira incorreta por necessidade e/ou pela falta de conhecimento das alternativas. Evidencia-se, a necessidade de atividades de educação a saúde, em conjunto a equipe multiprofissional, voltadas a atenção primária


Objetivo:Identificar el conocimiento de una población rural sobre las implicaciones para la salud generadas por el abuso de pesticidas. Método: estudio cualitativo, exploratorio-descriptivo. Las entrevistas semiestructuradas tuvieron lugar de julio a agosto de 2017, incluidos 12 residentes rurales de una de las áreas cubiertas por la Unidad Básica de Salud del municipio de Antônio Carlos. Los datos fueron presentados por análisis temático. Resultados: se reveló que los participantes conocen el concepto de pesticidas, sin embargo, no han podido identificar el daño generado a la salud. Otro factor importante fue el desuso del equipo de protección personal, así como la falta de conocimiento sobre posibles actividades de promoción de la salud. Conclusión: la población tiene poco conocimiento de las consecuencias del uso de pesticidas, usándolos incorrectamente debido a la necesidad y / o falta de conocimiento de alternativas. Es evidente la necesidad de actividades de educación para la salud, junto con el equipo multidisciplinario, centrado en la atención primaria


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , População Rural , Saúde da População Rural/educação , Agroquímicos/efeitos adversos , Exposição a Praguicidas , Atenção Primária à Saúde , Trabalhadores Rurais , Educação em Saúde
9.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 55: e20200408, 2021. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1287920

RESUMO

ABSTRACT Objective: To assess the context of work and analyze their repercussions on the quality of life of rural workers in soybean agribusiness. Method: Cross-sectional study, with an intentional sample of rural workers, conducted between the months of October and December 2019, with the application of the instruments World Health Organization Quality Life-bref and Scales of Assessment of Context and Human Cost of Work. The data were analyzed through bivariate and multivariate descriptive statistics. Results: The participants amounted to 299 rural workers. The scores of Work Conditions and Socioprofessional Relations were satisfactory and Organization of Work was critical. The scores of Physical and Cognitive costs were considered critical and of the Affective Cost was satisfactory. The Socioprofessional Relations have negatively impacted the overall quality of life and the Physical and Psychological, the Social Relations and the Environmental Domains, whereas Cognitive Cost positively impacted the Physical and the Environmental Domain and the Affective Cost positively impacted the Social Relations Domain. Conclusion: Although the Work Context and Human Cost indicated adverse conditions, only the Socioprofessional Relations exerted negative influences on the quality of life of rural workers.


RESUMEN Objetivo: Evaluar el contexto de trabajo y analizar sus repercusiones en la calidad de vida de los trabajadores rurales de la agroindustria de la soja. Método: Estudio transversal con una muestra intencional de trabajadores rurales, realizado entre los meses de octubre y diciembre de 2019, con aplicación de los instrumentos World Health Organization Quality Life-bref y Escalas de Evaluación del Contexto y Costo Humano del Trabajo. Los datos se analizaron mediante estadísticas descriptivas, bivariadas y multivariadas. Resultados: Participaron un total de 299 trabajadores rurales. Las puntuaciones de las Condiciones de Trabajo y las Relaciones Socioprofesionales fueron satisfactorias y la de la Organización del Trabajo fue crítica. Las puntuaciones de los Costos Físico y Cognitivo fueron consideradas críticas y la del Costo Afectivo fue satisfactoria. Las Relaciones Socioprofesionales impactaron negativamente la calidad de vida global y los Dominios Físico y Psicológico, Relaciones Sociales y Entorno, mientras que el Costo Cognitivo impactó positivamente los Dominios Físico y Entorno y el Costo Afectivo impactó positivamente el Dominio de Relaciones Sociales. Conclusión: Aunque el Contexto y el Costo Humano del Trabajo indican condiciones adversas, sólo las Relaciones Socioprofesionales ejercieron influencias negativas en la calidad de vida de los trabajadores rurales.


RESUMO Objetivo: Avaliar o contexto de trabalho e analisar suas repercussões na qualidade de vida de trabalhadores rurais do agronegócio da soja. Método: Estudo transversal, com amostra intencional de trabalhadores rurais, realizado entre os meses de outubro e dezembro de 2019, com aplicação dos instrumentos World Health Organization Quality Life-bref e Escalas de Avaliação do Contexto e Custo Humano do Trabalho. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva, bivariada e multivariada. Resultados: Participaram 299 trabalhadores rurais. Os escores das Condições de Trabalho e das Relações Socioprofissionais foram satisfatórios e o da Organização do Trabalho foi crítico. Os escores dos Custos Físico e Cognitivo foram considerados críticos e o do Custo Afetivo, satisfatório. As Relações Socioprofissionais repercutiram negativamente na qualidade de vida geral e nos Domínios Físico e Psicológico, nas Relações Sociais e no Meio Ambiente, enquanto o Custo Cognitivo repercutiu positivamente nos Domínios Físico e no Meio Ambiente e o Custo Afetivo repercutiu positivamente no Domínio das Relações Sociais. Conclusão: Apesar de o Contexto e o Custo Humano do Trabalho indicarem condições adversas, somente as Relações Socioprofissionais exerceram influências negativas na qualidade de vida dos trabalhadores rurais.


Assuntos
Trabalhadores Rurais , Saúde do Trabalhador , Enfermagem do Trabalho , Qualidade de Vida , Condições de Trabalho
10.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1355165

RESUMO

RESUMO: Os acidentes ofídicos configuram um sério transtorno à saúde pública dos países tropicais, em razão da frequência com a qual se apresentam e da magnitude da morbimortalidade que acarretam. No Brasil, observa-se uma prevalência anual entre 19 e 22 mil desses acidentes, e, dentre os casos em que se há notificação da espécie, o gênero Bothrops é responsável por 80,50% dos casos. Objetivo: Descrever os aspectos clínico-epidemiológicos dos acidentes botrópicos notificados em um hospital de referência no estado de Alagoas. Métodos: Estudo observacional, descritivo do tipo transversal e retrospectivo, dos registros clínicos de pacientes internados no Hospital Escola Dr. Hélvio Auto, por acidentes botrópicos de 2010 a 2018. Resultados: A partir da investigação de 694 prontuários médicos, constatou-se a maior prevalência de acidentes no ano 2017. O perfil epidemiológico foi composto por indivíduos de sexo masculino, adultos, de etnia parda, de baixo nível de escolaridade, trabalhadores rurais, e caracterizado por ocorrer majoritariamente na mesorregião Leste Alagoano. Por sua vez, o perfil clínico caracterizou-se por apresentar como região anatômica mais acometida os membros inferiores, manifestações de dor e edema, gravidade leve a moderado e desfecho evolutivo satisfatório. Conclusões: A investigação realizada permitiu traçar o perfil clínico-epidemiológico dos acidentes botrópicos no estado de Alagoas, bem como identificou que o grupo social composto por trabalhadores rurais apresentou certa dificuldade de acesso ao atendimento hospitalar adequa-do em tempo hábil, o que determinou a incidência de casos de maior gravidade nessa população. (AU)


ABSTRACT: Ophidic accidents constitute serious public health in tropical countries, due to the frequency that these events occur and their relevant magnitude of morbidity and mortality. In Brazil, there is an annual prevalence between 19.000 and 22.000 of these accidents, and among the cases that notify the species, it is possible to verify that the Bothropsgenus is responsible for 80.50% of the cases. Objective: Describing the clinical and epidemiological aspects of bothropic accidents reported in a reference hospital in the state of Alagoas. Methods: Observational, descriptive cross-sectional, and retrospective study of the clinical records of patients admitted into the Escola Dr. Hélvio Auto Hospital for bothropic accidents from 2010 to 2018. Results: It shows that the year of 2017 was the most prevalent year of cases, through the investigation of 694 medical records. The epidemiological profile has been composed of male, adult, brown individuals, low education, rural workers, and characterized by occurring mostly in the Eastern Alagoas. Therefore, the clinical profile was characterized by the occurrence of the most affected anatomic region as lower limbs, manifestations of pain and edema, mild to moderate severity, and satisfactory clinical outcome. Conclusions: The investigation allowed to trace the clinical and epidemiological profile of bothropic accidents in the state of Alagoas, and also identify the social group composed of rural workers as the one with some demanding to access the hospital care accurately, and who was the population with the incidence of the highest severity. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Mordeduras de Serpentes , Trabalhadores Rurais , Perfil de Saúde , Etnicidade , Registros Médicos , Incidência , Estudos Retrospectivos , Notificação , Animais Venenosos
12.
Cad. psicol. soc. trab ; 23(1): 29-50, jan.-jun. 2020.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1153717

RESUMO

Nas últimas décadas, o processo de trabalho no setor agrícola brasileiro passou por transformações. Essas alterações, desencadeadas em grande medida pela inserção de tecnologia e mecanização de etapas do processo produtivo, impuseram uma nova dinâmica ao trabalho nos canaviais, articulando antigas formas de organização e condições de trabalho com os imperativos da mecanização. Neste contexto, situações de suscetibilidade à ocorrência de acidentes e diferentes agravos à saúde, presentes no cotidiano do trabalho nos canaviais, renovaram-se. Exposição aos agrotóxicos, novas práticas de queima da cana, manuseio de máquinas e instrumentos de trabalho em um contexto de aumento da produtividade e intensificação do trabalho exemplificam esta situação. Este artigo tem por objetivo apresentar e problematizar situações de trabalho, assim como as circunstâncias de ocorrências de acidentes típicos e doenças com nexo laboral no segmento da agroindústria canavieira da região de Araraquara (SP). As reflexões desenvolvidas têm como ponto de apoio pesquisa de campo desenvolvida entre 2013 e 2014. A partir das entrevistas com 14 trabalhadores(as) pode-se compreender as distintas articulações entre as histórias de vida desses homens e mulheres e o cotidiano do trabalho nos canaviais. Os dados obtidos indicam que o ritmo e a jornada intensa de trabalho, em conjunto com a falta de equipamento de proteção, a exposição aos agrotóxicos e com outros riscos presentes no meio rural estão na base da ocorrência dos acidentes, marcas da ampliação da exploração e da precariedade do trabalho com o avanço de medidas de perfil neoliberal.


In the last few decades, the labor process in the Brazilian agricultural sector underwent important transformations. These changes, triggered to a great extent by the insertion of technology and mechanization of stages of the productive process, imposed new dynamics to labor in sugarcane fields, articulating old forms of organization and working conditions with the imperatives of mechanization. In this context, situations of susceptibility to the occurrence of accidents and different health problems that are quite present in the daily life of labor in sugarcane have been renewed. Exposure to pesticides, new practices of sugarcane burning, as well as the handling of machines and working tools in a context of increased productivity and intensification of work exemplify this situation. This article analyzes such labor conditions and situations, as well as the circumstances of occurrences of typical accidents and diseases resulting from labor relations in the sugarcane agribusiness segment of the Araraquara (SP) region. The considerations developed here are supported by field research developed between 2013 and 2014. Fourteen workers were interviewed, which allowed to understand the different articulations between the life stories of these men and women and the daily work in the cane fields. The data obtained indicate that the pace and intense working hours associated to lack of protective equipment, exposure to pesticides and other risks present in rural areas are the basis for the occurrence of accidents, marks of the expansion of exploration and precariousness with the advancement of neoliberal measures.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Trabalhadores Rurais , Acidentes de Trabalho , Saúde da População Rural , Agroindústria , Condições de Trabalho , Jornada de Trabalho , Brasil , Doenças Profissionais
13.
Rev. bras. med. trab ; 18(1): 91-96, jan-mar.2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1116152

RESUMO

Introdução: A saúde dos trabalhadores rurais sofre influência decorrente das condições de vida a que estão submetidos, como fatores sociais, econômicos, tecnológicos e organizacionais. Nesse contexto, surge a necessidade de identificar o perfil de saúde de trabalhadores rurais, pela escassez de pesquisas relacionadas a essa área. Objetivo: Avaliar o risco cardiovascular de acordo com fatores demográficos e composição corporal em trabalhadores rurais do Conselho Regional de Desenvolvimento do Vale do Rio Pardo (COREDE/VRP). Método: Estudo transversal analítico realizado com trabalhadores rurais de cinco municípios da microrregião sul do COREDE/VRP. Utilizou-se um questionário de estilo de vida estruturado com informações socioeconômicas sobre atividade física e saúde autorreferida. Foram feitas avaliação antropométrica, verificação da frequência cardíaca de repouso e gravação do eletrocardiograma (ECG), para análise da variabilidade da frequência cardíaca (VFC). Resultados: As mulheres apresentaram significativamente mais risco cardiovascular. Não foram encontradas diferenças para idade, estado civil, classe socioeconômica e estilo de vida. Ao se comparar variáveis antropométricas e cardiovasculares, observou-se que existe relação significativa do risco com a antropometria, não havendo relação entre o risco e as variáveis cardiovasculares. Conclusões: Observou-se que as mulheres da área rural apresentam significativamente maior risco cardiovascular, não sendo observada relação com o estilo de vida. Além disso, é possível destacar a relação estatisticamente significativa entre as variáveis antropométricas e o risco cardiovascular, não havendo relação entre o risco cardiovascular e a frequência cardíaca e entre o risco cardiovascular e o desequilíbrio autonômico.


Background: The state of health of rural workers is influenced by the living conditions to which they are subjected, including social, economic, technological and organizational aspects. Given the scarcity of studies on this population of workers, establishing their profile is necessary. Objectives: To analyze cardiovascular risk according to demographic factors and anthropometric status of rural workers under the Pardo River Valley Regional Development Council (COREDE-VRP). Methods: Cross-sectional analytical study with rural workers in five municipalities in the COREDE-VRP southern region. We administered a structured questionnaire for lifestyle socioeconomic information, physical activity and self-reported health. Anthropometric measurements, resting heart rate and electrocardiogram (ECG) were performed to analyze heart rate variability (HRV). Results: Women exhibited higher cardiovascular risk, which in turn did not differ as a function of age, marital status, socioeconomic status or lifestyle. We found a relationship between cardiovascular risk and anthropometric measurements, but not with cardiovascular variables. Conclusion: Women exhibited higher cardiovascular risk, which was not associated with marital status, socioeconomic status, alcohol use, smoking, sleep disorders or physical activity. Therefore, we emphasize the relationship between cardiovascular risk and anthropometric variables, as well as the lack of association with heart rate and autonomic imbalance.


Assuntos
Humanos , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Trabalhadores Rurais , Composição Corporal , Doenças Cardiovasculares/epidemiologia , Antropometria , Estilo de Vida , Fatores Socioeconômicos , Estudos Transversais , Fatores de Risco
14.
Interface (Botucatu, Online) ; 24: e190180, 2020. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1090706

RESUMO

Neste ensaio rizomático, evocamos cenas, imagens e afetos acionados com a participação das mulheres trabalhadoras rurais da V Marcha das Margaridas. A experiência e a narração articulam ferramentas potentes na transmissão de histórias em sua singularidade, diferença e multiplicidade. A escrita demarca um registro possível, uma abertura para estar junto na produção de uma escuta implicada e sensível dos efeitos da experiência de um "devir Margarida". O caminho percorrido irrompe entre fragmentos, recortes descontínuos, impregnado por experienciafetos em sua dimensão ética, estética e política. Com alegria e colorido, as mulheres vêm à público performatizar um ato-manifesto na luta contra os retrocessos e pela garantia de direitos. Em marcha, as margaridas protagonizam ações políticas em prol do bem viver de suas comunidades e questionam os estereótipos tradicionais de gênero.(AU)


In this rhizomatic essay, we evoke scenes, images and affections triggered by our participation, with rural women workers, in the 5 th Marcha das Margaridas . Experience and narrative are powerful tools in the transmission of stories, in their uniqueness, difference and multiplicity. Writing demarcates a possible record, an aperture to be together in the production of an implicated and sensitive hearing of the effects produced by the experience of "becoming Margarida ". The traveled path bursts among fragments, discontinuous cuts, marked by experienceaffections in their ethical, aesthetical and political dimensions. With joy and multiple colors, women perform, in public, an act-manifesto in the fight against retrocessions and for the guarantee of rights. In their march, the Margaridas play a leading role in political actions for their communities' welfare and question traditional gender stereotypes..(AU)


En este ensayo rizomático evocamos escenas, imágenes y afectos accionados con la participación junto a mujeres trabajadoras rurales de la V Marcha das Margaridas . La experiencia y la narración constituyen herramientas potentes en la transmisión de historias en su singularidad, diferencia y multiplicidad. La escritura demarca un registro posible, una apertura para estar juntos en la producción de una escucha implicada y sensible de los efectos de la experiencia de un "devenir Margarida ". El camino recorrido irrumpe entre fragmentos, recortes discontinuos, impregnado por experienciafectos en su dimensión ética, estética y política. Con alegría y colorido, las mujeres vienen a público a performatizar un acto-manifiesto en la lucha contra retrocesos y por la garantía de derechos. En marcha, las margaridas protagonizan acciones políticas para el bien vivir de sus comunidades y cuestionan los estereotipos tradicionales de género..(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Mulheres Trabalhadoras , Trabalhadores Rurais , Participação da Comunidade/psicologia , Narrativa Pessoal , Programas Sociais/políticas
15.
Psicol. soc. (Online) ; 32: e190747, 2020.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1135951

RESUMO

Resumo O artigo tem como objetivo discutir sobre o fatalismo presente no trabalho camponês e suas possibilidades de ruptura. Apoia-se nas contribuições teóricas de Ignacio Martín-Baró e toma como referente empírico os relatos de camponeses da região Centro-Sul do Estado do Paraná. Os relatos foram obtidos através de uma roda de conversa com agricultores agroecologistas e da realização de entrevistas semiestruturadas com cinco famílias produtoras de tabaco. Tomando como exemplo a fumicultura e a diversificação desta produção para a agricultura agroecológica, busca evidenciar as relações de trabalho como fonte do fatalismo no contexto do campesinato, e a recuperação da memória histórica, a organização social e a prática de classe como dimensões presentes em seu processo de ruptura.


Resumen El artículo tiene como objetivo discutir el fatalismo presente en el trabajo campesino y sus posibilidades de ruptura. Se apoya en las contribuciones teóricas de Ignacio Martín-Baró y toma como referente empírico los relatos de campesinos de la región Centro-Sur del Estado del Paraná, Brasil. Los informes fueron obtenidos a través de una rueda de conversación con agricultores agroecologistas y de la realización de entrevistas semiestructuradas con cinco familias productoras de tabaco. Tomando como ejemplo el cultivo de tabaco y la diversificación de esta producción para la agricultura agroecológica, la investigación busca evidenciar las relaciones de trabajo como fuente del fatalismo en el contexto del campesinado, y la recuperación de la memoria histórica, la organización social y la práctica de clase como dimensiones presentes en su proceso de ruptura.


Abstract This article focuses on discussing fatalism in peasant labor and its possibilities of rupture. It is based on the theoretical contributions of Ignacio Martín-Baró and takes as an empirical reference the reports of peasants from the Center-South region of the State of Paraná, Brazil. The reports were obtained through a conversation circle with agroecologist farmers and semi-structured interviews with five tobacco-producing families. Taking tobacco production and the diversification of this production for agroecological agriculture as an example, this work seeks to highlight labor relations as a source of fatalism in the context of the peasantry, and the recovery of historical memory, social organization and class practice as dimensions present in its process of rupture.


Assuntos
Ruptura , Trabalhadores Rurais , Economia Rural , Agricultura Sustentável , Problemas Sociais , Local de Trabalho
16.
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1135533

RESUMO

Abstract Objective: To determine the relationship between tobacco and alcohol consumption and staging of head and neck cancer in patients treated at a referral hospital for cancer treatment. Material and Methods: This is a cross-sectional study based on medical records of patients with head and neck cancer treated between 2008 and 2015. The following variables were considered: gender, age, marital status, educational level, place of residence, profession, affected site, clinical staging of neoplasms, histopathological diagnosis, tobacco and alcohol consumption. Results: Of the 154 medical records analyzed, there was a predominance of male patients (72.7%), single (50%), with low education (88.1%), rural workers (38.3%), residents in the state countryside (70.2%) and aged 20-94 years. T3 and T4 size tumors prevailed. A significant correlation was found between alcohol use and tumor size (p=0.03) and presence of nodules (p<0.001), as well as between alcohol use and smoking with tumor size (p=0.04) and presence of nodules (p=0.019). No correlations were observed between tobacco use and injury staging. Conclusion: There was strong significance between tumor size and presence of nodules, both with the use of alcohol alone and with tobacco, thus suggesting the existence of important carcinogenic action of this substance.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Consumo de Bebidas Alcoólicas/efeitos adversos , Neoplasias Bucais/patologia , Fatores de Risco , Uso de Tabaco/efeitos adversos , Neoplasias de Cabeça e Pescoço/patologia , Trabalhadores Rurais , Brasil/epidemiologia , Distribuição de Qui-Quadrado , Registros Médicos/estatística & dados numéricos , Epidemiologia Descritiva , Estudos Transversais/métodos , Estudos Retrospectivos
17.
Rev. bras. ciênc. saúde ; 24(1): 123-132, 2020. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1087539

RESUMO

Objetivo: Traçar o perfil dos óbitos das vítimas de suicídio necropsiadas no Núcleo de Medicina e Odontologia Legal do Instituto de Polícia Científica do Estado da Paraíba do Muni-cípio de Guarabira, no período de 2016 a 2017. Metodologia: Pesquisa documental e descritiva com abordagem quantitativa. A amostra foi composta por 47 laudos de óbitos por suicídio. Resultados: Das 47 mortes por suicídio, 76,6% eram do sexo masculino e 23,4% do sexo feminino. A média de idade foi de 44,3 anos com desvio padrão de 19,8, não existindo diferença quanto a idade para o sexo masculino e o feminino (p=0,223). Quanto ao estado civil, 55,3% eram solteiros, seguidos de casados (29,8%), 4,3% eram viúvos, 6,4% não tinham esta informação e 4,3% era ignorado. Do total de suicídios, 68,1% das vítimas foi enforcamento, seguido de 23,4% de envenena-mento, 4,3% arma de fogo, 2,1% precipitação de altura e 2,1% automutilação como meio para realizar o seu intuito. Conclusão: As vítimas mais frequentes pertenciam ao sexo masculino, adultos jovens e solteiros. A atividade laboral que mais se mostrou presente foi a agricultura, com meio mais utilizado o enforcamento, seguido pelo envenenamento. Os meses que existiram mais vítimas foram maio, agosto e setembro, com a segunda-feira e quinta-feira mais prevalentes. Espera-se que as características observadas dessas vítimas possibilitem a tomada de intervenções , com o objetivo de identificar os grupos de risco e estabelecer políticas de prevenção. (AU)


Objective: To outline the profile of deaths of suicide victims necropsied at the Center for Medicine and Forensic Dentistry of the Paraíba State Scientific Police Institute in Guarabira, from 2016 to 2017. Methodology: This is a documentary and descriptive research with a quantitative approach. The sample consisted of 47 reports of deaths from suicide. Results: Results showed that of the 47 suicide deaths, 76.6% were male and 23.4% female. The mean age was 44.34 years with a standard deviation of 19.83 in the total group, and no difference in the age of males and females (p = 0.223). Regarding marital status, 55.3% were single, followed by 29.8% were married, 4.3% were widowed, 6.4% did not have this information and 4.3% were ignored. Regarding the method to carry out the suicide, 68.1% of the victims were hanged, followed by 23.4% were poisoned, 4.3% were by firearm, 2.1% were by hight precipitation and 2.1% self-mutilation. Conclusion: The most frequent victims were male, young and single adults. The labor activity that was most present was agriculture, with hanging being the most used method, followed by poisoning. The months with the most casualties were May, August, and September, with the most prevalent days being Monday and Thursday. It is hoped that the observed characteristics will be able to enable effective in-terventions in order to identify suicide risk groups and establish prevention politics. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Adulto Jovem , Suicídio/estatística & dados numéricos , Trabalhadores Rurais , Brasil/epidemiologia , Prevalência , Estado Civil , Distribuição por Idade , Escolaridade , Distribuição Temporal
18.
Cienc. tecnol. salud ; 7(1): 7-25, 2020. ^c27 cmilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1118317

RESUMO

El Centro para la Salud, el Trabajo y el Ambiente (CHWE por sus siglas en inglés) inició un proyecto de colaboración con Pantaleon, una empresa agrícola de caña de azúcar en Guatemala, para hacer frente a una epidemia de enfermedad renal crónica (ERC) de causa no tradicional (ERCnT) que afecta a las comunidades agrícolas en Centroamérica y otros lugares. Este artículo describe el conocimiento actual de la epidemia en Centroamérica, las manifestaciones clínicas, el tratamiento y el manejo; las hipótesis actuales de su etiología, la colaboración y el enfoque de CHWE-Pantaleon. Nuestro enfoque de Total Worker Health® (TWH) para abordar la salud renal en Guatemala incluye múltiples estudios de investigación con trabajadores de caña de azúcar, para evaluar la prevalencia, incidencia y factores de riesgo de la lesión renal aguda y la ERC; se incluye también el desarrollo e implementación de medidas de prevención mejoradas e intervenciones para proteger a los trabajadores abordando los factores de riesgo ya conocidos. Se examinan también las necesidades futuras de investigación y las implicaciones globales de la ERCnT, al igual que la producción de bienes y la economía, así como las recomendaciones actuales para las estrategias de prevención ocupacional y comunitaria.


The Center for Health, Work and Environment (CHWE) began a collaborative project with Pantaleon, a Guatemalan sugarcane agribusiness, to address an epidemic of chronic kidney disease of unknown cause (CKDu) that affects agricultural communities in Central America and elsewhere. This paper describes the current knowledge of the epidemic in Central America including clinical manifestations, course, and management, current etiology hypotheses, and the CHWE-Pantaleon collaboration and approach. Our Total Worker Health® (TWH) approach to addressing kidney health in Guatemala has included multiple research studies with sugarcane workers to assess prevalence, incidence and risk factors for acute kidney injury and chronic kidney disease, as well as development and implementation of enhanced prevention measures and interventions to protect workers by addressing known risk factors. Future research needs and the global implications of CKDu including for economy and commodity production are discussed, as well as current recommendations for occupational and community prevention strategies.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Fatores de Risco , Insuficiência Renal Crônica/prevenção & controle , Trabalhadores Rurais , Saúde do Trabalhador/economia , Insuficiência Renal Crônica/diagnóstico , Injúria Renal Aguda/prevenção & controle , Guatemala/epidemiologia
19.
Cienc. tecnol. salud ; 7(1): 39-46, 2020. ^c27 cmilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1120258

RESUMO

La flexibilidad laboral es característica de la producción estacional agroindustrial, cuyo principal problema es aprovechar con intensidad los períodos en los que se incrementa la producción. Pero, ¿cómo la demandante competitividad laboral influye en las estrategias de los trabajadores para incrementar su productividad? A partir de esta pregunta, se identificaron los aspectos económicos, sociales y laborales que inciden en la salud, así como las respuestas para disminuir el dolor físico y aumentar las exigencias de competitividad, flexibilización y desregularización del mercado de trabajo. La exposición ambiental y ocupacional en las condiciones de trabajo, el estrés térmico asociado a la deshidratación en la actividad física intensa, el limitado acceso a los servicios de salud, la mala alimentación y la pobre calidad de vida, también pueden producir otras enfermedades como diabetes e hipertensión, así como infecciones y lesiones renales. En ese contexto, en los últimos 20 años, se empezaron a reportar casos de enfermedad renal. La metodología cualitativa aplicada a este estudio, permitió llevar a cabo un proceso investigativo descriptivo e interpretativo sobre la forma en que los sujetos interactúan. Para ello se utilizaron las trayectorias laborales como técnicas en la recolección de datos. Los resultados arrojaron información relevante sobre las estrategias que los trabajadores utilizan para incrementar su rendimiento laboral, entre ellas la automedicación de vitaminas y analgésicos para tratar los espasmos musculares, que estimulan el sistema nervioso central, así como de bebidas saborizadas y energizantes con posibles repercusiones en la excreción renal.


Labor flexibility is characteristic of seasonal agroindustrial production whose main problem is to take advantage of the periods in which production increases. But, how does this demanding labor competitiveness influence workers' strategies to increase their productivity? From this question, the economic, social and labor aspects that affect health were identified, as well as the answers to reduce physical pain and increase the demands for competitiveness, flexibility and deregulation of the labor market. Environmental and occupational exposure in working conditions, thermal stress associated with dehydration in intense physical activity, limited access to health services, poor diet and quality of life, can also cause other diseases such as diabetes and hypertension, as well as infections and kidney lesions. In that context, in the last 20 years, cases of kidney disease began to be reported. The qualitative methodology applied to this study, allowed to carry out a descriptive and interpretive investigation process on the way in which the subjects interact, for this, the work trajectories were used as techniques in data collection. The results yielded relevant information on the strategies that workers use to increase their work performance, including self-medication of "vitamins" and analgesics to treat muscle spasms, drugs that stimulate the central nervous system, as well as flavored and energizing drinks with possible repercussions on renal excretion.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Trabalhadores Rurais , Condições de Trabalho , Insuficiência Renal Crônica/economia , Dor/tratamento farmacológico , Automedicação , Vitaminas/administração & dosagem , Costa , Desidratação/complicações , Mercado de Trabalho , Bebidas Energéticas/efeitos adversos , Eliminação Renal , Desempenho Profissional , Guatemala , Analgésicos/efeitos adversos
20.
Arq. bras. psicol. (Rio J. 2003) ; 71(3): 36-47, set. -dez. 2019.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1087798

RESUMO

Situado no campo da História da Psicologia, o objetivo deste artigo consiste em analisar a contribuição do periódico Arquivos Brasileiros de Psicotécnica (posteriormente denominado Arquivos Brasileiros de Psicologia Aplicada e Arquivos Brasileiros de Psicologia) para o estudo da temática dos povos indígenas, dado particularmente relevante no cenário historiográfico que tende a definir o ano de 2004 como ponto de partida nas relações entre a Psicologia e o estudo dos índios brasileiros. Nesse sentido, a partir de levantamento feito nos números publicados de 1949 (ano de criação da revista) até 1968, foram analisados quatro artigos que tratavam de questões relativas aos povos indígenas, em um contexto que permitiu investigar a caracterização do índio, pelo Serviço de Proteção aos Índios (SPI), como trabalhador rural; sob a perspectiva do Instituto de Seleção e Orientação Profissional (ISOP), instituição que é considerada como emblemática no campo da História da Psicologia do Trabalho


The objective of this article, about History of Psychology, is to analyze the contribution of the journal Arquivos Brasileiros de Psicotécnica (later called Arquivos Brasileiros de Psicologia Aplicada and Arquivos Brasileiros de Psicologia) to the study of the theme of indigenous peoples, because there are particularly relevant data in the historiographical scenario that tend to define the year 2004 as a starting point in the relations between Psychology and the study of Brazilian Indians. In this sense, from a survey carried out in the published issues from 1949 (year of creation of the journal) until 1968, four articles were analyzed. At that historical moment, the Indian was characterized by the Indian Protection Service (SPI) as a rural worker, and this article investigates the issue from the perspective of the Institute for Selection and Professional Guidance (ISOP), an institution that is considered to be emblematic in the field of the History of Work Psychology


Ubicado en el campo de la Historia de la Psicología, el objetivo de este artículo es analizar la contribución de la revista Arquivos Brasileiros de Psicotecnia (más tarde llamados Archivos Brasileños de Psicología Aplicada y Archivos Brasileños de Psicología) para estudiar el tema de los pueblos indígenas, particularmente relevante en escenario historiográfico que tiende a definir 2004 como un punto de partida en las relaciones entre la psicología y el estudio de los indios brasileños. En este sentido, a partir de una encuesta realizada en los números publicados desde 1949 (año de creación de la revista) hasta 1968, se analizaron cuatro artículos que tratan temas relacionados con los pueblos indígenas, en un contexto que permitió la investigación de la caracterización del indio por parte del Servicio de Protección Indígena (SPI) como trabajador rural; desde la perspectiva del Instituto de Selección y Orientación Profesional (ISOP), una institución que se considera emblemática en el campo de la Historia de la Psicología del Trabajo


Assuntos
Humanos , História do Século XX , Psicologia/história , Trabalho/psicologia , Trabalhadores Rurais/psicologia , Povos Indígenas/psicologia , Publicações Periódicas como Assunto , Brasil , Povos Indígenas/história
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...