Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 51.772
Filter
1.
Fortaleza; s.n; Mar. 2021.
Thesis in Portuguese | LILACS, BDENF - Nursing | ID: biblio-1223309

ABSTRACT

A asma é uma doença inflamatória crônica não transmissível do trato respiratório inferior, que, embora tratável, traz consequências para a saúde das crianças. Intervenções de educação em saúde utilizando materiais educativos que promovam o desenvolvimento da autoeficácia de pais e/ou cuidadores podem influenciar na qualidade do cuidado ofertado à criança asmática e em sua qualidade de vida. Diante do exposto, objetivou-se a construção e validação de conteúdo e aparência de um álbum seriado para promoção da autoeficácia de pais e/ou cuidadores no manejo e controle da asma infantil. Tratou-se de estudo metodológico de construção do álbum seriado intitulado "Asma infantil: você é capaz de controlar!", Com base nos itens da escala Autoeficácia e nível de controle da asma de seu filho, na cartilha educativa "Você é capaz de controlar a asma da sua criança - Vamos aprender juntos? " e na Teoria da Autoeficácia de Albert Bandura. O álbum seriado consta de 27 páginas divididas em quatro partes: I - Capa e informações introdutórias (sumário, apresentação, como utilizar o álbum e boas técnicas de comunicação); II - Introdução à asma; III - Informações sobre controle e manejo da asma; IV - Asma e covid-19. Após construção do material educativo, este passou por processo de validação de conteúdo e aparência por 25 juízes de conteúdo (16 docentes na área de enfermagem e 9 enfermeiros assistenciais) e três juízes técnicos (área de comunicação e design). A validação foi feita avaliando clareza de linguagem, pertinência prática e relevância teórica, com cálculo de Coeficiente de Validade de Conteúdo (CVC). Como resultados, foram avaliadas como validadas as páginas do álbum que atingiram CVC ≥ 0,80 para juízes de conteúdo e CVC ≥ 0,70 para juízes técnicos. O CVC total do álbum seriado foi de 0,96 de acordo com a avaliação dos juízes de conteúdo e 0,83 de acordo com juízes técnicos. O instrumento Avaliação de Adequação de Materiais (SAM) foi utilizado para avaliação da adequabilidade do álbum seriado para utilização com público-alvo. O material educativo foi avaliado como "superior", com escore total de 92,67% para juízes de conteúdo e 73,81% para juízes técnicos. Alterações foram feitas no álbum seriado após processo de validação, de acordo com as sugestões dos juízes e uma segunda versão do material foi finalizada. Pode-se concluir que o álbum seriado construído é valido e possui alto grau de recomendação para utilização com pais e / ou cuidadores no controle e manejo da asma infantil. )AU)


Subject(s)
Asthma , Nursing , Educational Technology , Self Efficacy , Validation Study
2.
São Paulo; s.n; 20210219. 122 p.
Thesis in Portuguese | LILACS, BBO - Dentistry | ID: biblio-1147702

ABSTRACT

Os distúrbios que ocorrem durante a formação do esmalte de dentes decíduos que se apresentam como Defeitos do Desenvolvimento do Esmalte (DDE) possuem importante significado clínico, pois podem causar problemas estéticos, alteração na oclusão, sensibilidade dentária e podem atuar como fator predisponente à cárie dentária, bem como ser preditor da Hipomineralização Molar - Incisivo. Estas possíveis implicações clínicas podem impactar negativamente na qualidade de vida relacionada a saúde bucal (QVRSB) das crianças com DDE. Os objetivos do presente estudo foram conhecer a prevalência e gravidade dos DDE em dentes decíduos, identificar os fatores etiológicos associados aos DDE e avaliar o impacto dos DDE na QVRSB. O estudo avaliou 336 crianças de 2 a 4 anos de idade do município de Santa Isabel, São Paulo durante a campanha nacional de vacinação. Para o diagnóstico dos DDE foi avaliada a extensão, localização, cor do defeito e o tipo de defeito, através do índice DDE modificado preconizado pela Federação Dentária Internacional. As mães ou cuidadores legais responderam a um questionário sobre variáveis sociodemográficas e condições pré, peri e pós-natal. Para avaliar o impacto dos DDE na QVRSB, foram coletados dados utilizando a versão brasileira do questionário ECOHIS. Foram realizadas análises descritivas, teste Kappa, teste qui-quadrado, teste de normalidade Kolgomorov Smirnov, teste Wilcoxon, análises não ajustadas e ajustadas de regressão de Poisson (? = 0.05). A prevalência de DDE foi 50,6%. As opacidades demarcadas (45,0%) e difusas (36,0%) de coloração branco/creme foram os defeitos mais frequentes. Molares foram os dentes mais afetados, e dentre as superfícies examinadas, as faces vestibulares foram as mais acometidas. Houve associação dos DDE com o consumo de álcool na gestação (RP 1.26; IC 95%=1.03- 1.55; p=0.022), hospitalização da criança no primeiro ano de vida por doenças infecciosas (RP=1.36; IC 95%=1.07-1.65; p=0.010) e cárie dentária (RP=1.31; IC 95%=1.03-1.65; p=0.022). Crianças que foram amamentadas por 12 meses tiveram menor risco de desenvolver DDE (RP=0.54; IC 95%=0.44-0.68; p=0.001). As opacidades de cor amarelo-marrons apresentaram maior chance de causarem impacto negativo nos domínios sintoma e limitação (p<0,05) e no domínio angústia dos pais (p<0,05). Pode-se concluir que os DDE apresentam alta prevalência e gravidade leve. Consumo de álcool durante a gravidez e hospitalização da criança por doenças infecciosas no primeiro ano de vida são fatores de risco para DDE na dentição decídua. A amamentação por um período de 12 meses é um fator de proteção ao desenvolvimento de DDE na dentição decídua. As opacidades demarcadas amarela-marrons causam impacto negativo na QVRSB de crianças de 2 a 4 anos conforme os relatos dos pais.


Subject(s)
Quality of Life , Tooth, Deciduous , Breast Feeding , Epidemiology
3.
São Paulo; s.n; 20210219. 92 p.
Thesis in Portuguese | LILACS, BBO - Dentistry | ID: biblio-1147703

ABSTRACT

A ressonância magnética é uma importante modalidade de imagem que não utiliza radiação ionizante, entretanto, como outros exames de diagnóstico, está sujeita a artefatos que podem comprometer a interpretação das imagens. Artefatos de susceptibilidade magnética ocorrem em materiais que respondem à aplicação de um campo magnético, aumentando ou diminuindo sua intensidade localmente. Diferentes materiais odontológicos, como os aparelhos ortodônticos, podem produzir artefatos de susceptibilidade magnética. O objetivo do presente trabalho foi estudar a influência da largura de banda (BW) na dimensão de artefatos provenientes de fios e braquetes ortodônticos. Foram avaliados três tipos de braquetes e dois fios ortodônticos, os quais foram escaneados em RM de 1,5 e 3,0 nas sequências de pulso SE, GRE2D, GRE3D e UTE. As sequências GRE a BW não promoveram redução de artefatos de susceptibilidade. Entretanto, houve acentuada redução de artefatos nas sequências SE e UTE com aumento de largura de banda em braquetes ortodônticos total ou parcialmente metálicos. Em relação aos fios ortodônticos, independentemente da sequência de pulso ou da largura de banda, a extensão dos artefatos impossibilitou a mensuração.


Subject(s)
Magnetic Resonance Spectroscopy
4.
São Paulo; s.n; 20210219. 100 p.
Thesis in Portuguese | LILACS, BBO - Dentistry | ID: biblio-1147709

ABSTRACT

O objetivo desta revisão sistemática foi avaliar se o fluxo digital rende melhores resultados do que o fluxo convencional na construção de coroas unitárias sobre implantes quando são avaliadas as variáveis tempo de moldagem, a preferência do paciente, a eficiência do tempo e tempo de ajuste da peça. As bases de dados MEDLINE, Embase e Cochrane foram eletronicamente pesquisadas até dia 19 de junho de 2019, juntamente com a busca manual. Apenas estudos clínicos avaliando o fluxo de trabalho digital versus o convencional em coroas unitárias sobre implantes foram incluídos. O tempo de moldagem foi avaliado por meio de meta-análise, enquanto os demais fatores foram reportados pela análise descritiva. Entre as 1334 publicações inicialmente identificadas,10 estudos foram incluídos. O modelo de efeito misto revelou uma redução estatisticamente significante no tempo de moldagem digital quando comparado ao tempo de moldagem convencional na meta-análise principal. (DP: 8.22 [95%IC:5.48,10.96]). As análises comparando o tempo de moldagem digital imediata versus o convencional (DP:3.84 [95%IC:3.30,4.39]) e comparando o tempo de moldagem digital regular versus convencional (DP:10.67 [95%IC:5.70,15.65]) também mostraram uma redução estatisticamente significante no tempo de moldagem quando empregada a moldagem digital. A média do tempo de moldagem no fluxo digital variou entre 6min e 39 segundos e 20min, enquanto no fluxo convencional variou entre 11.7min e 28.47min. Os pacientes demonstraram maior preferência pela moldagem digital. O tempo médio de ajuste da peça utilizando o fluxo de trabalho digital variou entre 1.96min e 14min, enquanto no fluxo convencional variou entre 3.02min e 12min. A eficiência do tempo no fluxo digital de trabalho variou entre 36.8min e 185.4min, enquanto no fluxo convencional variou entre 55.6 min e 332min. Considerando o tempo de moldagem, a preferência do paciente e a eficiência do tempo, o fluxo de trabalho digital demonstrou melhor eficiência clínica. Considerando o tempo de ajuste da peça protética, dois trabalhos demonstraram que o ajuste protético foi mais rápido no fluxo digital e três trabalhos demonstraram que o ajuste protético foi mais rápido no fluxo convencional.


Subject(s)
Efficiency , Patient Preference
5.
São Paulo; s.n; 20210219. 83 p.
Thesis in Portuguese | LILACS, BBO - Dentistry | ID: biblio-1147711

ABSTRACT

A estabilidade primária dos implantes é uma etapa muito importante que pode tornar-se determinante no sucesso das reabilitações protéticas. A integração entre tecido ósseo e implantes leva um tempo determinado para ocorrer. Algumas formas de terapêutica podem ser usadas com o intuito de diminuir e acelerar esse tempo de osseointegração. Em nosso estudo foram selecionados 20 pacientes que necessitavam de exodontias em molares inferiores bilaterais. As exodontias foram realizadas nomesmomomento cirúrgico, onde um lado foi o controle e o outro recebeu a Terapia da Fotobiomodulação (PBMT) nos momentos: imediatamente pós-cirurgia, após 24, 48, 72, 96 horas, e 7 e 15 dias (a aplicação da PBMT seguiu o protocolo de cegamento). Após 45 dias das exodontias foram instalados os implantes e a estabilidade primária destes foi avaliada pela Análise de Frequência de Ressonância (RFA) por meio de Osstell® (na escala ISQ). Após 90 dias da instalação dos implantes, no momento da reabertura, foi realizada novamente a mensuração da estabilidade com Osstell® ISQ. Com os valores obtidos foram realizados os testes estatísticos de média, desvio padrão, teste t pareado do lado controle e do lado onde foi aplicado a PBMT, nos dois tempos (momento da instalação dos implantes e após 90 dias) de todos os pacientes da pesquisa. Concluímos que a utilização do Osstell® ISQ após a aplicação da PBMT, não apresentou efeitos estatisticamente significativos quando avaliamos o ISQ em diferentes momentos (P=0,488; P=0,520; P=0,356; P=0,621).


Subject(s)
Immediate Dental Implant Loading , Resonance Frequency Analysis
6.
São Paulo; s.n; 20210219. 78 p.
Thesis in Portuguese | LILACS, BBO - Dentistry | ID: biblio-1147715

ABSTRACT

A resina acrílica é usada em larga escala nos mais diversos setores inclusive na odontologia. Apesar dessa difusão, esse material sofre um problema sério frente a adesão de microrganismos em sua superfície. Visando isso, o presente trabalho elaborou um biomaterial baseado na incorporação do biocida Poli (cloreto de dialildimetilamônio) (PDADMAC) na massa de resinas acrílicas auto e termopolimerizável, avaliou suas propriedades antifúngicas e citotoxicidade. O PDADMAC foi incorporado nas resinas acrílicas e sua atividade antifúngica foi testada frente aos fungos Candida albicans (ATCC 10231) e Aspergillus niger (ATCC 16404) seguindo os protocolos padrão G21-15 e E2149-13. Além disso, cepas isoladas da mucosa oral de pacientes sem doenças sistêmicas foram identificadas e a partir disso foram realizados os estudos de protease e de potencial antifúngico frente a essas cepas. Foram realizados também os testes de citotoxidade utilizando o ensaio de redução de MTT em células-tronco de polpa dentária cultivadas em contato com meio de cultura condicionado pelas resinas. Os resultados demostraram que ambas as resinas com PDADMAC exibiram eficácia significativa contra Candida albicans. Já com relação ao fungo Aspergillus niger, ficou evidente que esse material possui apenas eficácia fungistática. Com relação às cepas isoladas da mucosa oral de pacientes sem doenças sistêmicas, foi observado que a Candida albicans foi a mais prevalente e que independente da produção de protease produzidas por essas cepas as resinas acrescidas de PDADMAC são eficazes. Nos exames de citotoxidade a adição do biocida nas resinas não afetou a viabilidade celular quando comparada às células cultivadas em condições ideais. Portanto, conclui-se que a incorporação de PDADMAC nas resinas acrílicas foi determinante para alcançar o efeito antifúngico desejado, mantendo a biocompatibilidade. Este estudo encontrou resultados promissores para o uso futuro deste biocida em materiais odontológicos.


Subject(s)
Acrylic Resins , Dental Materials , Antifungal Agents
7.
São Paulo; s.n; 20210219. 109 p.
Thesis in Portuguese | LILACS, BBO - Dentistry | ID: biblio-1147719

ABSTRACT

Estudos têm concluído que infecções dentais como periodontite apical (AP) podem potencializar a patogênese de doenças sistêmicas. A cardiomiopatia dilatada (CMD) é uma condição que afeta a função do miocárdio, dificultando que o coração funcione eficientemente como uma bomba. Existem estudos correlacionando as infecções endodônticas com doenças cardíacas, associando o papel do processo inflamatório e infeccioso endodôntico no desenvolvimento delas, mas não há estudos que avaliem a relação existente entre estas infecções com CMD. O objetivo do trabalho foi avaliar a influência da periodontite apical crônica no desenvolvimento de cardiomiopatia-induzida em ratos medindo o estresse oxidativo e a atividade das enzimas antioxidantes. Quarenta e dois ratos Wistar foram divididos em 4 grupos: Grupo Controle (C) (n=3): sem AP e sem cardiomiopatia-induzida; Grupo AP (n=10): com AP e sem cardiomiopatia-induzida; Grupo CM (n=12): sem AP e com cardiomiopatia-induzida; Grupo APCM (n=17): com AP e com cardiomiopatiainduzida. A AP foi obtida por meio da exposição pulpar dos molares maxilares à cavidade oral por 30 dias. Posteriormente, a CMD foi induzida seguindo a metodologia de O'Connell et al., (2017) usando a indução de "curto prazo". Os animais receberam Doxorrubicina (2,5mg/kg/dose) aplicada em 5 injeções intraperitoneais num período de 2 semanas (dose acumulativa total 12,5mg/kg), os animais do grupo controle e do grupo AP receberam solução salina (0,9% NaCl). Trinta dias após o início da indução da CMD, os animais foram eutanasiados por decapitação através de guilhotina. Para constatar a presença de lesão periapical, as maxilas foram removidas cirurgicamente, dissecadas, fixadas e desmineralizadas para posteriormente serem incluídas e preparadas para análise histológica sob microscopia ótica. Os corações foram coletados, pesados, e imediatamente armazenados para posteriormente realizar a análise bioquímica de peroxidação lipídica (MDA) e de atividade das enzimas antioxidantes (CAT, GPx e SOD). O teste Shapiro-Wilk foi utilizado para determinar a normalidade das amostras; seguido do teste ANOVA de 1 fator com o teste de comparações múltiplas de Bonferroni com um nível de significância de 5%. A peroxidação lipídica aumentou significativamente no grupo APCM com respeito a todos os outros grupos, seguido do grupo CM que teve diferença estatística somente com o grupo AP. No que se refere à enzima antioxidante, os menores valores de atividade foram obtidos no grupo APCM com diferença estatística ao grupo CM. Considerando que os níveis sistêmicos de citocinas e de estresse oxidativo são maiores na presença de AP, e que estes aumentam mais em casos de doenças sistêmicas, provavelmente uma disseminação metastática de produtos da inflamação estariam afetando o tecido miocárdico piorando as condições de CMD no grupo APCM refletindo-se pelo aumento da peroxidação lipídica. Os menores valores da atividade enzimática no grupo APCM pode ser devido a uma depleção nos níveis destas enzimas e/ou na inativação delas por causa de uma maior severidade do dano no miocárdio. Com base nos resultados, conclui-se que a periodontite apical crônica influencia no desenvolvimento de cardiomiopatia-induzida em ratos, através de um aumento do estresse oxidativo e alteração da atividade das enzimas antioxidantes no tecido ventricular.


Subject(s)
Focal Infection , Cardiomyopathies
8.
São Paulo; s.n; 20210219. 114 p.
Thesis in Portuguese | LILACS, BBO - Dentistry | ID: biblio-1147723

ABSTRACT

Diversas medidas vêm sendo propostas para a prevenção e controle do desgaste erosivo, como o uso de produtos fluoretados e lasers de alta potência. Este estudo in situ, cego e cruzado, visou avaliar o efeito do laser de CO2 (9.3 ?m), associado ou não a solução de AmF/NaF/SnCl2, na prevenção (Etapa 1: prevenção da lesão, amostras inicialmente hígidas) e controle (Etapa 2: controle da progressão da lesão, amostras previamente erodidas) da erosão dental em esmalte dental humano. As etapas foram divididas em duas fases, uma sem a exposição à solução de AmF/NaF/SnCl2 (Fase I) e outra com (Fase II). Para tanto, 192 fragmentos de esmalte dental humano (3 x 3 x 1 mm) foram divididos, randomicamente, em 4 grupos experimentais em cada etapa (n=12): C - sem tratamento (controle negativo); F - solução de AmF/NaF/SnCl2 (controle positivo); L - irradiação com laser de CO2 (9.3 ? ); L + - laser de CO2 (9.3 ? ) + solução de AmF/NaF/SnCl2. Doze voluntários utilizaram um dispositivo removível inferior bilateral contendo 8 amostras/fase. As amostras foram submetidas ao desafio erosivo ex vivo por meio de sua imersão em ácido cítrico (1,0%; pH 2,3; 5 minutos; 4x/dia em intervalos diferentes para cada fase, durante 5 dias). A perda de superfície foi determinada através da perfilometria óptica (n=12), e a morfologioa de superfície foi observada em Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). Para MEV, foram selecionadas 24 amostras (n=3) submetidas aos 5 dias de ciclagem e, adicionalmente, 24 amostras extras (n=3), submetidas aos tratamentos de superfície. Os dados das amostras da Etapa 1 foram analisados estatisticamente através de ANOVA 1-fator, e as da Etapa 2, através de ANOVA 2-fatores para medidas repetidas (Tempo - lesão inicial e após 5 dias; e Tratamento - C, F, L, L + F); ambos com posterior comparação múltipla através do teste de Tukey. Na análise da Etapa 1, observou-se que os grupos L (4,59 ± 2,95 ? )e L + F (1 58 ± 1 24 ? ) apresentaram melhores resultados na prevenção de lesão de erosão, diferindo estatisticamente dos grupos C e F, os quais não diferiram entre si. E na etapa 2, o grupo L + F (4,99 ± 1,17 ? ) apresentou melhores resultados no controle da progressão da lesão, sendo o único grupo a não apresentar perda de superfície significativa entre lesão inicial e após 5 dias de ciclagem quando comparado com a lesão inicial. Portanto, o laser de CO2 apresentou potencial em prevenir e controlar a progressão de erosão em esmalte dental humano, apresentando maior eficácia quando associado à solução de AmF/NaF/SnCl2.


Subject(s)
Tooth Erosion
9.
São Paulo; s.n; 20210219. 201 p.
Thesis in Portuguese | LILACS, BBO - Dentistry | ID: biblio-1147725

ABSTRACT

Lesões cervicais não cariosas [LCNC] são a perda de tecido dental, esmalte e/ou dentina, próximo da junção amelocementária [JAC], sem a presença de agentes bacterianos cariogênicos. Os dentes pré-molares superiores são os mais frequentemente acometidos. Mais de 90% das lesões estão localizadas na face vestibular dos dentes. Têm etiologia multifatorial, mas o mecanismo de ação dos fatores etiológicos e da interação entre eles ainda não foi claramente elucidada. Apesar da abrasão e a erosão ácida serem os agentes etiológicos mais considerados por muitos anos, eles não são capazes de explicar a ocorrência de lesões subgengivais, nem as que acontecem em um dente isoladamente dos vizinhos. O fator mecânico, que pode atuar isoladamente em um dente, passou a ser investigado como potencial responsável pelas lesões, sozinho ou atuando sinergicamente com a erosão ácida. Uma das possibilidades de interação entre os fatores etiológicos seria o mecanismo conhecido como "stress corrosion crack". Mas existiria uma outra possibilidade: esmalte e dentina podem ser considerados materiais poroelásticos, que apresentam uma fase sólida porosa e uma fase com fluido, livre para se deslocar entre os espaços deixados pela fase sólida. Isto faria que os tecidos dentários funcionassem como esponjas, cada um com sua rigidez específica. Ou seja, poderiam ser capazes de absorver fluido circundante se, ao serem deformados, aumentasse seu volume total. Pelo contrário, expeliriam fluido interno se a deformação ocorresse com diminuição de volume. Estas possibilidades, ao ocorrer com alternância, poderiam gerar o intercâmbio forçado de líquido com o meio externo, além de sua circulação interna forçada, decorrentes das tensões cíclicas a que os dentes estão habitualmente expostos. Se esse líquido fosse ácido, poderia causar desmineralização e perda de substância, o que justificaria a formação das LCNC "desenhadas" especificamente em regiões em que concentra a tensão (ou a deformação). Para avaliar se é válida esta proposta de mecanismo etiológico, foi realizada a presente pesquisa, 100% in silico, dividida em duas partes: 1) estudo do comportamento microestrutural do esmalte e da dentina [micro]; 2) estudo de um dente como macroestrutura poroelástica [macro]. Na parte micro, modelos lineares elásticos 2D representaram a microestrutura, repetida periodicamente, do esmalte e da dentina, visando verificar se a relação entre tensão (de tração ou de compressão) e variação de volume de cada componente microestrutural dos tecidos e o volume seria linear. Assim seria possível verificar se se poderia esperar, ou não, efeitos semelhantes sob carregamentos compressivos ou de tração. Foi avaliado todo o espectro possível de cargas, até a fratura, visando verificar também se haveria alguma não linearidade na relação, que poderia ser devida às características de estruturação dos tecidos, que propiciassem colapso estrutural acima de algum valor de tensão. Na parte macro foi desenvolvido um modelo 2D de primeiro pré-molar superior com características poroelásticas, submetido a três direções de carregamento em relação ao longo eixo: oblíquo (cúspide vestibular); longitudinal cêntrico (no sulco); longitudinal excêntrico (próximo da cúspide vestibular), visando verificar: 1) se existe não linearidade entre magnitude de tensão e volume de fluido "bombeado" (expelido ou absorvido) pelos tecidos; 2) se tanto a tração quanto a compressão têm a mesma capacidade de bombeamento de fluido; 3) se a distribuição do fluido na região cervical, durante o carregamento, seria capaz de desenhar os formatos das lesões, arredondadas ou anguladas. Os resultados das simulações por elementos finitos mostraram que: 1) a relação entre a variação volumétrica de cada uma das fases microestruturais e a tensão média nos modelos é linear, tanto para a dentina quanto para o esmalte. Isto sugere que não exista um valor de tensão abaixo do qual dentina ou esmalte ficariam isentos de LCNC (pois tensões menores ainda poderiam apresentar efeito danoso, caso estivessem presentes com maior frequência), nem haveria um limiar de tensão partir do qual aumentasse a taxa de bombeamento, de modo a exacerbar o mecanismo de formação da LCNC; 2) a taxa de variação volumétrica é igual tanto sob tração como compressão. Isto seria compatível, pelo modelo proposto, com a formação das LCNCs por carregamentos que conduzam tanto à compressão como à tração localizadas, como se verifica na clínica; 3) é possível que a dentina intertubular, apesar de não representar um caminho tão desimpedido quanto os túbulos, seja capaz de bombear os maiores totais de volume de líquido e, por isso, seria a mais envolvida no processo do bombeamento e dissolução. Isto é compatível com o fato de que na superfície de LCNCs ativas sejam encontrados túbulos obliterados e não exista sensibilidade dentinária em muitos casos. A peritubular é a que apresenta menor capacidade de forçar a circulação de fluidos. 4) No esmalte, a região interprismática, como um todo, apresenta uma maior capacidade de bombear fluidos que a região prismática. 5) A relação entre magnitude de tensão e volume bombeado na região cervical pela dentina e pelo esmalte foi linear no estudo macro. Isto significa que não haveria uma tensão limiar a partir da qual a probabilidade de formação de LCNC aumentasse. 6) Tanto a tração quanto a compressão, foram capazes de gerarem bombeamento e, consequentemente provocariam LCNCs, As forças oblíquas para vestibular tendem a gerar tensão de compressão e fluxo com o dobro de volume na face vestibular que na palatina, o que é compatível coma maior incidência de LCNC na vestibular, encontrada clinicamente; 7) O maior volume encontrado no tecido dentinário (JED e dentina situada cervicalmente a ela) concordaria com o achado clínico de que as LCNCs atingem principalmente dentina, preferencialmente ao esmalte. 8) Por ter encontrado que, nos três carregamentos estudados, os volumes bombeados por JED e dentina foram muito semelhantes, poderia se prever que a maior parte das lesões seriam de formato arredondado, na vigência de carregamentos semelhantes.


Subject(s)
Dental Enamel , Dentin
10.
São Paulo; s.n; 2021. 37 p. ilus.
Thesis in Portuguese | LILACS, Coleciona SUS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-SUCENPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1178995

ABSTRACT

O gênero Biomphalaria (Preston, 1910), da família Planorbidae, tem importância médica no Brasil, pois inclui três espécies suscetíveis ao trematódeo Schistosoma mansoni Sambon, 1907: Biomphalaria glabrata (Say, 1818), Biomphalaria tenagophila tenagophila (d'Orbigny, 1935) e Biomphalaria straminea (Dunker, 1848). A correta determinação destas espécies depende da observação de caracteres taxonômicos confiáveis. Entretanto, as semelhanças existentes entre determinados táxons levaram alguns especialistas a formarem complexos de espécies. No Brasil, existem dois complexos de espécies no gênero Biomphalaria; o complexo Biomphalaria tenagophila proposto por Spatz e colaboradores (1999) e o complexo Biomphalaria straminea proposto por Paraense (1988), cujos táxons, pertencentes a cada um deles, foram assim agrupados devido às semelhanças morfológicas e genéticas. Dos três táxons que integram o complexo Biomphalaria tenagophila, B. t. tenagophila é a única espécie suscetível ao S. mansoni, tendo grande importância epidemiológica nas regiões sul e sudeste do Brasil (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2014). As semelhanças morfológicas entre os três táxons do complexo Biomphalaria tenagophila podem levar a erros de identificação específica, dificultando o reconhecimento de áreas vulneráveis para transmissão da esquistossomose nas regiões sul e sudeste do país. As estruturas morfológicas de maior valor taxonômico em Biomphalaria estão relacionadas ao sistema reprodutor. No presente estudo, propomos estudar os aspectos morfológicos e histológicos do complexo peniano e região da vagina de B. t. tenagophila para fornecer novos subsídios que auxiliem na sistemática de Planorbidae. Foram coletados moluscos B(AU)


Subject(s)
Vagina , Biomphalaria , Mollusca
11.
São Paulo; s.n; 2021. 32 p. ilus.
Thesis in Portuguese | LILACS, Coleciona SUS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-SUCENPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1178996

ABSTRACT

A malária é considerada uma doença infecciosa não contagiosa e de transmissão vetorial, apenas cinco espécies causam malária no ser humano: Plasmodium vivax, Plasmodium falciparum, Plasmodium malariae, Plasmodium ovale e Plasmodium knowlesi, sendo o vetor mosquito do gênero Anopheles. Na região da Mata Atlântica o principal vetor é o Anopheles do subgênero Kerteszia, em especial Anopheles (Kerteszia) cruzii e Anopheles (Kerteszia) bellator, que são os principais vetores da malária humana e símia na Mata Atlântica. Objetivo: Realizar uma revisão bibliográfica e atualização sobre a detecção por plasmódios em anofelinos na Mata Atlântica e conhecer técnicas de Biologia Molecular aplicadas ao tema. Métodos: Para a realização da revisão bibliográfica, foram realizadas buscas nas seguintes bases de dados: Scielo, PubMed, Ministério da Saúde, BVS, entre outros, com as seguintes palavras chaves Malaria, Anopheles, Plasmodium, Mata Atlântica, vetor. Nas práticas laboratoriais foram realizadas: Extração de DNA de anofelinos (kit Quiagen), técnica de PCR em tempo real (TaqMan 18S rRNA) e PCR convencional (Cyt b) para detecção de plasmódios. Resultados: Foram analisados 45 artigos sobre o tema e no treinamento das técnicas foram realizadas extrações de DNA de 60 pools de fêmeas de anofelinos da região de Parelheiros (pesquisa coordenada pela Dra. Ana Maria R. de C. Duarte, FAPESP 2014/10.919-4) e realizadas as reações de PCR para a detecção de plasmódio. Discussão: Foi observado que na região de Mata Atlântica as taxas de infecção dos anofelinos variam nos diferentes estudos, sendo em alguns locais é maior do que em outros, contudo mais estudos deverão ser feitos para uma melhor compreensão da dinâmica de transmissão nos vetores no bioma Mata Atlântica. O principal vetor o An. cruzii, mas foi foram encontrados vetores secundários positivos para P. vivax e P. malariae, como An. strodei, e An. triannulatus, sugerindo que em áreas de borda de floresta, com maior atividade antrópica, esses vetores potencialmente tenham um papel na transmissão, inclusive considerando a circulação de outras espécies de plasmódio, como de P. falciparum. Conclusão: Os estudos analisados apontaram que a taxa de infeção de mosquitos é variável nos anofelinos na Mata Atlântica de acordo com a localização geográfica e existem muitas (AU)


Subject(s)
Polymerase Chain Reaction , Communicable Diseases , Molecular Biology
12.
São Paulo; s.n; 2021. 31 p. ilus.
Thesis in Portuguese | LILACS, Coleciona SUS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-SUCENPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1179000

ABSTRACT

Os mosquitos da ordem Diptera e família Culicidae, configuram um grupo expressivo dentre os insetos. O gênero Culex é composto por 768 espécies divididas em 26 subgêneros. A estratificação vertical das espécies do gênero Culex varia de acordo com as tendências alimentares e sua oferta, entretanto, as fêmeas necessitam de aporte sanguíneo para a maturação dos ovos. Essa hematofagia faz com que os culicídeos sejam importantes vetores de arboviroses e outras doenças transmitidas pela picada destes insetos. Estudos demonstram que o gênero Culex é de extrema importância epidemiológica, sendo necessária a identificação correta dos insetos em regiões endêmicas como uma ferramenta vital de vigilância. A Morfometria Geométrica Alar (WGM) entra como um reforço, ou mesmo como alternativa, uma vez que tem obtido êxito em identificar corretamente espécies de mosquitos, provando ser uma técnica tão eficiente quanto a taxonomia clássica e a biologia molecular. A Simetria Bilateral usando WGM nos fornece a Assimetria Flutuante como um importante dado derivado, que pode ser definida por pequenos desvios de uma simetria bilateral perfeita para uma determinada característica morfológica. Neste estudo foram utilizadas asas de mosquitos culicídeos do gênero Culex, subgênero Culex previamente armazenadas de coletas realizadas na Fundação Parque Zoológico de São Paulo, Parques Municipais de São Paulo no Brasil e Patagônia, Argentina, entre os anos de 2015 a 2020. Após a identificação taxonômica, ambas as asas foram coletadas e posteriormente fixadas em lâmina e lamínula com Bálsamo do Canadá. Imagens foram capturadas através de lupa estereoscópica Leica com câmera acoplada. Nos resultados observamos que Culex habilitator e Culex coronator apresentaram maior simetria entre as duas asas, enquanto as asas de Culex acharistus e Culex habilitator apresentaram assimetrias mais acentuadas. A árvore fenética agrupou os pares de asas como o esperado, com excessão das asas de Culex habilitator coletadas no ano de 2015. Comparativamente, os Culex habilitator coletados em 2020 apresentaram mais simetria alar do que os coletados em 2015, e valores de reclassificação superiores. Esses resultados indicam que a técnica de WGM aplicada a simetria bilateral se mostra uma ferramenta versátil, permitindo a realização de diferentes testes estatísticos e morfológicos baseado nos mesmos 18 pontos já utilizados para identificação de mosquitos, porém evidenciando de forma mais sensível a influência sofrida por cada população amostrada pelo seu ambiente. Tendo as amostras de Culex bidens e Culex coronator como referências de Assimetria Flutuante mais próximas do ideal, observamos nas amostragens de Culex acharistus variações importantes, porem esperadas, por se tratar de uma população coletada em ambiente menos favorável para o desenvolvimento do mosquito. Também observamos variações importantes dentro das amostragens de Culex habilitator, que podem ter sido causadas por erro de identificação taxonômica ou ação de herbicida, porém essas duas possibilidades precisam ser melhor investigadas.


Subject(s)
Classification , Culex , Bidens
13.
Florianópolis; s.n; 2021. 1-90 p. tab, graf.
Thesis in Portuguese | LILACS, MOSAICO - Integrative health | ID: biblio-1151343

ABSTRACT

O termalismo social refere-se ao acesso aos tratamentos termais como direito de cidadania. A pesquisa buscou comparar a inserção do termalismo social nos sistemas de saúde da Espanha, França, Itália e Portugal, por meio dos componentes dos sistemas (acesso/cobertura, financiamento, força de trabalho, insumos e técnicas, organização, regulação, rede de serviços e prestação de serviços) com vistas a contribuir com o termalismo no Sistema Único de Saúde. (SUS). Foi utilizado o método de revisão integrativa da literatura. A base de dados da pesquisa foi fundamentada em artigos científicos disponíveis em bases de dados eletrônicas que abordam o termalismo nos países selecionados na pesquisa. Foi realizada busca reversa com base nas referências dos artigos selecionados, além de artigos publicados em revistas eletrônicas não indexadas relacionadas ao termalismo nos últimos 20 anos. Totalizaram-se 22 documentos incluídos no estudo. Os dados foram analisados através da Análise de conteúdo de Bardin. Os resultados e discussões são apresentados em oito categorias: caracterização histórica do termalismo social nos sistemas de saúde analisados; grau de cobertura/acesso, financiamento; força de trabalho, insumos e técnicas; organização e regulação; rede e prestação de serviços. Os modelos de seguro e seguridade social cobrem parte do tratamento termal dos países europeus selecionados, financiados a partir de co-pagamento e reembolso. Com relação à força de trabalho, diversas são as profissões relacionadas ao termalismo, notadamente médicos especialistas. No que concerne aos insumos e técnicas dos tratamentos termais, observa-se a grande aproximação com os países selecionados. Contudo, o número de dias do ciclo de tratamento termal cobertos nos sistemas analisados variaram entre os países. Ainda quanto aos insumos, observou-se que os balneários dos países europeus são classificados de acordo com as características físico-químicas das águas minerais. Os serviços de termalismo social são regulados principalmente pelo Ministério da Saúde de cada país, excetuando-se o programa de termalismo espanhol, pois ali é definido como um dos serviços complementares dos benefícios do serviço de Seguridade Social. Por fim, a prestação de serviços de termalismo social nos países analisados é preponderantemente realizada em estabelecimentos termais credenciados. Estes serviços estão, portanto, localizados no nível de atenção especializada e são referenciados pelos profissionais médicos da atenção primária à saúde. Considera-se que no Brasil faz-se necessário ampliar o financiamento do termalismo social, capacitar a força de trabalho, elaborar protocolos de tratamentos com tratamentos de, no mínimo, 9 dias, classificar os balneários brasileiros de acordo com as indicações a partir das qualidades de suas águas, e criar centros especializados em termalismo em nível secundário. Observa-se ainda a necessidade de legislações especificas para fomentar e regular os estabelecimentos termais e o termalismo social.


Subject(s)
Humans , Balneology , Health Systems , Complementary Therapies , Brazil , Thermal Water
14.
São Paulo; s.n; 2021. 92 p. ilust, tabelas.
Thesis in Portuguese | LILACS, Inca | ID: biblio-1223738

ABSTRACT

Mutações somáticas não sinônimas podem iniciar a tumorigênese e, também, uma resposta citotóxica antitumoral. Com o desenvolvimento das tecnologias de sequenciamento, tornou-se possível identificar as mutações em todos os genes humanos e, consequentemente, as variantes que induzem uma resposta imune (neoantígenos), representando uma oportunidade para pacientes que possam se beneficiar de imunoterapias, mas também um desafio com a necessidade de várias camadas de informações e a integração computacional de vários tipos de dados. Neste trabalho, foi desenvolvido o pipeline de identificação de neoantígeno neo2P, o qual realiza a integração completa de todos os passos necessários para a detecção e neoantígenos e apresentou uma eficiência computacional superior de até seis vezes em comparação com outro método. Além disso, foi proposto um score para priorizaração das mutações somáticas a partir da distribuição dos níveis da expressão gênica de 9.679 pacientes de 32 projetos do TCGA, o qual apresentou um poder de discriminação (AUC) próximo ou superior a 0.7 na maioria das coortes avaliadas. O neo2P foi aplicado em um conjunto de dados de pacientes com melanoma e foram identificados aspectos adicionais da relação de neoantígenos e aspectos imunes, como a expressão de alguns genes marcadores que podem estar relacionados com a resposta ao tratamento. Adicionalmente, a carga de neoantígenos detectados pelo neo2P estratificou, de maneira significativa, pacientes respondedores (R) e não respondedores (NR) quando comparado com o marcador TMB


Somatic non-synonymous mutations can initiate tumorigenesis and, conversely, anti-tumor cytotoxic T cell (CTL) responses. With the development of next-generation sequencing, it has become feasible to detect mutation-derived neoantigens within exome and thereby predict potential neoantigens, which represents an opportunity to patients that may be treated with immunotherapies, but also a challenge due to multiple layers of information and a computational integration of several types of data. In this work, it was developed a neoantigen identification pipeline called neo2P, which integrates all the necessary steps involved for neoantigen detection and presented a six-times superior computational efficiency compared to another method. In addition, a score was proposed to prioritize somatic mutations based on the distribution of gene expression levels in 9,679 patients from 32 TCGA projects, which showed a stratification ability (AUC) close to or greater than 0.7 in most evaluated cohorts.neo2P was applied to a dataset of patients with melanoma and additional aspects of the relationship between neoantigens and immune aspects were identified, such as the expression of some marker genes that may be related to the treatment response. Additionally, the neoantigen load detected by neo2P significantly stratified responders (R) and non-responders (NR) patients when compared to the TMB marker


Subject(s)
Prognosis , Gene Expression , Computational Biology , Immunotherapy , Melanoma
15.
São Paulo; s.n; 2021. 53 p. ilust, tabelas.
Thesis in Portuguese | LILACS, Inca | ID: biblio-1178974

ABSTRACT

INTRODUÇÃO: cuidado paliativo é uma abordagem multidisciplinar que propõe uma melhoria na forma de cuidar do paciente e de seus familiares, que enfrentam doenças que ameacem a manutenção da vida. Os profissionais precisam estar aptos a prestar uma assistência holística. OBJETIVO: analisar as ações de intervenção sobre cuidados paliativos oncológicos na capacitação de profissionais de saúde da atenção básica, de um município do Nordeste. MÉTODO: estudo quantitativo realizado com enfermeiros e médicos, com aplicação de formulário semiestruturado. Na análise dos dados foi utilizado o teste de McNemar-Bowker, para avaliação das proporções pré e pós-curso. Estudo qualitativo realizado com cuidadores de pacientes em cuidados paliativos da atenção básica do município de Juazeiro-BA, através de entrevistas com roteiro norteador e análise de conteúdo temático. RESULTADOS: incluíram-se 69 profissionais (56% da população estimada), sendo 29 (42%) médicos e 40 (58%) enfermeiros. A maioria dos participantes (71%) era do sexo feminino, tinha idade entre 31 e 40 anos (62%), era casada/união estável (64%) e se declarou católica (65%). Destes, 71% possuíam algum tipo de pós-graduação, apenas 3% tinham capacitação em cuidados paliativos, sendo todos enfermeiros. E 10 cuidadoras familiares, todas do sexo feminino, idade entre 20 e 70 anos, 60% eram casadas e 40 % cursaram o ensino fundamental. Destas, 50% eram esposas, 30% filhas e 10% irmãs e mães. Quanto à compreensão dos profissionais sobre cuidados paliativos, antes da capacitação, 80% dos profissionais responderam correto; após, esse número subiu para 99%, o que representa um aumento de 19% depois do curso. Em habilidades, a maior parte dos profissionais optou pela alternativa 'ter a visão integral do paciente'. O percentual de respostas afirmativas variou de 82%, antes da capacitação para 95% depois, representando um aumento de 13% nas respostas. Os profissionais consideraram que devem ser disponibilizados os cuidados paliativos oncológicos, 100% dos profissionais responderam que seria por meio do plano de cuidados orientado pelo médico, antes da capacitação e após 99%. Quanto aos aspectos prioritários para disponibilizar os cuidados paliativos oncológicos, antes da capacitação, 47% responderam físicos, espirituais e emocionais e após 58% responderam o mesmo item, havendo um aumento de 11% no item correto. Com relação à percepção das cuidadoras familiares, apresentada por meio da parte qualitativa do estudo, demonstrou-se que as equipes prestam, mesmo com escassez de recursos humanos e materiais, uma assistência humana com disponibilização do acesso ao serviço e satisfação no atendimento. CONCLUSÃO: os resultados evidenciam que a capacitação foi efetiva em relação aos conhecimentos sobre cuidados paliativos, o que pode ser corroborado através da percepção das cuidadoras familiares sobre a modificação de condutas da equipe


INTRODUCTION: Palliative care is a multidisciplinary approach that proposes an improvement in the way of caring for patients and their relatives, who face diseases that threaten the maintenance of life. Professionals need to be able to provide holistic care. OBJECTIVE: To analyze the intervention actions about palliative oncologic care in the training of primary care health professionals, in a town in the Brazilian Northeast. METHOD: Quantitative study performed with nurses and physicians, using a semi-structured form. For data analysis, the McNemar-Bowker test was used in order to assess the pre- and post-course proportions. Qualitative study conducted with caregivers of pacients in palliative care in primary care patients from the town of Juazeiro-BA, through interviews with guiding script and thematic content analysis. RESULTS: A total of 69 professionals (56% of the estimated population) were included, 29 (42%) physicians and 40 (58%) nurses. Most participants (71%) were female, aged between 31 and 40 years old (62%), were married/in a stable relationship (64%) and declared themselves Catholic (65%). Of these, 71% had some kind of graduate degree, only 3% had training in palliative care, being all nurses. Moreover, 10 family caregivers, all female, aged between 20 and 70 years, where 60% were married and 40% attended elementary school. Of these, 50% were wives, 30% daughters and 10% sisters and mothers. As for the professionals' understanding of palliative care, before training, 80% of the professionals answered appropriately; after that, that number rose to 99%, which represents an increase of 19% after the course. In terms of skills, most professionals opted for the alternative 'having a comprehensive view of the patient'. The percentage of affirmative answers ranged from 82% before training to 95% afterwards, representing a 13% increase in answers. The professionals considered that palliative oncologic care should be made available, Where 100% of the professionals answered that it would be through the care plan guided by the physicians, before training and 99% after. Regarding the priority aspects to provide palliative oncologic care, before training, 47% answered physical, spiritual and emotional and after 58% answered the same item, with an increase of 11% in the correct item. Regarding the perception of family caregivers, introduced through the qualitative part of the study, it was proved that the teams provide, even with a shortage of human and material resources, a human care, thus providing access to the service and satisfaction in the service. CONCLUSION: The results show that the training was effective in relation to knowledge about palliative care, which can be corroborated through the perception of family members about the modification of the team's conduct


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Palliative Care , Primary Health Care , Inservice Training , Neoplasms
16.
São Paulo; s.n; 2021. 57 p.
Thesis in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1179166

ABSTRACT

O aumento da demanda de recursos hídricos causado pelo crescimento da população mundial, pela necessidade de produção de alimentos e utilização na indústria é uma realidade. Como enfrentamento a este cenário de segurança hídrica, existe uma crescente tendência mundial de uso de águas recicladas para fins que demandam águas de menor qualidade, poupando assim recursos hídricos e o meio ambiente. O presente estudo teve como objetivo identificar as espécies Cryptosporidium parvum, Cryptosporidium hominis, Cryptosporidium meleagridis e Giardia duodenalis (em seus assemblages A e B) nas águas de reúso provenientes das duas ETEs localizadas na cidade de São Paulo. Para a identificação das espécies Cryptosporidium parvum, Cryptosporidium meleagridis e Cryptosporidium hominis foram realizadas análise por regiões do gene 18S rRNA, com os primers descritos por ARAUJO (2018), onde foram detectadas em 5,76% (3/52) das amostras de água de reúso analisadas pelo método real-time PCR (qPCR). A espécie Giardia duodenalis foi identificada através de um fragmento do gene Gdh, com os primers descritos por (CACCIO et al, 2008) e foi detectada em 11,53% (6/52) das amostras de água de reúso analisadas. Após a identificação das amostras via qPCR, foi realizado o nested PCR para que os fragmentos de DNA identificados pudessem ser sequenciados, onde confirmamos a presença das espécies de Cryptosporidium spp. anteriormente citadas, porém as amostras de Giardia spp. não apresentaram resultados positivos no sequenciamento, não sendo possível a identificação dos assemblages. Este trabalho subsidia, com dados de presença de Giardia spp. e Cryptosporidium spp. nas águas de reúso produzida por duas ETEs da cidade de São Paulo, a elaboração de uma regulamentação adequada para o uso deste recurso em ambiente urbano com o intuito de se proteger a saúde da população exposta, em especial das populações mais vulneráveis e de se reduzir o risco de infecção pelo contato ocupacional.


The increasing demand for water resources caused by the growth of the world's population, the food production and use in industry is a reality. With this water crisis scenario, there is a growing worldwide trend towards the use of recycled water for purposes that demand lower water quality, thus saving water resources and the environment. In a previous study, we identified the presence of Giardia spp. and Cryptosporidium spp. in reuse waters from two wastewater treatment plants (WWTPs) in the city of São Paulo (called stations "A" and "B") using the USEPA 1693/2014 method. The present study aimed to identify the species Cryptosporidium parvum, Cryptosporidium hominis, Cryptosporidium meleagridis and Giardia duodenalis (in their assemblages A and B) in the reuse waters from the WWTPs in the city of São Paulo. Different molecular analyzes were carried out to identify the species found in the WWTPs. The species Cryptosporidium parvum, Cryptosporidium meleagridis and Cryptosporidium hominis were identified by regions of their 18S rRNA gene, with the primers described by ARAUJO (2018), and were detected in 5.76% (3/52) of the reuse water samples analyzed by real-time PCR (qPCR) method. The species Giardia duodenalis was identified through a fragment of the Gdh gene, with the primers described by (CACCIO et al., 2008) was detected in 11.53% (6/52) of the analyzed water samples. After identifying the samples via qPCR, the nested PCR was performed so that the identified DNA fragments could be sequenced, where we confirmed the presence of the previously mentioned Cryptosporidium spp., however the Giardia spp. samples did not show positive results in the sequencing, being not possible the identification of assemblages. This work subsidizes, with data on the presence of Giardia spp. and Cryptosporidium spp. in the two studied WWTPs in the city of São Paulo, the elaboration of an adequate regulation for the use of this resource in an urban environment, protecting the health of the exposed population, especially the most vulnerable populations and reducing the risk of infection by occupational use.


Subject(s)
Gray Water , Cryptosporidium , Cysts , Oocysts , Giardia
17.
São Paulo; s.n; 2021. 96 p.
Thesis in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1247308

ABSTRACT

Introdução: A etiologia do choro excessivo (CE) nas primeiras semanas de vida não foi ainda totalmente esclarecida, porém fatores como prematuridade, baixo peso ao nascer, cólica e microbiota intestinal do lactente, assim como tabagismo materno, transtornos de ansiedade e depressão, e deficiência de vitamina b12 na gestação têm sido associados ao CE. Objetivo: O presente estudo investigou a ocorrência de bebês com choro excessivo no início de vida e os fatores associados no estudo sobre saúde Materno-Infantil no Acre (MINA-Brasil). Metodologia: O presente trabalho analisou dados do estudo MINA-Brasil, uma coorte de nascimentos de base populacional conduzida na cidade de Cruzeiro do Sul, estado do Acre, Amazônia Ocidental Brasileira. Para a presente análise, foram considerados na linha de base os bebês nascidos entre julho de 2015 e junho de 2016 elegíveis para o seguimento em área urbana (n=1246). Ao nascimento, variáveis independentes sobre condições socioeconômicas, obstétricas e neonatais foram obtidas por entrevista presencial com as mães e com coleta de dados de prontuário. Após 30 a 45 dias do nascimento, foram realizadas entrevistas telefônicas com a mãe e/ou responsável pelo bebê para rastrear CE no primeiro mês de vida como variável dependente, com as seguintes perguntas: i."Seu bebê chora atualmente por muito tempo, sem nenhum motivo aparente ou por cólica"? e ii. "Esse choro já dura por pelo menos duas semanas?". Aos 90-105 dias após o nascimento, essas mesmas perguntas foram realizadas novamente em segundo inquérito telefônico para identificar bebês que persistiam com CE no terceiro mês de vida. Dentre os bebês classificados com CE aos 30-45 dias de vida, verificou-se também bebês com choro prolongado (CP) (choro excessivo que persistiu aos 90-105 dias de vida). Razão de Prevalências (RP) e intervalos com 95% de confiança (IC 95%) foram estimados em modelos múltiplos de regressão de Poisson com variância robusta, adotando-se seleção hierárquica das variáveis independentes segundo modelo teórico de níveis de determinação. Todas as análises foram realizadas com auxílio do pacote estatístico STATA 14.0, com nível de significância 5%. Resultados: A ocorrência de CE foi de 13,0% [IC 95%: 10,9-15,3] e a de CP foi de 14,4% [IC 95%: 10,6-26,2]. Após ajuste múltiplo, os fatores associados ao CE foram: ter realizado menos de 6 consultas durante pré-natal (RP=1,47, [IC95%=1,04-2,07]), xeroftalmia gestacional (RP=1,76, [IC95% = 1,18-2,63]), maior perímetro cefálico e comprimento ao nascer em cm (RP=1,32 [IC95%= 1,14-1,52] e RP=1,24 [IC95%= 1,01-1,54], respectivamente), baixo apoio social materno durante o puerpério (RP=1,36, [IC95%=0,98-1,90]) e uso de mamadeira no primeiro mês de vida do bebê (RP=1,76, [IC95%= 1,23-2,50]). Por outro lado, maior peso ao nascer (em kg) foi inversamente associado ao risco para CE (RP=0,68, [IC95%=0,54-0,86]). Conclusão: Atenção inadequada durante o pré-natal, características antropométricas ao nascer, uso de mamadeira e baixo apoio social à mãe no puerpério foram associados ao risco para CE. O conhecimento dos fatores associados à ocorrência do CE poderá contribuir para rastreamento adequado e acompanhamento dessas crianças na atenção primária à saúde.


Introduction: The etiology of excessive crying (EC) in the first weeks of life has not been fully clarified, but factors such as prematurity, low birth weight, colic and intestinal microbiota of the infant, as well as maternal smoking, anxiety disorders and depression, and vitamin b12 deficiency in pregnancy have been associated with EC babies. Goal: The present study investigated the occurrence of EC babies early in life and their associated factors in the study on Maternal and Child health in Acre (MINA-Brazil). Methodology: Data from MINA-Brazil study, a population-based birth cohort conducted in the city of Cruzeiro do Sul, state of Acre, Western Brazilian Amazon, were used for the present analysis. Babies born between July 2015 and June 2016 who were eligible for follow-up in urban area (n = 1246). At birth, independent variables on socioeconomic, obstetric and neonatal conditions were obtained by face-to-face interviews with mothers and data collection from medical records. After 30 to 45 days of birth, telephone interviews were conducted with the mother and / or guardian of the baby to screen for EC in the first month of life as a dependent variable, with the following questions: i. "Does your baby currently cry for a long time, without no apparent reason or colic"? and ii. "Has this crying lasted for at least two weeks?" At 90-105 days after birth, these same questions were asked again in a second telephone survey to identify babies who persisted with EC in the third month of life. Among babies classified with EC at 30-45 days of life, there were also babies with prolonged crying (PC) (excessive crying that persisted at 90-105 days of life). Prevalence ratio (PR and 95% confidence intervals, 95% CI) were estimated in multiple Poisson regression models with robust variance, following hierarchical selection of independent variables according to the theoretical model of levels of determination. All analyzes were performed using the STATA 14.0 statistical package, with significance level 5%. Results: The occurrence of EC was 13.0% [95% CI: 10.9-15.3], and that of PC was 14.4% [95% CI: 10.6-26.2]. After multiple adjustment, the factors associated with EC were: having performed less than 6 consultations during prenatal care (PR=1.47, 95% CI=1,04-2,07), gestational xerophthalmia (PR=1.76, 95% CI=1.18-2.63), birth head circumference and length in cm (PR=1.32 [95% CI=1.14-1.52] and PR=1.24 [95% CI= 1.01-1.54], respectively), low social support score during puerperium (PR= 1.36, [95% CI 0.98-1.90]), and bottle use in the baby's first month of life (PR= 1.76, [95% CI 1.23-2.50]). In contrast, increased birth weight (in kg) was inversely associated with EC (PR= 0.68, [95% CI= 0.54-0.86]). Conclusion: Inadequate care during the prenatal, anthropometric characteristics at birth, bottle feeding and low social support to the mother postpartum were associated with risk for EC. The knowledge of associated factors for the occurrence of EC could contribute for screening, prevention and monitoring of these children in primary health care.


Subject(s)
Humans , Infant , Child Development , Colic , Crying
18.
São Paulo; s.n; 2021. 147 p.
Thesis in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1222354

ABSTRACT

Introdução: A adolescência é um período de transição entre a infância e a vida adulta, caracterizada por alterações físicas, psicológicas, biológicas, comportamentais, emocionais e sociais. Nessa fase surge a prática de novos comportamentos como o uso do tabaco, consumo de álcool, alimentação inadequada e sedentarismo, que podem desencadear o surgimento de doenças crônicas não transmissíveis, com consequências graves na fase adulta e idosa. A avaliação do estado nutricional do adolescente contribui para a prevenção dessas doenças, por meio da identificação da presença do sobrepeso e obesidade, principalmente na puberdade. Objetivo: Avaliar as associações entre aspectos comportamentais dos hábitos de vida, variáveis antropométricas e o estado nutricional do adolescente definido de forma multidimensional. Método: Estudo transversal de base populacional. A amostra foi composta por 351 adolescentes de 10 a 19 anos, ambos os sexos, selecionados por amostragem complexa em domicílios da zona urbana dos municípios de Teresina e Picos - Piauí, no período de setembro de 2018 a fevereiro de 2020. Os perfis antropométricos e de comportamentos de risco foram definidos por Análise de Componentes Principais (ACP), a partir de dados antropométricos (peso, altura, pregas cutâneas), demográficos (sexo e idade), hábitos de vida (uso de cinto de segurança, de capacete, consumo de bebida alcoólica, tabagismo, atividade física) Para avaliar a associação entre os escores dos perfis antropométricos, de comportamentos de risco, os estágios de maturação sexual e a variável desfecho Índice de Massa Corporal (IMC) foi realizado a análise de regressão linear múltipla, com a utilização do estimador estatístico de Pearson, ajustado para sexo, idade e escore de condição socioeconômica. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética da Faculdade de Saúde Pública e da Universidade Federal do Piauí. Resultados: Os perfis antropométricos definidos na primeira ACP foram: Perfil 1 com adiposidade, caracterizado pela associação positiva com as variáveis peso, pregas cutâneas tricipital e subescapular; Perfil 2 de massa não adiposa, caracterizado pela associação positiva com as variáveis peso, altura e idade; Perfil 3 de sexo, com associação positiva com o sexo feminino e idade mais elevadas e indireta com altura e peso. Os perfis de comportamentos de risco extraídos foram: Perfil de comportamento de consumo bebida alcoólica; de tabagismo; de uso de cinto de segurança; de uso de capacete e de inatividade física no lazer. A associação entre o IMC escore z e os perfis antropométricas apresentaram uma relação positiva para o Perfil 1, demonstrando que para cada aumento do escore do perfil, houve aumento de 0,73 kg/m2 no IMC. Em relação à análise dos perfis de comportamento de risco e o IMC escore z, somente o escore do perfil de comportamento de risco para consumo de bebida alcoólica e tabagismo se mostrou associado ao ganho de massa corporal entre os adolescentes. Considerações Finais: A avaliação nutricional dos adolescentes e seus riscos à saúde podem ser mais bem traduzidos por escores multidimensionais que incorporem aspectos antropométricos e comportamentais. Esses escores podem mostrar uma capacidade descritiva sintética superior àquela observada nos indicadores unidimensionais tradicionais, com possíveis resultados precisos nesse público.


Introduction: Adolescence is a period of transition between childhood and adulthood, characterized by physical, psychological, biological, behavioral, emotional and social changes. In this phase, the practice of new behaviors appears, such as tobacco use, alcohol consumption, inadequate diet and physical inactivity, which can trigger the emergence of chronic non-communicable diseases, with serious consequences in adulthood and the elderly. The assessment of the adolescent's nutritional status contributes to the prevention of these diseases, by identifying the presence of overweight and obesity, especially at puberty. Objective: To evaluate the associations between behavioral aspects of lifestyle, anthropometric variables and the nutritional status of adolescents defined in a multidimensional way. Method: Cross-sectional population-based study. The sample consisted of 351 adolescents from 10 to 19 years old, both sexes, selected by complex sampling in households in the urban area of the municipalities of Teresina and Picos - Piauí, from September 2018 to February 2020. The anthropometric and of risk behaviors were defined by Principal Component Analysis (PCA), based on anthropometric data (weight, height, skinfolds), demographics (sex and age), life habits (wearing a seat belt, helmet, consumption multiple linear regression analysis was performed to assess the association between anthropometric profile scores, risk behaviors, sexual maturation stages and the outcome variable Body Mass Index (BMI), using Pearson's statistical estimator, adjusted for sex, age and socioeconomic status score. The research was approved by the Ethics Committee of the Faculty of Public Health and the Federal University of Piauí. Results: The anthropometric profiles defined in the first PCA were: Profile 1 with adiposity, characterized by a positive association with the variables weight, tricipital and subscapular skin folds; Profile 2 of non-adipose mass, characterized by a positive association with the variables weight, height and age; Sex profile 3, with positive association with the female sex and higher age and indirect with height and weight. The risk behavior profiles extracted were: alcohol consumption behavior profile; smoking; wearing a seat belt; helmet use and physical inactivity at leisure. The association between the BMI score z and the anthropometric profiles showed a positive relationship for Profile 1, demonstrating that for each increase in the profile score, there was an increase of 0.73 kg m2 in the BMI. Regarding the analysis of risk behavior profiles and the BMI z score, only the score of the risk behavior profile for alcohol consumption and smoking was associated with body mass gain among adolescents. Final considerations: The nutritional assessment of adolescents and their health risks can be better translated by multidimensional scores that incorporate anthropometric and behavioral aspects. These scores may show a synthetic descriptive capacity superior to that observed in traditional one-dimensional indicators, with possible precise results in this audience.


Subject(s)
Health Profile , Nutrition Assessment , Health Surveys , Adolescent , Health Promotion
19.
São Paulo; s.n; 2021. 69 p. ilust, tabelas.
Thesis in Portuguese | LILACS, Inca | ID: biblio-1222633

ABSTRACT

O carcinoma epidermóide (CEC) é a neoplasia maligna mais frequente em cavidade oral, representando aproximadamente 90% de todos os cânceres da boca. Esta neoplasia tem origem no epitélio de revestimento bucal, e a depender do subtipo e da sua localização, pode apresentar tendência marcante de invasão do tecido ósseo adjacente. Existe uma interação entre osso e neoplasia, e atenção principal deve ser dada aos reguladores relacionados à osteoclastogênese. As moléculas RANK/RANKL/OPG são fundamentais neste processo, e juntamente com a IL-6, promovem formação e ativação de osteoclastos, com consequente promoção da invasão mandibular. Neste sentido, o objetivo do estudo foi avaliar as características clínicas, radiográficas e histopatológicas dos pacientes submetidos a mandibulectomia para tratamento do carcinoma epidermóide oral, e correlacionar/associar com a expressão gênica na neoplasia de marcadores reguladores da invasão óssea. Foi realizado um estudo retrospectivo de pacientes tratados com algum tipo de mandibulectomia no A.C. Camargo Cancer Center durante o período de1990 a 2015. Um total de 220 casos foi selecionado, e destes, foram extraídos 40 casos, posteriormente submetidos as etapas de análise molecular. A análise molecular foi realizada por PCR quantitativa em tempo real (qPCR), por meio da mensuração de mRNA para os genes estudados, calibrados pelo gene endógeno GAPDH e por um pool de controle composto por RNA não neoplásico. Dos 220 pacientes incluídos na pesquisa, 161 eram do sexo masculino, a idade média foi de 60 anos, e 53,6% eram etilistas e 66,8% tabagistas. A invasão óssea da mandíbula foi observada através do laudo anatomopatológico em 77 pacientes, e foi associada à presença de margens comprometidas/exíguas e a localização da lesão (gengiva inferior, rebordo e região retro-molar). Ao final do estudo, 127 pacientes foram a óbito, e a média de sobrevida foi de 96,92 meses. Parâmetros clínicos, dos exames de imagem e histopatológicos foram significantemente associados com a sobrevida global, principalmente - tamanho do tumor, infiltração perineural, invasão óssea (imagem e anatomopatológico). Na análise multivariada, apenas invasão óssea e infiltração perineural aumentaram risco de óbito nos pacientes. Na análise molecular de expressão gênica foi possível avaliar que das 36 amostras do gene RANK, 16 eram downreguladas. Para RANKL, das 37 amostras, 28 estavam super expressas. Das 35 do gene da IL-6, 19 amostras eram downreguladas. E por fim, das 37 amostras do gene da OPG, 16 tinham expressão normal. A avaliação de associação entre a expressão dos genes analisados demostrou que o gene da IL-6 está associado a presença de invasão óssea, e que existe uma associação significativa entre as expressões do RANK, RANKL, OPG e IL-6. Maior sobrevida dos pacientes foi associada significativamente a uma expressão mais baixa de IL-6 (108,5 meses). Conclui-se que a invasão mandibular interfere na sobrevida global dos pacientes, e que este mecanismo de invasão óssea está associado com a expressão gênica dos genes RANK, RANKL, OPG e IL-6. A IL-6 downregulada nas células malignas está associada com maior sobrevida


Oral Squamous Cell Carcinoma (OSCC) is the most frequent malignant neoplasm in the oral cavity, representing 90% of all oral cancers. The tumor usually arises within the epithelium lining of the oral cavity, and in cases of certain subtype or location may reveal a tendency for invasion of the surrounding bone tissue. There is a relation between tumor and bone, and more attention should be given to the events related to osteoclastogenesis. The molecules RANK/RANKL/OPG are crucial in this process, and together with IL-6, promotes the formation and activation of osteoclasts, with influence on the mandibular invasion process. In this way, the aim of this study was to evaluate the clinical, demographic, imaging, and histopathology data of patients diagnosed with OSCC treated by mandibulectomy. Also, analyze the gene expression condition of the genes RANK, RANKL, OPG, and IL-6 on the tumor. A retrospective study was conducted on patients treated with mandibulectomy at the A.C. Camargo Cancer Center, between 1990 and 2015. Two hundred and twenty cases were retrieved, and 40 of them were selected for gene expression analysis. The mRNA expressions of the selected genes were determined by real-time polymerase chain reaction, extracted from the tumor, and calibrated by endogenous GAPDH and a control pool of non-neoplastic RNA. Among 220 patients, 161 were male, with a mean age of 60 years. 53.6% were alcohol users and 66.8% tobacco users. Mandible bone invasion was reported on 77 histopathology reports and associated with compromised margins and the site of the lesion (gingiva, alveolar ridge, and retromolar region). One hundred and twenty-seven patients died of the disease, and the mean overall survival rate was 96.92 months. Overall survival was associated with clinical, imaging, and pathological parameters, especially, tumor size, perineural growth, and bone invasion (both imaging and pathologic). Multivariate analysis revealed higher risk of death only to bone invasion and perineural growth. Gene expression analysis revealed - 16 downregulation of 36 RANK samples evaluated; 28 overexpression of 37 RANKL samples evaluated; 19 downregulation of 35 IL-6 analyzed, and 16 normal expression of 37 OPG samples evaluated. Association analysis revealed that IL-6 expression is associated with bone invasion, and there is also a significant association among the expression of RANK, RANKL, OPG, and IL-6. Higher overall survival rate was associated with an IL-6 down expression (108;5 months). In conclusion, mandibular invasion interferes with the patient's overall survivall rate, and the bone invasion mechanism is associated with gene expression of RANK, RANKL, OPG, and IL-6 on the tumor. IL-6 in downregulation expressed by malignant cells is associated with higher overall survivor rates


Subject(s)
Humans , Female , Pregnancy , Adult , Middle Aged , Prognosis , Carcinoma, Squamous Cell , Interleukin-6 , Receptor Activator of Nuclear Factor-kappa B , Osteoprotegerin , Mandible
20.
São Paulo; s.n; 2021. 48 p. ilust, tabelas.
Thesis in Portuguese | LILACS, Inca | ID: biblio-1247912

ABSTRACT

Introdução: A prevalência do câncer de pulmão tem aumentado cerca de 2% ao ano e é considerado um problema de saúde pública mundial, sendo a principal causa de morte por câncer entre homens e mulheres. O Câncer de Pulmão de Células Não Pequenas (CPCNP) representa 85-90% dos cânceres de pulmão. A detecção do rearranjo do gene ROS1, considerada um importante fator preditivo para direcionamento terapêutico, constitui uma etapa crítica no tratamento de CPCNP. Objetivo: Avaliar a prevalência do rearranjo do gene ROS1 em pacientes portadores de CPCNP não escamoso, sem mutação de EGFR ou rearranjo de ALK, diagnosticados na Região da Foz do Rio Itajaí, Estado de Santa Catarina, Brasil, no período de 02/01/2019 a 27/07/2020. Materiais e Métodos: Estudo observacional, retrospectivo e prospectivo, descrito e analítico com 95 pacientes que possuíam material de biópsia suficiente para a realização de novas análises e que não apresentavam mutação de EGFR ou rearranjo de ALK. Os pacientes com imuno-histoquímica positiva para a proteína ROS1 foram testados pelo método de FISH, utilizando-se uma sonda de DNA do tipo break-apart para o gene ROS1. Foi realizada uma análise descritiva da amostra, e os resultados foram apresentados em números absolutos e porcentagens, representados por tabelas. O teste de qui-quadrado (χ2) foi empregado para comparação das frequências entre os grupos analisados. Resultados: 52,6% foram pacientes do sexo masculino; a idade mediana foi de 64 anos; 54,7% declararam-se tabagistas; 40,0% apresentavam doença estágio IV; 29,5% apresentaram tumores com alta expressão de PD-L1. Quanto a expressão de ROS1 por imuno-histoquímica: 89,5% foram identificados como ROS1+ em 0% das células tumorais, 4,2% como ROS1+ em <70% das células, e 6,3% como ROS1+ em ≥70% das células do tumor; portanto, 10,5% apresentaram resultados positivos para expressão de ROS1. Estes pacientes foram submetidos à análise de rearranjo de ROS1 pelo método de FISH e 7 (7,4%) apresentaram resultados positivos. Conclusão: Na população estudada, a análise pelo método de FISH mostrou uma prevalência de 7,4% para rearranjos do gene ROS1


Introduction: Lung cancer prevalence has been increasing at rate of 2% per year and is considered a major public health concern worldwide, being the main cause of cancer death among women and men. Non-small cell lung cancer (NSCLC) represents 85-90% of total lung cancer. Detecting the rearrangement of the ROS1 gene is critical to the treatment of NSCLC. Objective: To assess the prevalence of the ROS1 gene rearrangement in patients diagnosed with non-squamous NSCLC patients diagnosed between January 2019 to July 2020 at Foz do Rio Itajaí, in the state of Santa Catarina, Brazil. Materials and Methods: This is a retrospective and prospective observational study Ninety-five NSCLC whose tumors were negative for EGFR mutation and ALK rearrangement and who had enough tumor tissue to carry out additional molecular analysis. Patients whose tumors were positive for ROS1 by immune-histochemistry were tested using by FISH using a break-apart DNA probe (Abbot Molecular) for the ROS1 gene. A descriptive analysis was performed and results were presented as absolute frequencies and percentages and depicted in charts. Frequencies were compared with the chi-squared test (χ2). Results: 52,6% were male, mean and median age were 65,10 and 64 years, respectively. 54,7% self-declared as smokers; 40,0% had stage IV disease; 29,5% had tumours with high expression of PD-L1. Regarding the expression of ROS1 by immunohistochemistry: 89,5% were identified as ROS1+ in 0% of cells, 4,2% as ROS1+ in <70% of cells, and 6,3% as ROS1+ in ≥70% of the cells; therefore, 10,5% displayed positive results for the expression of ROS1+. These tumors were subjected to the analysis of ROS1 rearrangement by FISH and 7 (7,4%) were positive. Conclusion: We observed 7,4% prevalence for ROS1 gene rearrangements in this pre-selected population


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Aged , Aged, 80 and over , Immunohistochemistry , Gene Rearrangement, B-Lymphocyte , Carcinoma, Adenosquamous/diagnosis , Carcinoma, Non-Small-Cell Lung , ErbB Receptors , Anaplastic Lymphoma Kinase
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL
...