Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 122
Filter
1.
São Paulo; s.n; 20240104. 86 p.
Thesis in Portuguese | LILACS, BBO - Dentistry | ID: biblio-1524408

ABSTRACT

Os pacientes portadores de câncer de cabeça e pescoço realizam tratamento, de radioterapia podendo ou não estar associados à quimioterapia e/ou cirurgias. A qualidade de vida dos mesmos é afetada em função dos efeitos colaterais causados pelos tratamentos. Mucosite, hiposalivação, perda do paladar, trismo e osteorradionecrose são os efeitos colaterais que mais acomentem os pacientes em tratamento para câncer de cabeça e pescoço. A osteorradionecrose é considerada um evento tardio e a maior complicação pós tratamento de radioterapia. Foi realizada uma busca sistemática nas bases de dados eletrônicas MEDLINE / PubMed, Cochrane Central Register of Controlled Trials, Web of Science, Open Gray e busca manual, sem restrição de idioma e tempo. Os critérios de elegibilidade foram os seguintes: 1) ser revisão sistemática; 2) abordar sobre os efeitos orais e complicações após quimioterapia e/ou radioterapia em pacientes adultos portadores de câncer de cabeça e pescoço e 3) RS baseadas em estudos clínicos prospectivos/ retrospectivos e ECR (estudo clínico randomizado). A elegibilidade foi determinada de acordo com os critérios de exclusão para:1) RS que descrevessem a o tratamento para as sequelas da ORN; 2) as RS baseadas em relatos de casos ou estudos in vitro sobre ORN; 3) ORN em ossos não gnáticos (temporal); 4) não abordarem sobre incidência, tratamento ou prevenção da ORN e 5) revisão da classificação da ORN. Foram identificados 1321 artigos, mas apenas 13 foram considerados elegíveis. A fase de elegibilidade, qualidade metodológica (AMSTAR 2) foi conduzida por dois examinadores independentes e calibrados (RMS e GS), e um terceiro examinador (MSANM) foi consultado para a resolução de incongruências. O número de pacientes avaliados para o desenvolvimento de ORN ao longo do tratamento foi 33.762 sendo que desses, 2.094 desenvolveram a lesão, representando uma incidência de 6,2%. Quanto a localização a mandíbula é o local de maior acometimento. A exodontia após a radioterapia foi apontada como o maior fator causal para o desenvolvimento de ORN. A abordagem de tratamento para a ORN com pentoxifilina e tocoferol demonstrou eficácia superior em relação ao uso de antibioticoterapia e câmera hiperbárica. Baseado no risco de viés, é baixo o nível atual de evidência para as abordagens preventivas e curativas da ORN.


Subject(s)
Osteoradionecrosis , Systematic Review , Head and Neck Neoplasms , Radiotherapy
2.
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 27(2): 843-873, Maio-Ago. 2023.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1425128

ABSTRACT

Objetivo: Analisar na literatura científica a efetividade das intervenções não farmacológicas para o manejo da obesidade infantil. Método: Trata-se de uma revisão sistemática do tipo overview. As bases científicas para coleta de dados foram: Cinahl, Cochrane, Lilacs, Medline, Scopus, Scielo e Science direct, e todo o processo de seleção foi feito por pares e avaliado pelo teste Kappa. A análise dos estudos utilizou os instrumentos: AMSTAR para avaliação da qualidade metodológica, Robis 2.0 para avaliação do risco de viés, e o Sistema Grade para classificar nível de evidência. Resultado: 17 estudos foram considerados elegíveis, e avaliação das evidências demonstrou que as intervenções não farmacológicas são efetivas para o manejo da obesidade infantil, sendo classificadas pelo Sistema Grade com alto e moderado nível de evidência. Essas intervenções são caracterizadas como: comportamentais, educacional, familiar, nutricional e tecnológica e são capazes de promover mudanças no Índice de Massa Corporal e estilo de vida. Conclusão: As intervenções não farmacológicas são capazes de promover mudanças positivas quanto ao comportamento alimentar e manejo da obesidade, entretanto os resultados não são imediatos.


Objective: To analyze the effectiveness of non-pharmacological interventions for the management of childhood obesity in the scientific literature. Method: This is a systematic review of the overview type. The scientific databases for data collection were: Cinahl, Cochrane, Lilacs, Medline, Scopus, Scielo and Science direct, and the entire selection process was done by pairs and evaluated by Kappa test. The analysis of the studies used the instruments: AMSTAR to assess methodological quality, Robis 2.0 to assess risk of bias, and the Grade System to rank level of evidence. Results: 17 studies were considered eligible, and evaluation of the evidence showed that non- pharmacological interventions are effective for the management of childhood obesity, being classified by the Grade System with high and moderate level of evidence. These interventions are characterized as: behavioral, educational, family, nutritional, and technological, and are able to promote changes in Body Mass Index and lifestyle. Conclusion: Non-pharmacological interventions are able to promote positive changes in eating behavior and obesity management, but the results are not immediate.


Objetivo: Analizar la efectividad de las intervenciones no farmacológicas para el manejo de la obesidad infantil en la literatura científica. Método: Se trata de una revisión sistemática de tipo panorámica. Las bases de datos científicas para la recogida de datos fueron: Cinahl, Cochrane, Lilacs, Medline, Scopus, Scielo y Science direct, y todo el proceso de selección se realizó por parejas y se evaluó mediante el test de Kappa. En el análisis de los estudios se utilizaron los instrumentos AMSTAR para evaluar la calidad metodológica, Robis 2.0 para evaluar el riesgo de sesgo y el Grade System para clasificar el nivel de evidencia. Resultados: Se consideraron elegibles 17 estudios, y la evaluación de la evidencia mostró que las intervenciones no farmacológicas son efectivas para el manejo de la obesidad infantil, siendo clasificadas por el Sistema Grade con nivel de evidencia alto y moderado. Estas intervenciones se caracterizan por ser: conductuales, educativas, familiares, nutricionales y tecnológicas, y son capaces de promover cambios en el Índice de Masa Corporal y en el estilo de vida. Conclusiones: Las intervenciones no farmacológicas son capaces de promover cambios positivos en la conducta alimentaria y en el manejo de la obesidad, pero los resultados no son inmediatos.


Subject(s)
Pediatric Obesity , Obesity Management , Systematic Reviews as Topic , Healthcare Models , Effectiveness , Body Mass Index , Child Nutrition Sciences , Feeding Behavior
3.
Medwave ; 23(5): e2704, 30-06-2023.
Article in English, Spanish | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1438261

ABSTRACT

El aumento de la producción de investigación primaria y de las revisiones de la literatura durante las últimas décadas ha hecho necesario el desarrollo de un nuevo diseño metodológico para sintetizar la evidencia: los overviews. Un overview es un diseño de síntesis de evidencia que toma como unidad de análisis a las revisiones sistemáticas, con el objetivo de extraer y analizar los resultados para una pregunta de interés nueva o más amplia, ayudando así a mejorar los procesos de toma de decisiones informadas. El objetivo de este artículo es introducir al lector a este tipo de resúmenes de evidencia, destacando las diferencias con los otros tipos de síntesis de evidencia, los aspectos metodológicos particulares de los overviews, y los desafíos pendientes. Este artículo es el duodécimo de una serie metodológica colaborativa de revisiones narrativas sobre temáticas de bioestadística y epidemiología clínica.


The increasing production of primary research and literature reviews in the last decades has made it necessary to develop a new methodological design to synthesize the evidence: the overviews. An overview is a type of evidence synthesis that uses systematic reviews as the unit of analysis, with the aim of extracting and analyzing the results for a new or broader research question, helping the shared decision-making processes. The aim of this article is to introduce the reader to this type of evidence summaries, highlighting the differences between overviews and other types of synthesis, the unique methodological aspects of overviews, and future challenges. This is the twelfth article from a collaborative methodological series of narrative reviews about biostatistics and clinical epidemiology.

4.
Diagn. tratamento ; 28(2): 87-92, abr-jun. 2023. tab, tab
Article in Portuguese | LILACS, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1427640

ABSTRACT

Contextualização: A migrânea, também conhecida por enxaqueca, é um distúrbio sensorial relacionado a fatores genéticos, psicológicos e anatômicos, que afeta cerca de 10% dos adultos, trazendo impacto pessoal, social e econômico. Objetivos: Sumarizar as evidências de revisões sistemáticas, referentes à efetividade da toxina botulínica para prevenção de migrânea. Métodos: Trata-se de overview de revisões sistemáticas. Procedeu-se à busca em três bases eletrônicas de dados: Cochrane - Central de Registros de Ensaios Clínicos ­ CENTRAL (2023), PubMed (1966-2023) e EMBASE (1974-2023), sendo utilizados os descritores MeSH "Migraine disorders" e "Botulinum toxins". Todas as revisões sistemáticas de ensaios clínicos randomizados (ECRs) em humanos foram incluídas. O desfecho primário de análise foi a melhora clínica. Resultados: Foram recuperadas 21 revisões sistemáticas e, diante dos critérios de inclusão, 4 foram incluídas, totalizando 94 ECRs (n = 16.104 participantes). Os estudos sugerem que a toxina botulínica pode ser benéfica na redução do número de crises, intensidade de dor e melhora na qualidade de vida dos pacientes. Entretanto, a evidência é limitada. Discussão: Embora os estudos incluídos tragam benefícios favoráveis à toxina botulínica para prevenção da migrânea, a evidência é de baixa qualidade, diante da heterogeneidade, fragilidades metodológicas e riscos nas análises desses estudos. Sugere-se a comparação da efetividade da toxina botulínica com outras intervenções disponíveis, objetivando melhor elucidação da questão. Conclusão: Parece haver algum benefício da toxina botulínica para prevenção de crises de migrânea, mas a evidência até o momento é limitada, sendo recomendada a comparação com outras terapêuticas utilizadas para prevenção da migrânea.


Subject(s)
Humans , Botulinum Toxins/therapeutic use , Evidence-Based Medicine , Migraine Disorders/prevention & control , Randomized Controlled Trials as Topic , Treatment Outcome , Systematic Reviews as Topic
5.
Diagn. tratamento ; 28(2): 93-103, abr-jun. 2023. tab, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1427645

ABSTRACT

Contextualização: O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é um transtorno do neurodesenvolvimento bastante prevalente e caracterizado por alterações nos níveis de atenção, presença de hiperatividade e impulsividade, cuja efetividade das abordagens terapêuticas é discutível atualmente. Objetivos: Sumarizar as evidências de revisões sistemáticas da Cochrane, referentes à efetividade das intervenções para tratamento de TDAH. Métodos: Trata-se de overview de revisões sistemáticas Cochrane. Procedeu-se à busca na Cochrane Library (2023), sendo utilizado o descritor MeSH "Attention Deficit Disorder with Hiperactivity". Todas as revisões sistemáticas de ensaios clínicos foram incluídas. O desfecho primário de análise foi a melhora clínica (redução dos sintomas). Resultados: Treze estudos foram incluídos, totalizando 317 ensaios clínicos (n = 25.946 participantes). Foram avaliadas intervenções com anfetaminas, antidepressivos, ácidos graxos poli-insaturados tipo ômega 3 e 6, acupuntura, terapia de meditação, terapia cognitivo-comportamental e treinamento dos pais. Discussão: Nenhuma intervenção mostrou efetividade com evidência de boa qualidade. Embora a maioria das intervenções pareça trazer algum benefício na redução dos sintomas do TDAH, há riscos de efeitos adversos, em geral não graves, sobretudo nos tratamentos farmacológicos. Os estudos realizados até o momento são heterogêneos e desprovidos de análises por subgrupos, o que impacta a obtenção de melhor evidência. Sugere-se a realização de novos ensaios clínicos com padronização de relato dos resultados. Conclusão: Não há suporte com bom nível de evidência atualmente para a maioria das intervenções para tratamento do TDAH, à luz das revisões sistemáticas da Cochrane, sendo sugerida a realização de novos ensaios clínicos de qualidade.


Subject(s)
Humans , Attention Deficit Disorder with Hyperactivity/therapy , Evidence-Based Medicine , Clinical Trials as Topic , Treatment Outcome , Systematic Reviews as Topic
6.
Diagn. tratamento ; 28(1): 61-67, jan-mar. 2023. tab 2
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1413215

ABSTRACT

Contextualização: A displasia broncopulmonar é uma das principais causas de enfermidade respiratória crônica na infância, levando a hospitalizações frequentes e prolongadas e com altos índices de mortalidade, alterações do crescimento pôndero-estatural e desenvolvimento neuropsicomotor. Tamanho impacto justifica o grande investimento nas pesquisas para identificar suas causas e buscar alternativas para prevenção e tratamento. Objetivos: Avaliar a efetividade das intervenções para prevenção de displasia broncopulmonar em recém-nascidos prematuros com ventilação mecânica invasiva. Métodos: Trata-se de overview de revisões sistemáticas realizadas pela Colaboração Cochrane. Procedeu-se à busca na Cochrane Library (2022), utilizando os termos "neonatal prematurity" e "bronchopulmonary dysplasia". Foram incluídos todos os ensaios clínicos randomizados. O desfecho primário de análise foi a redução de morbimortalidade. Resultados: A estratégia de busca recuperou um total de 47 revisões sistemáticas. Oito foram incluídas, totalizando 94 ensaios clínicos randomizados e 10.511 participantes. Discussão: Os estudos demonstram efetividade de corticosteroides, mas é necessário cautela na dosagem e no momento correto para sua administração. O uso de surfactante sintético pode trazer benefícios respiratórios, mas requer novos estudos. Não se justifica o uso de pentoxifilina. Conclusão: A displasia broncopulmonar tornou-se um grande desafio para o neonatologista e as revisões sistemáticas Cochrane sugerem que a corticoterapia pode ser efetiva na prevenção dessa condição, embora novos estudos sejam recomendados para estabelecer dosagem ideal e melhor momento para a terapêutica.


Subject(s)
Humans , Infant, Newborn , Respiration, Artificial , Bronchopulmonary Dysplasia/prevention & control , Infant, Premature , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Randomized Controlled Trial , Treatment Outcome , Systematic Reviews as Topic
7.
Arq. bras. cardiol ; 120(7): e20220701, 2023. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1447308

ABSTRACT

Resumo Fundamento Ensaios clínicos randomizados (ECRs) e estudos observacionais compararam a eficácia e a segurança do implante valvar transcateter (TAVR) e da substituição cirúrgica da valva aórtica (SAVR) em pacientes com estenose aórtica grave. Objetivos Comparar TAVR e SAVR em pacientes com diferentes riscos cirúrgicos, características da população e diferentes válvulas protéticas transcateter. Métodos Uma overview das revisões sistemáticas (RSs) foi realizada seguindo um protocolo estruturado. Os resultados foram agrupados por risco cirúrgico, características da população e diferentes válvulas. Os ECRs foram reanalisados por meio de metanálises nas RSs, e os resultados foram resumidos por meio do método GRADE. O nível de significância estatística adotado foi de 5%. Resultados Em comparação com a SAVR, os pacientes com alto risco cirúrgico submetidos à TAVR tiveram um risco menor de ( odds ratio , intervalo de confiança de 95%, diferença absoluta de risco) fibrilação atrial (FA) (0,5, 0,29-0,86, -106/1000) e hemorragia com risco à vida (0,29, 0,2-0,42, -215/1000). Pacientes com risco cirúrgico intermediário apresentaram menor risco de FA (0,27, 0,23-0,33, -255/1.000), hemorragia com risco à vida (0,15, 0,12-0,19, -330/1.000) e insuficiência renal aguda (IRA) (0,4, 0,26-0,62, -21/1000). Pacientes com baixo risco cirúrgico tiveram menor risco de morte (0,58, 0,34-0,97, -16/1000), acidente vascular encefálico (AVE) (0,51, 0,28-0,94, -15/1000), FA (0,16, 0,12-0,2, -295/1000), hemorragia com risco à vida (0,17, 0,05-0,55, -76/1000) e IRA (0,27, 0,13-0,55, -21/1000) e tiveram maior risco de implante de marca-passo definitivo (IMD) (4,22, 1,27 -14.02, 141/1000). Os dispositivos de geração mais recente tiveram um risco menor de FA em comparação com as gerações mais antigas, e pacientes usuários de dispositivos expansíveis por balão não apresentaram riscos maiores de IMD. Conclusões Este artigo apresenta evidências de que pacientes com risco cirúrgico baixo, intermediário e alto apresentam melhores desfechos quando tratados com TAVR em comparação com a SAVR.


Abstract Background Randomized controlled trials (RCTs) and observational studies have compared the efficacy and safety of transcatheter aortic valve replacement (TAVR) and surgical aortic valve replacement (SAVR) in patients with severe aortic stenosis. Objectives Compare TAVR and SAVR in patients with different surgical risks, population characteristics, and different transcatheter prosthetic valves. Methods An overview of systematic reviews (SRs) was conducted following a structured protocol. Results were grouped by surgical risk, population characteristics, and different valves. RCTs in the SRs were reanalyzed through meta-analyses, and the results were summarized using the GRADE method. The adopted level of statistical significance was 5%. Results Compared to SAVR, patients with high surgical risk using TAVR had a lower risk of (odds ratio, 95% confidence interval, absolute risk difference) atrial fibrillation (AF) (0.5, 0.29-0.86, -106/1000) and life-threatening bleeding (0.29, 0.2-0.42, -215/1000). Patients with intermediate surgical risk had a lower risk of AF (0.27, 0.23-0.33, -255/1000), life-threatening bleeding (0.15, 0.12-0.19, -330/1000), and acute renal failure (ARF) (0.4, 0.26-0.62, -21/1000). Patients with low surgical risk had a lower risk of death (0.58, 0.34-0.97, -16/1000), stroke (0.51, 0.28-0.94, -15/1000), AF (0.16, 0.12-0.2, -295/1000), life-threatening bleeding (0.17, 0.05-0.55, -76/1000), and ARF (0.27, 0.13-0.55, -21/1000), and had a higher risk of permanent pacemaker implantation (PPI) (4.22, 1.27-14.02, 141/1000). Newer generation devices had a lower risk of AF than older generations, and patients using balloon-expandable devices did not experience higher risks of PPI. Conclusions This paper provides evidence that patients at low, intermediate, and high surgical risks have better outcomes when treated with TAVR compared with SAVR.

8.
São Paulo med. j ; 141(5): e20211020, 2023. tab, graf
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1432464

ABSTRACT

ABSTRACT BACKGROUND: Carpal tunnel syndrome (CTS) is a common condition greatly affects patients' quality of life and ability to work. Systematic reviews provide useful information for treatment and health decisions. OBJECTIVE: This study aimed to assess the methodological quality of previously published systematic reviews on the treatment of CTS. DESIGN AND SETTING: Overview of systematic reviews conducted at the Brazilian public higher education institution, São Paulo, Brazil METHODS: We searched the MEDLINE and Cochrane Library database for systematic reviews investigating the treatment of CTS in adults. The Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA) and measurement tool to assess systematic reviews (AMSTAR) were applied by two independent examiners. RESULTS: Fifty-five studies were included. Considering the stratification within the AMSTAR measurement tool, we found that more than 76% of the analyzed studies were "low" or "very low". PRISMA scores were higher when meta-analysis was present (15.61 versus 10.40; P = 0.008), while AMSTAR scores were higher when studies performed meta-analysis (8.43 versus 5.59; P = 0.009) or when they included randomized controlled trials (7.95 versus 6.06; P = 0.043). The intra-observer correlation demonstrated perfect agreement (> 0.8), a Spearman's correlation coefficient of 0.829, and an ICC of0.857. The inter-observer correlation indicated that AMSTAR was more reliable than PRISMA. CONCLUSION: Overall, systematic reviews of the treatment of CTS are of poor quality. Reviews with better-quality conducted meta-analysis and included randomized controlled trials. AMSTAR is a better tool than PRISMA because it has a better performance and should be recommended in future studies. REGISTRATION NUMBER IN PROSPERO: CRD42020172328 (https://www.crd.york.ac.uk/PROSPERO/display_record.php?ID=CRD42020172328)

9.
Article in Portuguese | LILACS, CONASS, SES-GO, Coleciona SUS | ID: biblio-1425650

ABSTRACT

Tecnologia: Enoxaparina comparada à profilaxia mecânica e/ou outros medicamentos disponíveis ou não no SUS. Indicação: Profilaxia de Tromboembolismo Venoso (TEV) em pacientes submetidos a cirurgia de abdome, pelve e varizes. Pergunta: Há superioridade em eficácia e segurança da enoxaparina (heparina de baixo peso molecular - HBPM) comparada à profilaxia mecânica e a outros medicamentos disponíveis ou não no SUS para prevenção de TEV em pacientes acima de 18 anos, não gestantes, em pós-operatório de cirurgias eletivas de abdome, pelve e varizes? Métodos: Revisão rápida de evidências (overview) de revisões sistemáticas, com levantamento bibliográfico realizado na base de dados PUBMED, utilizando estratégia estruturada de busca. A qualidade metodológica das revisões sistemáticas foi avaliada com AMSTAR-2 (Assessing the Methodological Quality of Systematic Reviews). Resultados: Foram selecionadas quatro e incluídas duas revisões sistemáticas com metanálise. Conclusão: HBPM no pós-operatório de cirurgia abdominal e pelve reduziu a incidência de TEV geral e TEV sintomático, sem aumentar risco de sangramento e mortalidade. Nas cirurgias de veias varicosas, foi observado uma redução de todos os eventos trombóticos e risco de TVP, sem aumentar risco de sangramento


Technology: Enoxaparin compared to mechanical prophylaxis and/or other drugs available or not in the SUS. Indication: Prophylaxis of Venous Thromboembolism (VTE) in patients undergoing surgery of the abdomen, pelvis and varicose veins. Question: There is superiority in efficacy and safety of enoxaparin, compared to mechanical prophylaxis and other drugs available or not in the SUS, for the prevention of VTE for patients over 18 years old, non-pregnant in the postoperative period of elective surgeries of the abdomen, pelvis and varicose veins? Methods: Rapid review of evidence (overview) from systematic reviews, with a bibliographic search in the PUBMED database, using a structured strategy. The methodological quality of systematic reviews was assessed with AMSTAR-2 (Methodological Quality Assessment of Systematic Reviews). Results: Four were selected and two systematic reviews with meta-analysis were included. Conclusion: LMWH in the postoperative period of abdominal and pelvic surgery reduced the incidence of general VTE and symptomatic VTE, without increasing the risk of bleeding and mortality. In varicose vein surgeries, a reduction in all thrombotic events and risk of DVT was observed, without increasing the risk of bleeding


Subject(s)
Humans , Adult , Middle Aged , Aged , Aged, 80 and over , Young Adult , Enoxaparin/therapeutic use , Venous Thromboembolism/drug therapy , Pelvis/surgery , Varicose Veins/surgery , Comparative Study , Efficacy , Abdomen/surgery
10.
Article in Portuguese | LILACS, CONASS, Coleciona SUS, SES-GO | ID: biblio-1425743

ABSTRACT

Tecnologia: Felbamato. Indicação: Tratamento de epilepsia refratária. Pergunta: O Felbamato é mais eficaz e seguro comparado a anticonvulsivantes disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) em pacientes com epilepsia refratária? Métodos: Revisão rápida de evidências (overview) de revisões sistemáticas, com levantamento bibliográfico realizado na base de dados PUBMED, utilizando estratégia estruturada de busca. A qualidade metodológica das revisões sistemáticas foi avaliada com AMSTAR-2 (Assessing the Methodological Quality of Systematic Reviews). Resultados: Foram selecionadas 2 revisões sistemáticas, que atendiam aos critérios de inclusão. Conclusão: O felbamato não demonstrou ser uma opção mais benéfica que os demais medicamentos disponíveis no SUS no tratamento de epilepsia refratária a medicamentos. Salienta-se que a maior parte das evidências eram de baixa certeza


Technology: Felbamate. Indication: Treatment of refractory epilepsy. Question: Is felbamate more effective and safer compared to anticonvulsants available in Brazilian Public Health System in patients with refractory epilepsy? Methods: A rapid review of evidence (overview) of systematic reviews, with bibliographic survey carried out in the PUBMED database, using a structured search strategy. The methodological quality of systematic reviews was assessed using AMSTAR-2 (Assessing the Methodological Quality of Systematic Reviews). Results: Two systematic reviews that met the inclusion criteria were selected. Conclusion: Felbamate did not prove to be a more beneficial option than the other drugs available in the Brazilian Public Health System in the treatment of drug-refractory epilepsy. It should be noted that most of the evidence was of low certainty


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child , Adolescent , Adult , Middle Aged , Aged , Aged, 80 and over , Young Adult , Seizures/drug therapy , Drug Resistant Epilepsy/therapy , Anticonvulsants/therapeutic use , Comparative Effectiveness Research , Lennox Gastaut Syndrome
11.
Article in Portuguese | LILACS, CONASS, Coleciona SUS, SES-GO | ID: biblio-1425759

ABSTRACT

Tecnologia: Combinação de glicosamina e condroitina. Indicação: Tratamento de osteoartrite em adultos. Pergunta: O tratamento com a combinação de glicosamina e condroitina é mais eficaz e seguro que os demais tratamentos para osteoartrite disponíveis no SUS? Métodos: Uma revisão rápida de evidências, uma revisão de revisões sistemáticas, com levantamento bibliográfico realizado na base de dados PUBMED, utilizando estratégia estruturada de busca. A qualidade metodológica das revisões sistemáticas foi avaliada com AMSTAR-2. Resultados: Foi selecionada uma revisão sistemática, que atendiam aos critérios de inclusão. Conclusão: A combinação de glicosamina com condroitina, comparados ao placebo, mostrou ser mais eficaz para tratamento da dor e função e alcançou o segundo lugar nas alternativas terapêuticas para tratamento da dor e função


Technology: Combination of glucosamine and chondroitin. Indication: Treatment of osteoarthritis in adults. Question: Is the treatment with the combination of glucosamine and chondroitin more effective and safer than the other treatments for osteoarthritis available in the Brazilian Public Health System? Methods: A rapid review of evidence, a overview of systematic reviews, with bibliographic search done in PUBMED database, using a structured search strategy. The methodological quality of systematic reviews was assessed using AMSTAR-2. Results: A systematic review was selected, which met the inclusion criteria. Conclusion: The combination of glucosamine and chondroitin, compared to placebo, proved to be more effective for the treatment of pain and function and reached second place in therapeutic alternatives for the treatment of pain and function


Subject(s)
Humans , Male , Female , Osteoarthritis/drug therapy , Chondroitin/therapeutic use , Glucosamine/therapeutic use , Efficacy , Drug Combinations , Comparative Effectiveness Research , Systematic Review
12.
Article in Portuguese | LILACS, CONASS, Coleciona SUS, SES-GO | ID: biblio-1426235

ABSTRACT

Tecnologia: Esomeprazol e lansoprazol. Indicação: Tratamento de doença do refluxo gastroesofágico em adultos. Pergunta: Esomeprazol e lansoprazol são mais eficazes e toleráveis que o omeprazol já incorporado ao SUS para o tratamento de Doença do Refluxo Gastroesofágico (DRGE) em adultos? Métodos: Uma revisão rápida de evidências, uma revisão de revisões sistemáticas, com levantamento bibliográfico realizado na base de dados PUBMED, utilizando estratégia estruturada de busca. A qualidade metodológica das revisões sistemáticas foi avaliada com AMSTAR-2 (Assessing the Methodological Quality of Systematic Reviews). Resultados: Foram selecionadas três revisões sistemáticas com meta-análise, que atendiam aos critérios de inclusão. Conclusão: O esomeprazol era mais eficaz para cicatrização da lesão nos casos de esofagite erosiva, prevenção da mucosa do esôfago, maior controle de ácido no tratamento de curto prazo (4 e 8 semanas) de esomeprazol 40mg e tratamento de longo prazo (6 meses) de esomeprazol 20mg. A taxa de resposta no alívio dos sintomas, o esomeprazol 20mg e 40mg apresentou ser mais eficaz, especialmente, na azia e dor epigástrica. Quanto ao perfil de segurança, não houve diferença significativa entre as taxas de eventos adversos, todos medicamentos eram parecidos entre si


Technology: Esomeprazole and Lansoprazole. Indication: Treatment of gastroesophageal reflux disease in adults. Question: Are Esomeprazole and Lansoprazole more effective and tolerable than omeprazole already incorporated into SUS for the treatment of Gastroesophageal Reflux Disease (GERD) in adults? Methods: A rapid review of evidence, an overview of systematic reviews, with bibliographic survey carried out in the PUBMED database, using a structured search strategy. The methodological quality of systematic reviews was assessed using AMSTAR-2 (Assessing the Methodological Quality of Systematic Reviews). Results: Three systematic reviews with meta-analysis were selected, which met the inclusion criteria. Conclusion: Esomeprazole was more effective in achieving wound healing in cases of erosive esophagitis, prevention of esophageal mucosa, greater acid control in short-term treatment (4 and 8 weeks) of esomeprazole 40mg and long-term treatment (6 months) of esomeprazole 20mg. the response rate in symptom relief, esomeprazole 20mg and 40mg proved to be more effective, especially in heartburn and epigastric pain. As for the safety profile, there was no significant difference between the rates of adverse events, all drugs were similar to each other


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Aged , Aged, 80 and over , Young Adult , Omeprazole/therapeutic use , Gastroesophageal Reflux/drug therapy , Esomeprazole/therapeutic use , Lansoprazole/therapeutic use , Esophagitis/drug therapy , Comparative Effectiveness Research
13.
Article in Portuguese | LILACS, CONASS, Coleciona SUS, SES-GO | ID: biblio-1428092

ABSTRACT

Tecnologia: Insulinas análogas de liberação prolongada versus insulina NPH (protamina neutra de Hagedorn). Indicação: Tratamento de adultos com diabetes mellitus tipo 2. Pergunta: Há diferenças de efeito nos principais desfechos de eficácia e segurança entre insulinas análogas de liberação prolongada versus insulina NPH no tratamento de pacientes com DM2? Métodos: Revisão rápida de evidências (overview) de revisões sistemáticas, com levantamento bibliográfico realizado na base de dados PUBMED, utilizando estratégia estruturada de busca. A qualidade metodológica das revisões sistemáticas foi avaliada com AMSTAR-2 (Assessing the Methodological Quality of Systematic Reviews). Resultados: Foi selecionada e incluída uma revisão sistemática. Conclusão: As insulinas análogas (glargina e detemir) não demonstraram superioridade nos desfechos de eficácia e segurança quando comparadas à insulina NPH, não demonstraram redução significativa em relação à mortalidade por todas as causas e complicações secundárias ao DM2. Quando comparadas à insulina NPH, foi observado redução na hipoglicemia confirmada e hipoglicemia noturna a favor das insulinas análogas e na hipoglicemia grave a favor da insulina detemir


Technology: Long-acting insulin analogues versus NPH insulin (human isophane insulin). Indication: Treatment of adults with type 2 diabetes mellitus. Question: Are there effect differences in key efficacy and safety outcomes between long-acting insulin analogues versus NPH insulin in the treatment of DM2 patients? Methods: Rapid review of evidence (overview) of systematic reviews, with a bibliographic survey carried out in the PUBMED database, using a structured search strategy. The methodological quality of systematic reviews was assessed with AMSTAR-2 (Assessing the Methodological Quality of Systematic Reviews). Results: A systematic review was selected and included. Conclusion: Analog insulins (glargine and detemir) did not demonstrate superiority in efficacy and safety outcomes when compared to NPH insulin, did not demonstrate a significant reduction in all-cause mortality and complications secondary to DM2. When compared to NPH insulin, a reduction in confirmed hypoglycemia and nocturnal hypoglycemia in favor of analogue insulins and in severe hypoglycemia in favor of insulin detemir was observed


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Aged , Aged, 80 and over , Young Adult , Diabetes Mellitus, Type 2/drug therapy , Insulin Detemir/therapeutic use , Insulin Glargine/therapeutic use , Insulin, Isophane/therapeutic use , Comparative Effectiveness Research , Hypoglycemia/complications
14.
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 27(4): 1672-1703, 2023.
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1427709

ABSTRACT

Objetivo: Analisar na literatura científica a efetividade das intervenções não farmacológicas para o manejo da obesidade infantil. Método: Trata-se de uma revisão sistemática do tipo overview. As bases científicas para coleta de dados foram: Cinahl, Cochrane, Lilacs, Medline, Scopus, Scielo e Science direct, e todo o processo de seleção foi feito por pares e avaliado pelo teste Kappa. A análise dos estudos utilizou os instrumentos: AMSTAR para avaliação da qualidade metodológica, Robis 2.0 para avaliação do risco de viés, e o Sistema Grade para classificar nível de evidência. Resultado: 17 estudos foram considerados elegíveis, e avaliação das evidências demonstrou que as intervenções não farmacológicas são efetivas para o manejo da obesidade infantil, sendo classificadas pelo Sistema Grade com alto e moderado nível de evidência. Essas intervenções são caracterizadas como: comportamentais, educacional, familiar, nutricional e tecnológica e são capazes de promover mudanças no Índice de Massa Corporal e estilo de vida. Conclusão: As intervenções não farmacológicas são capazes de promover mudanças positivas quanto ao comportamento alimentar e manejo da obesidade, entretanto os resultados não são imediatos.


Objective: To analyze the effectiveness of non-pharmacological interventions for the management of childhood obesity in the scientific literature. Method: This is a systematic review of the overview type. The scientific databases for data collection were: Cinahl, Cochrane, Lilacs, Medline, Scopus, Scielo and Science direct, and the entire selection process was done by pairs and evaluated by Kappa test. The analysis of the studies used the instruments: AMSTAR to assess methodological quality, Robis 2.0 to assess risk of bias, and the Grade System to rank level of evidence. Results: 17 studies were considered eligible, and evaluation of the evidence showed that non- pharmacological interventions are effective for the management of childhood obesity, being classified by the Grade System with high and moderate level of evidence. These interventions are characterized as: behavioral, educational, family, nutritional, and technological, and are able to promote changes in Body Mass Index and lifestyle. Conclusion: Non-pharmacological interventions are able to promote positive changes in eating behavior and obesity management, but the results are not immediate.


Objetivo: Analizar la efectividad de las intervenciones no farmacológicas para el manejo de la obesidad infantil en la literatura científica. Método: Se trata de una revisión sistemática de tipo panorámica. Las bases de datos científicas para la recogida de datos fueron: Cinahl, Cochrane, Lilacs, Medline, Scopus, Scielo y Science direct, y todo el proceso de selección se realizó por parejas y se evaluó mediante el test de Kappa. En el análisis de los estudios se utilizaron los instrumentos AMSTAR para evaluar la calidad metodológica, Robis 2.0 para evaluar el riesgo de sesgo y el Grade System para clasificar el nivel de evidencia. Resultados: Se consideraron elegibles 17 estudios, y la evaluación de la evidencia mostró que las intervenciones no farmacológicas son efectivas para el manejo de la obesidad infantil, siendo clasificadas por el Sistema Grade con nivel de evidencia alto y moderado. Estas intervenciones se caracterizan por ser: conductuales, educativas, familiares, nutricionales y tecnológicas, y son capaces de promover cambios en el Índice de Masa Corporal y en el estilo de vida. Conclusiones: Las intervenciones no farmacológicas son capaces de promover cambios positivos en la conducta alimentaria y en el manejo de la obesidad, pero los resultados no son inmediatos.

15.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 57: e20230039, 2023. tab, graf
Article in English, Portuguese | LILACS, BDENF - Nursing | ID: biblio-1529436

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: Summarizing the evidence from systematic reviews regarding the comparison the effectiveness of interventions to prevent pressure injuries. Method: Overview of systematic reviews conducted in accordance with Cochrane guidelines. A search was performed in databases, repositories and systematic review registration sites. Results: 15 reviews were included in this overview. The sensitivity analysis showed a reduction in the incidence of pressure injuries with nutritional supplementation compared to the standard hospital diet (Relative Risk (RR) = 0.83; 95% Confidence Interval (CI): 0.72-0.95). There was evidence of the superiority of constant low-pressure surfaces (RR = 0.38; 95% CI;0.24-0.61), alternating pressure devices (RR = 0.31; 95% CI:0.17-0.58) and alternative foams (RR = 0.40; 95% CI:0.21-0.74) when compared to the standard hospital mattress or standard foam. The use of a silicone cover reduced the incidence of pressure injuries by 75% (RR = 0.25; 95%CI:0.16-0.41) when compared to no cover. Conclusion: Although some interventions have been shown to be effective in reducing the incidence of pressure injury, the evidence is limited or very limited and subject to change. Registration CRD42017064586.


RESUMEN Objetivo: Resumir las pruebas de las revisiones sistemáticas sobre la comparación de la efectividad de las intervenciones para prevenir las lesiones por presión. Método: Resumen de las revisiones sistemáticas realizadas de acuerdo con las recomendaciones Cochrane. Se realizó una búsqueda en bases de datos, repositorios y sitios de registro de revisiones sistemáticas. Resultados: Se incluyeron 15 revisiones en esta revisión. El análisis de sensibilidad mostró una reducción de la incidencia de lesiones por presión con la suplementación nutricional en comparación con la dieta hospitalaria estándar (riesgo relativo [RR] = 0,83; intervalo de confianza [IC] del 95%: 0,72-0,95). Hubo pruebas de la superioridad de las superficies de baja presión constante (RR=0,38; IC del 95%:0,24-0,61), los dispositivos de presión alternante (RR = 0,31; IC del 95%:0,17-0,58) y las espumas alternativas (RR = 0,40; IC del 95%:0,21-0,74) en comparación con el colchón hospitalario estándar o la espuma estándar. El uso de una funda de silicona redujo la incidencia de lesiones por presión en un 75% (RR = 0,25; IC del 95%:0,16-0,41) en comparación con la ausencia de funda. Conclusión: Aunque algunas intervenciones han demostrado ser eficaces para reducir la incidencia de lesiones por presión, las pruebas son limitadas o muy limitadas y están sujetas a cambios. Registro CRD42017064586.


RESUMO Objetivo: Sumarizar as evidências de revisões sistemáticas sobre a comparação da efetividade de intervenções para prevenção de lesão por pressão. Método: Overview de revisões sistemáticas conduzida de acordo com as recomendações Cochrane. Realizou-se busca em bases de dados, repositórios e site de registro de revisões sistemáticas. Resultados: Foram incluídas 15 revisões nesta overview. A análise de sensibilidade demonstrou redução na incidência de lesão por pressão com a suplementação nutricional comparada a dieta hospitalar padrão (Risco Relativo (RR) = 0,83; Intervalo de Confiança(IC) 95%:0,72-0,95). Evidenciaram-se superioridade das superfícies de baixa pressão constante (RR = 0,38; IC 95%;0,24-0,61), dos dispositivos de pressão alternada (RR = 0,31; IC95%:0,17-0,58) e das espumas alternativas (RR = 0,40; IC95%:0,21-0,74) quando comparadas ao colchão hospitalar padrão ou de espuma padrão. O uso de cobertura de silicone reduziu em 75% a incidência de lesão por pressão (RR = 0,25; IC95%:0,16-0,41) quando comparada a nenhuma cobertura. Conclusão: Embora algumas intervenções demonstrem-se efetivas na redução da incidência da lesão por pressão, as evidências são limitadas ou muito limitadas e sujeitas a alteração. Registro CRD42017064586.


Subject(s)
Humans , Nursing , Evidence-Based Nursing , Wounds and Injuries , Review , Pressure Ulcer
16.
Int. arch. otorhinolaryngol. (Impr.) ; 26(4): 744-752, Oct.-Dec. 2022. tab, graf
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1421672

ABSTRACT

Abstract Introduction Allergic rhinitis (AR) is estimated to affect up to 30% of the world population. With the rise in cases, newer treatment modalities have been explored. Probiotics have shown to reduce symptoms of AR and improve quality of life. A few systematic reviews have been published aiming to assess the role of probiotics in AR. Objectives To consolidate the recent evidence with an overview of systematic reviews by extracting data regarding subjective outcomes (from quality of life questionnaires, the Total Nasal Symptom Score, the Total Ocular Symptom Score, the Daily Total Symptom Score, the incidence of AR, and the Rhinitis Total Symptom Score) and objective outcomes (levels of antigen-specific immunoglobulin E [IgE], total IgE, interleukin 10 [IL-10], interferon gamma [IFNG], eosinophil, and the T helper 1/T helper 2 [Th1/Th2] ratio). Data Synthesis We conducted a literature search on the PubMed, EBSCO CINAHL, EBSCO Dentistry & Oral Sciences Source, and Cochrane Library up to April 14, 2020. The qualitative assessment was performed using the Assessing the Methodological Quality of Systematic Reviews (AMSTAR-2) tool. A total of 419 titles were screened, and 3 systematic reviews met our eligibility criteria. Probiotics in the treatment of AR have been shown to improve quality of life, the total nasal and ocular symptom scores, the daily total symptom scores and Th1/Th2 ratio. No difference was ascertained for rhinitis total symptom score, and the rates of antigen-specific IgE, total IgE, IL-10, INFG and eosinophil. Conclusion The present review showed that there is considerable evidence that probiotics are useful in the treatment of AR. Further randomized trials targeting the limitations of the currently-available evidence can help ascertain the usefulness of probiotics in cases of AR.

17.
Diagn. tratamento ; 27(4): 157-63, out-dez. 2022. tab, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1399070

ABSTRACT

Contextualização: A vitamina C (ácido ascórbico) é, sem dúvida, a mais popular dentre as vitaminas e a vedete de vendas na mídia, sobretudo no inverno, sob o slogan de que previne doenças. Objetivos: O estudo avaliou a efetividade da suplementação de vitamina C para tratamento e prevenção de sintomas e doenças, segundo as revisões sistemáticas da Colaboração Cochrane. Métodos: Trata-se de overview de revisões sistemáticas Cochrane. Procedeu-se à busca na Cochrane Library (2022), sendo utilizado o termo "Ascorbic Acid". O desfecho primário de análise foi a redução da incidência da doença ou a melhora clínica, mediante suplementação de vitamina C. Resultados: A estratégia de busca recuperou 26 revisões sistemáticas Cochrane, sendo oito estudos incluídos, seguindo critérios de inclusão. Foram avaliados 91 ensaios clínicos (n = 54.864 participantes). Condições/doenças fetais, pneumonia, resfriado comum, tétano, doença cardiovascular, asma e broncoconstrição por exercício, retinopatia diabética e Doença de Charcot-Marie-Tooth configuraram objetos de análise. Não foi evidenciada efetividade da vitamina C nas análises dessas condições. Discussão: Não há evidência de efetividade da vitamina C para as doenças analisadas. Embora a maioria dos estudos primários tenha limitações sérias e a evidência seja de baixa qualidade, não é possível recomendar a suplementação da vitamina C para essas condições nesse momento. Conclusão: Não há efetividade, nesse momento, da suplementação da vitamina C para prevenção e tratamento de doenças analisadas pela Cochrane, A evidência é bastante limitada e recomenda-se a realização de novos ensaios clínicos randomizados, utilizando-se o CONSORT (Consolidated Standards of Reporting Trials) Statement.


Subject(s)
Ascorbic Acid , Therapeutic Uses , Disease Prevention , Evidence-Based Practice , Systematic Review
18.
J. oral res. (Impresa) ; 11(6): 1-9, nov. 3, 2022. ilus, tab
Article in English | LILACS | ID: biblio-1437587

ABSTRACT

Introduction: Due to the extensive number of studies developed on periodontal pathologies and the clinical need generated to correct bonvze defects, we have carried out an Overview of systematic reviews using the FRISBEE methodology. Material and Methods: Through this study we expect to bridge the knowledge gap generated regarding the clinical question on the effectiveness of autologous bone substitutes and xenografts in maxillary and mandibular bone defects. Results: For this study, we carried out a systematic search in Epistemonikos and PubMed, we included 3 systematic reviews and 5 primary studies included in these reviews to extract their data. We analyzed data using RevMan 5.4. and GRADEpro. Assessed outcomes included: bone gain [MD 0.06 mm lower (0.26 lower to 0.14 higher)] and bone resorption [MD 0.03 mm higher (0.12 lower to 0.18 higher)], where no significant differences were found between the study groups. The certainty of the evidence was moderate for both outcomes. Bone length and bone density outcomes were not measured or reported in the included studies. Conclusion: We concluded that there are no significant clinical differences between the application of autologous bone grafts and xenografts for bone defects correction for the assessed outcomes, therefore, these biomaterials should be applied at the discretion of the clinician and according to the needs and preferences of patients.


Introducción: Debido al extenso número de estudios desarrollados sobre patologías periodontales y a la necesidad clínica generada para corregir defectos óseos, hemos realizado un Overview de revisiones sistemáticas tipo FRISBEE para acortar la brecha de conocimiento generada respecto a la pregunta clínica sobre la efectividad de sustitutos óseos tipo autólogo y xenoinjertos en defectos óseos a nivel maxilar y mandibular. Material y Métodos: Para este estudio realizamos una búsqueda sistemática en Epistemonikos y PubMed, de los cuales incluimos 3 revisiones sistemáticas y 5 estudios primarios incluidos en estas revisiones para extraer sus datos. Los datos fueron analizados a través de RevMan 5.4. Y GRADEpro. Resultados: Los estudios analizaron los desenlaces propuestos: ganancia ósea posterior a la aplicación del injerto óseo [MD 0.06 mm menos (0.26 menos a 0.14 más)] y reabsorción ósea posterior a la aplicación del injerto óseo [MD 0.03 mm más (0.12 menos a 0.18 más)], donde no se encontraron diferencias significativas entre los grupos de estudio. La certeza de la evidencia fue moderada para ambos desenlaces. Los desenlaces longitud ósea y densidad ósea no fueron medidos o reportados en los estudios incluidos. Conclusión: Se concluyó que no hay diferencias que sean clínicamente significativas entre la aplicación de injertos óseos autólogos y xenoinjertos para la corrección de defectos óseos para los desenlaces analizados, por lo que, la aplicación de estos biomateriales queda a criterio del clínico, y de acuerdo a las necesidades y preferencias de los pacientes.


Subject(s)
Humans , Transplantation, Autologous , Bone Transplantation/methods , Alveolar Bone Grafting/methods , Periodontal Diseases , Bone Substitutes , Allografts , Autografts , Heterografts
19.
Acta fisiatrica ; 29(3): 232-244, set. 2022.
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1392263

ABSTRACT

Fibromyalgia is a debilitating and chronic pain processing disorder, in which the proportion of patients who achieve good results with pharmacotherapy is small. However, choosing the best available evidence on pharmacotherapy can optimize patient clinical outcomes. Objective: This overview aimed to identify in systematic reviews the effects of pharmacotherapy on fibromyalgia, considering the quality of the reviews and the efficacy of the outcomes. Methods: This search was performed in seven databases: PubMed, Web of Science, COCHRANE, Lilacs, Embase, Scopus and IPA. The methodological quality was evaluated using A MeaSurement Tool to Assess Systematic Reviews 2. The protocol was registered in the PROSPERO database (CRD42018095943). Results: A total of 63 systematic reviews were selected after reading full texts, but only 8 of them were of moderate to high quality and were included in this overview. All included reviews were published in English, between 2012 and 2018, performed meta-analysis, used the American College of Rheumatology (1990) diagnostic criteria for fibromyalgia, and jointly assessed pain improvement, adverse reactions, and withdrawal. Most reviews included only randomized controlled trials. Of the fourteen drugs addressed in systematic reviews evaluated, duloxetine, milnacipran, and pregabalin showed evidence of improvement in pain (Moderate: ≤30%) and other fibromyalgia symptoms, as depression and fatigue. However, these medications presented significant withdrawals due to adverse reactions (mainly nausea, headache, dizziness and constipation). The rate of treatment withdrawal reached 36%. Conclusion: Few studies have high quality and sufficient evidence on the effect of medicines on fibromyalgia, resulting in a lack of support for prescribers to choose drugs that meet criteria for need, effectiveness, safety and compliance.


Fibromialgia é um distúrbio de processamento da dor debilitante e crônico, em que a proporção de pacientes que obtêm bons resultados com a farmacoterapia é pequena. No entanto, escolher a melhor evidência disponível sobre a farmacoterapia pode otimizar os resultados clínicos do paciente. Objetivo: Esta overview teve como objetivo identificar em revisões sistemáticas os efeitos da farmacoterapia na fibromialgia, considerando a qualidade das revisões e a eficácia dos resultados. Métodos: Esta busca foi realizada em sete bases de dados: PubMed, Web of Science, COCHRANE, Lilacs, Embase, Scopus e IPA. A qualidade metodológica foi avaliada usando A MeaSurement Tool to Assess Systematic Reviews 2. O protocolo foi registrado no PROSPERO (CRD42018095943). Resultados: Um total de 63 revisões sistemáticas foram selecionadas após a leitura de textos completos, mas apenas 8 delas eram de qualidade moderada a alta e foram incluídas nesta overview. Todas as revisões incluídas foram publicadas em inglês, entre 2012 e 2018, realizaram meta-análises, utilizaram os critérios de diagnósticos do American College of Rheumatology (1990) para fibromialgia e avaliaram conjuntamente a melhora da dor, reações adversas e retiradas. A maioria das revisões incluiu apenas ensaios clínicos randomizados. Dos quatorze medicamentos abordados nas revisões sistemáticas avaliadas, duloxetina, milnaciprano e pregabalina mostraram evidências de melhora da dor (moderada: ≤30%) e de outros sintomas da fibromialgia como depressão e fadiga. No entanto, esses medicamentos apresentaram retiradas significativas devido a reações adversas (principalmente náusea, cefaleia, tontura e constipação). A taxa de abandono ao tratamento chegou a 36%. Conclusão: Poucos estudos apresentam evidências suficientes e de alta qualidade sobre o efeito dos medicamentos na fibromialgia, resultando na falta de apoio para os prescritores escolherem medicamentos que atendam aos critérios de necessidade, eficácia, segurança e adesão.

20.
Diagn. tratamento ; 27(3): 108-13, jul-set. 2022. tab, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1380682

ABSTRACT

A perda auditiva sensorioneural é condição de elevada prevalência mundial, constituindo problema socioeconômico relevante e preocupante atualmente. Atrelada a muitos fatores de risco, os esforços voltam-se à redução de seu impacto para o futuro. Objetivos: Este estudo avaliou a efetividade das intervenções preventivas e terapêuticas para perda auditiva sensorioneural, segundo as revisões sistemáticas da Colaboração Cochrane. Métodos: Trata-se de overview de revisões sistemáticas Cochrane. Procedeu-se à busca na Cochrane Library (2022), sendo utilizado o termo MeSH "HEARING LOSS". Todos os estudos relacionados à prevenção e tratamento de perda auditiva sensorioneural foram incluídos. O desfecho primário de análise foi a melhora clínica. Resultados: Seis estudos foram incluídos, totalizando 26 ensaios clínicos randomizados (ECRs) (n = 2.139 participantes). Esteroides, antivirais, vasodilatadores, oxigenioterapia hiperbárica e prótese auditiva (aparelho de amplificação sonora individual, AASI) foram avaliados. Nenhuma intervenção medicamentosa mostrou efetividade. Apenas o uso de AASI mostrou melhora na qualidade de vida no que tange à audição. Discussão: Todos os estudos encontrados são de cunho terapêutico, não havendo análises de prevenção da perda auditiva. Em geral, trata-se de estudos com baixa amostragem e alta heterogeneidade, sendo que apenas o uso de AASI pode ser recomendado no momento. Sugere-se a realização de novos ECRs, de qualidade, para intervenções cuja efetividade é ainda incerta, seguindo-se as recomendações do CONSORT (Consolidated Standards of Reporting Trials) Statement. Conclusão: Apenas o uso de AASI apresenta evidência de melhora na qualidade de vida de pacientes com perda auditiva sensorioneural. Nenhuma intervenção medicamentosa apresenta evidência de efetividade atualmente para essa finalidade.


Subject(s)
Therapeutics , Disease Prevention , Evidence-Based Practice , Systematic Review , Hearing Loss
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL
...