Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 9.340
Filtrar
1.
Fortaleza; s.n; mar. 2021.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1248377

RESUMEN

Os pacientes com doença renal crônica, apresentam-se vulneráveis a episódios que colocam a segurança de sua saúde em risco, sobretudo devido ao processo de tratamento que expõe a altas taxas de intervenções. Alguns fatores associados à assistência à saúde contribuem para o risco de complicações e morte, dos quais destacam-se: administração de medicamentos potencialmente perigosos, uso contínuo de um acesso vascular e trabalho interdisciplinar. Com isso, objetivou-se analisar a segurança do paciente com doença renal crônica em clínicas de hemodiálise. Foi realizado um estudo observacional, do tipo analítico e transversal. A amostra do estudo foi composta por 200 pacientes renais crônicos, 30 técnicos de enfermagem e sete enfermeiros de três clínicas de hemodiálise localizadas em Fortaleza-CE. Os critérios de inclusão dos pacientes foram: estar presente na sessão de hemodiálise no dia da coleta de dados e possuir idade igual ou superior a 18 anos. Por sua vez, foram selecionados os enfermeiros e técnicos de enfermagem que prestaram assistência aos pacientes inclusos no estudo. A coleta de dados ocorreu no período de setembro a novembro de 2019 mediante aplicação do formulário de caracterização sociodemográfica e clínica e Escala de Avaliação da Segurança do Paciente Renal Crônico em Hemodiálise. Os dados foram analisados por estatística descritiva e analítica pelo pacote estatístico SPSS versão 20.0. O presente estudo respeitou os princípios éticos e legais sob aprovação do Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal do Ceará com parecer 3.255.635. Os resultados encontrados evidenciaram significância estatística no nível de segurança entre as três clínicas de hemodiálise (p= 0,000). As clínicas 1 e 2 apresentaram práticas assistenciais seguras e a clínica 3 apresentou práticas assistenciais inseguras, com médias de 37,3, 37,7 e 32,2 pontos, respectivamente. Identificou-se diferença nas estatísticas entre o nível de segurança com as variáveis sociodemográficas e clínicas dos pacientes com uso de medicação (p= 0,008) e correlação com tempo que realiza hemodiálise (p= 0,002; rô= 0,216). Ao avaliar o perfil dos profissionais de saúde foram evidenciadas diferenças estatísticas entre o nível de segurança com as variáveis sociodemográficas: estado civil [enfermeiro (p= 0,000)], raça [enfermeiro (p=0,017) e técnico de enfermagem (p= 0,025)], grau de formação [enfermeiro (p= 0,000)], renda [enfermeiros (p=0,013) e técnico de enfermagem (p= 0,000)], religião [técnico de enfermagem (p= 0,008)] e correlação com as variáveis: idade [enfermeiro (p=0,000; rô= 0,390)], carga horária semanal na instituição [enfermeiro (p=0,000 e rô=0,359)]; técnico de enfermagem (p=0,010; rô= 0,183)], tempo que trabalha com hemodiálise [enfermeiro (p=0,000; rô=0,529)], tempo que trabalha na instituição [enfermeiro (p= 0,007; rô= 0,193)] e 12 dimensionamento da instituição [enfermeiro (p=0,000; rô= 0,334)]. Com isso, conclui-se que há inconformidade em uma clínica estudada e que fatores sociodemográficos e clínicos de pacientes e profissionais da saúde corroboram com o nível de segurança. Assim, torna-se necessária a implementação de processos formativos no âmbito da educação em saúde e o desenvolvimento de novas diretrizes para segurança do paciente na clínica com inconformidade. (AU)


Asunto(s)
Estudio de Evaluación , Seguridad del Paciente , Enfermería en Nefrología , Unidades de Hemodiálisis en Hospital
2.
Fortaleza; s.n; Mar. 2021.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1223309

RESUMEN

A asma é uma doença inflamatória crônica não transmissível do trato respiratório inferior, que, embora tratável, traz consequências para a saúde das crianças. Intervenções de educação em saúde utilizando materiais educativos que promovam o desenvolvimento da autoeficácia de pais e/ou cuidadores podem influenciar na qualidade do cuidado ofertado à criança asmática e em sua qualidade de vida. Diante do exposto, objetivou-se a construção e validação de conteúdo e aparência de um álbum seriado para promoção da autoeficácia de pais e/ou cuidadores no manejo e controle da asma infantil. Tratou-se de estudo metodológico de construção do álbum seriado intitulado "Asma infantil: você é capaz de controlar!", Com base nos itens da escala Autoeficácia e nível de controle da asma de seu filho, na cartilha educativa "Você é capaz de controlar a asma da sua criança - Vamos aprender juntos? " e na Teoria da Autoeficácia de Albert Bandura. O álbum seriado consta de 27 páginas divididas em quatro partes: I - Capa e informações introdutórias (sumário, apresentação, como utilizar o álbum e boas técnicas de comunicação); II - Introdução à asma; III - Informações sobre controle e manejo da asma; IV - Asma e covid-19. Após construção do material educativo, este passou por processo de validação de conteúdo e aparência por 25 juízes de conteúdo (16 docentes na área de enfermagem e 9 enfermeiros assistenciais) e três juízes técnicos (área de comunicação e design). A validação foi feita avaliando clareza de linguagem, pertinência prática e relevância teórica, com cálculo de Coeficiente de Validade de Conteúdo (CVC). Como resultados, foram avaliadas como validadas as páginas do álbum que atingiram CVC ≥ 0,80 para juízes de conteúdo e CVC ≥ 0,70 para juízes técnicos. O CVC total do álbum seriado foi de 0,96 de acordo com a avaliação dos juízes de conteúdo e 0,83 de acordo com juízes técnicos. O instrumento Avaliação de Adequação de Materiais (SAM) foi utilizado para avaliação da adequabilidade do álbum seriado para utilização com público-alvo. O material educativo foi avaliado como "superior", com escore total de 92,67% para juízes de conteúdo e 73,81% para juízes técnicos. Alterações foram feitas no álbum seriado após processo de validação, de acordo com as sugestões dos juízes e uma segunda versão do material foi finalizada. Pode-se concluir que o álbum seriado construído é valido e possui alto grau de recomendação para utilização com pais e / ou cuidadores no controle e manejo da asma infantil. )AU)


Asunto(s)
Asma , Enfermería , Tecnología Educacional , Autoeficacia , Estudio de Validación
3.
São Paulo; s.n; 20210219. 122 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BBO - Odontología | ID: biblio-1147702

RESUMEN

Os distúrbios que ocorrem durante a formação do esmalte de dentes decíduos que se apresentam como Defeitos do Desenvolvimento do Esmalte (DDE) possuem importante significado clínico, pois podem causar problemas estéticos, alteração na oclusão, sensibilidade dentária e podem atuar como fator predisponente à cárie dentária, bem como ser preditor da Hipomineralização Molar - Incisivo. Estas possíveis implicações clínicas podem impactar negativamente na qualidade de vida relacionada a saúde bucal (QVRSB) das crianças com DDE. Os objetivos do presente estudo foram conhecer a prevalência e gravidade dos DDE em dentes decíduos, identificar os fatores etiológicos associados aos DDE e avaliar o impacto dos DDE na QVRSB. O estudo avaliou 336 crianças de 2 a 4 anos de idade do município de Santa Isabel, São Paulo durante a campanha nacional de vacinação. Para o diagnóstico dos DDE foi avaliada a extensão, localização, cor do defeito e o tipo de defeito, através do índice DDE modificado preconizado pela Federação Dentária Internacional. As mães ou cuidadores legais responderam a um questionário sobre variáveis sociodemográficas e condições pré, peri e pós-natal. Para avaliar o impacto dos DDE na QVRSB, foram coletados dados utilizando a versão brasileira do questionário ECOHIS. Foram realizadas análises descritivas, teste Kappa, teste qui-quadrado, teste de normalidade Kolgomorov Smirnov, teste Wilcoxon, análises não ajustadas e ajustadas de regressão de Poisson (? = 0.05). A prevalência de DDE foi 50,6%. As opacidades demarcadas (45,0%) e difusas (36,0%) de coloração branco/creme foram os defeitos mais frequentes. Molares foram os dentes mais afetados, e dentre as superfícies examinadas, as faces vestibulares foram as mais acometidas. Houve associação dos DDE com o consumo de álcool na gestação (RP 1.26; IC 95%=1.03- 1.55; p=0.022), hospitalização da criança no primeiro ano de vida por doenças infecciosas (RP=1.36; IC 95%=1.07-1.65; p=0.010) e cárie dentária (RP=1.31; IC 95%=1.03-1.65; p=0.022). Crianças que foram amamentadas por 12 meses tiveram menor risco de desenvolver DDE (RP=0.54; IC 95%=0.44-0.68; p=0.001). As opacidades de cor amarelo-marrons apresentaram maior chance de causarem impacto negativo nos domínios sintoma e limitação (p<0,05) e no domínio angústia dos pais (p<0,05). Pode-se concluir que os DDE apresentam alta prevalência e gravidade leve. Consumo de álcool durante a gravidez e hospitalização da criança por doenças infecciosas no primeiro ano de vida são fatores de risco para DDE na dentição decídua. A amamentação por um período de 12 meses é um fator de proteção ao desenvolvimento de DDE na dentição decídua. As opacidades demarcadas amarela-marrons causam impacto negativo na QVRSB de crianças de 2 a 4 anos conforme os relatos dos pais.


Asunto(s)
Calidad de Vida , Diente Primario , Lactancia Materna , Epidemiología
4.
São Paulo; s.n; 2021. 53 p. ilust, tabelas.
Tesis en Portugués | LILACS, Inca | ID: biblio-1178974

RESUMEN

INTRODUÇÃO: cuidado paliativo é uma abordagem multidisciplinar que propõe uma melhoria na forma de cuidar do paciente e de seus familiares, que enfrentam doenças que ameacem a manutenção da vida. Os profissionais precisam estar aptos a prestar uma assistência holística. OBJETIVO: analisar as ações de intervenção sobre cuidados paliativos oncológicos na capacitação de profissionais de saúde da atenção básica, de um município do Nordeste. MÉTODO: estudo quantitativo realizado com enfermeiros e médicos, com aplicação de formulário semiestruturado. Na análise dos dados foi utilizado o teste de McNemar-Bowker, para avaliação das proporções pré e pós-curso. Estudo qualitativo realizado com cuidadores de pacientes em cuidados paliativos da atenção básica do município de Juazeiro-BA, através de entrevistas com roteiro norteador e análise de conteúdo temático. RESULTADOS: incluíram-se 69 profissionais (56% da população estimada), sendo 29 (42%) médicos e 40 (58%) enfermeiros. A maioria dos participantes (71%) era do sexo feminino, tinha idade entre 31 e 40 anos (62%), era casada/união estável (64%) e se declarou católica (65%). Destes, 71% possuíam algum tipo de pós-graduação, apenas 3% tinham capacitação em cuidados paliativos, sendo todos enfermeiros. E 10 cuidadoras familiares, todas do sexo feminino, idade entre 20 e 70 anos, 60% eram casadas e 40 % cursaram o ensino fundamental. Destas, 50% eram esposas, 30% filhas e 10% irmãs e mães. Quanto à compreensão dos profissionais sobre cuidados paliativos, antes da capacitação, 80% dos profissionais responderam correto; após, esse número subiu para 99%, o que representa um aumento de 19% depois do curso. Em habilidades, a maior parte dos profissionais optou pela alternativa 'ter a visão integral do paciente'. O percentual de respostas afirmativas variou de 82%, antes da capacitação para 95% depois, representando um aumento de 13% nas respostas. Os profissionais consideraram que devem ser disponibilizados os cuidados paliativos oncológicos, 100% dos profissionais responderam que seria por meio do plano de cuidados orientado pelo médico, antes da capacitação e após 99%. Quanto aos aspectos prioritários para disponibilizar os cuidados paliativos oncológicos, antes da capacitação, 47% responderam físicos, espirituais e emocionais e após 58% responderam o mesmo item, havendo um aumento de 11% no item correto. Com relação à percepção das cuidadoras familiares, apresentada por meio da parte qualitativa do estudo, demonstrou-se que as equipes prestam, mesmo com escassez de recursos humanos e materiais, uma assistência humana com disponibilização do acesso ao serviço e satisfação no atendimento. CONCLUSÃO: os resultados evidenciam que a capacitação foi efetiva em relação aos conhecimentos sobre cuidados paliativos, o que pode ser corroborado através da percepção das cuidadoras familiares sobre a modificação de condutas da equipe


INTRODUCTION: Palliative care is a multidisciplinary approach that proposes an improvement in the way of caring for patients and their relatives, who face diseases that threaten the maintenance of life. Professionals need to be able to provide holistic care. OBJECTIVE: To analyze the intervention actions about palliative oncologic care in the training of primary care health professionals, in a town in the Brazilian Northeast. METHOD: Quantitative study performed with nurses and physicians, using a semi-structured form. For data analysis, the McNemar-Bowker test was used in order to assess the pre- and post-course proportions. Qualitative study conducted with caregivers of pacients in palliative care in primary care patients from the town of Juazeiro-BA, through interviews with guiding script and thematic content analysis. RESULTS: A total of 69 professionals (56% of the estimated population) were included, 29 (42%) physicians and 40 (58%) nurses. Most participants (71%) were female, aged between 31 and 40 years old (62%), were married/in a stable relationship (64%) and declared themselves Catholic (65%). Of these, 71% had some kind of graduate degree, only 3% had training in palliative care, being all nurses. Moreover, 10 family caregivers, all female, aged between 20 and 70 years, where 60% were married and 40% attended elementary school. Of these, 50% were wives, 30% daughters and 10% sisters and mothers. As for the professionals' understanding of palliative care, before training, 80% of the professionals answered appropriately; after that, that number rose to 99%, which represents an increase of 19% after the course. In terms of skills, most professionals opted for the alternative 'having a comprehensive view of the patient'. The percentage of affirmative answers ranged from 82% before training to 95% afterwards, representing a 13% increase in answers. The professionals considered that palliative oncologic care should be made available, Where 100% of the professionals answered that it would be through the care plan guided by the physicians, before training and 99% after. Regarding the priority aspects to provide palliative oncologic care, before training, 47% answered physical, spiritual and emotional and after 58% answered the same item, with an increase of 11% in the correct item. Regarding the perception of family caregivers, introduced through the qualitative part of the study, it was proved that the teams provide, even with a shortage of human and material resources, a human care, thus providing access to the service and satisfaction in the service. CONCLUSION: The results show that the training was effective in relation to knowledge about palliative care, which can be corroborated through the perception of family members about the modification of the team's conduct


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Adulto , Persona de Mediana Edad , Cuidados Paliativos , Atención Primaria de Salud , Capacitación en Servicio , Neoplasias
5.
Fortaleza; s.n; dez. 2020. 133 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1148350

RESUMEN

O estudo objetivou avaliar a qualidade do planejamento reprodutivo com Implanon®, com base nos seis elementos da qualidade propostos por Judith Bruce. Pesquisa avaliativa, com 110 usuárias do método, realizada de março a dezembro/2019, com roteiro semiestruturado de entrevista, em quatro instituições da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará. Realizou-se análise pelos testes χ2 , Fisher-Freeman Halton e razão de verossimilhança, considerando p<0,05. As médias e anos de estudo foram 26,5 e 10,8 anos, respectivamente; 61,8% declararam união estável e 64,4% com renda familiar média de 1,5 salário mínimo. Os elementos da qualidade adequados foram: competência profissional (88,2%), rede apropriada de serviços (84,6%) e relação interpessoal (82,7%). Houve fragilidade no conhecimento geral acerca dos benefícios não contraceptivos. A maioria das mulheres estavam satisfeitas com o Implanon® (83,6%), tinham intenção de nova aquisição (78%) e recomendariam (87,3%). A percepção da qualidade da assistência apresentou quatro categorias: ambiente, serviço, método e profissional (51,8%). Os resultados evidenciaram que a prática dos profissionais atuantes no planejamento reprodutivo relacionado ao Implanon® contemplaram os seis elementos de qualidade propostos por Judith Bruce para avaliação do processo. (AU)


Asunto(s)
Evaluación en Salud , Enfermería , Poblaciones Vulnerables , Planificación Familiar , Servicios de Planificación Familiar
6.
Fortaleza; s.n; dez. 2020. 170 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1252864

RESUMEN

A utilização dos diagnósticos de enfermagem na prática clínica com segurança requer que eles sejam confiáveis, indicando a importância dos estudos de validação diagnóstica com vistas a revisá-los e testá-los clinicamente. Assim, o objetivo deste estudo foi desenvolver duas etapas do processo de validação de diagnósticos de enfermagem com o intuito de obter evidências de validade teórica e de conteúdo do diagnóstico Nutrição desequilibrada: menor do que as necessidades corporais no contexto de crianças com câncer. Essas etapas incluíram o desenvolvimento de uma Teoria de Situação Específica (TSE) e o processo de avaliação do conteúdo diagnóstico por juízes. A primeira etapa baseou-se na estrutura pré-existente do diagnóstico de enfermagem em questão contido na taxonomia da NANDA Internacional, no subcomponente Nutrição do modo fisiológico descrito no Modelo de Adaptação de Roy e numa revisão integrativa da literatura. Esta primeira etapa, desenvolvida de abril de 2017 a julho de 2018, ocorreu conforme as etapas: definição da abordagem para construir a TSE, definição de modelos conceituais a serem analisados, definição de conceitos chaves, desenvolvimento de um diagrama pictórico, construção de proposições e estabelecimento de relações causais entre os elementos e evidências para a prática. Como resultado novos atributos essenciais foram elencados. A partir disso, identificou-se 26 fatores clínicos antecedentes (FCA) e 22 fatores clínicos consequentes (FCC) correspondentes ao diagnóstico em estudo, sendo elaboradas definições conceituais e operacionais. A análise desses conceitos permitiram o desenvolvimento do diagrama do tipo causa e efeito, construção de 10 proposições e estabelecimento de efeitos causais. Assim, verificou-se uma diferença considerável entre os elementos elencados para TSE e os incluídos na NANDA internacional. Nesta, a definição do diagnóstico restringe-se à etapa de ingestão, são apenas sete os FCA e os 22 FCC são diferentes. A segunda etapa consistiu na avaliação do conteúdo diagnóstico por juízes e teve por finalidade verificar a adequação da etiqueta diagnóstica, a relevância dos FCA e FCC para o estabelecimento do diagnóstico e a clareza e precisão das definições conceituais e operacionais determinadas para TSE. Para esta etapa, utilizou-se como referencial metodológico o teorema da diversidade preditiva. A seleção dos 23 juízes baseou-se em parâmetros pré-estabelecidos, que levaram em conta experiência acadêmica e prática, classificando-os em cinco níveis de expertise. A coleta de dados ocorreu nos meses de fevereiro a junho de 2019. A medida de avaliação utilizada foi a pseudomediana das avaliações realizadas pelos juízes, ponderadas pelo nível de expertise de cada avaliador, adotando-se como ponto de corte um valor de 0,9 para o 9 Índice de Validação de Conteúdo, a fim de considerar a adequação de cada item avaliado individualmente. Quanto à adequação da nova etiqueta diagnóstica, 78,26% das juízas julgaram ser mais adequada a etiqueta e a definição elencadas para a TSE. Dos 22 FCC analisados, cinco não foram considerados relevantes, são eles: Apatia; Edema de membros inferiores; Petéquias, púrpuras ou equimoses; Fratura; e Organização Perceptual Insatisfatória. Os FCC Cabelo seco e quebradiço e Membranas mucosas pálidas não apresentaram, respectivamente, precisão da definição conceitual e precisão da definição operacional. Em relação aos FCA, um fator não foi submetido a análise, assim, dos 25 analisados, quatro não foram considerados relevantes, são eles: Não aceitação da doença, Solidão, Relações interpessoais perturbadas e Disgeusia. Este último, recomenda-se mantê-lo devido evidências em estudos robustos. As definições conceituais dos FCA Náuseas/vômitos e Padrão alimentar inadequado não apresentaram, respectivamente, clareza e precisão. Em relação às definições operacionais do FCA, Anorexia e Náuseas/vômitos não apresentaram precisão. Os 17 FCC julgados relevantes apresentaram IVC-G alta, concordância entre os juízes moderada e a consistência interna alta. O que também ocorreu para os 21 FCA julgados relevantes. Diante disso, foram feitas alterações nas definições conforme sugestões das juízas. Conclui-se que, de acordo com os métodos empregados, o presente estudo proporcionou o refinamento e aperfeiçoamento dos componentes do diagnóstico em estudo na população de crianças com câncer, composto, até esta etapa, por novos atributos essenciais, 22 FCA e 17 FCC. Dessa forma, dá subsídios a identificação da presença do diagnóstico na referida população com mais precisão. (AU)


Asunto(s)
Diagnóstico de Enfermería , Niño , Estudio de Validación , Desnutrición , Oncología Médica
7.
Fortaleza; s.n; dez. 2020. 110 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1252868

RESUMEN

O reconhecimento dos indicadores diagnósticos do diagnóstico de enfermagem Comportamento de saúde propenso a risco (00188) é importante para o direcionamento das intervenções de enfermagem e alcance dos resultados de promoção do bem-estar materno-fetal. O objetivo do estudo foi avaliar os indicadores diagnósticos de Comportamento de saúde propenso a risco em adolescentes grávidas. Realizou-se estudo transversal nas Estratégia de Saúde da Família de um município da região metropolitana do Cariri, nos meses de janeiro a agosto de 2019. Participaram 181 adolescentes grávidas. O instrumento de coleta de dados continha informações sociodemográficos e obstétricos e, indicadores diagnósticos de Comportamento de saúde propenso a risco. Este foi elaborado com base em revisão integrativa de literatura sobre o tema e consulta à taxonomia da NANDA Internacional edição 2018-2020. Assim, foram incluídos dois indicadores: Hábitos alimentares inadequados e Múltiplos parceiros sexuais e três fatores causais: Influência negativa dos amigos, Região de residência isolada e Acesso restrito aos serviços de saúde. Os dados foram coletados por meio de entrevista. A análise deu-se por meio do programa estatístico IBM SPSS versão 21.0 for Windows e do software R versão 2.12.1. O método de análise de classe latente foi utilizado e a característica definidora foi considerada estatisticamente significante se pelo menos um dos seus valores de sensibilidade ou especificidade fosse superior a 0,5 e se seu respectivo intervalo de confiança não incluísse tal valor. Para todas as análises, foi considerado o nível de significância de 0,05. Foram ajustados modelos de regressão logística univariada para cada fator causal. Foram calculadas odds ratio com seus respectivos intervalos de confiança. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa. As adolescentes grávidas tinham entre 12 e 19 anos. A maioria residia na zona urbana (n = 97; 53,6%); 172 (95%) não possuíam trabalho remunerado; 135 (74,6%) tinham alguma crença/religião; 13 (7,2 %) eram órfãs; 146 (80,7%) relataram possuir alguém desempregado em seu convívio familiar; 37 (20,4%) relataram ter utilizado álcool mesmo estando grávidas. A prevalência do diagnóstico de enfermagem Comportamento de saúde propenso a risco foi de 31,04%. Os indicadores clínicos de Comportamento de saúde propenso a risco manifestadas com maior prevalência foram: Falha em agir de forma a prevenir problemas de saúde, Hábitos alimentares inadequados e Minimiza mudanças no estado de saúde. Dentre estes, os primeiros indicadores foram os mais sensíveis ao diagnóstico de enfermagem. As características definidoras Abuso de substâncias e Múltiplos parceiros sexuais apresentaram-se como específicas para Comportamento de saúde propenso a risco. Os fatores relacionados manifestados que apresentaram associação estatisticamente 8 significante com a identificação do diagnóstico de enfermagem foram Apoio social insuficiente, Estressores, Baixa autoeficácia, Ansiedade social, Região de residência isolada e Acesso restrito aos serviços de saúde. Assim, conclui-se que o estudo possibilitou a identificação de duas características sugestivas e duas características confirmatória para a inferência do diagnóstico de enfermagem Comportamento de saúde propenso a risco em adolescentes grávidas; seis fatores causais aumentaram a probabilidade de ocorrência do diagnóstico de enfermagem em estudo. (AU)


Asunto(s)
Diagnóstico de Enfermería , Embarazo , Adolescente , Enfermería
8.
Fortaleza; s.n; nov. 2020. 115 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1148351

RESUMEN

Uma condição para desenvolvimento do câncer de colo uterino é a infecção pelo papilomavírus humano. Apesar da disponibilidade da vacina contra o vírus, observa-se que muitos adolescentes não aderem essa estratégia de cuidado. Nesse contexto, torna-se imprescindível o desenvolvimento de processos educativos acerca da vacinação. Assim, objetivou-se analisar a eficácia da intervenção educativa em saúde "Sai fora, HPV!" para o aumento do conhecimento, da atitude e da adesão de adolescentes à vacinação contra o papilomavírus humano por meio de estudo experimental, do tipo ensaio clínico randomizado controlado. O estudo dividiu-se em três fases: Construção e validação da tecnologia educativa; Análise da adesão das adolescentes à vacina contra o papilomavírus humano; Avaliação dos efeitos da intervenção educativa à adolescentes para adesão à vacina contra papilomavírus humano. Realizou-se em seis escolas municipais do Nordeste brasileiro de agosto de 2018 a janeiro de 2020. A amostra total foi de 238 adolescentes no pré-teste e 210 no pós-teste. Aplicou-se o inquérito conhecimento, atitude e prática pré e pós-intervenção. Para tratamento dos dados, realizou-se análise descritiva, teste de Qui-Quadrado, teste de McNemar e modelo de regressão logística. O nível descritivo utilizado foi de 5%. Esse estudo foi aprovado sob o parecer nº 2.645.679, registrado na Plataforma Internacional de Registros de Ensaios Clínicos e submetido no portal do Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos. O desenvolvimento da tecnologia educativa teve como base princípios para adequabilidade da comunicação escrita, utilizando-se referenciais teórico-metodológicos e embasamento na literatura científica. O projeto foi nomeado: "Sai fora, HPV!" e constituído por 21 textos educativos curtos relacionados à prevenção da infecção pelo papilomavírus humano, em especial à vacinação. No processo de validação com sete juízes, o índice de validação de conteúdo global equivaleu a 0,94, verificando-se concordância entre eles e considerando a etapa de validação adequada. A partir desse processo, totalizou-se 18 cartões-mensagem impressos. Quanto às características sociodemográficas, sexuais e reprodutivas das adolescentes, os grupos foram homogêneos em quase todas as variáveis. Antes da intervenção, pode-se observar que o conhecimento era inadequado e a atitude adequada em ambos os grupos. Após a aplicação da tecnologia, o conhecimento adequado foi maior no grupo intervenção. A atitude foi semelhante ao resultado anterior à intervenção, apesar de algumas variáveis sobre pensamentos acerca das vacinas em geral e se tomaria a vacina contra o papilomavírus humano apresentarem significância no grupo intervenção. Verificou-se também que o grupo intervenção teve uma frequência de prática avaliada em adequada maior que o grupo controle, e que a idade maior que 12 anos e o conhecimento e a atitude adequados explicam aproximadamente 70% da prática. Nesse contexto, conclui-se que a realização da intervenção com os cartões-mensagem do projeto "Sai fora HPV!" aumenta a adesão de adolescentes do sexo feminino à vacina contra o papilomavírus humano. Além disso, por ser uma tecnologia de baixo custo e simples de ser aplicada, pode ser incorporada no processo de cuidado em diversos ambientes, como escolas e instituições de saúde, sendo uma ferramenta importante para construção de saberes não só de adolescentes, mas também da família. (AU)


Asunto(s)
Adolescente , Enfermería , Ensayo Clínico , Tecnología Educacional , Vacunas contra Papillomavirus
9.
Curitiba; s.n; 20201014. 133 p. ilus, tab.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1222343

RESUMEN

Resumo: O presente trabalho teve como objetivo desenvolver uma Ferramenta de Apoio para Acolhimento e Acompanhamento (FAAA) do cuidado para mulheres vítimas de violência sexual atendidas no Pronto Atendimento de Ginecologia e Obstetrícia (PAGO) do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HC-UFPR). Trata-se de uma pesquisa metodológica. A coleta de dados foi realizada no primeiro semestre de 2020, inicialmente foi realizado uma revisão integrativa. Posteriormente, deu-se a elaboração da ferramenta propriamente dita, subdividida em etapas de ajuste textual, revisão, diagramação, ilustração e impressão. Para elaboração da ferramenta foi construído um diário de campo. A equipe de pesquisadoras, ilustradoras e revisora de texto, foi composta por mulheres, ressaltando o "lugar de fala". As reuniões foram no formato onlines, sendo estes espaços de diálogos para toda a equipe envolvida. Na revisão integrativa, a análise do conjunto de artigos revelou três categorias temáticas, sendo elas: a abordagem da temática na graduação em enfermagem, a atuação da enfermeira no enfrentamento à violência sexual contra a mulher e a abordagem acerca da educação permanente e da qualificação profissional da equipe de enfermagem. Em um contexto mais amplo, a assistência de Enfermagem tem papel crucial, sendo importante torná-la centro do processo de acolhimento e de escuta qualificada, a fim de garantir um ambiente harmonioso onde a mulher possa estabelecer confiança com a enfermeira. A arte do acolher é apontada como recurso para mudanças, para ressignificação dessa mulher frente à violência imposta. A Ferramenta de Apoio para o Acolhimento e Acompanhamento (FAAA) do cuidado a mulheres vítimas de violência sexual aqui elaborada tornou-se algo pessoal, como um "diário" onde a mulher possa escrever seus sentimentos e, concomitantemente, ser um instrumento de acompanhamento multiprofissional. O estudo concluiu que a FAAA foi construída com base nos Protocolos de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual, nas diretrizes e políticas de enfrentamento da violência contra a mulher nos pontos norteadores propostos por estudo com enfermeiras (os) no enfrentamento da violência sexual contra a mulher com enfoque no psicossocial e não somente no biológico.


Abstract: The present work aimed to develop a Support Tool for Reception and Monitoring (FAAA) of care for women victims of sexual violence treated at the Emergency Department of Gynecology and Obstetrics (PAID) of the Hospital de Clínicas of the Federal University of Paraná (HC-UFPR) ). It is a methodological research. Data collection was carried out in the first half of 2020, initially an integrative review was carried out. Subsequently, the tool itself was elaborated, subdivided into stages of textual adjustment, revision, diagramming, illustration and printing. For the elaboration of the tool, a field diary was built. The team of researchers, illustrators and proofreader was composed of women, emphasizing the "place of speech". The meetings were in the online format, with these spaces for dialogue for the entire team involved. In the integrative review, the analysis of the set of articles revealed three thematic categories, namely: the approach to the theme in undergraduate nursing, the role of the nurse in confronting sexual violence against women and the approach to permanent education and professional qualification of the nursing team. In a broader context, nursing care has a crucial role, and it is important to make it the center of the welcoming and qualified listening process, in order to guarantee a harmonious environment where the woman can establish trust with the nurse. The art of welcoming is seen as a resource for change, for the re-signification of this woman in the face of imposed violence. The Support Tool for the Reception and Monitoring (FAAA) of care for women victims of sexual violence developed here has become something personal, like a "diary" where the woman can write her feelings and, at the same time, be an instrument of multiprofessional monitoring . The study concluded that the FAAA was built based on the Protocols for Assistance to Victims of Sexual Violence, on the guidelines and policies for combating violence against women in the guiding points proposed by a study with nurses in combating sexual violence against women with a focus on psychosocial and not only in the biological.


Asunto(s)
Humanos , Femenino , Delitos Sexuales , Salud de la Mujer , Violencia contra la Mujer , Enfermeras y Enfermeros , Atención de Enfermería , Educación Continua
10.
Managua; s.n; s.n; ago. 2020. 74 p. ilus, tab, graf.
Tesis en Español | LILACS | ID: biblio-1119605

RESUMEN

Objetivo.Evaluar la calidad de atención recibida por las mujeres embarazadas en el Centro de Salud Monimbó, Municipio de Masaya, durante el período de Agosto-Septiembre del 2008.vDiseño. Se realizó una investigación cualitativa descriptiva de corte transversal. La muestra estuvo constituida por 107 usuarias externas y 5 usuarios internos que cumplieron los criterio de inclusión. Se usaron 4 instrumentos para recolectar la información. El procesamiento de los datos se hizo con el paquete estadístico EPIINFO 3.3.2. Resultados. La edad de las usuarias que predominó fue el grupo de 20-29 años con un 55 (51,4%).La Procedencia urbana fue de 84(78,5%),la unión libre fue 66 (61,7%), La ocupación más frecuente fue ama de casa 70( 65,4%). La escolaridad predomino algún año de secundaria sin completarla con un 68(63,6%). En relación al trato general recibido por el Centro de salud el 80(74,7%) manifestó como regular. En cuanto si las usuarias externas regresarían a chequeo el 77(72%) manifestó que no y un 72(67,3%) no desean ser atendidas por mismo usuario interno. Conclusiones. La accesibilidad organizacional estuvo limitada por no haber información sobre los horarios de atención. La disponibilidad de equipamiento, infraestructura e insuficientes recursos humanos estuvo presente. Hay servicios que presentaron tiempo de espera prolongado, siendo percibido por las usuarias como regular dicho comportamiento. En este estudio se manifestó un clima laboral de tipo regular, asociado a las malas relaciones interpersonales y la poca satisfacción de los usuarios internos en las funciones que realizan


Asunto(s)
Humanos , Femenino , Embarazo , Atención Prenatal , Calidad de la Atención de Salud , Accesibilidad a los Servicios de Salud , Salud Pública , Epidemiología Descriptiva , Estudios Transversales , Investigación Cualitativa
11.
Fortaleza; s.n; jun. 2020. 133 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1148346

RESUMEN

Introdução: A pré-eclâmpsia (PE) representa uma doença de grande relevância clínica e social, e estudar a sua predição é um desafio para a obstetrícia atual. Construir um aplicativo assistencial que contém um algoritmo para a predição de PE facilitará o processo de avaliação de risco individualizado, a decisão clínica em tempo adequado e servirá como um recurso investigativo, favorecendo a implementação de medidas interventivas em tempo oportuno. Objetivos: Desenvolver e validar um aplicativo assistencial para a predição de pré-eclâmpsia no 1° trimestre gestacional (11+0 a 13+6 semanas). Métodos: Estudo desenvolvido em duas fases: 1) Desenvolvimento tecnológico (desenvolvimento do PREApp®) a partir dos seguintes passos: definição do escopo, planejamento, produção e implementação. Essa fase transcorreu de junho de 2018 a janeiro de 2020; e 2) Validação do PREApp®, que aconteceu entre fevereiro e março de 2020, envolvendo 19 pesquisadores/docentes e profissionais das áreas de obstetrícia, gravidez de risco, pré-eclâmpsia, cardiologia e de tecnologia da informação/ comunicação/computação. Para tanto, utilizou-se um questionário relacionado ao perfil do especialista e sua trajetória profissional, um instrumento para a avaliação do PREApp® para especialistas clínicos e outro para os especialistas técnicos, e a System Usability Scale (escala SUS). Foi realizado o Teste Exato de Distribuição Binomial, sendo considerado nível de significância p>0,05 e proporção de 0,80 de concordância para estimar a confiabilidade estatística dos IVC. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, sob o parecer n° 3.835.900/2020. Resultados: O PREApp® foi desenvolvido em Wordpress, baseado em PHP, com banco de dados MySQL, e demandou quatro meses para se obter uma primeira versão, contabilizando um ano e oito meses até a versão final. O aplicativo foi validado por 19 especialistas, 11 clínicos e oito técnicos, e apontou IVC global de 1,00 e 0,99, respectivamente, e p>0,05, garantindo a validade da tecnologia criada e a concordância entre os juízes. Quanto à usabilidade, esta foi classificada como excelente, com escore total de 91,1. Conclusão: O PREApp® pode ser utilizado na prática clínica para o rastreio do risco de desenvolvimento de PE por mulheres no primeiro trimestre gestacional (11+0 a 13+6), visto que a combinação de CM+PAM em um sistema de predição é válido, possui boa usabilidade e atinge os objetivos para os quais se propõe. O rastreamento seguro favorece o diagnóstico precoce, a implementação de condutas terapêuticas oportunas e redução da morbimortalidade materna e fetal. Destarte, o estudo contribuirá para melhorar os indicadores de mortalidade materna do Brasil para o alcance dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. (AU)


Asunto(s)
Preeclampsia , Enfermería , Aplicaciones Móviles , Predicción
12.
Rortaleza; s.n; mar. 2020.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1253008

RESUMEN

Objetivou-se comparar os desfechos obstétricos e neonatais entre mulheres que utilizaram e que não utilizaram analgesia neuroaxial durante o trabalho de parto. Trata-se de um estudo transversal, comparativo e retrospectivo, realizado em julho de 2019 a fevereiro de 2020, na Maternidade Escola Assis Chateaubriand. Os critérios de inclusão foram: mulheres que entraram em trabalho de parto, com feto vivo, único e a termo entre 37 a 41 semanas e 6 dias, em apresentação cefálica. O grupo com analgesia neuroaxial atenderam aos seguintes critérios: solicitação da paciente, trabalho de parto ativo, boa vitalidade assegurada pelo obstetra e ausência de contraindicações. Foram excluídos para ambos os grupos: cesarianas eletivas, má formação fetal e prontuários com informações incompletas. Incluiu-se no grupo com analgesia as mulheres que a utilizaram em julho de 2019 a janeiro de 2020. O tamanho da amostra foi calculado com a Estimação da diferença de duas proporções, sendo 130 mulheres para cada grupo. A coleta de dados ocorreu através de um instrumento estruturado elaborado pela pesquisadora e constituído por dados socioeconômicos, obstétricos e neonatais. Na análise estatística, utilizou-se o teste t de student, teste U de Mann-Whitney, teste de qui-quadrado de Pearson e o teste exato de Fisher. As análises estatísticas foram realizadas com programa IBM SPSS. A maioria das parturientes de ambos os grupo eram primigestas e nulíparas. O grupo com analgesia teve alta taxa de uso de ocitocina (57; 43,8%), a técnica mais utilizada foi a epidural (76,9%), em seguida da combinada raquiperidural (11,5%) e a raquianestesia (10,8%). A duração do trabalho de parto ativo no grupo com analgesia foi de 392,12 minutos e no grupo sem analgesia de 260,68 minutos. O parto vaginal foi mais prevalente no grupo com analgesia (88; 67,7%), (41; 31,5%) de cesáreas e 1 parto fórceps (0,8%), ocorrendo maior taxa de cesáreas neste grupo. Houve aumento de episiotomia no grupo com analgesia (p=0,03), com taxa de 7,9%. Não houve diferença estatítica entre os grupos quanto ao APGAR no 1º e 5º minuto. O grupo das mulheres com analgesia pariram bebês mais pesados (p=0,007). A maioria dos RN foram encaminhados ao alojamento conjunto de ambos os grupos. O grupo com analgesia teve maior taxa de uso de ocitocina, de realização de episiotomia, prevalência de parto cesárea, maior duração do trabalho de parto ativo e do período expulsivo em comparação ao grupo sem analgesia neuroaxial.(AU)


Asunto(s)
Trabajo de Parto , Analgesia Obstétrica , Promoción de la Salud , Enfermería Obstétrica
13.
Fortaleza; s.n; fev. 2020.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1252805

RESUMEN

Há situações clínicas em que a relação entre a exposição a um fator etiológico e o desenvolvimento de um diagnóstico de enfermagem não é facilmente reconhecível, especialmente quando essa resposta humana é complexa e subjetiva, como o diagnóstico Conforto prejudicado na população oncológica e pediátrica. Enfatiza-se que os profissionais de enfermagem devem atentar não exclusivamente para a manifestação dos sinais e sintomas de Conforto prejudicado, mas sim ter uma visão ampla para identificar os agentes causadores de tal resposta humana. Diante disso, o presente estudo tem como objetivo analisar os fatores relacionados do diagnóstico de enfermagem Conforto prejudicado em crianças e adolescentes com câncer. Trata-se de um estudo do tipo transversal realizado em um hospital terciário, referência no tratamento do câncer infantil na cidade de Fortaleza/Ceará. A população do estudo foi composta por 200 crianças e adolescentes com câncer que estavam em tratamento na unidade pediátrica de atendimento oncológico. Para obtenção de auxílio nas informações, foram construídos instrumentos de coleta de dados e protocolos com definições operacionais e conceituais dos indicadores clínicos e dos fatores relacionados. A coleta de dados foi realizada pela pesquisadora e bolsistas de iniciação científica, previamente treinadas. Os dados foram compilados em uma planilha do software Excel® (2010). A análise estatística se realizou com o apoio do programa estatístico IBM® SPSS® versão 21.0 for Windows® e do software R versão 3.2. A análise descritiva dos dados se deu pelo cálculo de frequências absolutas, percentuais, medidas de tendência central e de dispersão. O modelo de classe latente com efeitos randômicos ajustados foi utilizado para determinar o Conforto prejudicado e as medidas de sensibilidade e especificidade dos indicadores clínicos. Por fim, análise de regressão logística univariada para cada fator relacionado de Conforto prejudicado foi realizada. A pesquisa teve início mediante a anuência da instituição proponente e coparticipante, bem como a coleta de dados começou após a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Os tipos de cânceres mais prevalentes na população infantojuvenil foram as Leucemias. Os participantes eram, em sua maioria, do sexo masculino e apresentavam idade mediana de 11 anos. A principal modalidade terapêutica foi a quimioterapia. A manifestação dos indicadores Irritabilidade, Lamento, Ansiedade e Prurido esteve associada à elevada probabilidade de a criança ou adolescente apresentar o diagnóstico Conforto prejudicado. Os fatores relacionados deste diagnóstico em crianças e adolescentes com câncer que apresentaram elevada prevalência foram seis: Estímulos ambientais nocivos, 6 Controle situacional insuficiente, Recursos insuficientes, Regime de tratamento, Sintomas relacionados à doença e Controle ambiental insuficiente. Nesta pesquisa, as variáveis sexo feminino e menos dias de internação apresentaram relação estatisticamente significante com o diagnóstico Conforto prejudicado. Os resultados obtidos nesta investigação podem auxiliar a inferência diagnóstica mais acurada de Conforto prejudicado em crianças e adolescentes com câncer, bem como direcionar intervenções aos fatores relacionados modificáveis desencadeadores desse fenômeno, no intuito de evitar ou minimizar os sinais e sintomas do diagnóstico. (AU)


Asunto(s)
Diagnóstico de Enfermería , Niño , Adolescente , Comodidad del Paciente , Neoplasias
14.
Fortaleza; s.n; jan. 2020. 162 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1252971

RESUMEN

Objetivou-se desenvolver uma gerontecnologia educacional interativa para prevenção de quedas em idosos. Estudo descritivo de desenvolvimento de gerontecnologia do tipo maquete, dividido em três etapas: 1. Desenvolvimento da tecnologia através de Revisão Sistemática da Literatura e Diagnostico Situacional; 2. Avaliação por juízes quanto aos objetivos, organização, estrutura, usabilidade, aplicabilidade e funcionalidade da tecnologia; 3. Avaliação por idosos da aparência, usabilidade, característica motivacional e satisfação, sendo empregado ainda o Modelo de Promoção da Saúde (MPS), em que foram utilizadas questões relacionadas aos componentes (Características e Experiências Individuais e Sentimentos e Conhecimentos acerca do Comportamento Específico). A análise dos dados ocorreu por mensuração da proporção de concordância dos avaliadores (juízes e idosos) considerando Índice de Concordância (IC) maior ou igual a 80%. A caracterização dos participantes deu-se por estatística descritiva, testes de normalidade, considerando intervalo de confiança de 95% nas variáveis quantitativas. Foi utilizado para analise dos dados o SPSS versão 22.0. Estudo aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Ceará, com parecer Nº 3.614.862. O desenvolvimento da gerontecnologia ocorreu através de revisão sistemática de literatura, que resultou em 11 artigos sobre ensaios clínicos com intervenções educacionais para prevenção de quedas e diagnóstico situacional, junto a 22 idosos participantes de um grupo de extensão vinculado a Universidade Federal do Ceará. Em seguida, elaborou-se a maquete bidimensional por uma arquiteta utilizando o software AutoCAD com a distribuição dos cômodos e andares, esta serviu de base para a elaboração da maquete tridimensional virtual através do programa SketchUp constituindo o Protótipo 1 (P1). O P1 foi avaliado por 54 juízes, sendo 30 (55,5%) enfermeiros, 10 (18,5%) fisioterapeutas, 6 (11,2%) arquitetos, 4 (7,4%) terapeutas ocupacionais, 3 (5,5%) médicos e 1 (1,9%) educador físico. Dos 54 juízes, 43 (80,0%) eram do sexo feminino, 28 (51,8%) docentes, 17 (31,4%) exerciam prática assistencial, 08 (14,8%) eram pesquisadores. Dos 38 itens avaliados, todos apresentaram concordância acima do estabelecido, com IC mínimo de 88% e máximo de 100%. As sugestões de modificações foram elencadas e acatadas, constituindo o Protótipo 2 (P2), em formato de maquete tridimensional física, com escala de 1:15 elaborado por maquetista. O P2 foi submetido a avaliação de 30 idosos participantes de instituição filantrópica, a maioria do sexo feminino, média de idade 73,3 anos, 22 (73,3%) referiram medo de cair, 17 (56,6%) referiram ter caído nos últimos 12 meses e 29 (96,6%) que seus domicílios apresentavam riscos para quedas. Todos os itens avaliados obtiveram IC maior que 80%, com mínimo de 83% e máximo de 100%. As sugestões dos idosos foram analisadas e acatadas, com o P2 sofrendo modificações e resultando no Protótipo 3 (P3), versão final. O produto dessa pesquisa se revela como ferramenta inovadora e cientificamente fundamentada, todavia, necessita de estudos de intervenção para verificar sua eficácia na prevenção de quedas. Destaca-se ainda, o impacto positivo que a demonstração interativa de medidas para prevenção de quedas no domicílio pode apresentar na promoção da saúde dos idosos e consequentemente na redução de gastos públicos, além de possibilitar a implementação de práticas diferenciadas por enfermeiros e demais profissionais junto à população idosa. (AU)


Asunto(s)
Anciano , Enfermería , Promoción de la Salud
15.
Fortaleza; s.n; fev 2020. 87 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1253001

RESUMEN

Os comportamentos e os hábitos alimentares entre adolescentes vêm modificando-se, no decorrer dos últimos anos, devido a fatores socioeconômicos, culturais e psicológicos. Em consequência, um padrão alimentar inadequado está se estabelecendo associado a uma Dinâmica alimentar alterada. A Dinâmica alimentar ineficaz do adolescente é um diagnóstico recentemente incluído na taxonomia da NANDA-I que necessita de estudos para melhorar seu nível de evidência. Diante disso, o objetivo deste estudo é averiguar as medidas de acurácia dos indicadores clínicos do diagnóstico de enfermagem Dinâmica alimentar ineficaz do adolescente da rede pública de ensino. Trata-se de um estudo transversal sobre acurácia diagnóstica que foi realizado em 10 escolas estaduais do ensino médio de Fortaleza entre os meses de maio e setembro de 2019. A população foi composta por estudantes que atendiam ao critério de estar matriculados regularmente em uma escola do ensino médio de Fortaleza. Foram excluídos da pesquisa os adolescentes que apresentassem doenças crônicas não transmissíveis que pudessem influenciar na inferência diagnóstica. O tamanho da amostra foi de 630 adolescentes selecionados por amostragem por conglomerados. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal do Ceara, bem como foi dada a anuência da Secretaria de Educação do Ceará. Para obtenção das informações, foram construídos os seguintes instrumentos: protocolo clínico com as definições conceituais e operacionais dos indicadores clínicos e instrumento de coleta de dados. Medidas de acurácia foram calculadas por meio da análise de classe latente. Houve predomínio do sexo feminino com mediana de idade de 17 anos. A maioria dos adolescentes foi considerada eutrófica. A prevalência de Dinâmica alimentar ineficaz foi estimada em 42,4% pela análise de classe latente, tendo como indicadores clínicos mais frequentes, a saber: Alimentação insuficiente; Esquiva de participação nos horários regulares de refeição; Ingestão frequente de alimentos processados; Alimentação excessiva e Queixas de fome entre as refeições. Após o ajustamento do modelo de classe latente, os indicadores clínicos que obtiveram elevados valores de sensibilidade foram: Ingestão frequente de alimentos processados, Alimentação excessiva e Alimentação insuficiente. Ingestão frequente de alimento de baixa qualidade e Hábito de "beliscar" alimento com frequência apresentaram-se como indicadores com elevados valores de especificidade. Ingestão frequente de alimentos processados e Alimentação excessiva estiveram presentes em todos os conjuntos de indicadores para os quais a probabilidade para o diagnóstico estar presente era maior do que 50%. Neste sentido, entre os sete indicadores com melhores medidas de acurácia, Ingestão frequente de alimentos processados, Alimentação excessiva e Queixas de fome entre as refeições apresentaram-se como os mais importantes para a inferência diagnóstica de Dinâmica alimentar ineficaz do adolescente. Além de possibilitar melhor processo de raciocínio diagnóstico, a identificação de indicadores acurados pode contribuir para o refinamento de um diagnóstico, com melhoria de seu nível de evidência. (AU)


Asunto(s)
Diagnóstico de Enfermería , Adolescente , Conducta Alimentaria
16.
Ocotal, Nueva Segovia; s.n; s.n; feb. 2020. 56 p. ilus, tab, graf.
Tesis en Español | LILACS | ID: biblio-1119345

RESUMEN

Objetivo. Determinar los riesgos de lumbalgia en los trabajadores de una empresa de manufactura, San Pedro Sula, Honduras, Enero ­ Julio 2019. Diseño Metodológico. Tipo de estudio descriptivo de corte transversal, con 67 pacientes diagnosticados con lumbalgia los cuales acudieron a la clínica médica de la empresa. Fue utilizado un instrumento que incluía variables socio laborales, factores de riesgo ergonómicos, posturas forzadas y vibraciones mecánicas, así como tipo de tratamiento recibido en relación a la lumbalgia además se evaluó hospitalizaciones y cambios de puesto de trabajo en relación a incapacidades ocupacionales. Resultados. Las variables socio laborales de la población estudiada en su mayoría, son hombres predominantemente jóvenes, se desempeñan como operarios dentro de la empresa, la antigüedad laboral se encuentra en un rango de entre 1-5 años y en su mayoría laboran 8 horas diarias. En los factores de riesgo ergonómicos relacionados al impacto lumbar se encontró que están expuestos a vibraciones mecánicas, posturas forzadas y movimientos forzados. En relación a las hospitalizaciones y cambios de trabajo por incapacidad ocupacional mostraron una baja incidencia. Conclusiones. De los 67 pacientes del estudio predominan jóvenes en edades 18 a 30 años, operarios con jornadas laborales de ocho horas que se exponen a factores riesgo lumbar, con una prevalencia de incapacidades laborales de una a dos días, estos demuestra que existe riesgo laboral en dicha área de la manufacturera por los cual se deben tomas acciones para disminuir el impacto de los factores de riesgo


Asunto(s)
Humanos , Riesgos Laborales , Dolor de la Región Lumbar , Enfermedades Profesionales , Servicios de Salud del Trabajador , Epidemiología Descriptiva , Estudios Transversales , Salud Laboral
17.
Fortaleza; s.n; jan. 2020. 134 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1252775

RESUMEN

O acidente vascular cerebral (AVC) tem atingido grande parcela da população, sendo necessário o aprimoramento do cuidado a pacientes com tal disfunção, inclusive mediante utilização de instrumentos que predigam o risco de recorrência de AVC isquêmico e óbito após AVC. Deste modo, objetivou-se realizar a adaptação transcultural da escala Essen Stroke Risk Score (ESRS) para o Brasil. Este estudo metodológico seguiu recomendações de Beaton et al (2007), englobando as etapas de tradução, síntese, retrotradução, validação de conteúdo, pré-teste e aplicação da ESRS ­ versão brasileira na população alvo para análise da validade preditiva. Nas quatro primeiras etapas o contato com os tradutores e especialistas ocorreu via correio eletrônico, e as etapas de pré-teste e aplicação da ESRS ­ versão brasileira na população alvo ocorreram no Hospital Geral de Fortaleza, na cidade de Fortaleza, Ceará. Na validação de conteúdo verificou-se Índice de Validade de Conteúdo, utilizando-se ponto de corte 0,8. Para análise da capacidade preditiva da escala construiu-se modelo de regressão logística com análise de correlação de Pearson e risco ajustado, e análise de Curvas ROC para recorrência de AVC e mortalidade, com valores de p<0,05 considerados estatisticamente significantes. O estudo obedeceu a Resolução 466/12, com aprovação por dois Comitês de Ética em Pesquisa. A versão adaptada da ESRS apresentou 100% de equivalência conceitual com a versão original; foi ainda considerada compreensível por todos os profissionais de saúde que a utilizaram no pré-teste e obteve tempo médio de preenchimento de 45,8 segundos. O instrumento foi então aplicado em 343 pacientes que haviam sofrido AVC ou ataque isquêmico transitório, os quais foram contactados durante o período de um ano após os eventos isquêmicos. A amostra apresentou média de idade 65,09±15,5 anos, sendo 59% do sexo masculino. O fator de risco mais frequente foi hipertensão (75,2%); 55,9% tinham idade ≥ 65 anos, 32,7% haviam sofrido AVC ou ataque isquêmico transitório prévios, 31,5% apresentavam diabetes mellitus, 23% tinham outras doenças cardiovasculares e 22,4% eram fumantes. Observou-se taxas de recorrência de AVC e mortalidade de 14,3% e 16,9% respectivamente, no período de um ano após os eventos isquêmicos iniciais. Os preditores associados significativamente com recorrência de AVC foram infarto do miocárdio prévio (p=0,042) e outras doenças cardiovasculares (p=0,001). Os fatores de risco idade >75 anos (p=0,001), infarto do miocárdio prévio (p=0,020) e outras doenças cardiovasculares (p=0,001) apresentaram significância para ocorrência de óbito. Pacientes do sexo feminino, trombolisados ou com síndromes de circulação anterior apresentaram risco aumentado para mortalidade (OR≥1,8). Colesterol total >200 mg/dL apresentou-se como fator protetor aos desfechos (OR=0,8). A ESRS apresentou capacidade preditiva moderada para recorrência de AVC e óbito (curvas ROC: 0,629 e 0,642). Pacientes com escores >2 apresentaram maior risco para os desfechos observados (Risco >1,1), com sensibilidade ≈74% e especificidade ≈46%. Conclui-se que a versão adaptada da ESRS para uso no Brasil apresenta-se adequada à predição de recorrência de AVC e óbito após AVC, constituindo ferramenta com potencial à promoção da saúde cardiovascular em diversos cenários do cuidado. (AU)


Asunto(s)
Recurrencia , Mortalidad , Accidente Cerebrovascular , Estudio de Validación , Enfermería Cardiovascular
18.
Fortaleza; s.n; jan. 2020.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1252871

RESUMEN

O conhecimento de fatores relacionados (FR) validados de um diagnóstico de enfermagem pode ser decisivo no desempenho da prática clínica do enfermeiro. Nesse contexto, propôs-se o presente estudo com a tese de que existem outros possíveis FR do diagnóstico de enfermagem Estilo de vida sedentário (EVS) da NANDA-I que contribuem para essa resposta humana em pessoas com hipertensão arterial. Esse estudo foi dividido em duas etapas, a saber: Revisão de literatura ampla dos possíveis fatores causais do sedentarismo e validação clínica dos fatores relacionados do EVS referidos na NANDA-I e identificados na revisão. Na primeira etapa foi realizada uma revisão sistemática com metanálise a partir de quatro bases de dados (PubMed, Scopus, CINAHL e LILACS), utilizando o seguinte descritor e equivalente na língua inglesa: Estilo de vida sedentário. Após a aplicação dos critérios de inclusão, exclusão e instrumentos de avaliação da qualidade foram incluídos 35 artigos na revisão. Foram identificados 19 fatores que apresentaram associação estatisticamente significante com o sedentarismo, oito deles em seus respectivos estudos: "falta de apoio social para a prática de exercício físico", "falta de recursos (lugar)", "falta de recursos (tempo)", "intolerância à atividade", "falta de motivação", "ser aposentado", "viver em país de renda baixa" e "preguiça". Outros 11 fatores se apresentaram em mais de um estudo e foram submetidos à metanálise: "ter ocupação laboral/estudar", "falta de habilidade esportiva", "nível socioeconômico baixo", "sexo feminino", "residir em zona urbana", "autopercepção negativa da saúde", "usar transporte público", "idade", "conhecimento insuficiente sobre atividade física", "percepção de inaptidão física" e "falta de interesse em atividade física". Na segunda etapa foi desenvolvido um estudo com o objetivo de analisar as possíveis relações de causalidade entre fatores etiológicos descritos na NANDA-I ou identificados na literatura e a ocorrência do EVS em pessoas com hipertensão arterial. Estudo transversal, realizado com 250 adultos com hipertensão arterial, acompanhados em um centro de atendimento ambulatorial, em Fortaleza, Ceará. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista e exame físico e investigou um total de 27 fatores. O nível de significância adotado no estudo foi 5%. A maioria da amostra era do sexo feminino, procedente da capital, morava com companheiro e tinha o diagnóstico de diabetes mellitus. A prevalência do EVS foi de 57,8%. Dos 27 possíveis fatores etiológicos do Estilo de vida sedentário, apenas cinco não apresentaram associação estatisticamente significante com a presença do EVS, ou seja, a presença de cada um desses 22 fatores representa um aumento na chance de pessoas com hipertensão arterial manifestarem o EVS. Além disso, nove fatores ainda não haviam sido associados ao EVS como fenômeno de enfermagem. Concluiu-se que a tese ora proposta foi confirmada, indicando a existência de novos fatores relacionados ao EVS em pessoas com hipertensão arterial. (AU)


Asunto(s)
Diagnóstico de Enfermería , Conducta Sedentaria , Hipertensión
19.
Fortaleza; s.n; jan. 2020. 120 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1252973

RESUMEN

Estudo transversal, retrospectivo e descritivo que analisou os resultados de saúde das mulheres atendidas nas consultas de enfermagem para a prevenção do Câncer de Colo do Útero (CCU) em uma unidade de saúde-escola vinculada à Universidade Federal do Ceará (UFC). As consultas de enfermagem ginecológica seguiram os preceitos do protocolo PROGYNE, incluindo exame físico céfalo-podálico, exame clínico das mamas, citopatológico, cervicografia digital (CD) e colposcopia, e foram realizadas no período de março a julho de 2016 envolvendo uma amostra de 87 mulheres. Foi utilizado o teste do qui-quadrado de Pearson, sendo considerado o valor de p<0,05 e a força dessa associação pelo cálculo das razões de chances (Odds Ratio ­ OR). A acurácia dos exames foi medida pela sensibilidade, especificidade, razão de chances de diagnóstico (diagnostic odds ratio - RCD), acurácia diagnóstica, valor preditivo positivo (VPP), valor preditivo negativo (VPN) e razão de verossimilhança (RV) para teste positivo (likelyhood ratio), tendo como padrão ouro a colposcopia. A pesquisa foi aprovada pelo comitê de ética (n° 401.240). A análise indicou predomínio de mulheres jovens (M= 32,9 ± 10 anos), pardas (67; 77%), casadas (62; 71,3%), com escolaridade de até nove anos (45; 51,7%) e donas de casa (46; 52,9%); heterossexuais (80; 92%), com sexarca entre 16 e 20 anos (40; 46%), com até cinco parceiros (74; 85,1%). Em relação aos exames clínicos, oito (9,2%) tiveram o teste Schiller +; já a colposcopia 13 (14,9%) foram irregulares, 66 (75,9%) normais e oito (9,2%) insatisfatórias; CD+ em 45 (51,7%) mulheres. Quanto ao laudo citopatológico, 76 (87,4%) foram normais. Os resultados anormais foram: ASC-US (4; 4,6%), ASC-H (3; 3,4%), LSIL (2; 2,3%) e HSIL (2; 2,3%). Na história de saúde sexual, as variáveis história de Infecção Sexualmente Transmissível (IST) (p = 0,025 [OR95% = 7,22 (1,86 ­ 60,49)]) e uso do anticoncepcional oral (p = 0,035 [OR95% = 3,78 (0,98 ­ 14,55)]) foram significativos para a realização do exame preventivo anual e a cor autorreferida preta (p = 0,031 [OR95% = 15,60 (1,80 ­ 135,06)]) demonstrou associação significativa para a primeira consulta ginecológica. Ter realizado o primeiro exame citopatológico dentro dos três primeiros anos do início da vida sexual estava associado ao estado civil solteira (p = 0,031), assim como possuir história de câncer na família (p < 0,001). O resultado positivo da colposcopia associou-se com a idade até 30 anos (p = 0,027 [OR95% = 0,25 (0,07 ­ 0,90)]) e ser solteira (p = 0,021 [OR95% = 0,23 (0,07 ­ 0,80)]). O exame citopatológico foi o de melhor acurácia e maior razão de chances diagnóstica. No entanto, implementar a colposcopia na atenção básica se mostra relevante para auxiliar no rastreio, diagnóstico e tratamento oportuno das lesões precursoras e consequente redução dos casos de CCU, pois trata-se de um procedimento acurado considerado padrão ouro. Compreender os resultados de saúde das mulheres que realizaram a consulta para prevenção do CCU, assim como os métodos de rastreio utilizados é essencial para o serviço e o sistema nacional de saúde dos países menos desenvolvidos, como o Brasil. (AU)


Asunto(s)
Atención Primaria de Salud , Neoplasias del Cuello Uterino , Enfermería
20.
Managua; s.n; s.n; ene. 2020. 83 p. ilus, tab, graf.
Tesis en Español | LILACS | ID: biblio-1119465

RESUMEN

Objetivo: Evaluar el funcionamiento de la Unidad de Atención a Febriles del Hospital Escuela Oscar Danilo Rosales Arguello de León, Nicaragua, enero - febrero 2019. Diseño Metodológico: EL universo y muestra estuvo conformada por 93 pacientes febriles que fueron atendidos en la UAF. Se utilizó un instrumento que contenía las variables correspondientes para cada objetivo a desarrollar relacionado con los criterios de ingreso, valoración durante la observación, criterios de alta y consejería brindada, la recolección de datos, llenado y tabulación fueron realizados por el investigador en los meses de noviembre y diciembre. Resultados: De todos los casos atendidos se registró antecedente de fiebre en 93 (100%) personas atendidas y se sospechó dengue en igual número casos. En relación a manejo clínico se observó que 61 (65%) personas fueron atendidas en un período menor de 1 hora, 93 (100%) personas no cumplían con los elementos requeridos de manejo clínico, así como los criterios de alta y se observó en 45 (48%) personas recibieron orientación acerca de la importancia de acudir a la cita de control 24 horas. Conclusiones: De los 93 casos revisados únicamente se cumplió con el criterio de ingreso sin embargo no se cumplió de forma completa con los otros elementos establecidos para el funcionamiento de la unidad de atención a febriles que corresponden a manejo clínico, criterio de alta y la consejería brindada después del alta


Asunto(s)
Alta del Paciente , Enfermedad , Observación , Atención a la Salud , Fiebre , Unidades Hospitalarias , Salud Pública , Epidemiología Descriptiva , Estudios Transversales
SELECCIÓN DE REFERENCIAS
DETALLE DE LA BÚSQUEDA
...