Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 25.559
Filtrar
1.
São Paulo; s.n; 20220609. 100 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BBO - Odontología | ID: biblio-1372957

RESUMEN

Introdução: O Ministério da Saúde do governo Jair Bolsonaro instituiu por meio da Portaria nº. 2.979/2019 o programa "Previne Brasil, criando um novo modelo de financiamento de custeio para a Atenção Básica à Saúde (ABS) no Sistema Único de Saúde (SUS). Além de estimular a captação de pessoas que utilizam o serviço por meio de uma oferta focalizada e seletiva de procedimentos, o programa Previne Brasil encerra o repasse federal destinado à contratação de profissionais para compor as equipes multiprofissionais dos Núcleos Ampliados de Saúde da Familia e Atenção Básica, os Nasf-AB. Objetivo: neste cenário mais recente de desmonte da saúde pública, esta dissertação tem como principal objetivo discutir os efeitos do Previne Brasil nos processos de trabalho das equipes Multiprofissionais Nasf-AB que atuam no Brasil. Metodologia: para atingir os objetivos desta pesquisa, utilizou-se três momentos metodológicos distintos. Primeiro, realizou-se uma revisão de literatura sobre seletividade e neoseletividade no âmbito das políticas públicas de saúde. Em um segundo momento, foi realizada uma revisão sistemática do tipo metassíntese qualitativa sobre os processos de trabalho dos Núcleos Ampliados de Saúde da Família e Atenção Básica. Por último, elaboramos uma análise dos resultados da metassíntese à luz da neoseletividade das políticas públicas de saúde. Resultados: A partir da identificação dos artigos inseridos na metassíntese, foi possível organizar os resultados em 2 grandes grupos a saber: 1) considerações sobre os processos de trabalho; 2) potencialidades e desafios. Os grupos potencialidades e desafios foram subdivididos ainda em: a) acesso; b) organização dos processos de trabalho; c) qualidade do trabalho e d) saúde do trabalhador. 1) Considerações sobre os processos de trabalho: diferentes arranjos de apoio e organização dos processos de trabalho, assim como a coexistência de diferentes tipos de apoio dentro dos serviços; Perfil e identificação com o trabalho nas equipes Nasf-AB, predomínio de trabalhadoras mulheres e aumento dos encaminhamentos. 2) potencialidades e desafio: a) Acesso: melhora no acesso, porém, ainda insuficiente e restrito; b) Organização dos processos de trabalho: Arranjo matricial é visto como potente pelos trabalhadores. Estes não são formados para a atuação matricial e interdisciplinar. Reuniões, discussões de casos, articulações com a rede de saúde são potencialidades e servem como espaços de formação em serviço e educação permanente; c) Qualidade do trabalho: maior resolutividade da ABS com as atividades desenvolvidas pelas equipes Nasf-AB junto às equipes de saúde, maior articulação da ABS com a RAS, qualificação dos encaminhamentos, maior articulação intersetorial, maior planejamento e integralidade das ações, maior vínculo e responsabilização por usuários, famílias, comunidades e trabalhadores de saúde, além de melhoras estruturais. Apesar de todas as melhoras descritas acima, observase ainda limitações em todos os aspectos a cima citados. d) Saúde do Trabalhador: respeito, interação, valorização, tolerância, comprometimento, atitude de mudança, humildade, ética, liderança, empatia, disponibilidade, colaboração, autonomia, liberdade criativa, amadurecimento, formação profissional, adaptação e flexibilidade nas equipes NASF, boa compreensão, valorização e organização do apoio matricial, satisfação e prazer com as trocas profissionais, resiliência, aceitação e efetivação da proposta NASF, além do predomínio de vínculo estatutário e baixa rotatividade profissional são potencialidades identificadas. Contratações sem concurso e sem critérios, insegurança trabalhista e inexperiência profissional, vulnerabilidade e violência territorial, isolamento e sensação de não pertencimento, presença de muitos fatores disparadores de estresse, conflitos e sofrimento, além de falta de solidariedade e baixo reconhecimento profissional são desafios identificados.


Asunto(s)
Grupo de Atención al Paciente , Atención Primaria de Salud , Sistema Único de Salud , Gestión en Salud
2.
São Paulo; s.n; 20220601. 110 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BBO - Odontología | ID: biblio-1370741

RESUMEN

Introdução: As políticas em saúde pública são importantes para o bem-estar da população em geral, e a saúde bucal está inserida no contexto de saúde integral, desta forma os responsáveis por criarem as políticas e programas de saúde bucal são elementos chaves para a criação de políticas que visam melhorar a saúde da população de um país. Objetivos: Identificar como foi o processo de implementação das políticas de saúde bucal, no contexto do uso da evidência, agenda política e barreiras de implementação nos países envolvidos: Brasil, Colômbia e Chile. Métodos: Trata-se de um estudo qualitativo com entrevistas presenciais com atores-chaves no processo de implementação em cada país, foi realizada análise de conteúdo e os dados foram categorizados com uso do Maxqda®. Resultados: Apesar dos países apresentarem sistemas de saúde diferentes, observou-se que durante o processo de implementação das políticas de saúde, o uso da evidência científica ainda é restrito e a participação da academia mostrou-se necessária para a elaboração das políticas de saúde. Em relação ao processo de inclusão na agenda, os resultados de estudos epidemiológicos tiveram um papel indutor, além da necessidade de atores chaves que advoguem a favor do tema. A principal barreiras citada pelos países é a formação do dentista, que ainda é voltada para o atendimento clínico individual e privado. Conclusão: Os formuladores de políticas devem compreender a importância da odontologia no sistema de saúde, a academia deve se aproximar da gestão de modo a informar as políticas para ser elaborada com uso da evidência cientifica e estimular a sensibilização dos futuros profissionais para este tema.


Asunto(s)
Política Pública , Salud Bucal , Investigación Cualitativa
3.
São Paulo; s.n; 20220601. 126 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BBO - Odontología | ID: biblio-1370746

RESUMEN

O uso do diamino fluoreto de prata (DFP) em lesões não fracamente cavitadas raramente é investigado. Esta dissertação apresenta resultados de um ensaio clínico controlado randomizado (ECR) delineado para avaliar se o DFP seria uma opção eficaz ao verniz fluoretado no tratamento dessas lesões na superfície oclusal de molares decíduos (NCT02789202). Além disso, trouxemos os resultados de uma revisão sistemática com meta-análise (CRD42020186245) sobre a percepção de responsáveis em relação ao uso do DFP e os resultado do ensaio sobre a aceitação deles ao tratamento de lesões de cárie não francamente cavitadas com DFP em crianças. No Capítulo 1, 109 crianças de 1 a 4 anos com pelo menos uma lesão de cárie ativa (ICDAS 1 a 3) em molares decíduos foram randomizadas em DFP e verniz fluoretado e acompanhadas por 24 meses. Análises por intenção de tratar adotando regressão logística multinível e regressão de Cox com fragilidade compartilhada foram realizadas. 309 molares foram incluídos e 239 reavaliados. DFP preveniu mais progressão (91%) do que o verniz (81%). As lesões tratadas com DFP apresentaram, em media, 69% menos chance de progressão quando o modelo foi ajustado pela severidade (lesões iniciais vs microcavitadas). A progressão demorou mais para ocorrer no grupo do DFP. Para o Capítulo 2, foi realizada uma busca nas bases de dados MEDLINE, Scopus, Web of Science, Embase e Open Grey até maio de 2020. Foram incluídos ECR, estudos clínicos não randomizados e estudos observacionais que avaliaram a percepção de responsáveis sobre compostos de prata no tratamento de lesões de cárie. O risco de viés foi avaliado utilizando uma ferramenta específica para estudos de atitutes e práticas. Para a meta-análise, os estudos foram separados considerando se os entrevistados receberam o DFP como tratamento de seus filhos ou não e se foram obtidos quanto a satisfação geral ou quanto, especificamente, a descoloração. Análises de subgrupo e meta-regressão foram realizadas para avaliar a influência de variáveis associadas ao instrumento na percepção e explorar possíveis fontes de heterogeneidade. 19 estudos foram incluídos na revisão sistemática e 12 na metaanálise. A aceitação geral do tratamento foi de moderada a bem aceita (26.9% a 100%) e variou de acordo com a metodologia utilizada. Em geral, responsáveis responderam mais positivamente quando a criança recebeu o tratamento (90%) do que quando a aplicação foi mostrada com uma foto (59%). Por fim, avaliou-se a percepção dos responsáveis sobre a saúde e estética em crianças que tiveram lesões em esmalte tratadas com DFP (Capítulo 3). Crianças incluídas em três ECR que tiveram as lesões em esmalte tratadas com DFP ou não foram consideradas. Um questionário padrão foi utilizado. Primeiramente, avaliamos a percepção geral e, em seguida, focada nos dentes tratados. Análise multiníveis foram realizadas para comparar a percepção de responsáveis de crianças tratadas vs não tratadas com DFP. Os níveis foram definidos conforme o dente e a criança/responsável. O tratamento com DFP não afetou a percepção geral dos responsáveis sobre as condições estética e de saúde bucal relacionadas a criança (85%). No entanto, quando a avaliação foi focada no dente tratado, a percepção naquelas crianças que receberam tratamento com DFP foi pior do que naquelas que não receberam. Concluindo, o DFP é uma opção eficaz no controle de lesões de cárie não francamente cavitadas. Além disso, geralmente, parece ser aceito de maneira adequada pelos cuidadores. No entanto, um padrão diferente de aceitação é observada quando destacamos o dente tratado, mostrando que a educação/informação é uma questão importante na indicação desse tratamento em crianças.


Asunto(s)
Cariostáticos , Eficacia , Odontología Pediátrica , Caries Dental
4.
São Paulo; s.n; 20220601. 114 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BBO - Odontología | ID: biblio-1371021

RESUMEN

A Organização Mundial da Saúde aponta o câncer como a segunda principal causa de morte, sendo responsável por cerca de 9,6 milhões de mortes no mundo em 2018, com aproximadamente 70% delas ocorrendo em países de baixa e média renda. No Brasil, estimativas do Instituto Nacional do Câncer para todos os tipos de câncer, no ano de 2019, foi de 634.880 casos novos. Apenas para o câncer de boca, as mesmas estimativas apontavam cerca de 14.700 casos novos da doença. O diagnóstico precoce e monitoramento deste agravo é uma preocupação dos governos em todas as esferas federativas. Por sua importância no controle da doença e na mortalidade, torna-se um grande desafio implementar medidas que possam ser efetivadas no Sistema Único de Saúde. Dada a magnitude do problema, a complexidade do agravo, toda a tecnologia necessária envolvida para o seu enfrentamento, os benefícios do diagnóstico precoce para o prognóstico e o impacto negativo do diagnóstico tardio na saúde do portador, na sociedade e no orçamento da saúde, entre outros, justifica-se a identificação de informações que facilitem o rastreamento do potencial portador de câncer de boca, desde o primeiro contato com o sistema de saúde até o seu desfecho. Objetivo: Identificar o tempo decorrido e o caminho percorrido pelos usuários portadores de câncer de boca, com diagnóstico confirmado no Centro de Especialidades Odontológicas Cidade Tiradentes, zona leste do município de São Paulo, na rede de atendimento do Sistema Único de Saúde, desde a suspeita até o diagnóstico final e tratamento, no período de 2007 a 2018. Método: Realizado a partir de dados primários obtidos através de entrevistas com os participantes ou familiares e dados secundários obtidos dos prontuários nos serviços de saúde de referência da Atenção primária, secundária e terciária, na zona leste do município de São Paulo. Resultados: Foram coletadas informações de 50 participantes. No mesmo local e período foram diagnosticados 70 casos, sendo excluídos os que não tinham informações essenciais ou autorização através do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. O tempo decorrido foi de 155,2 dias, em média, desde a suspeita na Atenção primária ao início de tratamento na Atenção terciária, sendo o tempo médio de 49,95 dias entre a suspeita e o diagnóstico final. O caminho percorrido pelos usuários teve como início de percurso as suas unidades básicas de saúde de origem, todas localizadas em território da região leste do município de São Paulo, que foram as responsáveis por levantaram as suspeitas (Atenção primária). Em seguida, foram encaminhados para o Centro de Especialidades Odontológicas Cidade Tiradentes, responsável pela biópsia e confirmação de neoplasia através de exame laboratorial (Atenção secundária). Após a confirmação, 70% dos casos tiveram como final de percurso o Centro de Alta Complexidade em Oncologia - Hospital Santa Marcelina de Itaquera, responsável pelo tratamento, também localizado na região leste do município de São Paulo (Atenção terciária). Conclusões: Os dados permitem concluir, tomando como parâmetro a lei federal que estabelece até 60 dias para início do tratamento ou cuidados paliativos a partir do diagnóstico, que o sistema de saúde da região não está dando respostas aos casos de portadores de câncer de boca em tempo adequado.


Asunto(s)
Sistema Único de Salud , Neoplasias de la Boca , Salud Bucal , Salud Pública , Atención Odontológica , Política de Salud
6.
São Paulo; s.n; 20220609. 84 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BBO - Odontología | ID: biblio-1371692

RESUMEN

O panorama atual da atenção às oclusopatias no Brasil se caracteriza por elevada incidência e insuficiente capacidade de cobertura. As oclusopatias ocupam ainda o terceiro lugar dentre os agravos bucais mais prevalentes no mundo em que mais da metade da população brasileira nas idades de 5 a 12 anos é acometida. A capacidade de cobertura da rede instalada mostra-se aquém das necessidades da população e a atenção prestada é ofertada principalmente pelo setor privado. Diante do exposto se faz necessário identificar as evidências disponíveis e experiências relevantes ao cuidado das oclusopatias, de modo a guiar a tomada de decisão em políticas públicas de saúde. O objetivo desta pesquisa é analisar e sintetizar as evidências voltadas às oclusopatias a fim de informar a tomada de decisão com consequente planejamento de uma proposta de intervenção na APS para o enfrentamento do problema e das grandes filas vivenciadas no serviço público de Suzano/SP. A metodologia é abordada neste trabalho, de forma segmentada, em três fases: 1 - EVIDÊNCIA PARA TOMADA DE DECISÃO, em que foi realizada uma revisão de escopo para a identificação das evidências disponíveis para uma possível solução ao problema; 2 - PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA APS, em que se estruturou um curso de capacitação via ambiente virtual de aprendizado Moodle para o enfrentamento das oclusopatias na APS e avaliação das percepções da ESB em relação às competências desenvolvidas no curso e contribuição para a prática no serviço; 3 MELHORAMENTO CONTÍNUO, em que se realizou um Diálogo Deliberativo como estratégia de identificar a perspectiva dos stakeholders e aprimoramento necessário para a sustentabilidade da intervenção proposta e implementação como política pública de saúde. De 1.393 artigos identificados na base de dados consideradas na revisão de escopo, foram incluídos no estudo apenas 6 artigos para sua análise e extração dos dados de caracterização, constatando-se que apesar de abrangente as evidências disponíveis na literatura referente às oclusopatias, estudos sobre o enfrentamento ao problema no âmbito do serviço público de saúde é escasso. Após a realização do curso de capacitação, a maioria dos profissionais se sentiu apto para atuação no cuidado às oclusopatias dentro da APS, somado a alta taxa de aceitação da intervenção (97%). O Diálogo Deliberativo identificou a proposta como uma política pública viável ao enfrentamento do problema, em que se evidenciou um grande avanço na atenção prestada às oclusopatias na APS, assim como redução do número de encaminhamentos desnecessários para o CEO. Conclui-se, portanto que se deve explorar ao máximo a potencialidade das RAS e posicionar a APS como o local em que a atenção às oclusopatias deve ser iniciada, de modo a viabilizar sua identificação precoce e cuidado, evitando tratamentos mais complexos e onerosos para o sistema público de saúde e contribuindo para a integralidade no cuidado. O curso de capacitação foi o produto educacional desenvolvido neste trabalho para atuação no cuidado às oclusopatias na Atenção Primária à Saúde.


Asunto(s)
Ortodoncia , Atención Primaria de Salud , Sistema Único de Salud , Salud Bucal , Política de Salud
7.
Belo Horizonte; s.n; 20220214. 103 p.
Tesis en Portugués | LILACS-Express | Coleciona SUS, LILACS, BDENF - Enfermería, Coleciona SUS, InstitutionalDB | ID: biblio-1370359

RESUMEN

Introdução: Em 2020, conclui-se o ciclo da Década de Ações para a Segurança no Trânsito proposto pela Organização das Nações Unidas. Para atingir a meta de redução das mortes estabelecida pela ONU, em 2010, teve início o Programa Vida no Trânsito (PVT), cuja implementação está organizada em quatro etapas: articulação intersetorial; qualificação e integração dos dados; ações integradas de segurança no trânsito; e monitoramento das ações. Considera-se importante identificar quais etapas não estão implementadas e apontar possíveis estratégias para o ajuste do programa, de modo a atingir suas metas. A possibilidade de se obter uma plataforma web capaz de vincular bases epidemiológicas de dados consolidados, permitindo o amplo uso desses na vigilância para a produção de informação sobre os acidentes de trânsito, faz-se oportuna à avaliação do desempenho dessa ferramenta digital. Objetivo: Avaliar o grau da implementação do PVT em 31 municípios, a confiabilidade e a validade no pareamento probabilístico de bases de dados (record linkage) realizado na plataforma digital especialmente desenvolvida para a o PVT. Método: foi realizada uma avaliação formal e normativa, composta de duas fases: a) validação de conteúdo de 28 indicadores da implementação do PVT e b) a avaliação do grau da implementação, a partir de dois inquéritos (2015 e 2017) numa amostra de 30 municípios. Em seguida, Record Linkage (RL) probabilístico foi realizado com uso do software Reclink e da plataforma digital PD-PVT. Estes estudos utilizaram registros disponíveis na base de dados de vítimas do trânsito (VIT), no Sistema de Internação Hospitalar (SIH) e no Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), referentes ao segundo trimestre de 2016 de um município participante do PVT. Foi então verificado o desempenho do RL na PD-PVT, por meio da análise das medidas de concordância e validade comparadas à rotina do RL realizado no Reclink. Resultados: O PVT encontra-se parcial ou totalmente implementado em 84,61% dos municípios. Observou-se um aumento no número de municípios implementados, passando de oito para dez, nos anos de 2015 a 2017. Entre as quatro etapas da metodologia do PVT, apenas a primeira, encontra-se implementada. Acerca do desempenho do RL na PD-PVT, a integração entre as bases SIH-VIT e SIM-VIT mostraram uma excelente confiabilidade entre os avaliadores (Kappa 0,95-0,98). Para validade, os resultados do PD-PVT foram: Precision 1,00 (IC 1,00-1,00) para o SIM-VIT; Recall 1,00 (CI 1,00-1,00) para SIH-VIT; e AUCPR 0,99 (CI 0,99-1,00) para SIH-VIT. Conclusão: Este estudo encontrou avanços no processo de implementação do programa nos anos avaliados, no entanto, apenas a primeira etapa apresenta-se implementada nos municípios avaliados. A técnica de RL realizada na PD-PVT mostrou excelente desempenho. É relevante destacar que uma das grandes vantagens desse sistema web está no processo automatizado de pareamento probabilístico. Diante disso, acredita-se que a redução dos passos torne o processo de RL mais ágil e mais simples, possibilitando, dessa forma a incorporação da técnica de RL, na rotina do serviço dos profissionais envolvidos, o que deverá contribuir para o andamento das atividades seguintes à etapa de qualificação da informação.


Introduction: In 2020, the cycle of the Decade of Actions for Traffic Safety proposed by the United Nations Organization ends. In order to reach the goal of reducing deaths caused by the UN, in 2010, the Program Vida no Trânsito (PVT) was started, whose implementation is organized in four stages: intersectoral articulation; qualification and integration of data; integrated traffic safety actions; and monitoring of actions. It is considered important to identify which steps are not implemented and point out possible adjustments to the program in order to achieve its goals. The possibility of obtaining a web platform capable of linking epidemiological databases of consolidated data, allowing wide use in surveillance for the production of information on traffic accidents, makes the performance evaluation of this digital tool opportune. Objective: To evaluate the degree of implementation of the PVT in 31 municipalities, the reliability and validation of the probabilistic pairing of databases (record linkage) carried out on the digital platform specially developed for the PVT. Method: a formal and normative one was carried out, consisting of two phases: a) content validation of 28 indicators of the PVT implementation and b) the evaluation of the degree of implementation, based on two surveys (2015 and 2017) in a sample of 30 municipalities. Then, probabilistic Record Linkage (RL) was performed using the Reclink software and the PD-PVT digital platform. These studies use records available in the traffic death database (VIT), in the Hospital Admission System (SIH) and in the Mortality Information System (SIM), referring to the second quarter of 2016 of a municipality participating in the PVT. The performance of the RL in the PD-PVT was then verified, through the analysis of the measures of agreement and validated to the routine of the RL performed in the Reclink. Results: The PVT is partially or fully implemented in 84.61% of the municipalities. There was an increase in the number of implemented municipalities, from eight to ten, in the years 2015 to 2017. Among the four stages of the PVT methodology, only the first is implemented. Regarding the performance of the RL in the PD-PVT, an integration between the SIH-VIT and permanent SIM-VIT bases and an excellent reliability among the evaluators (Kappa 0.95-0.98). For validation, the PD-PVT results were: Precision 1.00 (CI 1.00-1.00) for SIM-VIT; Remember 1.00 (CI 1.00-1.00) for SIH-VIT; and AUCPR 0.99 (CI 0.99-1.00) for SIH-VIT. Conclusion: This study found advances in the process of implementing the program in the years obtained, however, only the first stage is implemented in the recovered municipalities. The RL technique performed on the PD-PVT revealed excellent performance. It is worth noting that one of the great advantages of this web system is not the automated process of probabilistic matching. Therefore, it is believed that the reduction of steps makes the RL process more agile and simpler, thus enabling an incorporation of the RL technique in the service routine of the professionals involved, which should contribute to the progress of activities following the information qualification stage.

8.
Curitiba; s.n; 20220211. 133 p. ilus.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1370449

RESUMEN

Resumo: Introdução: A atenção à saúde da mulher sofreu diversas mudanças ao longo do tempo, caminhando para estratégias e melhorias no cuidado, a fim de superar o modelo biomédico e cuidar da saúde materna e infantil em todos os seus aspectos. O pré-natal visa a assegurar acompanhamento de qualidade, com identificação precoce de fatores de risco e complicações que venham repercutir na saúde da mãe e do bebê. Intervenções precoces qualificam a atenção e reduzem as taxas de morbidade e mortalidade materna e fetal. Objetivos: Descrever as vivências e expectativas da gestante em relação ao pré-natal na Atenção Primária à Saúde. Apreender a competência da enfermeira no cuidado pré-natal sob a ótica da gestante. Método: Trata-se de uma pesquisa qualitativa e descritiva. O estudo foi conduzido em um município da região metropolitana de Curitiba/PR. Os critérios de inclusão foram gestantes maiores de 18 anos, em acompanhamento com enfermeira e ou médico, de qualquer risco gestacional, primíparas ou multíparas, no 2º ou 3º trimestre gestacional. Foram excluídas gestantes no 1º trimestre de gestação ou que não tinham compreensão do idioma português. A coleta de dados foi mediante entrevista semiestruturada com 27 participantes analisadas com base nos passos sugeridos de Creswell e apoio do software Iramuteq® para organização dos dados. Resultados: Foram identificadas duas categorias centrais: 1 - "O cuidado esperado e idealizado no pré-natal a partir das vivências e expectativas das gestantes", que evidenciou as vivências que estão ligadas ao contexto de vida e experiências passadas da gestação e pré-natal, expectativas e idealização do cuidado na Atenção Primária à Saúde, satisfação da atenção recebida no pré-natal e a influência da pandemia por Covid-19. A segunda categoria, intitulada 2 - "O cuidado recebido no pré-natal a partir das vivências e expectativas das gestantes", permitiu discutir aspectos relacionados aos cuidados recebidos na gestação pela identificação da competência da enfermeira, englobando a consulta de vinculação e subsequentes, rotinas, orientações e atenção despendida. Considerações finais: A percepção do cuidado vivenciado e as expectativas frente ao pré-natal são influenciadas por aspectos da gestação. Como potencialidades da prática da enfermeira identificadas pela gestante, estão o vínculo, o acolhimento e a escuta ativa, por vezes ofuscada pela hegemonia do cuidado médico, que ainda permeia o âmbito da atenção à saúde, limitando a visão do cuidar com qualidade. A formação da enfermeira e o contínuo desenvolvimento de competência para uma prática centrada na individualidade da gestante e promoção à saúde fortalecem o cuidado realizado e permitem avanços para um cuidado integral e para visibilidade da profissão.


Abstract: Introduction: Woman health care has undergone several changes over the time leading to strategies and improvements of care, in order to overcome the biomedical model and take care of mother and child health na all its aspects. The goal of prenatal is to ensure quality follow-up, with early identification of risk factors and complications that may affect the health of the mother and baby. Early interventions qualify care and reduce maternal and fetal morbidity and mortality rates. Objectives: To describe the experiences and expectations of pregnant women in relation to prenatal care in Primary Health Care. To understand the nurse's competence in prenatal care from the perspective of the pregnant woman. Methods: This is a qualitativa and descriptive research. The study was performed in a city of the metropolitan region of Curitiba/PR. He inclusion criteria were in pregnant women older than 18 years, in follow-up with nurse and/or doctor, of any gestacional risk, primiparous ou multiparous, in the 2nd or 3rd gestational trimester. Pregnant women in the 1st trimester of pregnancy or those who did not understand the Portuguese language were excluded. Data was obtained by semi-structured interviews with 27 participants analyzed based on steps of Creswell and supported by Iramuteq® software for data organization. Results: Two main categories was identified: 1 ­ "The expected and idealized prenatal care based on experiences and expectations of pregnant Woman" which evidenced the experiences that are linked to the context of life and past experiences of pregnancy and prenatal care, expectations and idealization of care in primary health care, satisfaction with the care received in prenatal care and the influence of the Covid-19 pandemic. The second category, entitled 2 - "The care received in prenatal care from the experiences and expectations of pregnant women", allowed to discuss aspects related to the care received during pregnancy from the identification of the nurse's competence, covering the bonding consultation and subsequents, routines, orientations and attention spent. Final considerations: The perception of experienced care and expectations regarding prenatal care are influenced by aspects of pregnancy. As potentialities of the nurse's practice identified by the pregnant woman are the bond, reception and active listening, sometimes overshadowed by the hegemony of medical care that still permeates the scope of health care, limiting the vision of quality care. The training of nurses and the continuous development of competence for a practice centered on the pregnant woman's individuality and health promotion strengthen the care provided and allow advances towards comprehensive care and visibility of the profession.


Asunto(s)
Humanos , Femenino , Embarazo , Adolescente , Adulto , Atención Prenatal , Mujeres Embarazadas , Empatía , Acogimiento , Prioridad del Paciente , Atención de Enfermería
9.
Curitiba; s.n; 20220221. 131 p. graf, ilus, mapas, tab.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1370432

RESUMEN

Resumo: Trata-se de estudo quantitativo transversal cujo objetivo foi analisar a correlação entre funcionalidade e força de preensão manual e a condição de fragilidade física em idosos da atenção primária à saúde. Participaram 389 idosos (=60 anos) de ambos os sexos, cadastrados em uma Unidade Básica de Saúde de Curitiba, Paraná. A coleta de dados ocorreu de janeiro a novembro de 2019, foi precedida pela aplicação do miniexame do estado mental, seguida dos questionários sociodemográfico e clínico, escala da medida de independência funcional (MIF) e avaliação da fragilidade física. Os dados foram organizados no programa Microsoft Excel® 2007 e analisados no software R CORE TEAM, mediante estatística descritiva, análises bivariadas (p<0,05), testes de Kruskal-Wallis, Dunn, qui-quadrado e Spearman. Dos 389 idosos, 34 (8,7%) eram frágeis, 186 (47,8%) pré-frágeis, 169 (43,5%) não frágeis, 255 (65,6%) do sexo feminino e 186 (47,8%) na faixa etária entre 60 e 69 anos. A FPM reduzida foi identificada em 82 (21%) idosos e distribuída entre 27 (79,5%) frágeis e 55 (29,5%) pré-frágeis. Houve correlação significativa entre funcionalidade e força de preensão manual segundo à condição de fragilidade física (Pˆ= 0,330; p=<0,001). A média da FPM foi maior no grupo de idosos não frágeis (28,9 Kgf), comparada aos pré-frágeis (24,6 Kgf) e frágeis (17,1 Kgf). A pontuação média da funcionalidade (MIF) foi maior no grupo de idosos não frágeis (122,1 pontos) em relação aos pré-frágeis (120,6pontos) e frágeis (114,2 pontos). Quanto à tarefa da MIF "controle de urina", observou-se elevada frequência idosos frágeis completamente dependentes (n=9; 26,4%) e pré-frágeis moderadamente dependentes (n=52; 27,9%). Para a tarefa "interação social" observou-se expressiva frequência de idosos frágeis moderadamente dependentes(n=12; 35,3%). Para a tarefa "resolução de problemas" evidenciou-se a mesma frequência (n=7; 20,6%) de idosos frágeis completamente dependentes e moderadamente dependentes. Na avaliação da tarefa "memória" destacaram-se os pré-frágeis moderadamente dependentes (n=26; 14%). A correlação entre funcionalidade (MIF) e FPM se mostrou fraca, positiva e significativa entre os idosos da amostra investigada (Pˆ= 0,330; p=<0,001), entre os não frágeis (Pˆ= 0,252;p=<0,001) e entre os pré-frágeis (Pˆ= 0,236; p=0,001). O desempenho nas tarefas "controle de urina" e "subir e descer escadas" correlacionou-se significativamente à FPM (p=<0,005) entre os idosos pré-frágeis. Destacam-se, com maior coeficiente de correlação com a FPM, as tarefas "controle de urina" para os idosos não frágeis (Pˆ=0,309) e "subir e descer escadas" para os pré-frágeis (Pˆ=0,222). Já a tarefa "resolução de problemas" correlacionou-se à FPM entre os idosos pré-frágeis (p=<0,004) e frágeis (p=<0,017), sendo entre esses o maior coeficiente de correlação (Pˆ= 0,408). Verifica-se ainda a correlação entre a tarefa "expressão verbal e não verbal" e a FPM para o grupo de idosos frágeis (p=<0,025; Pˆ= 0,383). Conclui-se que houve correlação positiva entre funcionalidade e FPM entre os idosos não frágeis e pré-frágeis, indicando que quanto maior a FPM, melhor é o desempenho funcional. Destacam-se resultados expressivos para a prática clínica de enfermagem gerontológica, que podem subsidiar estratégias preventivas voltadas à manutenção da FPM e da funcionalidade, principalmente entre os idosos não frágeis e pré-frágeis.


Abstract: This is a cross-sectional quantitative study whose objective was to analyze the correlation between functionality and handgrip strength and the condition of physical frailty in elderly people in primary health care. Participants were 389 elderly people (=60 years) of both sexes, registered at a Basic Health Unit in Curitiba, Paraná. Data collection took place from January to November 2019, was preceded by the application of the mini-mental state exam, followed by sociodemographic and clinical questionnaires, functional independence measure scale (FIM), and assessment of physical frailty. Data were organized in Microsoft Excel® 2007 program and analyzed in R CORE TEAM software, using descriptive statistics, bivariate analyzes (p<0.05), Kruskal-Wallis, Dunn, chi-square, and Spearman tests. Of the 389 elderly, 34 (8.7%) were frail, 186 (47.8%) were pre-frail, 169 (43.5%) were non-frail, 255 (65.6%) were female and 186 (47.8%) in the age group between 60 and 69 years. Reduced HGS was identified in 82 (21%) elderly and distributed among 27 (79.5%) frail and 55 (29.5%) pre-frail. There was a significant correlation between functionality and handgrip strength according to the condition of physical frailty (Pˆ=0.330; p=<0.001). The average HGS was higher in the group of non-frail elderly (28.9 Kgf), compared to pre-frail (24.6 Kgf) and frail (17.1 Kgf). The mean functionality score (MIF) was higher in the group of non-frail elderly (122.1 points) compared to pre-frail (120.6 points) and frail (114.2 points). As for the FIM task "urine control", a high frequency of completely dependent frail elderly (n=9; 26.4%) and moderately dependent pre-frail (n=52; 27.9%) was observed. For the "social interaction" task, there was a significant frequency of moderately dependent frail elderly was observed (n=12; 35.3%). For the "problem solving" task, the same frequency (n=7; 20.6%) of completely dependent and moderately dependent frail elderly individuals was observed. In the evaluation of the "memory" task, the moderately dependent pre-frail stood out (n=26; 14%). The correlation between functionality (MIF) and HGS was weak, positive, and significant among the elderly in the investigated sample (Pˆ= 0.330; p=<0.001), among the nonfrail (Pˆ=0.252; p=<0.001) and among the elderly. pre-fragile (Pˆ= 0.236; p=0.001). The performance in the tasks "urine control" and "going up and down stairs" was significantly correlated with HGS (p=<0.005) among the pre-frail elderly. The tasks "urine control" for the non-frail elderly (Pˆ=0.309) and "going up and down stairs" for the pre-frail stand out, with the highest correlation coefficient with HGS (Pˆ=0.222). The "problem solving" task was correlated with HGS among pre-frail (p=<0.004) and frail (p=<0.017) elderly, with the highest correlation coefficient (Pˆ=0.408) among these. There is also a correlation between the task "verbal and non-verbal expression" and HGS for the frail elderly group (p=<0.025; Pˆ=0.383). It was concluded that there was a positive correlation between functionality and HGS among the non-frail and pre-frail elderly, indicating that the higher the HGS, the better the functional performance. Significant results for the clinical practice of gerontological nursing stand out, which can support preventive strategies aimed at maintaining HGS and functionality, especially among non-frail and pre-frail elderly people.


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Persona de Mediana Edad , Anciano , Anciano , Anciano Frágil , Fuerza de la Mano , Interacción Social , Enfermería Geriátrica , Atención de Enfermería
10.
Curitiba; s.n; 20220218. 135 p. ilus, tab.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1370473

RESUMEN

Resumo: Objetivo: Analisar as medidas protetivas para a Covid-19 junto aos profissionais de saúde de um complexo hospitalar do município de Curitiba-PR. Materiais e Métodos: Trata-se de uma pesquisa descritiva e analítica, de natureza exploratória e abordagem quantitativa, desenvolvida em um complexo hospitalar universitário da capital paranaense. Nesta pesquisa, para definição da amostra, foi utilizada a técnica de amostragem não intencional e não probabilística, bola de neve e participaram 104 profissionais de saúde (enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e médicos), que atuam em unidades com atendimento direto ao paciente suspeito ou confirmado da Covid-19. A coleta de dados foi desenvolvida entre os meses de maio e agosto de 2021, por meio de entrevista on-line, em que se utilizou de um questionário estruturado, composto por questões fechadas sobre o perfil sócio-ocupacional, histórico ocupacional e medidas de enfrentamento para Covid-19. Os dados foram analisados de forma descritiva e pelos testes de qui quadrado, exato de Fisher, odds ratio com intervalo de confiança de 95%. Resultados: Dos 104 participantes, 57,7% (n=60) eram enfermeiros, 84,6% (n=88) do sexo feminino, 42,3% estavam na faixa etária entre 30 e 39 anos e 38,5% (n=40) tiveram a Covid-19. Com relação à exposição a riscos e agravos: a média de idade entre os profissionais de saúde positivos para Covid-19 foi de 36,2 anos; 62,5% dos participantes referiram estar parcialmente seguros no ambiente de trabalho e contraíram Covid-19; 36,7% dos profissionais de saúde que realizaram procedimentos geradores de aerossol testaram positivo para a doença. Na associação do perfil sócioocupacional com o acidente com material biológico, 5,8% dos profissionais tiveram algum tipo de acidente. Em relação às medidas protetivas para a Covid-19, 66,7% dos profissionais de saúde negativos para o agravo, relataram terem participado de capacitações no ambiente de trabalho (p=0,006 OR: 0,2 [0,06-0,69]). Sobre o fornecimento de equipamentos de proteção Individual, afirmaram a presença deles, 59,2% dos profissionais negativos para covid-19 (p=0,05). Na realização dos cinco momentos de higienização das mãos, 83,3% dos entrevistados que mencionaram realizar a ação na maioria das vezes ao invés de sempre, conforme recomendado, testaram positivo para Covid-19 (p<0,001 OR: 10,89 [2,24-53,03]). Na associação de adesão às medidas protetivas e acidente com material biológico, observou-se que o uso do protetor facial ou óculos de proteção, quando utilizado sempre, foi um fator de proteção para não ocorrer nenhum tipo de acidente (p<0,001). Já, para o uso de equipamentos de proteção individual durante procedimentos geradores de aerossóis, quando comparado com o uso sempre, conforme recomendado, aqueles que mencionaram usar, na maioria das vezes, apresentaram maior risco para acidente (p=0,015 OR:7,67 [1,16-50,63]). Conclusão: Concluiu-se que as medidas protetivas foram indispensáveis e que sua adesão possibilitou redução da exposição dos profissionais de saúde a riscos e agravos à saúde. Ressalta-se que a participação em capacitações, o uso e o fornecimento de equipamentos de proteção individual e a higienização das mãos foram medidas importantes no enfrentamento da pandemia, sendo assim, recomenda-se que essas medidas sejam amplamente utilizadas como barreira contra a exposição dos profissionais de saúde à contaminação pela Covid- 19.


Abstract: Objective: To analyze the protective measures for Covid-19 with health professionals from a hospital complex in the city of Curitiba-PR. Materials and Methods: This is a descriptive and analytical research, with an exploratory nature and a quantitative approach, developed in a university hospital complex in the capital of Paraná. In this research, to define the sample, the unintentional and non-probabilistic sampling technique was used, snowball, and 104 health professionals participated (nurses, nursing technicians, physiotherapists and physicians), who work in units with direct patient care. suspected or confirmed Covid-19. Data collection was carried out between May and August 2021, through an online interview, in which a structured questionnaire was used, consisting of closed questions about the socio-occupational profile, occupational history and coping measures. for Covid-19. Data were analyzed descriptively and by chi-square, Fisher's exact and odds ratio tests with a 95% confidence interval. Results: Of the 104 participants, 57.7% (n=60) were nurses, 84.6% (n=88) were female, 42.3% were aged between 30 and 39 years and 38.5% ( n=40) had Covid-19. Regarding exposure to risks and injuries: the average age among health professionals positive for Covid-19 was 36.2 years; 62.5% of participants reported being partially safe in the work environment and having contracted Covid-19; 36.7% of healthcare professionals who performed aerosol-generating procedures tested positive for the disease. In the association of the socio-occupational profile with the accident with biological material, 5.8% of the professionals had some type of accident. Regarding protective measures for Covid-19, 66.7% of health professionals negative for the disease reported having participated in training in the work environment (p=0.006 OR: 0.2 [0.06-0.69 ]). Regarding the supply of Personal Protective Equipment, 59.2% of professionals were negative for Covid-19 (p=0.05). In performing the five hand hygiene moments, 83.3% of respondents who mentioned performing the action most of the time instead of always, as recommended, tested positive for Covid-19 (p<0.001 OR: 10.89 [2] .24-53.03]). In the association of adherence to protective measures and accidents with biological material, it was observed that the use of face shields or goggles, when used always, was a protective factor for no type of accident to occur (p<0.001). On the other hand, for the use of personal protective equipment during aerosol-generating procedures, when compared to always using it, as recommended, those who mentioned using it, most of the time, had a higher risk of accident (p=0.015 OR:7.67 [1.16-50.63]). Conclusion: It was concluded that the protective measures were indispensable and that their adherence made it possible to reduce the exposure of health professionals to risks and health problems. It is noteworthy that participation in training, the use and supply of personal protective equipment and hand hygiene were important measures in facing the pandemic, therefore, it is recommended that these measures be widely used as a barrier against the exposure of health professionals to contamination by Covid-19.


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Adulto , Persona de Mediana Edad , Práctica Profesional , Medidas de Seguridad , Riesgos Laborales , Salud Laboral , Personal de Salud , COVID-19
11.
Curitiba; s.n; 20220221. 88 p.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1370460

RESUMEN

Resumo: Trata-se de uma revisão sistemática de efetividade (RSE), sobre as tecnologias de reposicionamento do cateter central de inserção periférica (PICC) em neonatos. É um método sistemático para sumarizar evidências sobre uma intervenção, seguiu o método do Instituto Joanna Briggs. A seguinte questão de pesquisa foi elaborada: qual a efetividade das tecnologias de reposicionamento do PICC em neonatos? O acrônimo PICO foi utilizado, onde: P- neonatos; I- tecnologias de reposicionamento; C- tecnologias de reposicionamento utilizadas de forma isolada ou combinadas para reposicionar a ponta do PICC e O- reposicionamento adequado do PICC. Os estudos incluídos atenderam os seguintes critérios: estudos que adotaram procedimentos de massagem, manobras corporais, reposicionamento do paciente, tração do cateter, flush ou outras tecnologias, isoladas ou combinadas, para reposicionar o PICC, em Inglês, Português e Espanhol. Foram encontrados estudos de coorte, transversal, relato de caso e série de caso, nas bases de dados SCOPUS, CINAHL (Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature), MEDLINE/PubMed (Medical Literature Analysis and Retrieval System Online), Web of Science e Embase (Excerpta Medica Database). Os processos de seleção e exclusão foram realizados por dois revisores independentes. Aplicando os critérios de elegibilidade, foram incluídas 05 publicações, entre 2002 e 2011. Somaram um total de 142 participantes envolvidos no procedimento de inserção do PICC e 39 cateteres mal posicionados. A veia mais utilizada para a inserção do cateter foi a basílica. Foram reposicionados 32 cateteres com sucesso (82%) adotando as seguintes tecnologias: movimentação dos membros, tração do cateter, posicionamento corporal, flush e conduta passiva. Ressalta-se que a aquisição de tecnologias pode auxiliar na inserção e acompanhamento do posicionamento adequado do cateter. Para o sucesso na punção e manutenção do PICC e evitar complicações, recomenda-se uso de bundles baseados em evidências. Quanto a avaliação dos estudos incluídos a maioria alcançou conformidade inferior a 60% em seus respectivos instrumentos de qualidade de relatos ­ STROBE (Strengthening the Reporting of Observational Studies in Epidemiology) e CARE (Case Report Guidelines) e nas Ferramentas de Avaliação Crítica do JBI. Foram encontradas evidências limitadas, que não permitem conclusões sobre a efetividade das tecnologias de reposicionamento do PICC em neonatos. Através desta RSE não foi possível identificar benefícios e malefícios do reposicionamento, nem estabelecer a força da recomendação das evidências disponíveis através do GRADE (Grading of Recommendations Assessment, Development and Evalution) devido a limitação dos estudos incluídos. As evidências sumarizadas e analisadas, por meio de método rigoroso e sistemático, nessa revisão, se caracterizam como inovadoras e estão alinhadas ao Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e a Linha de pesquisa Tecnologia e Inovação para o Cuidar em Saúde e Enfermagem. Pretende-se que este estudo impacte a prática clínica, por meio da sumarização das evidências disponíveis, da importância de novos estudos que produzam evidências mais consistentes, da relevância de equipes capacitadas para a inserção e cuidados com PICC em neonatos. Esta RSE é passível de replicabilidade para eventuais pesquisas futuras e recomenda-se a produção de novas evidências. O protocolo está registrado no PROSPERO com o número: CRD42021248877.


Abstract: This is a systematic review of effectiveness (SRE) on the technologies for repositioning the peripherally inserted central catheter (PICC) in neonates. It is a systematic method for summarizing evidence about an intervention, following the Joanna Briggs Institute method. The following research question was elaborated: how effective are PICC repositioning technologies in neonates? The acronym PICO was used, where: P- neonates; I- repositioning technologies; C- repositioning technologies used alone or in combination to reposition the tip of the PICC and O-proper repositioning of the PICC. The included studies met the following criteria: studies that adopted massage procedures, body maneuvers, patient repositioning, catheter traction, flush or other technologies, alone or in combination, to reposition the PICC, in English, Portuguese and Spanish. Cohort, cross-sectional, case report and case series studies were found in the databases SCOPUS, CINAHL (Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature), MEDLINE/PubMed (Medical Literature Analysis and Retrieval System Online), Web of Science. and Embase (Excerpta Medica Database). The selection and exclusion processes were performed by two independent reviewers. Applying the eligibility criteria, 05 publications were included, between 2002 and 2011. There was a total of 142 participants involved in the PICC insertion procedure and 39 poorly positioned catheters. The most used vein for catheter insertion was the basilica. 32 catheters were successfully repositioned (82%) using the following technologies: limb movement, catheter traction, body positioning, flush and passive conduct. It is noteworthy that the acquisition of technologies can help in the insertion and monitoring of the proper positioning of the catheter. For successful puncture and maintenance of the PICC and to avoid complications, the use of evidence-based bundles is recommended. Regarding the evaluation of the included studies, most achieved compliance below 60% in their respective reporting quality instruments - STROBE (Strengthening the Reporting of Observational Studies in Epidemiology) and CARE (Case Report Guidelines) and in the JBI Critical Assessment Tools. Limited evidence was found, which does not allow conclusions about the effectiveness of PICC repositioning technologies in neonates. Through this SRE, it was not possible to identify the benefits and harms of the repositioning, nor to establish the strength of the recommendation from the available evidence through the GRADE (Grading of Recommendations Assessment, Development and Evaluation) due to the limitation of the included studies. The evidence summarized and analyzed, using a rigorous and systematic method, in this review, is characterized as innovative and is in line with the Graduate Program in Nursing and the Research Line Technology and Innovation for Health Care and Nursing. It is intended that this study has an impact on clinical practice, by summarizing the available evidence, the importance of new studies that produce more consistent evidence, the relevance of qualified teams for the insertion and care of PICC in neonates. This SRE can be replicated for possible future research and the production of new evidence is recommended. The protocol is registered with PROSPERO with the number: CRD42021248877.


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Recién Nacido , Recién Nacido , Cuidado Intensivo Neonatal , Catéteres , Atención de Enfermería
12.
São Paulo; s.n; 2022. 139 p.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: biblio-1361327

RESUMEN

Introdução: Pilotar uma aeronave é uma atividade que requer um conjunto de habilidades especializadas. Existem muitos procedimentos padronizados, porém é necessário também fazer julgamentos na presença de incertezas, considerando os riscos e tomando decisões de maneira rápida e prudente. A atividade de um piloto de linha aérea se desenvolve em um sistema complexo, com múltiplas interações. Para tanto, necessita ter capacidade de reconhecer padrões de interação e saber o que fazer em situações imprevisíveis. Diante das imprevisibilidades é importante compreender quais são os recursos e estratégias utilizados para lidar com os eventos. Objetivo: Esta tese tem como objetivo analisar quais são os fatores determinantes da tomada de decisão bem-sucedida de pilotos de linha aérea em situação não prescritas de trabalho e considerando o modelo de decisão utilizado e os aspectos cognitivos envolvidos. Métodos: Foram estudados pilotos de linha aérea que vivenciaram durante a atividade um evento crítico, onde não havia procedimentos previstos ou regras convencionadas. Para compreender as estratégias foram entrevistados 10 pilotos de linha aérea. As entrevistas semiestruturadas seguiram a metodologia da Análise Cognitiva da Tarefa. Posteriormente as informações de 12 eventos relatados foram analisadas e classificadas segundo a taxonomia Schema World Action Research Method (SWARM). A metodologia adotada para a análise de decisão empregada na pesquisa serve para ampliar a capacidade de organizar estratégias de conhecimento dos pilotos de linha área, fazendo com que possam avaliar e responder às situações não prescritas durante o voo de forma mais rápida e segura. Resultados: Observamos que existe pressão de tempo nas decisões, em situações nas quais as interações são complexas. Nestes casos, as consequências das decisões podem ser graves para o decisor. Essas são tomadas com base na experiência e nos processos de decisão naturalista. Os processos de treinamento convencionais foram reconhecidos como fatores que contribuíram para as decisões em eventos críticos. A compreensão dos processos envolvidos na decisão naturalista pode enriquecer as possibilidades de aprendizagem e melhorar a segurança da operação aérea. Conclusão: o estudo permitiu verificar que a compreensão dos processos de decisão naturalista em situações não prescritas pelas regras, foi um fator preditivo para a segurança de voo.


Introduction: Flying an aircraft is an activity that requires a set of specialized skills. There are many standardized procedures, but it is also necessary to make judgments in the presence of uncertainties, considering the risks and making decisions quickly and prudently. The activity of an airline pilot develops in a complex system, with multiple interactions, therefore, he/she needs to be able to recognize interaction patterns and know what to do in unpredictable situations. Faced with unpredictability, it is important to understand the resources and strategies used to deal with events. Objective: This thesis aims to analyze what are the determining factors of successful decision-making by airline pilots in non-prescribed work situations, considering the decision model used and the cognitive aspects involved. Methods: Airline pilots who experienced a critical event during the activity, where there were no procedures or agreed rules, were studied. To understand the strategies, 10 airline pilots were interviewed, the semistructured interviews followed the Cognitive Task Analysis methodology. Later the information from 12 reported events were analyzed and classified using the Schema World Action Research Method (SWARM) taxonomy. The methodology adopted for the decision analysis used in the research serves to expand the ability to organize knowledge strategies of the airline pilots, making them able to evaluate and respond to non-prescribed situations during the flight in a faster and safer way. Results: We observed that there is time pressure on decisions, in scenarios where interactions are complex. In these cases, the consequences of the decisions can be serious for the decision maker. Those are taken on the basis of experience and naturalistic decision processes. Conventional training processes were recognized as factors that contributed to decisions in critical events. Understanding the processes involved in the naturalistic decision can enrich the learning possibilities and improve the safety of the air operations. Conclusion: The study made it possible to verify that the understanding of naturalistic decision processes in scenarios not formal prescribed by the rules is a predictive factor for flight safety.


Asunto(s)
Análisis y Desempeño de Tareas , Aeronaves , Toma de Decisiones , Pilotos , Seguridad , Técnicas de Apoyo para la Decisión
13.
São Paulo; s.n; 2022. 159 p.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: biblio-1372264

RESUMEN

Introdução: A vacinação é considerada uma das mais importantes intervenções de saúde pública. A queda nas coberturas brasileiras desencadeou preocupação acerca do possível impacto da hesitação vacinal nas metas do Programa Nacional de Imunização. Objetivo: Avaliar a hesitação materna em vacinar e a situação vacinal de crianças de até dois anos de idade. Métodos: Estudo transversal com análise de dados primários de inquérito vacinal de uma amostra probabilística estratificada das crianças nascidas em 2015 no município de Araraquara (SP). Foram coletados dados sociodemográficos e econômicos; informações de vacinação da caderneta de saúde da criança; características, informações de saúde da mãe, gravidez, parto e puerpério; características e informações de saúde da criança; aspectos relacionados à vacinação; atitudes maternas frente à vacinação; e informações sobre o uso da internet no cuidado da criança. A análise foi realizada por meio da regressão de Poisson com variância robusta, regressão de Cox e regressão linear. Resultados: As coberturas no inquérito vacinal para cada vacina específica variaram de 86 a 100%; já para o esquema completo a variação foi de 77% (12 meses) a 69% (24 meses), com heterogeneidade em suas distribuições espaciais. Orientação dos profissionais de saúde sobre vacinação no período de pré-natal ou pós parto, problemas de saúde materna durante o parto ou nos primeiros sete dias e relatos de reação adversa à vacina na criança foram associados à completude do calendário vacinal. Além disso, 89% das crianças atrasaram alguma dose de vacina, com as seguintes variáveis associadas a esse atraso: problemas de saúde da mãe durante o parto ou nos primeiros sete dias; internação da criança nos primeiros dois anos de vida; vínculo fraco da mãe com os profissionais de saúde da unidade de saúde; e, atraso proposital ou decisão de não vacinar a criança. Ainda, alta renda familiar foi associada à maior confiança nas vacinas e menor percepção de risco delas, enquanto a presença de outros filhos, independentemente da ordem de nascimento, na família foi associada a menor confiança nas vacinas. O bom relacionamento com os profissionais de saúde, a disposição para aguardar a aplicação da vacina e o hábito da vacinação nas campanhas foram associados à maior confiança nas vacinas. Já o atraso deliberado ou a decisão de não vacinar seus filhos e a experiência anterior com reações adversas à vacina foram associados com menor confiança nas vacinas e maior percepção de risco das vacinas. Conclusão: O estudo aponta para as altas coberturas vacinais, mas com distribuição espacial heterogênea. Ainda, destaca a importância das orientações dos profissionais de saúde sobre os benefícios e a segurança da vacina, desempenhando um papel relevante ao abordar a hesitação vacinal, orientando a vacinação através de uma relação de confiança.


Introduction: The vaccination is considered by public health as one of the most important interventions. The Brazilian vaccine coverage has fallen off and triggered off preoccupation concerning the impact of vaccine hesitancy in the Immunization National Program. Objective: To analyze the maternal hesitance and the vaccine status of the children up to two years old. Methods: The method was a cross-sectional study of primary data extracted from one stratified probabilistic sample of the children that was borned in 2015 from Araraquara municipality (SP). It was gathered: sociodemographic and economic data; information from the vaccine booklet; mothers characteristic and health information; pregnancy, delivery and postpartum period; aspects related to the vaccination; motherly attitudes towards the vaccination; and information about the use of the internet applied to child care. The Poisson regression, Cox regression and Linear regression were used in the analysis. Result: The coverage in the vaccine survey for each specific vaccine varied from 86 to 100%; yet, for the complete schedule the variation was of 77% (12 months) and 69% (24 months) with heterogeneity in its space distributions. The guidance from health professionals on vaccination for the mother; mother's health problems during the delivery or in the first seven days and reports of a previous episode of adverse reaction to the vaccine were associated with the completeness of the vaccination schedule. Moreover, the delayed vaccination rate was 88.66%. Variables associated with delayed vaccination were: mother's health problems during the delivery or in the first seven days; hospitalization of the child in the first two years of life; mother's poor bond with health professionals at the health unit; purposeful decision to delay or not to vaccinate the child. Still, familys high income was associated with greater confidence in vaccines and lower risk perception of vaccines, while the presence of other children, regardless of birth order, in the family was associated with lower confidence in vaccines. The good relationship with health professionals, the willingness to wait for the vaccine application, and the habit of vaccinating on campaign were associated with greater confidence in vaccines. The deliberate delay or the decision to not vaccinate their children and previous experience with adverse reactions to the vaccine were associated with lower confidence in vaccines and greater risk perception of vaccines. Conclusions: The study indicates the high vaccine coverage, but with heterogeneity in its space distributions. Even more, it highlights the importance of guidance from health professionals on vaccination about the advantages and vaccine safety, because they develop a relevant role in the vaccine hesitance, guiding the vaccination through a confidence relationship.


Asunto(s)
Vacunas , Inmunización , Vacunación , Programas de Inmunización , Cobertura de Vacunación , Salud del Niño , Salud Materno-Infantil
14.
São Paulo; s.n; 2022. 118 p.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: biblio-1368380

RESUMEN

Introdução: Jovens são desproporcionalmente afetados pela epidemia de HIV. Essas dificuldades já foram descritas e analisadas quanto a seus determinantes. Contudo, embora as intervenções efetivas para promover o teste anti-HIV estejam concentradas em ambientes escolares, ainda persistem controvérsias no que se refere à efetividade dessas intervenções para aumentar a atitude e o comportamento de testagem entre a população jovem. Objetivo: Avaliar a efetividade de intervenções realizadas em instituições formais de ensino (escolas e universidades) no aumento da atitude e do comportamento relativos à testagem anti-HIV entre pessoas jovens. Portanto, a pergunta norteadora deste estudo foi: As intervenções realizadas em instituições formais de ensino são efetivas para promover o teste anti-HIV entre pessoas jovens? Métodos: Esta revisão sistemática (RS) da literatura seguiu as recomendações metodológicas do Cochrane Handbook para Revisões Sistemáticas de Intervenções, versão 6.0. A estratégia de busca foi elaborada a partir do acrônimo PICOS (P = adolescentes e jovens; I = intervenções implementadas em instituições formais de ensino (escolas e universidades); C = nenhuma intervenção; currículo padrão de prevenção sexual; qualquer intervenção realizada fora do ambiente formal de ensino; O = atitude e comportamento relativos à testagem anti-HIV; S = ensaios clínicos randomizados (ou quase randomizados); e ensaios clínicos randomizados por conglomerado). A busca sistemática foi realizada entre maio e junho de 2019 em 17 bases de dados. Não foi estabelecido nenhum tipo de restrição quanto ao idioma ou limite temporal dos estudos pesquisados. A seleção dos estudos elegíveis foi realizada por dois avaliadores independentes, que também avaliaram a qualidade metodológica dos estudos incluídos e extraíram seus dados. As discordâncias foram dirimidas através de consenso ou com o auxílio de um terceiro avaliador. Os dados foram apresentados de forma descritiva e com metanálise. Resultados: Seis documentos e quatro estudos foram incluídos nesta RS. Desses, dois estudos são Ensaios Clínicos (EC) randomizados por indivíduos e dois são (EC) randomizados por conglomerados. Um estudo avaliou o desfecho de atitude para testagem anti-HIV e três estudos avaliaram o desfecho comportamental de testagem. Apenas este desfecho pôde ser incluído na metanálise. Dois estudos foram agrupados em metanálise e os resultados foram apresentados com gráfico de floresta. Houve significante (p=0,02) efeito da intervenção nos testes de HIV. No que concerne à atitude em relação à testagem, a síntese descritiva também sugere benefício das intervenções. Conclusão: Os achados qualitativos e quantitativos da presente RS sugerem que as intervenções realizadas em instituições formais de ensino, quando comparadas a nenhuma intervenção, são efetivas em aumentar a atitude e o comportamento relacionados ao teste anti-HIV entre jovens. No entanto, evidenciou-se que essas intervenções têm se restringido a uma abordagem restritiva de prevenção combinada, notadamente pela implementação de estratégias de cunho comportamental e biomédico, negligenciando ações preventivas combinadas mais abrangentes. Dado ao reduzido número de artigos incluídos, não há evidências suficientes para concluir que aspectos relacionados às características das intervenções implementadas possam ter influenciado os resultados.


Introduction: Young people are disproportionately affected for the HIV epidemic. The determinants of these difficulties have already been described and assessed. However, although effective interventions to promote HIV testing are concentrated in school environments, there are still controversies regarding the effectiveness of these interventions to increase the attitude and testing behavior among this population. Objective: To assess the effectiveness of interventions carried out in formal educational institutions (schools and universities) in increasing attitude and behavior related to HIV testing among young people. Therefore, the main question of this study was: "Are the interventions performed in formal educational institutions effective to promote HIV testing among young people?" Methods: A systematic literature review (SR) was conducted following the Cochrane Collaboration and PRISMA methodological recommendations. We elaborated the search strategy based on the acronym PICOS (P = adolescents and young people; I = interventions implemented in formal educational institutions (schools and universities); C = no intervention; standard sexual prevention curriculum; any intervention carried out outside the formal teaching environment; O = attitude and behavior related to HIV testing; S = randomized (or almost randomized) clinical trials; randomized cluster trials). The systematic search was conducted between May and June 2019 in 17 databases. We did not establish any type of restriction regarding the language or temporal cut for the studies surveyed. The eligible studies selection was performed by two independent evaluators, who also evaluated the methodological quality of the included studies and extracted their data. Disagreements were resolved by consensus or by a third evaluator opinion. We presented the data descriptively and with meta-analysis. Results: Six documents and four studies were included in this SR. Of these, two studies are individually randomized clinical trials (RCT) and two are cluster randomized (cRCT). One study assessed the attitude as outcome for HIV testing and three studies evaluated the testing behavioral outcome. Only this outcome could be meta-analyzed. Two studies were grouped into meta-analysis and the results were presented through the forest graph. We found a significant (p=0.02) effect of the intervention on HIV tests. Regarding the attitude towards testing, descriptive synthesis also suggests benefit of interventions. Conclusion: The qualitative and quantitative findings of this RS suggest that interventions carried out in formal educational institutions, when compared to no intervention, are effective to increase the attitude and behavior related to HIV testing among young people. However, it was evidenced that these preventive measures have a restrictive combined prevention approach, notably by implementing prevention and biomedical strategies, neglecting the more comprehensive combined preventive measures. Data provided to the of articles included, there is no number of articles proven for the aspects presented to the results presented to the related results.


Asunto(s)
Servicios de Salud Escolar , Efectividad , Pruebas Serológicas , Adolescente , Revisión Sistemática , Prueba de VIH
15.
São Paulo; s.n; 2022. 147 p.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: biblio-1368390

RESUMEN

OBJETIVOS: (i) Analisar aspectos atuais do serviço de reabilitação profissional da Previdência Social no Brasil; (ii) Analisar a tendência de incidência acumulada de indicadores do serviço de reabilitação profissional da Previdência Social no Brasil, entre 2007 e 2016; (iii) Avaliar a prevalência de trabalhadores reabilitados pelo INSS empregados no mercado formal brasileiro, segundo características sociodemográficas e ocupacionais, em 2018; (iv) Analisar fatores sociodemográficos e ocupacionais associados ao tempo de permanência no trabalho entre os trabalhadores com incapacidade por LER/Dort reabilitados pela previdência social brasileira. MÉTODOS: Esta tese está dividida em quatro manuscritos. MANUSCRITO 1: Estudo qualitativo com análise documental de manuais de procedimentos da reabilitação profissional do INSS, ofícios institucionais da previdência social e dos sindicatos dos trabalhadores previdenciários. MANUSCRITO 2: Estudo ecológico a partir de dados secundários agregados, de acesso público, foram calculadas as incidências acumuladas de indicadores de RP. Nas análises foram realizados modelos de regressão linear generalizada de Prais-Winsten para estimativa das tendências, e obteve-se a variação percentual anual e os respectivos intervalos de confiança de 95%. MANUSCRITO 3: Estudo transversal com dados de 45.274 trabalhadores reabilitados obtidos da Relação Anual de Informações Sociais do ano de 2018. A variável dependente refere-se à prevalência de trabalhador reabilitado empregado no mercado formal em 31 de dezembro de 2018. As variáveis independentes tratam de características sociodemográficas e do trabalho. Modelos de regressão de Poisson avaliaram razões de prevalência e intervalos de confiança. MANUSCRITO 4: Estudo longitudinal com 680 trabalhadores reabilitados com incapacidade por LER/Dort que retornaram ao mercado formal de trabalho no Brasil entre 2014 e 2018. A análise de sobrevivência foi realizada para identificar os fatores que influenciam a permanência no trabalho. RESULTADOS: MANUSCRITO 1: as rápidas alterações realizadas na estrutura do INSS e no programa de reabilitação profissional prejudicaram as conquistas que fomentaram o início do desenvolvimento de um programa de reabilitação profissional integral e intersetorial, a fim de favorecer um retorno real e saudável ao trabalho. MANUSCRITO 2: A incidência acumulada média de encaminhamento para o serviço de RP foi de 37,16 por 1.000 benefícios por incapacidade temporária e apresentou uma tendência de declínio -6,92% (IC95%: -8,38; -5,43). A incidência acumulada média de casos admitidos no serviço de RP foi de 57,34 por 100 casos encaminhados e apresentou tendência de aumento 3,31% (IC95%: 1,13; 5,53). A incidência acumulada média de reabilitação foi de 57,43 por 100 casos admitidos e permaneceu estável durante o período de estudo -2,84 (IC95%: -5,87; 0,29). MANUSCRITO 3: No Brasil, 80% de trabalhadores reabilitados que ingressaram no mercado formal estavam com o vínculo empregatício ativo em dezembro de 2018. Houve maior prevalência entre os homens, pessoas na faixa etária de 40 a 49 anos, com raça/cor da pele branca, com um a oito anos de estudo e com renda média anual entre 2,01 a 4 salários mínimos. O tipo de vínculo empregatício mais prevalente foi o celetista com prazo indeterminado. O grupo ocupacional de trabalhadores em serviços de manutenção e reparação e o ramo de atividades de água, esgoto e atividades de gestão de resíduos e descontaminação foram as mais frequentes entre os reabilitados que estão inseridos no mercado formal. MANUSCRITO 4: A maioria dos participantes eram da região Sudeste (41,18%), do sexo masculino (62,35%), trabalhavam em empresas de grande porte (44,41%), em grupo ocupacional de trabalhadores de serviços administrativos (70,44%) e estavam inseridos no ramo de atividade econômica de transporte, armazenagem e correio (52,35%). A demissão do emprego ocorreu para 29,26% dos trabalhadores. A duração média de permanência no emprego foi de 56 meses. Fatores associados ao menor tempo de emprego foram ser das regiões Sudeste (HR: 2,78; IC95% 1,12 6,91) e Sul (HR: 2,68; IC95% 1,04 6,90), inseridos em ramos de atividades econômicas de transporte, armazenagem e correio (HR: 2,57; IC95% 1,07 6,17), e de atividades financeiras de seguros e serviços relacionados (HR: 2,70; IC95% 1,05 6,89). Conclusões: A ineficiência do serviço de reabilitação profissional brasileiro é evidente. Mais do que nunca a necessidade de uma política intersetorial eficaz de reabilitação profissional e retorno ao trabalho mostra-se indispensável para favorecer um retorno ao trabalho sustentável e saudável aos trabalhadores. Ademais, é necessário repensar estratégias e ações governamentais que diminuam as desigualdades ao retorno ao trabalho após a reabilitação profissional.


AIM: To analyze current aspects of the National Institute of Social Security (INSS) professional rehabilitation service in Brazil; To analyze the trend of cumulative incidence of indicators of the Brazilian Social Security vocational rehabilitation service, between 2007 and 2016; To assess the prevalence of workers rehabilitated by the INSS employed in the Brazilian formal market, according to sociodemographic and occupational characteristics in 2018; To analyze sociodemographic and occupational factors associated with the length of stay at work among workers with cumulative trauma disorders (CTDs) disability rehabilitated by the Brazilian social security system. METHODS: This thesis is divided into three manuscripts. MANUSCRIPT 1: Qualitative study with documental analysis of INSS vocational rehabilitation (VR) procedures manual, institutional offices of social security and social security workers unions. MANUSCRIPT 2: Ecological study from public aggregated secondary data, the cumulative incidences of VR indicators were calculated. Generalized linear regression models of Prais-Winsten were used to estimate trends, the annual percentage variation and respective 95% confidence intervals were obtained. MANUSCRIPT 3: Cross-sectional study with data from 45,274 rehabilitated workers obtained from the Annual Social Information List for the year 2018. The dependent variable refers to the prevalence of rehabilitated workers employed in the formal market on December 31, 2018. The independent variables are sociodemographic characteristics and work. Poisson regression models evaluated prevalence ratios and confidence intervals. MANUSCRIPT 4: A longitudinal study with 680 workers rehabilitated with disability due CTDs who returned to the formal job market in Brazil between 2014 and 2018. Survival analysis was performed to identify the factors influencing permanence at work. RESULTS: MANUSCRIPT 1: the rapid changes made in the structure of INSS and vocational rehabilitation program undermined the achievements that fostered the beginning of the development of a comprehensive and intersectorial VR, in order to favor a real and healthy return to work. MANUSCRIPT 2: The mean cumulative incidence of referral to the RP service was 37.16 per 1,000 temporary disability benefits and showed a declining trend of -6.92% (95%CI: -8.38; -5.43). The mean cumulative incidence of cases admitted to the RP service was 57.34 per 100 cases referred and showed an upward trend of 3.31% (95%CI: 1.13; 5.53). The mean cumulative incidence of rehabilitation was 57.43 per 100 cases admitted and remained stable during the study period -2.84 (95%CI: -5.87; 0.29). MANUSCRIPT 3: In Brazil, 80% of rehabilitated workers who entered the formal market had an active employment relationship in December 2018. There was higher prevalence among men, people aged between 40 and 49 years, white race/skin color, one to eight years of schooling and an average annual income between 2.01 and 4 minimum wages. The most prevalent type of employment relationship was those in formal employment with an indefinite term. Workers from maintenance and repair services and the branch of activities of water, sewage and waste management and decontamination activities were the most frequent occupational group among the rehabilitated who were inserted in the formal market. MANUSCRIPT 4: Most participants were from the Southeast region (41.18%), males (62.35%), worked in large companies (44.41%), belonging to an occupational group of administrative service workers (70.44%) and working in the transportation, storage and mail sectors (52.35%). The dismissal of the job occurred for 29.26% of the workers. The average duration of employment was 56 months. Factors associated with shorter length of employment are: workers from the Southeast (HR: 2.78; IC95% 1.12 6.91) and South (HR: 2.68; IC95% 1.04 6.90) regions of Brazil, those working in transportation, storage and mail (HR: 2.57; IC95% 1.07 6.17), financial activities of insurance and related services (HR: 2.70; IC95% 1.05 6.89). Conclusions: The inefficiency of the Brazilian vocational rehabilitation service is evident and, more than ever, the need for an effective intersectorial policy for vocational rehabilitation and return to work is essential to favor a sustainable and healthy return to work for workers. Furthermore, it is necessary to rethink government strategies and actions to reduce inequalities when returning to work after vocational rehabilitation.


Asunto(s)
Rehabilitación Vocacional , Epidemiología , Mercado de Trabajo , Reinserción al Trabajo , Trastornos de Traumas Acumulados , Salud Laboral
16.
São Paulo; s.n; 2022. 95 p.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: biblio-1363995

RESUMEN

As emissões de poluentes atmosféricos causam um grande problema à saúde. A maior parte da poluição gerada no Estado de São Paulo é proveniente de veículos automotores, que são responsáveis pela emissão de 96% do CO, 73% de HC, 62% de NOX e 40% de MP10, sendo os veículos diesel os maiores responsáveis pelas emissões de MP e NOX no Estado. No Brasil, as medidas tomadas pelo PROCONVE, que visam a mitigação da poluição causada por veículos, se mostram eficazes para homologação de veículos novos, porém requerem que a continuidade do trabalho seja realizada com inspeções dos veículos em uso. A tecnologia de sensoriamento remoto, desenvolvida no final dos anos 1980, tem sido amplamente utilizada para de monitoramento de frotas, assim como em programas de Inspeção e Manutenção em diversos locais do mundo. Os resultados alcançados são satisfatórios e, de forma geral, indicam grandes reduções nos níveis de emissão de poluentes. Estudos apontam que as emissões de NOX foram as que tiveram menores reduções reais entre fases das regulamentações. O Estado de São Paulo possui controle de poluentes de veículos do ciclo diesel em uso através de fiscalizações por opacidade, Escala de Ringelmann e sistema SCR. O sistema de sensoriamento remoto mostra-se como um bom complemento ao que é realizado atualmente. Foram propostos dois sistemas de legislação de inspeções veiculares que contemplam o SR como ferramenta de seleção dos veículos diesel. Além disso, foi mostrado como poderiam ser escolhidos limites para high e low emitters, assim como procedimentos para escolha dos pontos de instalação do sistema.


Emissions of air pollutants cause a big health problem. Most of the pollution generated in the State of São Paulo comes from motor vehicles, which are responsible for the emission of 96% of CO, 73% of HC, 62% of NOX, and 40% of PM10, with diesel vehicles being the biggest responsible for the emissions of PM and NOX in the state. In Brazil, the actions taken by PROCONVE, aimed at mitigating pollution caused by vehicles, prove to be effective for the approval of new vehicles but require that the continuity of the work be carried out by inspections of in-use vehicles. Remote sensing technology, developed in the late 1980s, has been widely used for fleet monitoring, as well as in Inspection and Maintenance programs in many locations around the world. The results achieved are satisfactory and, in general, indicate large reductions in pollutant emission levels. Studies show that NOX emissions were the ones that had the smallest real reductions between phases of regulations. The State of São Paulo controls in-use diesel vehicles pollutants by inspections of opacity, Ringelmann Scale, and SCR system. The remote sensing system proves to be a good complement to what is currently performed. Two systems of procedures for diesel vehicle inspections were proposed, which include the SR as a tool for the selection of diesel vehicles. In addition, it was shown how limits for high and low emitters could be chosen, as well as procedures for selecting the system installation points.


Asunto(s)
Salud Ambiental , Contaminación del Aire , Tecnología de Sensores Remotos , Legislación Ambiental , Vehículos a Motor
17.
Rio de Janeiro; s.n; 2022. 206 p. tab, ilus, graf.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1366286

RESUMEN

Introdução: Uma das ferramentas de qualidade mais eficientes para monitorar um sistema de gestão é a auditoria, pois, quando bem aplicada, diagnostica não conformidades no serviço avaliado, sendo executada por profissionais capacitados que apresentam, além do conhecimento técnico-científico, atributos pessoais como imparcialidade, prudência e diplomacia. Objetivos: O objetivo geral do estudo foi desenvolver uma ferramenta móvel que possa servir de apoio para o processo de auditoria de contas médicas e os objetivos específicos foram: identificar os requisitos necessários para o desenvolvimento da ferramenta de auditoria; apresentar um protótipo e desenvolver uma ferramenta garantindo os requisitos de segurança necessários à manutenção da informação pessoal, possibilitando sua implementação, distribuição e modificação e avaliar o impacto da ferramenta para a auditoria em saúde no âmbito da Marinha do Brasil. Método: Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, de abordagem qualitativa, aplicado à produção tecnológica e destinado a desenvolver uma ferramenta informatizada móvel para apoio ao serviço de auditoria de contas médicas. Para desenvolvimento da ferramenta foi utilizada a metodologia de Pressman, seguindo as seguintes etapas: coleta e refinamento dos requisitos, elaboração de projeto rápido, construção do protótipo, avaliação pelo cliente e posterior refinamento quando há necessidade de ajustes finais do projeto, com o intuito de satisfazer da melhor forma as necessidades dos clientes. Resultados: Foram distribuídos 75 formulários para os auditores da Marinha e, tendo sido respondidos 65 (84,3%), observou-se que 40,9% dos entrevistados eram enfermeiros e 29% não tinham experiência em auditoria. As falas dos entrevistados foram analisadas, emergindo cinco categorias relacionadas a melhorias e uma a crítica, sendo estas respectivamente: ampliar o módulo para controle e previsão de custos; regular os serviços que serão prestados pela contratada; orientar profissionais a executarem a auditoria em saúde; ampliar módulo para que possam ser apresentados indicadores e relatório; disponibilizar mais informações sobre os credenciados e não entender o propósito da ferramenta. Conclusão: Acredita-se que a ferramenta irá contribuir para que os auditores recém-ingressos na Marinha possam executar o processo de auditoria de acordo com a técnica, gerando uniformidade, dando celeridade e, principalmente, evitando perdas para a organização. Dessa forma, favorecendo ao profissional mais habilidade e destreza em todo processo


Introduction: One of the most efficient quality tools to monitor a management system is the audit, because, when properly applied, it diagnoses non-conformities in the service evaluated, being performed by trained professionals who have, in addition to technical-scientific knowledge, personal attributes such as impartiality, prudence and diplomacy. The general objective of the study was to develop a mobile tool that can support the medical bills audit process and the specific. Objectives: The general objective of the study was to develop a mobile tool that can support the medical bill audit process and the specific objectives were: to identify the necessary requirements for the development of the audit tool; present a prototype and develop a tool ensuring the security requirements necessary for the maintenance of personal information, enabling its implementation, distribution and modification, and evaluating the impact of the tool for health auditing within the Brazilian Navy.Method: This is a descriptive, exploratory study with a qualitative approach applied to technological production, aimed at developing a mobile computerized tool to support the medical bill audit service. For development of the tool, Pressman's methodology was used, following the steps: collection and refinement of requirements, rapid design development, prototype construction, customer evaluation and further refinement when there is a need for final design adjustments, in order to satisfy the best way to meet the needs of customers. Results: 75 forms were distributed to the Navy auditors, with 65 (84.3%) answered, it was observed that 40.9% of respondents were nurses, 29.% had no experience in auditing. The speeches of the interviewees were analyzed emerging five categories related to improvements and one the criticism, respectively: expanding the module for cost control and forecasting; regulate the services that will be provided by the contractor; guide professionals to perform the health audit; expand module so that indicators and report can be presented; provide more information about the accredited and do not understand the purpose of the tool. Conclusion: It is believed that the tool will help auditors who have recently joined the Navy to perform the audit process according to the technique, generating uniformity, speeding up and, above all, avoiding losses for the organization. In this way, providing the professional with more skill and dexterity throughout the process


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Administración en Salud/tendencias , Auditoría Clínica/métodos , Aplicaciones Móviles/tendencias , Costos y Análisis de Costo , Gestión de Recursos , Personal Militar/educación
18.
São Paulo; s.n; 2022. 53 p. tab, ilus.
Tesis en Portugués | LILACS, Inca | ID: biblio-1367245

RESUMEN

INTRODUÇÃO: O câncer de mama é a neoplasia mais incidente entre mulheres, representando 24,5% entre todos os tipos de câncer nesta população. Além disto, representa a maior causa de morte neste grupo, respondendo por 15,5% dos óbitos entres todos os tipos de cânceres femininos. A faixa etária a partir de 50 anos é mais acometida, sendo relativamente raro antes dos 35 anos. As estratégias de detecção precoce são a base da Política Nacional de Atenção ao Câncer de Mama através do rastreamento e o diagnóstico precoce. Entretanto, parte significativa das mulheres brasileiras recebem o diagnóstico em estágios mais avançados da doença, principalmente nas regiões menos desenvolvidas do país. OBJETIVO: Avaliar os resultados e o impacto do programa de rastreamento e diagnóstico de câncer de mama, na Região de Saúde Juazeiro, Bahia (RSJ/BA), no período de 1998 a 2017. MATERIAL E MÉTODOS: foi realizado um estudo retrospectivo de serie temporal, avaliando as taxas de mortalidade por câncer de mama antes e após a implantação do serviço de diagnóstico do câncer na cidade de Juazeiro-BA, referência em diagnóstico de câncer na MSJ/BA, composta por dez cidades. As informações foram coletadas do Sistema de Informação de Mortalidade e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, estabelecidas tendências temporais através do softwere JoinPoint e verificadas correlações entre distância e o IDH dos municípios através do teste de correlação de Pearson. Foram descritas características e perfil tumoral de todas as mulheres diagnosticadas no período de 2014 a 2018 através do softwere stata 11. RESULTADOS: As taxas de mortalidade aumentaram após implantação do serviço de diagnóstico, com tendência de crescimento da mortalidade, porém, com maior intensidade após a implantação do serviço. Houve correlação negativa entre as taxas de mortalidade e a distância das cidades e positiva com o IDH dos municípios. A maioria dos casos diagnosticados no serviço de referência (27%) ocorreu em 2018, na faixa etária de 50 a 69 anos (58%), CONCLUSÕES: A tendência de aumento da taxa mortalidade na RSJ/BA coincide com a implantação do serviço de rastreamento e diagnóstico precoce na cidade de Juazeiro ­ BA. Em todas as cidades atendidas pelo serviço, houve aumento das taxas de mortalidade, onde o acesso ao exame de MMG foi facilitado pela implantação do atendimento da unidade móvel de rastreamento e diagnóstico, principalmente nos municípios mais distantes, localizadas a mais de 200 km do centro de diagnóstico. As mulheres residentes em locais mais distantes dos serviços têm mais dificuldades para acessar o diagnóstico precoce e apresentam tumores maiores ao diagnóstico. Aprofundar o conhecimento e a compreensão das condições do acesso ao diagnóstico e tratamento é importante para melhorar as chances de prevenção e sobrevida das mulheres sertanejas.


INTRODUCTION: Breast cancer is the most frequent neoplasm among women, representing 24.5% of all types of cancer in this population. In addition, it represents the major cause of death in this group, accounting for 15.5% of deaths among all types of female cancers. The age group from 50 years is more affected, being relatively rare before the age of 35 years. Early detection strategies are the basis of the National Breast Cancer Care Policy through screening and early diagnosis. However, a significant part of Brazilian women are diagnosed at more advanced stages of the disease, especially in less developed regions of the country. OBJECTIVE: To evaluate the results and impact of the breast cancer screening and diagnosis program in the Juazeiro Health Region, Bahia (RSJ/BA), from 1998 to 2017. MATERIAL AND METHODS: a retrospective serial study was carried out temporal, evaluating breast cancer mortality rates before and after the implementation of the cancer diagnosis service in the city of Juazeiro-BA, reference in cancer diagnosis in MSJ/BA, composed of ten cities. The information was collected from the Mortality Information System and the Brazilian Institute of Geography and Statistics, temporal trends were established using the JoinPoint software and correlations between distance and the HDI of the municipalities were verified using Pearson's correlation test. Characteristics and tumor profile of all women diagnosed in the period from 2014 to 2018 were described using the software stata 11. RESULTS: Mortality rates increased after the implementation of the diagnostic service, with a tendency for mortality to increase, but with greater intensity after the implementation of the service. There was a negative correlation between mortality rates and distance from cities and a positive correlation with the HDI of municipalities. Most cases diagnosed in the referral service (27%) occurred in 2018, in the age group from 50 to 69 years (58%). CONCLUSIONS: The trend towards an increase in the mortality rate in RSJ/BA coincides with the implementation of a screening and early diagnosis service in the city of Juazeiro - BA. In all cities served by the service, there was an increase in mortality rates, where access to the MMG test was facilitated by the implementation of the mobile tracking and diagnosis unit, especially in the most distant municipalities, located more than 200 km from the center. of diagnosis. Women residing in locations further away from services have more difficulties in accessing early diagnosis and present larger tumors at diagnosis. Deepening the knowledge and understanding of the conditions of access to diagnosis and treatment is important to improve the chances of prevention and survival of sertaneja women.


Asunto(s)
Neoplasias de la Mama , Accesibilidad a los Servicios de Salud , Brasil , Mortalidad
20.
São Paulo; s.n; 2022. 153 p.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: biblio-1362272

RESUMEN

Introdução: A mortalidade fetal é um dos resultados perinatais adversos mais comuns em todo o mundo, constituindo-se indicador relevante da atenção ao pré-natal e parto. Contudo, a compreensão sobre os aspectos relacionados a essas mortes permanece insuficiente para subsidiar as estratégias de prevenção. Objetivo: (i) analisar a evolução temporal das Taxas de Mortalidade Fetal (TMF) e a contribuição da investigação na melhoria da definição da causa básica do óbito fetal no Município de São Paulo (MSP), segundo local de emissão da declaração de óbito; (ii) analisar a distribuição dos óbitos fetais por peso ao nascer, tipo de óbito, tendência da TMF e as causas de morte evitáveis segundo clusters de vulnerabilidade social no Município de São Paulo, 2007-2017; (iii) estimar o risco de óbito fetal em fenótipos de vulnerabilidade biológica baseados na duração da gestação, peso ao nascer e crescimento intrauterino no Município de São Paulo, 2017-2019. Métodos: a tese compreende três manuscritos: (i) a regressão linear generalizada de Prais-Winsten foi empregada na análise de séries temporais. O teste de McNemar avaliou a mudança das causas básicas após a investigação dos óbitos fetais entre 2012-2014. (ii) Utilizou-se o método k-means para criação de clusters de distritos com base no Índice Paulista de Vulnerabilidade Social. A regressão linear generalizada de Prais-Winsten foi empregada na análise de séries temporais. A Lista Brasileira de Causas de Mortes Evitáveis foi adaptada para o estudo dos óbitos fetais. (iii) Os fetos Pequenos para a Idade Gestacional (PIG), Grandes para a Idade Gestacional (GIG) e Adequados para a Idade Gestacional (AIG) foram identificados a partir dos parâmetros do INTERGROWTH-21st. Definiu-se pré-termo (PT) como ≤36 semanas, não PT como ≥37semanas de gestação, baixo peso ao nascer (BPN) como <2.500g e não BPN como ≥2.500g. Os Riscos Relativos (RR) foram estimados pela regressão de Poisson com variância robusta. Resultados: no primeiro artigo, constatou-se tendência de aumento (1,5% ao ano) da TMF dos óbitos com <2.500g e de redução anual de -1,3% naqueles com ≥2.500g. Entre 2012-2014, cerca de 90% dos óbitos com ≥2.500g foram investigados e 15% desses apresentaram redefinição da causa básica de morte, sobretudo naqueles cuja declaração de óbito foi emitida pelos serviços de verificação de óbito (SVO) (17%). Após a investigação a morte fetal não especificada (P95) representou 1/4 das causas de óbito. No segundo artigo, identificou-se predominância dos óbitos fetais anteparto (70%). Houve aumento da TMF e das causas de óbito evitáveis com o crescimento da vulnerabilidade social do centro para a periferia da cidade. O cluster de maior vulnerabilidade apresentou TMF 69% maior que o cluster de menor vulnerabilidade. A TMF ≥2.500g foi decrescente nos clusters de maior vulnerabilidade. Na área de maior vulnerabilidade, as causas de morte mal definidas representaram 75% dos óbitos. No terceiro artigo, o total de gestações em risco foi de 451.952. Destas, 2.321 resultaram em óbitos fetais. Os fenótipos associados simultaneamente ao baixo peso ao nascer e prematuridade apresentaram maior risco de morte, sendo este 49,9 (IC95%: 44,06-56,54) vezes maior para AIG, 144,9 (IC95%: 127,39-164,88) vezes maior para PIG e 245,3 (IC95%: 192,41-312,72) vezes maior para GIG, quando comparados com AIG, não baixo peso ao nascer e não pré-termo. Conclusão: os óbitos fetais de ≥2.500g, alvo das ações de vigilância, apresentaram tendência de redução, sobretudo nos clusters de maior vulnerabilidade social. Tal fato pode sugerir melhoria da atenção ao pré-natal no MSP, especialmente nas áreas de média e alta vulnerabilidade. Apesar da investigação do óbito ter contribuído para melhoria da redefinição da causa básica, especialmente naquelas atestadas pelo SVO, as mudanças foram insuficientes para indicação de causas que melhor retratassem os processos fisiopatológicos que resultaram nos óbitos fetais. As taxas de mortalidade fetal e de causas evitáveis aumentaram com o aumento da vulnerabilidade social, ou seja, no sentido do centro para a periferia da cidade. A despeito dos fenótipos de vulnerabilidade biológica, estes mostraram-se indicadores úteis de vigilância perinatal que permitem identificar as gestações com maior risco de morte fetal.


Background: Fetal mortality is one of the most common adverse perinatal outcomes worldwide, constituting a relevant indicator of prenatal care and childbirth. However, the understanding of aspects related to these deaths remains insufficient to support prevention strategies. Goals: (i) to analyze the temporal evolution of the Stillbirth Rates (SBR) and the contribution of the investigation to improve the definition of the underlying cause of stillbirth in the Municipality of São Paulo (MSP), according to the place of issuance of the declaration of death; (ii) analyze the distribution of stillbirth by birth weight, type of death, SBR trend and preventable causes of death according to social vulnerability clusters in the Municipality of São Paulo, 2007-2017; (iii) estimate the risk of stillbirth in biological vulnerability phenotypes based on gestation length, birth weigh and intrauterine growth in the Municipality of São Paulo, 2017-2019. Methods: The thesis comprises three manuscripts: (i) Generalized linear Prais-Winsten regression was used in the analysis of time series. McNemar's test evaluated the change in underlying causes after the investigation of stillbirths between 2012-2014. (ii) The k-means method was used to create clusters of districts based on the São Paulo Social Vulnerability Index. Generalized linear Prais-Winsten regression was used in the analysis of time series. The Brazilian List of Preventable Deaths Causes was adapted for the study of stillbirths. (iii) Small for Gestational Age (SGA), Large for Gestational Age (LGA), and Adequate for Gestational Age (AGA) fetuses were identified from the INTERGROWTH-21st parameters. Preterm (PT) was defined as ≤36 weeks, non-PT as ≥37 weeks of gestation, low birth weight (LBW) as <2,500g, and non-LBW as ≥2,500g. Relative Risks (RR) were estimated by Poisson regression with robust variance. Results: In the first article, there was a trend towards an increase (1.5% per year) in the SBR of deaths weighing <2,500g and an annual reduction of -1.3% in those weighing ≥2,500g. Between 2012-2014, about 90% of deaths weighing ≥2,500g were investigated and 15% of these had redefinition of the underlying cause of death, especially those whose death certificate was issued by the death verification services (DVS) (17%). After investigation, unspecified fetal death (P95) represented 1/4 of the causes of death. The second article identified a predominance of antepartum stillbirths (70%). There was an increase in TMF and preventable causes of death with the growth of social vulnerability from the center to the outskirts of the city. The cluster with the highest vulnerability had an SBR 69% higher than the cluster with the lowest vulnerability. The SBR ≥2,500g was decreasing in the most vulnerable clusters. In the most vulnerable area, ill-defined causes of death accounted for 75% of deaths. In the third article, the total number of pregnancies at risk was 451,952. Of these, 2,321 resulted in fetal death. The Phenotypes associated simultaneously with low birth weight and prematurity had a higher risk of death, which was 49.9 (95%CI: 44.06-56.54) times higher for AGA, 144.9 (95%CI: 127.39-164.88) times greater for SGA and 245.3 (95%CI: 192.41-312.72) times greater for LGA, when compared to AGA, not low birth weight and not preterm. Conclusion: stillbirths weighing ≥2,500g, targeted by surveillance actions, showed a tendency to decrease, especially in clusters with greater social vulnerability. This fact may suggest an improvement in prenatal care in the MSP, especially in areas of medium and high vulnerability. Although the investigation of death contributed to an improvement in the redefinition of the underlying cause, especially in those attested by the DVS, the changes were insufficient to indicate causes that better portray the pathophysiological processes that resulted in stillbirths. Stillbirths rates and avoidable causes increased with the increase in social vulnerability, that is, from the center to the outskirts of the city. Despite the biological vulnerability phenotypes, these proved to be useful indicators of perinatal surveillance that allow the identification of pregnancies with a higher risk of stillbirth.


Asunto(s)
Peso al Nacer , Causa Básica de Muerte , Estudios de Series Temporales , Edad Gestacional , Mortalidad Fetal , Disparidades en el Estado de Salud
SELECCIÓN DE REFERENCIAS
DETALLE DE LA BÚSQUEDA
...