Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 253
Filtrar
1.
Demetra (Rio J.) ; 19: 79323, 2024. ^etab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1532685

RESUMO

Introdução: A oferta de ambientes alimentares saudáveis e sustentáveis deve contar com a avaliação de cardápios que estejam adequados para além da dimensão nutricional, devendo contemplar, entre outros fatores, o grau de processamento dos alimentos conforme recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira. Objetivo: Analisar as preparações de um serviço de alimentação hospitalar segundo o Escore para Avaliação Qualitativa de Preparação. Métodos: O estudo foi do tipo quantitativo, observacional, transversal e analítico, desenvolvido em um serviço de nutrição hospitalar no município de Fortaleza - CE no período de janeiro a junho de 2023. A amostra foi composta por todas as preparações do cardápio de almoço e jantar dos colaboradores, pacientes e acompanhantes. Para análise, foi utilizado o Escore de Avaliação Qualitativa das Preparações, que avalia o grau de processamento industrial do ingrediente, além de outras recomendações. Resultados: Os resultados mostraram que 80% das 315 preparações foram classificadas como de "alta qualidade". As sobremesas e saladas apresentaram maior percentual de preparações classificadas como de "alta qualidade", 97% e 95,7% respectivamente (p <0,001). Uma preparação (1,2%) foi classificada como de "muito baixa qualidade". A qualidade das refeições dos pacientes foi superior à dos colaboradores e acompanhantes (p < 0,05) confirmando a hipótese do trabalho. Conclusões: A qualidade das preparações analisadas apresentou resultados satisfatórios e em concordância com as recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira.


Introduction: The provision of healthy and sustainable food environments should include the assessment of adequate menus beyond the nutritional dimension, and, among other factors, the food processing levels recommended by the Food Guide for the Brazilian Population. Objective: To analyze the preparations of a hospital food service under the Qualitative Preparation Assessment Score. Methods: This quantitative, observational, cross-sectional, and analytical study was conducted in a hospital nutrition service in Fortaleza, Ceará, Brazil, from January to June 2023. The sample consisted of all the lunch and dinner menu preparations for employees, patients, and companions. Besides other recommendations, we adopted the Qualitative Preparation Assessment Score for analysis to evaluate the ingredient industrial processing level. Results: The results showed that 80% of the 315 preparations were classified as "high quality". Desserts and salads had the highest percentage of preparations classified as "high quality", 97% and 95.7%, respectively (p<0.001). One preparation (1.2%) was classified as "very low quality". The quality of patients' meals was higher than that of employees and companions (p<0.05), confirming the study's hypothesis. Conclusions: The quality of the preparations analyzed was satisfactory and aligned with the recommendations of the Food Guide for the Brazilian Population.


Assuntos
Guias Alimentares , Alimentação Coletiva , Estudos de Avaliação como Assunto , Serviços de Alimentação , Hospitais , Brasil , Planejamento de Cardápio
2.
Rev. Ciênc. Plur ; 9(1): 29294, 27 abr. 2023. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1427982

RESUMO

Introdução:A chegadadapandemia da COVID-19 afetou diretamente o planejamento alimentar de instituições municipais, estaduais e de demais âmbitos, dentre eles as refeiçõesofertadas peloprograma restaurante popular, importante na garantia da segurança alimentarda população mais vulnerável.Objetivo:Avaliar de forma qualitativa as preparações do cardápio do almoço do Restaurante Popular do município de Santa Cruz-Rio Grande do Nortee os impactos do cenário pandêmico da COVID-19.Metodologia:Para tanto, avaliou-se os cardápios referentes aos meses de março, abril, maio, agosto e setembro de 2021, pelo método avaliação qualitativa das preparações do cardápio. Além disso, por meio da adaptação dométodosupracitado, designou-se as preparações de acordo com as recomendações do tipo de processamento segundo o Guia Alimentar para população Brasileira. Resultados:Identificou-se uma baixa oferta de frutas e folhosos, alta de carnes gordurosas e doce, regular de preparações ricas em enxofre e as cores iguais, todavia, quanto à fritura e ao conjunto de fritura + doce apresentou-se em apenas umdiada semana (n=109). Além disso, nos dois últimos meses de análisehouve aumento na oferta de folhosos, diminuição da monotonia, alimentos ricos em enxofre e doces, e ainda, as preparações com alimentos in natura ou minimamente processados + processados fizeram-se presentestodos os dias. Conclusões:Com a utilizaçãodométodo estudadofoipossível identificar ajustesno cardápiopara o período analisado, a fim de ofertar qualidade para os comensais.Ressalta-se que foi observadoque com a adaptação e redução dos casos da COVID-19, houve aumento na oferta de in natura e minimamente processados. Espera-se que melhorias e ajustes sejam realizadosnos cardápios, visto a necessidadede ser mais enfático em seu princípiode garantir a segurança alimentar (AU).


Introduction:The arrival of the COVID-19 pandemic affected directly the food planning of municipal, state and other institutions, including the meals offered by the popular restaurant program, which is important in guaranteeing the food security of the vulnerablepopulation. Objective: To qualitatively evaluate the preparations of the lunch menu at Restaurante Popular in the municipality of Santa Cruz-Rio Grande do Norteand the impacts of the COVID-19 pandemic scenario.Methodology:To this, the menus for the months of March, April, May, August and September 2021 were evaluated by the methodqualitative evaluation of menu preparations. Furthermore, through the adaptation of the methodaformentioned, preparations were designated according to the recommendations for type of processing following the Food Guide for the Brazilian population.Results:A low supply of fruits and leafy vegetables was identified, high supply of fatty and sweet meats, regular supply of preparations rich in sulfur and the same colors. However, regarding the frying and the frying + sweet combination, it was presented in just one daythe week(n=109).Moreover, in the last two months of analysis there was an increase in the supply of hardwoods, decrease in monotony,foods rich in sulfur and sweets, and even, preparations in natura or minimally processed + processed foods were presentsevery day. Conclusions:With the use of the method studied it waspossible to adjust the menufor the analyzed periodto offer qualityto diners. It should the increase in the supply of in natura and minimally processed foods stands out with the adaptation and progression of the reduction of COVID-19cases.It is expected that improvements and adjustments will be madethe menus,given the need to be more emphatic in its principleof ensuring food safety (AU).


ntroducción: La llegada de la pandemia del COVID-19 afectó directamente la planificación alimentaria de las instituciones municipales, estatales y otras, incluyendo las comidas que ofrece el programa de restaurantes populares, importante para garantizar la seguridad alimentaria de la población más vulnerable. Objetivo:Evaluar cualitativamente las preparaciones del menú del almuerzo en el Restaurante Popular del municipio de Santa Cruz-Rio Grande do Nortey los impactos del escenario de pandemia del COVID-19.Metodología:Para ello, se evaluaron los menús de los meses de marzo, abril, mayo, agosto y septiembre de 2021 por el método evaluación cualitativa de la elaboración de menús. Además, al adaptar el métodocitado, las preparaciones fueron designadas de acuerdo con las recomendaciones del tipo de procesamiento según la Guía de Alimentos para la población brasileña.Resultados: Se identificó una baja oferta de frutas y hortalizas de hoja, alta oferta de carnes grasas y dulces, regular oferta de preparaciones ricasen azufre y los mismos colores,aún,en cuanto a la fritura y la combinación fritura + dulce, se presentó en un solo díade lasemana(n=109). Además, en los últimos dos meses de análisishubo un aumento en la oferta de maderas duras, una disminución de la monotonía, alimentos ricos en azufre y dulces, y aun, las preparaciones con alimentos in natura o mínimamente procesados + procesados presentes todos los días. Conclusiones: Con el uso del método estudió fueposible identificar ajustes en el menúpara el período analizado, con el fin de ofrecer calidad a los comensales. Cabe señalar que se observó que con la adaptación y reducción delcasosCOVID-19, hubo un aumento en la oferta de productos in natura y mínimamente procesados. Se espera que se realicenmejoras y ajustesa los menús, dada las necesidades más enfáticasen su principiode garantizar la seguridad alimentaria (AU).


Assuntos
Educação Alimentar e Nutricional , Alimentação Coletiva , Serviços de Alimentação/instrumentação , COVID-19/transmissão , Avaliação Qualitativa das Preparações do Cardápio/métodos , Planejamento de Cardápio/normas , Restaurantes/normas , Interpretação Estatística de Dados , Pesquisa Qualitativa , Análise Documental
3.
São Paulo; s.n; 2023. 111 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1512917

RESUMO

Introdução. Vários países têm programas direcionados à alimentação dos trabalhadores, visando melhoria das condições nutricionais da força de trabalho, associada ao aumento da produtividade no trabalho. O Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT) brasileiro foi criado em 1976, incluindo incentivo às empresas para participação na iniciativa, a partir de dedução de despesas com alimentação no imposto de renda devido. O programa também impulsionou o crescimento do setor de alimentação no país, inicialmente a partir da inserção de restaurantes dentro das empresas (entre década de 1970 até final da década de 1980) e, a partir dos anos 1990, há adoção dos modelos de fornecimento de refeições e alimentação via convênio ou voucher. Consequentemente, o objetivo da tese foi conduzir uma revisão sistemática sobre os efeitos alimentares e econômicos advindos de programas de alimentação do trabalhador em diferentes países. Métodos. A presente investigação constitui estudo observacional baseado em revisão sistemática de literatura. A revisão sistemática foi baseada em busca de literatura em três bases de dados (PubMed/MedLine, Scielo e Google Scholar), guiada pela estratégia PECOS (acrônimo para Population, Exposition, Comparator, Outcomes e Study design), sendo registrada na plataforma PROSPERO (CRD42020195934). Resultados. A partir de revisão sistemática de literatura, verificou-se que a maior parte dos estudos sobre programas de alimentação do trabalhador concentra-se no Brasil, em vista da existência do programa na maior parte do país desde a década de 1970. Vários estudos apontam efeitos potencialmente deletérios do programa sobre estado nutricional dos trabalhadores, em vista da ausência de diretrizes nutricionais na distribuição do benefício. Avaliação de programas para alimentação de trabalhadores em outros países, como Estados Unidos e África do Sul, apresentaram efeitos bastante diferenciados, considerando diferenças nos propósitos dos programas. Conclusão. A presente tese buscou preencher uma lacuna na literatura quanto aos efeitos nutricionais e econômicos de programas de alimentação direcionados a trabalhadores em diferentes países. Os resultados apontam para necessidade de ações de apoio aos trabalhadores em termos de educação nutricional, considerando-se os efeitos potencialmente deletérios dos programas sobre estado nutricional dos trabalhadores.


Introduction. Diverse countries present food programs directed towards workers to foster improvements in nutritional conditions of labor force, associated to improvements in work productivity. The Brazilian Workers' Food Program (Programa de Alimentação do Trabalhador, PAT) was established in 1976, including incentive to enterprises for participation in the initiative through deduction of food expenditures from income taxes. The program also encouraged the growth in the Brazilian food sector, initially through inclusion of restaurants and cafeterias in enterprises (between 1970s and 1980s) and, after the beginning of the 1990s, adoption of models based on supply of meals, covenants, and vouchers. Consequently, the objective of the study was to conduct a systematic review of food and economic effects from workers' food programs in different countries. Methods. The present investigation comprises an observational study based on systematic literature review. The systematic review of literature was based on literature search in three datasets (PubMed/MedLine, Scielo and Google Scholar), guided by PECOS strategy (acronym for Population, Exposition, Comparator, Outcomes e Study design), being registered in the PROSPERO platform (CRD42020195934). Results. The systematic literature review identified that major part of studies on workers' food programs concentrates in Brazil, given the establishment and continuity of the program since the 1970s. Various studies pointed to potentially negative effects of the program on workers' nutritional status, considering the absence of nutritional guidelines in the distribution of the assistance. Workers' food programs in other countries, like United States and South Africa, presented diverse effects, considering differences in the purposes of the programs. Conclusion. The present dissertation proposed to fulfill a gap in the literature referring to the nutritional and economic effects of food programs directed to workers in diverse countries. The results suggest the need to activities to support workers' nutritional education, considering the potentially negative effects of programs on workers' nutritional status.


Assuntos
Restaurantes , Programas e Políticas de Nutrição e Alimentação , Saúde Ocupacional , Eficiência Organizacional , Alimentação Coletiva , Revisão Sistemática
4.
Rev. Nutr. (Online) ; 36: e210180, 2023. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1441032

RESUMO

ABSTRACT Objective To identify the food environment healthy eating potential in the authorized food services on the campus of a Brazilian university. Methods This is an observational study carried out between March and April 2014 on a campus of a public university in Rio de Janeiro, Brazil. The elements of the food environment were evaluated using an audit instrument, containing 86 questions: availability (amount of food services and types of food offered), convenience (days and hours of operation), incentives and barriers to healthy eating (nutrition information, payment strategies and food advertisements). Preparations based on whole grains and fresh or minimally processed products were considered healthy foods; and, preparations with high caloric density, sugar-sweetened beverages, sweets, desserts, cookies, and savory snacks were considered unhealthy food. The questionnaire allowed us to calculate a score for each service, which could range from 0 to 36 points, and indicates the potential for promoting healthy eating in the establishment, with higher scores indicating a greater presence of elements that contribute to healthy eating. The different types of food service facilities were compared based on the scores (p<0.05 for statistical significance). Results Among the establishments evaluated, 24% were snack bars/cafeterias, 26%, restaurants, and 50% offered mixed services. Healthy food items were scarcely available in the establishments (fruits: 24%; vegetables: 20%; brown rice: 15%); while added-sugar beverages (98%), sweets and treats (76%) were widely offered. There was a higher frequency of advertising encouraging consumption of unhealthy items than that aimed at healthy foods (44% vs 30%). In general, the score was 13,2 points (SD=3.3) and the mean score for snack bars/cafeterias (9.3 points) was lower (p<0,05) than that of restaurants and mixed establishments (14,4 points). Conclusion On the campus assessed, the food environment had limited potential for healthy eating, since elements that did not favor healthy food choices were more frequent.


RESUMO Objetivo Identificar o potencial do ambiente alimentar para alimentação saudável em serviços permissionários no campus de uma universidade brasileira. Métodos Realizou-se um estudo observacional entre março e abril de 2014, em 54 serviços de alimentação permissionários de um campus de uma universidade pública do Rio de Janeiro, Brasil. Os elementos do ambiente alimentar foram avaliados por meio de instrumento de auditoria contendo 86 questões: disponibilidade (quantidade de serviços de alimentação e tipos de alimentos comercializados), conveniência (dias e horários de funcionamento), estímulos e barreiras para a alimentação saudável (informação nutricional, estratégias de pagamento e propagandas de alimentos). As preparações à base de cereais integrais e produtos frescos ou minimamente processados foram considerados alimentos saudáveis e aquelas com elevada densidade calórica, bebidas com adição de açúcar, doces, sobremesas, guloseimas, biscoitos e lanches salgados foram considerados não saudáveis. O questionário permitiu calcular um escore, para cada serviço, que poderia variar entre 0 a 36 pontos, e indica o potencial para promoção da alimentação saudável no estabelecimento, sendo que escores mais elevados indicam maior presença de elementos que favorecem a alimentação saudável. Os diferentes tipos de serviços de alimentação permissionários foram comparados segundo os escores (p<0,05 para significância estatística). Resultados Dos estabelecimentos avaliados, 24% eram lanchonetes/cafeterias, 26%, restaurantes e 50%, mistos. Itens saudáveis eram disponibilizados de forma incipiente nos estabelecimentos (frutas: 24%; hortaliças: 20%; arroz integral: 15%), enquanto bebidas com adição de açúcar (98%) e doces e guloseimas (76%) eram amplamente ofertados. Havia maior frequência de propagandas incentivando o consumo de itens não saudáveis do que aquelas voltadas para alimentos saudáveis (44% vs 30%). De modo geral, o escore foi de 13,2 pontos (DP=3,3) e a média do escore de lanchonetes/cafeterias (9,3 pontos) era menor (p<0,05) do que a de restaurantes e estabelecimentos mistos (14,4 pontos). Conclusão O ambiente alimentar do campus avaliado apresentou potencial limitado para a alimentação saudável, uma vez que eram mais frequentes os elementos que não favoreciam escolhas alimentares saudáveis.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Universidades , Alimentação Coletiva , Dieta Saudável , Restaurantes , Brasil , Inquéritos e Questionários , Lanches
5.
Demetra (Rio J.) ; 18: 67879, 2023. ^etab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1442866

RESUMO

Introdução: O consumo de comida de rua tem aumentado nos últimos anos, transformando este segmento em um importante comércio de alimentos, com geração de emprego e renda. Objetivo: Este trabalho teve como objetivo conhecer o perfil socioeconômico e analisar a percepção sobre a gestão do negócio e boas práticas de manipulação dos manipuladores de comida de rua no município de Niterói/RJ, participantes de um curso on-line sobre boas práticas de manipulação no comércio de comida de rua. Método: A metodologia foi aplicada e descritiva, de abordagem qualitativa e quantitativa. Foi utilizado questionário on-line, com 56 perguntas, aplicado a 67 participantes do curso. Resultados: 86,4 % eram mulheres; faixa etária predominante entre 27 e 62 anos; renda média de até 3 salários mínimos; 35,8% relataram possuir ensino superior incompleto. Apenas 29,9% possuem registro MEI; 72,7% atuam nesse comércio por escolha; 46,3% fazem controle de estoque e 62,5% fazem controle de caixa; 67,2% possuem cursos na área de alimentação; e 47,8% afirmaram ter experiências anteriores. Conclusão: À medida que se observa a consolidação desse segmento, com um potencial de risco sanitário associado, assim como a insuficiência de trabalhos científicos na área, faz-se necessário ampliar os estudos sobre a formação dos manipuladores.


Introduction: The Consumption of street food has increased in recent years, transforming this segment into an important food trade, with job and income. Objective: This work aimed to know the socioeconomic profile and analyze the perception about business management and good handling practices of street food handlers in the city of Niterói/RJ, participants of an online course on good handling practices in the food trade. Methods: The methodology was applied and descriptive, with a qualitative and quantitative approach. An online questionnaire was used, with 56 questions, applied to 67 course participants. Results: 86.4 % were women; predominant age group between 27 and 62 years; average income of up to 3 minimum wages; 35.8 % reported having incomplete higher education. Only 29.9 % have a MEI record; 72.7 % work in this trade by choice; 46.3 % carry out inventory control and 62.5% carry out cash control; 67.2 % have courses in the field of food; and 47.8 % claimed to have previous experiences.Conclusions:As the consolidation of this segment is observed, with a potential associated health risk, as well as the lack of scientific work in this area, it is necessary to expand studies on the training of handlers.


Assuntos
Humanos , Qualidade dos Alimentos , Alimentação Coletiva , Alimentos de Rua , Manipulação de Alimentos , Fatores Socioeconômicos , Brasil , Serviços de Alimentação/organização & administração
7.
Multimedia | Recursos Multimídia | ID: multimedia-9954

RESUMO

La cocina institucional. Las diferencias de la cocina institucional gastronómica con la cocina de Hospital. Pacientes con un menú fijo versus el cliente ocasional que no tiene una restricción alimenticia


Assuntos
Culinária/classificação , Alimentos Especializados/provisão & distribuição , Hospitais/provisão & distribuição , Alimentação Coletiva
8.
Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20210700. 19 p. tab.
Monografia em Espanhol | MINSAPERÚ | ID: biblio-1255008

RESUMO

El documento contiene los lineamientos para el desarrollo de las intervenciones de salud que protejan la alimentación y nutrición de los grupos vulnerables en situaciones de emergencia y desastre.


Assuntos
Nutrição dos Grupos Vulneráveis , Grupos de Risco , Desastres , Alimentação Coletiva
9.
Demetra (Rio J.) ; 16(1): e51139, 2021. ^etab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1417413

RESUMO

Introdução: O ambiente alimentar do consumidor apresenta características que podem interferir nas escolhas alimentares, favorecendo ou limitando a promoção da alimentação saudável. Para identificar essas características, são necessários instrumentos específicos, apropriados e testados. Objetivo: Avaliar a reprodutibilidade do Questionário para Avaliação do Ambiente Alimentar em Estabelecimentos que Comercializam Refeições e Lanches Prontos para Consumo (QAA), desenvolvido com o intuito de identificar as barreiras e os facilitadores para escolhas alimentares saudáveis em campus universitário. Métodos: O QAA contém 86 questões divididas em descrição do serviço, disponibilidade de itens e barreiras e facilitadores para a alimentação saudável. A reprodutibilidade foi avaliada usando coeficiente kappa, p<0,05. Estimou-se escore baseado no QAA, com pontuação máxima de 36 pontos. A consistência interna do instrumento final foi verificada por meio do alfa de Cronbach, adotando α= 0,70 como o mínimo aceitável. Resultados: A reprodutibilidade foi elevada ou boa para 64% das questões, com média do kappa=0,72. A média do escore do QAA foi de 15,4 (DP=4,4), destacando-se que os restaurantes (escore médio=18,8) apresentaram pontuações mais elevadas quando comparados aos outros tipos de estabelecimentos (p-valor<0,01). Observou-se que 67% dos restaurantes e 13% dos quiosques/trailer estavam no tercil 3 do escore do QAA. Conclusão: O questionário foi considerado adequado para avaliar ambiente alimentar de serviços de alimentação comerciais, com capacidade de discriminação para inferir sobre o potencial para a promoção da alimentação saudável. (AU)


Introduction: Consumer food environments have characteristics that can influence food choices, favoring or limiting the promotion of healthy eating. To identify these characteristics, specific, appropriate and reliable instruments are necessary. Objective: To assess the reproducibility of the Questionnaire for Assessment of Food Environment in Establishments that Sell Ready-to-eat Meals and Snacks (QFE), which was built to identify barriers to and facilitators of healthy food choices on a university campus. Methods: The QFE comprises 86 questions on the description of the service, availability of foods items, and barriers to and facilitators of healthy diets. Reproducibility was assessed using the kappa coefficient, p<0.05. The score scale was estimated based on the QFE, with a maximum 36 points. The final internal consistency was determined by the Cronbach's alpha, adopting the value of 0.70 as the minimum acceptable. Results: Reproducibility was almost perfect or substancial for 64% of the questions, with a mean kappa of 0.72. The mean score of the QFE was 15.4 (SD=4.4), and the restaurants had higher scores (mean=18.8) when compared with the other types of foodservices (p-value<0.01). It was found that 67% of the restaurants and 13% of kiosks/trailers fell into the 3rd tertile of the QFE score. Conclusion: The questionnaire was considered appropriate to assess food environment of commercial foodservices, allowing to discriminate the establishments with potential to promote healthy eating. (AU)


Assuntos
Universidades , Inquéritos e Questionários , Alimentação Coletiva , Estudos de Avaliação como Assunto , Serviços de Alimentação , Dieta Saudável , Brasil
10.
Interface (Botucatu, Online) ; 25(supl.1): e200654, 2021.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1154586

RESUMO

O manuscrito discute a qualidade higiênica de espaços de comercialização, manipulação e consumo de alimentos à luz dos cuidados necessários à prevenção da contaminação por Sars-CoV-2. O texto chama a atenção para a dimensão sanitária da segurança alimentar, pouco discutida no âmbito da saúde pública, apesar de presente na Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN). A relevância desse trabalho é assegurada pelo paralelo traçado entre as condições higienicossanitárias de feiras, supermercados e restaurantes, percebendo-os como espaços de risco de disseminação do novo vírus, as orientações publicadas para a mitigação da Covid-19 e o papel desempenhado pela Vigilância Sanitária (Visa). Por fim, aponta a necessidade de regulamentações que considerem o arcabouço sociocultural dos agentes inseridos no processo e reforça a necessidade da instituição de espaços de diálogos que contribuam para a recodificação do conceito de higiene. (AU)


El artículo discute la calidad higiénica de espacios de comercialización, manipulación y consumo de alimentos, a la luz de los cuidados necesarios para la prevención de la contaminación por SARS-CoV-2. El texto llama la atención para la dimensión sanitaria de la seguridad alimentaria, poco discutida en el ámbito de la salud pública, a pesar de presente en la Política Nacional de Alimentación y Nutrición. La relevancia de este trabajo tiene como base el paralelo trazado entre las condiciones higiénico-sanitarias de las ferias, supermercados y restaurantes, percibiéndolos como espacios de riesgo de diseminación del nuevo virus; las orientaciones publicadas para la mitigación de la Covid-19 y el papel desempeñado por la Vigilancia Sanitaria. Por fin, señala la necesidad de reglamentaciones que consideren la estructura sociocultural de los agentes inseridos en el espacio y refuerza la necesidad de la institución de espacios de diálogos que contribuyan para la recodificación del concepto de higiene. (AU)


The article discusses the hygienic quality of food commercialization, handling and consumption in light of necessary precautions to prevent contamination by SARS-CoV-2. The text draws attention to the health dimension of food security, which is little discussed in the public health field, despite being addressed in the National Food and Nutrition Policy. The relevance of the current research is substantiated by the association between hygienic-sanitary conditions in free fairs, supermarkets and restaurants by understanding them as risk areas for the spreading of the new virus, as well as guidelines published to help mitigating Covid-19 and the role played by Health Surveillance. Finally, it highlights the need of issuing regulations that take into consideration the sociocultural framework of agents inserted in the process and emphasizes the need of setting dialogue spaces to contribute to decode the concept of hygiene. (AU)


Assuntos
Vigilância Sanitária/tendências , Alimentação Coletiva , COVID-19/prevenção & controle , Infraestrutura Sanitária , Higiene dos Alimentos
11.
São Paulo; s.n; 2021. 65 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1359950

RESUMO

Introdução: A alimentação inadequada tem causado prejuízos imensuráveis para a população humana e para o planeta. Má-nutrição em todas as suas formas, doenças crônicas não transmissíveis, produção exacerbada de materiais de difícil decomposição, poluição de rios e oceanos são alguns dos resultados do sistema alimentar globalizado. Investigações recentes apontam o aumento no consumo de alimentos ultraprocessados em diversos países. Somado a isso, estudos indicam que os locais de consumo podem influenciar nas escolhas alimentares. Entretanto, a influência dos locais no consumo desses alimentos foi pouco explorada. Objetivo: analisar a associação entre locais de consumo e o consumo de alimentos ultraprocessados no Reino Unido entre 2014-2016. Métodos: Os dados são provenientes da National Diet and Nutrition Survey (NDNS). As informações de consumo alimentar individual, de participantes de ≥ 4 anos de idade, foram coletadas através de diário alimentar de 3 ou 4 dias consecutivos. Os locais de consumo foram categorizados em nove grupos: casa, locais institucionais, meios de transporte, cafeterias, clubes de esportes e recreação, restaurantes de serviço completo, fast food, casa de familiares e amigos e outros. Todos os itens de consumo foram classificados segundo o processamento industrial utilizando a classificação NOVA e calculou-se o percentual total e por local de participação dos itens alimentares para o total de energia (em kcal) consumida. Foi então avaliada a associação entre cada local de consumo e a participação de alimentos ultraprocessados na alimentação por meio de modelos de regressão linear brutos e ajustados para possíveis variáveis confundidoras. Esses modelos geraram coeficientes que representam o aumento da participação energética de alimentos ultraprocessados a cada aumento de ponto percentual no consumo em cada local (% kcal total). As análises foram estratificadas para crianças (4-10 anos), adolescentes (11-18 anos) e adultos (19 anos de idade ou mais). Resultados: Os alimentos ultraprocessados contribuíram com 56,3% do total de energia consumida. Entre as crianças, o consumo alimentar realizado em casa foi inversamente associado ao consumo de alimentos ultraprocessados (ß: -0,10, IC 95% -0,17, -0,03), enquanto em clubes de esportes e recreação (ß: 0,47, IC 95% 0,20, 0,73) foi diretamente associado ao consumo de alimentos ultraprocessados. Para os adolescentes, comer em casa (ß: -0,12, IC 95% -0,19, -0,05) foi inversamente associado ao consumo de alimentos ultraprocessados, assim como em restaurantes de serviço completo (ß: -0,21, IC 95% - 0,38, -0,03). O consumo em redes de fast food esteve diretamente associado ao consumo de alimentos ultraprocessados em adolescentes (ß: 0,29, IC 95% 0,12, 0,47). Finalmente, para adultos, restaurantes de serviço completo (ß: -0,13, IC 95% -0,22, -0,03) mostraram-se inversamente associados ao consumo de alimentos ultraprocessados. Já em restaurantes do tipo fast food (ß: 0,77, IC 95% 0,38, 1,17) foram diretamente associados ao consumo desses alimentos. Conclusões: os locais de consumo impactam de forma diferente no consumo de alimentos ultraprocessados, clubes de esporte e recreação e restaurantes do tipo fast food promoveram um aumento no consumo desses alimentos. Por outro lado, houve redução no consumo de alimentos ultraprocessados em casa e em restaurantes de serviço completo.


Background: Inadequate food has caused immeasurable damage to the human population and the planet. Malnutrition in all its forms, chronic non-communicable diseases, overproduction of materials that are difficult to decompose, pollution of rivers and oceans are some of the results of the globalized food system. Recent investigations point to an increase in the consumption of ultra-processed foods in several countries. In addition, studies indicate that eating locations can influence food choices. However, the influence of places on the consumption of ultra-processed foods has been little explored. Objective: to analyse the association between eating locations and consumption of ultra-processed foods in the United Kingdom between 2014-2016. Methods: data are from the National Diet and Nutrition Survey (NDNS). Individual food consumption information of participants ≥ 4 years of age was collected through a food diary for 3 or 4 consecutive days. Eating locations were categorized into nine groups: home, institutional places, on the go, coffee shops, leisure and sports places, sit-down restaurants, fast food, friends and relatives house, and other places. All consumption items were classified according to industrial processing using the NOVA classification. The total percentage and eating locations of participation of food items for the total energy (in kcal) consumed was calculated. The association between each eating location and the participation of ultra-processed foods in the diet was evaluated using crude linear regression models and adjusted for possible confounders. These models generated coefficients that represent the increase in energy participation of ultra-processed foods at each percentage point increase in consumption in each location (% kcal total). Analyses were stratified for children (4-10 years), adolescents (11-18 years), and adults (19 years or older). Results: ultra-processed foods contributed 56.3% of the total energy consumed. Among children, food consumption at home was inversely associated with consumption of ultra-processed foods (ß: -0.10, 95% CI -0.17, -0.03), while in leisure and sports places (ß: 0.47, 95% CI 0.20, 0.73) was directly associated with the consumption of ultra-processed foods. For adolescents, eating at home (ß: -0.12, 95% CI -0.19, -0.05) was inversely associated with consumption of ultra-processed foods, as well as in sit-down restaurants (ß: -0, 21, 95% CI - 0.38, -0.03). Consumption in fast food restaurants was directly associated with the consumption of ultra-processed foods in adolescents (ß: 0.29, 95% CI 0.12, 0.47). Finally, for adults, sit-down restaurants (ß: -0.13, 95% CI -0.22, -0.03) were inversely associated with the consumption of ultra-processed foods. Fast food (ß: 0.77, 95% CI 0.38, 1.17) were directly associated with the consumption of ultra-processed foods. Conclusion: eating locations have a different impact on the consumption of ultra-processed foods, leisure and sports places and fast food have promoted an increase in consumption of ultra-processed foods. On the other hand, there was a reduction in the consumption of ultra-processed foods at home and sit-down restaurants.


Assuntos
Qualidade dos Alimentos , Ingestão de Alimentos , Alimentação Coletiva , Alimentos Industrializados , Fast Foods , Indústria Alimentícia
12.
Demetra (Rio J.) ; 16(1): 61905, 2021. ^etab, ^eilus
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1435030

RESUMO

Introdução: Após o início da pandemia ocasionada pelo novo coronavírus, o mundo se deparou com a necessidade do isolamento social. Todos os serviços não considerados essenciais tiveram a orientação de permanecerem fechados por tempo indeterminado. Nesse cenário, os serviços de alimentação puderam continuar funcionando, porém, com uma gama de alterações em suas rotinas e nas boas práticas de fabricação. Objetivo: Este trabalho teve como objetivo analisar as principais mudanças ocorridas nas boas práticas de fabricação de Unidades de Alimentação, após o início da pandemia do novo coronavírus. Método: Foi realizado um estudo qualitativo, com produção de dados por meio de entrevistas on-line, com gestores de Unidades de Alimentação. O questionário utilizado foi desenvolvido especialmente para este projeto, sendo segmentado em três etapas: dados pessoais, dados da unidade e alterações realizadas devido à pandemia. Resultado: Ao total, a pesquisa obteve 70 respostas, provenientes de profissionais que atuam na cidade de Curitiba- PR. Dentre as medidas mais citadas, destaca-se a aquisição de novos equipamentos de proteção, redução da capacidade do refeitório e aumento no uso de produtos de limpeza e álcool em gel. Conclusão: O fortalecimento das boas práticas e a implantação de medidas de segurança adicionais podem contribuir para a redução da transmissão do novo coronavírus, mas é fundamental que os profissionais adotem unicamente medidas baseadas nas legislações vigentes e nas orientações dos principais órgãos de saúde, a fim de evitar a disseminação de informações dúbias e errôneas


Introduction: After the start of the pandemic caused by the new coronavirus, the world was faced with the need for social isolation. All services not considered essential were instructed to remain indefinitelyclosed. In this scenario, food services were able to continue working, however, with a range of changes in their routines and good manufacturing practices. Objective: This study aimed to analyze the main changes that occurred in the good manufacturing practices of Food Units, after the beginning of the new coronavirus pandemic. Method: A qualitative study was carried out, with data production through online interviews with managers of Food Units. The questionnaire used was developed especially for this project, being divided into three stages: personal data, unit data and changes made due to the pandemic. Result: In total, the survey obtained 70 responses, from professionals who work in the city of Curitiba, PR. Among the actions most often mentioned, we highlight the acquisition of new protective equipment, reduction of cafeteria capacity and increase in the use of cleaning products and alcohol gel. Conclusion: The development of good practices and the implementation of additional safety measures can contribute to reducing the transmission of the new coronavirus, but it is essential that professionals adopt only measures based on current legislation and guidelines of the top health organizations, in order to avoid the dissemination of dubious and erroneous information.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Restaurantes , Produção de Alimentos , Alimentação Coletiva , Boas Práticas de Fabricação , COVID-19 , Brasil , Nutricionistas , Abastecimento de Alimentos
13.
Demetra (Rio J.) ; 16(1): 59748, 2021. ^etab, ^eilus
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1435209

RESUMO

Introdução: A prevalência da obesidade tem aumentado na população brasileira, com destaque no público infantil, associada principalmente a fatores comportamentais que levam a más escolhas alimentares. Objetivo: Avaliar a qualidade de menus infantis em restaurantes de shopping centers da Baixada Santista-SP e sua consonância com as recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira considerando a NOVA classificação dos alimentos. Método: O artigo é oriundo de um projeto de pesquisa desenvolvido por uma equipe multidisciplinar e interinstitutos, composta por pesquisadores do curso de Nutrição. Utilizou-se um questionário como instrumento de coleta de dados, aplicado em todos os shopping centers de quatro cidades da Baixada Santista ­ Santos, São Vicente, Praia Grande e Guarujá ­, com questões para caracterização e avaliação da qualidade dos menus infantis. O instrumento foi aplicado individual e simultaneamente por duas pesquisadoras, comparando seus respectivos aspectos nutricionais aos conceitos de alimentação saudável estabelecidos no Guia Alimentar para a População Brasileira; posteriormente, os dados coletados foram transcritos para uma plataforma digital. Foram visitados 60 restaurantes distribuídos em quatro cidades, dos quais apenas 13% tinham a oferta de menu infantil. Resultados: De acordo com a caracterização dos restaurantes, identificou-se que 50% deles são de grandes redes, em sua maioria fast food. Algumas preparações classificadas como ultraprocessadas, como batatas fritas, hambúrgueres e empanados, são ofertadas em 87,5%, 62,5% e 87,5% dos restaurantes, respectivamente. Preparações que exigem técnicas de preparo mais específicas, como macarrões, foram encontradas em 37,5% dos restaurantes. A utilização de queijo como coberturas e recheios foi identificada em 100% dos restaurantes. Bebidas classificadas como ultraprocessadas foram ofertadas em 12,5% dos restaurantes. Conclusão: Foi possível identificar que não são exibidos os valores nutricionais e de alérgenos nas preparações. Observou-se que a qualidade dos menus infantis oferecidos nos restaurantes é limitada em relação à variedade dos alimentos e com grande oferta de alimentos ultraprocessados, estando em desacordo com as recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira.


Introduction: The prevalence of obesity has increased in the Brazilian population, especially in children, mainly associated with behavioral factors that lead to poor food choices. Objective: To evaluate the quality of children's menus in restaurants in shopping malls in Baixada Santista-SP and their consonance with the recommendations of the Food Guide for the Brazilian Population considering the NEW food classification. Method: The article comes from a research project developed by a multidisciplinary and inter-institute team, composed of researchers from the Nutrition course. A questionnaire was used as a data collection instrument, applied in all shopping malls in four cities in Baixada Santista region ­ Santos, São Vicente, Praia Grande and Guarujá cities­ with questions to characterize and assess the quality of children's menus. The instrument was applied individually and simultaneously by two researchers, comparing their respective nutritional aspects to the concepts of healthy eating established in the Food Guide for the Brazilian Population; later, the collected data were transcribed to a digital platform. Sixty restaurants distributed in four cities were visited, of which only 13% had a children's menu. Results: According to the characterization of restaurants, it was identified that 50% of them are from large chains, mostly fast food. Some preparations classified as ultra-processed, such as french fries, hamburgers and deep-fried, are offered in 87.5%, 62.5% and 87.5% of the restaurants, respectively. Preparations that require more specific techniques, such as pasta, were found in 37.5% of restaurants. The use of cheese as toppings and fillings was identified in 100% of the restaurants. Drinks classified as ultra-processed were offered in 12.5% of the restaurants. Conclusion: It was possible to identify that nutritional and allergen values are not displayed in the preparations. It was observed that the quality of children's menus offered in restaurants is limited in relation to the variety of foods and with a large offer of ultra-processed foods, in disagreement with the recommendations of the Food Guide for the Brazilian Population.


Assuntos
Humanos , Criança , Restaurantes/estatística & dados numéricos , Alimentação Coletiva , Nutrição da Criança , Avaliação Qualitativa das Preparações do Cardápio , Brasil , Guias Alimentares , Obesidade Infantil
14.
Demetra (Rio J.) ; 16(1): e57854, 2021.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1428147

RESUMO

Objetivo:O objetivo deste estudo foi avaliar o uso de um tempero à base de ervas em preparações proteicas como estratégia para a redução da ingestão de sódio por comensais atendidos em uma Unidade de Alimentação e Nutrição (UAN). Material e Métodos:Trata-se de um estudo transversal realizado em uma UAN de uma fábrica. O tempero à base de ervas foi desenvolvido com o auxílio das cozinheiras da unidade. A composição nutricional das preparações proteicas foi determinada com o auxílio de tabelas de composição de alimentos. Para avaliar a aceitação das preparações, foram realizadas análises sensoriais de duas preparações culinárias: peito de frango e acém bovino adicionados do tempero à base de ervas. Foram considerados os seguintes atributos: cor, textura, aroma, aparência e avaliação global, em uma escala hedônica de 9 pontos que varia de "desgostei muitíssimo" a "gostei muitíssimo". O índice de aceitabilidade também foi calculado para todos os atributos. Resultados: Quarenta e um juízes consumidores foram recrutados para realizar a análise sensorial. Houve uma redução importante nos níveis de sódio de 60,2% (de 939,2 mg para 375,3 mg) e 23,3% (de 709,7 mg para 544,0 mg) por 100g de peito de frango e acém bovino, respectivamente, e um aumento no teor de fibra das preparações que receberam o tempero à base de ervas. O índice de aceitação global de peito de frango temperado e filé de carne bovina foi de 87,8% e 83,8%, respectivamente. Conclusão: A substituição de temperos ultraprocessados por temperos à base de ervas em preparações de proteínas foi bem aceita entre comensais da UAN.


Objective:This study aimed to evaluate the use of a herbs-based seasoning in protein preparations as a strategy for reducing sodium intake by diners served at a Food and Nutrition Unit (FNU). Material and Methods: This was a cross-sectional study carried out in a FNU factory. The herbs-based seasoning was developed with the help of the unit's cooks. The proximate composition of protein preparations was determined with the aid of food composition tables. To assess the acceptance of the preparations, a sensory analysis was performed for two culinary preparations: chicken breast and beef chuck steak added with the herbs-based seasoning. The following attributes were considered for evaluating colour, texture, aroma, appearance and overall evaluation, on a 9-point hedonic scale ranging from "I disliked a lot" to "I liked a lot". The acceptability index was also calculated for all attributes. Results: Forty-one consumer judges were recruited to perform the sensory analysis. There was an important reduction in sodium levels of 60.2% (from 939.2 mg to 375.3 mg) and 23.3% (from 709.7 mg to 544.0 mg) per 100g of chicken breast and beef chuck steak, respectively, and an increase in the fiber content of the preparations that received the herbs-based seasoning. The global acceptance index of seasoned chicken breast and beef chuck steak was 87.8% and 83.8%, respectively. Conclusion: The substitution of ultra-processed seasoning for herbs-based seasoning in protein preparations was well accepted among FNU diners.


Assuntos
Humanos , Cloreto de Sódio na Dieta , Alimentação Coletiva , Composição de Alimentos , Alimentos Preparados , Dieta Saudável , Brasil
16.
Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20200600. 23 p.
Monografia em Espanhol | MINSAPERÚ, LILACS | ID: biblio-1100330

RESUMO

El documento contiene los principios generales de higiene que deben cumplir los establecimientos que brindan servicios de alimentación colectiva.


Assuntos
População , Higiene dos Alimentos , Alimentação Coletiva
17.
Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20200600. 8 p.
Monografia em Espanhol | LILACS, MINSAPERÚ | ID: biblio-1100020

RESUMO

El documento contiene las condiciones sanitarias mínimas a tener en cuenta en la preparación de alimentos en "ollas comunes" que llega a la población, en situación de emergencia sanitaria.


Assuntos
Alimentação de Emergência , Estado de Alerta em Emergências , Alimentação Coletiva
18.
Gac. sanit. (Barc., Ed. impr.) ; 34(3): 225-229, mayo-jun. 2020. tab, graf
Artigo em Espanhol | IBECS | ID: ibc-196612

RESUMO

OBJETIVO: Explorar la aplicabilidad del Documento de Consenso sobre Alimentación en los Centros Educativos (DCSECE) para evaluar la adecuación de los menús escolares a las recomendaciones de una alimentación saludable. MÉTODO: Estudio transversal en el que se analizaron menús mensuales de 28 centros de educación infantil y primaria de Andalucía y Canarias. Los datos se extrajeron mediante un protocolo ad hoc basado en las recomendaciones del DCSECE, las cuales se dividieron en categorías y subcategorías de alimentos. Se estudió la oferta semanal de cada una de las categorías y subcategorías de alimentos y se comparó con las recomendaciones del DCSECE. RESULTADOS: La mayoría de los centros presentó una oferta superior a la recomendación para la categoría de hortalizas y verduras, otras guarniciones y otros postres; inferior para la de arroz, pasta, elaborados y ensaladas; y ajustada para la de legumbres, carnes, pescado y huevos. Por subcategorías, se observó el predominio de vegetales cocidos en la categoría de hortalizas y verduras, en perjuicio de las ensaladas, y una oferta elevada de carnes procesadas en la categoría de carnes. CONCLUSIONES: El DCSECE puede ser un instrumento útil para evaluar la oferta alimentaria en los menús escolares, pero precisa una mayor especificidad en las recomendaciones para identificar la adecuación de los menús a una alimentación saludable


OBJECTIVE: To explore the applicability of the Consensus Document on School Food Programmes in Educational Centres (DCSECE) to evaluate the adaptation of school menus to healthy eating recommendations. METHOD: Transversal study that analyzes monthly school menus from 28 early-childhood education and primary education centres in Andalusia and Canary Islands (Spain). Data were collected using an ad-hoc protocol based on the DCSECE recommendations and divided into food categories and subcategories. We studied the weekly menu offering of each of the foods by category and subcategory and compared them to the DCSECE recommendations. RESULTS: The majority of the schools offered better meals than as specified by the recommendations, in terms of vegetables, other garnishes and other deserts. They offered poorer quality meals in the categories of rice, pasta, prepared foods and salads, and had an equivalent offering in terms of pulses, meats, fish and eggs. By subcategory, we observed the predominance of cooked vegetables in the vegetable category as compared to salads, and the predominance of processed meats in the meats category. CONCLUSIONS: The DCSECE could be a useful instrument for evaluating the nutritional offering of school menus. However, there is a need for greater specificity in the recommendations, in order to identify whether these menus adhere to healthy eating recommendations


Assuntos
Humanos , Criança , Alimentação Escolar/normas , Planejamento de Cardápio/normas , Recomendações Nutricionais , Comportamento Alimentar/classificação , Serviços de Saúde Escolar/organização & administração , Consenso , Estudos Transversais , Promoção da Saúde/organização & administração , Alimentação Coletiva
19.
Demetra (Rio J.) ; 15(1): 48364, jan.- mar.2020. ilus
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1428364

RESUMO

Introdução: O profissional nutricionista tem, entre suas atribuições, o planejamento de cardápios e o controle de estoque. Dentre as inúmeras atividades inerentes ao setor de alimentação coletiva, a importância da gestão de suprimentos pode passar despercebida e acarretar problemas na execução dos cardápios, gerando monotonia nos mesmos. Assim, ferramentas de controle são necessárias, visto que a monotonia alimentar pode acarretar problemas à saúde dos usuários. Objetivo: Este trabalho teve como objetivo apresentar a elaboração e implantação de uma planilha de controle de estoque em uma unidade de alimentação e nutrição (UAN) de uma instituição de ensino superior pública. Métodos: O trabalho foi desenvolvido e executado no Restaurante Universitário da Escola Agrícola de Jundiaí, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, localizada no distrito de Jundiaí, Macaíba, Rio Grande do Norte, Brasil, com levantamento das fichas de controle. Resultados: O produto deste trabalho foi uma planilha no formato Excel® para controle dos gêneros alimentícios secos do estoque. Observou-se que, além de controlar a entrada e a saída dos gêneros, a planilha auxiliou na tomada de decisão de compra e reabastecimento de suprimentos. Conclusão: Diante dos objetivos almejados, a planilha foi desenvolvida e aplicada com êxito, alcançando a finalidade esperada pelo serviço. (AU)


Introduction: the professional nutritionist has the tasks of planning menus and, consequently, stock control. Among countless activities inherent to the collective food sector, the importance of supply management can go unnoticed and cause problems in the execution of the menus, generating monotony in them. So, control tools are needed, since food monotony can cause health problems for users. Objective: this study aimed to present the preparation and implementation of a stock control spreadsheet in a food and nutrition unit (FNU) of a public higher education institution. Methods: the study was developed and carried out at the Restaurante Universitário da Escola Agrícola de Jundiaí (University Restaurant of the Agricultural School of Jundiaí), of the Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Federal University of Rio Grande do Norte), located in the District of Jundiaí, Macaíba, Rio Grande do Norte, Brazil, with a survey of control cards. Results: the product of this study was a spreadsheet in Excel® format to control dry foodstuffs from the stock. It was observed that in addition to controlling the entry and exit of the genders, the spreadsheet also helped in the decision to purchase and replenish supplies. Conclusion: in view of the desired objectives, the spreadsheet was developed and applied successfully, reaching the purpose expected by the service. (AU)


Assuntos
Restaurantes/provisão & distribuição , Tomada de Decisões Gerenciais , Alimentação Coletiva , Serviços de Alimentação/organização & administração , Brasil , Nutricionistas , Abastecimento de Alimentos , Planejamento de Cardápio
20.
Demetra (Rio J.) ; 15(1): 43461, jan.- mar.2020. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1428386

RESUMO

Introdução: Ambiência é a organização que um espaço físico recebe, envolvendo questões técnicas e estruturais do ambiente. Além do espaço físico, é também levado em consideração que, nesse espaço, haverá relações sociais e interpessoais e que, portanto, o local deve ser acolhedor e confortável em todos os sentidos. Objetivo: Avaliar as condições de ambiência em restaurantes comerciais de Fortaleza-CE. Métodos: O estudo foi do tipo observacional, transversal, descritivo e analítico, desenvolvido no período de dezembro de 2018 a fevereiro de 2019, quando foi avaliada a ambiência de 20 restaurantes comerciais da cidade de Fortaleza-CE. Nesses restaurantes, foram avaliados os setores de recebimento, pré-preparo e preparo, cocção, higienização, distribuição, inspeção de matérias-primas, salão de refeição e setores administrativos. A avaliação das unidades de alimentação e nutrição (UAN) foi realizada por um instrumento estruturado que possuía um cabeçalho com a identificação da empresa, e no qual foram registrados dados de temperatura, ruído, iluminação, umidade e cor do piso, parede e teto. Os dados foram tabulados no software Excel® 2013 e apresentados em frequência absoluta e relativa, e em média e desvio padrão. Resultados: Os resultados mostraram inadequações em umidade, temperatura, iluminação e cores em vários setores dos restaurantes avaliados, confirmando a hipótese do trabalho. Conclusões: Conclui-se que há inadequações de ambiência primária em restaurantes comerciais de Fortaleza-CE, podendo-se levar em consideração que a maioria das UANs foi construída sem o planejamento adequado à saúde dos colaboradores. (AU)


Introduction: Ambience is the organization acquired by a physical space, involving technical and structural issues of the environment. Besides the physical space, it is also taken into consideration that in this space social and interpersonal relations will take place and that, therefore, the place must be welcoming and comfortable in every sense. Objective: Evaluate the ambience conditions in commercial restaurants in Fortaleza-CE. Methods: The study was of the observational, cross-sectional, descriptive, and analytical type, developed from December 2018 to February 2019, when the ambience of 20 commercial restaurants in the city of Fortaleza-CE was evaluated. In these restaurants, the reception, pre-preparation and preparation, cooking, sanitation, distribution, inspection of raw materials, meal room, and administrative sectors were evaluated. The evaluation of the food and nutrition units (FNU) was performed by a structured instrument, with a header to identify the company, and in which temperature, noise, lighting, humidity, and floor, wall and ceiling color data were recorded. The data were recorded in Excel® 2013 software and presented in absolute and relative frequency and mean and standard deviations. Results: The results showed inadequacies in humidity, temperature, lighting and colors in several sectors of the restaurants evaluated, confirming the hypothesis of this study. Conclusions: It is concluded that there are inadequacies of primary ambience in commercial restaurants in Fortaleza-CE, and it can be taken into account that most of the FNUs were built without adequate planning for the health of the employees. (AU)


Assuntos
Restaurantes , Temperatura , Iluminação , Alimentação Coletiva , Umidade , Ruído , Brasil , Saúde Ocupacional
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...