Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 197
Filtrar
1.
Rev. homeopatia (São Paulo) ; 83(1): 12-18, 2022.
Artigo em Português | LILACS, HomeoIndex - Homeopatia | ID: biblio-1359192

RESUMO

Na presente mesa-redonda apresentamos a evolução do nosso aprendizado como diretor de experimentação. Relata-se o trabalho comparado de três experimentações: A primeira com alunos do 3º ano do curso de especialização em homeopatia da Associação Médica Homeopática do Paraná e as duas seguintes com pacientes da clínica homeopática do diretor de experimentação que acederam participar das mesmas. Estes pacientes funcionais, agora experimentadores em estado de equilíbrio estável, foram convidados a participar da experimentação pelo fato de terem sido bem estudados e conhecido o medicamento homeopático que reequilibrou cada um deles. Experimentou-se, pois, um medicamento pelo "duplo-cego" em experimentadores cujo medicamento era conhecido, proceder até então inédito na experimentação homeopática. Enveredou-se por esse tipo de pesquisa pelo fato de nunca antes haver sido feita a comparação entre os sintomas comuns ao medicamento do experimentador e o medicamento experimentado. Inicialmente tal proceder objetivava, além de efetuar a comparação supracitada, confirmar ou refutar a afirmação de que os sintomas que surgem durante a experimentação são comuns ao medicamento experimentado e o experimentador e não apenas exclusivos do medicamento. Com o desenrolar das experimentações outros fatos importantes foram sendo constatados, como o retorno, anos depois, de sintomas desencadeados durante a experimentação, a confirmação do perfil dos medicamentos, sintomas não registrados na descrição das patogenesias etc. Todos esses dados são discutidos à medida que é apresentada a técnica do experimento (material e método), visto que o objetivo desta mesa-redonda é discutir os encaminhamentos para novas experimentações. Nestes encaminhamentos propõe-se: algumas adições à Ficha Clínica modelo LUIMO para experimentações, discussão sobre o perfil do experimentador ideal, formação de centrais de experimentação ancoradas em diretores de experimentação, independentemente da instituição a que pertençam, visto que as instituições permanecem mas os homens por que elas passam nem sempre têm as mesmas intenções.


Assuntos
Placebos , Arsenicum Album , Experimentação Medicamentosa , Registros Médicos
2.
Rev. homeopatia (Säo Paulo) ; 80(3/4): 151-171, 2017. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-973278

RESUMO

Homeopathic pathogenetic trials (HPT) are designed to identify specific and characteristic symptoms in apparently health individuals exposed to homeopathic medicines, so that the latter might be indicated following comparison to the patient’s symptoms. The original methodological guidelines for HPTs were established by Hahnemann, who advocated rigorous methods likely to lead to conclusions free from any conjecture. With the advances in scientific methods, new guidelines were formulated to improve the methodological quality of HPT. Relevant scientific contributions were made by Brazilian researchers in this field, resulting in original studies or innovations in methods. The validity and reliability of the clinical information acquired from HPT are fundamental for the success of homeopathic clinical practice.


Assuntos
Humanos , Homeopatia , Sintomas Patogenéticos , Materia Medica , Patogênese Homeopática , Experimentação Medicamentosa
3.
Rev. homeopatia (Säo Paulo) ; 80(1/2,supl): 151-171, 2017. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-973265

RESUMO

Os ensaios patogenéticos homeopáticos buscam descobrir sintomas específicos e característicos que se manifestam em indivíduos aparentemente sadios, expostos a medicamentos homeopáticos, para que possam ser utilizados na comparação com os sintomas dos pacientes. Ao definir as diretrizes metodológicas para sua realização, Hahnemann deixou claro que deveriam ser o produto de estudos rigorosos para evitar qualquer conjectura em seus resultados. Com o avanço nos métodos científicos, também têm sido propostas novas diretrizes para sua realização, que são incorporadas aos estudos atuais. Autores brasileiros têm oferecido valiosas contribuições científicas para o desenvolvimento dos ensaios patogenéticos homeopáticos, com realização de estudos originais ou inovações na área metodológica. A validade e a confiabilidade das informações produzidas a partir de ensaios patogenéticos homeopáticos são fundamentais para o êxito da prática clínica em homeopatia.


Homeopathic pathogenetic trials (HPTs) are designed to identify specificand characteristic symptoms in apparently health individuals, afterhaving been exposed to homeopathic medicines, so that the lattermight be indicated following comparison to the patient’s symptoms.The original methodological guidelines for HPTs were defined byHahnemann, who advocated rigorous methods likely to lead to conclusionsfree from any conjecture. With the advances in scientific methods,new guidelines were also proposed to improve the methodologicalquality of HPTs. Relevant scientific contributions were made byBrazilian researchers to develop this field, resulting in the publicationof original studies or innovations on its methods. The validity and reliabilityof the clinical information acquired from HPTs are fundamentalfor the success of homeopathic clinical practice.


Assuntos
Humanos , Homeopatia , Materia Medica , Patogênese Homeopática , Sintomas Patogenéticos , Experimentação Medicamentosa
4.
Rev. homeopatia (São Paulo) ; 80(1/2): 183-206, 2017. tab, graf
Artigo em Português | HomeoIndex - Homeopatia, HomeoIndex - Homeopatia | ID: hom-11978

RESUMO

Os ensaios patogenéticos homeopáticos buscam descobrir sintomas específicos e característicos que se manifestam em indivíduos aparentemente sadios, expostos a medicamentos homeopáticos, para que possam ser utilizados na comparação com os sintomas dos pacientes. Ao definir as diretrizes metodológicas para sua realização, Hahnemann deixou claro que deveriam ser o produto de estudos rigorosos para evitar qualquer conjectura em seus resultados. Com o avanço nos métodos científicos, também têm sido propostas novas diretrizes para sua realização, que são incorporadas aos estudos atuais. Autores brasileiros têm oferecido valiosas contribuições científicas para o desenvolvimento dos ensaios patogenéticos homeopáticos, com realização de estudos originais ou inovações na área metodológica. A validade e a confiabilidade das informações produzidas a partir de ensaios patogenéticos homeopáticos são fundamentais para o êxito da prática clínica em homeopatia. (AU)


Homeopathic pathogenetic trials (HPTs) are designed to identify specific and characteristic symptoms in apparently health individuals, after having been exposed to homeopathic medicines, so that the latter might be indicated following comparison to the patient’s symptoms. The original methodological guidelines for HPTs were defined by Hahnemann, who advocated rigorous methods likely to lead to conclusions free from any conjecture. With the advances in scientific methods, new guidelines were also proposed to improve the methodological quality of HPTs. Relevant scientific contributions were made by Brazilian researchers to develop this field, resulting in the publication of original studies or innovations on its methods. The validity and reliability of the clinical information acquired from HPTs are fundamental for the success of homeopathic clinical practice. (AU)


Assuntos
Humanos , Homeopatia , Sintomas Patogenéticos , Materia Medica , Patogênese Homeopática , Experimentação Medicamentosa
5.
Rev. homeopatia (São Paulo) ; 80(3/4): 151-171, 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | HomeoIndex - Homeopatia, HomeoIndex - Homeopatia | ID: hom-12042

RESUMO

Homeopathic pathogenetic trials (HPT) are designed to identify specific andcharacteristic symptoms in apparently health individuals exposed to homeopathicmedicines, so that the latter might be indicated following comparison to the patient’ssymptoms. The original methodological guidelines for HPTs were established byHahnemann, who advocated rigorous methods likely to lead to conclusions free fromany conjecture. With the advances in scientific methods, new guidelines wereformulated to improve the methodological quality of HPT. Relevant scientificcontributions were made by Brazilian researchers in this field, resulting in originalstudies or innovations in methods. The validity and reliability of the clinicalinformation acquired from HPT are fundamental for the success of homeopathicclinical practice. (AU)


Assuntos
Humanos , Homeopatia , Sintomas Patogenéticos , Materia Medica , Patogênese Homeopática , Experimentação Medicamentosa
6.
Rev. homeopatia (São Paulo) ; 80(1/2,supl): 109-122, 2017. tab, graf
Artigo em Português | HomeoIndex - Homeopatia, HomeoIndex - Homeopatia | ID: hom-12054

RESUMO

Os ensaios patogenéticos homeopáticos buscam descobrir sintomas específicos e característicos que se manifestam em indivíduos aparentemente sadios, expostos a medicamentos homeopáticos, para que possam ser utilizados na comparação com os sintomas dos pacientes. Ao definir as diretrizes metodológicas para sua realização, Hahnemann deixou claro que deveriam ser o produto de estudos rigorosos para evitar qualquer conjectura em seus resultados. Com o avanço nos métodos científicos, também têm sido propostas novas diretrizes para sua realização, que são incorporadas aos estudos atuais. Autores brasileiros têm oferecido valiosas contribuições científicas para o desenvolvimento dos ensaios patogenéticos homeopáticos, com realização de estudos originais ou inovações na área metodológica. A validade e a confiabilidade das informações produzidas a partir de ensaios patogenéticos homeopáticos são fundamentais para o êxito da prática clínica em homeopatia. (AU)


Assuntos
Humanos , Homeopatia , Sintomas Patogenéticos , Materia Medica , Patogênese Homeopática , Experimentação Medicamentosa
7.
Homeopatia Méx ; 84(694): 12-19, ene.-feb. 2015. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-762163

RESUMO

Ciertamente, un medicamento debe ser administrado en un cuerpo sano sin ninguna sustancia extraña; cuando el olor y el sabor hayan sido examinados debe tomarse una pequeña dosis y llevar un registro de cada uno de los cambios que se pudieran presentar, tanto en el pulso, la temperatura, la respiración y las secreciones.Una vez analizados los síntomas encontrados en una persona se puede entonces proceder a probarse en el cuerpo de una persona enferma.


Certainly, a drug must be administered in a healthy body without any foreign substance; when the smell and taste have been examined must take a small dose and keep a record of each of the changes that may arise, both the pulse, temperature, breathing and secreciones.Una after analyzing the symptoms found in a person can then proceed to try on in the body of a sick person.


Assuntos
Experimentação Medicamentosa/métodos , Homeopatia , Patogênese Homeopática , Ensaios Clínicos Controlados como Assunto/métodos , Ensaios Clínicos como Assunto/métodos , Experimentação Humana , Matéria Médica Pura
8.
Homeopatia Méx ; 84(694): 12-19, ene.-feb. 2015. tab
Artigo em Espanhol | HomeoIndex - Homeopatia, HomeoIndex - Homeopatia | ID: hom-11092

RESUMO

Ciertamente, un medicamento debe ser administrado en un cuerpo sano sin ninguna sustancia extraña; cuando el olor y el sabor hayan sido examinados debe tomarse una pequeña dosis y llevar un registro de cada uno de los cambios que se pudieran presentar, tanto en el pulso, la temperatura, la respiración y las secreciones.Una vez analizados los síntomas encontrados en una persona se puede entonces proceder a probarse en el cuerpo de una persona enferma. (AU)


Certainly, a drug must be administered in a healthy body without any foreign substance; when the smell and taste have been examined must take a small dose and keep a record of each of the changes that may arise, both the pulse, temperature, breathing and secreciones.Una after analyzing the symptoms found in a person can then proceed to try on in the body of a sick person. (AU)


Assuntos
Homeopatia , Experimentação Medicamentosa/métodos , Patogênese Homeopática , Experimentação Humana , Ensaios Clínicos Controlados como Assunto/métodos , Matéria Médica Pura , Ensaios Clínicos como Assunto/métodos
9.
Rev. med. (Säo Paulo) ; 92(4): 242-263, out.-dez. 2013. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-730836

RESUMO

A experimentação ou ensaio patogenético homeopático (EPH) é o método de investigação clínico-farmacológica utilizado pela homeopatia para conhecer as manifestações patogenéticas (sinais e sintomas) que as substâncias despertam nos seres humanos, possibilitando a aplicação do princípio da similitude terapêutica. Instrumento indispensável na assistência, na pesquisa e no ensino da homeopatia, apresenta modelos de aplicação diversos ao longo destes dois séculos de prática homeopática, através dos quais milhares de substâncias foram experimentadas em indivíduos humanos sadios e tiveram suas manifestações sintomáticas descritas nas Matérias Médicas Homeopáticas. Apesar da sua importância no desenvolvimento da episteme homeopática, a Homeopatia Brasileira carece, na atualidade, de protocolos de pesquisa patogenética condizentes com as exigências da metodologia científica moderna, que tornariam os testes mais confiáveis e facilitariam sua aprovação perante os comitês de ética em pesquisa das instituições que pretendam executá-los. Este protocolo de experimentação patogenética homeopática foi desenhado com o intuito de suprir esta demanda, seguindo os passos e as exigências necessárias à elaboração de um projeto de pesquisa clínica em humanos, a fim de disponibilizar uma sistemática que permita a uniformização do procedimento e sua aplicação nas diversas instâncias que se proponham a realizar pesquisa patogenética homeopática. A possibilidade da publicação deste protocolo numa revista indexada e de livre acesso, permitindo a ampla divulgação de um tema imprescindível ao entendimento e ao progresso da homeopatia, facilita o esclarecimento da racionalidade científica homeopática perante a classe médica e a disseminação da proposta perante o movimento homeopático brasileiro.


Homeopathic pathogenetic trial (HPT) or experimentation is the clinical and pharmacological research method used by homeopathy to get to know the pathogenetic manifestations (signs and symptoms) that the substances arouse in humans, enabling the application of the principle of therapeutic similitude. Indispensable tool in care, research and teaching of homeopathy, presents various application models throughout these two centuries of homeopathic practice by which thousands of substances have been tested in healthy human individuals and had their symptomatic manifestations described in the Homeopathic Materia Medica. Despite its importance in the development of homeopathic episteme, the Brazilian Homeopathy lacks, at present, of pathogenetic research protocols consistent with the requirements of modern scientific methodology, which would make the proving more reliable and would facilitate its approval before the research ethics committees of the institutions who wish to run them. This protocol of homeopathic pathogenetic trial was designed in order to meet this demand, following the steps and requirements necessary for the production of a clinical research project on human, in order to make available a systematic that allows the standardization of the procedure and its application in several instances that propose to carry out pathogenetic homeopathic research. The possibility of publication of this protocol on an indexed, open-access journal, allowing wide dissemination of a topic essential to the understanding and progress of homeopathy, facilitates the clarification of scientific rationality to the homeopathic medical class and the dissemination of the proposal before the Brazilian homeopathic movement.


Assuntos
Humanos , Sintomas Clínicos em Homeopatia , Experimentação Medicamentosa/patogenicidade , Materia Medica , Patogênese Homeopática/história , Sintomas Patogenéticos/administração & dosagem , Sintomas Patogenéticos/efeitos adversos , Sintomas Patogenéticos/história , Ensaios Clínicos como Assunto , Fontes da Matéria Médica
10.
São Paulo; Marcus Zulian Teixeira; 2013. 63 p.
Monografia em Português | LILACS, HomeoIndex - Homeopatia | ID: biblio-909935

RESUMO

A experimentação ou ensaio patogenético homeopático (EPH) é o método de investigação clínico-farmacológica utilizado pela homeopatia para conhecer as manifestações patogenéticas que as substâncias despertam nos seres humanos, permitindo a aplicação do princípio da similitude terapêutica. Instrumento indispensável na assistência, na pesquisa e no ensino da homeopatia, apresenta modelos de aplicação diversos ao longo destes dois séculos de prática homeopática, através dos quais milhares de substâncias foram experimentadas em indivíduos humanos sadios e tiveram suas manifestações sintomáticas descritas nas Matérias Médicas Homeopáticas. Apesar de sua importância no desenvolvimento da episteme homeopática, atualmente, o meio homeopático brasileiro carece de protocolos de pesquisa condizentes com as exigências da metodologia científica moderna, que tornariam as experimentações patogenéticas mais confiáveis e facilitariam sua aprovação perante os comitês de ética em pesquisa das instituições que pretendam executá-las. Este protocolo de experimentação patogenética homeopática foi desenhado com o intuito de suprir esta demanda, seguindo os passos e as exigências necessárias à elaboração de um projeto de pesquisa clínica em humanos, a fim de disponibilizar ao meio homeopático brasileiro uma sistemática que permita a uniformização do procedimento e sua aplicação nas diversas instâncias que realizam pesquisa patogenética homeopática. (AU)


Assuntos
Humanos , Experimentação Medicamentosa/métodos , Patogênese Homeopática/métodos , Experimentação Humana
11.
São Paulo; s.n; 2013. 63 p. tab.
Monografia em Português | HomeoIndex - Homeopatia, HomeoIndex - Homeopatia | ID: hom-11710

RESUMO

A experimentação ou ensaio patogenético homeopático (EPH) é o método de investigação clínico-farmacológica utilizado pela homeopatia para conhecer as manifestações patogenéticas que as substâncias despertam nos seres humanos, permitindo a aplicação do princípio da similitude terapêutica. Instrumento indispensável na assistência, na pesquisa e no ensino da homeopatia, apresenta modelos de aplicação diversos ao longo destes dois séculos de prática homeopática, através dos quais milhares de substâncias foram experimentadas em indivíduos humanos sadios e tiveram suas manifestações sintomáticas descritas nas Matérias Médicas Homeopáticas. Apesar de sua importância no desenvolvimento da episteme homeopática, atualmente, o meio homeopático brasileiro carece de protocolos de pesquisa condizentes com as exigências da metodologia científica moderna, que tornariam as experimentações patogenéticas mais confiáveis e facilitariam sua aprovação perante os comitês de ética em pesquisa das instituições que pretendam executá-las. Este protocolo de experimentação patogenética homeopática foi desenhado com o intuito de suprir esta demanda, seguindo os passos e as exigências necessárias à elaboração de um projeto de pesquisa clínica em humanos, a fim de disponibilizar ao meio homeopático brasileiro uma sistemática que permita a uniformização do procedimento e sua aplicação nas diversas instâncias que realizam pesquisa patogenética homeopática. (AU)


Assuntos
Humanos , Protocolos Clínicos , Experimentação Medicamentosa/métodos , Patogênese Homeopática , Experimentação Humana , Homeopatia
12.
Rev. bras. saúde matern. infant ; 12(4): 437-444, out.-dez. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-660948

RESUMO

Apresentar um tratamento homeo-pático de úlcera de córnea por ceratoconjuntivite primaveril, considerando-o bioeticamente. MÉTODOS: foram usados nove casos, encami-nhados por insucesso terapêutico convencional. Escolheram-se os medicamentos de acordo com características singularizantes dos pacientes que incluíram o psiquismo. Levantaram-se os custos medicamentosos consultando-se três farmácias homeopáticas e três não-homeopáticas de Belo Horizonte. O tratamento convencional foi estimado a partir da medicação usada pelos enfermos antes do início dos cuidados homeopáticos. RESULTADOS: as cicatrizações ocorreram entre quinze e cento e oitenta dias, com custo medicamentoso médio de oito dólares, cerca de treze vezes menor do que a estimativa de custo direto de um mês da abordagem convencional. O manejo terapêutico da similitude pode minimizar preocupações bioéticas relativas à atenção à saúde de crianças com ceratoconjuntivite primaveril. CONCLUSÕES: a homeopatia pode colaborar para o tratamento desta enfermidade, aprimorando-o bioeticamente...


Present a homeopathic treatment of corneal ulcers for vernal keratoconjunctivitis and its bioethical implications. METHODS: nine cases were studied, after having been referred following the failure of conventional treatments. Medications were chosen according to the specific characteristics of the patients, including psychiatric disorders. The medication costs were gathered by consulting three homeopathic and three non-homeopathic pharmacies in Belo Horizonte. The estimate for conventional treatment cost was based on the medication prescribed for the patient prior to the commencement of homeopathic care. RESULTS: scarring occurred between fifteen and one-hundred eighty days, with an average medication cost of eight dollars, roughly one-thirteenth of the estimated direct cost of one month of conventional treatment. The similarity of therapeutic approaches should minimize bioethical concerns regarding the medical care of children with vernal keratoconjunctivitis. CONCLUSIONS: homeopathy can contribute to both the medical and bioethical aspects of treatment of this disease...


Assuntos
Humanos , Masculino , Criança , Mecanismo de Ação do Medicamento Homeopático , Conjuntivite Alérgica/terapia , Homeopatia , Úlcera da Córnea/terapia , Bioética , Experimentação Medicamentosa , Experimentação Humana , Lei dos Semelhantes
14.
Arch. venez. farmacol. ter ; 31(4): 85-88, 2012. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-699599

RESUMO

Los bifosfonatos constituyen un grupo de fármacos capaces de modular el recambio óseo y disminuir su remodelado cuando existe una reabsorción excesiva. El objetivo de este estudio fue investigar por diagnóstico radiográfico, el efecto de formulaciones subcutáneas en base a Alendronato (AL) y Pamidronato (PA) a nivel óseo. Las fórmulas farmacéuticas fueron preparadas con una dosificación para AL de 0,5 mg/Kg de peso, y para PA de 0,6 mg/Kg. Se les adicionó buffer especiales, con un pH final de 5,5 en medios estériles. El control (C) fue solución fisiológica. El efecto de Al y PA se evaluó en ratas machos Wistar normales (n=64), con un peso de 160 ± 20 g, divididas en 4 grupos. La droga se inyectó en forma subcutánea en tiempos 0, 7, 15, 30, 60 y 90 días postquirúrgica. Se tomaron radiografías de las tibias, inmediatamente posterior a la cirugía y en cada uno de los tiempos experimentales. Las placas fueron reveladas en forma automática con aparato Kodac XP (1100) Las muestras fueron analizadas con el Software Image ProPlus versión 4,1 de Media Cibernetics. Este software mide densidad óptica obteniendo valores numéricos que son registros de las siguientes zonas: hueso medular, hueso cortical, zona problema y área circundante a la zona problema. La comparación de los datos fue realizada por análisis de la variancia. Los estudios radiográficos demostraron que AL desde el día 0 comienza a aumentar la densidad mineral ósea promedio (DMO), encontrándose el pico máximo a los 30 días con un valor de 157,9 DMO, comenzando a declinar hasta el día 60 donde los valores se estabilizan, llegando al día 90 con un valor de 156,1. PA se comporta igual al inicio del tratamiento pero tiene su pico máximo a los 45 días con un valor de 161,8, declinando en los días posteriores y estabilizándose a los 90 días con un valor de 156,2. El control permanece en el tiempo con valores estables a partir de los 15 días por debajo de 152,4. (P <0,001)...


Bisphosphonates are a class of drugs capable of modulating bone turnover and decrease their repairs when there is excessive reabsorbtion. The aim of this study was to investigate radiographic diagnostic of subcutaneous formulations based on Alendronate (AL) and Pamidronate (PA). The pharmaceutical formulations were prepared with dosing for AL of 0.5 mg / kg weight, and BP of 0.6 mg / kg. They added special buffer with a pH of 5.5 in sterile media. The control (C) was saline. Radiographic studies showed that AL from day 0 begins to increase mean bone mineral density (BMD), finding the peak at 30 days with a value of 157.9, beginning to decline until day 60 where the values stabilize, reaching at day 90 with a value of 156.1. PA behaves just the start of treatment but has its peak at 45 days with a value of 161.8, declining in the following days and stabilized after 90 days with a value of 156.2. The control remains in stable values over time from 15 days down from 152.4. (P <0.001). This study suggests that subcutaneous application of bisphosphonates may be effective as an add-on therapy to reduce bone reabsorbtion after oral surgery


Assuntos
Ratos , Experimentação Animal , Alendronato/uso terapêutico , Implantes Dentários , Densidade Óssea , Difosfonatos/uso terapêutico , Experimentação Medicamentosa/métodos , Odontologia/veterinária
15.
Int. j. high dilution res ; 10(34): 15-36, march 30, 2011.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | HomeoIndex - Homeopatia, HomeoIndex - Homeopatia | ID: hom-10650

RESUMO

Background: in a previous paper we reported the statistical analysis and other distribution data of a homeopathic pathogenetic trial (HPT) of Plumbum metallicum 30cH carried out by our group. However, at that time we did not report the resulting pure materia medica, i.e., the totality of symptoms elicited by the tested medicine on healthy volunteers. Aim: to communicate to the homeopathic community the full record of symptoms collected in our HPT of Plb. Methods:methods to collect and select symptoms have been reported in the previous paper. In synthesis were excluded all previous common symptoms of volunteers, even with slight differences, and selected only those that were really unknown, never seen, unusual or very strange for the prover. In this paper special emphasis was given to new symptoms as well as unusual or repeated dreams, while in the previous paper special emphasis was given to repeated and crossed symptoms. Results: symptoms are reported in their chronological order of appearance in each volunteer. 37 new symptoms were found, useful to update Homeopathic Repertories. It is also included a synthesis of the original HPT of Plb carried out in 1828 in order to make available the full experimental materia medica currently existing. Conclusions: the new HPT, besides widening the pathogenetic picture of Plb (skin and mucosae symptoms), also allowed us to give new and deeper meanings to some of the symptoms reported in the original trial, such as Anxiety, Activity, Depression, Slowness, Gastro-oesophageal problems, Colitis. The dreams complete the remedy image, mainly in work, religion and sexual themes. Up to the present time there is no peer-reviewed publication devoted to HPTs. For this reason, researchers are compelled to publish HPTs as private editions. This results in poor control of the quality of publications and a lack of standards on how to present the results of HPTs.(AU)


Introdução: em artigo anterior, foi reportada a análise estatística e outras distribuições de dados de uma experimentação patogenética homeopática de Plumbum metallicum 30cH. Porém, nessa ocasião, não reportamos os resultados da materia médica pura, isto é, a totalidade dos sintomas induzidos pela substância testada, nos voluntários saudáveis. Objetivos: comunicar a comunidade homeopática a lista completa de sintomas coletados na experimentação de Plumbum metalicum. Métodos: os métodos de coleta e seleção de sintomas foram reportados em artigo anterior. Em síntese, excluí-se todos os sintomas comuns previamente apresentados pelos voluntários e selecionou-se aqueles que eram realmente desconhecidos, nunca vistos, incomuns para o experimentador. Ênfase especial foi dada a sintomas novos, assim como a sonhos incomuns e recorrentes. Resultados: os sintomas são reportados na ordem cronológicas em que foram aparecendo nos voluntários. 37 novos sintomas foram encontrados, e foram usados para atualizar o Repertório Homeopático. Também foi incluída uma síntese da experimentação originalmente realizada em 1828, a fim de disponibilizar uma matéria médica experimental completa. Conclusões: Esta nova experimentação, além de ampliar a imagem patogenética de Plb, também permitiu dar um novo e mais profundo significado para alguns dos sintomas relatados na experimentação original (ansiedade, atividade, depressão, lentidão, problemas gastroesofágicos, colite). Até onde sabemos, não existe uma publicação com revisão por pares dedicada à publicação de experimentações patogenéticas homeopáticas. Por esta razão, pesquisadores são compelidos a publicar seus resultados como edições privadas. Isto resulta num controle precário da qualidade dessas publicações e na falta de padronização sobre como apresentar tais resultados.(AU)


Introducción: Em um articulo anterior fue reportado el análisis estadistico y otras disteibuciones de datos de uma experimentacion patogenética homeopática de Plumbum metallicum 30cH. Pero em esta ocación no reportamos los resultados de la Materia médica pura, esto es, la totalidad de síntomas induzidos por la sustancia testada en voluntarios sanos. Objetivos: comunicar a la comunidad homeopática la lista completa de síntomas colectados em la experimentación de Plumbum metallicum. Métodos: los metodos de coleta y selección de sintomas foram reportados en artículo anterior. En síntese, foram excluidos todos los sintomas comunes previamente presentados por los voluntários y seleccionamos aquellos no conocidos, incomunes para el experimentador. Fue dado un énfasis especial a los sintomas nuevos y a los sueños incomunes y recurrentes. Resultados: los sintomas son reportados en el orden cronológico en que fueron apareciendo en los voluntarios. 37 nuevos sintomas fueron descritos y permitieron actualizar el Repertório Homeopático. También fue incluida uma síntesis de la experimentación originalmente realizada em 1828, com el fin de disponibilizar uma materia médica experimental completa. Conclusiones: Esta nueva experimentación, ademas de ampliar la imagen patogenetica Plumbum metallicum, también permitió dar un nuebo y mas profundo significado para algunos de los síntomas relatados em la experimentación original (ansiedad, actividade, depresión, problemas gastroesofágicos, colitis). Hasta donde sabemos, no existe uma publicación com revisión por pares, dedicada a la publicación de experimentaciones homeopáticas patogenéticas homeopáticas. Por esta razón investigadores son impelidos a publicar sus resultados como ediciones privadas. Estoresulta em um control precario de calidad de esas publicaciones y em la falta de padronización sobre como presentar tales resultados.(AU)


Assuntos
Patogênese Homeopática , Experimentação Medicamentosa , Plumbum Metallicum , Sintomas Repertoriais
16.
An. Fac. Med. (Perú) ; 71(4): 265-270, oct.-dic. 2010. ilus, tab, graf
Artigo em Espanhol | LIPECS, LILACS, LIPECS | ID: lil-609552

RESUMO

Objetivos: Determinar si la administración por vía oral del extracto etanólico de las hojas de Mimosa pudica (mimosa) modifica la fertilidad en ratas normales. Diseño: Estudio experimental. Institución: Instituto de Investigaciones Clínicas, Facultad de Medicina, Facultad de Farmacia, Universidad Nacional Mayor de San Marcos y Hospital Nacional Hipólito Unanue, Lima, Perú. Material biológico: Ratas albinas, y hojas de Mimosa pudica. Métodos: Cuarentiocho animales fueron divididos aleatoriamente en grupos de seis animales cada uno. El primero fue control, con solución de suero fisiológico 5 mL/kg, y los siguientes recibieron extracto vía oral 50, 250 y 500 mg/kg, durante 21 días. Cada grupo consideró 6 hembras y 6 machos juntos. Los animales fueron sacrificados para observar la presencia de fetos en el útero. A las hembras se les extrajo muestra de sangre, para conocer el nivel de FSH, estradiol y progesterona, expresándose en µg/dL. El dosaje hormonal se realizó por el método de electroquimioluminiscencia. En el estudio de antiimplantación se usó 2 grupos de 5 ratas hembras grávidas; un grupo recibió agua y el otro recibió el extracto de la planta, en dosis de 600 mg/kg, durante 10 días. Principales medidas de resultados: Disminución del número de fetos y niveles hormonales. Resultados: Los flavonoides, compuestos fenólicos y taninos estuvieron en mayor cantidad en el extracto etanólico. Las ratas que recibieron 250 mg/kg presentaron mayor número de fetos, seguidas por las de 50 mg/kg; en tanto que con la dosis de 500 mg/kg disminuyó el número de fetos comparativamente con las ratas que no recibieron la planta; hubo incremento de FSH y de progesterona. Conclusiones: En condiciones experimentales se muestra que en dosis de hasta 250 mg/kg aumenta la fertilidad, pero a 500 mg se reduce la fertilidad en ratas normales.


Objectives: To determine whether oral administration of Mimosa pudica (mimosa) leaves ethanol extract modifies fertility in normal rats. Design: Experimental study. Setting: Instituto de Investigaciones Clinicas, Facultad de Medicina, Facultad de Farmacia, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Hospital Nacional Hipolito Unanue, Lima, Peru. Biological material: Albino rats and Mimosa pudica leaves. Methods: Forty-eight animals were divided randomly into groups of six animals each. The first was control and received saline solution 5 mL/kg and the others 50, 250 and 500 mg/kg oral extracts for 28 days. Each group considered 6 males and 6 females together. The animals were killed to observe the presence of fetuses in uterus. FSH, estradiol and progesterone levels were determined in µg /dL in female ratsÆ blood samples and hormone dosage was done by electrochemoluminiscence method. In the antiimplantation study 2 groups of 5 pregnant female rats were used; one group received water and the other 600 mg/kg plant extract doses for 10 days. Main outcome measures: Reduction in the number of fetuses and hormone levels. Results: Flavonoids, phenolics and tannins were in larger quantity in the ethanol extract. Rats that received 250 mg/kg showed a greater number of fetuses followed by 50 mg/kg, while 500 mg/kg dose decreased the number of fetuses as compared with rats not given the plant; FSH and progesterone showed increased levels. Conclusions: In experimental conditions Mimosa pudicaÆs 250 mg/kg doses increased fertility but 500 mg reduced fertility in normal rats.


Assuntos
Animais , Ratos , Experimentação Medicamentosa , Fertilidade , Mimosa pudica , Epidemiologia Experimental
17.
Recurso na Internet em Inglês | LIS - Localizador de Informação em Saúde | ID: lis-24987

RESUMO

Seção da página Medical News Today que publica notícias sobre ensaios clínicos, experimentação de medicamentos, novas propostas de ensaios, progressão de testes em pacientes humanos. Apresenta informações sobre a página, fórum, opiniões sobre artigos, links.


Assuntos
Educação Médica Continuada , Ensaios Clínicos como Assunto , Experimentação Medicamentosa , Experimentação Humana Terapêutica , Notícias
18.
Int. j. morphol ; 27(2): 459-462, June 2009. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-563094

RESUMO

Four adult sexually matured and clinically healthy West African Dwarf (WAD) rams aged between 24 and 30 months were used for the study. The rams were first used as control and later as experimental animals upon being orally dosed with Euphorbia hirta extract at 400mg/kg body weight for 14 days. Semen samples were collected from the rams a day after the administration of the plant extra and seven days after. The objective of the study was to investigate the effect of Euphorbia hirta on the semen picture of WAD rams. There were significantly differences (P <0.05) in the semen picture as reflected in a reduction of sperm motility from 80% to 47.5% and live-dead ratio from 90.75% to 32.5% in the control and post-experimental stages of the study respectively. This indicates that the fertilization capacity and livability of spermatozoa were negatively affected. There were no significant differences in the values of body parameters measured across the stages of the study. The plant is therefore not recommended for medicinal purpose in male animals.


Cuatro carneros enanos adultos de África Occidental sexualmente maduros y clínicamente sanos, con edades comprendidas entre los 24 y 30 meses, fueron utilizados para este estudio. Los carneros fueron utilizados como control y, más tarde, como animales de experimentación al ser medicados por vía oral con extracto de Euphorbia hirta en 400mg/kg peso corporal durante 14 días. Se recogieron muestras de semen de los carneros un día después de la administración de la planta y siete días después. El objetivo del estudio fue investigar el efecto de Euphorbia hirta en las imágenes de esperma de carneros enanos África Occidental. Hubo diferencias significativas (P <0,05) en la imagen del semen como reflejo de una reducción de la motilidad espermática del 80% al 47,5% y un ratio de vivos-muertos de 90,75% a 32,5% en la etapa control y después de las fases experimentales del estudio, respectivamente. Esto indica que la capacidad de fertilización y calidad de vida de los espermatozoides fueron afectados negativamente. No hubo diferencias significativas en los valores de los parámetros corporales medidos a través de las etapas del estudio. La planta por tanto no es recomendable para fines medicinales en los animales machos.


Assuntos
Masculino , Adulto , Bovinos , Animais , Euphorbia/efeitos adversos , Euphorbia/metabolismo , Euphorbia/toxicidade , Motilidade Espermática , Experimentação Animal , Nanismo/veterinária , Experimentação Medicamentosa/métodos , Ovinos/anatomia & histologia , Ovinos/metabolismo , Imobilizantes dos Espermatozoides
19.
SEMERGEN, Soc. Esp. Med. Rural Gen. (Ed. Impr.) ; 35(2): 62-65, feb. 2009. ilus, tab
Artigo em Espanhol | IBECS | ID: ibc-140818

RESUMO

Introducción. La válvula de Boussigna permite entregar un nivel de presión positiva continua en vía aérea (CPAP) a los enfermos, con la única necesidad de una fuente de gas de alto flujo. Estudiamos si las variaciones en la humedad y temperatura podrían afectar al dispositivo de CPAP. Material y Método. Estudio experimental, realizado en condiciones de laboratorio. Medimos la CPAP conseguida mediante una válvula de Boussignac de Vygon® ante distintas condiciones de humedad y temperatura ambiental. Se utilizaron, además de la citada válvula, una fuente de O2 medicinal con un caudalímetro, un serpentín de cobre para calentar/enfriar el gas, un humidificador Respiflo de Kendall®, y una cubeta de aislamiento térmico. Las mediciones de CPAP se hicieron con un manómetro digital, y las de temperatura y humedad con un termo-higrómetro (previamente calibrados). Tras realizar varias mediciones para un mismo flujo, ante distintas condiciones de humedad y temperatura, se compararon los resultados obtenidos mediante la prueba de la "t" de Student (comparaciones dos a dos) y ANOVA. Se demandó un intervalo de confianza mínimo de 95%. Resultados. Para los diferentes flujos analizados (15, 20 y 25 litros/minuto) se comprueba cómo ante distintas condiciones de temperatura (en rangos de 4-6 ºC, 24-26 ºC y 40-42 ºC) y humedad (2%, 15-20%, 35-40% y 80-85%) se obtienen diferencias estadísticamente significativas en los niveles de CPAP entregados. Conclusión. La temperatura y la humedad a la que se utilicen el oxígeno y el dispositivo de CPAP de Boussignac influyen en los niveles de presión obtenidos, pudiendo llegar a diferencias de presión cercanas al 20% en algunas circunstancias, para un mismo flujo (AU)


Introduction. The Boussignac valve makes it possible to provide a continuous positive airway pressure (CPAP) level to the patients, this only requiring a high flow gas source. We have studied if the variations in gas humidity and temperature could affect the CPAP device. Material and method. Experimental study performed under laboratory conditions. We measured the CPAP obtained with a Boussignac valve (Vygon)®, under different humidity and environmental temperature conditions. In addition to the mentioned valve, a source of medicinal O2, a copper coil to modify the gas temperature, Respiflo humidifier (Kendall)® and a bucket of heat insulation were used. CPAP measurements were made with a digital pressure gauge, and temperature and humidity conditions were measured with a previously calibrated thermus-hygrometer. After several measurements were obtained for a same flow, with different humidity and temperature conditions, the results obtained were compared with the Student's t test (two-sided comparison) and ANOVA. A minimum interval of 95% confidence was required. Resuts: For the different flows analyzed (15, 20 and 25 liters/minute), it was verified that different conditions of temperature (in ranks of 4-6 ºC, 24-26 ºC and 40-42 ºC) and humidity (2%, 15-20%, 35-40% and 80-85%) obtained statistically significant differences in the CPAP levels. Conclusions. The temperature and humidity under which oxygen and Boussignac CPAP device are used influence the CPAP pressure levels, and it was possible to reach differences in pressure close to 20% under some circumstances for a same flow (AU)


Assuntos
Feminino , Humanos , Masculino , Válvulas Reguladoras de Pressão/classificação , Poluentes Ambientais/análise , Poluentes Ambientais/química , Eletricidade/efeitos adversos , Gases/análise , Gases/síntese química , Experimentação Medicamentosa/normas , Válvulas Reguladoras de Pressão/análise , Temperatura , Poluentes Ambientais/antagonistas & inibidores , Poluentes Ambientais/síntese química , Eletricidade/história , Gases/antagonistas & inibidores , Gases/história , Experimentação Medicamentosa/classificação
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...