Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 94
Filtrar
1.
Rev. adm. pública (Online) ; 56(3): 413-425, mai.-jun. 2022. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1387586

RESUMO

Resumo Este estudo busca identificar as principais motivações e barreiras para a atração de investimentos do mercado de capitais para o setor de infraestrutura no Brasil. Entre os resultados da pesquisa, verificou-se que os incentivos variam conforme o tipo de investidor. Pessoas físicas são fortemente atraídas pela isenção fiscal prevista na Lei nº 12.431/2011, para a compra de debêntures incentivadas, e hoje representam um dos principais investidores em infraestrutura no país. Já fundos de pensão domésticos não são incentivados pela isenção da lei - seus investimentos são isentos de Imposto de Renda - e consideram baixo o spread pago pelos emissores das debêntures incentivadas. Investidores estrangeiros avaliam como desfavorável o ambiente de investimentos no país, em função de fatores como a alta volatilidade cambial e a instabilidade política. Conclui-se, portanto, que, para suprir a lacuna de investimentos em infraestrutura, há a necessidade de reformas institucionais mais amplas para atrair investidores de longo prazo. A certificação verde de projetos de infraestrutura representa outra estratégia interessante para a atração de investimentos, sobretudo estrangeiros.


Resumen Este estudio buscó identificar las principales motivaciones y barreras para atraer inversiones del mercado de capitales al sector de infraestructura en Brasil. Entre los resultados de la investigación se encontró que los incentivos varían según el tipo de inversionista. Los inversionistas individuales son fuertemente atraídos por la exención de impuestos prevista en la Ley nº 12.431/2011 para la compra de debentures incentivados y hoy representan uno de los principales inversionistas en infraestructura del país. Los fondos de pensiones nacionales, por su parte, no están incentivados por la exención de la ley (sus inversiones están exentas del Impuesto a la Renta) y consideran bajo el margen pagado por los emisores de debentures incentivados. Los inversionistas extranjeros consideran que el ambiente de inversión en el país es desfavorable, debido a factores como la alta volatilidad del tipo de cambio y la inestabilidad política. Por lo tanto, se concluye que, para llenar el vacío de inversiones en infraestructura, se necesitan reformas institucionales más amplias para atraer inversores a largo plazo. La certificación verde de proyectos de infraestructura representa otra estrategia interesante para atraer inversiones, especialmente extranjeras.


Abstract This study sought to identify the main drivers of and barriers to attracting capital market investments to the infrastructure sector in Brazil. The research findings indicate that the incentives vary according to the type of investor. Individual investors are strongly attracted by the tax exemption provided for in Statute 1,2431/2011 to purchase incentivized debentures, and, today, they represent one of the main investors in infrastructure in the country. On the other hand, domestic pension funds have no incentives based on this piece of legislation (their investments are exempt from income tax). For these pension funds, the spread paid by the issuers of incentivized debentures is low. Foreign investors consider the investment environment in the country to be unfavorable due to factors such as high exchange rate volatility and political instability. Therefore, broader institutional reforms are needed to fill the gap in infrastructure investments and attract long-term investors. Green certification of infrastructure projects represents another interesting strategy for attracting investments, especially foreign investors.


Assuntos
Infraestrutura , Políticas de eSaúde , Investimentos em Saúde
2.
Rev. ADM ; 79(3): 152-155, mayo-jun. 2022. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1378580

RESUMO

La llegada del COVID-19 generó diversos cambios significativos en el área de la salud y particularmente en el área odontológica, donde se priorizaron los tratamientos de urgencia relegando los procedimientos menores y atención de citas a la vía virtual. Otras modificaciones se concentraron en el uso de equipos de protección personal y logística de atención tanto para el paciente como para el profesional, siguiendo las indicaciones de las normas diseñadas para esta función; adicionalmente se hicieron adecuaciones en las áreas de recepción y práctica odontológica, y se capacitó a los profesionales en temas relativos a la enfermedad. El objetivo del presente artículo es analizar las implicaciones generadas en la práctica odontológica durante la pandemia por COVID-19 en los ámbitos de triaje, infraestructura, normativa y capacitación (AU)


The arrival of COVID-19 produced a series of significant changes in the health area and particularly in the dental area where emergency treatments were prioritized, relegating minor procedures and appointment care to the virtual route, other modifications focused on the use of personal protective equipment and care logistics for both the patient and the professional following the indications of the standards designed for this function, additionally adjustments were made in the reception and dental practice areas, and professionals were trained on issues related to the disease. The objective of this article is to analyze the implications generated in dental practice during the COVID-19 pandemic in the areas of triage, infrastructure, regulations and training (AU)


Assuntos
Humanos , Triagem , Controle de Infecções Dentárias/métodos , Infraestrutura , COVID-19 , Protocolos Clínicos , Assistência Odontológica/normas , Consultórios Odontológicos , Comunicação por Videoconferência , Capacitação de Recursos Humanos em Saúde , Decoração de Interiores e Mobiliário
3.
Pensar Prát. (Online) ; 25Fev. 2022. Tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1391393

RESUMO

Diante do cenário causado pela SARS-CoV-2, este estudo buscou identificar diretrizes das unidades da federação brasileira e refletir sobre os impactos na Educação Física no retorno presencial. Analisou-se quatorze documentos oficiais elaborados até setembro de 2020, utilizando-se de Análise de Conteúdo. Identificaram-se diretrizes gerais de higienização para prevenção do contágio no ambiente escolar e orientações específicas à Educação Física, como reorganização dos espaços, proibição de eventos e atividades coletivas, suspensão de atividades esportivas e adoção de aulas teóricas. Concluiu-se que os protocolos abordam nuances próprias da Educação Física, mas são notáveis os limites de infraestrutura, recursos humanos e materiais para viabilizar o retorno seguro e igualitário (AU).


Given the scenario caused by SARS-CoV-2, this study aiming to identify the guidelines of Brazilian units federation and reflect about impacts of returning on Physical Education. Fourteen official documents prepared by September 2020 were analyzed, using Content Analysis technique. General hygiene guidelines for prevention of contagion in the school environment and specific guidelines for Physical Education were identified, such as reorganization of school spaces, prohibition of events and collective activities, suspension of sports activities and adoption of theorical classes. It was concluded that the protocols address specific nuances to Physical Education, but the limits of infrastructure and human and material resources are remarkable to enable safe return in an equal way (AU).


Dado el escenario del SARS-CoV-2, este estudio identificó las pautas de las unidades de la federación brasileña y reflexionó sobre los impactos en la Educación Física en el retorno presencial. Se analizaron catorce documentos oficiales elaborados hasta septiembre de 2020, utilizando Análisis de Contenido. Se identificaron pautas generales de higiene para la prevención del contagio en el ambiente escolar y pautas específicas para la Educación Física, como reorganizar espacios, prohibir eventos y actividades colectivas, suspender actividades deportivas y adoptar clases teóricas. Se concluyó que los protocolos abordan matices de la EducaciónFísica, pero son notables los límites de infraestructura, recursos humanos y materiales para viabilizar el retorno seguro e igualitario (AU).


Assuntos
Humanos , Educação Física e Treinamento , Guias como Assunto/normas , Transmissão de Doença Infecciosa , Infraestrutura , COVID-19 , Esportes , Prevenção de Doenças
4.
Rev. ABENO ; 22(2): 1598, jan. 2022. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1397677

RESUMO

A disseminação do Sars-CoV-2, agenteetiológicoda COVID-19, se tornou um problema de saúde pública de importância internacional. Dentre as medidas para conter seu espraiamento, está asuspensão das aulas em instituições de ensino.Assim, esta revisão integrativa objetiva apresentar um panorama sobre o impacto da pandemia no ensino da Odontologia nas instituições brasileiras.Foram realizadas buscas nas bases de dados Medline, LILACS e SciELO, utilizando-se descritores nas línguas inglesa e portuguesa. Foram recuperados 60 estudos, sendo 17 elegíveis para leitura integral. Destes, 4 estudos atenderam aos critérios de inclusão e exclusão. Observou-se que o modelo de Ensino Remoto Emergencial (ERE) por meio de ferramentas digitaisfoi a estratégia de ensino não presencial mais utilizada nas instituições brasileiras. O ERE permitiu que o impacto da pandemia de COVID-19 fosse sentido de maneira mais branda pela comunidade acadêmica brasileira, engajando alunos e diminuindo a ansiedade de alunos e professores. Por outro lado, a infraestrutura tecnológica deficiente no Brasil contribuiu para a dificuldade em substituir as atividades clínicas. Fato ainda exacerbado pela dificuldade de adequação da infraestrutura física das instituições durante o planejamento de retorno às atividades presenciais. Apesar de todas as estratégias de superação, desempenhadas pelas instituições brasileiras de ensino odontológico, estas não foram refletidas em literatura científica nas bases de dados indexadas.Assim, enfatiza-se a necessidade de trabalhos sobre esta temática, para que seja possível disseminar as experiências vividas durante o período pandêmico (AU).


The spread of SARS-CoV-2, the etiological agent of COVID-19, has become a public health problem of international importance. Among the measures to curb its spread is the suspension of classes in educational institutions. Thus, this integrative review aims to provide an overview of the impact of the pandemic on dentistry education in Brazilian institutions. The Medline, LILACS and SciELO databases were searched using descriptors in English and Portuguese.A total of 60 studies were retrieved, with17eligible for full reading. Of these, 4 studies met the inclusion and exclusion criteria. It was observed that the emergency remote education (ERE) model through digital tools was the most used remoteteaching strategy in Brazilian institutions. ERE allowed the impact of the COVID-19 pandemic to be felt more mildly by the Brazilian academic community, better engaging students and reducing the anxiety of students and teachers. On the other hand, the deficient technological infrastructure in Brazil contributed to difficulty inreplacing clinical activities. This fact is further exacerbated by the difficulty of adapting the physical infrastructure of the institutions whenplanning to returnto in-personactivities. Despite numerousstrategies employedby Brazilian dental education institutions, theywere not reflected in the scientific literature in the indexed databases.Thus, there is aneed for studies on this topic so that it is possible to disseminate the experiences lived during the pandemic period (AU).


Assuntos
Educação à Distância , Educação em Odontologia , Tecnologia da Informação , COVID-19 , Universidades , Brasil , Infraestrutura
5.
Rev. bras. ativ. fís. saúde ; 26: 1-7, mar. 2021. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1151974

RESUMO

This cross-sectional, stratified, random sample study aimed to identify the school environment for teaching and engaging in physical education in elementary public schools. An inventory assessment was made and interviews were held with school managers in 12 teaching units in Fortaleza, Ceará, Brazil. The data obtained were categorized as follows: lesson availability and frequency, recess, extra-curricular activities, facilities, and installations in place. The descriptive analysis used absolute and relative frequencies values. The results showed that all schools involved in the study provide two weekly physical education classes. None of the schools engaged in the development of recreational activities during recess. Data showed that 75% of schools participating in the study provide free extracurricular activities, among which futsal was the most popular (58.3%). Also, 75% of schools had indoor sports facilities, whereas some schools did not have adequate space to hold classes. In the group of schools with facilities, 90% had crossbars and 70% had at least one type of floor markings for sports such as futsal, basketball, and volleyball. Only one school had a recreational room, patio, and a green area. We concluded that the results point to a favorable direction for teaching and engaging in physical education in schools. We discussed how an adequate environment in schools helps students make better lifestyle choices and provides teachers with the opportunity to fully develop their classes and promote student's health


O objetivo deste estudo foi identificar o ambiente escolar disponível para o ensino e a prática de educação física em escolas públicas de ensino fundamental. Trata-se de estudo transversal com amostra aleatória e estratificada. Foi realizada uma avaliação do inventário e realizadas entrevistas com os diretores de 12 escolas de Fortaleza, Ceará, Brasil. Os dados obtidos foram categorizados como: disponibilidade e frequência das aulas, desenvolvimento de atividades no recreio, atividades extracurriculares oferecidas, instalações e acesso às mesmas. Os dados foram analisados através das frequências absolutas e relativas descritivas. Os resultados mostraram que todas as escolas envolvidas no estudo oferecem duas aulas de educação física por semana. Nenhuma das escolas desenvolve atividades recreativas durante o recreio. Os dados mostraram que 75% das escolas participantes do estudo oferecem atividades extracurriculares gratuitas. Entre elas, o futsal foi a opção mais popular (58,3%). Além disso, 75% das escolas possuíam instalações esportivas internas, enquanto algumas escolas não dispunham de espaço adequado para realizar as aulas. No grupo de escolas com instalações, 90% possuíam traves e 70% tinham pelo menos um tipo de marcação para esportes no piso, como futsal, basquete ou vôlei. Apenas uma escola possuía uma sala de recreação, pátio e horta. Concluímos que os resultados apontam para uma direção favorável ao ensino e à prática da educação física nas escolas. Nós discutimos como um ambiente adequado nas escolas ajuda os alunos a fazer melhores escolhas de estilo de vida e fornece ao professor a oportunidade de desenvolver completamente suas aulas e promover a saúde dos alunos


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Educação Física e Treinamento , Instituições Acadêmicas , Infraestrutura
6.
Multimedia | Recursos Multimídia | ID: multimedia-7971

RESUMO

As comunidades quilombolas enfrentam graves problemas de infraestrutura, saneamento básico e serviços de saúde. A pandemia de COVID-19 faz com que os quilombolas estejam ainda mais vulneráveis. Neste vídeo, a equipe COVID-19 DivulgAÇÃO Científica conversa com a pesquisadora Givânia Silva, da Universidade de Brasília, que chama a atenção para a subnotificação de casos e mortes de COVID-19 nessas comunidades e o observatório criado para monitorar a doença nos Quilombos.


Assuntos
Infecções por Coronavirus , Etnicidade , Grupos de Risco , Infraestrutura , Saneamento Básico , Área Carente de Assistência Médica , Mortalidade , e-Acessibilidade
7.
CuidArte, Enferm ; 15(1): 111-118, jan.-jun. 2021.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1290717

RESUMO

Introdução: Em dezembro de 2019 foi identificado um novo vírus de nível pandêmico, denominado SARS-CoV-2, responsável pela Covid-19. Demandas extraordinárias de insumos, tecnologias e profissionais capacitados foram exigidas, o que resultou em desafios ímpares aos sistemas de saúde público e privado, requerendo o aperfeiçoamento da infraestrutura. Objetivo: Abordar os fatores que englobam a pandemia, objetivando constatar a relevância da efetividade da infraestrutura. Métodos: Foi realizada uma revisão sistemática, após pesquisa nas bases de dados Bireme, LILACS, PUBMED e SciELO. Resultados: Na síntese foram incluídas 76 publicações, sendo que 13 apresentaram abordagens sobre a relevância da infraestrutura e fatores relacionados diante da Covid-19. Conclusão: Questões biológicas foram os temas mais discutidos como estratégia para o combate a Covid-19, apresentando-se a necessidade de maior abordagem da infraestrutura, tanto para a atualidade quanto para o futuro, visto que as condições de uma organização são indispensáveis para combater o vírus, além de atuarem como um pilar de sustentação para outros meios de enfrentamento.(AU)


Introduction: In December 2019, a new pandemic level virus was identified, called SARS-Cov-2, responsible for Covid19. Extraordinary demands for inputs, technologies and trained professionals were demanded, which resulted in unique challenges for public and private health systems, requiring the improvement of infrastructure. Objective: To address the factors that encompass the pandemic, aiming to verify the relevance of the effectiveness of the infrastructure. Methods: A systematic review was performed after a search in the Bireme, LILACS, PUBMED and Scielo databases. Results: In the synthesis, 76 publications were included, and 13 presented approaches on the relevance of infrastructure and related factors in relation to Covid-19. Conclusion: Biological issues were the most discussed topics as a strategy to combat Covid-19, presenting the need for a greater approach to infrastructure, both for the present and for the future, since the conditions of an organization are indispensable to combat the virus, besides acting as a support pillar for other means of coping.(AU)


Introducción: En diciembre de 2019, se identificó un nuevo virus de nivel pandémico, llamado SARS-CoV-2, responsable de Covid-19. Se demandaron demandas extraordinarias de insumos, tecnologías y profesionales capacitados, lo que resultó en desafíos únicos para los sistemas de salud públicos y privados, requiriendo el mejoramiento de la infraestructura. Objetivo: Abordar los factores que componen la pandemia, buscando verificar la relevancia de la efectividad de la infraestructura. Métodos: Se realizó una revisión sistemática, luego de buscar en las bases de datos Bireme, LILACS, PUBMED y SciELO. Resultados: En la síntesis se incluyeron 76 publicaciones, 13 de las cuales presentaron enfoques sobre la relevancia de la infraestructura y factores relacionados antes del Covid-19. Conclusión: Los temas biológicos fueron los temas más discutidos como estrategia para combatir el Covid-19, presentando la necesidad de un mayor acercamiento a la infraestructura, tanto para hoy como para el futuro, ya que las condiciones de una organización son indispensables para combatir el virus, en además de actuar como pilar de apoyo para otros medios de afrontamiento.(AU)


Assuntos
Humanos , COVID-19 , Política de Saúde , Brasil , Infraestrutura , Pandemias
8.
J. vasc. bras ; 20: e20210039, 2021. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1279386

RESUMO

Abstract Background There is a dearth of studies conducted to understand the socio-professional profile of the vascular surgery specialty and the population demands of specific regions, which are needed to support creation of care policies and direct infrastructure improvements in healthcare. Objectives The purpose of this study was to describe the socio-professional profile of vascular surgeons in the state of Pará, Brazil, to guide creation of tools for professional improvement. Methods A cross-sectional, self-report survey was conducted in Pará using a questionnaire comprising 30 questions covering six main topics. Results All vascular surgeons actively practicing in the state participated in this study. The total number of specialists was 59, with 71.2% working in the greater Belém area and 16.9% exclusively practicing in the interior of the state. The mean age of these professionals was 48 ± 11.1 years, 86.4% of respondents were men, 64.4% of surgeons had completed medical residency, and 96.6% (n=57) of the surgeons would like to improve their skills in venous surgery, echo-guided vascular access, and endovascular surgery. The method of professional improvement of greatest interest was simulation courses (hands-on), endorsed by 93% of the participants. Conclusions Pará has 59 vascular surgeons. These professionals mainly work in the greater Belém (71.2%), in hospitals (100%) or in private clinics or offices (94.9%), performing a wide range of procedures, including venous and arterial surgery, amputations, and provision of hemodialysis access. More than 90% of these surgeons were satisfied professionally and reported that they would choose the specialty again. However, 22% had a pessimistic view of the specialty's future. The vast majority of professionals (96.6%) consider that training or a continuing education program are necessary.


Resumo Contexto Há uma falta de estudos necessários para entender o perfil socioprofissional da especialidade e as demandas específicas da população de uma região específica, a fim de subsidiar a criação de políticas assistenciais e a melhoria na infraestrutura da assistência à saúde. Objetivos O objetivo deste estudo foi descrever o perfil socioprofissional de cirurgiões vasculares no Pará para orientar a criação de ferramentas de melhoria profissional. Métodos Foi realizado um levantamento transversal no Pará utilizando um questionário com 30 questões que envolvia seis temas principais. Resultados Todos os cirurgiões vasculares ativos participaram deste estudo. O número total de especialistas foi de 59, dos quais 71,2% trabalhavam na grande Belém e 16,9% exclusivamente no interior do estado. A idade média dos profissionais foi de 48 ± 11,1 anos, e 86,4% dos entrevistados eram homens. Além disso, 64,4% dos cirurgiões haviam completado a residência médica, e 96,6% (n = 57) deles gostariam de ter melhorias em cirurgia venosa, acesso vascular ecoguiado e cirurgia endovascular. As áreas de maior interesse para melhorias são cursos de simulação (práticos), com 93% dos participantes interessados. Conclusões O Pará tem 59 cirurgiões vasculares, os quais trabalham principalmente na grande Belém (71,2%) em hospitais (100%) ou em clínicas privadas ou consultórios (94,9%) e realizam uma ampla gama de procedimentos, incluindo cirurgias venosas e arteriais, amputações e acessos para hemodiálise. Mais de 90% dos cirurgiões estavam satisfeitos e relataram que escolheriam a especialidade novamente; entretanto, 22% tinham uma visão pessimista do futuro da especialidade. A grande maioria dos profissionais (96,6%) considera a necessidade de qualificação ou de um programa de educação continuada.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Procedimentos Cirúrgicos Vasculares , Educação Continuada , Cirurgiões/estatística & dados numéricos , Estudos Transversais , Ecossistema Amazônico , Aprovisionamento , Infraestrutura , Cursos , Fatores Sociodemográficos
9.
Rev. bras. estud. popul ; 38: e0154, 2021. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1288509

RESUMO

Este artigo aborda as limitações da categoria aglomerado subnormal, do IBGE, para analisar as desigualdades socioeconômicas, habitacionais, demográficas e, sobretudo, de acesso aos serviços básicos de infraestrutura urbana nas cidades brasileiras. Também são considerados os potenciais impactos que as mudanças previstas para o próximo Censo Demográfico terão sobre as análises e as políticas públicas de melhoria das condições de vida urbana. Como metodologia, utilizou-se a análise discriminante para identificar setores censitários classificados como comuns, pelo IBGE, que possuíam características similares às dos setores subnormais, em 2010, nas regiões metropolitanas selecionadas. Em seguida, relacionaram-se os tipos de setores à inadequação dos serviços básicos de infraestrutura urbana e foram analisados os quesitos previstos para serem retirados do próximo Censo, à luz das variáveis que mais discriminaram os setores subnormais dos comuns, segundo as análises realizadas. Os resultados evidenciam que os setores subnormais e os similares identificados não foram suficientes para representar as áreas urbanas com maior demanda de serviços públicos essenciais adequados, em 2010. A localização dos setores reflete muito mais sobre a precariedade dos serviços do que sua condição de "subnormalidade". Destaca-se a relevância da informação sobre o fornecimento de energia elétrica e sobre a condição de ocupação dos domicílios para as análises das desigualdades habitacionais e de infraestrutura urbana, cujas variáveis estão indicadas para serem retiradas do questionário do universo no próximo recenseamento. Finalmente, salienta-se a contínua valorização da propriedade no conceito de "subnormalidade" do IBGE em detrimento da disponibilidade de serviços públicos essenciais adequados nas áreas urbanas.


This article addresses the limitations of the IBGE's subnormal agglomerate category to analyze socioeconomic, housing, and demographic inequalities and, specially, inequalities in access to basic urban infrastructure services in Brazilian cities. The text also considers the potential impact that the changes foreseen for the next Demographic Census will have on the analyses and public policies for improving urban living conditions. As a methodology, Discriminant Analysis was used to identify census sectors classified as common by IBGE, which had characteristics similar to those of subnormal sectors, in 2010, in selected Metropolitan Regions. Then, the types of sectors were related to the inadequacy of basic urban infrastructure services and the questions to be removed from the next Census were analyzed, in the light of the variables that discriminated most between subnormal and common sectors, according to the analyses carried out. The results showed that the subnormal and similar sectors identified were not enough to represent the urban areas with the greatest demand for adequate essential public services in 2010. The location of the sectors reflects much more about the precariousness of services than their condition of "subnormality". The relevance of electricity supply information and also of occupancy condition of households for the analysis about housing and urban infrastructure inequalities are highlighted. These variables are indicated to be removed from the universe questionnaire in the next census. Finally, the continuous valuation of property in the IBGE's concept of "subnormality" over the availability of adequate essential public services in urban areas is emphasized.


Este artículo aborda las limitaciones de la categoría aglomerado subnormal, del IBGE, para analizar las desigualdades socioeconómicas, habitacionales, demográficas y, sobre todo, de acceso a servicios básicos de infraestructura urbana en las ciudades brasileñas. El texto también considera los impactos potenciales que los cambios previstos para el próximo censo de población tendrán sobre los análisis y las políticas públicas para mejorar las condiciones de vida urbana. Como metodología, se utilizó el análisis discriminante para identificar los sectores censales clasificados como comunes por el IBGE que tenían características similares a las de los sectores subnormales, en 2010 en las regiones metropolitanas seleccionadas. Luego, se relacionaron los tipos de sectores con la inadecuación de los servicios básicos de infraestructura urbana y se analizaron las preguntas a ser eliminadas del próximo censo a la luz de las variables que más discriminaron entre sectores subnormales y comunes, según los análisis realizados. Los resultados muestran que los sectores subnormales y similares identificados no fueron suficientes para representar las áreas urbanas con mayor demanda de servicios públicos esenciales adecuados, en 2010. La ubicación de los sectores refleja mucho más la precariedad de los servicios que su condición de subnormalidad. Se destaca la relevancia de la información sobre el suministro de energía eléctrica y sobre la condición de ocupación de los hogares en el análisis de las desigualdades habitacionales y de infraestructura urbana, cuyas variables están indicadas para ser eliminadas del cuestionario del universo en el próximo censo. Por último, cabe destacar la valoración continua de la propiedad en el concepto de "subnormalidad" del IBGE en detrimento de la disponibilidad de servicios públicos esenciales adecuados en las zonas urbanas.


Assuntos
Humanos , Fatores Socioeconômicos , Análise Discriminante , Área Urbana , Populações Vulneráveis , Condições Sociais , Brasil , Características de Residência , Censos , Eletricidade , Infraestrutura
10.
Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20201200. 25 p. tab.
Monografia em Espanhol | MINSAPERÚ | ID: biblio-1145560

RESUMO

El documento contiene los formatos para los indicadores de brechas de infraestructura y equipamiento del Sector Salud.


Assuntos
Sistemas de Informação , Equipamentos e Provisões , Infraestrutura , Instalações de Saúde , Administração Hospitalar
11.
Rev. baiana saúde pública ; 44(3): 56-71, 20200813.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1370938

RESUMO

Este estudo objetiva analisar os motivos associados à participação de usuários em Conselhos Locais de Saúde (CLS) de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, por meio de uma pesquisa exploratória de abordagem qualitativa. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas e individuais com 14 usuários, conselheiros ou não, associados a seis Unidades de Saúde. O corpus foi tratado a partir da análise de conteúdo. Ao final, foram identificados fatores que dificultam a participação social, como problemas na comunicação, descrédito sobre impacto de conselhos, falta de infraestrutura adequada, horário das reuniões e situações de violência. Paralelo a isso, também verificaram-se aspectos que facilitam a participação, entre eles: contato com trabalhadoras(es) de saúde, posicionamento ético-político, projetos com comunidade e proatividade. Concluiu-se que fatores impeditivos e facilitadores à participação social pertencem a um mesmo conjunto de problemas e estão interligados, complexificando a situação e colocando em questão a própria participação.


This study analyzes the reasons associated with the participation of users in Local Health Councils (LHC) of Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brazil, by means of a qualitative and exploratory research. Semi-structured, individual interviews were carried out with 14 users, counselors or not, assigned to six Health Units. Data was treated using Content Analysis. In the end, the analysis identified six factors that hinder social participation: communication issues, lack of belief in the councils, lack of adequate infrastructure, meeting times, and situations of violence. Conversely, the factors that facilitate participation were mainly: contact with health workers, ethical-political standing, community projects, and proactivity. In conclusion, impeditive and facilitating factors to social participation belong to the same set of issues and are interconnected, complexifying the situation and putting into question participation itself.


Este estudio pretende analizar los motivos asociados a la participación de usuarios en Consejos locales de salud (CLS) de Porto Alegre, en Rio Grande do Sul (Brasil), con base en una investigación exploratoria de abordaje cualitativo. Se realizaron entrevistas semiestructuradas individuales con catorce usuarios, consejeros o no, adscritos a seis Unidades de Salud. El corpus fue tratado con la ayuda del análisis de contenido. Los resultados identificaron los factores que dificultan la participación social, como problemas de comunicación, descrédito en el impacto de los consejos, falta de una adecuada infraestructura, horario de las reuniones y situaciones de violencia. Paralelo a eso, existen factores para facilitar la participación: contacto con los/las trabajadores/as de salud, postura ético-política, proyectos con la comunidad y proactividad. Se concluye que los factores impeditivos y facilitadores en lo que se refiere a la participación social pertenecen a un mismo conjunto de problemas y están interconectados, complejizando la situación y poniendo en cuestión la propia participación.


Assuntos
Conselhos de Saúde , Infraestrutura , Participação Social , Categorias de Trabalhadores
12.
Vínculo ; 17(1): 75-96, jan.-jun. 2020. ilus
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1127522

RESUMO

O objetivo deste trabalho é apresentar um relato de experiência de um grupo operativo realizado com professoras e mães de alunos da quarta série do Ensino Fundamental de uma escola pública, situada em um município de pequeno porte do interior do Estado de Minas Gerais. O grupo surgiu a partir da demanda da escola, que relatou dificuldades de aprendizagem de alunos, ausência dos pais às reuniões, mau comportamento dos alunos, entre outros. Foram realizados dois encontros de aproximadamente uma hora. Participaram 3 professoras e 10 mães. Estes grupos foram mediados pelo psicólogo da Secretaria Municipal de Educação da cidade, que têm como função acompanhar todas as escolas e creches do município. As experiências grupais ressaltaram: sobrecarga de trabalho das professoras, limitação de infraestrutura para o ensino e ausência de tempo dos pais para se dedicarem ao cuidado dos filhos. A culpabilização das professoras para com as mães e destas para com as professoras foi outro aspecto observado. Nesse contexto os grupos se mostraram como uma ferramenta de construção de estratégias dialógicas que favoreceram a compreensão das demandas apresentadas.


The aim of this paper is to present an experience report of an operative group carried out with teachers and parents of students of the fourth grade of elementary school in a public school, located in a small municipality in the interior of the state of Minas Gerais. The group emerged from the demand of the school, which reported learning difficulties of students, absence of parents to meetings, student misbehavior, among others. Two meetings of approximately one hour were held. Three teachers and 10 mothers participated. These groups were mediated by the psychologist of the city's Municipal Secretariat of Education, whose function is to accompany all schools and kindergartens in the municipality. The group experiences highlighted emerging as: workload of the teacher and limitation of infrastructure for teaching; lack of time for parents to devote themselves to caring for their children. The culpability of teachers to mothers and mothers to teachers was another aspect observed. In this context, the groups proved to be a tool for constructing dialogical strategies that favored the understanding of the demands presented.


El objetivo de este texto es presentar un relato de experiencia de un grupo operativo realizado con maestros y padres de estudiantes del cuarto grado de una escuela pública ubicada en un pequeño municipio en el interior del estado de Minas Gerais. El grupo surgió de la demanda de la escuela, que informó dificultades de aprendizaje de los estudiantes, ausencia de los padres a las reuniones, mal comportamiento de los estudiantes, entre otros. Se celebraron dos reuniones de aproximadamente una hora. Participaron tres maestras y 10 madres. Estos grupos fueron mediados por el psicólogo de la Secretaría Municipal de Educación de la ciudad, cuya función es acompañar a todas las escuelas y jardines de infancia del municipio. Las experiencias grupales resaltaron: la sobrecarga de trabajo de los profesores, limitación de infraestructura para la enseñanza y falta de tiempo para que los padres se dediquen al cuidado de sus hijos. La culpabilidad de los maestros a las padres y de las madres a los maestros fue otro aspecto observado. En este contexto, los grupos demostraron ser una herramienta para construir estrategias dialógicas que favorecieron la comprensión de las demandas presentadas.


Assuntos
Instituições Acadêmicas , Estudantes , Inclusão Escolar , Família , Estratégias de Saúde , Ensino Fundamental e Médio , Infraestrutura , Docentes , Professores Escolares , Aprendizagem , Deficiências da Aprendizagem
13.
Pensar Prát. (Online) ; 2317/04/2020. Tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1141594

RESUMO

Este artigo buscou compreender se no contexto das atividades complementares curriculares a infraestrutura física das escolas pode in- fluenciar a existência de projetos de esporte e lazer. Foram analisadas características de acesso à estrutura física de 1.262 escolas estaduais do Paraná, tomando como referência informações disponíveis na base de dados do MEC. Como método de análise foi utilizado o teste do qui - -quadrado e regressão logística, sendo possível observar, portanto, que o tipo de infraestrutura disponível na escola é fator determinante para a existência desses projetos no universo escolar.


In the context of curricular complementary activities, the objective was to understand if the physical infrastructure of schools can influence the existence of sports and leisure projects. Characteristics of access to the physical structure of 1,262 state schools in Paraná were analyzed, taking as reference the information available in MEC database. As a method of analysis, we used the chi-square test and logistic regression, being possible to observe, therefore, that the type of infrastructure available at school is a determinant factor for the existence of these projects in the school universe.


En el contexto de las actividades curriculares complementarias, el objetivo era entender si la infraestructura física de las escuelas puede influir en la existencia de proyectos deportivos y de ocio. Se analizaron las características de acceso a la estructura física de 1.262 escuelas estatales en Paraná, tomando como referencia la información disponible en la base de datos del MEC. Como método de análisis, se utilizó la prueba de chi cuadrado y la regresión logística, por lo que es posible observar que el tipo de infraestructura disponible en la escuela es un factor determinante para la existencia de estos proyectos en el universo escolar.


Assuntos
Instituições Acadêmicas , Esportes , Projetos , Atividades de Lazer , Infraestrutura
14.
Rev. epidemiol. controle infecç ; 10(1): 46-51, jan.-mar. 2020. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1177896

RESUMO

Justificativa e Objetivos: A infraestrutura hospitalar é regulada pela RDC nº 50/2002, da ANVISA. Esta norma visa garantir parâmetros mínimos para a prevenção de danos aos trabalhadores da saúde e pacientes, como as Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS). Com o objetivo de analisar a ocorrência de IRAS em pacientes internados em hospital, compararam-se os períodos de funcionamento em um prédio antigo (inadequado às normas vigentes) e em um prédio novo, construído conforme as normatizações. Métodos: A amostra compreendeu 1.240 notificações de IRAS de pacientes de 2015 a 2017, sendo que em 2015 e 2016 o hospital funcionava no prédio antigo e em 2017 no prédio novo. As notificações em fichas de busca ativa e fonada foram utilizadas para a coleta de dados e análise estatística. Resultados: A frequência mensal de IRAS em 2015 variou de 28 a 63 casos, em 2016 de 0 a 79, em 2017 de 0 a 74. A prevalência em 2015 foi de 3,9 a 8,3, em 2016 de 0 a 23,3, em 2017 de 0 a 2,7. A incidência foi de 9,5 a 20,4/1000 pacientes em 2015, de 0 a 27,4/1000 em 2016, de 0 a 27,4/1000 em 2017. Conclusão: Não houve diferenças estatisticamente significativas no período analisado. Embora possa contribuir para evitar infecções, a infraestrutura física não parece determinante para a ocorrência das infecções.(AU)


Background and Objectives: hospital infrastructure is regulated by RDC nº 50/2002 of ANVISA. This regulations aims to ensure minimal parameters for the prevention of harms to health workers and patients, such as the health care-associated infections (HAI). Aiming at analyzing the occurrence of HAI in intern patients of the hospital, it was compared the period of functioning at an old building (inadequate to the current regulation), and at a new building, built according to the regulation. Methods: the sample comprehended 1,240 HAI notifications of patients from 2015 to 2017. It is noteworthy that in 2015 and 2016 the hospital functioned at the old building and in 2017 at the new building. The notification on active and phoned research were used for data collection and statistical analysis. The project was approved by the Ethics Committee for Research with Human Beings, protocol nº 72613517.9.0000.5020. Results: the monthly frequency of HAI in 2015 ranged from 28 to 63 cases; in 2016, from 0 to 79; in to 2017, from 0 to 74. The prevalence in 2015 was from 3.9 e 8.3; in 2016, from 0 to 23.3; in 2017, from 0 to 2.7. The incidence was from 9.5 to 20.4/1000 patients in 2015; from 0 to 27.4/1000 in 2016; from 0 to 27.4/1000 in 2017. Conclusion: there were no significant statistical differences within the analyzed period. Although it could contribute for infection avoidance, infrastructure does not seem to be determinant for the occurrence of such infections.(AU)


Justificación y Objetivos: la infraestructura hospitalaria es regulada por la RDC nº 50/2002, de ANVISA. Esta norma visa garantizar parámetros mínimos para la prevención de daños a los trabajadores de la salud y pacientes, como las infecciones relacionadas a la asistencia a la salud (IRAS). Con el objetivo de analizar la ocurrencia de IRAS en pacientes internados en el hospital, se comparó los períodos de funcionamiento en un predio antiguo (inadecuado a las normas actuales) y un predio nuevo, construido conforme las normativas. Métodos: la muestra comprendió 1.240 notificaciones de IRAS de pacientes de 2015 a 2017. Siendo que en 2015 y 2016, el hospital funcionaba en el predio antiguo y en 2017, en el predio nuevo. Las notificaciones en fichas de búsqueda activa y telefoneada fueron utilizadas para la recolección de datos y análisis estadística. El proyecto fue aprobado por el Comité de Ética en Pesquisa con Seres Humanos, protocolo nº 72613517.9.0000.5020. Resultados: la frecuencia mensual de IRAS en 2015 fue desde 28 hasta 63 casos; en 2016, desde 0 hasta 79; en 2017, desde 0 hasta 74. La prevalencia en 2015 fue desde 3,9 hasta 8,3; en 2016, desde 0 hasta 23,3; en 2017, desde 0 hasta 2,7. La incidencia fue desde 9,5 hasta 20,4/1000 pacientes en 2015; desde 0 hasta 27,4 en 2016; desde 0 hasta 27,4 en 2017. Conclusión: no hubo diferencias estadísticamente significativas el período analizado. Además de poder contribuir para evitar las infecciones, la infraestructura física no parece ser determinante para la ocurrencia de infecciones.(AU)


Assuntos
Humanos , Infecção Hospitalar , Controle de Infecções , Infraestrutura , Segurança do Paciente , Hospitais
15.
Psicol. soc. (Online) ; 32: e189039, 2020.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1101338

RESUMO

Resumo Este estudo possui o objetivo de analisar as interfaces entre a implantação da hidrelétrica de Itá em Santa Catarina e a violação dos Direitos Humanos de agricultores atingidos pela obra que permaneceram residindo no entorno reservatório após a finalização do empreendimento. O estudo, de cunho qualitativo, fundamentou-se na pesquisa participante. A coleta de dados iniciou em fevereiro de 2016 e foi concluída em dezembro do mesmo ano. Foram entrevistadas 12 pessoas atingidas pela construção da barragem de Itá, além de observações participantes periódicas em toda região rural do entorno do reservatório. Os dados obtidos foram submetidos à análise de conteúdo. Os resultados da pesquisa apontam que, os participantes do estudo tiveram violados os direitos à saúde, educação, emprego e infraestrutura, perdendo também projetos de vidas. Portanto, é necessário atentar para o atual formato de implantação de barragens construindo políticas públicas que garantam os direitos das populações atingidas por estes empreendimentos.


Resumen El objetivo del estudio es analizar las relaciones entre la implantación de la hidroeléctrica de Itá, en Santa Catarina, y la violación de derechos humanos de agricultores que permanecieron viviendo en el entorno del embalse tras su finalización y que fueron afectados por él. El estudio, de tipo cualitativo, se fundamentó en la investigación participativa. La recolección de datos empezó en febrero de 2016 y concluyó en diciembre del mismo año. Se entrevistaron a 12 personas afectadas por la construcción de dicha represa, además de la realización de periódicas observaciones participantes en su entorno rural. Los datos obtenidos fueron sometidos al análisis de contenido. Los resultados demostraron que los entrevistados sufrieron violación de derechos a salud, educación, empleo e infraestructura, perdiendo, incluso, proyectos de vida. Así, es necesario examinar las actuales formas de implantación de represas a través de políticas públicas que garanticen los derechos de las poblaciones afectadas.


Abstract This study aims to analyze the interfaces between the implementation of Itá hydroelectric power plant in the Brazilian state of Santa Catarina and the violation of human rights of the farmers who remained living in the reservoir's surrounding area after the project was finished and who were affected by it. The qualitative study was based on participant research. Data collection began in February 2016 and was completed in December of the same year. Twelve people affected by the construction of Itá dam were interviewed, and there were periodic participant observations in all rural areas surrounding the reservoir. Data were submitted to content analysis. Research results indicated that the research participants had their rights to health, education, employment and infrastructure violated, losing also their life projects. Therefore, it is necessary to focus on the current model for dam implantation by developing public policies that ensure the rights of populations affected by these enterprises.


Assuntos
Centrais Elétricas , Barragens , Vida , Violações dos Direitos Humanos , Direitos Humanos , Política Pública , Meio Ambiente , Infraestrutura
16.
Maputo; Instituto Nacional de Saúde; 2020. 32 p. Tab, Graf., Mapas.
Não convencional em Português | RDSM | ID: biblio-1342868

RESUMO

Em 2018 foi realizado o Inventário Nacional sobre a Disponibilidade e Prontidão de Infra-estruturas, Recursos e Serviços de Saúde (SARA), implementado pelo Instituto Nacional de Saúde com base na !"#$%$&$'() %) *+'),(-)./$ 01,%()& %) 2)3%"4 5 6&),(78)./$ %)9 )8#(:(%)%"9 %" +"8$&;) %" %)%$9 foi suportada pela lista mestre das Unidades Sanitárias (US) existentes no país, disponibilizada pela <(+"8./$ %" =&),(78)./$ " >$$6"+)./$ %$ 0(,(9#?+($ %) 2)3%"@ " )9 :)+(A:"(9 &":)+)! "! 8$,#) )9 normas clínicas de prestação de cuidados de saúde de nível primário. A recolha de dados para o inventário cobriu 1,643 unidades sanitárias públicas, das quais 1,575 são de nível primário, 54 de nível secundário e 7 de nível terciário e quaternário, à data do encerramento do inventário


In 2018, the National Inventory on Infrastructure Availability and Readiness was carried out, Health Resources and Services (SARA), implemented by the National Institute of Health based on the !"#$%$&$'() %) *+'),(-)./$ 01,%()& %) 2)3%"4 5 6&),(78)./$ %) 9 )8#(:(%)%"9 %" +"8$&;) %" %)%$9 was supported by the master list of Sanitary Units (US) existing in the country, made available by <(+"8./$%" =&),(78)./$ ">$$6"+)./$ %$ 0(,(9#?+($%) 2)3%"@ " )9 :)+(A:"(9 &":)+)! "! 8$,#) )9 clinical standards of provision of primary health care. Data collection for the inventory covered 1,643 public health units, of which 1,575 are of primary level, 54 of secondary level and 7 tertiary and quaternary level, at the time the inventory was closed.


Assuntos
Humanos , Feminino , Lactente , Pré-Escolar , Aprovisionamento , Infraestrutura , Ciências da Nutrição , Acesso aos Serviços de Saúde/tendências , Saúde Pública , Ciências da Nutrição Infantil/tendências , Serviço Hospitalar de Nutrição/tendências , Recursos em Saúde , Moçambique/epidemiologia
17.
Rev. SOBECC ; 24(4): 185-192, 30-12-2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1095932

RESUMO

Objetivo: Este estudo analisou a adesão ao preenchimento do checklist de cirurgia segura em procedimentos realizados em crianças e adolescentes de até 17 anos, bem como os fatores que influenciam a sua utilização. Método: Estudo analítico, transversal, realizado em um hospital público. Foram analisados os prontuários de cirurgias executadas em crianças e adolescentes de até 17 anos, no ano de 2017. Foi aplicada análise estatística descritiva, teste Exato de Fisher e regressão logística. Resultados: A amostra foi composta por 262 prontuários de crianças e adolescentes, 65,68% do sexo masculino, prevalecendo os procedimentos de adenoidectomia e amigdalectomia. Observou-se em 12,9% dos checklists o preenchimento completo, em 86,4%, parcial e em 0,7% a lista não foi preenchida. Não houve associação significativa entre a adesão ao instrumento e os fatores analisados. Conclusão: A adesão completa ao checklist foi de 12,9% com diferença no preenchimento entre as etapas, e não houve um único fator responsável pela inadequação. O preenchimento parcial na maioria dos casos sinaliza a necessidade de desconstruir as barreiras para conduzir o checklist, com ações educativas envolvendo as equipes e o real entendimento da aplicação do instrumento, que pode favorecer a segurança cirúrgica e a qualidade da assistência.


Objective: This study analyzed the safe surgical checklist compliance in surgeries performed in children and adolescents up to 17 years old, as well as the factors that influence its use. Method: Cross-sectional, analytical study performed in a public hospital. The medical charts of surgeries performed on children and adolescents up to the age of 17 were analyzed in the year 2017. Descriptive statistical analysis, Fisher's exact test and logistic regression were applied. Results: The sample consisted of 262 medical records of children and adolescents, 65.68% belonged to males, adenoidectomy and tonsillectomy procedures were prevalent. It was observed that 12.9% checklists were fully completed, 86.4% partially completed and 0.7% were not completed. There was no significant association between compliance to the instrument and the factors analyzed. Conclusion: Complete adherence to the checklist was 12.9%, with differences in completion between stages, and there was no single factor responsible for the inadequacy. The partial completion in most cases indicates the need to deconstruct the barriers related to performing the checklist, by employing educational actions involving the teams and understanding the application of the instrument, which may benefit surgical safety and quality of care.


Objetivo: Este estudio analizó la adhesión al llenado del checklist de cirugía segura en cirugías realizadas en niños y adolescentes de hasta 17 años, así como los factores que influyen su utilización. Método: Estudio analítico, transversal, realizado en un hospital público. Fueron analizados los prontuarios de cirugías ejecutadas en niños y adolescentes de hasta 17 años, el año de 2017. Fue aplicado análisis estadístico descriptivo, test Exacto de Fisher y regresión logística. Resultados: La muestra fue compuesta por 262 históricos médicos de niños y adolescentes, un 65,68% del sexo masculino, prevaleciendo los procedimientos de adenoidectomía e amigdalectomía. Se observó en un 12,9% de los checklists el llenado completo, en un 86,4%, parcial y en un 0,7% la lista no fue llenada. No hubo asociación significativa entre la adhesión al instrumento y los factores analizados. Conclusión: La adhesión completa al checklist fue del 12,9% con diferencia en el llenado entre las etapas, y no hubo un único factor responsable por la inadecuación. El llenado parcial en la mayoría de los casos señala la necesidad de deconstruir las barreras para conducir el checklist, con acciones educativas involucrando los equipos y el real entendimiento de la aplicación del instrumento, que puede favorecer la seguridad quirúrgica y la calidad de la asistencia.


Assuntos
Humanos , Pediatria , Cirurgia Geral , Lista de Checagem , Segurança , Saúde Pública , Infraestrutura
18.
Motrivivência (Florianópolis) ; 31(57): e55274, mar. 2019. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-988566

RESUMO

Apresenta um breve estudo sobre a infraestrutura escolar e os recursos para as aulas de Educação Física no ensino médio e integrado, em um grupo de 19 escolas técnicas estaduais [Etec] do interior paulista. A pesquisa de campo, de caráter exploratório, procura mapear a infraestrutura disponível para o desenvolvimento dos temas previstos na proposta curricular destas unidades escolares, propondo um módulo de recursos essenciais que poderiam ser disponibilizados em todo o Estado de São Paulo.


This article presents a brief study about the school infrastructure and the resources available for Physical Education classes in high school and integrated, in a group of 19 technical schools [Etec] in the State of São Paulo, Brazil. Field research and exploratory, seeks to map the infrastructure available for the development of the themes foreseen in the curriculum of these schools, proposing a module of essential resources that should be available throughout the State of São Paulo.


Presenta un breve estudio sobre la infraestructura escolar y los recursos disponibles para las clases de Educación Física en la enseñanza media e integrada, en un grupo de 19 escuelas técnicas estatales [Etec] del interior paulista. La investigación de campo, de carácter exploratorio, busca mapear la infraestructura disponible para el desarrollo de los temas previstos en la propuesta curricular, proponiendo un módulo de recursos esenciales que deberían estar disponibles en toda provincia.


Assuntos
Instituições Acadêmicas/organização & administração , Educação Física e Treinamento , Infraestrutura
19.
Rev. esp. sanid. penit ; 21(3): 158-162, 2019.
Artigo em Espanhol | IBECS | ID: ibc-189154

RESUMO

Objetivos: Determinar cómo la infraestructura penitenciaria garantiza los derechos a la salud y a un ambiente adecuado de las internas del Establecimiento Penitenciario Anexo de Mujeres de Chorrillos (EPAMCh). Material y método: En cuanto a los materiales, se empleó una guía de entrevista dirigida a 10 especialistas en la materia y una guía de encuesta destinada a 30 internas. Por lo que se refiere al método, se seleccionó el enfoque cualitativo de tipo aplicado y un diseño fenomenológico. Resultados: Los expertos en la entrevista afirmaron en su mayoría que la infraestructura actual en el Establecimiento Penitenciario Anexo de Mujeres de Chorrillos no permite prestar los servicios sanitarios mínimos. Por otro lado, en la encuesta, de modo unánime, las internas respondieron que las condiciones son precarias, pero mayoritariamente manifestaron su disposición a incorporarse a un programa educativo sanitario y a apostar por la medicina preventiva sin prescindir de la curativa. Discusión: Es importante fomentar la medicina preventiva. Para ello, es necesario nivelar el grado de instrucción de las internas y conseguir una sólida educación sanitaria. Revertir esta realidad significaría un cambio en la garantía de sus derechos a la salud y de sus derechos a un ambiente adecuado


Objective: To determine how the prison infrastructure can guarantee health rights and an adequate environment for inmates at the Women's Annex of Chorrillos Prison (EPAMCh. Material and method: The materials consisted of a guided interview conducted with 10 specialists on the subject and a guided survey completed by 30 inmates. The method consisted of an applied qualitative approach with a phenomenological design. Results: The experts interviewed said that the current infrastructure of the Women's Annex of Chorrillos Prison is in a state of crisis and does not provide even minimal healthcare services. The surveys completed by the prisoners gave the unanimous response that conditions were precarious, but the majority said that they were willing to form part of a health education program and to commit to preventive medicine without forgetting curative methods. Discussion: Preventive medicine must be promoted. To do this, prisoners' educational levels need to be improved and solid health education systems in prisons should be provided. Changes would need to be made in the guarantees of their rights to health and to adequate surroundings to bring about the necessary changes


Assuntos
Humanos , Feminino , Prisioneiros/estatística & dados numéricos , Direitos dos Prisioneiros , Infraestrutura , 17627 , Prevenção de Doenças , Peru/epidemiologia , Prisões/estatística & dados numéricos , Ajustamento Social , Adaptação Psicológica/classificação , Educação em Saúde/tendências
20.
Belo Horizonte; s.n; 20180609. 117 p.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem, Coleciona SUS, InstitutionalDB | ID: biblio-1368508

RESUMO

Introdução: A atividade física (AF) é um dos principais fatores de proteção contra doenças crônicas não transmissíveis, devendo sua prática ser estimulada durante todo o ciclo de vida. No Brasil, menos de 50% dos adolescentes praticam AF regularmente (300+ minutos/semana) e são escassos os estudos que avaliam a prática de AF ao longo do tempo nesse grupo, bem como a associação dessa prática com características individuais e contextuais. Objetivos: Avaliar a prática de atividade física em adolescentes comparando os inquéritos da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE) de 2012 e 2015 (artigo 1) e investigar a associação dessa prática com características individuais (artigo 2) e contextuais (artigo 3). Métodos: No primeiro artigo, o indicador atividade física globalmente estimada com o ponto de corte de 300+ minutos/semana foi utilizado para determinar, nas capitais, a prevalência de adolescentes fisicamente ativos nos inquéritos da PeNSE/2012 e PeNSE/2015. Foi observada estabilização da prevalência de adolescentes fisicamente ativos entre 2012 (21,0%; IC95% 20,3 ­ 21,7) e 2015 (20,7%; IC95%: 20,1 ­ 21,3), independente do sexo, idade, escolaridade da mãe e cor da pele. Essa estabilização também foi observada em todas as capitais, exceto em Belém, onde houve redução na prevalência de adolescentes fisicamente ativos. No segundo artigo, que utilizou dados da PeNSE/2012, representativos de todo o Brasil, a variável resposta foi a prática regular de atividade física determinada pelo indicador atividade física globalmente estimada com o ponto de corte de 300+ minutos/semana utilizado para classificar os adolescentes em ativos e insuficientemente ativos. As variáveis explicativas foram agrupadas em quatro domínios: 1) Demográfico; 2) Psicossocial; 3) Comportamental; 4) Sociocultural. Para verificar os fatores associados à pratica regular de AF foi realizada regressão de Poisson, estratificada por sexo. A prevalência de adolescentes fisicamente ativos foi maior em meninos quando comparado as meninas, 27,9% e 13,1%, respectivamente. Constatou-se maior prática de AF em meninos de menor faixa etária, filhos de mães com maior escolaridade, que consumiam alimentos saudáveis como feijão, frutas, verduras, legumes e leite, assim como entre aqueles com supervisão familiar. Ao mesmo tempo, hábitos não saudáveis como insônia e consumo de álcool também se associaram positivamente à prática de AF. Em meninas foi observada maior prática de AF dentre aquelas que viviam com as mães e cujas mães apresentavam maior escolaridade. Além da supervisão familiar, a prática da AF nas meninas também esteve associada positivamente com a frequência de refeição com os pais. Entretanto, assim como nos meninos, a insônia e consumo de álcool se associaram com o aumento da prática da AF. No terceiro artigo, a variável resposta foi a prevalência de adolescentes ativos (300+ minutos/semana) nas capitais brasileiras, obtida pelo indicador atividade física acumulada, relatado na PeNSE/2012. As variáveis explicativas foram obtidas em diversas fontes e representam uma média agregada de cada capital. Essas variáveis foram divididas em cinco domínios: Ambiente natural (temperatura); Indicadores socioeconômicos e educacionais (renda per capita); Infraestrutura (percentual de domicílios com rampa para cadeirantes); Violência urbana (taxa de mortalidade por homicídio); Influência sociocultural para prática de atividade física (percentual de adultos ativos no lazer). Para a identificação dos fatores associados foi utilizada regressão linear múltipla. O modelo final mostrou que menor temperatura (ß: - 0,46; IC: - 0,88; - 0,04), maior IDEB (ß: 3,02; IC: 0,36; 5,67), maior percentual de rampa para cadeirantes (ß: 0,25; IC: 0,04; 0,47) e maior percentual de adultos ativos (ß: 0,35; IC: 0,13; 0,57) nas cidades, estão associados com o aumento da prevalência dos adolescentes fisicamente ativos. Conclusões: Verificou-se estabilização da prevalência de adolescentes fisicamente ativos residentes nas capitais brasileiras entre os anos de 2012 e 2015 mostrando a necessidade de reavaliar/expandir as políticas públicas de promoção da AF. Em nível do indivíduo, escolaridade materna, hábitos alimentares saudáveis e supervisão familiar foram associados à pratica regular de AF dos adolescentes, evidenciando a importância da família para aquisição de hábitos saudáveis nessa faixa etária. Ao analisar características contextuais, verificou-se se que temperaturas amenas, maior qualidade educacional, melhor infraestrutura e maior apoio sociocultural para prática de AF estão associados ao aumento da proporção de jovens ativos. Tais resultados podem contribuir para avaliação e/ou implantação de políticas públicas mais assertivas que visem o aumento da AF de adolescentes brasileiros


Introduction: Physical activity (PA) is one of the main protection factors against chronic non-communicable diseases, and its practice should be stimulated throughout the life cycle. In Brazil, fewer than 50% of adolescents practice PA regularly (300+ minutes/week), and few studies are evaluating PA practice over time in this age group, as well as the association of this practice with individual and contextual characteristics. Objectives: To evaluate the practice of PA in adolescents by comparing the surveys of the National Adolescent Schoolbased Health Survey (PeNSE) of 2012 and 2015 (article 1), to investigate the association of this practice with individual characteristics (article 2) and with contextual characteristics (article 3). Methods: In the first article, the overall PA indicator (with cut-off point of 300+ minutes/week) was used to determine the prevalence of physically active adolescents in the PeNSE/2012 and PeNSE/2015 surveys. A stabilization was observed in the prevalence of physically active adolescents between 2012 (21.0%, 95% CI 20.3 - 21.7) and 2015 (20.7%, CI 95%: 20.1 - 21.3), regardless of sex, age, mother's schooling or skin color. This stabilization was also observed in all capitals, except for Belém, where a reduction was observed in the prevalence of physically active adolescents. In the second article, which used PeNSE/2012 data, the response variable was the regular practice of PA (determined by the overall PA indicator with the cut-off point of 300+ minutes/week) used to classify adolescents as active or insufficiently active. The explanatory variables were grouped into four domains: 1) Demographic; 2) Psychosocial; 3) Behavioral; 4) Sociocultural. In order to verify the factors associated with regular practice of PA, a Poisson regression stratified by sex was performed. The prevalence of physically active adolescents was higher in boys when compared to girls, 27.9% and 13.1%, respectively. A higher practice of PA was observed in boys who were younger in age, whose mothers had higher education levels, who consumed healthy foods such as beans, fruits, vegetables, and milk, as well as in boys who benefited from family supervision. At the same time, unhealthy habits such as insomnia and alcohol consumption were also positively associated with PA practice. In girls, a higher practice of PA was observed among those who lived with their mothers and whose mothers had higher education levels. In addition to family supervision, the practice of PA in girls was also positively associated with the frequency of meals had in company of their parents. However, just as with boys, insomnia and alcohol consumption were associated with increased PA practice. In the third article, the response variable was the prevalence of active adolescents (300+ minutes/week) in the Brazilian capitals, obtained by the accumulated physical activity indicator reported in PeNSE/2012. The explanatory variables were obtained from several sources and represent an aggregate average of each capital. These variables were divided into five domains: Natural environment (temperature); socioeconomic and educational indicators (per capita income); infrastructure (percentage of households with a wheelchair ramp); urban violence (death rate by homicide); socio-cultural encouragement for PA practice (percentage of active adults in leisure). Multiple linear regression was used to identify the associated factors. The final model showed that lower temperature (ß: - 0.46, CI: - 0.88, - 0.04), higher IDEB (ß: 3.02, IC: 0.36, 5.67) (ß: 0.25, CI: 0.04; 0.47) and higher percentage of active adults (ß: 0.35; CI: 0.13; 0.57) in the cities, are associated with the increase in prevalence of physically active adolescents. Conclusions: There was a stabilization of the prevalence of physically active adolescents living in Brazilian capitals between the years of 2012 and 2015, which shows the need to reassess and expand the public policies that promote PA. At the individual level, maternal schooling, healthy eating habits and family supervision have been associated with regular PA practice among adolescents, which evinces the importance of family in the acquirement of healthy habits by this age group. When analyzing contextual characteristics, it was verified that mild temperatures, higher quality of education, better infrastructure and greater socio-cultural support for PA are associated with increased proportions of active youths. Such results may contribute to the evaluation and implementation of more assertive public policies aiming at the increase of physical activity in Brazilian adolescents.


Assuntos
Humanos , Adolescente , Exercício Físico , Inquéritos Epidemiológicos , Saúde do Adolescente , Infraestrutura , Relações Familiares
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...