Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 331
Filtrar
1.
Dement. neuropsychol ; 15(2): 223-229, Apr.-June 2021. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1286199

RESUMO

ABSTRACT. The co-occurrence of post-stroke behavioral disorders and cognitive impairment has been extensively investigated. However, studies usually do not include social cognition among the assessed cognitive domains. Objective: To investigate the potential association between facial emotion recognition, a measure of social cognition, and behavioral and cognitive symptoms in the subacute phase of ischemic stroke. Methods: Patients admitted to a Stroke Unit with ischemic stroke were followed up to 60 days. At this time point, they were evaluated with the following tools: Mini-Mental State Examination (MMSE); Frontal Assessment Battery (FAB); Visual Memory Test of the Brief Cognitive Battery (VMT); Phonemic Verbal Fluency (F-A-S Test); Digit Span; Facial Emotion Recognition Test (FERT) and Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS). A control group composed of 21 healthy individuals also underwent the same evaluation. Results: Eighteen patients with ischemic stroke were enrolled in this study. They had similar age, sex and schooling years compared to controls. Depression symptoms and episodic memory deficits were significantly more frequent in patients compared to controls. The recognition of sadness expression positively correlated with the levels of anxiety and depression, while and the recognition of fear expression negatively correlated with depression in the stroke group. Conclusions: After an ischemic stroke, patients exhibit impairment in social cognition skills, specifically facial emotion recognition, in association with behavioral symptoms.


RESUMO. A co-ocorrência de distúrbios comportamentais e comprometimento cognitivo pós-acidente vascular cerebral (AVC) é amplamente descrita na literatura. No entanto, os estudos geralmente não incluem a cognição social entre os domínios cognitivos avaliados. Objetivo: Investigar a potencial associação entre o reconhecimento da emoção facial, uma medida da cognição social, e os sintomas comportamentais e cognitivos na fase subaguda do AVC isquêmico. Métodos: Pacientes internados em uma Unidade de AVC com AVC isquêmico foram acompanhados até 60 dias, quando foram avaliados com os seguintes instrumentos: Mini-Exame do Estado Mental (MEEM); Bateria de Avaliação Frontal (FAB); Teste de Memória Visual da Bateria Cognitiva Breve (VMT); Fluência Verbal Fonêmica (Teste F-A-S); Span de dígitos; Teste de Reconhecimento de Emoção Facial (FERT) e Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS). Um grupo controle constituído por 21 indivíduos saudáveis também foi submetido à mesma avaliação. Resultados: Dezoito pacientes com AVC isquêmico foram incluídos no presente estudo, apresentando idade, sexo e anos de escolaridade semelhantes aos do grupo controle. Os sintomas de depressão e déficits de memória episódica foram significativamente mais frequentes em pacientes com AVC. O reconhecimento da expressão de tristeza correlacionou-se positivamente com os níveis de ansiedade e depressão, ao passo que o reconhecimento da expressão de medo correlacionou-se negativamente com depressão no grupo de AVC. Conclusões: Após um AVC isquêmico, pacientes podem apresentar alterações de cognição social, especificamente de reconhecimento da emoção facial, em associação com sintomas comportamentais.


Assuntos
Humanos , Cognição , Manifestações Neurocomportamentais , Acidente Vascular Cerebral , Depressão , Disfunção Cognitiva
2.
Dement. neuropsychol ; 14(3): 201-208, July-Sept. 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1133640

RESUMO

ABSTRACT. In July 2019, a group of multidisciplinary dementia researchers from Brazil and the United Kingdom (UK) met in the city of Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil, to discuss and propose solutions to current challenges faced in the diagnosis, public perception and care of dementia. Here we summarize the outcomes from the workshop addressing challenges in diagnosis. Brazil faces a major problem in dementia underdiagnosis, particularly involving the population in an adverse socioeconomic context. There is poor availability of resources and specialists, and the knowledge of general practitioners and other healthcare professionals is far from satisfactory. Low education level is a further obstacle in diagnosing dementia, as the most commonly used screening tests are not designed to evaluate this population. Patients and their families must overcome the stigma of a diagnosis of dementia, which is still prevalent in Brazil and increases the burden of this condition. Whilst the UK has greater resources, dedicated memory services and a National Dementia Strategy plan, the National Health Service (NHS) has limited funding. Therefore, some challenges regarding diagnosis are common across both countries. The authors suggest possible solutions to confront these, with the goal of improving assessment and recognition of dementia and reducing misdiagnosis.


RESUMO. Em julho de 2019, um grupo multidisciplinar de pesquisadores em demência do Brasil e do Reino Unido se reuniu em Belo Horizonte para discutir e propor soluções para os desafios no diagnóstico, percepção pública e tratamento dessa condição. Neste artigo, sintetizamos as conclusões do workshop sobre os desafios no diagnóstico de demência. O Brasil enfrenta um grande problema no subdiagnóstico de demência, principalmente entre a população em condições socioeconômicas adversas. Há pouca disponibilidade de recursos e de especialistas e o conhecimento de médicos generalistas e de outros profissionais de saúde é pouco abrangente. Baixa escolaridade é também um obstáculo no diagnóstico de demência, uma vez que os testes de rastreio mais utilizados na prática clínica não são estruturados para avaliar a população com esse perfil. Os pacientes com demência e suas famílias ainda têm que superar o estigma do diagnóstico, que é ainda muito prevalente no Brasil e colabora para a piora da qualidade de vida. O Reino Unido, por outro lado, dispõe de mais recursos financeiros e de pessoal, possui serviços dedicados à avaliação de problemas de memória e um plano estratégico nacional para demência. Contudo, o National Health Service (NHS) tem verbas limitadas, o que faz com que alguns dos desafios no diagnóstico de demência sejam comuns aos dois países. Os autores sugerem possíveis soluções para enfrentá-los, com o objetivo de melhorar a avaliação e o reconhecimento da demência e reduzir os erros de diagnóstico.


Assuntos
Humanos , Demência , Biomarcadores , Manifestações Neurocomportamentais , Diagnóstico , Disfunção Cognitiva
3.
Bio sci. (En línea) ; 3(5): 19-29, 2020. tab
Artigo em Espanhol | LILACS, LIBOCS | ID: biblio-1141236

RESUMO

El estrés es hoy en día, es una problemática a la que se está prestando una atención creciente. Sin embargo, el estrés académico no recibe la suficiente atención en el ámbito de la investigación. Es por eso que con la presente investigación se determinará el nivel de estrés académico en estudiantes de la Universidad Mayor Real y Pontificia de San Francisco Xavier de Chuquisaca, ya que al seguir una Carrera Universitaria se tiende a desarrollar algún nivel de estrés que puede desencadenar problemas emocionales, cognitivos y fisiológicos. En el estudio participaron 332 estudiantes de todas las Facultades y Carreras en general, a quienes se les aplicó el inventario SISCO de Barraza. Los resultados mostraron que la mayoría de los estudiantes presenta un estrés patológico que consta los niveles, mediano, alto y máximo que representan un 92,4% de los individuos y el porcentaje restante presentan un estrés fisiológico. De acuerdo a los resultados obtenidos concluimos que el estrés académico es un fenómeno de frecuencia elevada. Su carácter multidimensional presenta manifestaciones fisiológicas, conductuales y cognitivas, que están asociadas a variables como la edad y el sexo siendo estas las de mayor nivel de expresión. Es importante generar el interés de realizar futuras investigaciones en la que el estrés académico sea centro de atención.


Stress is today, it is a problem that is being given increasing attention. However, academic stress does not receive sufficient attention in the field of research. That is why with the present investigation the level of academic stress will be determined in students of the Universidad Mayor Real y Pont ificia de San Francisco Xavier de Chuquisaca, since following a University Degree there is a tendency to develop some level of stress that can cause problems Emotional, cognitive and physiological. The study involved 332 students from all faculties and careers in general, to whom the SISCO inventory of Barraza was applied. The results showed that the majority of the students present a pathological stress that consists of the medium, high and maximum levels that represent 92.4% of the individuals and the remaining percentage presents a physiological stress. In the study we conclude that academic stress is a phenomenon of high frequency. Its multidimensional character presents physiological, behavioral and cognitive manifestations, which are associated with variables such as age and sex, these being the highest level of expression. It is important to generate interest in conducting future research in which academic stress is the center of attention.


Assuntos
Humanos , Estresse Fisiológico , Manifestações Neurocomportamentais , Atenção , Estudantes
4.
Rev. bras. ciênc. mov ; 27(1): 99-105, jan.-mar.2019. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-998452

RESUMO

O objetivo deste estudo foi verificar o comportamento neuromotor de lactentes em relação ao sexo biológico de 0 a 2 meses. A população deste estudo foi representada por todas as crianças com idade compreendida do nascimento aos dois meses de vida, que durante o período de coleta de dados apresentou registro de nascimento junto as unidades de Saúde do município de Fraiburgo-SC. A amostra foi composta de 55 lactentes sem histórico de risco biológico. Os instrumentos utilizados para coleta dos dados foram: Neonatal Behavioral Assessment Scale, formulário biopsicossocial e cartão de saúde da criança. Apesar dos meninos apresentaram maior pontuação em relação à habituação, socialização e regulação e as meninas maior pontuação em relação ao comportamento neuromotor, regulação sistema autônomo e reflexo, não foram encontradas diferenças significativas em termos estatísticos. Neste estudo não existem diferenças neurocomportamentais e reflexas entre meninos e meninas do nascimento aos dois meses de vida...(AU)


The aim this study was to verify the neuromotor behavior of infants in relation to biological sex from 0 to 2 months. The study population was represented by all children aged from birth to two months of life, which were born and were officially registered during the data collection period in the City Health Units in Fraiburgo - SC. The sample consisted of 55 infants with no history of biological risk. The instruments used for data collection were: Neonatal Behavioral Assessment Scale, byopsichosocial formulary and child health card. Although, boys had higher scores in relation to habituation, socialization andregulation and the girls' higher scores in relation to motor skills, self-regulating system and reflex, there is no statically significant differences between them. In this study there is no neuromotor and reflex difference between boys and girls from birth to two months of life...(AU)


Assuntos
Humanos , Lactente , Sexo , Desenvolvimento Infantil , Manifestações Neurocomportamentais , Educação Física e Treinamento
5.
Estud. pesqui. psicol. (Impr.) ; 18(1): 341-360, jan.-abr. 2018.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-982130

RESUMO

Atualmente, diversas técnicas estão disponíveis para o estudo do ser humano e seu funcionamento. No que diz respeito ao funcionamento cerebral, técnicas de mapeamento cerebral como a eletroencefalografia (EEG), entre outras, nos oferecem insights importantes acerca das habilidades cognitivas, a forma na qual estas se manifestam a nível orgânico, não somente comportamental, e ainda como estas se desenvolvem ao longo da vida do indivíduo. Duas habilidades, amplamente estudadas em indivíduos adultos, mas ainda pouco exploradas na faixa etária mais jovem e, principalmente, em crianças, nos seus primeiros estágios do desenvolvimento, compreendem a linguagem e as funções executivas através das técnicas de mapeamento cerebral. O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão bibliográfica referente aos estudos que investigam os estágios iniciais de desenvolvimento destas funções, utilizando-se também do recurso da eletroencefalografia, apontando os benefícios dessas investigações para a área do desenvolvimento infantil. Apesar de ser um tema relevante para a Psicologia do Desenvolvimento, não foram identificados trabalhos, na literatura científica nacional, correlacionando estes três aspectos. Sugere-se a realização e publicação de estudos nacionais visando à adaptação e validação de instrumentos direcionados às etapas iniciais do desenvolvimento no ciclo vital.(AU)


Currently, several techniques are available for the study of the human body. Regarding brain functions, brain mapping techniques, such as electroencephalography (EEG), among others, offer important insights into cognitive abilities, the form in which they manifest not only behaviorally, but also at the organic level, and how they develop across the life span. Two skills widely studied in young adults, but still little explored through brain mapping in children at early stages of development, are language and executive functions. The aim of this study was to review the literature on studies investigating the early stages of development of these functions also using the EEG, pointing to the benefits of such investigations to the area of child development. Despite being a relevant topic to the field of developmental psychology, the number of scientific studies combining these three aspects is still very small. Research and publication of national studies are needed for the adaptation and validation of instruments specifically targeted at early development stages.(AU)


Actualmente, muchas técnicas están disponibles para el estudio del ser humano y su funcionamiento. Con respecto a las funciones del cerebro, las técnicas de mapeo cerebral, como la electroencefalografía (EEG), entre otros, pueden ofrecer pistas importantes sobre las habilidades cognitivas, la forma en que se manifiestan a nivel orgánico, no solamente conductual, también cómo éstos desarrollan durante la vida del individuo. Dos habilidades, ampliamente estudiadas en adultos, pero aún poco explorados en el grupo de edad más joven, y en especial en los niños en sus primeras etapas del desarrollo, comprenden el lenguaje y las funciones ejecutivas a través de las técnicas de mapeo cerebral. El objetivo de este estudio fue revisar la literatura sobre los trabajos que investigan las primeras etapas del desarrollo de estas funciones, utilizando también la electroencefalografía, señalando los beneficios de tales investigaciones para el estudio del desarrollo infantil. A pesar de ser un tema relevante para la psicología del desarrollo, no fueron identificados trabajos, en la literatura científica nacional, correlacionando estos tres aspectos. Se sugiere la realización y publicación de estudios nacionales para la adaptación y validación de los instrumentos destinados a las primeras fases de desarrollo del ciclo vital.(AU)


Assuntos
Manifestações Neurocomportamentais , Eletroencefalografia/psicologia , Função Executiva , Idioma , Mapeamento Encefálico , Criança , Crescimento e Desenvolvimento
6.
Rev. medica electron ; 40(1): 183-191, ene.-feb. 2018. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS, CUMED | ID: biblio-902279

RESUMO

RESUMEN Se presenta el caso de una paciente femenina de 76 años, estudiada por demencia tipo Alzheimer con trastornos en la esfera conativa y agresividad. El contexto personal y social del paciente, por las características de su enfermedad, especialmente trastornos de conducta, comportamiento agresivo, agitación, irritabilidad, hiperactividad, desinhibición sexual, deambulación errática y reacciones catastróficas, hacen interesante el conocimiento de esta patología, sus implicaciones y el abordaje terapéutico. Por lo expuesto anteriormente se decide realizar esta investigación con el objetivo de describir los desórdenes conativos en la enfermedad de Alzheimer (AU).


ABSTRACT The case of a 76-years-old female patient, studied for Alzheimer-type dementia with disorders in the conative sphere and aggressiveness is presented. The patient´s personal and social context makes it interesting knowing this pathology, its implications and therapeutic approach due to the nature of the illness, especially the behavior disorder, aggressive behavior, agitation, irritability, hyperactivity, sexual disinhibition, erratic wandering and catastrophic reactions. For all the before said, it was decided to make this research with the aim of describing the conative disorders in Alzheimer's disease (AU).


Assuntos
Humanos , Feminino , Idoso , Terapia pela Arte , Tomografia Computadorizada por Raios X , Fatores de Risco , Manifestações Neurocomportamentais , Doença de Alzheimer/diagnóstico , Doença de Alzheimer/tratamento farmacológico , Doença de Alzheimer/epidemiologia , Psicoterapia , Condições Patológicas, Sinais e Sintomas , Sintomas Comportamentais , Transtorno de Comunicação Social , Transtornos do Desenvolvimento da Linguagem , Musicoterapia
7.
Artigo em Inglês | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-976304

RESUMO

Abstract Psychological evaluation instruments need to demonstrate their usefulness to respond to social problems and according to the reality of people. This study aimed to find evidence of convergent validity of the interpersonal relationship indicators and the cognitive triad of the Zulliger in the Comprehensive System (ZSC) with the Social Skills Inventory for the Elderly (IHSI Del-Prette). The sample consisted of 78 elderly individuals, between 60 and 96 years old (M = 76.07). As instruments, the sociodemographic and health characterization protocol was used, the Mental State Mini-Exam, the ZSC and the IHSI-Del-Prette. Pearson's correlation showed significant associations of the variables of the interpersonal relationship (PER), contents (Cg, A%) and cognitive triad (R, D, XA%, S-, X +%) of the ZSC, with the general score G and the IHSI Del-Prette factors F4, F2, F3 and F1. The results show the convergent validity of ZSC with IHSI Del-Prette.


Resumo Instrumentos de avaliação psicológica precisam demonstrar sua utilidade para responder aos problemas sociais e de acordo com a realidade das pessoas. Este estudo objetivou buscar evidências de validade convergente dos indicadores do relacionamento interpessoal e da tríade cognitiva do Zulliger no Sistema Compreensivo (ZSC) com o Inventário de Habilidades Sociais para Idosos (IHSI Del-Prette). A amostra constituiu-se de 78 idosos, entre 60 e 96 anos (M = 76.07). Como instrumentos utilizaram-se o protocolo de caracterização sociodemográfica e de saúde, o Mini-Exame do Estado Mental, o ZSC e o IHSI-Del-Prette. A correlação de Pearson mostrou associações significativas das variáveis do relacionamento interpessoal (PER), de conteúdos (Cg, A%) e da tríade cognitiva (R, D, XA%, S-, X+%) do ZSC, com o escore geral G e os fatores F4, F2, F3 e F1 do IHSI Del-Prette. Os resultados evidenciam a validade convergente do ZSC com IHSI Del-Prette.


Resumen Los instrumentos de evaluación psicológica deben demostrar su utilidad para responder a los problemas sociales y de acuerdo con la realidad de las personas. Este estudio objetivó buscar evidencias de validez convergente de los indicadores de la relación interpersonal y de la tríada cognitiva del Zulliger en el Sistema Comprensivo (ZSC) con el Inventario de Habilidades Sociales para los ancianos (IHSI Del-Prette). La muestra se constituyó de 78 ancianos, entre 60 y 96 años (M = 76.07). Como instrumentos se utilizaron el protocolo de caracterización sociodemográfica y de salud, el Mini-Examen del Estado Mental, el ZSC y el IHSI-Del-Prette. La correlación de Pearson mostró asociaciones significativas de las variables de la relación interpersonal (PER), de contenidos (Cg, A%) y de la tríada cognitiva (R, D, XA%, S-, X +%) del ZSC, con el puntaje general G y los factores F4, F2, F3 y F1 del IHSI Del-Prette. Los resultados evidencian la validez convergente del ZSC con IHSI Del-Prette.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Testes Psicológicos , Reprodutibilidade dos Testes , Manifestações Neurocomportamentais
8.
Dement. neuropsychol ; 11(4): 442-448, Oct,-Dec. 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-891031

RESUMO

ABSTRACT. Background. Atherosclerosis in cerebral blood vessels, especially those which compose the Circle of Willis, can lead to reduced supply of oxygen and nutrients to different cortical structures, affecting cognitive function. Objective: To analyze whether cardiovascular risk factors negatively influence cognitive performance in adults and elderly. Methods: One hundred twenty-nine participants of both sexes, aged over 50 years, without cognitive or functional impairment were included. Body mass index (BMI), hypertension (HTN), diabetes mellitus (DM), smoking history, plasma levels of total cholesterol, low density lipoproteins (LDL), high density lipoproteins (HDL) and very low density lipoproteins (VLDL) cholesterol, triglycerides, and glucose were the cardiovascular risk factors analyzed. Cognitive assessment was performed using tests of attention, working memory, category fluency and declarative memory. Results: Controlling for age and education, multivariate linear regression models revealed that higher concentrations of triglycerides, as well as total, LDL and VLDL cholesterol, were associated with poorer performance on the digit span and category fluency tests. Higher HDL concentrations were associated with higher scores on category fluency tasks. Furthermore, higher BMI was associated with poorer delayed recall performance. Conclusion: The findings revealed that cardiovascular risk factors may negatively impact cognitive performance in aging.


RESUMO. Introdução: A aterosclerose nos vasos sanguíneos cerebrais, especialmente naqueles que compõem o Círculo de Willis, pode levar à redução da oferta de oxigênio e nutrientes para diferentes estruturas corticais, afetando a função cognitiva. Objetivo: Analisar se fatores de risco cardiovascular influenciam negativamente o desempenho cognitivo em adultos e idosos. Métodos: Foram incluídos cento e vinte e nove participantes de ambos os sexos, com idade superior a 50 anos, sem comprometimento cognitivo ou funcional. Índice de massa corporal (IMC), hipertensão arterial (HAS), diabetes mellitus (DM), história de tabagismo, níveis plasmáticos de colesterol total e lipoproteínas de baixa densidade (LDL), lipoproteínas de alta densidade (HDL) e lipoproteínas de baixa densidade (VLDL), triglicerídeos e glicemia foram os fatores de risco cardiovascular analisados. A avaliação cognitiva foi realizada utilizando testes de atenção, memória operacional, fluência verbal e memória declarativa. Resultados: Controlando para idade e escolaridade, os modelos de regressão linear multivariada revelaram que concentrações mais elevadas de triglicerídeos, bem como colesterol total, LDL e VLDL, estão associadas com pior desempenho nos testes de extensão de dígitos e fluência verbal. Além disso, concentrações maiores de HDL se correlacionaram com pontuações maiores nas tarefas de fluência verbal. IMC maior se associou com menor desempenho na evocação tardia. Conclusão: Os achados revelaram que fatores de risco cardiovascular podem afetar negativamente o desempenho cognitivo durante o envelhecimento.


Assuntos
Humanos , Serviços Preventivos de Saúde , Fatores de Risco , Manifestações Neurocomportamentais , Memória
9.
Dement. neuropsychol ; 11(2): 129-136, Apr.-June 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-891004

RESUMO

ABSTRACT. The Neuropsychiatric Inventory Questionnaire (NPI-Q) is an informant-based instrument that measures the presence and severity of 12 Neuropsychiatric Symptoms (NPS) in patients with dementia, as well as informant distress. Objective: To measure the psychometric properties of the NPI-Q and the prevalence of NPS in patients with Alzheimer's disease (AD) in Chile. Methods: 53 patients with AD were assessed. Subjects were divided into two different groups: mild AD (n=26) and moderate AD (n=27). Convergent validity was estimated by correlating the outcomes of the NPI-Q with Neuropsychiatric Inventory (NPI) scores and with a global cognitive efficiency test (Addenbrooke's Cognitive Examination - Revised - ACE-R). Reliability of the NPI-Q was analysed by calculating its internal consistency. Prevalence of NPS was estimated with both the NPI and NPI-Q. Results: Positive and significant correlations were observed between the NPI-Q, the NPI, and the ACE-R (r=0.730; p<0.01 and 0.315; p<0.05 respectively). The instrument displayed an adequate level of reliability (Cronbach's alpha=0.783). The most prevalent NPS were apathy/indifference (62.3%) and dysphoria/depression (58.5%). Conclusion: The NPI-Q exhibited acceptable validity and reliability indicators for patients with AD in Chile, indicating that it is a suitable instrument for the routine assessment of NPS in clinical practice.


RESUMO. O Questionário de Inventário Neuropsiquiátrico (NPI-Q) é um instrumento baseado em informantes que mede a presença e a gravidade de 12 Sintomas Neuropsiquiátricos (NPS) em pacientes com demência, bem como o sofrimento do informante. Objetivo: Avaliar as propriedades psicométricas do NPI-Q e a prevalência de NPS em pacientes com doença de Alzheimer (DA). Métodos: Foram avaliados 53 pacientes com DA. Eles foram divididos em dois grupos diferentes: AD leve (n=26) e AD moderado (n=27). A validade convergente foi estimada correlacionando os resultados do NPI-Q com os escores do Inventário Neuropsiquiátrico (NPI) e um teste de eficiência cognitiva global (Addenbrooke's Cognitive Examination - Revised - ACE-R). A confiabilidade do NPI-Q foi analisada pelo cálculo da sua consistência interna. A prevalência de NPS foi estimada com NPI e NPI-Q. Resultados: Foram observadas correlações positivas e significativas entre NPI-Q, NPI e ACE-R (r=0,730; p<0,01 e 0>315; p<0>05). O instrumento apresentou um nível adequado de confiabilidade (alfa de Cronbach=0J83). Os NPS mais prevalentes foram apatia/indiferença (62,3%) e disforia/depressão (58,5%). Conclusão: O NPI-Q apresenta indicadores de validade e confiabilidade aceitáveis em pacientes com DA, o que indica que é um instrumento adequado para a avaliação rotineira de NPS na prática clínica.


Assuntos
Humanos , Prevalência , Manifestações Neurocomportamentais , Demência , Doença de Alzheimer , Testes de Estado Mental e Demência
10.
Rev. bras. hematol. hemoter ; 39(1): 32-39, Jan.-Mar. 2017. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-843951

RESUMO

Abstract Background: Individuals with sickle cell anemia may suffer symptomatic or silent cerebral infarcts leading to neurocognitive complications. This study investigated the cognitive and intellectual performance of children and adolescents with sickle cell anemia. Methods: The socioeconomic status, clinical aspects and behavioral profile of 15 young individuals with sickle cell anemia were evaluated. The Wechsler Intelligence Scale for Children, the Developmental Neuropsychological Assessment Test, and the Child Behavior Checklist were applied. Results: Participants with a history of stroke had lower intelligence quotient (IQ) scores. Alterations were found in attention and executive functioning, language, verbal and visual memory, visuospatial processing and sensorimotor skills. These alterations were found both in the children and adolescents who had had a cerebral infarction and in those who apparently had not. In the majority of cases, there were learning difficulties, a history of repeating school years and a need for specialist educational support. The most common additional diagnoses in accordance with the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders IV were depressive disorder, anxiety disorder and somatic disorder, as well as conditions associated with physical and psychosocial repercussions of sickle cell anemia. Conclusion: As sickle cell anemia is considered a progressive cerebral vasculopathy, it is a potential risk factor for neurocognitive and psychosocial development. Therefore, periodic neuropsychological and behavioral evaluations of children and adolescents with sickle cell anemia may represent a useful measure to reduce long-term biopsychosocial repercussions.


Assuntos
Anemia Falciforme , Testes de Inteligência , Manifestações Neurocomportamentais , Testes Neuropsicológicos
11.
In. Assis, Simone Gonçalves de; Avanci, Joviana Quintes. Violências e Vulnerabilidades nos desenhos infantis. Rio de Janeiro, Eduff; Editora Fiocruz, 2017. p.151-184.
Monografia em Português | LILACS | ID: biblio-997758

RESUMO

O capítulo aborda aspectos do desenvolvimento cognitivo infantil por meio do desenho realizado por 446 crianças de seis a 13 anos de idade, estudantes do segundo ano do ensino fundamental de um município do Rio de Janeiro, em 2005. (AU)


Assuntos
Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Saúde da Criança , Manifestações Neurocomportamentais , Desenho
12.
Acta colomb. psicol ; 19(2): 73-82, July-Dec. 2016. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-797359

RESUMO

Pacientes com lesão cerebrovascular de hemisfério direito (LHD) tendem a apresentar déficits comunicativos. Este estudo visou a investigar o processamento comunicativo de pacientes com acidente vascular cerebral (AVC) de hemisfério direito. A amostra incluiu 100 participantes: 25 com LHD, 25 com AVC de hemisfério esquerdo (LHE) e 50 controles neurologicamente preservados (PNP). Os participantes responderam a um questionário de dados sociodemográficos, ao Mini Exame do Estado Mental para avaliar capacidade cognitiva geral, à Escala de Depressão Geriátrica de 15 pontos e à Escala Beck de Depressão para investigar sintomas depressivos, ao Teste dos Sinos para avaliar heminegligência, e à Escala Rankin Modificada para verificar capacidade funcional. O processamento comunicativo foi avaliado com a Bateria Montreal de Avaliação da Comunicação, versão abreviada - Bateria MAC Breve. Os escores foram comparados por One-Way ANOVA e Qui-quadrado. Houve diferenças significativas entre os grupos LHD e PNP em 89% das tarefas, mas não entre os grupos LHD e LHE. Além disso, o grupo LHD apresentou desempenho comunicativo inferior ao grupo PNP. Tais achados sugerem evidências de cooperação interhemisférica para os processamentos comunicativos.


Los pacientes con lesión cerebrovascular de hemisferio derecho (LHD) tienden a presentar déficits comunicativos. Este estudio tuvo como objetivo investigar el procesamiento comunicativo de pacientes con accidente cerebrovascular (ACV) de hemisferio derecho. La muestra incluyó 100 participantes: 25 con LHD, 25 con ACV de hemisferio izquierdo (LHI) y 50 controles neurológicamente preservados (CNP). Los participantes respondieron a un cuestionario sociodemográfico, el Mini Examen del Estado Mental para medir la capacidad cognitiva general; la Escala de Depresión Geriátrica y la Escala Beck de Depresión, para investigar los síntomas depresivos; el Test de Marcación de Campanas, para evaluar heminegligencia, y la Escala de Rankin Modificada, para verificar la capacidad funcional. El procesamiento comunicativo fue evaluado con la Batería Montreal de Evaluación de la Comunicación, versión abreviada - Batería MAC Abreviada. Las puntuaciones fueron comparadas por ANOVA de una vía y Chi-cuadrado. Hubo diferencias significativas entre los grupos LHD y CNP en 89% de las tareas, pero no entre los grupos LHD y LHI. Además, el grupo LHD presentó un desempeño comunicativo inferior al grupo CNP. Tales descubrimientos sugieren evidencias de cooperación interhemisférica para los procesamientos comunicativos.


Patients with right hemisphere brain damage (RBD) usually experience communication impairments. This study aims to investigate the communication processing in patients who suffered a stroke in the right hemisphere. The sample comprised 100 participants: 25 with RBD, 25 with left hemisphere brain damage (LBD) and 50 neurologically healthy controls (NHC). Participants answered a sociodemographic questionnaire, the Mini Mental State Examination to measure general cognitive ability, the Geriatric Depression Scale and the Beck Depression Scale to investigate depressive symptoms, the Bells Test to evaluate hemineglect and the Modified Ranking Scale to verify functional capacity. The communication processing was assessed with the use of the Montreal Communication Evaluation Battery, brief version - Brief MAC Battery. The scores were compared using a One-Way ANOVA and the Chi-squared test. There were significant differences between RBD and NHC groups in 89% of the tasks, but not between RBD and LBD groups. Furthermore, the RBD showed inferior communication skills compared to the NHC group. These findings indicate an interhemispheric cooperation for communication processing.


Assuntos
Humanos , Adulto , Manifestações Neurocomportamentais , Processos Mentais
13.
Rev. colomb. psiquiatr ; 45(2): 118-123, abr.-jun. 2016. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS, COLNAL | ID: lil-791343

RESUMO

Introducción: La esquizofrenia es una enfermedad compleja con graves repercusiones funcionales, por lo que amerita un tratamiento que vaya más allá de los fármacos. Desarrollo del tema: Se requiere un enfoque que, considerando el proceso de diátesis estrés, incluya la rehabilitación, estrategias psicoterapéuticas para los síntomas cognitivos, negativos y psicóticos persistentes, psicoeducación del paciente y las comunidades, estrategias para la adaptación en comunidad como introducción a la fuerza laboral y el modelo comunitario como cambio del paradigma manicomial. Discusión: Es necesario que se establezcan iniciativas privadas y públicas para la atención integral de la esquizofrenia en el país, abogando por el bienestar de quienes la padecen. Conclusiones: El manejo integral del paciente con esquizofrenia requiere una mirada global de este y su enfermedad y es imperativo su desarrollo.


Introduction: Schizophrenia is a complex disease with severe functional repercussions; therefore it merits treatment which goes beyond drugs. Theme development: It requires an approach that considers a diathesis-stress process that includes rehabilitation, psychotherapeutic strategies for persistent cognitive, negative and psychotic symptoms, psychoeducation of patient and communities, community adaptation strategies, such as the introduction to the work force, and the community model, such as a change in the asylum paradigm. Discussion: It is necessary to establish private and public initiatives for the integrated care of schizophrenia in the country, advocating the well-being of those with the disease. Conclusions: The integrated management of schizophrenic patients requires a global view of the patient and his/her disease, and its development is essential.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Esquizofrenia , Preparações Farmacêuticas , Adaptação , Carência Psicossocial , Psicotrópicos , Atenção , Terapêutica , Características de Residência , Estratégias de Saúde , Manifestações Neurocomportamentais , Suscetibilidade a Doenças
14.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-883001

RESUMO

Delirium é um estado confusional agudo, patologia neuropsiquiátrica de forte importância em contexto emergencial e frequentemente subdiagnosticada. De etiologia variada, os pacientes com delirium devem receber manejo imediato e investigação causal básica para resolução completa do quadro.


Delirium is an acute confusional state, a neuropsychiatric pathology with great importance in the emergency department and frequently underdiagnosed. With multiple etiology, patients with delirium should receive immediate management and workup for complete clinical resolution.


Assuntos
Delírio/diagnóstico , Idoso , Serviços Médicos de Emergência , Manifestações Neurocomportamentais
15.
Dement. neuropsychol ; 9(3): 258-264, July-Sept. 2015. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-761045

RESUMO

Objective:Verbal fluency tests are widely used for the assessment of executive functions. However, traditional versions of the test depend on several cognitive factors beyond these components. The aim of this study was to evaluate the associations of a modified version of the verbal fluency with specific measures of executive functions.Methods:Sixty adults were evaluated using traditional versions of verbal fluency (animals/fruits) and a modified condition where subjects must switch between animals and fruits. Processing speed, semantic abilities, psychiatric symptoms and executive functions were also assessed.Results:Partial correlations between the verbal fluency tests and measures of executive functions, controlled for demographic, cognitive and psychiatric symptoms, suggest that cognitive flexibility has 9% shared variance with the verbal fluency test - category animals, 2 % with category fruits, 8% with total words in switching condition, and 20% with total correct word-pairs produced in switching condition. The other aspects of executive functions during the task had shared variance of between 1% and 7% with the verbal fluency tasks.Conclusion:The results suggest that correct word-pairs produced in switching verbal fluency may be a more specific measure for evaluating cognitive flexibility compared to other versions of verbal fluency.


Objetivo:Os testes de fluência verbal são comumente adotados para a avaliação cognitiva de pacientes com transtornos mentais ou doenças neurológicas. Embora muitas vezes utilizado na avaliação das funções executivas, sobretudo flexibilidade cognitiva, versões tradicionais do teste dependem de diversos fatores cognitivos além desses componentes. O objetivo do presente estudo é avaliar as associações de uma versão adaptada do teste de fluência verbal com medidas específicas de funções executivas.Métodos:Avaliamos sessenta adultos com versões tradicionais da fluência verbal (animais/frutas) e uma condição modificada onde o sujeito deve alternar entre animais e frutas. Avaliamos também a velocidade de processamento, habilidades semânticas, sintomas psiquiátricos e aos três componentes centrais das funções executivas (controle inibitório, memória de trabalho e flexibilidade cognitiva).Resultados:As correlações parciais entre os testes de fluência verbal e as medidas de funções executivas, controladas por fatores demográficos, cognitivos e pelos sintomas psiquiátricos, sugere que a flexibilidade cognitiva apresenta 9% de variância compartilhada com o teste de fluência verbal categoria animais, 2% com a categoria frutas, 8% com o total de palavras na fluência verbal alternada, e 20% com total de pares corretos produzidos na fluência verbal alternada. Os demais aspectos das funções executivas durante a tarefa apresentaram variância compartilhada entre 1% e 7% com as tarefas de fluência verbal.Conclusão:Os dados sugerem que o total de pares produzidos no teste de fluência verbal alternada pode ser uma medida mais especifica para a avaliação da flexibilidade cognitiva quando comparado a outras versões da fluência verbal.


Assuntos
Humanos , Testes Psicológicos , Manifestações Neurocomportamentais , Função Executiva , Testes Neuropsicológicos
17.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-1566

RESUMO

O material é componente do Curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa da UNA-SUS/UFMA (Unidade 03, do módulo 07). Trata-se de um recurso educacional interativo que apresenta as dificuldades de percepção e avaliação da dor em idosos, quando estes encontram-se impossibilitados de comunicar-se verbalmente, devido à coexistência de inúmeros fatores como afasia, diminuição sensorial, depressão, perda de memória, dentre outros.


Assuntos
Dor , Manifestações Neurocomportamentais
18.
Dement. neuropsychol ; 7(3)set. 2013.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-689525

RESUMO

Neuropsychiatric symptoms and caregiver burden are highly prevalent in older adults with Alzheimer's disease (AD).OBJECTIVE: To evaluate the correlation between neuropsychiatric symptoms and caregiver burden in a community-based sample from São Paulo, Brazil. METHODS: A total of 1,563 randomly-selected subjects were assessed by the Mini-Mental State Examination, Fuld Object Memory Evaluation, Informant Questionnaire on Cognitive Decline in the Elderly and Bayer - Activities of Daily Living Scale. Subjects considered screen-positives were submitted to a dementia workup and diagnosis was determined according to ICD-10 criteria. The neuropsychiatric Inventory was applied to caregivers to evaluate neuropsychiatric symptoms and the Zarit Burden Interview was also applied to assess caregivers' burden. RESULTS: Sixty-one AD patients, 25 Cognitively Impaired Non Demented (CIND) and 79 healthy elderly subjects were evaluated. Zarit mean scores for controls, CIND and AD were 2.32, 3.92 and 20.11, respectively. There was strong positive correlation between total NPI and Zarit scores.


Sintomas neuropsiquiátricos e sobrecarga do cuidador apresentam alta prevalência em idosos com doença de Alzheimer (DA). OBJETIVO: Avaliar a correlação entre sintomas neuropsiquiátricos e sobrecarga do cuidador em uma amostra comunitária de São Paulo, Brasil. MÉTODOS: Um total de 1.563 indivíduos selecionados aleatóriamente foram avaliados através do Mini-Exame do Estado Mental, "Fuld Object Memory Evaluation", "Informant Questionnaire on Cognitive Decline in the Elderly" e da Escala Bayer - Atividades de Vida Diária. Indivíduos considerados suspeitos foram submetidos a uma investigação para demência, sendo o diagnóstico feito com os critérios da CID-10. Inventário Neuropsiquiátrico foi aplicado nos cuidadores para avaliar sintomas neuropsiquiátricos e a Escala Zarit de Sobrecarga no Cuidador para avaliar sobrecarga nos cuidadores. RESULTADOS: Sessenta e um pacientes com DA, 25 sujeitos com Comprometimento Cognitivo não Demência (CIND) e 79 idosos saudáveis foram avaliados. A média dos escores da Zarit para controles, CIND e DA foi, respectivamente, 2,32, 3,92 e 20,11 pontos. Houve correlação positiva boa entre os escores da NPI e da Zarit. CONCLUSÃO: Sintomas neuropsiquiátricos mostraram uma associação significativa com escores mais elevados de estresse do cuidador.


Assuntos
Humanos , Saúde do Trabalhador , Cuidadores , Manifestações Neurocomportamentais , Doença de Alzheimer , Disfunção Cognitiva
19.
Dement. neuropsychol ; 7(3)set. 2013.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-689526

RESUMO

Vascular Dementia (VaD) and Vascular Cognitive Impairment (VCI) are increasingly common worldwide. Nevertheless, the clinical-neuropsychiatric profile of these patients at presentation is still poorly characterized in developing countries. OBJECTIVE: We aimed to characterize the prevalence of neuropsychiatric symptoms, as well as the clinical and cognitive profile of patients with VaD and VCI in our tertiary University outpatient cognitive clinic. METHODS: We reviewed data on 253 patients diagnosed with VaD or VCI at our center between January 1996 and December 2005, located in an industrial region of the state of Sao Paulo, southeast Brazil. We excluded 19 patients who did not complete the medical investigation or who did not meet the clinical or neuroimaging criteria for vascular dementia. We collected socio-demographic data, educational level, vascular risk factors, behavioral and neuropsychological symptoms and cognitive complaints at presentation. RESULTS: Two hundred and thirty-four cases were included in this analysis. The mean age was 67.77±10.35 years; 72% were males and 82% had less than four years of education (average 2.84±2.96 years). The initial Clinical Dementia Rating score was 2 & 3 in 68%. A total of 185 patients had neuropsychiatric symptoms distributed in main categories as follows: psychosis (52.6%), hallucinations (23.5%), psychomotor agitation (22.5%), depression (17.5%) and apathy (17.5%). Hypertension and previous stroke were the most prevalent risk factors. CONCLUSION: We found a high prevalence of neuropsychiatric symptoms. The clinical-neuropsychiatric profile of patients presenting to cognitive clinics in developing countries may differ greatly to that of more developed nations. These characteristics may have implications for public health strategies.


Demência Vascular (DV) e comprometimento cognitivo vascular (CCV) são diagnósticos cada vez mais relatados em todos os continentes. Entretanto, o perfil dos sintomas comportamentais e psicológicos das demências (SCPD) nos pacientes com DV é ainda pouco descrito e caracterizado, nos países em desenvolvimento. OBJETIVO: Determinar a prevalência dos SCPD, o perfil de manifestações neuropsiquiátricas e cognitivas, nos pacientes com DV no ambulatório de Neurologia Cognitiva e Comportamental (ANCC), do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto (HCRP-FMUSP). MÉTODOS: Revisamos os prontuários de 253 pacientes diagnosticados com DV ou CCV atendidos entre janeiro de 1996 e dezembro de 2005. Excluímos 19 pacientes que não completaram a investigação diagnóstica, não preencheram os critérios clínicos do DSM-IV, e neuroimagem não disponível para análise. Coletamos dados sócio-demográficos, nível de escolaridade, fatores de risco vascular, e SCPD da consulta de admissão. RESULTADOS: 234 pacientes foram incluídos nesta análise. A idade média global foi de 67,77±10,35; com 38% de mulheres; escolaridade de 2,84±2,96 anos; MEEM inicial 13,22±7,00, e 68% de CDR 2 & 3. 79% de pacientes com SCPD foram divididos nas seguintes categorias: psicose (52,6%), alucinações (23,5%), agitação (22,2%), depressão (17,5%) e apatia (17,5%) foram às manifestações mais prevalentes. Hipertensão Arterial e AVC prévio foram os fatores de risco de maior prevalência. CONCLUSÃO: Verificou-se elevada prevalência de SCPD em DV. O perfil destas alterações neuropsiquiátricas na DV mostrou uma tendência na direção de sintomatologia psicótica, devendo ser objeto de mais pesquisas, pois os padrões em nações desenvolvidas podem ser substancialmente diferentes.


Assuntos
Humanos , Demência Vascular , Fatores de Risco , Manifestações Neurocomportamentais , Países em Desenvolvimento
20.
Dement. neuropsychol ; 7(3)set. 2013.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-689529

RESUMO

Neuropsychiatric symptoms (NPS) of dementia constitute one of the most related factors to caregiver burden and patients' early institutionalization. Few studies in Brazil have examined which symptoms are associated with higher levels of caregiver distress. OBJECTIVE: To evaluate the caregiver distress related to individual NPS in familial caregivers of patients with dementia. We also examined which caregiver and patient factors predict caregiver distress associated with NPS. METHODS: One hundred and fifty-nine familial caregiver and dementia outpatient dyads were included. The majority of the patients had a diagnosis of Alzheimer's disease (66.7%). Caregivers were assessed with a sociodemographic questionnaire, Beck Anxiety and Depression Inventories, and the Neuropsychiatric Inventory - Distress Scale. Patients were submitted to the Mini-Mental State Examination, Functional Activities Questionnaire, and the Neuropsychiatric Inventory. Spearman's rank correlation was used to assess the relationships between the continuous variables. Multiple linear regression analyses with backward stepping were performed to assess the ability of caregiver and patient characteristics to predict levels of caregiver distress associated with NPS. RESULTS: Apathy (M=1.9; SD=1.8), agitation (M=1.3; SD=1.8), and aberrant motor behavior (AMB) (M=1.2; SD=1.7) were the most distressful NPS. The frequency/severity of NPS was the strongest factor associated with caregiver distress (rho=0.72; p<0.05). CONCLUSION: The early recognition and management of apathy, agitation and AMB in dementia patients by family members and health professionals may lead to better care and quality of life for both patients and caregivers.


Os sintomas neuropsiquiátricos (SNP) da demência constituem um dos fatores mais relacionados à sobrecarga do cuidador e à institucionalização precoce do paciente. Poucos estudos brasileiros examinaram quais sintomas estão associados ao desgaste do cuidador. OBJETIVO: Avaliar o desgaste referente aos SNP individuais cuidadores familiares dos pacientes com demência. Nós também analisamos quais fatores dos pacientes e dos cuidadores constituem fortes preditores ao desgaste do cuidador. MÉTODOS: Cento e cinquenta cuidadores familiares e pacientes foram incluídos. A maioria dos pacientes possuía um diagnóstico de doença de Alzheimer (66,7%). Os cuidadores foram avaliados através de um questionário sociodemográfico, os Inventários de Ansiedade e Depressão de Beck e o Inventário Neuropsiquiátrico - Desgaste. Os pacientes foram submetidos ao Mini-Exame do Estado Mental, Escala de Atividades Funcionais e ao Inventário Neuropsiquiátrico. A correlação de Spearman foi utilizada para avaliar as relações entre as variáveis contínuas. Análises regressivas lineares múltiplas foram realizadas para analisar, dentre as variáveis dos pacientes e dos cuidadores, os fatores preditores do desgaste do cuidador. RESULTADOS: Apatia (M=1,9; DP=1,8), agitação (M=1,3; DP=1,8) e comportamento aberrante motor (CMA) (M=1,2; DP=1,7) foram os SNP mais desgastantes. A frequência/gravidade dos SNP foi o fator mais fortemente associado ao desgaste do cuidador (rho=0.72; p<0,05). CONCLUSÃO: O reconhecimento precoce e manejo da apatia, agitação e CMA nos pacientes com demência pelos familiares e profissionais de saúde possivelmente levará a uma melhor qualidade vida e cuidado para pacientes e cuidadores.


Assuntos
Humanos , Esgotamento Profissional , Cuidadores , Manifestações Neurocomportamentais , Demência , Doença de Alzheimer
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...