Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
1.
Psicol. ciênc. prof ; 43: e243813, 2023.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1431124

RESUMO

Este estudo propõe analisar as relações e os processos de subjetivação de mulheres quebradeiras de coco babaçu decorrentes das intervenções de políticas desenvolvimentistas em seus territórios de vida e reverberações no Movimento Interestadual de Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB). Sob a perspectiva ético-estético-política da Cartografia, acompanhamos as narrativas das histórias de vida de 24 mulheres, suas atividades cotidianas e eventos do MIQCB, também analisamos os documentos das políticas. Entendemos que, ao passo que tais políticas de desenvolvimento rural contribuem para a melhoria das condições de vida, em termos materiais e simbólicos, elas também produzem ressonâncias relacionadas ao modo de subjetivação do tipo "empresário de si", que agenciam seus modos de viver, de produzir e de se relacionar consigo e com os outros na lógica capitalista neoliberal. A resistência às capturas neoliberais também estão presentes ao ampliarem as mobilizações coletivas do próprio movimento, articulando com outros na produção de um "comum".(AU)


This study proposes to analyze the relations and the processes of subjectivation of babassu coconut-breaker women arising from developmental policy interventions in their territories of life and reverberations in the Babassu Coconut-breaker Interstate Movement (MIQCB). From the ethical-aesthetic-political perspective of Cartography, we followed the narratives of the life stories of 24 women, their daily activities and promoted events by MIQCB, we also analyzed the policy documents. We understand that while these policies of rural development contribute to improve the living conditions, in material and symbolic terms, they also produce resonances related to the "self-entrepreneur" mode of subjectivation, which has been handling their ways of living, producing, and relating to themselves and others in the neoliberal capitalist logic. Resistance to neoliberal captures is also present as they expand the collective mobilizations of the movement itself, articulating with others, in the production of a "common."(AU)


Este estudio tiene como objetivo analizar los procesos de subjetivación de las mujeres que rompen coco babaçu que surgen de las intervenciones de las políticas de desarrollo en sus territorios de vida y las reverberaciones en el Movimiento Interestadual de las Mujeres que Rompen Coco Babaçu (MIQCB). Desde la perspectiva ético-estético-política de la Cartografía, seguimos las narraciones de las historias de vida de 24 mujeres, sus actividades diarias y eventos del MIQCB, y también analizamos los documentos de las políticas. Si bien estas políticas han contribuido a mejorar las condiciones de vida de las mujeres, en términos materiales y simbólicos, también han producido resonancias del modo de subjetivación "autoempresarial", que ha agenciado sus formas de vivir, producir y relacionarse consigo mismas y con los demás en la lógica capitalista neoliberal. La resistencia a las capturas neoliberales también está presente cuando amplían las movilizaciones colectivas del propio movimiento, articulándose con otros en la producción de un "común".(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Crescimento e Desenvolvimento , Economia , Governo , Política , Pobreza , Psicologia , Psicologia Social , Política Pública , Aposentadoria , População Rural , Desejabilidade Social , Justiça Social , Problemas Sociais , Ciências Sociais , Solo , Direitos da Mulher , Madeira , Políticas, Planejamento e Administração em Saúde , Planejamento Socioeconômico , Políticas de Controle Social , Legislação Ambiental , Brasil , Água , Exercício Físico , Etnicidade , Desenvolvimento Econômico , Áreas de Pobreza , Usos do Solo , Zona Rural , Florestas , Organizações , Saúde Ambiental , Conflito de Interesses , Carga de Trabalho , Política de Planejamento Familiar , Empreendedorismo , Agroquímicos , Entrevista , Negociação Coletiva , Comércio , Produtos Agrícolas , Gestão Ambiental , Exploração de Recursos Naturais , Recursos Naturais , Recursos Renováveis , Reservas Naturais , Flora , Conservação dos Recursos Naturais , Diversidade Cultural , Natureza , Feminismo , Indústrias Extrativas e de Processamento , Gestão dos Recursos Naturais , Economia Rural , Capitalismo , Estado , Poder Público , Biodiversidade , Agricultura , Eficiência , Meio Ambiente , Meio Ambiente e Saúde Pública , Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde , Projetos , Mercado de Trabalho , Vigilância Sanitária de Produtos , Controle e Fiscalização de Alimentos e Bebidas , Alimentos de Coco , Maquinaria , Agricultura Sustentável , Recursos não Renováveis , Agroindústria , Comunicação Ambiental , Feminilidade , Política Ambiental , Empresa de Pequeno Porte , Violência Étnica , Fatores Sociológicos , Alimentos , Equilíbrio Trabalho-Vida , Ativismo Político , Participação dos Interessados , Direitos Socioeconômicos , Território Ocupado , Desenvolvimento Sustentável , Programas Sociais , Povos Indígenas , Direito ao Trabalho , Empoderamento , Inclusão Social , Equidade de Gênero , Papel de Gênero , Vulnerabilidade Social , Responsabilidade Ambiental , Responsabilidade Socioambiental , Diversidade, Equidade, Inclusão , Condições de Trabalho , Comércio de Vida Silvestre , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Habitação , Atividades Humanas , Direitos Humanos , Sindicatos , Acontecimentos que Mudam a Vida , Antropologia , Mineração , Categorias de Trabalhadores
2.
Yenagoa Medical Journal ; 4(3): 40-42, 2022.
Artigo em Inglês | AIM (África) | ID: biblio-1392000

RESUMO

War and displacement can have long-term and disastrous repercussions on people's mental, emotional, and physical health. Bombardments, invasions, occupation desertion, and being forced to flee diminish people's sense of security. The risk of being hurt or maimed as a result of conflict causes acute dread, which sets in motion other cascades of mental illnesses such as depression, anxiety, and post-traumatic stress disorder. These mental and emotional impacts are exacerbated by a co-existing pandemic, as migration and populations forced into cramped, dangerous situations are likely to contribute significantly to disease spread, particularly given the current surge of the highly transmissible omicron variant of COVID-19. This threat to life and livelihood eventually leaves some survivors with mental health disorders.


Assuntos
Saúde Mental , Transtornos de Estresse Traumático Agudo , Território Ocupado , COVID-19 , População , Conflitos Armados , Depressão
3.
Psicol. soc. (Online) ; 33: e236043, 2021.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1346839

RESUMO

Resumo O artigo objetiva apresentar a proposta teórica denominada campo de potência. O conceito foi elaborado a partir de pesquisa junto a jovens que participaram de ocupações escolares no estado de São Paulo em 2015 e/ou 2016. A pesquisa teve como fundamento teórico a articulação entre a psicologia histórico-cultural e o pensamento político gramsciano. O campo de potência se configura como um instrumento psicossocial composto por três dimensões entrelaçadas e indissociáveis: potência de agir; aprendizado e desenvolvimento; práxis política. O campo de potência se caracteriza como um ambiente físico e social que favorece a produção de potência de agir; subjetividades e relações democráticas e democratizantes; e práxis política reflexiva e criativa - com caraterísticas multitudinárias. Entende-se que a ação psicossocial pautada no campo de potência possa contribuir com o fortalecimento de movimentos de luta por direitos, bem como com a atuação junto a espaços diversos como: saúde, educação e assistência social.


Abstract The article aims to present the theoretical proposal called the field of power. The concept was developed based on a research with young people who participated in school occupations in the state of São Paulo in 2015 and / or 2016. The research had as theoretical framework the articulation between historical-cultural psychology and Gramscian political theory. The field of power is configured as a psychosocial instrument composed of three intertwined and inseparable dimensions: power to act; learning and development; political praxis. The field of power is characterized as a physical and social environment that favors the production of power to act; democratic and democratizing subjectivities and relations; and reflective and creative political praxis - with multitudinous characteristics. It is understood that the psychosocial action based on the field of power can contribute to the strengthening of movements of fight for rights, as well as with actions in different areas such as: health, education and social assistance.


Resumen El artículo tiene como objetivo presentar la propuesta teórica denominada campo de potencia. El concepto se desarrolló a partir de una investigación con jóvenes que participaron en ocupaciones escolares en el estado de São Paulo en 2015 y/o 2016. La investigación tuvo como base teórica la articulación entre la psicología histórico-cultural y el pensamiento político Gramsciano. El campo de potencia se configura como un instrumento psicosocial compuesto por tres dimensiones entrelazadas e inseparables: potencia de actuar; aprendizaje y desarrollo; praxis política. El campo de potencia se caracteriza como un entorno físico y social que favorece la producción de potencia para actuar; subjetividades y relaciones democráticas y democratizadoras; y praxis política reflexiva y creativa, con características multitudinarias. Se entiende que la acción psicosocial basada en el campo de potencia puede contribuir al fortalecimiento de los movimientos de lucha por derechos, así como con acciones en diferentes áreas como: salud, educación y asistencia social.


Assuntos
Masculino , Feminino , Adolescente , Política , Estudantes , Ativismo Político , Território Ocupado , Empoderamento , Poder Psicológico , Adolescente
4.
Motrivivência (Florianópolis) ; 30(54): 326-341, jul. 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-910874

RESUMO

O propósito desse trabalho é trazer à tona uma discussão a respeito das ocupações em escolas que têm acontecido no Brasil nos últimos anos. Sua relação com o Ensino Médio é por conta de um protagonismo esboçado em tais ocupações e que ganha visibilidades e dizibilidades. A palavra secundarista é aqui convocada como uma espécie de chamamento e de conexão entre política e Educação Física. Política aqui entendida como ocupação dos sentidos, distribuição do sensível e de um comum. Cria-se, pois, uma política menor de educação com intuito de deslocar o que olhar e dizer com as ocupações. Ela não está pautada num fim, numa (re)solução, mas em problematizar intoleráveis. A potência da Educação Física, nesse sentido, pode estar em se valer da premissa de que cuida do corpo e passar a se responsabilizar por tal afirmação, ao escolher os afetos como aquilo a que é preciso estar atenta.


The purpose of this work is to bring up a discussion about the occupations in schools that have been happening in Brazil in recent years. Its relation with High School is due to a protagonist sketched in such occupations and that gains visibilities and something sayable. The high school student is brought here as a kind of call and connection between politics and physical education. Politics understood here as occupation of the senses, distribution of the sensible and of a common. A minor education policy is therefore created with the aim of dislocating what you look at and say with occupations. It isn't based on an end, on (re)solution, but on questioning intolerables. The power of physical education, in this sense, can be based on the premise that it takes care of body and takes responsibility for that affirmation, choosing affections as what needs to be attentive.


El propósito de este trabajo es llevar a una discusión de las ocupaciones en las escuelas que han tenido lugar en Brasil actualmente. Su relación con la escuela secundaria se debe a una función que gaña visibilidad y dizibilidad. La palabra secundario aquí se denomina como una especie de llamada y la conexión entre la política y la educación física. Política entiende acá como la ocupación de los sentidos, la distribución sensible y de lo común. Por lo tanto, crea una política de educación menor con el objetivo de cambiar lo que debe buscar y decir con las ocupaciones. No es guiado en orden, una (re)solución, pero intolerable para ser interrogados. El poder de la educación física en este sentido puede se confiar en la premisa de que se encarga del cuerpo y tomar la responsabilidad de tal declaración al elegir los afectos como lo que hay que tener cuidado.


Assuntos
Política , Instituições Acadêmicas , Ensino Fundamental e Médio , Educação , Território Ocupado
5.
La Habana; Instituto Cubano del Libro; 1973. 156-158 p. (Cuadernos de Historia de la Salud Pública: Dr Félix Figueredo y Díaz: (un hombre del 68 y de la Protesta de Baraguá), 55).
Monografia em Espanhol | CUMED | ID: cum-70512
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...