Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 67
Filtrar
1.
Multimedia | Recursos Multimídia | ID: multimedia-9483

RESUMO

A Estratégia de Saúde Digital é uma ambição factível e inspiracional que busca nortear e alinhar as diversas atividades e projetos públicos e privados, potencializando o poder de transformação da saúde digital no Brasil.


Assuntos
Informática em Saúde Pública/organização & administração , Telemedicina , Portarias , COVID-19/diagnóstico , Sistemas de Informação em Saúde
2.
Multimedia | Recursos Multimídia | ID: multimedia-9489

RESUMO

Início do Planejamento na Estratégia de Saúde Digital 2020-2028, Programa Conecte SUS e a Rede Nacional de Dados em Saúde. Acompanhamento do Tributal de Contas da União - Fortalecimento e revisão dos instrumentos de Governança em Saúde Digital - PNIIS.


Assuntos
Estratégias de eSaúde , Informática em Saúde Pública/normas , Sistemas de Informação em Saúde/legislação & jurisprudência , Portarias ,
3.
Multimedia | Recursos Multimídia | ID: multimedia-9495

RESUMO

Regulamenta o uso do Cadastro de Pessoas Físicas - CPF como instrumento suficiente e substitutivo para a identificação de indivíduos nos registros de saúde.


Assuntos
Telemedicina , Gestão da Informação em Saúde/legislação & jurisprudência , Informática Médica/legislação & jurisprudência , Portarias
5.
Femina ; 49(3): 183-186, 20210331.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1224086

RESUMO

Os autores apresentam a evolução histórica dos caminhos percorridos até a criação do primeiro programa público de interrupção legal da gestação no Brasil. Mencionam o atendimento antes desse programa, que era realizado por poucos, de maneira dissimulada e sem publicidade nem publicações para a preservação das equipes. Mencionam como o Hospital Municipal Dr. Arthur Ribeiro de Saboya foi escolhido para esse desafio. Resgatam a luta das mulheres e dos movimentos feministas, e a criação da portaria que determinava a obrigatoriedade do atendimento para a realização do abortamento legal nos casos de antijuricidade, pela Prefeitura Municipal de São Paulo. Mencionam os difíceis caminhos até a constituição das equipes de atendimento e o desenrolar de uma sequência de fatos históricos, passando pelo início do atendimento imediato às vítimas no sentido de realizar as profilaxias pertinentes, a utilização de aspiração manual intrauterina (AMIU) como técnica principal para atendimento ao abortamento em todas as suas situações, os Fóruns Nacionais de Aborto Legal realizados pelo Cemicamp, Ministério da Saúde e Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), entre outros, que culminaram com tudo o que temos hoje em termos de atendimento integral à saúde da mulher, mormente no que tange aos direitos sexuais e reprodutivos, à violência sexual e à interrupção legal da gestação.(AU)


The authors present the historical evolution of the paths traveled until the creation of the First Public Program for Legal Interruption of Pregnancy in Brazil. They mention the care before this program that was carried out by a few, in a covert way and without advertisements or publications for the preservation of the team. Mention as the Municipal Hospital Dr. Arthur Ribeiro de Saboya was chosen for this challenge. They rescued the struggle of women and feminist movements, the creation of the ordinance that determined the mandatory care for the performance of legal abortion in cases of anti-juristy, by the city of São Paulo. They mention the difficult paths to the constitution of care teams and the development of a sequence of historical facts, through the beginning of immediate care to victims in order to perform the relevant prophylaxis, in the use of the AMIU as the main technique for abortion care in all its situations, the National Legal Abortion Forums held by Cemicamp, Ministry of Health and Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), among others, which culminated in all that we have today in terms of comprehensive care for women's health, especially with regard to sexual and reproductive rights, sexual violence and legal interruption of pregnancy.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , História do Século XX , Aborto Legal/história , Aborto Legal/legislação & jurisprudência , Aborto Legal/métodos , Programas Governamentais/história , Estupro/legislação & jurisprudência , Brasil , Bases de Dados Bibliográficas , Portarias , Violência contra a Mulher
6.
Brasília; Fiocruz Brasilia;Instituto de Saúde de São Paulo; 26 fev. 2021. 13 p.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, PIE | ID: biblio-1358434

RESUMO

Esta síntese rápida de evidências foi comissionada e subsidiada pelo Ministério da Saúde, no âmbito do projeto GEREB-010-FIO-20 e faz parte da Coleção "Rapid response for health promotion". O problema: Ao redor do mundo, a Promoção da Saúde é entendida como conjunto de estratégias que visam intensificar ações intersetoriais e participação social com a finalidade de produzir saúde. No Brasil, a Promoção da Saúde é estabelecida por meio da Política Nacional de Promoção da Saúde, onde ações integradas, transversais e intersetoriais são necessárias para sua implementação. Embora haja esforços para fortalecer essas ações, a complexidade da temática demonstra a incipiência de estratégias de implementação, especialmente na Atenção Primária à Saúde (APS). Essa síntese rápida tem o propósito de identificar estratégias que auxiliem nesse contexto. Busca de evidência: As buscas em nove bases de dados resultaram em 1.628 referências, entre as quais 12 revisões sistemáticas (RS) foram incluídas após o processo de seleção. Evidências: Das 12 RS, três RS avaliaram estratégias para promoção do aleitamento materno; seis avaliaram estratégias para a promoção da atividade física; duas avaliaram estratégias de promoção da alimentação saudável em ambientes de cuidado primário; uma analisou estratégias de promoção para ampliar a comunicação ou educação em ambientes de cuidado primário. Foram encontrados dados sobre barreiras e facilitadores dessas intervenções. No entanto, não são apresentados os resultados dessas RS, porque é bastante provável que elas representem apenas uma parcela de publicações sobre esses temas. Considerações finais: Apesar de terem sido realizadas buscas estruturadas e processo de seleção, houve um entendimento da equipe que as ações e temáticas identificadas são insuficientes para abarcar de maneira completa e adequada as ações de Promoção da Saúde recomendadas pelo Ministério da Saúde.


This rapid synthesis of evidence was commissioned and subsidized by the Ministry of Health, within the scope of the GEREB-010-FIO-20 project and is part of the "Rapid response for health promotion" Collection. The problem: Around the world, Health Promotion is understood as a set of strategies that aim to intensify intersectoral actions and social participation in order to produce health. In Brazil, Health Promotion is established through the National Health Promotion Policy, where integrated, transversal and intersectoral actions are necessary for its implementation. Although there are efforts to strengthen these actions, the complexity of the theme demonstrates the incipience of implementation strategies, especially in Primary Health Care (PHC). This rapid synthesis aims to identify strategies that help in this context. Search for evidence: Searches in nine databases resulted in 1,628 references, among which 12 systematic reviews (RS) were included after the selection process. Evidences: Of the 12 SRs, three SRs evaluated strategies to promote breastfeeding; six evaluated strategies to promote physical activity; two evaluated strategies to promote healthy eating in primary care settings; one analyzed promotion strategies to expand communication or education in primary care settings. Data on barriers and facilitators of these interventions were found. However, the results of these SRs are not presented, because it is quite likely that they represent only a portion of publications on these topics. Final considerations: Although structured searches and a selection process were carried out, the team understood that the actions and themes identified are insufficient to fully and adequately cover the Health Promotion actions recommended by the Ministry of Health.


Assuntos
Humanos , Atenção Primária à Saúde/normas , Política de Saúde , Portarias
8.
Salvador; s.n; 2020. 88 p.
Não convencional em Português | Coleciona SUS, CONASS, SES-BA | ID: biblio-1117647

RESUMO

Documento foi elaborado com base em informações, orientações e normas de órgãos federais, estaduais, municipais, tais como ANVISA, Conselho Federal de Medicina, Sociedade Brasileira de Patologia, Organização Mundial de Saúde (OMS), Regulamento Sanitário Internacional, entre outros.


Assuntos
Infecções por Coronavirus/mortalidade , Infecções por Coronavirus/epidemiologia , Estratégias de eSaúde , Brasil/epidemiologia , Portarias , Pandemias , Vigilância em Saúde Pública/métodos , Práticas Mortuárias/normas
9.
Rev. Ciênc. Plur ; 5(2): 129-142, ago. 2019.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1021776

RESUMO

Introdução:O suicídio é tido como um fenômeno complexo, multicausal, fruto da interação de fatores de ordem filosófica, biológica, antropológica, psicológica, e social, considerado nos dias de hoje um grave problema de saúde pública.Objetivo:realizar uma análise documental dos materiais lançados pelo SUS relacionados às medidas a serem adotadas em casos e tentativas de suicídio, bem como nos meios previni-las.Método:trata-se de um estudo descritivo, no qual foram verificadas as portarias e manuscritos do SUS relacionadas ao suicídio, tendo sido consultados oito documentos oficiais.Resultados:a primeira portaria a tratar especificamente do assunto, Portaria nº 1.876, foi lançada em 2006, e instituiu as Diretrizes Nacionais para Prevenção do Suicídio, norteando as estratégias do Ministério da Saúde para atuação e contenção do fenômeno. A partir dela, outros documentos foram instituídos, visando o aprimoramento do acesso, acolhimento, e tratamento aos indivíduos predispostos a desenvolverem depressão, ou que estão em situações de risco, além de garantir maiores esforços e investimentos para grupos específicos. Conclusões:as portarias estabelecidas garantem ao usuário do SUS acolhimento e acompanhamento, desde o nível de atenção básica até a atenção especializada (AU).


Introduction:Suicide is considered as a complex phenomenon, multicausal, fruit of the interaction of factors of philosophical, biological, anthropological, psychological, and social, considered today a serious public health problem.Objective:to perform a documentary analysis of the materials released by the SUS related to the measures to be adopted in cases and suicide attempts, as well asin the means to prevent them.Methods:this is a descriptive study, in which the ordinances and SUS manuscripts related to suicide were verified, and eight official documents were consulted.Results:the first ordinance to deal specifically with the subject, Ordinance No. 1,876, was launched in 2006, and established the National Guidelines for Suicide Prevention, guiding the strategies of the Ministry of Health to act and restrain the phenomenon. From this, other documents were instituted, aimed at improving access, shelter, and treatment to individuals predisposed to develop depression, or who are at risk, as well as guaranteeing greater efforts and investments for specific groups.Conclusions:established ordinances guarantee hosting and follow-upto the SUS user, from basic care level to specialized care (AU).


Assuntos
Suicídio , Sistema Único de Saúde , Saúde Mental , Portarias , Transtornos Mentais/psicologia , Brasil , Epidemiologia Descritiva , Depressão/psicologia , Serviços de Saúde
10.
Multimedia | Recursos Multimídia | ID: multimedia-2842

RESUMO

Foi lançada nesta quarta-feira (27/09) em Brasília, a ferramenta SUS Legis que sistematiza as normas em vigor do SUS para melhorar a gestão e o controle social. A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Programa de Direito Sanitário da Fiocruz, a Faculdade de Direito da Universidade de Brasília (UnB), o Ministério da Saúde, o CONASS e o Conasems.


Assuntos
Sistema Único de Saúde/legislação & jurisprudência , Sistema Único de Saúde/normas , Sistema Único de Saúde/organização & administração , Gestão da Informação em Saúde/organização & administração , Portarias
13.
Multimedia | Recursos Multimídia | ID: multimedia-2558
14.
Multimedia | Recursos Multimídia | ID: multimedia-2548

RESUMO

Apresentação da assessora técnica do CONASS, Viviane Rocha de Luiz, realizada na oficina sobre a PRT GM/MS n. 3992/17


Assuntos
Portarias , Sistemas de Saúde/organização & administração , 50207
15.
Multimedia | Recursos Multimídia | ID: multimedia-2549

RESUMO

Apresentação do assessor do Ministério da Saúde, Marcos Franco, realizada na oficina do CONASS sobre a PRT GM/MS n. 3992/17


Assuntos
50207 , Sistemas de Saúde , Portarias
16.
Multimedia | Recursos Multimídia | ID: multimedia-2550

RESUMO

Apresentação do Diretor do Fundo Nacional de Saúde, Antonio Carlos Rosa de Oliveira Junior, realizada na oficina do CONASS sobre a PRT GM/MS n. 3992/17


Assuntos
Planejamento em Saúde/economia , 16949 , Portarias , 50207
18.
Recurso na Internet em Português | LIS - Localizador de Informação em Saúde, LIS-bvsms | ID: lis-35310

RESUMO

Rede Interagencial de Informações para a Saúde (Ripsa). Documentos legais sobre a constituição que viabiliza parcerias entre entidades representativas dos segmentos técnicos e científicos nacionais envolvidos na produção, análise e disseminação de dados, objetivando sistematizar informações úteis ao conhecimento e à compreensão da realidade sanitária brasileira e de suas tendências.


Assuntos
Normas Jurídicas , Portarias , Política Nacional de Vigilância Sanitária , 50207 , Indicadores Básicos de Saúde , Disseminação Seletiva de Informação
19.
Rev. esp. sanid. penit ; 17(3): 75-81, 2015. ilus
Artigo em Espanhol | IBECS | ID: ibc-141936

RESUMO

En el S. XIX, aparece en España el concepto «Sanidad penitenciaria» en el ordenamiento legal como elemento propio de las prisiones. En este siglo, gracias a una serie de principios ideológicos de carácter humanitario y progresista, se regulan y decretan normas que organizan la necesidad de una adecuada atención médica en los presidios de África, en los peninsulares, insulares y de ultramar. La más importante de ellas en aquella época, la constituyó la Ordenanza General de los Presidios del Reino de 1834, y el posterior Reglamento de 1844 (AU)


In the 19th century, the concept of «prison health» began to make an appearance in Spanish legislation as an integral part of prison management. Thanks to a series of ideological and progressive principles in the same century, laws were decreed and regulated to address the need for adequate medical care for prisoners in Africa, Spain and the overseas territories. The most important of these was the Royal Ordinance of Prisoners of the Kingdom of 1834, and subsequent Regulation of 1844 (AU)


Assuntos
História do Século XIX , Prisões/história , Prisões/legislação & jurisprudência , Prisioneiros/história , Prisioneiros/legislação & jurisprudência , Saúde/história , Saúde/legislação & jurisprudência , 24439 , Terapias Espirituais/história , Terapias Espirituais/legislação & jurisprudência , Portarias , Código Sanitário
20.
São Paulo; SMS; 2015. [2] p.
Não convencional em Português | Sec. Munic. Saúde SP, Sec. Munic. Saúde SP | ID: sms-10920
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...