Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 241
Filtrar
1.
São Luís; s.n; 2019. 1-140 p. graf, tab.
Não convencional em Português | Coleciona SUS, CONASS, SES-MA | ID: biblio-1128175

RESUMO

O Plano Estadual pela Primeira Infância (PEPI) tem como foco construir novas práticas nas políticas públicas e sociais para a primeira infância do Maranhão, seguindo as orientações do Plano Nacional pela Primeira Infância (PNPI). O Plano foi aprovado pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA) e sua criação pautada pela Rede Estadual Pela Primeira Infância (REPI). O documento é um marco na promoção e garantia dos direitos das crianças em áreas como saúde, educação, cultura, entre outras. A coordenação dos trabalhos será feita pela Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP) e Secretaria Extraordinária de Articulação das Políticas Públicas (SEEPP).


Assuntos
Humanos , Recém-Nascido , Lactente , Pré-Escolar , Criança , Política Pública , Defesa da Criança e do Adolescente , Direitos Humanos , Planos Regionais
2.
Recife; Pernambuco. (Estado) Secretaria de Saúde; 2019. 40 p. ilus.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, CONASS, SES-PE | ID: biblio-1122758

RESUMO

As Oficinas Regionais foram realizadas com os objetivos de mobilizar e formar politicamente gestores estaduais e municipais, trabalhadores, docentes e estudantes das instituições de ensino, conselheiros e movimentos sociais; discutir e incorporar novas proposições ao Plano de Educação Permanente em Saúde de Pernambuco (PEPS-PE 2019-2022); mobilizar e reestruturar as CIES regionais; apoiar o desenvolvimento dos Planos Regionais e Municipais de Educação Permanente em Saúde. (AU)


Assuntos
Educação Continuada , Política de Saúde , Atenção Primária à Saúde , Educação em Saúde , Planos Regionais , Gestão em Saúde
3.
Pernambuco; Pernambuco (Estado) Secretaria de Saúde; 2019. 29 p. ilus.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, CONASS, SES-PE | ID: biblio-1122748

RESUMO

As Oficinas Regionais foram realizadas com os objetivos de mobilizar e formar politicamente gestores estaduais e municipais, trabalhadores, docentes e estudantes das instituições de ensino, conselheiros e movimentos sociais; discutir e incorporar novas proposições ao Plano de Educação Permanente em Saúde de Pernambuco (PEPS-PE 2019-2022); mobilizar e reestruturar as CIES regionais; apoiar o desenvolvimento dos Planos Regionais e Municipais de Educação Permanente em Saúde. (AU)


Assuntos
Planos Regionais , Educação Continuada , Política de Saúde , Atenção Primária à Saúde , Educação em Saúde , Gestão em Saúde , Vigilância em Saúde Pública
4.
Pernambuco; Pernambuco. (Estado) Secretaria de Saúde; 2019. 32 p. ilus.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, CONASS, SES-PE | ID: biblio-1122766

RESUMO

As Oficinas Regionais foram realizadas com os objetivos de mobilizar e formar politicamente gestores estaduais e municipais, trabalhadores, docentes e estudantes das instituições de ensino, conselheiros e movimentos sociais; discutir e incorporar novas proposições ao Plano de Educação Permanente em Saúde de Pernambuco (PEPS-PE 2019-2022); mobilizar e reestruturar as CIES regionais; apoiar o desenvolvimento dos Planos Regionais e Municipais de Educação Permanente em Saúde. (AU)


Assuntos
Gestão em Saúde , Educação Continuada , Atenção Primária à Saúde , Educação em Saúde , Planos Regionais , Política de Saúde , Gestor de Saúde
5.
Pernambuco; Pernambuco (Estado) Secretaria de Saúde; 2019. 25 p. ilus.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, CONASS, SES-PE | ID: biblio-1122771

RESUMO

As Oficinas Regionais foram realizadas com os objetivos de mobilizar e formar politicamente gestores estaduais e municipais, trabalhadores, docentes e estudantes das instituições de ensino, conselheiros e movimentos sociais; discutir e incorporar novas proposições ao Plano de Educação Permanente em Saúde de Pernambuco (PEPS-PE 2019-2022); mobilizar e reestruturar as CIES regionais; apoiar o desenvolvimento dos Planos Regionais e Municipais de Educação Permanente em Saúde. (AU)


Assuntos
Educação Continuada , Atenção Primária à Saúde , Educação em Saúde , Planos Regionais , Gestão em Saúde , Gestor de Saúde , Política de Saúde
6.
São Paulo; s.n; 2019. 539 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1009188

RESUMO

A aprovação da Estratégia Global e do Plano de Ação sobre Saúde Pública, Inovação e Propriedade Intelectual (GSPOA), no âmbito da Organização Mundial da Saúde (OMS), está baseada na percepção da necessidade de melhoria nas condições de acesso dos países em desenvolvimento a medicamentos e outros produtos que atendam às suas necessidades específicas de saúde pública. Para tanto, a GSPOA está dividida em 8 elementos principais, 25 subitens, distribuídos por 108 pontos de ação, que visam aumentar a eficácia na promoção da inovação dentro dos países, através do desenvolvimento institucional, investimento e coordenação de áreas relevantes para a inovação em saúde. Nesse contexto, o escopo da presente investigação doutoral consiste em perscrutar os desafios para a plena implementação da referida política internacional no Brasil. Trata-se de estudo de caso - enquanto método de investigação qualitativa - que tem sua aplicação quando o pesquisador busca uma compreensão extensiva e com mais objetividade e validade conceitual, do que propriamente estatística. Perquiriu-se, destarte, políticas públicas nacionais, observando racionalmente se promoveram alguma alteração efetiva no âmbito interno, relacionadas com a pesquisa e desenvolvimento e ao acesso a medicamentos seguros, eficazes, de qualidade, e, principalmente, a preços acessíveis. Partindo de uma perspectiva crítica, e marcos teóricos consagrados, buscou-se situar a GSPOA num contexto de saúde transnacional em uma era de globalização, e os desafios para implementar mais completamente um direito à saúde, que transcenda medicamentos e exigências individuais, e que promova a reconsideração da relação sistêmica entre pesquisa farmacêutica, interesse comercial e assistência à saúde pública. Observamos que, para o período de 2008-2015, houve um processo de recrudescimento das políticas de inovação na seara da saúde, bem como êxito na promoção de iniciativas relativas à identificação de lacunas, e na formulação de estratégias que priorizam explicitamente a pesquisa e desenvolvimento em doenças negligenciadas de maior incidência no país. No entanto, verificou-se que tais ferramentas ainda são insuficientes para a efetiva superação do hiato tecnológico, e do déficit público referente às importações de insumos para o setor saúde. Um dos principais desafios relacionados com a inovação em saúde seria justamente colocar o sistema universal de saúde em posição de centralidade no âmbito das políticas do Estado. Em suma, tem-se que tais desafios têm origem orçamentário-financeira, normativa e institucional. Orçamentário-financeira porque o subfinanciamento do SUS é histórico, impactando nas demandas de pesquisa e desenvolvimento na seara sanitária. Quanto ao aspecto normativo, contata-se que opções equivocadas, especialmente quando da promulgação da Lei de Propriedade Industrial (nº 9.279/1996), comprometem a instrumentalização de políticas progressistas para que a propriedade intelectual responda melhor às reais necessidades de saúde pública. Em relação ao marco institucional, constatou-se que o diálogo entre os órgãos da Administração Pública, envolvidos na seara do acesso a medicamentos, em suas mais diversas interfaces, tem sua ação prejudicada diante da sobreposição dos interesses econômicos frente à segurança sanitária. A superação de tais entraves, para a plena implementação da GSPOA no Brasil, é deveras imprescindível, numa ação positiva no contexto do direito social à saúde e ao acesso universal a medicamentos


The approval of the Global Strategy and Plan of Action on Public Health, Innovation and Intellectual Property (GSPOA) within the framework of the World Health Organization (WHO) is based on the perception of the need to improve the access conditions of developing countries to medicines and other products that meet your specific public health needs. To this end, GSPOA is divided into 8 main elements, 25 sub-items, distributed by 108 action points, aimed at increasing efficiency in promoting innovation within countries, through institutional development, investment and coordination of areas relevant to innovation in health. In this context, the scope of this doctoral research consists of examining the challenges for the full implementation of this international policy in Brazil. It is a case study - as a method of qualitative research - that has its application when the researcher seeks an extensive understanding and with more objectivity and conceptual validity, than properly statistical. National public policies have been sought, rationally observing whether they have promoted any effective changes at the internal level related to research and development and access to safe, effective, quality and, above all, affordable medicines. From a critical perspective, and with established theoretical frameworks, the aim was to situate the GSPOA in a transnational health context in an era of globalization, and the challenges to more fully implement a right to health, which transcends medicines and individual demands, and promotes the reconsideration of the systemic relationship between pharmaceutical research, commercial interest and public health assistance. We note that, for the period 2008-2015, there was a process of strengthening innovation policies in health, as well as successful initiatives to identify gaps, and the formulation of strategies that explicitly prioritize research and development in neglected diseases of greater incidence in the country. However, it was verified that such tools are still insufficient for the effective overcoming of the technological gap, and of the public deficit regarding imports of inputs for the health sector. One of the main challenges related to health innovation would be precisely to place the universal health system in a position of centrality within the scope of State policies. In summary, these challenges have a budgetary-financial, normative and institutional origin. Budgetary-financial because SUS underfunding is historical, impacting the demands of research and development in the sanitary seara. Regarding the normative aspect, it is suggested that misguided options, especially when promulgating the Industrial Property Law (No. 9.279 / 1996), compromise the use of progressive policies so that intellectual property responds better to the real needs of public health. In relation to the institutional framework, it was found that the dialogue between the Public Administration organs, involved in the area of access to medicines, in its most diverse interfaces, is affected by the overlapping of economic interests in relation to health security. The overcoming of such obstacles, for the full implementation of the GSPOA in Brazil, is indeed essential, in a positive action in the context of the social right to health and universal access to medicines


Assuntos
Saúde Pública , Planos Regionais , Propriedade Intelectual , Criatividade , Acesso a Medicamentos Essenciais e Tecnologias em Saúde , Política Pública , Brasil , Relatos de Casos , Pesquisa Qualitativa , Países em Desenvolvimento , Organizações de Planejamento em Saúde , Acesso aos Serviços de Saúde
7.
Washington, D.C; OPS; 2017-06.
em Espanhol | PAHO-IRIS | ID: phr-34144

RESUMO

[Introducción]: El Plan de acción de leishmaniasis para las Américas es un instrumento que consolida las principales líneas de acciones para fortalecer la vigilancia y control de la enfermedad en la región. Además, presenta los indicadores de proceso para valorar su progreso, así como los epidemiológicos y operacionales para monitorear la enfermedad y los avances en la calidad de los servicios realizados y de la información disponible. El mismo fue elaborado a partir de los lineamientos y directrices del Programa Global de Leishmaniasis de la Organización Mundial de la Salud- OMS, adecuados a las características epidemiológicas y aspectos específicos a la Región, con el fin de alcanzar el compromiso asumido por los países miembros, en el marco de los mandatos aprobados por la Asamblea Mundial de la Salud y el Consejo Directivo de la OPS/OMS, expresados por las Resoluciones WHA 60.13 de mayo del 2007, WHA 66.12 del 2013, CD49. R19 de octubre del 2009 y CD55. R09 de septiembre del 2016. Este plan de acción es el resultado de un análisis de datos epidemiológicos, discusiones técnicas, consensos y recomendaciones hechas por expertos, investigadores y profesionales responsables por las acciones de lucha contra la enfermedad de los países endémicos, teniendo como principal punto para discusión la evidencia científica disponible en la Región. Las acciones propuestas en este Plan fueron formuladas a partir del diagnóstico de la situación de la enfermedad en la Región, dividiéndolas inicialmente en dos grupos de acuerdo con el tipo de enfermedad: leishmaniasis cutánea y leishmaniasis visceral, que se diferencian en la presentación clínica, las especies de Leishmania, los vectores y reservorios, así como, por las características del ciclo de transmisión, lo que hace que se diferencien las acciones de vigilancia y control. Las acciones están enfocadas en el diagnóstico temprano, el tratamiento y seguimiento adecuados de las personas afectadas, la vigilancia, prevención y control de los casos humanos, de los vectores y de los reservorios, cuando se requiere.


Assuntos
Leishmaniose Visceral , Monitoramento Epidemiológico , Doenças Endêmicas , Planos Regionais , América
8.
An. Fac. Med. (Perú) ; 76(3): 269-276, jul.-set.2015.
Artigo em Espanhol | LILACS, LIPECS | ID: lil-781092

RESUMO

La desnutrición infantil es uno de los principales problemas de salud pública nacional y global. Objetivos. Analizar los logros y limitaciones en una Región del Perú de una política regional en la lucha contra la desnutrición. Diseño. Estudio cualitativo empleando el Enfoque de Evaluación de Sistemas de Salud - Health System Assessment. Lugar. La Región San Martín, Perú. Participantes. Gestores y funcionarios de la Región de Salud, usuarios y no usuarios de los servicios. Intervenciones. Entre junio y julio 2014 se realizaron entrevistas semiestructuradas a gestores y funcionarios de los niveles regional y local de la autoridad de salud de la Región San Martín, Perú, así como entrevistas a usuarios y no usuarios de los servicios. Principales medidas de resultados. Nudos críticos en la reducción de la desnutrición infantil. Resultados. Se identificó nudos críticos a nivel de cada uno de los seis componentes del modelo empleado: gobernanza, financiamiento, provisión de servicios, recursos humanos, medicamentos, y sistema de información. Conclusiones. Se extraen lecciones aprendidas sobre la base de los resultados, validadas en talleres con los propios funcionarios de la región y directivos nacionales de salud...


Introduction: Chronic infant malnutrition is one of the main public health issues in Peru and in the world. Objectives: To determine achievements and limitations of a regional policy against chronic infant malnutrition in a Region of Peru. Design: Qualitative study, using the Health System Assessment Approach, as promoted by the World Health Organization. Setting: San Martin Region, Peru. Participants: Managers and professionals working at the Health Region as well as users and non users of the services. Interventions: In June and July 2014 semistructured interviews were conducted with health managers and workers at regional and local levels as well as with services users and non users. Main outcome measures: Bottlenecks in the reduction of child malnutrition. Results: Bottlenecks for each of the model components -governance, financing, provision, health resources, drugs, and information system- were identified. Conclusions: Learned lessons from the results and validated in workshops with the participants are drawn...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Planos Regionais , Programas e Políticas de Nutrição e Alimentação , Sistemas de Saúde , Transtornos da Nutrição Infantil/prevenção & controle , Pesquisa Qualitativa
9.
Washington, D.C; Organización Panamericana de la Salud; 30 Sept. 2015. 25 p. ilus. (CD54/7, Rev. 2).
Não convencional em Espanhol | LILACS | ID: lil-761888

RESUMO

Un plan de acción sobre inmunización que busca proteger los logros históricos de la eliminación de la viruela, la poliomielitis y la rubéola ante un reciente aumento en las brechas de cobertura de vacunación y haciendo frente a nuevos objetivos.


Assuntos
Humanos , Pré-Escolar , Estratégias de Saúde Regionais/normas , Planos e Programas de Saúde/normas , Programas de Imunização/economia , Vacinas/imunologia , América , Controle de Doenças Transmissíveis , Conselho Diretor da OPAS , Planos Regionais/políticas , Vigilância em Saúde Pública/métodos
10.
Saúde Soc ; 24(1): 361-373, Jan-Mar/2015. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-744756

RESUMO

A atenção a Urgência e Emergência é um desafio a ser enfrentado pelo Sistema Único de Saúde e demanda dos gestores a organização deste. Para atender a essa demanda, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais propôs a construção da Rede de Atenção de Urgência e Emergência na Macrorregião Norte de Minas Gerais, sendo a compreensão de seu funcionamento o objetivo deste artigo. Trata-se de uma pesquisa qualitativa e exploratória do tipo estudo de caso. A coleta de dados foi feita mediante pesquisa documental, observação e entrevistas com informantes-chave, membros do Comitê Gestor e profissionais da Secretaria de Estado que acompanham a Rede de Atenção à Urgência e Emergência do Norte de Minas. Os resultados indicam dificuldades, facilidades e avanços no processo. Entre as facilidades, tem-se a implantação da rede, a criação do Comitê, a regionalização do Serviço de Atenção Móvel de Urgência, a adoção da classificação de risco e o suporte do Estado. Entre as dificuldades, estão o modelo de financiamento, a extensão territorial, o despreparo e a rotatividade dos profissionais. Já o avanço foi o maior acesso. Conclui-se ser este um processo complexo e dinâmico, que envolve diversos e diferentes atores. Trata-se de ação pioneira e ousada, que, a despeito das dificuldades, tem se mostrado bastante positiva.


The attention to the Urgency and Emergency sectors is a challenge to be faced by the Unified Health System and demands organization from the health managers. In order to respond to this demand, the State Secretary of Health has proposed the implementation of the Urgency and Emergency Attention Network in the Northern Macro-region of Minas Gerais, and this article, a qualitative and exploratory research in the form of a case study, aims to understand its function. The data was collected through documental research, observation and interviews with key-informants (members of the Managerial Committee and professionals of the Secretariat of State who accompany the Urgency and Emergency Attention Network in the North of Minas Gerais). The results point at difficulties, but also at positive aspects and advances. On the positive end are the network implementation, the Committee creation, the Emergency Mobile Health Care regionalization, the risk classification and the State support. On the negative end are the financing model, the large territory, the workers' lack of prepare, and their high turnover. As advances, the better access to the services is highlighted. The conclusion is that this is a complex and dynamic process that involves many different actors. This network is an innovative and audacious action, which, despite the difficulties, has proved to be very positive.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Assistência Ambulatorial , Serviços Médicos de Emergência , Medicina de Emergência , Gestão em Saúde , Serviços de Saúde , Sistemas de Saúde , Sistema Único de Saúde , Mão de Obra em Saúde , Hospitais , Pesquisa Qualitativa , Planos Regionais
11.
Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20110000. 35 p. ilus.
Monografia em Espanhol | LILACS, MINSAPERÚ | ID: biblio-965075

RESUMO

La DIGESA ha diseñando un Plan de implementación de la estrategia de riego con secas intermitentes en el cultivo de arroz para el control vectorial de la malaria en regiones priorizadas del Perú, 2010-2012, para ser aplicado de manera compartida entre los tres niveles de gobierno: Nacional, Regional y Local, en las regiones consideradas endémicas y en riesgo de transmisión de malaria y que sean productoras de arroz. Cabe anotar que además de alcanzar un mejor control vectorial, el plan incluye como objetivos el uso mejorado del recurso agua y de agroquímicos, ambos relacionados con la salud del ambiente y de las poblaciones que lo ocupan.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Planos Regionais , Irrigação Agrícola
12.
Recurso na Internet em Espanhol | LIS - Localizador de Informação em Saúde, LIS-ES-CIUD | ID: lis-44750

RESUMO

Incluye: introducción, características generales de las enfermedades raras, necesidades y expectativas de los pacientes y familias, expectativas y necesidades de los profesionales, epidemiología de las enfermedades raras, principales iniciativas en la atención a las enfermedades raras, aspectos asistenciales, objetivos, desarrollo y seguimiento...


Assuntos
Planos Regionais , Planos de Sistemas de Saúde , Doenças Raras , Doenças Raras/epidemiologia
13.
Recurso na Internet em Espanhol | LIS - Localizador de Informação em Saúde, LIS-ES-CIUD | ID: lis-44694

RESUMO

Contiene información sobre campañas, Plan Canario sobre Drogodependencias, red asistencial, enlaces a revistas, etc.


Assuntos
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias , Planos Regionais , Planos de Sistemas de Saúde
14.
Recurso na Internet em Espanhol | LIS - Localizador de Informação em Saúde, LIS-ES-PROF | ID: lis-42698

RESUMO

Ofrece acceso a los diversos planes de salud de la Consejería de Sanidad.


Assuntos
Planos Regionais , Planos de Sistemas de Saúde
15.
Recurso na Internet em Espanhol | LIS - Localizador de Informação em Saúde, LIS-ES-PROF | ID: lis-42666

RESUMO

Contiene información sobre el Observatorio de Agresiones, protocolo de actuación de los profesionales de la Gerencia Regional de Salud ante una situación de agresión y otros documentos de interés.


Assuntos
Agressão , Riscos Ocupacionais , Relações Profissional-Paciente , Pessoal de Saúde , Planos Regionais
16.
La Paz; OPS/OMS; dic. 2009. [46] p. tab.
Não convencional em Espanhol | LIBOCS, LIBOSP | ID: biblio-1301838

RESUMO

El presente documento incluye la elaboración diagnóstico de la situación, objetivos, metas, líneas de acción e indicadores de monitoreo y evaluación, así como número de PAP estimdos con proyecciones 2004


Assuntos
Colo do Útero , Neoplasias do Colo do Útero , Planos Regionais
17.
Recurso na Internet em Espanhol | LIS - Localizador de Informação em Saúde, LIS-ES-PROF | ID: lis-42638

RESUMO

Incluye: introducción; medidas de prevención; medidas de atención a los profesionales; acciones para con el agresor; plan de comunicación; evaluación y seguimiento. Mapa de riesgos; anexos.


Assuntos
Agressão , Riscos Ocupacionais , Relações Profissional-Paciente , Pessoal de Saúde , Planos Regionais
19.
s.l; Coordinación de Eduación y Cultura Centroamericana (CECC);Centro de Coordinación para la Prevención de los Desastres Naturales en América Central (CEPREDENAC);Organización de los Estados Americanos (OEA);UNICEF;NU. Estrategia Internacional para Reducción de los Desastres (UN/EIRD);U.S. Office of Foreign Disaster Assistance (OFDA); mar. 2008. 54 p.
Monografia em Espanhol | Desastres | ID: des-18035

RESUMO

La tendencia generada por la variabilidad y los cambios climáticos apunta a un incremento globalizado en la afectación que causan los desastres relacionados con eventos de origen natural. La educación es el medio indiscutible para lograr generar una nueva cultura sobre riesgos y desastres y desarrollar capacidades al efecto en todos los niveles de la sociedad.


Assuntos
Instituições Acadêmicas , Estratégias de Saúde Regionais , Planos Regionais , América Central
20.
In. Miranda, Ary Carvalho de; Barcellos, Christovam; Moreira, Josino Costa; Monken, Mauricio. Território, ambiente e saúde. Rio de Janeiro, Editora Fiocruz, 2008. p.101-116, tab.
Monografia em Português | LILACS | ID: lil-516627
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...