Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 35
Filtrar
1.
Washington, D.C.; PAHO; 2022-08-19.
em Inglês | PAHO-IRIS | ID: phr-56300

RESUMO

The year 2020 set a record for the highest number of tropical/subtropical storms registered in a year. According to data from the National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA), the 2020 Atlantic Hurricane Season was the busiest year, with 29 events that caused economic losses estimated at US$ 50 billion, according to data from NOAA. Climate change has also brought with it an increased risk of the impact of higher intensity storms. The rise in water temperature in the Atlantic is causing a greater chance for hurricanes to develop. These natural events are not only more frequent but, in some cases, more catastrophic as well. One major impediment to resilience is the lack of suitably qualified or experienced professionals to design and build hurricane-resistant buildings in many countries that are typically the most affected. In most low-income countries, current building codes do not encourage the construction of robust structures that will withstand major hurricanes or are the building codes enforced. Additionally, reconstruction after the impact of such events is often rushed and poorly designed and executed. The Pan American Health Organization aims to reduce the recurrent damage following the impact of major hurricanes, with this illustrated, easy-to-follow guide to build Category 5-resistant roofs and external walls. These guidelines are to be used by local builders for the safe design and construction of roofs in hurricane-prone regions. True sustainability is achieved once people understand what they can do to help themselves and prevent future damage and losses. Therefore, we aim to provide graphic tools illustrating the safe and proper way to build and connect timber roofs to help minimize the loss of building infrastructure, impact on livelihoods and loss of lives.


Assuntos
Tempestades Ciclônicas , Tempestades Ciclônicas , Tempestades , Projetos de Infraestrutura , Emergências em Desastres
2.
Licere (Online) ; 25(1): 68-101, mar.2022. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem, Coleciona SUS | ID: biblio-1367145

RESUMO

O objetivo desta investigação científica foi analisar o financiamento e gasto do orçamento público federal com a infraestrutura urbana de esporte de 2004 a 2019. O estudo se caracteriza como uma pesquisa descritivo-exploratória, de cunho quantiqualitativo, desenvolvida a partir de levantamento documental no Siga Brasil, tendo sido os dados analisados a partir dos indicadores "fontes de financiamento", "magnitude" e "direção do gasto". A maioria dos recursos para infraestrutura de esporte foi proveniente do Ministério do Esporte/Secretaria Especial do Esporte e de recursos ordinários advindos de emendas parlamentares. Ao longo do tempo oscilaram bastante os referidos gastos, tendo eles sofrido contingenciamentos. O direcionamento dos recursos se deu, principalmente, com grandes eventos esportivos e esteve concentrado na região Sudeste.


The objective of this scientific investigation was to analyze the financing and expenditure of the federal public budget on urban sports infrastructure from 2004 to 2019. The study is characterized as descriptive-exploratory research, with a quantitative and qualitative nature, developed from a survey document in Siga Brasil, the data having been analyzed based on indicators of funding sources, magnitude and direction of expenditure. Most of the resources for sports infrastructure came from the Ministério do Esporte/Secretaria Especial do Esporte and from ordinary resources arising from parliamentary amendments. Over time, these expenses fluctuated a lot, having suffered restrictions. The allocation of resources took place, mainly, with major sporting events and were concentrated in the Southeast region.


Assuntos
Política Pública/economia , Esportes , Orçamentos/organização & administração , Área Urbana , Projetos de Infraestrutura
3.
Multimedia | Recursos Multimídia | ID: multimedia-6142

RESUMO

O Governador João Doria anunciou que as doações da iniciativa privada para combate ao coronavírus já ultrapassaram a marca de R$ 1 bilhão. Apenas nesta segunda-feira (10), o Governo do Estado arrecadou R$ 108 milhões do Grupo Empresarial Solidário de São Paulo. Todos os recursos e serviços doados são aplicados integralmente em estratégias de contenção da pandemia. “O Comitê Empresarial Solidário, composto há quatro meses, ultrapassou, nesta manhã, a marca de R$ 1 bilhão em doações para combater o coronavírus e aumentar o campo de proteção social no Estado de São Paulo. Uma marca histórica, do maior programa de doações sociais já feitas até então no país. Quero agradecer a todos os doadores, que deram exemplo e vão ficar para a história de São Paulo e do Brasil”, destacou o Governador João Doria. As doações somam R$ 1.030.181.484,00 e foram viabilizadas em reuniões do Grupo Empresarial Solidário, que se mobiliza quinzenalmente desde o início da pandemia. Na manhã desta segunda, houve mais 12 doações durante a 16ª reunião do grupo, que é composto por 450 integrantes. Até o momento, 251 instituições já fizeram contribuições para auxiliar o Estado no enfrentamento à pandemia. Todo o processo de recebimento das doações, entrega e aplicação dos recursos é auditado pela Pricewaterhouse Coopers Brasil, com apoio da Deloitte na organização dos processos. “Alcançar esse número de arrecadações é um marco na história. É um exemplo de solidariedade e de como os setores público e privado podem amenizar os efeitos da crise trabalhando em parceria”, disse a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Patricia Ellen. O Governo de São Paulo instituiu uma comissão responsável por organizar doações de entes privados e sociedade civil durante a crise do coronavírus. São aceitas doações em dinheiro, serviços e materiais, de acordo com critérios estabelecidos pelas secretarias envolvidas. O Estado elaborou uma cartilha para orientar doadores a contribuir sem a incidência de impostos. As doações em dinheiro são concentradas no Fundo Social de São Paulo. Todas as informações estão disponíveis no site http://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/doacoes/. Os contatos podem ser feitos pelo WhatsApp (11) 98882-1341 ou pelo e-mail doacaodebens@sp.gov.br. Confira aqui a lista de 251 doadores.


Assuntos
Betacoronavirus , Infecções por Coronavirus/epidemiologia , Pneumonia Viral/epidemiologia , Doações , Parcerias Público-Privadas/economia , Monitoramento Epidemiológico , Infecções por Coronavirus/diagnóstico , Pneumonia Viral/diagnóstico , Infecções por Coronavirus/economia , Pneumonia Viral/economia , Unidades de Terapia Intensiva/estatística & dados numéricos , Número de Leitos em Hospital/estatística & dados numéricos , Hospitais/provisão & distribuição , Quarentena/organização & administração , Pandemias/estatística & dados numéricos , Administração Pública/economia , Recursos Financeiros em Saúde/economia , Setor Público/economia , Projetos de Infraestrutura , Política Pública/economia , Reação em Cadeia da Polimerase/estatística & dados numéricos , Seringas/provisão & distribuição
5.
Brasília; IPEA; 2020. 87 p. graf.
Monografia em Português | LILACS, ECOS | ID: biblio-1139884

RESUMO

A complexidade do contexto atual indica que o país está vivendo um momento crítico e de potencial inflexão para a trajetória nacional de desenvolvimento. Nesse sentido, propostas de políticas públicas e evidências robustas e objetivas são insumos críticos para norteamento da ação governamental de curto, médio e longo prazo. É precisamente nesse sentido que o Ipea, como instituição cinquentenária e think tank governamental, e na qualidade de principal órgão de pesquisa e proposição de políticas públicas do Estado, toma a iniciativa de compilar, no documento que ora se apresenta, diversas contribuições. Nossa intenção é prover subsídios para que o governo possa planejar a recuperação da atividade econômica, com vistas à melhoria das condições de emprego, de renda e das condições de vida das populações mais vulneráveis, assim como oferecer possibilidades concretas de proteção social e de políticas públicas de fomento setorial e regional, e úteis à sobrevivência das empresas, em especial daquelas mais vulneráveis em razão do porte e do setor de atuação. Buscou-se aqui especialmente apresentar propostas de ações concretas que atuariam no nível tático e executivo das políticas públicas, de modo que, em virtude da emergência sanitária, social e econômica, este documento concentra-se em programas ou instrumentos específicos, e não em estratégias genéricas. São contribuições de caráter indicativo e propositivo, que possam ensejar aos tomadores de decisão a realização de escolhas robustas, posto que ancoradas em um acúmulo institucional único de conhecimento sobre políticas públicas no Brasil, as quais se pretendem simultaneamente factíveis e compatíveis com os recursos públicos e privados disponíveis. Dedicou-se ainda atenção especial ao setor externo, tendo em vista principalmente as restrições que poderão advir das novas condições da economia mundial e de possíveis rupturas das cadeias produtivas globais; igualmente, foram focalizados os aspectos institucionais passíveis de favorecer ou dificultar a recuperação plena da atividade econômica. Finalmente, no contexto macroeconômico, o Ipea desenvolveu projeções e simulações indicativas para os caminhos da recuperação, com ênfase especial nas trajetórias de mais longo prazo, além de elaborar cenários de caráter conjuntural de curto prazo. Para tanto, foram utilizados exercícios de modelagens macroeconômicas, em grande parte já adrede desenvolvidas, mas que foram atualizadas e "calibradas" para as circunstâncias atuais das economias brasileira e mundial. Reforçamos que se trata aqui de um documento com propostas de curto e médio prazo, mas não menos essenciais no momento atual, dada a gravidade da crise. Este esforço soma-se a mais de quarenta publicações específicas já feitas pelo Ipea desde o início da pandemia, e conta com o envolvimento de todas as áreas de atuação do instituto. Esta contribuição atual, de ordem, digamos, mais "cirúrgica", não obsta nosso entendimento sobre a necessidade de que, para além da crise, o país siga buscando um projeto de desenvolvimento nacional baseado na elevação da produtividade dos fatores de produção e na eficiência alocativa. São exemplos que apontam nessa direção as reformas e as propostas já encaminhadas pelo governo federal referentes ao sistema previdenciário e ao "pacto federativo". Trata-se de um projeto que certamente transcende a pandemia e seus efeitos, mas que é o caminho fundante de uma trajetória de crescimento e desenvolvimento sustentáveis. Há que ressaltar, também, a contribuição do Ipea com propostas de ordem mais estruturante e transversal, consolidadas em centenas de publicações disponibilizadas à sociedade e ao Estado.


Assuntos
Coronavirus , Doenças Endêmicas , Infecções por Coronavirus , Pandemias , Projetos de Infraestrutura
6.
In. Menicucci, Telma; Gontijo, José Geraldo Leandro. Gestão e políticas públicas no cenário contemporâneo: tendências nacionais e internacionais. Rio de Janeiro, Editora Fiocruz, 2016. p.101-127, tab, graf.
Monografia em Português | LILACS | ID: biblio-983453
7.
Lima; Perú. Ministerio de Salud; 1 ed; 2016. 44 p. ilus.
Monografia em Espanhol | LILACS, MINSAPERÚ | ID: biblio-1282954

RESUMO

La publicación contiene las instrucciones generales y específicas, y una serie de medidas como la obligatoriedad de que todo proyecto de inversión pública, que se oriente a renovar o expandir la infraestructura sanitaria en el país, esté basado en un plan multianual de inversiones. La modernización de la gestión de la inversión pública en salud permitirá acercar los servicios de salud a los ciudadanos, sobre todo en las zonas urbanas intermedias y zonas rurales", anotó el Ministro de Salud del Perú Dr. Aníbal Velásquez y agregó que "Así se podrá mejorar el acceso y la calidad de los servicios de salud con mayor rapidez, para poder resolver las necesidades de atención en salud de la población peruana


Assuntos
Infraestrutura Sanitária , Gestão em Saúde , Projetos de Infraestrutura , Investimentos em Saúde
10.
11.
Estud. av ; 28(82): 65-88, 2014.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-744958

RESUMO

O artigo analisa a evolução das políticas públicas contra as secas praticadas no Nordeste a partir do período Colonial. Uma proposta de periodização com base nas políticas predominantes é apresentada. A periodização é organizada em cinco fases: 1) defrontando-se com as secas; 2) a busca do conhecimento; 3) a hidráulica da solução; 4) o desenvolvimento regional; 5) a gestão das águas e o desenvolvimento sustentável. As lógicas e os pensamentos dos principais intelectuais que deram suporte a essas políticas são objetos de análise e discussão.


The article analyzes the evolution of public policies against drought in the Northeast since the colonial period. A timeline based on the prevailing policies is proposed. The periodization was divided into five phases: 1) facing the droughts, 2) the construction of the knowledge, 3) the hydraulic phase of the solution, 4) the regional development, 5) the water management and sustainable development. The logic and the thoughts of the leading intellectuals who have supported these policies are subject to review and discussion.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Zona Árida , Efeitos do Clima , Secas , Política Pública , Política Pública , Captação de Água , Morte , Minimização de Prejuízos Ambientais , Projetos de Infraestrutura , Pobreza , Recursos Hídricos
12.
Fisioter. Bras ; 13(1): 25-31, Jan.-Fev. 2012. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-745562

RESUMO

Introdução: Em uma estrutura urbana, o sistema de deslocamento é o articulador das atividades econômicas, culturais e sociais. Porém,alguns gestores deixam de construir em seus municípios uma infraestrutura de transporte adequada para a circulação de pedestres,em especial de portadores de necessidades especiais (PNE). Objetivo: Levando-se em consideração a dificuldade de acessibilidade existente na mobilidade urbana desses indivíduos e a condição real das calçadas na maioria das cidades brasileiras, faz-se necessário obter informações sobre possíveis alterações que o piso possa provocar no sistema locomotor durante a marcha. Material e métodos: Foram coletados dados por meio de entrevistas semiestruturadas (questionários de opinião) a 54 deficientes visuais a fim de verificar o grau de satisfação com as calçadas de Belém e com a utilização do piso com sinalização tátil de alerta e tátil direcional da Prefeitura Municipal de Belém. Resultados: Foi encontrado, entre outros resultados, que a maior parte dos investigados sente alguma dificuldade em se deslocar pelas calçadas da cidade e a significativa minoria considera ruim o deslocamento na calçada cidadã. Conclusão: Pode-se concluir que a dificuldade de deslocamento pelas calçadas da Região Metropolitana de Belém afeta enormemente aos deficientes visuais.


Introduction: In an urban structure, the transportation system isthe articulation of economic, cultural and social activities. However,some managers fail to build in their towns an adequate transportation infrastructure for pedestrian’s circulation, especially people with special needs (PSN). Objective: Taking into account the difficulty of existing accessibility in the urban locomotion of these individuals and the actual condition of sidewalks in most Brazilian cities, it is need to obtain information about possible injuries that pavement may cause in the locomotor system during gait. Method: Data were collected by means of semi-structured interviews. The questionnaires were distributed to 54 visually impaired PSN, to verify the level of satisfaction with the sidewalks of Belém and with the tactile warning and tactile directional signage of local government of Belém. Results: The results show that most of the interviewees have some kind of difficulty to move around the sidewalks of the city and the minority believes that the urban sidewalk is bad to move around. Conclusion: We can conclude that visually impaired users in the metropolitan region of Belém are enormously affected due to difficulty in travelling on the sidewalks.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Infraestrutura Sanitária , Limitação da Mobilidade , Pessoas com Deficiência Visual/estatística & dados numéricos , Pessoas com Deficiência Visual/reabilitação , Projetos de Infraestrutura , Pessoas com Deficiência Visual/legislação & jurisprudência
14.
Recurso na Internet em Português | LIS - Localizador de Informação em Saúde | ID: lis-24680

RESUMO

Com base em sua experiência no campo de projetos físicos de laboratórios de saúde pública e nas questões de biossegurança, a Funasa coordenou a elaboração destas diretrizes que contou com participação de técnicos de laboratórios centrais e de referência, e da Secretaria de Vigilância em Saúde/MS.


Assuntos
Saúde Pública , Arquitetura de Instituições de Saúde , Serviços Laboratoriais de Saúde Pública , 51876 , Projetos de Infraestrutura
15.
Recurso na Internet em Inglês | LIS - Localizador de Informação em Saúde | ID: lis-21077

RESUMO

It presents IRD’s mission, activities, staff, donors, partners, offices, programs, highlights and success stories organized by country. It brings the IRD’s annual reports, photo galleries, a search service and a free subscription to the IRD newsletter and to receive special news alerts and updates.


Assuntos
Desenvolvimento de Programas , 34786 , Projetos de Infraestrutura , 50328 , Educação , Atenção Primária à Saúde
17.
JBG J. bras. odonto ; 2(5): 47-53, abr.-jun. 2006. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-518360

RESUMO

O presente trabalho verificou que com o envelhecimento da população mundial, o cirurgião-dentista deparou-se com a necessidade de conhecer as condições mais comumente associadas à terceira idade. Desta maneira, o consultório odontológico deverá ser adaptado para se adequar e eliminar todas as barreiras arquitetônicas, tendo em vista as alterações visuais, auditivas e psicomotoras que são adquiridas no decorrer da idade. Projetou-se um consultório odontológico de aproximadamente 40 m², com seis ambientes distribuídos em: sala de espera, sala de atendimento, sala de repouso, copa, banheiro adaptado para o idoso ou deficiente físico, banheiro convencional. Na sala de espera, reservou-se um espaço específico para a acomodação de cadeira de rodas, assim como se preocupou com a iluminação mais adequada e os cuidados em manter o paciente tranqüilo para se submeter ao tratamento odontológico. A disposição da sala de atendimento propicia ao paciente tanto ser atendido na cadeira odontológica como na de rodas. A sala de repouso visa à diminuição do estresse após o tratamento odontológico e também pode ser utilizada como trocador de fraldas geriátricas. Uma copa se faz necessária para a presteza e assistência nos serviços de apoio ao idoso e acompanhantes. O banheiro deverá proporcionar todos os mecanismos para evitar quedas e facilitar a sua utilização pelo paciente. Dentre estas modificações, estão: portas específicas, barras laterais, sifão elevado, área de manobra, espelho inclinado, entre outras.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Assistência Odontológica para Idosos/métodos , Projetos de Infraestrutura , Segurança , Adaptação a Desastres , Consultórios Odontológicos/organização & administração , Odontologia Geriátrica/métodos
18.
Rev. bras. estud. popul ; 23(1): 27-42, jan.-jun. 2006.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-447386

RESUMO

Este artigo busca discutir as possíveis contribuições da análise demográfica para as políticas sociais de caráter urbano. Em particular, são apresentadas dez situações do processo de formulação de políticas sociais, nas quais a informação demográfica pode ter contribuições relevantes. Adicionalmente, são destacados dois outros aspectos importantes: o problema da desagregação espacial da informação; e a necessidade do recurso a sistemas de informação geográfica.


This article discusses potential contributions made by demographic analysis to urban public policies. Ten situations pertaining to social policy-making where demographic information may provide a substantial contribution are featured here. Additionally, two other important aspects are highlighted - namely, the issue of de-aggregating spatial information, and the need to use geographic information systems.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Sistemas de Informação Geográfica , Política Pública , População Urbana/tendências , Características de Residência , Brasil , Projetos de Infraestrutura , Política Pública , Sistemas de Informação Geográfica/tendências , Área Urbana
20.
Tegicigalpa; Gobierno de la República de Honduras; dic 10, 2002. 32 p. ilus, tab.
Não convencional em Espanhol | BIMENA | ID: bim-4371
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...