Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 716
Filtrar
1.
J. psicanal ; 54(100): 51-68, jan.-jun. 2021.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1279337

RESUMO

Propõe-se analisar, por meio de percurso etnográfico, o humor de um grupo de travestis do interior de São Paulo, tendo por aporte teórico a psicanálise. Tem-se como objetivo específico compreender: o uso do pajubá, dialeto partilhado pelo grupo, no humor produzido por essas pessoas; as funções do humor nas relações estabelecidas com a heteronormatividade. Dialogaremos com excertos de entrevistas e situações observadas ao longo de trabalho de campo. A partir de análise temática, identificaram-se várias dimensões do humor criado entre elas, a saber: constituição de modos de sociabilidade, despatologização das travestilidades, indicação do caráter performático do binarismo de gêneros, transformação da angústia em riso e celebração da vida.


The aim is to analyze the humor among a group of transvestites in the inland of São Paulo state with psychoanalysis through an ethnographic route as its theoretical support. The specific objectives are to understand: the use of pajubá, a dialect shared by the group, in the humor produced by these people and the functions of humor in the relations established with heteronormativity. We will dialogue with excerpts from interviews and situations observed during fieldwork. Based on thematic analysis, several dimensions of the humor produced among them were identified, namely: constitution of modes of sociability, depathologization of transvestites, indication of the performance character of gender binarism, transformation of anguish into laughter and celebration of life.


Se propone analizar, a través de una investigación etnográfica, el humor de un grupo de travestis del interior de São Paulo, con el soporte teórico del psicoanálisis. Sus objetivos específicos son comprender: el uso del pajubá, un dialecto compartido por el grupo, en el humor que producen estas personas; las funciones del humor en las relaciones establecidas con la heteronormatividad. Dialogaremos con extractos de entrevistas y situaciones observadas durante el trabajo de campo. A partir del análisis temático, se identificaron varias dimensiones del humor producido, a saber: constitución de modos de sociabilidad, despatologización de la travestilidad, indicio del carácter de performance del binarismo de género, transformación de la angustia en risa y celebración de la vida.


On se propose à analyser, à travers un parcours ethnographique, ayant comme base théorique la psychanalyse, l'humour d'un groupe de travestis habitant la province de l'État de São Paulo, au Brésil. Le but spécifique de cette étude est de comprendre: l'utilisation du pajubá, un dialecte partagé par le groupe, lors de la production de l'humour et les fonctions de l'humour dans les relations établies avec l'hétéronormativité. On discute des extraits d'entretiens et des situations repérées lors du travail de terrain réalisé. À partir de l'analyse thematique, ont été identifiées plusieurs dimensions de l'humour créé par les travestis à l'intérieur de leur groupe, à savoir: la constitution de modes de sociabilité, la dépathologisation du travestissement, l'indication de la nature performative du binarisme de genres, la transformation de l'angoisse en rire et la célébration de la vie.


Assuntos
Psicanálise , Travestilidade , Senso de Humor e Humor , Performatividade de Gênero , Riso
2.
J Homosex ; 68(11): 1860-1876, 2021 Sep 19.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31942833

RESUMO

This paper focuses on cross-dressing performances in Yuzo Kawashima's Oitsu Owaretsu (1946), and the postwar socio-political conditions in which the text was released. The film is known for offering the very first kiss scene in a history of Japanese cinema. Produced under the strict censorship by the Occupation force, however, a kiss is not just a kiss, but represents Americanism, masculinity, and heterosexuality. This is significant as a vital postwar concern for Japanese men was how they could regain masculine pride after the emasculation. The male in disguise, therefore, is an abject representation of postwar Japan. In spite of the "feminization" of male characters, a masculine order is restored at the end, with a democratic kiss that makes the protagonist a Westernized hero. Cross-dressing performances function as an initiation rite for the defeated nation, after which Japan can attain a Westernized future and reclaim its masculine national identity.


Assuntos
Filmes Cinematográficos , Travestilidade , Bandagens , Humanos , Japão , Masculino , Masculinidade
3.
J Homosex ; 68(10): 1685-1698, 2021 Aug 24.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31860379

RESUMO

LGB people may become less accessible to health professionals as technology reshapes LGB social connections. Though electronic forms of health promotion are effective, some interventions must be delivered in person. We use GIS to analyze characteristics (e.g., gender identity, depression, and performance involvement) shared by 114 gay, cisgender male drag performers. We used geographic ordinary least squares (OLS) regression to identify spatial relationships based on participant distance from urban centers. Participants lived between 1.73 km (1.07 mi) and 762.77 km (101.14 mi) from the nearest urban center (Mdn = 16.60 km; 10.31 mi). We found a positive correlation between distance from the nearest urban center and performance involvement (R = 0.19, p ≤ 0.05). Results indicate that drag performers are widely disbursed relative to urban centers and that drag involvement provides motivation to travel to gay bars. Health professionals with in person services may use drag shows and related performances to access LGB populations.


Assuntos
Geografia Médica , Travestilidade , Adolescente , Adulto , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Arte , Vestuário , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Minorias Sexuais e de Gênero , População Urbana , Adulto Jovem
4.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1146796

RESUMO

Objetivo: Compreender os sentidos produzidos por enfermeiros (as) sobre o acolhimento de pessoas travestis e transexuais na atenção básica. Método: Estudo qualitativo, realizado com quatro enfermeiros (as) que atuam em uma Unidade Básica de Saúde na Zona Sul Oeste de Manaus. Os dados foram coletados de maio a junho de 2016. Utilizou-se estudos socioantropológicos para a análise e discussão dos dados e teve como referencial metodológico a pesquisa de campo. Os dados foram analisados por meio da técnica de análise Construtivo-interpretativa. Resultados: Os sentidos produzidos por enfermeiros (as) sobre o acolhimento às pessoas travestis e transexuais na atenção básica se alicerçam em questões como constrangimento, neutralidade e desconhecimento frente às questões de gênero para além do binarismo de gênero. Conclusão: Existe uma formação dominante de base biomédica, e o cuidado de enfermagem não dá conta de aspectos socioculturais e políticos das pessoas, dos seus corpos e da sua saúde


Objective: To understand the senses produced by nurses on the reception of transvestite and transsexual people in primary care. Method: A qualitative study was carried out with four nurses who work in a Basic Health Unit in the South Western Zone of Manaus. The data were collected from May to June 2016. Socio-anthropological studies were used to analyze and discuss the data and had the field research as a methodological reference. The data were analyzed using the constructive-interpretative analysis technique. Results: The senses produced by nurses about the reception of transvestites and transsexuals in basic care are based on issues such as constraint, neutrality and lack of knowledge about gender issues beyond gender binarism. Conclusion: There is a dominant biomedical training, and nursing care does not account for the sociocultural and political aspects of people, their bodies and their health


Objetivo: Comprender los sentidos producidos por enfermeros (as) sobre la acogida de personas travestis y transexuales en la atención básica. Método: Estudio cualitativo, realizado con cuatro enfermeros (as) que actúan en una Unidad Básica de Salud en la Zona Sur Oeste de Manaus. Los datos fueron recolectados de mayo a junio de 2016. Se utilizaron estudios socioantropológicos para el análisis y discusión de los datos y tuvo como referencial metodológico la investigación de campo. Los datos fueron analizados por medio de la técnica de análisis constructivo-interpretativa. Resultados: Los sentidos producidos por enfermeros (as) sobre la acogida a las personas travestis y transexuales en la atención básica se basan en cuestiones como constreñimiento, neutralidad y desconocimiento frente a las cuestiones de género más allá del binarismo de género. Conclusión: Existe una formación dominante de base biomédica, y el cuidado de enfermería no da cuenta de aspectos socioculturales y políticos de las personas, de sus cuerpos y de su salud


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Travestilidade/enfermagem , Acolhimento , Pessoas Transgênero , Transfobia , Cuidados de Enfermagem , Atenção Primária à Saúde , Pesquisa Qualitativa , Sexismo , Binarismo de Gênero , Constrangimento
5.
Fractal rev. psicol ; 32(3): 277-284, set.-dez. 2020.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1154252

RESUMO

A produção de um documentário como estratégia de pesquisa no campo das ciências humanas ainda gera debate significativo. Buscando contribuir para esse debate, o objetivo deste artigo é apontar alguns desafios metodológicos que marcaram o processo de pesquisar/registrar/narrar um filme documentário sobre a trajetória de vida de Keila Simpson e seus entrelaçamentos com(na) história do movimento de travestis no Brasil. Assim, por meio de uma análise teórica, inicialmente, discutimos as disputas sobre o real e o verdadeiro que se (re)produzem na interação com as imagens. A partir de uma perspectiva etnográfica, então, refletimos sobre nosso percurso de realização do documentário, nas etapas de exploração e produção de esboços, apresentando possibilidades e limites de fazer/pensar/negociar um filme etnográfico sendo pesquisador/cineasta em interação com a interlocutora/narradora. Entendemos que o filme permitirá entender aspectos sensíveis da protagonista e suas relações de sociabilidade e, de forma indireta, compreender o sensível não diretamente abordado pelas imagens.(AU)


The documentary as a research strategy in the field of human sciences still generates significant debate. Aiming to contribute to this debate, the objective of this article is to point out some methodological challenges that marked the process of researching/ recording/narrating a documentary film about the life trajectory of Keila Simpson and its interweavings with(in) the history of the transvestite movement in Brazil. Thus, through a theoretical analysis, we initially discuss the disputes over the real and the truth that (re)produce in the interaction with the images. From an ethnographic perspective, then, we reflect on our journey of making a documentary, in the stages of exploration and production of sketches, presenting possibilities and limits to make/think/negotiate an ethnographic film being a researcher/filmmaker in interaction with the interlocutor/narrator. We understand that the film will allow us to understand sensitive aspects of the protagonist and her sociability and, indirectly, to understand the sensitive not directly addressed by the images.(AU)


Assuntos
Humanos , Travestilidade , Documentários Cinematográficos , Antropologia Cultural
6.
Fractal rev. psicol ; 32(3): 306-317, set.-dez. 2020.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1154256

RESUMO

A proposta deste texto é estabelecer diálogos com os estudos sobre as travestilidades e transexualidades que possam contribuir para as problematizações acerca dos modos de subjetivação e práticas sexuais dissidentes e abjetas. As expressões de gêneros desviantes dos modelos de produção normativos são sublinhadas, neste diálogo, a partir da exploração dos prazeres e práticas sexuais que transbordam visões naturalizadas e reprodutivas, iniciando com a problematização da prostituição como modo de vida, trabalho, socialização e de descoberta de saberes em relação às práticas sexuais. Tais problematizações partem de duas pesquisas realizadas em pós-graduação em Psicologia, ambas sob orientação do método da cartografia e desenvolvidas com participantes do movimento social organizado. Com base em perspectivas teórico-políticas queer, procuramos por posições alternativas que não tomem a dissidência pelo viés da negatividade, mas interessados nas pedagogias alternativas que operam nos territórios de subjetivação trans e que ampliam as noções sobre "ser gente". Assim, entendemos que estas problematizações podem estabelecer conexões com outras experiências e provocar a ampliação de esquemas de saber que considerem as dissidências como formas de resistências micropolíticas e desejantes.(AU)


This paper proposes dialogues with studies about travestis and transsexuals that offered contributions to problematize modes of subjectivation and sexual practices dissidents and abjects. The gender expressions that deviate from normative production models featured, in this paper, from the exploration of pleasures and sexual practices that extrapolate naturalized and reproductive visions, starting with a problematization of prostitution as a way of life, work, socialization and discovery of knowledge regarding sexual practices. Such problematizations come from research developed in Psychology postgraduate courses, under the methodological guidance of cartography and developed with participants from the organized social movement. Based on queer theoretical-political perspectives, we objective alternative positions that do not consider dissent as negativity, but more interested in alternative pedagogical forms in territories of trans subjectivation and that can broaden the notions about being "a person". These problematizations can establish connections with other experiences and cause the expansion of knowledge schemes that consider dissent as modes of micropolitical and desiring resistance.(AU)


Assuntos
Humanos , Travestilidade , Sexualidade , Prazer , Identidade de Gênero
7.
Rev Bras Enferm ; 73(suppl 6): e20190228, 2020.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-33146304

RESUMO

OBJECTIVES: to understand the life stories and itineraries of transvestites and transsexuals in health services. METHODS: study with a qualitative approach, anchored in the methodological framework of Oral History. Interviews were conducted and thematically analyzed. RESULTS: two themes emerged: 1) gender and sexuality in life stories; and 2) the trajectories in health services. These revealed the challenges in the process of recognizing gender identity before the family and society. The reports show the dilemmas that transsexuals and transvestites face in health care, which ends up generating the removal of this population from services. FINAL CONSIDERATIONS: it has been demonstrated that Oral History can increase knowledge, especially about life histories and trajectories in the health services of transvestites and transsexuals; in addition, information was offered that can assist managers and health professionals in making decisions or caring for these people.


Assuntos
Discriminação Psicológica , Comportamento Sexual/psicologia , Transexualidade/psicologia , Travestilidade/psicologia , Adolescente , Atitude do Pessoal de Saúde , Assistência Integral à Saúde , Feminino , Identidade de Gênero , Humanos , Entrevistas como Assunto , Masculino , Saúde Pública , Pesquisa Qualitativa , Adulto Jovem
8.
Hist Cienc Saude Manguinhos ; 27(2): 523-538, 2020 06.
Artigo em Inglês, Espanhol | MEDLINE | ID: mdl-32667599

RESUMO

This article deals with the discourses produced by the Argentine medical field relating to body transformation initiatives on the part of transvestites and transsexuals in Argentina from 1971-1982. Based on the compilation and analysis of a set of articles published in academic medical journals, it examines the meanings that health professionals assigned to these initiatives prior to the legal rulings and national legislation that recognized gender identity as a human right. This analysis helps identify the particular features of those body transformation initiatives during the period studied, as well as the ways in which the medical field in Argentina attached moral, technical and professional meanings to them.


Assuntos
Publicações Periódicas como Assunto/história , Procedimentos de Readequação Sexual/história , Transexualidade/história , Travestilidade/história , Argentina , Ética Médica/história , Feminino , Identidade de Gênero , Regulamentação Governamental/história , História do Século XIX , História do Século XX , Humanos , Masculino
10.
Salud Colect ; 16: e2528, 2020 May 16.
Artigo em Espanhol | MEDLINE | ID: mdl-32574452

RESUMO

The aim of the study is to discuss the use of crack in the form of "virado" as a harm reduction strategy in Pernambuco, Brazil. This is a cross-sectional study with a qualitative approach in which semi-structured interviews were conducted regarding aspects related to the culture of crack use with 39 crack users between March and August 2016. Participants were recruited using saturation criteria and data were analyzed through content analysis. Respondents discussed the use of "virado" and compared its effects in relation to crack, addressing improvement in interpersonal relationships, libido, and non-compulsive drug use, which can all be understood as harm reduction strategies. On the other hand, equipment sharing for the use of "virado" was identified as a high-risk practice with regards to the transmission of infectious diseases. Knowing about the culture of crack use in different contexts is essential in order to plan and develop health care actions.


Assuntos
Transtornos Relacionados ao Uso de Cocaína/reabilitação , Cocaína Crack/análogos & derivados , Características Culturais , Redução do Dano , Tratamento de Substituição de Opiáceos/métodos , Adulto , Brasil , Transtornos Relacionados ao Uso de Cocaína/psicologia , Doenças Transmissíveis/transmissão , Comportamento Compulsivo , Cocaína Crack/farmacologia , Estudos Transversais , Análise de Dados , Usuários de Drogas/psicologia , Feminino , Humanos , Relações Interpessoais , Libido/efeitos dos fármacos , Masculino , Transtornos Paranoides/induzido quimicamente , Pesquisa Qualitativa , Estereotipagem , Travestilidade
11.
Hist. ciênc. saúde-Manguinhos ; 27(2): 523-538, abr.-jun. 2020.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1134056

RESUMO

Resumen El presente artículo aborda los discursos producidos por el campo médico argentino en torno a las iniciativas de corporización de travestis y transexuales en Argentina entre 1971 y 1982. A través del relevamiento y análisis de una selección de artículos publicados en revistas académicas de medicina, se analizan los sentidos que profesionales de la salud asignaron a las mismas antes de la producción de fallos judiciales y normativas nacionales que reconocen la identidad de género como un derecho humano. El análisis realizado permite identificar las particularidades que asumían dichas iniciativas de corporización en el período de estudio, así como las formas en las que el campo médico argentino les imprimió sentidos morales, técnicos y profesionales.


Abstract This article deals with the discourses produced by the Argentine medical field relating to body transformation initiatives on the part of transvestites and transsexuals in Argentina from 1971-1982. Based on the compilation and analysis of a set of articles published in academic medical journals, it examines the meanings that health professionals assigned to these initiatives prior to the legal rulings and national legislation that recognized gender identity as a human right. This analysis helps identify the particular features of those body transformation initiatives during the period studied, as well as the ways in which the medical field in Argentina attached moral, technical and professional meanings to them.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , História do Século XIX , História do Século XX , Publicações Periódicas como Assunto/história , Transexualidade/história , Travestilidade/história , Procedimentos de Readequação Sexual/história , Argentina , Regulamentação Governamental/história , Ética Médica/história , Identidade de Gênero
12.
Enferm. actual Costa Rica (Online) ; (38): 121-135, Jan.-Jun. 2020. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1090091

RESUMO

Resumo O objetivo deste estudo é analisar as representações sociais de profissionais do sexo sobre HIV / AIDS. É delineado como um estudo qualitativo, descritivo-exploratório das representações sociais com uma abordagem processual. Quinze profissionais do sexo participaram do estudo, esses homens fazendo sexo com homens, homossexuais, travestis e mulheres transexuais. Os dados foram coletados por meio de entrevista estruturada e questionário sociodemográfico, no período de março de 2015 a março de 2016. A análise de conteúdo da avaliação foi utilizada como técnica. As representações sociais dos sujeitos do estudo sobre HIV / AIDS apresentaram elementos conceituais sobre vírus e doenças, vulnerabilidade; Consequências; Prevenção; e transmissão. Conclui-se que os participantes mostraram em suas representações o déficit de estratégias de promoção da saúde sobre o tema, focado em suas necessidades e especificidades dos profissionais do sexo.


Abstract The objective of this study is to analyze the social representations of sex workers about HIV / AIDS. It is outlined as a qualitative, descriptive-exploratory study of social representations with a procedural approach. Fifteen sex workers participated in the study, these men having sex with men, homosexuals, transvestites and transsexualwomen. Data were collected through a structured interview and sociodemographic questionnaire, from March 2015 to March 2016. The evaluation content analysis was used as a technique. The social representations of the subjects of the study on HIV / AIDS presented conceptual elements on the virus and disease, vulnerability; Consequences; Prevention; and transmission. It is concluded that the participants showed in their representations the deficit of health promotion strategies on the subject, focused on their needs and specificities of sex workers.


Resumen El objetivo de este estudio es analizar las representaciones sociales de los trabajadores sexuales sobre el VIH / SIDA. Se perfila como un estudio cualitativo, descriptivo-exploratorio, de representaciones sociales con abordaje procesual. Participaron del estudio quince trabajadores sexuales, siendo estos hombres que tienen sexo con hombres, homosexuales, travestis y mujeres transexuales. Los datos fueron recolectados a través de entrevista de tipo estructurada y cuestionario sociodemográfico, de marzo de 2015 a marzo de 2016. Se utilizó como técnica el análisis de contenido evaluativo. Las representaciones sociales de los sujetos del estudio sobre el VIH/SIDA presentaron elementos conceptuales sobre el virus y la enfermedad, vulnerabilidad; Consecuencias; Prevención; y transmisión. Se concluye que los participantes se mostraron en sus representaciones el déficit de las estrategias de promoción de la salud sobre el tema, enfocadas a sus necesidades y especificidades de los trabajadores sexuales.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Travestilidade , Brasil , Homossexualidade , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , HIV , Profissionais do Sexo , Pessoas Transgênero , Minorias Sexuais e de Gênero , Promoção da Saúde
13.
J Homosex ; 67(9): 1290-1340, 2020 Jul 28.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-30901294

RESUMO

In this study, we questioned how high school dress codes outlined in official handbooks were written or presented in regard to the gender binary, either/or perspective. We critically analyzed how or if they allowed for flexibility in expression of gender and sexual identity and if they supported, encouraged, or affirmed a variety of expressions, in particular transgender and gender non-conforming expressions, throughout the text or images. The content analysis method was used to analyze 735 handbooks from the 2016 to 2017 school year. Three themes emerged from the data: (1) support of fluid gender expression, yet not overt support; (2) passive marginalization of gender non-conforming or transgender identities or expressions; and (3) active marginalization of gender non-conforming or transgender identities or expressions. The "LGBTQ+ Dress Code Analysis Tool" was developed for policy makers to use to analyze their dress codes.


Assuntos
Vestuário , Instituições Acadêmicas/normas , Minorias Sexuais e de Gênero , Bandagens , Vestuário/normas , Feminino , Cabelo , Humanos , Masculino , Política Organizacional , Marginalização Social , Pessoas Transgênero , Travestilidade , Estados Unidos
14.
Saúde Soc ; 29(4): e190732, 2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1156887

RESUMO

Resumo A transexualidade é uma experiência identitária que emerge como resposta inevitável a uma forma de organizar a vida social e, consequentemente, o cuidado em saúde com base na produção de sujeitos. Objetivamos compreender como um contexto identitário trans mobiliza, na articulação com família e serviço de saúde, performances identitárias. Realizamos uma etnografia com entrevista semiestruturada e observação participante em um ambulatório especializado no cuidado trans-específico no Sistema Único de Saúde (SUS), entre dezembro de 2017 e julho de 2018. Durante o estudo, destacou-se a história de Marilda, por seu caráter emblemático ao narrar a transição de "homem homossexual" para "travesti" e, atualmente, para "mulher trans", em uma performance identitária que almeja o reconhecimento e o pertencimento familiar, bem como o acesso à saúde, à educação e a uma profissão distante da prostituição. Sua história permite compreender que as pessoas trans constroem significados diversos para suas vivências identitárias, com elementos que podem reiterar o binarismo e a heteronormatividade. Torna-se importante reconhecer, no âmbito da família e da saúde, que diferentes performances identitárias são possíveis e que seus sentidos poderão compor o cuidado integral em saúde de cada pessoa trans.


Abstract Transsexuality is an identity experience that emerges as an inevitable response to a way of organizing social life and, consequently, health care based on the production of subjects. We aim to understand how a certain trans identity context mobilizes identity performances, in articulation with family and health service. We performed an ethnography with a semi-structured interview and participant observation in a health service specialized in trans-specific care in the Brazilian National Health System (SUS), between December 2017 and July 2018. The story of Marilda was highlighted for being emblematic when narrating the transition from "homosexual man" to "transvestite" and, currently, to "trans woman," in an identity performance that aims for family recognition and belonging, access to health, education, and a profession other than prostitution. Her story allows us to understand that trans people construct different meanings for their identity experiences, with elements that can reiterate binarism and heteronormativity. It is important to recognize, within the family and health context, that different identity performances are possible and that their senses may compose the integral health care of each trans person.


Assuntos
Humanos , Masculino , Transexualidade , Travestilidade , Família , Assistência Integral à Saúde , Antropologia Cultural , Sistema Único de Saúde
15.
Trab. educ. saúde ; 18(3): e00301131, 2020. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1139784

RESUMO

Resumo Objetivou-se analisar o perfil das teses e dissertações sobre travestilidade, transexualidade e saúde nos Programas de Pós-Graduação stricto sensu do Brasil, por meio de um estudo fundamentado no referencial teórico-metodológico da análise bibliométrica. Os 65 trabalhos selecionados foram extraídos do Catálogo de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e da Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações. Constata-se que a maioria das produções são dissertações (82%) advindas dos Programas de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (27%) e de Instituições Federais de Educação Superior (65%), localizadas nas regiões Sul e Sudeste (70%). A abordagem qualitativa foi a mais utilizada (82%) e o processo transexualizador no Sistema Único de Saúde foi o tema predominante (35%). O estudo revelou que as teses e dissertações brasileiras sobre a tríade travestilidade-transexualidade-saúde estão em ascensão nos últimos vinte anos, com diminuição no enfoque no adoecimento das travestis e de transexuais e aumento do foco nos aspectos sociais, organizacionais e políticos que interferem no acesso dessas pessoas aos serviços de saúde. Ainda assim, é preciso expandir as pesquisas sobre a temática para as demais regiões do país, impactando positivamente na produção científica e em um sistema de saúde mais equânime e universal.


Abstract The aim of this study was to analyze the profile of theses and dissertations on transvestite, transsexuality and health in the stricto sensu Post-Graduate Programs in Brazil, through a study based on the theoretical-methodological framework of bibliometric analysis. The 65 selected works were extracted from the Theses and Dissertations Catalog of the Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel and the Brazilian Digital Library of Theses and Dissertations. It appears that most of the productions are dissertations (82%) coming from the Graduate Programs in Collective Health (27%) and from Federal Institutions of Higher Education (65%), located in the South and Southeast (70%). The qualitative approach was the most used (82%) and the transsexualizing process in the Unified Health System was the predominant theme (35%). The study revealed that Brazilian theses and dissertations on the transvestite-transsexuality-health triad have been on the rise in the last twenty years, with a decrease in the focus on the illness of transvestites and transsexuals and an increased focus on the social, organizational and political aspects that interfere in the access of these people to health services. Even so, it is necessary to expand research on the theme to other regions of the country, positively impacting scientific production and a more equitable and universal health system.


Resumen Se tuvo como objetivo analizar el perfil de las tesis y disertaciones sobre travestilidad, transexualidad y salud en los Programas de Posgrado stricto sensu de Brasil, por medio de un estudio fundamentado en lo referencial teórico-metodológico del análisis bibliométrico. Los 65 trabajos seleccionados se extrajeron del Catálogo de Tesis y Disertaciones de la Coordinación de Perfeccionamiento del Personal de Nivel Superior y de la Biblioteca Digital Brasileña de Tesis y Disertaciones. Se constata que la mayoría de las producciones son disertaciones (82%) que tienen lugar en los Programas de Posgrado en salud Colectiva (27%) y en Instituciones Federales de Educación Superior (65%), localizadas en las regiones Sur y Sureste (70%). El abordaje cualitativo fue el más utilizado (82%) y el proceso transexualizador en el Sistema Único de Salud fue el tema predominante (35%). El estudio reveló que las tesis y disertaciones brasileñas sobre la tríada travestilidad-transexualidad-salud están en ascensión en los últimos veinte años, y se nota una disminución en el enfoque sobre las enfermedades de las travestis y de transexuales y el aumento del enfoque en los aspectos sociales, organizacionales y políticos que interfieren en el acceso de esas personas a los servicios de salud. Aún así, es necesario expandir las investigaciones sobre la temática para las demás regiones del país, impactando positivamente en la producción científica y en un sistema de salud más ecuánime y universal.


Assuntos
Humanos , Transexualidade , Travestilidade , Bibliometria , Educação de Pós-Graduação , Gênero e Saúde
16.
Rev. baiana enferm ; 34: e35603, 2020. graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1137053

RESUMO

Objetivo discutir a invisibilidade da pessoa travesti em instituições de saúde com base nas representações sociais de enfermeiras. Método pesquisa qualitativa com abordagem téorica-metodológica das representações sociais que realizou entrevista semiestruturada com 20 enfermeiras matriculadas em cursos de pós-graduação de uma universidade pública. As informações coletadas foram processadas por meio do software Iramuteq, que gerou a Classificação Descendente Hierárquica com cinco classes. Resultados identificou-se, no conteúdo representacional, que a invisibilidade das travestis está implicada no modo como profissionais de saúde percebem a necessidade/possibilidade de ocupação desses espaços, principalmente aqueles que ofertam atenção básica. Conclusão as representações sociais das enfermeiras investigadas revelaram sentidos para a invisibilidade, exclusão, dificuldades no atendimento e dispensa de cuidados às travestis em instituições de saúde. A invisibilidade identificada nas representações das enfermeiras ocorre pelo modo como profissionais de saúde percebem a necessidade/possibilidade de ocupar esses espaços.


Objetivo discutir la invisibilidad de la persona travesti en las instituciones de salud sobre la base de las representaciones sociales de las enfermeras. Método investigación cualitativa con un enfoque teórico-metodológico de las representaciones sociales que realizó una entrevista semiestructurada con 20 enfermeras matriculados en cursos de postgrado en una universidad pública. La información recopilada se procesó a través del software Iramuteq, que generó la Clasificación Jerárquica Descendente con cinco clases. Resultados se identificó, en el contenido representativo, que la invisibilidad de los travestis está implicada en la forma en que las profesionales de la salud perciben la necesidad/posibilidad de ocupación de estos espacios, especialmente aquellos que ofrecen atención primaria. Conclusión las representaciones sociales de las enfermeras investigadas revelaron significados para la invisibilidad, exclusión, dificultades en la atención y dispensación de cuidados para travestis en instituciones de salud. La invisibilidad identificada en las representaciones de las enfermeras se produce por la forma en que las profesionales de la salud perciben la necesidad/posibilidad de ocupar estos espacios.


Objective to discuss the invisibility of the transvestite person in health institutions based on the social representations of nurses. Method qualitative research with a theoretical-methodological approach of social representations that conducted a semi-structured interview with 20 nurses registered in postgraduate courses at a public university. The collected information was processed through the Iramuteq software, which generated the Hierarchical Descending Classification with five classes. Results in the representational content, the invisibility of transvestites is implicated in the way health professionals perceive the need/possibility of occupation of these spaces, especially those who offer primary care. Conclusion the social representations of the surveyed nurses revealed meanings for invisibility, exclusion, difficulties in care and care dispensation for transvestites in health institutions. The invisibility identified in the nurses' representations occurs by the way health professionals perceive the need/possibility to occupy these spaces.


Assuntos
Humanos , Travestilidade , Enfermagem em Saúde Comunitária , Minorias Sexuais e de Gênero , Identidade de Gênero , Instalações de Saúde
17.
Psicol. ciênc. prof ; 39(3,n.esp): 245-256, dez. 2019-maio 2020.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1096949

RESUMO

O presente trabalho discute como a chegada de uma jovem trans* em uma unidade feminina de internação do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase-RJ) movimentou, produziu tensões e revelou importantes dinâmicas, práticas e discursos a respeito de gênero, sexualidade, transexualidade e direitos. Tomando como acontecimento a chegada de dessa jovem, a qual chamaremos de Estrela, procuramos identificar as forças que possibilitam e/ou dificultam a discussão de gênero no sistema socioeducativo, bem como os modos como o corpo de Estrela produz movimentos instituintes que desestabilizam certezas e verdades a respeito do gênero, do sexo e do desejo. O trabalho se desenvolveu a partir de duas pesquisas realizadas na referida unidade, ambas pautadas pelo paradigma ético/estético/político da cartografia. Buscando acompanhar alguns processos desenrolados a partir da chegada de Estrela, como a criação de um Grupo de Trabalho sobre diversidade sexual e de gênero e a produção do Regimento Interno do Degase (Decreto n. 46.525/18), discutimos como a presença da jovem demandou a criação de ações e estratégias institucionais que, não sem dificuldades e desafios, buscaram pautar a temática de gênero a partir de uma perspectiva da garantia de direitos...(AU)


This article debates how the arrival of a young transexual woman in a female juveniledetention center (Degase) in Rio de Janeiro tensioned and revealed important dynamics, practices and discourses about gender, sexuality, transexuality and rights. Taking Esrela's arrival as a starting point, we aim to identify the forces that produce and/or make difficult some discussions about gender in this context, as well as to debate the ways Estrela's body made unstable some certainties about gender, sex and desire. The discussions here come from two different researches developed in the female juvenile detention center where Estrela was, both using the cartographic method and its ethical/aesthetic/political paradigm. In order to follow some processes unrolled by Estrela's arrival, such as the creation of a group to discuss gender and sexual diversity and Degase's internal regiment, we discuss how Estrela's presence emanded actions and strategies to talk about gender from a human right's perspective, although not without difficulties and challenges...(AU)


El presente trabajo discute cómo la llegada de una joven trans* en una unidad femenina de internación del Departamento General de Acciones Socioeducativas (Degase-RJ) movió, produjo tensiones y reveló importantes dinámicas, prácticas y discursos acerca de género, sexualidad, transexualidad y derechos. Tomando como acontecimiento la llegada de esa joven, a la que llamaremos Estrela, buscamos identificar las fuerzas que posibilitan y/o dificultan la discusión de género en el sistema socioeducativo, así como los modos como el cuerpo de Estrela produce movimientos instituyentes que desestabilizan certezas y verdades sobre género, sexo y deseo. El trabajo se desarrolló a partir de dos investigaciones realizadas en la referida unidad, ambas pautadas por el paradigma etico/estético/político de la cartografía. Buscando acompañar algunos procesos desenrollados a partir de la llegada de Estrela, como la creación de un Grupo de Trabajo sobre diversidad sexual y de género y la producción del Reglamento Interno del Degase, discutimos cómo la presencia de la joven demandó la creación de acciones y estrategias institucionales que, no sin dificultades y desafíos, buscaron pautar la temática de género desde una perspectiva de la garantía de derechos...(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Psicologia , Travestilidade , Adolescente , Pessoas Transgênero , Identidade de Gênero , Transexualidade , Feminino , Sexualidade , Diversidade de Gênero , Respeito
18.
Psicol. ciênc. prof ; 39(3,n.esp): 21-34, dez. 2019-maio 2020.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1096688

RESUMO

A despatologização das identidades transexuais e travestis tem sido uma luta árdua e conta com a colaboração de diversos setores, como movimentos sociais e categorias profissionais. Atualmente conquistas consideráveis a esse respeito já podem ser identificadas, entre elas, a retirada da seção dos transtornos mentais na Classificação Internacional de Doenças (CID-11), passando para condições relativas à saúde sexual. Também a Psicologia tem assumido postura participativa a favor da diversidade de gênero, assim como das orientações sexuais. Neste contexto, o presente trabalho se estrutura em modelo de ensaio científico de cunho feminista que discorre sobre as reflexões acima e demais informações atualizadas sobre essa demanda aparente, através do ponto de vista de uma psicóloga que está enquanto coordenadora de um grupo de trabalho a respeito da população LGBT no CRP 3ª região-BA e dos atuais debates do Sistema Conselhos na defesa dos Direitos Humanos. A exemplo, ações do Conselho Federal de Psicologia, e seus respectivos regionais engajados nas causas LGBT, vêm se intensificando para repensar paradigmas e enfrentar as disparidades sustentadas pela patologização da população transexual e travesti. Haja vista que se trata de um campo ainda incipiente na profissão, tornase útil visibilizar atuações contemporâneas no sentido de colaborar com o desenvolvimento da temática na Psicologia como ciência e profissão...(AU)


The depathologization of transsexual and transvestite identities involves a fight against the disease and has had the contributions of several sectors, such as social movements and professional categories. Currently, some considerable achievements in this regard can be identified., among them, a withdrawal from the metadata of Mental Disorders in the International Classification of Diseases (ICD-11), of the conditions related to sexual health. Psychology has also been in favor of gender diversity as well as sexual orientations. In this context, the present work is structured as a feminist scientific demonstration that discusses the above reflections and the latest information on this demand, from the point of view of a Psychologist that coordinates a work group for the respect of the LGBT population in the 3rd CRP in the BA region and the current debates of the Council System in the defense of Human Rights. For example, the actions of the Federal Council of Psychology and its respective regional councils engaged in LGBT causes have intensified to reprehend paradigms and face the inequalities sustained by the pathologization of the transsexual and transvestite population. Since it is a field still incipient in the profession, it becomes useful to visualize contemporary performances to collaborate with the development of this subject in Psychology as science and profession...(AU)


La despatologización de las identidades transexuales y travestis ha sido una lucha ardua y cuenta con la colaboración de varios sectores, como los movimientos sociales y las categorías profesionales. Ya se pueden identificar logros considerables a este respecto, entre ellos, la eliminación de la sección de trastornos mentales en la Clasificación Internacional de Enfermedades (CIE-11), pasando a condiciones relacionadas con la salud sexual. La psicología también ha tomado una postura participativa a favor de la diversidad de género, así como las orientaciones sexuales. En este contexto, el presente trabajo está estructurado en un modelo de ensayo científico feminista que discute las reflexiones anteriores y otra información actualizada sobre esta aparente demanda, desde el punto de vista de una psicóloga que está coordinando un grupo de trabajo sobre población LGBT en el CRP 3º regiónBA y los debates actuales del Sistema de Consejos en defensa de los Derechos Humanos. Por ejemplo, las acciones del Consejo Federal de Psicología, y sus respectivos grupos regionales involucrados en causas LGBT, se han intensificado para repensar los paradigmas y abordar las disparidades sostenidas por la patologización de la población transgénero y travesti. Teniendo en cuenta que este campo aún es incipiente en la profesión, es útil hacer visibles las acciones contemporáneas para colaborar con el desarrollo del tema en Psicología como ciencia y profesión...(AU)


Assuntos
Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Adulto Jovem , Transexualidade , Travestilidade , Classificação Internacional de Doenças , Saúde Sexual , Pessoas Transgênero , Minorias Sexuais e de Gênero , Diversidade de Gênero , Direitos Humanos , Psicologia , Causalidade , Aconselhamento , Movimento
19.
Rev Bras Epidemiol ; 22Suppl 1(Suppl 1): e190004, 2019.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-31576980

RESUMO

INTRODUCTION: Travestis and transgender women resort to the use of hormones for body modification. Due to restrictions in the access to health services, self-medication is frequent. The aim of this study was to describe the self-reported prevalence of hormones used by travestis and transgender women in the Federal District. Method: This is a cross-sectional study with Respondent Driven Sampling (RDS) and Knowledge, Attitudes and Practices questionnaire (KAP) along with travestis and transgender women over 18 years in the FD. Prevalence was calculated using the RDS-II estimator. Logistic models were used to investigate the associated factors. A total of 201 volunteers participated. RESULTS: There was a young sample (median age of 24 years). The overall prevalence of continuous use of hormones was 64.5%. The most used formulation was the combination of estrogen and progesterone (86.2%) by injectable (75.1%) and oral (66%) administration. Most participants (84%) got the hormones without a prescription. Guidance on the use of these hormones came from their peers in 41% of the cases. We observed that the continuous use of hormones is associated with race, income and age, as well as the search for guidance of healthcare professionals, which is also associated with schooling. DISCUSSION: The reality of the process of hormone use by these people in the quest for femininity is reflected in high rates of self-medication. CONCLUSION: This study contributes to the visibility of the need to improve the access conditions of these people to health services.


Assuntos
Hormônios/administração & dosagem , Pessoas Transgênero/estatística & dados numéricos , Travestilidade , Adolescente , Adulto , Fatores Etários , Brasil , Estudos Transversais , Feminino , Identidade de Gênero , Humanos , Modelos Logísticos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Fatores de Risco , Automedicação/estatística & dados numéricos , Autorrelato , Fatores Socioeconômicos , Travestilidade/etnologia , Adulto Jovem
20.
RECIIS (Online) ; 13(3): 525-539, jul.-set. 2019.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1016683

RESUMO

Protagonistas nas lutas LGBTs, as drag queens viveram constantemente um apagamento histórico, fruto do preconceito estrutural que envolve, inclusive, a própria comunidade LGBT. No entanto, contemporaneamente, a cultura drag vive um momento de forte presença midiática suscitada pela popularização do programa estadunidense RuPaul's Drag Race. Tendo isso em vista, o presente artigo visa elaborar um entendimento sobre o percurso histórico que possibilitou a construção da cultura drag, tal qual a compreendemos contemporaneamente. Além disso, busca situar esses sujeitos como importantes na história LGBT mundial, observando sua presença, também, na cultura e mídia brasileiras.


Protagonists in the LGBT struggles, drag queens have constantly lived a historical erasure, as a result of the structural prejudice that involves, even, the own LGBT community. However, at the same time, the drag culture lives a moment of strong media presence raised by the popularization of the American program RuPaul's Drag Race. Taking this into account, this article aims to elaborate an understanding of the historical path that allowed the construction of the drag culture as we understand it contemporaneously. In addition, it seeks to situate these subjects as important in LGBT world history, noting their presence, also, in Brazilian culture and media.


Protagonistas de las luchas LGBT, las drag queens experimentan un borrado histórico, como consecuencia del prejuicio estructural que implica, incluso, la propia comunidad LGBT. Sin embargo, al mismo tiempo, la cultura del arrastre vive un momento de fuerte presencia de los medios levantada por la popularización del programa norteamericano RuPaul's Drag Race. Teniendo esto en cuenta, este artículo tiene como objetivo elaborar una comprensión del recorrido histórico que permitió la construcción de la cultura drag como la entendemos contemporáneamente. Además, busca situar esos temas como importantes en la historia mundial LGBT, observando su presencia, también, en la cultura y los medios brasileños.


Assuntos
Humanos , Comportamento Social , Travestilidade , Cultura , Mídia Audiovisual , Minorias Sexuais e de Gênero , Identidade de Gênero , Política Pública , Transexualidade , Violência , Estilo de Vida , Meios de Comunicação de Massa , Filmes Cinematográficos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...