Your browser doesn't support javascript.
loading
Mobbing - assédio moral no trabalho como fator desencadeante de stress laboral em enfermeiros / Mobbing - bullying at work as a trigger for work-related stress in nurses
Bragança; s.n; 20240000. tab..
Tesis en Portugués | BDENF - Enfermería | ID: biblio-1527055
Biblioteca responsable: PT48.1
Ubicación: PT48.1
RESUMO
A experiência de Assédio Moral no Trabalho (AMT) em Enfermagem, apresenta consequências importantes, que acentuam a pertinência de pesquisa na área. Com os objetivos de caracterizar os estudos que aqui assumem o estatuto de elementos de amostra; identificar categorias que expressem os contornos do AMT; analisar a fundamentação da literatura para as categorias de AMT encontradas. Como metodologia, foi desenvolvida uma Revisão Sistemática da Literatura, a partir da amostra, selecionada em bases de dados Web of Science e PubMed, através do método PRISMA, e critérios PICO. A seleção emerge a partir da expressão de busca e termos MeSH, dos operadores booleanos (Moral harassment) OR (mobbing) OR (bullying) AND (nursing) AND (nursing professionals) AND (workplace) AND (stress). Resultam 116 estudos, e foram selecionados 11, por responderem à Questão de Investigação, emergentes de 4 países da Europa, 4 da Ásia, 1 da América do Sul e 1 da Austrália. Resultou na identificação de 18 categorias que expressam os contornos do AMT as categorias fortes são "Burnout ­ exaustão emocional e despersonalização", fundamentada por 8 Componentes Discursivas (CD), de 6 estudos, seguida de "Insatisfação laboral, sentimentos de fracasso e frustração" por 5 CD de 5 estudos; e ainda "Stress Laboral, menor Capacidade de gestão de stress", "Relação entre exposição ao assédio moral vertical e satisfação no trabalho" por 4 CD de 4 estudos, respetivamente. Concluiu-se que as co-morbilidades consequentes ao AMT - burnout e sintomatologia psicossomática ­ são indicadores para maior investigação e formação de enfermeiros, assim como para a implementação de estratégias preventivas.
ABSTRACT
The experience of Moral Harassment at Work (AMT) in Nursing has important consequences, which accentuate the relevance of research in the area. In order to characterize the studies that here assume the status of sample elements; Identify categories that express the contours of the AMT; to analyze the rationale of the literature for the categories of AMT found. As a methodology, a Systematic Literature Review was developed, based on the sample, selected in Web of Science and PubMed databases, using the PRISMA method, and PICO criteria. The selection emerges from the search expression and terms MeSH, the Boolean operators (Moral harassment) OR (mobbing) OR (bullying) AND (nursing) AND (nursing professionals) AND (workplace) AND (stress). A total of 116 studies were conducted, and 11 were selected for answering the Research Question, emerging from 4 countries in Europe, 4 from Asia, 1 from South America and 1 from Australia. It was concluded that the comorbidities resulting from AMT - burnout and psychosomatic symptomatology - are indicators for further investigation and training of nurses, as well as for the implementation of preventive strategies.
Licencia
Asunto(s)

Texto completo: Disponible Colección: Bases de datos temática / Brasil Base de datos: BDENF - Enfermería Asunto principal: Acoso no Sexual Tipo de estudio: Estudio pronóstico Idioma: Portugués Año: 2024 Tipo del documento: Tesis
Texto completo: Disponible Colección: Bases de datos temática / Brasil Base de datos: BDENF - Enfermería Asunto principal: Acoso no Sexual Tipo de estudio: Estudio pronóstico Idioma: Portugués Año: 2024 Tipo del documento: Tesis
...