Your browser doesn't support javascript.
loading
Comunicação eficaz na transição de cuidados de enfermagem à pessoa em situação crítica, no serviço de urgência ­ implementação da metodologia ISBAR / Effective communication in the transition of nursing care to the critically ill person in the emergency department - implementation of the ISBAR methodology
Bragança; s.n; 20240000. tab..
Tesis en Portugués | BDENF - Enfermería | ID: biblio-1527123
Biblioteca responsable: PT48.1
Ubicación: PT48.1
RESUMO
A segurança dos doentes nos serviços de saúde, foi sempre uma preocupação dos gestores em saúde. Um dos aspetos que a pode comprometer, é a transferência de cuidados do doente entre os profissionais responsáveis por ele. Seja nas passagens de turno, ou transferências intra e inter-hospitalares. É essencial que seja estabelecida uma comunicação eficaz, de modo a assegurar a fluidez de assunção de cuidados e responsabilidades. Estes pressupostos evitam a ocorrência de efeitos adversos, de eventuais atrasos no diagnóstico e tratamentos, que podem dar origem a atrasos no restabelecimento da pessoa em situação crítica.

Objetivos:

Conhecer a perceção dos enfermeiros do Serviço de Urgência (SU), relativamente à informação transmitida durante as passagens de turno. Tornar mais eficaz a comunicação interpares, e garantir, como consequência, a segurança e a melhoria dos cuidados de enfermagem, nos momentos de transição de doentes, no SU.

Metodologia:

Trabalho realizado com base na metodologia investigação-ação, dividido em três processos metodológicos parcelares e consecutivos. Primeiramente, foi aplicado um questionário, a 59 enfermeiros em SU, com prestação direta de cuidados à pessoa em situação crítica. No segundo momento, foi realizado um diagnóstico de situação com a aplicação do Guia de Observação, durante os momentos de passagem de turno. No terceiro momento, após a análise dos resultados emergentes do Guia de Observação, foi criado, e implementado, o instrumento estruturado para aplicar nas passagens de turno, baseado na metodologia Identify, Situation, Background, Assessment e Recommendation (ISBAR), e aplicado novamente o Guia de Observação, para estudo de eficácia e/ou eficiência trazida por este instrumento.

Resultados:

A perceção dos enfermeiros sobre a comunicação durante as passagens de turno é favorável em relação à maioria dos aspetos abordados. Estes valorizaram a comunicação no contexto da equipa multidisciplinar, e aspetos relacionados com a importância da formação e da experiência profissional com a qualidade da comunicação. A perceção favorável do enfermeiro traduz-se no elevado nível de situações significativas (70 a 90%) que cerca de 80% enfermeiros reportam conseguir transmitir durante a passagem de turno. 36% dos participantes apontam a necessidade de melhorias, 65% relacionadas com a organização do processo de transição de cuidados e 45% com o problema das interrupções. Após a implementação da metodologia ISBAR nas passagens de turno, houve uma melhoria em vários aspetos, como se depreende da percentagem média de conformidade ser cerca de 69%, tendo melhorado cerca de 48%. O tempo de transmissão de informação aumentou, em média, 0,4 minutos por doente.

Conclusão:

Os resultados do presente trabalho apontam uma perspetiva favorável da perceção dos enfermeiros sobre a comunicação durante a passagem de turno, ainda que alguns aspetos tenham margem para melhoria, relacionados com a objetividade e pertinência da informação, e com a necessidade de ter um contexto calmo que favoreça a concentração, logo sem interrupções. Este contexto é, por sua vez, facilitador da mudança, como se veio a verificar ao comparar a qualidade da passagem de turno antes e depois de implementar a metodologia ISBAR, a certificação das melhorias demonstra o interesse e eficácia da sua utilização.
ABSTRACT
Patient safety in health services has always been a concern of health managers. One of the aspects that can compromise it is the transfer of the patient's care between the professionals responsible for it. Be it in handovers, or intra and inter-hospital transfers. It is essential that effective communication is established to ensure the fluidity of the assumption of care and responsibilities. These assumptions prevent the occurrence of adverse effects, possible delays in diagnosis and treatment, which can lead to delays in the recovery of the person in critical condition.

Objectives:

To know the nurses' perception in the Emergency Department (ED) regarding the information transmitted during handover. To make peer-to-peer communication more effective, and to ensure, consequently, the safety and improvement of nursing care, in moments of patient transition, in the ED.

Methodology:

This work was carried out based on the research-action methodology, divided into three partial and consecutive methodological processes. First, a questionnaire was applied to 59 nurses in the ED, with direct care provided to the critically ill person. In the second moment, a diagnosis of the situation was carried out with the application of the Observation Guide, during handovers. In the third moment, after the analysis of the results emerging from the Observation Guide, a structured instrument was created and implemented to be applied in handover, based on the Identify, Situation, Background, Assessment and Recommendation (ISBAR) methodology, and the Observation Guide was applied again to study the effectiveness and/or efficiency brought by this instrument.

Results:

Nurses' perception of communication during handover is favorable in relation to most of the aspects addressed. They valued communication in the context of the multidisciplinary team, and aspects related to the importance of training and professional experience with the quality of communication. The favorable nurses' perception translates into the high level of significant situations (70 to 90%) that about 80% of nurses report being able to transmit during handover. 36% of the participants point to the need for improvements, 65% related to the organization of the care transition process and 45% to the problem of interruptions. After the implementation of the ISBAR methodology in handovers, there was an improvement in several aspects, as can be seen from the average percentage of compliance being about 69%, having improved about 48%. The information transmission time increased by an average of 0.4 minutes per patient.

Conclusion:

The results of the present study point to a favorable perspective of nurses' perception of communication during handover, although some aspects have room for improvement, related to the objectivity and relevance of the information, and to the need to have a calm context that favors concentration, thus without interruptions. This context is a facilitator of change, as it turned out when comparing the quality of handovers before and after implementing the ISBAR methodology, the certification of improvements demonstrates the interest and effectiveness of its use.
Licencia
Asunto(s)

Texto completo: Disponible Colección: Bases de datos temática / Brasil Base de datos: BDENF - Enfermería Asunto principal: Comunicación / Servicio de Urgencia en Hospital / Enfermería Médico-Quirúrgica Tipo de estudio: Guía de práctica clínica / Investigación cualitativa Límite: Humanos Idioma: Portugués Año: 2024 Tipo del documento: Tesis
Texto completo: Disponible Colección: Bases de datos temática / Brasil Base de datos: BDENF - Enfermería Asunto principal: Comunicación / Servicio de Urgencia en Hospital / Enfermería Médico-Quirúrgica Tipo de estudio: Guía de práctica clínica / Investigación cualitativa Límite: Humanos Idioma: Portugués Año: 2024 Tipo del documento: Tesis
...