Your browser doesn't support javascript.
loading
Via verde sépsis no serviço de urgência de uma unidade local de saúde do norte do país entre 2018 e 2022 / Green route for sepsis in the emergency department of a local health unit in the north of the country between 2018 and 2022
Bragança; s.n; 20240000. il..
Tesis en Portugués | BDENF - Enfermería | ID: biblio-1527244
Biblioteca responsable: PT48.1
Ubicación: PT48.1
RESUMO
A sépsis e o choque séptico são problemas de saúde importantes, que afetam milhões de pessoas todos os anos, em todo mundo. Uma entre cada cinco pessoas infetadas morre. A identificação precoce e o tratamento adequado nas primeiras horas, após o desenvolvimento da sépsis, melhoram os resultados, sendo a Via Verde Sépsis uma resposta.

Objetivos:

Analisar os resultados da implementação do protocolo Via Verde Sépsis no Serviço de Urgência de Uma Unidade Local de Saúde do Norte do País, entre 2018 e 2022. Como objetivos específicos, delinearam-se os seguintes Traçar um perfil sociodemográfico e clínico dos utentes admitidos em Via Verde Sépsis; Verificar o tratamento dos utentes admitidos em Via Verde Sépsis e os tempos alvo; Averiguar a associação entre a mortalidade e as variáveis sociodemográficas e clínicas; Relacionar a mortalidade e a ordem das médias dos tempos alvo de admissão-triagem, triagem- observação médica, observação médica-lactatos e dias de internamento.

Métodos:

Estudo observacional de natureza quantitativa, descritivo-correlacional e analítico com enfoque transversal e retrospetivo, com recolha de dados clínicos para analisar os resultados da implementação do protocolo Via Verde Sépsis no Serviço de Urgência de Uma Unidade Local do Norte do País, entre 2018 e 2022. A amostra ficou constituída por 316 utentes. Os dados foram recolhidos a partir de uma grelha elaborada had hoc. O estudo obteve parecer favorável da Comissão de Ética.

Resultados:

Registou-se um total de 316 utentes, correspondendo a 50,9% de homens e 40,1% de mulheres, com uma média de idade de 58,33±21,13 anos. Os anos com uma percentagem mais expressiva de utentes admitidos em Via Verde Sépsis foram 2019 (41,1%) e 2018 (37,0%). Na maioria, durante o turno de trabalho da tarde (51,3%), triados com prioridade "Amarela" (52,2%). Destacou-se o ponto de partida respiratório (54,1%). Em relação à primeira linha de antibióticos utilizada, prevaleceu o Ceftriaxone (55,1%), como antibióticos de segunda linha, destacou-se a Claritromicina, com 11,1%, sendo 13,0% homens. Prevaleceram os utentes cujo destino foi a alta clínica (39,2%) e o internamento no Serviço de Medicina (38,9%). A ativação da Via Verde Sépsis, ocorreu em quase todos os utentes aquando da triagem (93,7%). Foi reduzida a taxa de utentes que faleceram (2,5%) N=8, entre os quais, 4 (50,0%) eram homens e 4 (50,0%) mulheres, com 5 (62,5%) na faixa etária dos 56-75 anos e 3 (37,5%) com idade superior aos 75 anos, 6 (75%) foram triados com prioridade laranja e 2 (25,0%) com prioridade amarela.

Conclusão:

A triagem exata, o reconhecimento rápido, a reanimação precoce, a administração precoce de antibióticos e a erradicação da fonte de infeção são os componentes fundamentais para a prestação de cuidados de qualidade em caso de sépsis. Como tal, é fundamental aumentar a ativação do protocolo da Via Verde Sépsis para que ocorra uma redução da mortalidade.
ABSTRACT
Sepsis and septic shock are important health problems that affect millions of people every year around the world. One in five infected people dies. Early identification and appropriate treatment in the first hours after sepsis develops improves results, with Via Verde Sépsis being an answer.

Objectives:

To analyze the results of the implementation of the Via Verde Sépsis protocol in the Emergency Department of a Local Health Unit of the North of the Country, between 2018 and 2022. The specific objectives were as follows To draw up a sociodemographic and clinical profile of patients admitted to Via Verde Sepsis; To verify the treatment of patients admitted to Via Verde Sepsis and the target times; To ascertain the association between mortality and sociodemographic variables; To relate mortality and the order of the mean target times for admission - triage, triage - medical observation, medical observation - lactate clarification and hospitalization days.

Methods:

This is a quantitative, descriptive-correlational and analytical observational study with a cross-sectional and retrospective approach, collecting clinical data to analyze the results of the implementation of the Via Verde Sepsis protocol in the Emergency Department of a Local Health Unit of the North of the Country, between 2018 and 2022. The sample consisted of 316 patients. The data was collected using a had hoc grid. The study was approved by the Ethics Committee.

Results:

A total of 316 users were registered, corresponding to 50.9% men and 40.1% women, with an average age of 58.33±21.13 years. The years with the highest percentage of patients admitted to Via Verde Sepsis were 2019 (41.1%) and 2018 (37.0%). The majority were admitted during the afternoon work shift (51.3%) and triaged with "Yellow" priority (52.2%). The respiratory starting point stood out (54.1%). The first line of antibiotics used was Ceftriaxone (55.1%) and the second line of antibiotics was Clarithromycin (11.1%), of which 13.0% were men. The majority of patients were discharged from hospital (39.2%) and admitted to the Medical Service (38.9%). Almost all patients had their Via Verde Sépsis activated during triage (93.7%). There was a low rate of patients who died (2,5%) N=8, of whom 4 (50,0%) were men and 4 (50,0%) women, with 5 (62,5%) in the 56-75 age group and 3 (37,5%) aged over 75, 6 were triaged with orange priority and 2 (25,0%)with yellow priority.

Conclusion:

Accurate triage, rapid recognition, early resuscitation, early administration of antibiotics and eradication of the source of infection are the key components in providing quality care in the event of sepsis. It is therefore essential to increase the activation of the Via Verde Sépsis protocol in order to reduce mortality.
Licencia
Asunto(s)

Texto completo: Disponible Colección: Bases de datos temática / Brasil Contexto en salud: ODS3 - Meta 3.3 Poner fin a las enfermedades desatendidas y detener enfermedades transmisibles Problema de salud: Sepsis Base de datos: BDENF - Enfermería Asunto principal: Sepsis / Servicio de Urgencia en Hospital Tipo de estudio: Guía de práctica clínica / Estudio observacional / Estudio pronóstico Aspecto: Aspectos éticos Límite: Femenino / Humanos / Masculino Idioma: Portugués Año: 2024 Tipo del documento: Tesis
Texto completo: Disponible Colección: Bases de datos temática / Brasil Contexto en salud: ODS3 - Meta 3.3 Poner fin a las enfermedades desatendidas y detener enfermedades transmisibles Problema de salud: Sepsis Base de datos: BDENF - Enfermería Asunto principal: Sepsis / Servicio de Urgencia en Hospital Tipo de estudio: Guía de práctica clínica / Estudio observacional / Estudio pronóstico Aspecto: Aspectos éticos Límite: Femenino / Humanos / Masculino Idioma: Portugués Año: 2024 Tipo del documento: Tesis
...