Your browser doesn't support javascript.
loading
Could physical discomforts be related to weight gain and parity in last trimester pregnant women? / Desconfortos físicos poderiam estar relacionados com o ganho de peso e paridade em gestantes no último trimestre?
Souza, Lara Andrade; Csizmar, Viviane Nunes Ferreira; Reis, Bianca Manzan; Castro, Shamyr Sulyvan de; Meirelles, Maria Cristina Cortez Carneiro.
Afiliación
  • Souza, Lara Andrade; Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Departamento de Fisioterapia. Uberaba. BR
  • Csizmar, Viviane Nunes Ferreira; Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Departamento de Fisioterapia. Uberaba. BR
  • Reis, Bianca Manzan; Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Departamento de Fisioterapia. Uberaba. BR
  • Castro, Shamyr Sulyvan de; Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Departamento de Fisioterapia. Uberaba. BR
  • Meirelles, Maria Cristina Cortez Carneiro; Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Departamento de Fisioterapia. Uberaba. BR
Rev. dor ; 18(1): 18-22, Jan.-Mar. 2017. tab
Artículo en Inglés | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-845170
Biblioteca responsable: BR1.1
ABSTRACT
ABSTRACT BACKGROUND AND

OBJECTIVES:

To identify and check the incidence of physical discomfort in third trimester pregnant women and relate it to parity, weight gain and regular practice of physical activities.

METHODS:

Data were collected by means of interviews made up of identification, socioeconomic data and lifestyle. In addition to pain intensity by means of the 10-cm visual analog scale, we have also calculated weight gain estimates for pregnant women as from body mass index considering the pre-gestational period. Physical discomforts were listed and answered "yes" or "no" with regard to their presence. Statistical analysis was carried out by simple frequency, percentages, Shapiro-Wilk, Chi-square and Student t tests. Statistical program was Stata 9.2 and significance level was 5%.

RESULTS:

Participated in the study 64 low risk pregnant women under pre-natal follow up. Most frequent symptom was fatigue, reported by 79.6%, followed by low back pain by 68.7%, uterine contraction pain and heartburn, each one reported by 60.9% of respondents, insomnia 53.1%, cramps 50%, nausea 29.6%, pain on ribs and vomiting, each with 21.8%, sciatic pain 20.3%, cervical and abdominal pain 18.7% each, chest pain 17.1%, nightmare and itching, each with 1.6% and brachial plexus pain by 3.1%. There has been no relationship with parity and weight gain.

CONCLUSION:

Discomforts reported had no relationship with parity, weight gain and regular practice of physical activities.
RESUMO
RESUMO JUSTIFICATIVA E

OBJETIVOS:

Identificar e verificar a incidência de incômodos físicos em gestantes, no terceiro trimestre, e relacioná-los com paridade, ganho de peso e prática regular de atividade física.

MÉTODOS:

A coleta de dados ocorreu com a utilização de um roteiro de entrevista composto de identificação, dados socioeconômicos, hábitos de vida. Além da intensidade de dor por meio da escala analógica visual de 10cm, calculou-se também a previsão do ganho de peso para gestantes a partir do índice de massa corporal considerando o período pré-gestacional. Os incômodos físicos foram listados e respondidos de forma afirmativa ou não quanto à presença deles. A análise estatística foi realizada por frequência simples, porcentagem, testes de Shapiro-Wilk, Qui-quadrado e t de Student. O programa estatístico utilizado foi o Stata 9.2 e o nível de significância foi de 5%.

RESULTADOS:

Participaram do estudo 64 gestantes de baixo risco que realizavam pré-natal. O sintoma de maior frequência apresentado foi fadiga, relatada por 79,6%, seguido de dor lombar por 68,7%, dor de contração uterina e azia queixados por 60,9% das gestantes, cada um deles, insônia 53,1%, câimbra 50%, náusea 29,6%, dor nas costelas e vômito 21,8% cada um, dor ciática 20,3%, dor cervical e dor abdominal 18,7% cada um, dor torácica 17,1%, pesadelo e prurido 15,6% cada um e dor na região do plexo braquial por 3,1%. Não houve relação com paridade ou ganho de peso.

CONCLUSÃO:

Os desconfortos relatados não apresentaram relação com a paridade, com ganho de peso e prática regular de atividade física.

Texto completo: Disponible Colección: Bases de datos internacionales Base de datos: LILACS Idioma: Inglés Revista: Rev. dor Asunto de la revista: Psicofisiología / Terapeutica Año: 2017 Tipo del documento: Artículo País de afiliación: Brasil Institución/País de afiliación: Universidade Federal do Triângulo Mineiro/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponible Colección: Bases de datos internacionales Base de datos: LILACS Idioma: Inglés Revista: Rev. dor Asunto de la revista: Psicofisiología / Terapeutica Año: 2017 Tipo del documento: Artículo País de afiliación: Brasil Institución/País de afiliación: Universidade Federal do Triângulo Mineiro/BR
...