Your browser doesn't support javascript.
loading
"Defender os sao e consolar os lazaros": lepra e isolamento no Brasil 1935/1976 / ?
Uberlandia; s.n; 2002. 231 p. ilus, tab.
Tesis en Portugués | Hanseníase | ID: han-23227
Biblioteca responsable: BR191.1
Ubicación: BR191.1, C925d
ABSTRACT
A hanseniase, antiga lepra, sempre constituiu-se num grave problema de saude publica mundial, situacao que pouco se diferencia da atualidade. Introduzida no Brasil por europeus e africanos, junto com o bacilo aportou o estigma e a memoria mitica da doenca. um dos males mais antigos a afligir a humanidade, sobre ele encontra-se referencias variadas nos mais diversos povos e regioes do mundo. O periodo abordado na pesquisa, de 1935 a 1976, corresponde na historia brasileira, em termos de saude publica, aquele em que o Estado, pressionado por determinados segmentos sociais, edifica uma rede institucional exclusivamente dedicada ao "combate a lepra" objetivando a erradicacao desse mal no pais. Essa rede institucional utilizava como medida profilatica central o isolamento dos acometidos em estabelecimentos especialmente destinados a esse fim. Complementando esta pratica foram instituidos os preventorios para os filhos indenes dos leprosos e os dispensarios de lepra para vigiar e controlar os demais familiares, amigos, parentes e outros que haviam convivido com aquele que estava sendo internado. A vida de todos ficaria marcada e estigmatizada. Filhos orfaos, pai ou mae na viuvez, com dificuldades no trabalho e no convivio social, e o ente infectado trancafiado em nome da preservacao dos "saos". Todos privados do ambiente familiar. Preventorio, dispensarios e asilos-colonias eram, respectivamente, seus destinos. Arsenal profilatico que deveria ter acabado com a lepra no Brasil. A pesquisa procurou contextualizar este conjunto de praticas discursivas e nao discursivas que fundamentaram o isolamento dos leprosos no pais e demonstrar o imbricado entralacamento entre filantropia, medicina e o Estado nas atividades relacionadas com a lepra no Brasil do seculo XX. No entanto, a hanseniase, como hoje e denominada no Brasil a doenca provocada pelo Mycobacterium leprae, permanece um desafio. Nem o isolamento nem a moderna quimioterapia conseguiram debelar a endemia. Procurou-se, ainda que limitadamente, compreender os inumeros acontecimentos, mitos, memorias e tragedias que envolveram e lamentavelmente ainda envolvem, os acometidos por esse mal no decorrer do periodo em que vigorou o isolamento compulsorio no pais. Hoje uma doenca, outrora uma categoria que combinava exclusao social, perigo infectante e individuos indesejaveis. Hoje hanseniase, ontem lepra (AU)
Asunto(s)

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Colección: Bases de datos nacionales / Brasil Base de datos: Hanseníase Asunto principal: Salud Pública / Hospitales Especializados / Lepra Límite: Humanos País/Región como asunto: America del Sur / Brasil Idioma: Portugués Año: 2002 Tipo del documento: Tesis