Your browser doesn't support javascript.
A formação de atletas de basquetebol: quantificação do tempo de prática e do número de jogos / The formation of basketball players: quantification of practice time and the number of matches
Rev. bras. educ. fís. esp ; 29(4): 663-673, out.-dez. 2015. tab, graf
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-767860
Biblioteca responsable: BR1.1
RESUMO
Resumo O objetivo deste estudo foi analisar o processo de formação de atletas da categoria de base do basquetebol considerando o tempo de prática de treinamento e o número de jogos de atletas profissionais e atletas da categoria sub-19 anos de Minas Gerais. Para isso foi aplicado o Questionário sobre Tempo de Prática para Atletas de Basquetebol aos atletas e entrevistas semiestruturadas aos treinadores. Para a análise dos dados quantitativos foram aplicados os testes Shapiro-Wilk e Mann-Whitney, para um nível de significância de 5%. Para as entrevistas, uma análise do conteúdo foi utilizada para o tratamento dos dados. Em relação à experiência competitiva, foram encontradas diferenças significativas (p = 0,003) que apontam um maior número de jogos disputados pelos atletas profissionais durante a sua formação na categoria de base na comparação com os atletas da categoria sub-19 anos de Minas Gerais. Conclui-se que, apesar do tempo de prática de treinamento ter sido semelhante durante o processo de formação nas categorias de base, os atletas profissionais disputaram um maior número de jogos que os atletas da categoria sub-19 anos de Minas Gerais.
ABSTRACT
Abstract The aim of this study was to analyze the process training of players of youth academy level of basketball considering the practice time of training and the number of matches of professional and Minas Gerais under-19 Brazilian basketball players. To do this we applied Practice Time Questionnaire for Basketball Athletes to the players, and semi-structured interviews to coaches. For quantitative data, Shapiro-Wilk and Mann-Whitney tests were applied for a 0.05 significance level. A data treatment of the interviews we used content analysis. The results show that there is no statistically significant difference between Minas Gerais players training time and professional players training time during youth academy level. In relation of competitive experience, significant differences were found (p = 0.003) that indicate a greater number of matches played by professional players during their formation time in youth academy level in comparison with the players of under-19 category of Minas Gerais. It is concluded that despite the practice time of training have been similar during the formation process in the youth academy level, the professional players have more number of matches played than the players of category under-19 years of Minas Gerais.
Asunto(s)

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponible Colección: Bases de datos internacionales Base de datos: LILACS Asunto principal: Educación y Entrenamiento Físico / Baloncesto / Capacitación Profesional / Atletas País/Región como asunto: America del Sur / Brasil Idioma: Portugués Revista: Rev. bras. educ. fís. esp Asunto de la revista: Medicina Deportiva Año: 2015 Tipo del documento: Artículo País de afiliación: Brasil Institución/País de afiliación: Universidade Federal de Minas Gerais/BR