Your browser doesn't support javascript.
loading
Cirurgia bariátrica e transtorno de compulsão alimentar: os cirurgiões devem se preocupar com isso? Uma revisão da literatura sobre a prevalência e os métodos de diagnóstico / Bariatric surgery and binge eating disorder: should surgeons care about it? a literature review of prevalence and assessment tools
Tess, Beatriz H; Maximiano-Ferreira, Letícia; Pajecki, Denis; Wang, Yuan-Pang.
Afiliação
  • Tess, Beatriz H; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Departamento de Medicina Preventiva. São Paulo. BR
  • Maximiano-Ferreira, Letícia; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Nutrição. São Paulo. BR
  • Pajecki, Denis; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas. São Paulo. BR
  • Wang, Yuan-Pang; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas. São Paulo. BR
Arq. gastroenterol ; 56(1): 55-60, Jan.-Mar. 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1001323
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
ABSTRACT

BACKGROUND:

Eating pathologies among bariatric surgery candidates are common and associated with adverse surgical outcomes, including weight regain and low quality of life. However, their assessment is made difficult by the great variety and inconsistent use of standardized measures.

OBJECTIVE:

The purpose of this review was to synthesize current knowledge on the prevalence of binge eating disorder (BED) in presurgical patients and to make a critical appraisal of assessment tools for BED.

METHODS:

A search was conducted on PubMed, Scopus, and Web of Science databases from January 1994 to March 2017. Data were extracted, tabulated and summarized using a narrative approach.

RESULTS:

A total of 21 observational studies were reviewed for data extraction and analysis. Prevalence of BED in bariatric populations ranged from 2% to 53%. Considerable variation in patient characteristics and in BED assessment measures was evident among the studies. In addition, several methodological weaknesses were recognized in most of the studies. Ten different psychometric instruments were used to assess BED. Clinical interviews were used in only 12 studies, though this is the preferred tool to diagnose BED.

CONCLUSION:

Study heterogeneity accounted for the variability of the results from different centers and methodological flaws such as insufficient sample size and selection bias impaired the evidence on the magnitude of BED in surgical settings. For the sake of comparability and generalizability of the findings in future studies, researchers must recruit representative samples of treatment-seeking candidates for bariatric surgery and systematically apply standard instruments for the assessment of BED.
RESUMO
RESUMO

CONTEXTO:

Os transtornos alimentares entre os candidatos à cirurgia bariátrica são comuns e estão associados a resultados cirúrgicos adversos, incluindo recuperação de peso e baixa qualidade de vida. No entanto, sua avaliação é difícil pela grande variedade e uso inconsistente de métodos de avaliação padronizados.

OBJETIVO:

O objetivo desta revisão foi sintetizar o conhecimento atual sobre a prevalência do transtorno de compulsão alimentar (TCA) em pacientes pré-cirúrgicos e fazer uma avaliação crítica dos instrumentos de avaliação para TCA.

MÉTODOS:

A busca foi realizada nas bases de dados PubMed, Scopus e Web of Science de janeiro de 1994 a março de 2017. Os dados foram extraídos, tabulados e resumidos usando uma abordagem narrativa.

RESULTADOS:

Um total de 21 estudos observacionais foram revisados para extração e análise de dados. A prevalência de TCA nas populações bariátricas variou de 2% a 53%. Variações consideráveis nas características dos pacientes e nas medidas de avaliação do TCA foram evidentes entre os estudos. Além disso, várias fragilidades metodológicas na maioria dos estudos foram reconhecidas. Estudos utilizaram 10 diferentes instrumentos psicométricos para avaliar a TCA. Entrevistas clínicas foram utilizadas em 12 estudos, embora seja a ferramenta preferencial para diagnosticar o TCA.

CONCLUSÃO:

A heterogeneidade dos estudos foi responsável pela variabilidade dos resultados nos diferentes centros e falhas metodológicas, como tamanho insuficiente da amostra e viés de seleção, prejudicaram a estimativa da magnitude do TCA em cenários cirúrgicos. Para fins de comparabilidade e generalização dos achados em estudos futuros, os pesquisadores devem recrutar amostras representativas de candidatos à cirurgia bariátrica e fazer a aplicação sistemática de instrumentos padronizados para a avaliação do TCA.
Assuntos


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Obesidade Mórbida / Cirurgia Bariátrica / Transtorno da Compulsão Alimentar Tipo de estudo: Estudo observacional / Estudo de prevalência / Estudo de rastreamento Limite: Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Inglês Revista: Arq. gastroenterol Assunto da revista: Gastroenterologia Ano de publicação: 2019 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/BR

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Obesidade Mórbida / Cirurgia Bariátrica / Transtorno da Compulsão Alimentar Tipo de estudo: Estudo observacional / Estudo de prevalência / Estudo de rastreamento Limite: Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Inglês Revista: Arq. gastroenterol Assunto da revista: Gastroenterologia Ano de publicação: 2019 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/BR
...