Your browser doesn't support javascript.
loading
Enfrentamento e Adaptação de Pacientes na Amputação por Trauma ou Doença / Patients Coping and Adaptation in the Amputation by Trauma or Disease
Oliveira, Ana Paula da Silva Vasques; Almeida, Fabrício Fernandes.
Afiliação
  • Oliveira, Ana Paula da Silva Vasques; s.af
  • Almeida, Fabrício Fernandes; Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF). Brasília, DF. BR
Rev. bras. ciênc. saúde ; 23(1): 65-72, 2019. tab., ilus.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1009157
Biblioteca responsável: BR8.1
Localização: BR8.1, v.23, n.1
RESUMO
A amputação é uma perda física e psíquica. A pessoa amputada precisa se adaptar a nova forma de vida.

Objetivo:

O presente estudo teve como objetivo avaliar o impacto da estratégia de enfrentamento no processo de adaptação de pacientes amputados devido a algum trauma (acidente) ou doença.

Método:

Foram aplicados entrevista semiestruturada, Escala Modo de Enfrentamento de Problemas - EMEP e questionário sociodemográfico no período de agosto a outubro de 2015, no Hospital de Base do Distrito Federal. Realizou-se um estudo quantitativo de corte transversal, com amostra não probabilística por conveniência. Os critérios de inclusão da pesquisa foram todos os pacientes que sofreram amputação por trauma ou doença, com condições cognitivas de participar da pesquisa e que aceitaram participar.

Resultados:

Dos 31 entrevistados, 9,7% sofreram amputação por trauma e 90,3% por doença. Foram considerados mal adaptados ao tratamento 12,9% dos entrevistados. A amostra encontrada foi dividida em dois grupos em relação ao seu modo de enfrentamento, a saber a) enfrentamento focalizado no problema e b) práticas religiosas/pensamento fantasioso.

Conclusão:

A análise dos achados sugere uma não associação entre estratégias de enfrentamento e adaptação, dada a não variação nas estratégias de enfrentamento encontradas. Não foi possível concluir se não existe diferença quanto à estratégia de enfrentamento de pacientes amputados por trauma ou por doença. (AU)
ABSTRACT

Introduction:

Amputation is a physical and psychological loss. The amputated person needs to adapt to a new way of life.

Objective:

The present study aimed to evaluate the coping strategy impact into the adaptation process of the amputated patient due to trauma (accident) or disease.

Methods:

Semi-structured interview, Ways of Coping Scale and sociodemographic questionnaire were applied during August, September and October of 2015 in the "Hospital de Base of Distrito Federal" and performing a quantitative cross-sectional study, with a non-probabilistic sample by convenience. The inclusion criteria of the research were all of the patients who suffered amputation due to trauma or disease, with cognitive conditions to participate in the research and who accepted to participate.

Results:

Among the 31 participants, 9,7% suffered amputation due to trauma and 90.3% due to a disease. Only 12.9% of the participants were considered ill-adapted to the treatment. The sample found was divided into two groups in relation to their mode of coping, namely a) problem-focused and b) religious practices/fantasy thinking.

Conclusion:

The analysis of the findings suggests no association between coping strategies and adaptation, given the non-variation in coping strategies encountered. It was not possible to conclude that there is no difference in the coping strategy of patients amputated due to trauma or illness. (AU)
Assuntos

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Amputação Traumática Tipo de estudo: Estudo de avaliação / Estudo de prevalência Limite: Adulto / Idoso Idioma: Português Revista: Rev. bras. ciênc. saúde Assunto da revista: Medicina Ano de publicação: 2019 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF)/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Amputação Traumática Tipo de estudo: Estudo de avaliação / Estudo de prevalência Limite: Adulto / Idoso Idioma: Português Revista: Rev. bras. ciênc. saúde Assunto da revista: Medicina Ano de publicação: 2019 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF)/BR
...