Your browser doesn't support javascript.
A new species of freshwater amphipod (Crustacea, Amphipoda, Hyalellidae) from state of Rio Grande do Sul, Southern Brazil / Uma nova espécie de anfípodo dulcícola (Crustacea, Amphipoda, Hyalellidae) do estado do Rio Grande do Sul, sul do Brasil
Biota Neotrop. (Online, Ed. ingl.) ; 20(1): e20190802, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1038871
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
Abstract: The current study describes a new species of Hyalella found in a natural pond at the municipality of Palmeira das Missões, located in the northwestern region of state of Rio Grande do Sul, southern Brazil. The new species differs from other species found in state of Rio Grande do Sul (Hyalella bonariensis, H. castroi, H. kaigang, H. imbya, H. georginae, H. gauchensis, H. montenegrinae and H. pampeana) in the type and number of setae on uropods, on telson and on the inner face of gnathopod 1. Besides, Hyalella palmeirensis is morphologically similar to H. curvispina, especially in the shape and number of setae of uropods. However, H. palmeirensis differs from H. curvispina in having only two simple setae on telson, the inner face of gnathopod 1 with five serrate setae and only the posterior distal margin with denticles in comb-scales, and especially by the tubular sternal gills, present on segments 3 to 7. These new records increase from 11 to 12 the number of species known from state of Rio Grande do Sul.
RESUMO
Resumo: O presente trabalho descreve uma nova espécie de Hyalella encontrada numa nascente no município de Palmeira das Missões, localizado na região noroeste do estado do Rio Grande do Sul, sul do Brasil. A nova espécie difere das outras espécies encontradas no estado do Rio Grande do Sul (Hyalella bonariensis, H. castroi, H. kaigang, H. imbya, H. georginae, H. gauchensis, H. montenegrinae and H. pampeana) especialmente com relação ao tipo e número de setas dos urópodos, télson e superfície ventral do gnatópodo 1. Além disto, H. palmeirensis é similar a H. curvispina, especialmente na forma e número de setas dos urópodos. Entretanto, H. palmeirensis difere de H. curvispina por possuir somente duas setas simples no télson, cinco setas serradas na superfície ventral do gnatópodo 1 e dentículos (comb-scales) somente na margem posterior do gnatópodo 1 e brânquias esternais presentes do segmento 3 ao 7. Esse novo registro aumenta para 11 o número de espécies de Hyalella conhecidas para o estado do Rio Grande do Sul.

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Biota Neotrop. (Online, Ed. ingl.) Assunto da revista: Medicina Tropical / Sa£de Ambiental Ano de publicação: 2020 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Santa Maria/BR