Your browser doesn't support javascript.
loading
A percepção da mulher sobre os espaços para amamentar: suporte na teoria interativa de amamentação / Women's perception about space for breastfeeding: support in interactive breastfeeding theory / Percepción de las mujeres sobre los espacios para lactancia materna: apoyo en la teoría interactiva de la lactancia materna
Primo, Cândida Caniçali; Mocelin, Helaine Jacinta Salvador; Zavarize, Thaís Bermond; Lima, Eliane de Fátima Almeida; Lima, Rosana Oliveira de; Brandão, Marcos Antônio Gomes.
Afiliação
  • Primo, Cândida Caniçali; Universidade Federal do Espírito Santo - UFES. BR
  • Mocelin, Helaine Jacinta Salvador; Universidade Federal do Espírito Santo - UFES. BR
  • Zavarize, Thaís Bermond; Universidade Federal do Espírito Santo - UFES. BR
  • Lima, Eliane de Fátima Almeida; Universidade Federal do Espírito Santo - UFES. BR
  • Lima, Rosana Oliveira de; Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes. BR
  • Brandão, Marcos Antônio Gomes; Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ. BR
REME rev. min. enferm ; 23: e-1261, jan.2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1048185
Biblioteca responsável: BR21.2
RESUMO

INTRODUÇÃO:

a amamentação é fortemente influenciada por diversos fatores, e a falta de um lugar privado e o constrangimento em locais público desencorajam as mulheres.

OBJETIVO:

avaliar a percepção da mulher sobre o espaço para amamentar.

MÉTODO:

pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa desenvolvida com 30 mulheres grávidas e puérperas internadas na maternidade de um hospital universitário do estado do Espírito Santo. A análise de conteúdo proposta por Bardin e a Teoria Interativa de Amamentação foram utilizadas para a sistematização dos dados.

RESULTADOS:

a maioria das mulheres relatou que iria amamentar em lugares públicos, no entanto, todas disseram que cobririam seus peitos com pano ou fralda e que se sentem mais confortáveis para amamentar em casa. As mulheres relataram sentir-se confortáveis quando estão próximas de mulheres, familiares ou amigas conhecidas, enquanto perto de homens, conhecidos ou não, sentem-se desconfortáveis e cobrem seus peitos para amamentar. E próximas de profissionais de saúde a maioria se sente confortável, já que orientam e apoiam a amamentação.

CONCLUSÃO:

amamentar em espaços públicos ainda causa desconforto, constrangimento e vergonha nas mulheres.(AU)
ABSTRACT

Introduction:

breastfeeding is strongly influenced by many factors, and the lack of a private place and embarrassment in public places discourage women.

Objective:

to evaluate women's perceptions of space for breastfeeding.

Method:

a descriptive research with a qualitative approach developed with 30 pregnant and postpartum women admitted to the maternity ward of a university hospital in the Espírito Santo State. The content analysis proposed by Bardin and the Interactive Breastfeeding Theory were used to systematize the data.

Results:

most women reported that they would breastfeed in public places, but all said they would cover their breasts with cloth or diaper and feel more comfortable breastfeeding at home. Women reported feeling comfortable when they are close to known women, family or friends, while close to men, known or not, feel uncomfortable and cover their breasts for breastfeeding. And close to health professionals most feel comfortable as they guide and support breastfeeding.

Conclusion:

breastfeeding in public spaces still causes discomfort, embarrassment and shame in women.(AU)
RESUMEN

Introducción:

la lactancia materna está muy influenciada por varios factores. La falta de un lugar privado y la vergüenza de exponerse en lugares públicos desalientan a las mujeres.

Objetivo:

evaluar las percepciones de las mujeres sobre los espacios para lactancia materna.

Método:

investigación descriptiva de enfoque cualitativo desarrollado con 30 mujeres embarazadas y en el posparto ingresadas en la maternidad de un hospital universitario del estado de Espírito Santo. Se utilizaron el análisis de contenido propuesto por Bardin y la Teoría Interactiva de la Lactancia materna para sistematizar los datos.

Resultados:

la mayoría de las mujeres declararon que amamantarían a sus niños en lugares públicos; todas ellas dijeron que cubrirían los senos con una tela o un pañal y que se sentirían más cómodas para amamantar en casa. Las mujeres manifestaron sentirse cómodas cuando están cerca de mujeres conocidas, familiares o amigos y que se sienten incómodas cuando están cerca de hombres, conocidos o no, y que se cubren los senos. La mayoría se siente cómoda cerca de los profesionales de la salud ya que guían y apoyan la lactancia materna.

Conclusión:

la lactancia materna en espacios públicos todavía causa molestias, bochorno y vergüenza a las mujeres.(AU)
Assuntos


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Assunto principal: Espaço Pessoal / Vergonha / Aleitamento Materno / Enfermagem Materno-Infantil Tipo de estudo: Pesquisa qualitativa Limite: Feminino / Humanos Idioma: Português Revista: REME rev. min. enferm Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2019 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes/BR / Universidade Federal do Espírito Santo - UFES/BR / Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ/BR

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Assunto principal: Espaço Pessoal / Vergonha / Aleitamento Materno / Enfermagem Materno-Infantil Tipo de estudo: Pesquisa qualitativa Limite: Feminino / Humanos Idioma: Português Revista: REME rev. min. enferm Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2019 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes/BR / Universidade Federal do Espírito Santo - UFES/BR / Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ/BR
...