Your browser doesn't support javascript.
loading
Percepções de facilitadores sobre as tecnologias em saúde utilizadas em oficinas educativas com adolescentes / Facilitators' perceptions about health technologies used in educational workshops with adolescents / Percepciones de facilitadores sobre las tecnologías de salud utilizadas en talleres educativos con adolescentes
Gonçalves, Gleice Adriana Araujo; Silva, Kely Vanessa Leite Gomes da; Santos, Rosely Leyliane dos; Machado, Maria de Fátima Antero Sousa; Rebouças, Cristiana Brasil de Almeida; Silva, Viviane Martins da.
Afiliação
  • Gonçalves, Gleice Adriana Araujo; Universidade Regional do Cariri. BR
  • Silva, Kely Vanessa Leite Gomes da; Universidade Regional do Cariri. BR
  • Santos, Rosely Leyliane dos; Universidade Regional do Cariri. BR
  • Machado, Maria de Fátima Antero Sousa; Universidade Regional do Cariri. BR
  • Rebouças, Cristiana Brasil de Almeida; Universidade Federal do Ceara. BR
  • Silva, Viviane Martins da; Universidade Federal do Ceara. BR
REME rev. min. enferm ; 24: e-1273, fev.2020.
Artigo em Inglês, Português | BDENF - Enfermagem, LILACS | ID: biblio-1051249
Biblioteca responsável: BR21.2
RESUMO

Introdução:

a adolescência é uma fase da vida caracterizada por situações de vulnerabilidade que predispõem os adolescentes às situações de risco. Inovações tecnológicas podem promover à saúde dos adolescentes por meio de oficinas educativas para empoderá-los acerca do cuidado com sua saúde.

Objetivo:

conhecer a percepção de facilitadores sobre as tecnologias em saúde utilizadas em oficinas educativas com adolescentes.

Método:

estudo qualitativo realizado com 14 facilitadores do projeto de extensão Adolescer com Saúde. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada, submetidos à análise de conteúdo em modalidade temática.

Resultados:

emergiram três categorias temáticas. Os facilitadores percebem as oficinas educativas como tecnologias em saúde adequadas e que potencializam a promoção da saúde. Apreendeuse que a utilização das oficinas educativas pode contribuir para o êxito das ações, especialmente quando direcionadas aos adolescentes.

Conclusão:

os facilitadores percebem que as oficinas educativas, como tecnologias em saúde, são importantes. Evidenciou-se o uso recorrente de tecnologias leves e representam um recurso que fortalece ações de educação em saúde.(AU)
ABSTRACT

Introduction:

adolescence is a phase of life characterized by situations of vulnerability that predispose adolescents to risky situations. Technological innovations can promote the health of adolescents through educational workshops to empower them about caring for their health.

Objective:

to know the facilitators' perception of health technologies used in educational workshops with adolescents.

Method:

qualitative study carried out with 14 facilitators of the extension project Adolescer com Saúde (Adolescent with Health). Data were collected through semi-structured interviews, submitted to content analysis in thematic modality.

Results:

three thematic categories emerged. Facilitators perceive educational workshops as appropriate health technologies that enhance health promotion. It was apprehended that the use of educational workshops can contribute to the success of actions, especially when directed at adolescents.

Conclusion:

the facilitators realize that educational workshops, as health technologies, are important. The recurrent use of soft technologies was evidenced and represents a resource that strengthens health education actions.(AU)
RESUMEN

Introducción:

la adolescencia es una etapa de la vida caracterizada por situaciones de vulnerabilidad que predisponen a los adolescentes a situaciones de riesgo. Las innovaciones tecnológicas pueden promover la salud de estos jóvenes a través de talleres educativos con miras a capacitarlos en el cuidado de su salud.

Objetivo:

conocer la percepción de los facilitadores de las tecnologías de salud utilizadas en los talleres educativos con adolescentes.

Método:

estudio cualitativo realizado con 14 facilitadores del proyecto de extensión Adolescer com Saúde. Los datos, recogidos a través de entrevistas semiestructuradas, fueron sometidos al análisis de contenido en la modalidad temática.

Resultados:

surgieron tres categorías temáticas. Los facilitadores perciben los talleres educativos como tecnologías sanitarias apropiadas que potencian la promoción de la salud. Se comprobó que el uso de talleres educativos puede contribuir al éxito de las acciones, especialmente cuando se dirigen a adolescentes.

Conclusión:

los facilitadores reconocen que los talleres educativos son importantes como tecnologías sanitarias. También es evidente el uso recurrente de las tecnologías ligeras, un recurso que fortalece las acciones de educación en salud.(AU)
Licença
Assuntos


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Assunto principal: Educação em Saúde / Tecnologia Biomédica / Promoção da Saúde Tipo de estudo: Pesquisa qualitativa Limite: Adolescente / Humanos Idioma: Inglês / Português Revista: REME rev. min. enferm Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2020 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal do Ceara/BR / Universidade Regional do Cariri/BR

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Assunto principal: Educação em Saúde / Tecnologia Biomédica / Promoção da Saúde Tipo de estudo: Pesquisa qualitativa Limite: Adolescente / Humanos Idioma: Inglês / Português Revista: REME rev. min. enferm Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2020 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal do Ceara/BR / Universidade Regional do Cariri/BR
...