Your browser doesn't support javascript.
loading
Lidando com um fenômeno natural e que ficará para sempre: a menstruação e suas influências na vida da mulher / Dealing with a natural phenomenon that will remain forever: menstruation and its influences in the life of women
Rio de Janeiro; s.n; 2019. 76 p. ilus..
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1087801
Biblioteca responsável: BR1366.1
Localização: BR1366.1; 614.253.5, M339, TE775
RESUMO
A menstruação, biologicamente e de acordo com a visão médica, é definida como a eliminação de sangue e tecido superficial do endométrio após a prévia involução, em consequência à queda das concentrações séricas de estrogênios e progesterona ao final do ciclo ovariano. Porém, a Organização Mundial da Saúde (OMS) tem procurado desestimular este conceito mecanicista, buscando afirmar que o ato de menstruar também envolve variáveis psicológicas, sociais e culturais. Foram definidos os seguintes

objetivos:

Descrever as relações de influência da menstruação na vida de mulheres, segundo sua própria percepção e Analisar a relação de mulheres com a menstruação à luz do interacionismo simbólico. O estudo proposto é descritivo, qualitativo e visa a explorar diferentes aspectos das experiências de vida das participantes. Optou-se por abordagem qualitativa, baseada nos pressupostos da Grounded Theory, por oferecer elementos para a discussão e análise dos dados de modo comparativo constante dos resultados, e do interacionismo simbólico, que possibilita que a pesquisa qualitativa atinja o objetivo de pesquisar o sentido que os indivíduos propõem aos objetos, pessoas e símbolos com os quais interagem no meio social. Dos resultados evidenciados, foram geradas quatro categorias "A chegada de algo inesperado e desconhecido que ficará para sempre...", "A influência dos outros na vivência/experiência da menstruação", "O conhecimento do corpo e a relação consigo mesma e com o mundo à sua volta" e "Reconhecendo e lidando com as influências na vida". Observou-se que as mulheres, ao lidarem com o fenômeno da menstruação, mesmo esta sendo algo natural, vivenciam-na diferentemente, sendo o seu meio social e sua cultura grandes influenciadores do processo, além de o próprio evento ser um marco em sua vida, pois, muitas vezes, ocorre de modo inesperado, podendo gerar ações positivas ou negativas. O suporte social é outra estratégia bastante importante como apoio tanto para as adolescentes que vivenciam esse momento de transição para a fase adulta como para as mulheres adultas que consideram importante receber apoio de seus familiares, amigos, entre outros. A participação do enfermeiro pode tornar-se uma importante mediação junto a essa mulher, para auxiliá-la na busca de significados mais contundentes por meio de um cuidado mais integral, qualificado, fazendo com que a mulher tenha uma visão reflexiva sobre o ato de estar menstruada e sobre as influências da menstruação em sua vida, bem como um olhar para além de assumir naturalmente este evento, conformar-se ou não aceitar a menstruação. Ao ajudá-la a ressignificar esse fenômeno, trazendo para ela uma visão diferenciada, mostrando a menstruação como algo natural, possibilitando que a mulher assuma a menstruação como símbolo do feminino e instrumento de empoderamento, a enfermagem desenvolve ação importante do cuidado, atribuindo a esse cuidado cunho libertador. Os resultados do presente estudo evidenciaram situações que merecem aprofundamento em estudos posteriores.
ABSTRACT
Menstruation, biologically and according to the medical view, is defined as the elimination of blood and superficial tissue of the endometrium after previous involution, as a result of the drop in serum concentrations of estrogens and progesterone at the end of the ovarian cycle. However, the World Health Organization (WHO) has tried to discourage this mechanistic concept and sought to affirm that the act of menstruating also involves psychological, social and cultural variables. The following objectives were defined Describe the relations of the influence of menstruation in the lives of women, according to their own perception and Analyze the relation of women with menstruation in the light of symbolic interactionism. The proposed study is descriptive, qualitative and aimed at exploring different aspects of the participants' life experiences. We chose a qualitative approach, based on the assumptions of the Grounded Theory, for it offers elements for the discussion and analysis of the data results in a constant comparative way, and of the Symbolic Interactionism, which enables the qualitative research to achieve the objective of researching the meaning that individuals propose to the objects, people and symbols with which they interact in the social environment. From the results, four categories were generated "The arrival of something unexpected and unknown that will remain forever...", "The influence of others in living/experiencing menstruation", "The knowledge of the body and the relationship with herself and the world around her" and "Recognizing and dealing with the influences in life". It was observed that women, when dealing with the phenomenon of menstruation, although it is something natural, experience it differently, their social environment and culture being great influencers of this process, besides the event itself being a milestone in her life because it often occurs unexpectedly, and can generate positive or negative actions. Social support is another particularly important strategy as a support for both adolescents who experience this moment of transition to adulthood and for adult women who consider it important to receive support from their relatives, friends, among others. The participation of the nurse can become an important mediation with this woman to help her in the search for more significant meanings by means of a more integral, qualified care, causing the woman to have a reflexive vision about the act of being menstruated and about the influences of menstruation in her life, as well as having a look beyond just assuming this event naturally, conforming herself or not accepting the menstruation. By helping her to re-signify this phenomenon, bringing her a differentiated view, showing menstruation as something natural, enabling women to assume menstruation as a symbol of the feminine and an instrument of empowerment, nursing will be developing an important action of care with a liberating imprint. The results of the present study evidenced situations which deserve to be deepened in further studies.
Assuntos

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: Meta 3.8 Atingir a cobertura universal de saúde Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Assunto principal: Mulheres / Interacionismo Simbólico / Menstruação / Cuidados de Enfermagem Tipo de estudo: Pesquisa qualitativa Limite: Feminino / Humanos Idioma: Português Ano de publicação: 2019 Tipo de documento: Tese
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: Meta 3.8 Atingir a cobertura universal de saúde Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Assunto principal: Mulheres / Interacionismo Simbólico / Menstruação / Cuidados de Enfermagem Tipo de estudo: Pesquisa qualitativa Limite: Feminino / Humanos Idioma: Português Ano de publicação: 2019 Tipo de documento: Tese
...