Your browser doesn't support javascript.
loading
Genetic evaluation models for resistance to ticks in a crossbred Angus-Nellore population / Modelos de avaliação genética para resistência a carrapatos em uma população mestiça de Angus-Nelore
Bravo, André Padilha; Prestes, Alan Miranda; Oliveira, Mauricio Morgado de; Roso, Vanerlei Mozaquatro; Mello, Fernanda Cristina Breda; Rorato, Paulo Roberto Nogara.
Afiliação
  • Bravo, André Padilha; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Departamento de Zootecnia. Santa Maria. BR
  • Prestes, Alan Miranda; Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC). Programa de Pós-graduação em Sanidade e Produção Animal. Xanxerê. BR
  • Oliveira, Mauricio Morgado de; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Departamento de Zootecnia. Santa Maria. BR
  • Roso, Vanerlei Mozaquatro; GenSys Consultores Associados S/S Ltda. Porto Alegre. BR
  • Mello, Fernanda Cristina Breda; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Departamento de Zootecnia. Santa Maria. BR
  • Rorato, Paulo Roberto Nogara; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Departamento de Zootecnia. Santa Maria. BR
Ciênc. rural (Online) ; 51(10): e20200500, 2021. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACSEXPRESS | ID: biblio-1285998
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
ABSTRACT This research identified the animal model that best describes the genetic and residual variations for tick counts in yearlings from a crossbred Angus-Nellore population of 6,951 animals that are progenies of 382 bulls and 6,198 cows. Genetic values were predicted by the Bayesian inference methodology. The models tested were Traditional Animal, and Crossbred Animal with and without segregation, considering residual homoscedastic and heteroscedastic variances. The criteria of choice were the number of parameters, deviance information, and predictive order, which indicated the best fitfor the Traditional Animal model and Crossbred Animal model (with segregation), both with residual heteroscedastic Gaussian variance. The mean values of fixed genetic effects were positive and similar in the both models, indicating that animals with higher proportion of the Angus breed had greater infestation, and the Nellore breed was an important addition for resistance to ticks. The estimated genetic variation by the heteroscedastic Gaussian Animal model for the Nellore breed was 4.54-fold higher than that estimated for the Angus breed. The estimates of heritability of the different genetic groups ranged from 0.12 to 0.15 and from 0.01 to 0.35, respectively, for the Traditional Animal model and for the heteroscedastic Gaussian crossbred model. The Spearman's rank-order correlation for the predicted genetic values was 0.94, considering all sires. However, when considering the top 10%, 20%, and 30% sires, differences in ranking were more evident (0.28 to 0.67). The Crossbred Animal model with segregation and heterogeneous residual variances was the most appropriate for genetic evaluation of tick counts on animals from Angus-Nellore crossings.
RESUMO
RESUMO O objetivo neste trabalho foi identificar o modelo animal que melhor descreve a variação genética e residual para a característica contagem de carrapatos ao sobreano, em uma população multirracial Angus-Nelore constituída por 6.951 animais, filhos de 382 touros e 6.198 vacas. Os valores genéticos foram preditos a partir da metodologia de inferência Bayesiana utilizando os seguintes modelos Animal Tradicional, Animal Multirracial sem e com segregação, considerando as variâncias residuais homo ou heterocedástica. Os critérios de escolha foram o Número de Parâmetros, a Informação de Deviance e a Ordenada Preditiva, os quais apontaram os Modelos Animal Tradicional e o Multirracial com Segregação, ambos com variância residual Gaussiana heterocedástica, como os de melhor ajuste. Os valores médios dos efeitos genéticos fixos foram positivos e similares nos dois modelos, sugerindo que os animais com maior proporção da raça Angus sofreram maior infestação e atribuindo-se, portanto, a raça Nelore importante papel na resistência ao carrapato. Verificou-se que a variância genética estimada pelo Modelo Animal Gaussiano heterocedástico para a raça Nelore foi 4,54 vezes maior do que a estimada para a raça Angus. As estimativas de herdabilidade nos diferentes grupos genéticos variaram de 0,12 a 0,15 e de 0,01 a 0,35, respectivamente, no Modelo Animal Tradicional e no Multirracial Gaussiano heterocedástico. A correlação de ordenamento de Spearman entre os valores genéticos preditos, considerando todos os reprodutores da população, foi 0,94. Contudo, ao considerar os melhores touros, TOP 10%, 20% e 30%, as diferenças com relação ao ordenamento foram mais evidentes (0,28 a 0,67). O modelo Animal Multirracial com Segregação com variâncias residuais heterogêneas foi o mais apropriado para avaliação genética da característica Contagem de Carrapatos de animais produtos do cruzamento Angus-Nelore.

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Base de dados: LILACSEXPRESS Tipo de estudo: Estudo prognóstico Idioma: Inglês Revista: Ciênc. rural (Online) Ano de publicação: 2021 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto Instituição/País de afiliação: S Ltda+BR / Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)/BR / Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC)/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Base de dados: LILACSEXPRESS Tipo de estudo: Estudo prognóstico Idioma: Inglês Revista: Ciênc. rural (Online) Ano de publicação: 2021 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto Instituição/País de afiliação: S Ltda+BR / Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)/BR / Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC)/BR
...