Your browser doesn't support javascript.
loading
Aspectos da abordagem terapêutica sobre candidíase vulvovaginal / Aspects of the therapeutic approach to vulvovaginal candidiasis / Aspectos del abordaje terapéutico de la candidiasis vulvovaginal
Anjos, Genivaldo Alves dos; Pereira, Vinícius Soares; Hori, Juliana Issa; Rodrigues, Andressa Romualdo.
Afiliação
  • Anjos, Genivaldo Alves dos; Faculdade de Taquaritinga. BR
  • Pereira, Vinícius Soares; Faculdade de Taquaritinga. BR
  • Hori, Juliana Issa; USP. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. BR
  • Rodrigues, Andressa Romualdo; USP. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. BR
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 27(3): 1284-1306, 2023.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1425966
Biblioteca responsável: BR513.1
RESUMO
A candidíase vulvovaginal, é uma infecção da vulva e vagina causada por vários tipos de Candida spp. Essa patologia afeta 75% de todas as mulheres pelo menos uma vez durante a vida, ocorrendo com mais frequência durante a idade fértil. A transmissão dessa infeção fúngica ocorre por meio de contato com mucosas e secreções em pele de portadores ou doentes, contato sexual, água contaminada e transmissão vertical. Alguns outros sintomas característicos mais vistos em casos de CVV, são lesões brancas, cremosas e planas, sendo mais intensos no período pré-menstrual, quando a acidez vaginal aumenta. numerosos antifúngicos estão disponíveis no mercado, os quais são encontrados para administração oral na forma de comprimidos ou, para uso tópico, na forma de cremes, loções, comprimidos vaginais, supositórios e tampões revestidos. O objetivo geral do trabalho foi analisar através da revisão de literatura, tratamentos convencionais e alternativos para abordagem terapêutica da Candidíase Vulvovaginal contextuando a mesma, utilizando definições, dados epidemiológicos e sua sintomatologia frente à sociedade. O presente trabalho é uma revisão integrativa, que teve a coleta de dados realizada de março de 2021 a outubro de 2021 nas bases de dados Lilacs, Scielo, Google acadêmico, A busca resultou em 902 artigos, dos quais 14 atenderam ao critério de inclusão. A busca por tratamentos frente a candidíase vulvovaginal tem se mostrado ampla de acordo com os artigos selecionadas. Concluímos que a patologia candidíase vulvovaginal, vem apresentando resistência em algumas abordagens terapêuticas, assim como algumas mulheres não aderem há algum tipo de tratamento, devido à falta de conhecimento sobre a patologia.
ABSTRACT
Vulvovaginal candidiasis is an infection of the vulva and vagina caused by various types of Candida spp. This condition affects 75% of all women at least once in their lifetime, occurring more frequently during their childbearing years. The transmission of this fungal infection occurs through contact with mucous membranes and secretions on the skin of patients or patients, sexual contact, contaminated water and vertical transmission. Some other characteristic symptoms more seen in cases of VVC are white, creamy and flat lesions, being more intense in the premenstrual period, when the vaginal acidity increases. numerous antifungals are available on the market which are available for oral administration in tablet form or, for topical use, in the form of creams, lotions, vaginal tablets, suppositories and coated tampons. The general objective of the work was to analyze, through a literature review, conventional and alternative treatments for the therapeutic approach of Vulvovaginal Candidiasis in its context, using definitions, epidemiological data and its symptoms in society. The present work is an integrative review, which had data collection carried out from March 2021 to October 2021 in the Lilacs, Scielo, Google academic databases. The search resulted in 902 articles, of which 14 met the inclusion criteria. The search for treatments against vulvovaginal candidiasis has been shown to be wide according to the selected articles. We conclude that the vulvovaginal candidiasis pathology has been showing resistance in some therapeutic approaches, as well as some women do not adhere to any type of treatment, due to lack of knowledge about the pathology.
RESUMEN
La candidiasis vulvovaginal es una infección de la vulva y la vagina cau- sada por diversos tipos de Candida spp. Esta afección afecta al 75% de las mujeres al menos una vez en la vida, siendo más frecuente durante la edad fértil. La transmisión de esta infección fúngica se produce por contacto con mucosas y secreciones de la piel de pacientes o enfermos, contacto sexual, agua contaminada y transmisión vertical. Otros síntomas característicos más observados en los casos de CVV son las lesiones blancas, cremosas y planas, siendo más intensas en el período premenstrual, cuando aumenta la acidez vaginal. Existen en el mercado numerosos antifúngicos disponibles para adminis- tración oral en forma de comprimidos o, para uso tópico, en forma de cremas, lociones, comprimidos vaginales, supositorios y tampones recubiertos. El objetivo general del tra- bajo fue analizar, a través de una revisión bibliográfica, los tratamientos convencionales y alternativos para el abordaje terapéutico de la Candidiasis Vulvovaginal en su contexto, utilizando definiciones, datos epidemiológicos y su sintomatología en la sociedad. El pre- sente trabajo es una revisión integradora, que tuvo recolección de datos realizada de marzo de 2021 a octubre de 2021 en las bases de datos académicas Lilacs, Scielo, Google. La búsqueda resultó en 902 artículos, de los cuales 14 cumplieron los criterios de inclu- sión. La búsqueda de tratamientos contra la candidiasis vulvovaginal se ha mostrado am- plia según los artículos seleccionados. Concluimos que la patología de la candidiasis vul- vovaginal viene mostrando resistencia en algunos abordajes terapéuticos, así como algu- nas mujeres no se adhieren a ningún tipo de tratamiento, debido al desconocimiento de la patología.
Licença
Assuntos


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Candidíase Vulvovaginal / Usos Terapêuticos Tipo de estudo: Revisão sistemática Idioma: Português Revista: Arq. ciências saúde UNIPAR Assunto da revista: Ciˆncias da Sa£de / Medicina / Pesquisa Biom‚dica Ano de publicação: 2023 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Faculdade de Taquaritinga/BR / USP/BR

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Candidíase Vulvovaginal / Usos Terapêuticos Tipo de estudo: Revisão sistemática Idioma: Português Revista: Arq. ciências saúde UNIPAR Assunto da revista: Ciˆncias da Sa£de / Medicina / Pesquisa Biom‚dica Ano de publicação: 2023 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Faculdade de Taquaritinga/BR / USP/BR
...