Your browser doesn't support javascript.
loading
Por entre as linhas dos dispositivos: desafios das práticas contemporâneas na interface terapia ocupacional e cultura / Between the devices lines: challenges of contemporary practices in occupational therapy and culture interface
Valent, Isabela Umbuzeiro; Castro, Eliane Dias de.
Afiliação
  • Valent, Isabela Umbuzeiro; Departamento de Terapia Ocupacional, Universidade de São Paulo ­ USP, São Paulo, SP, Brasil. São Paulo. BR
  • Castro, Eliane Dias de; Departamento de Terapia Ocupacional, Universidade de São Paulo ­ USP, São Paulo, SP, Brasil. São Paulo. BR
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 24(4)out.-dez. 2016.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-832140
Biblioteca responsável: BR1901.9
RESUMO
Este artigo tece reflexões sobre os desafios de instauração de práticas na interface da terapia ocupacional e da cultura, e toma como referência estudos de um campo problemático, definido pela biopolítica enquanto regime de poder hegemônico, que compõe os domínios dessas áreas de atuação. Aponta, assim, questões para a construção de estratégias de participação social e cultural de pessoas que, por múltiplas razões, vivem situações de vulnerabilidades. Essas populações, tradicionalmente atendidas no campo da terapia ocupacional, vivem de forma singular a circulação nos diferentes espaços da cidade e desafiam a criação de ações inovadoras e transversais, que afirmem encontros e projetos de vida coletiva. As práticas artísticas engendradas numa determinada perspectiva crítica destacam-se enquanto alternativas para ativar experimentações que possibilitam a produção de subjetividades a partir da heterogênese. São contribuições ao conjunto de estudos interdisciplinares que dão sustentação às ações complexas e intersetoriais, que operam a produção da autonomia e a efetuação das políticas culturais.
ABSTRACT
This work discusses the challenge of establishing practices on the interface of occupational therapy and culture. It is based on studies on the problematic field defined by biopolitcs as a regime of hegemonic power composed by the domains of both these areas. It points out topics for the construction of social and cultural participation strategies for people who, for several reasons, live in vulnerable situations. These populations, traditionally received in the field of occupational therapy, circulate differently in the city and challenge the creation of innovative and transversal actions that affirm collective encounters and projects. The artistic practices engendered in certain critical perspective, appear as alternatives to activate experiments that make possible the production of subjectivities from heterogenesis. They are contributions to the set of interdisciplinary studies supporting complex and intersectorial actions which produce autonomy and cultural policies.


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Português Revista: Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) Assunto da revista: MEDICINA FISICA E REABILITACAO Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Departamento de Terapia Ocupacional, Universidade de São Paulo ­ USP, São Paulo, SP, Brasil/BR

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Português Revista: Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) Assunto da revista: MEDICINA FISICA E REABILITACAO Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Departamento de Terapia Ocupacional, Universidade de São Paulo ­ USP, São Paulo, SP, Brasil/BR
...