Your browser doesn't support javascript.
Avaliação da Assistência Farmacêutica em um município no Sul do Brasil / Assessment of Pharmaceutical Services in a Southern Brazilian City
Rev. bras. epidemiol ; 20(2): 310-323, Abr.-Jun. 2017. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-898588
Biblioteca responsável: BR1.1
RESUMO
RESUMO: Introdução: A Assistência Farmacêutica (AF) bem planejada e conduzida é importante para o adequado atendimento às necessidades de saúde da população, facilitando o acesso aos medicamentos essenciais e promovendo seu uso racional.

OBJETIVO:

Avaliar a situação da AF no município de Uruguaiana (RS).

MÉTODOS:

Estudo transversal, com realização de 650 entrevistas, entre junho e setembro de 2013, em 11 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e na Farmácia Central. Os indicadores de prescrição, de assistência ao paciente e de serviço foram avaliados de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Para avaliar a capacidade gerencial e de planejamento da AF, foi utilizado o Instrumento de Autoavaliação para o Planejamento da Assistência Farmacêutica (IAPAF) do Ministério da Saúde, o qual foi aplicado na Farmácia Central e no almoxarifado de medicamentos.

RESULTADOS:

O número de medicamentos por prescrição variou de 1 a 10 (média = 1,7). Os percentuais de medicamentos prescritos pelo nome genérico e que constam na Relação Municipal de Medicamentos Essenciais (REMUME) foram de 75,5 e 67,7%, respectivamente; em 9,7% das consultas médicas foram prescritos antibióticos. O tempo médio de consulta médica foi de 6 minutos; 51,4% dos usuários tiveram sua prescrição atendida; apenas 18,9% dos pacientes compreenderam totalmente a prescrição. Dos 24 itens analisados no IAPAF, 12 encontravam-se no estágio 1 (pior avaliação), 12 no estágio 2 e nenhum no estágio 3 (situação considerada ideal).

CONCLUSÃO:

Os resultados encontrados parecem demonstrar a deficiência da AF em Uruguaiana quanto ao planejamento, à gerência e à assistência ao paciente. A ausência de gestão efetiva pode resultar em desperdícios e no uso incorreto de medicamentos.
ABSTRACT
ABSTRACT: Introduction: Well-planned and executed pharmaceutical services (PS) are important for proper treatment of the population's health needs, thus enabling the access to essential drugs and promoting their rational use.

OBJECTIVE:

To assess the situation of PS in the city of Uruguaiana (State of Rio Grande do Sul), Brazil.

METHODS:

This cross-sectional study was applied to 650 interviews between June and September of 2013 in 11 Basic Health Units (UBS) and in the Main Pharmacy of the city. The indicators of prescription, of patient's care, and of service, were assessed according to the recommendations of the World Health Organization (WHO).The Instrument of Self-Assessment for Pharmaceutical Services Planning (IAPAF) from the Brazilian Department of Health was used to assess the management and planning capacity of the PS, which was then applied in the Main Pharmacy and in the medicine stockroom.

RESULTS:

The number of drugs per prescription varied from 1 to 10 (mean = 1.7). The percentages of prescribed drugs by generic name, and included in the City List of Essential Drugs (REMUME) were, respectively, 75.5 and 67.7%; antibiotics were prescribed in 9.7% of the medical appointments. The average time of medical appointment was 6 minutes; 51.4% of the users obtained their prescription; only 18.9% of the patients completely understood their prescriptions. Of the 24 items analyzed in the IAPAF, 12 were found in stage 1 (worst rating), 12 in stage 2, and none in stage 3 (ideal situation).

CONCLUSION:

Results seem to show the lack of PS in Uruguaiana with regard to planning, management, and patient's care. The absence of effective management may result in waste and incorrect use of drugs.

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Tipo de estudo: Evaluation_studies País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. bras. epidemiol Assunto da revista: Epidemiologia / Saúde Pública Ano de publicação: 2017 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Secretaria Municipal de Saúde de Uruguaiana/BR