Your browser doesn't support javascript.
loading
Desempenho cognitivo de pré-escolares com baixa estatura em tratamento de recuperação nutricional / Cognitive performance of stunted pre-school children undergoing nutritional recovery treatment
Silva, Thaíse Morais; Bueno, Nassib Bezerra; Azevedo, Maria de Lourdes da Silva Gomes de; Clemente, Ana Paula Grotti; Florêncio, Telma Maria de Menezes Toledo.
Afiliação
  • Silva, Thaíse Morais; Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Maceió. BR
  • Bueno, Nassib Bezerra; Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Maceió. BR
  • Azevedo, Maria de Lourdes da Silva Gomes de; Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Maceió. BR
  • Clemente, Ana Paula Grotti; Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Maceió. BR
  • Florêncio, Telma Maria de Menezes Toledo; Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Maceió. BR
Rev. paul. pediatr ; 36(1): 39-44, jan.-mar. 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-902895
Biblioteca responsável: BR1.1
RESUMO
RESUMO

Objetivo:

Determinar se o tratamento de crianças com baixa estatura, ofertado em um centro especializado, influencia seu desempenho cognitivo.

Métodos:

Foram analisados dois grupos de crianças advindas de famílias vulneráveis, um com crianças com baixa estatura em tratamento no Centro de Recuperação e Educação Nutricional (CREN) e outro de crianças eutróficas de uma creche municipal localizada na mesma região do CREN. No CREN, as crianças são tratadas em semi-internato (9 horas/dia, 5 dias/semana), recebendo suporte médico, nutricional e psicopedagógico. Todas foram submetidas ao Teste de Triagem do Desenvolvimento de Denver-II e avaliadas quanto ao índice de estatura-para-idade em 3 momentos distintos no início do acompanhamento e após 6 e 12 meses. A classificação socioeconômica das crianças, de acordo com os Critérios de Classificação Econômica Brasil, foi feita no início do acompanhamento. Calcularam-se razões de prevalência para a análise transversal da linha de base, por meio de uma regressão de Poisson, e razões de prevalência agrupadas para a análise longitudinal, por meio de um modelo de estimativas de equações generalizadas, ambas ajustadas por idade, sexo e classe socioeconômica.

Resultados:

Ao todo, 74 crianças foram analisadas, 37 em cada grupo. Não houve diferenças de idade, sexo e classe socioeconômica entre os grupos. Na análise longitudinal, o grupo CREN apresentou melhor desempenho no domínio pessoal-social (razão de prevalência agrupada 0,89; intervalo de confiança de 95% - IC95% 0,82-0,95), sem diferenças significativas para os demais domínios.

Conclusão:

O tratamento ofertado pelo CREN melhorou satisfatoriamente as habilidades sociais das crianças tratadas, sem alterar os demais domínios.
ABSTRACT
ABSTRACT

Objective:

To determine if the treatment of stunted children offered at a specialized center influences their cognitive performance.

Methods:

Two groups of children from vulnerable families were selected, one consisting of stunted children being treated at the Nutrition Education and Recovery Center (CREN), and the other group of eutrophic children from a local, public day care center. At CREN, children are treated in a day-hospital system (9 hours/day, 5 days/week), receiving medical, nutritional and psycho-pedagogical support. All children were submitted to the Denver-II Development Screening Test and had their development and the height-for-age index assessed at 3 moments at the beginning of the follow-up, and after 6 and 12 months. The socioeconomic status, according to the Brazilian Economic Classification Criteria, was assessed at the beginning of the follow-up. Data were treated by prevalence ratios for cross-sectional baseline analysis, using the Poisson regression, and by pooled prevalence ratios for longitudinal analysis, using a generalized equation estimation model, both adjusted by age, sex and economic status.

Results:

Seventy-four children were included, 37 for each group. There were no differences in age, sex and socioeconomic status between groups. In the longitudinal analysis, the CREN group showed better performance in the personal-social domain (pooled prevalence ratio 0.89; 95% confidence interval - 95%IC 0.82-0.95), with no differences in the other domains.

Conclusions:

The treatment offered at CREN satisfactorily improved the social skills of the treated children, without changing other domains.
Assuntos

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Cognição / Terapia Nutricional / Transtornos do Crescimento Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Criança, pré-escolar / Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: Rev. paul. pediatr Assunto da revista: Pediatria Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Alagoas/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Cognição / Terapia Nutricional / Transtornos do Crescimento Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Criança, pré-escolar / Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: Rev. paul. pediatr Assunto da revista: Pediatria Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Alagoas/BR
...