Your browser doesn't support javascript.
loading
Observatório de custos em saúde: a implantação do sistema de gerenciamento dos custos hospitalares e o uso da meta-informação custo / Observatory on health costs: implementation of management system of hospital costs and the use of meta-information cost
Gonçalves, Márcio Augusto; Chaves, Josiano Gomes; Alemão, Márcia Mascarenhas; Teixeira, Maurício Roberto; Drumond, Heloísa Azevedo; Valente, Dayenne Cristina Martins.
Afiliação
  • Gonçalves, Márcio Augusto; Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte. BR
  • Chaves, Josiano Gomes; Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais. Belo Horizonte. BR
  • Alemão, Márcia Mascarenhas; Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais. Observatório de Custos. Belo Horizonte. BR
  • Teixeira, Maurício Roberto; Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais. Observatório de Custos. Belo Horizonte. BR
  • Drumond, Heloísa Azevedo; Fundação Hospitalar de Minas Gerais. Observatório de Custos. Belo Horizonte. BR
  • Valente, Dayenne Cristina Martins; Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais. Observatório de Custos. Belo Horizonte. BR
Rev. méd. Minas Gerais ; 20(3 supl.4): 76-88, out.-dez. 2010. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-907162
Biblioteca responsável: BR21.1
Localização: BR21.1; 7A-349
RESUMO
Este artigo apresenta os resultados da construção de uma base de conhecimento a partir da gestão de custos na Fundação Hospitalar de Minas Gerais (FHEMIG). A base de conhecimento proposta se apoiou em outra pesquisa aplicada, ou seja, a do Observatório de Custos em Saúde, ferramenta de organização estratégica na Rede FHEMIG. A importância deste trabalho fundamenta-se na inovação no uso e na aplicação da gestão de custos hospitala-res em 21 Unidades Assistenciais públicas e no expressivo volume de recursos gastos no setor saúde. O trabalho, metodologicamente, constituiu- -se inicialmente num estudo multi-caso para a validação e geração de consistência quanto à criação do Observatório de Custos em Saúde. Esta pesquisa aplicada envolveu pesquisadores da FHEMIG e da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Deve-se ressaltar, como sendo um dos primeiros resultados obtidos, a disponibilização aos gestores da meta-informação custos. A meta-informação é a informação sobre as informações. Este é um conceito central uma vez que inova o gerenciamento de custos, ou seja, os custos deixam de ser apontadores triviais de gastos e passam a ser usados como indicadores de resultados, de processo e de desempenho. Para tanto, os custos devem ser tratados como um "sumário" de quais e como os recursos são consumidos em um proces-so. Assim, o Observatório de Custos e a base conhecimento gerada são altamente inovadores quanto ao mapeamento, identificação e quantificação do consumo de recursos no setor saúde. Em uma visão geral, permite identificar como os custos retratam os recursos utilizados (humanos, materiais, serviços e tecnologia); os serviços/bens prestados/produzidos em hospitais públicos; rastrear custos por unidades operacionais (departamentos, divisões) e por objeto (paciente e tipo de serviço); construir um arcabouço de informações suficiente para a compreensão dos processos gerenciais internos na perspectiva dos custos e sua correlação com os serviços prestados e com os demais indicadores assistenciais. Enfim, este trabalho subsidia o debate da utilização da informação de custos muito além do tradicional 'cortar custos' e, sim, incentiva seu uso como ferramenta de suporte da qualidade do gasto público no setor saúde ­ gestão hospitalar. Além disto, o Observatório de Custos em Saúde, por sua importância, obteve o apoio institucional de outras entidades representativas no cenário da saúde no Brasil, como Organização Pan-Americana de Saúde, Ministério da Saúde, Banco Mundial. Ao mesmo tempo, sustenta melhores práticas, benchmarking, desenvolvimento científico e tecnológico e principalmente, ainda, transparência dos gastos públicos. Pode-se concluir que a criação do Observatório de Custos em Saúde e a utilização da meta-informação custos podem constituir ainda como subsídio estratégico na definição de políticas públicas de saúde e marcos regulatórios do setor.(AU)
ABSTRACT
This article presents the results of building a knowledge base from the cost management in the Hospital Foundation of the State of Minas Gerais (FHEMIG). The proposed knowledge base was supported by another applied research, i.e. The Observatory on Health Costs, a strategic organization tool of FHEMIG Network. The importance of this work is based on the innovative use and application of cost management in 21 facilities of hospital public care and in the significant amount of resources spent on health industry. The work, methodologically, was formed initially in a multi-case study for the validation and generation of consistency regarding the establishment of the Observatory on Health Costs. This applied research involved researchers from FHEMIG and Federal University of Minas Gerais (UFMG). It should be emphasized, as one of the first results, the availability for managers of the meta-information of costs. The meta-information is information about information. This is a central concept once it innovate the cost management, i.e. the costs are no longer trivial spending markers and become to be used as outcome indicators, process and performance. For both, the costs should be treated as a "summary" of what and how resources are consumed in a process. Thus, the Observatory on Health Costs and the generated knowledge base are highly innova-tive regarding to mapping, identification and quantification of the consumption of resources in the health industry. In an overview, it's possible to identifies how costs reflects the resources used (human, material, services, and technology), services / goods rendered / produced in public hospitals; track costs by operational units (departments, divisions) and object (patient and type of service), build a framework of enough information to understand the internal management processes, from the costs perspective and its correlation with the services rendered and the others health care indicators. Finally, this work subsidizes the discussion of the use of cost information far beyond the traditional 'cut costs' and, yes, it encourages its use as a tool to support the quality of public expenditure in health industry - hospital management. Moreover, the Observatory on Health Costs, given its importance, had the institutional support of other representative bodies in the health scenario in Brazil, as the Pan American Health Organization, Ministry of Health, and the World Bank. At the same time, it supports the best practices, benchmarking, scientific and technological development and above all, still, transparency in public spending. It can be concluded that the establish-ment of the Observatory on Health Costs and use of meta-information of costs may be even an strategic subsidize for public health policies setting as well as regulatory milestones of the industry.(AU)
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 4: Financiamento para a saúde Base de dados: LILACS Assunto principal: Custos Hospitalares / Gestão da Informação em Saúde / Administração Hospitalar Tipo de estudo: Avaliação econômica em saúde Limite: Humanos Idioma: Português Revista: Rev. méd. Minas Gerais Assunto da revista: Medicina Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Fundação Hospitalar de Minas Gerais/BR / Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais/BR / Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais/BR / Universidade Federal de Minas Gerais/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 4: Financiamento para a saúde Base de dados: LILACS Assunto principal: Custos Hospitalares / Gestão da Informação em Saúde / Administração Hospitalar Tipo de estudo: Avaliação econômica em saúde Limite: Humanos Idioma: Português Revista: Rev. méd. Minas Gerais Assunto da revista: Medicina Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Fundação Hospitalar de Minas Gerais/BR / Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais/BR / Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais/BR / Universidade Federal de Minas Gerais/BR
...