Your browser doesn't support javascript.
loading
Sorria, você está sendo filmado: subjetividade e câmera na pesquisa psicológica / Smile, you are on camera: Subjectivity and Camera in Psychological Research
Bichara, Marcelo; Silva, Nilton Sousa da.
Afiliação
  • Bichara, Marcelo; s.af
  • Silva, Nilton Sousa da; s.af
Psicol. rev ; 25(1): 77-99, jun. 2016.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-909324
Biblioteca responsável: BR195.3
RESUMO
O presente artigo é uma problematização teórica do método de videografia na pesquisa em psicologia. Nosso referencial teórico e prático é a psicologia analítica desenvolvida pelo médico psiquiatra e psicólogo Carl Gustav Jung (1875-1961), por sua teoria dos complexos, em especial o conceito de persona e sua concepção energética do símbolo. Sem questionar a objetividade do registro em video, focamos nosso argumento na subjetividade do registrado. Para expor nosso ponto de vista, analisamos o simbolismo da câmera na história do cinema e sua significação no cenário contemporâneo. A partir do conceito de espetáculo desenvolvido por Guy Debord (1931-1994), argumentamos que a onipresença da câmera neste início de século XXI traz implicações importantes para seu uso na pesquisa psicológica. Contrapondo o regime de espetáculo integrado dos anos 1990, propomos a noção de espetáculo desintegrado para pensar as primeiras décadas do século XXI.
ABSTRACT
This article aims to discuss the videography method from a psychological point of view. Our theoretical and practical reference is the analytical psychology developed by the psychiatrist and psychologist Carl Gustav Jung (1875-1961), focusing on the concept of persona and symbol. Without questioning the objectivity of the video, we center our argument on the subjectivity of the person being filmed. To expose this point of view, this paper focuses on camera symbolism in Cinema history and its significance is analyzed in the contemporary scene. Based on the spectacle concept developed by Guy Debord (1931-1994), this paper argues that the camera's omnipresence at the beginning of the XXI century had important implications for its use in psychological research. Opposing the integrated spectacle regime of the 1990s, the idea of a non-integrated spectacle is proposed to reflect about the first decades of the twenty-first century.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Personalidade / Filmes Cinematográficos Limite: Humanos Idioma: Português Revista: Psicol. rev Assunto da revista: Psicologia Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Personalidade / Filmes Cinematográficos Limite: Humanos Idioma: Português Revista: Psicol. rev Assunto da revista: Psicologia Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo
...