Your browser doesn't support javascript.
Fisioterapia na disfunção miccional infantil: revisão sistemática / Physiotherapy in voiding dysfunction in children: A systematic review
Rev. ciênc. méd., (Campinas) ; 27(1): 47-57, jan.-abr. 2018. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-948444
Biblioteca responsável: BR1522.9
Localização: BR408.1
RESUMO
As disfunções do trato urinário inferior impactam a qualidade de vida de crianças ao causarem incontinência urinária e infecções do trato urinário. Dentre estas tem destaque a disfunção miccional, caracterizada por um padrão miccional incomum, onde ocorre a perda da capacidade de armazenamento, estocagem e esvaziamento. A fi sioterapia emerge como técnica promissora no tratamento destas crianças, mas não há clareza sobre quais técnicas são as mais usadas e mais efi cazes neste tipo de tratamento. Revisão sistemática sobre as técnicas fi sioterápicas para o tratamento da disfunção miccional infantil nas bases SciELO, LILACS e PubMed, restrita a ensaios clínicos randomizados. De um total de 99 artigos retornados apenas oito tratavam sobre disfunção miccional. As técnicas mais utilizadas foram a uroterapia comportamental (hidratação, diário miccional, treino miccional, dieta) e reeducação do assoalho pélvico, e as mais eficazes foram a uroterapia comportamental junto a redução do assoalho pélvico associada ao biofeedback. A literatura é parca sobre o tema, mas todas as técnicas apresentaram resultados, apesar da grande heterogeneidade metodológica que impediu qualquer análise comparativa mais precisa. A uroterapia comportamental associada ao treinamento dos músculos do assoalho pélvico auxiliado por biofeedback foi a técnica que apresentou melhores resultados.
ABSTRACT
Lower urinary tract dysfunctions impact the quality of life of children, by causing urinary incontinence and urinary tract infections. Among these, voiding dysfunction stands out, characterized by an unusual voiding pattern, with loss of storage capacity and bladder emptying. Physiotherapy emerges as a promising technique in the treatment of these children, but there is no clarity about which techniques are the most used and most effective in this type of treatment. Systematic review of physiotherapeutic techniques for the treatment of voiding dysfunction in children in three databases: SciELO, LILACS and PubMed, restricted to randomized controlled trials. From a total of 99 articles, only eight were about voiding dysfunction. The most used techniques were behavioral urotherapy (hydration, voiding diary, bladder training, diet) and reeducation of the pelvic floor, where the most expressive results were a combination between urotherapy with pelvic floor muscle exercise aided by biofeedback. The literature is sparse on the issue, but all the techniques showed satisfying results, despite the large methodological heterogeneity that prevented any further precise comparative analysis. Behavioral urotherapy associated with pelvic floor muscle training aided by biofeedback was the technique that presented better results.
Assuntos

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Sistema Urinário / Criança / Diafragma da Pelve / Fisioterapia Tipo de estudo: Ensaio clínico controlado / Revisão sistemática Limite: Criança / Criança, pré-escolar / Humanos Idioma: Português Revista: Rev. ciênc. méd., (Campinas) Assunto da revista: Medicina Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Faculdade Inspirar/BR / Universidade do Estado do Pará/BR