Your browser doesn't support javascript.
loading
Bond Strength of Experimental Root Canal Sealers Based on MTA and Butyl Ethylene Glycol Disalicylate
Prado, Marina Carvalho; Carvalho, Nancy Kudsi de; Vitti, Rafael Pino; Ogliari, Fabrício Aulo; Sassone, Luciana Moura; Silva, Emmanuel João Nogueira Leal.
Afiliação
  • Prado, Marina Carvalho; Universidade Estadual do Rio de Janeiro. PROCLIN Department, School of Dentistry. Rio de Janeiro. BR
  • Carvalho, Nancy Kudsi de; Universidade Estadual do Rio de Janeiro. PROCLIN Department, School of Dentistry. Rio de Janeiro. BR
  • Vitti, Rafael Pino; Universidade de Taubaté. Dentistry School. Department of Prosthodontics. Taubaté. BR
  • Ogliari, Fabrício Aulo; Universidade Federal de Pelotas. School of Dentistry. Dental Materials Division. Pelotas. BR
  • Sassone, Luciana Moura; Universidade Estadual do Rio de Janeiro. PROCLIN Department, School of Dentistry. Rio de Janeiro. BR
  • Silva, Emmanuel João Nogueira Leal; Universidade Estadual do Rio de Janeiro. PROCLIN Department, School of Dentistry. Rio de Janeiro. BR
Braz. dent. j ; 29(2): 195-201, Mar.-Apr. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-951536
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
Abstract This study investigated the bond strength of two experimental root canal sealers based on MTA and butyl ethylene glycol disalicylate MTAe and MTAe-HA. The reference materials used for comparison were AH Plus and MTA Fillapex. Twenty human upper incisors were selected and one 1 mm slice was obtained from the cervical third of each root. On the coronal surface of each slice, four 0.9 mm wide holes were drilled through the dentine. Standardized irrigation was performed and holes were filled with one of the four tested sealers AH Plus, MTA Fillapex, MTAe, and MTAe-HA. The filled slices were stored in a PBS solution (pH 7.2) for 7 days at 37 °C. A push-out assessment was performed with a 0.7 mm plunger tip. Load was applied at a crosshead speed of 0.5 mm/min until sealer displacement. The results were expressed in MPa. The Kruskal-Wallis test was applied to assess the effect of each sealer on the push-out bond strength. Mann-Whitney with Bonferroni correction was used to isolate the differences. The alpha-type error was set at 0.05. Significant differences among medians values obtained by materials were observed (p<0.001). AH Plus displayed the highest value of bond strength (p<0.001). In contrast, MTA Fillapex presented the lowest bond strength among all tested sealers (p<0.001). Experimental sealers showed intermediary bond strength values, with no statistical differences between them (p>0.05). In conclusion, experimental root canal sealers presented suitable bond strength outcomes when compared to MTA Fillapex.
RESUMO
Resumo Esse estudo investigou a resistência de união de dois cimentos endodônticos experimentais à base de MTA e butiletilenoglicol dissalicilato MTAe e MTAe. Os materiais de referência utilizados para comparação foram os cimentos endodônticos MTA Fillapex e AH Plus. Vinte incisivos superiores humanos foram selecionados e um slice dentinário de 1 mm de espessura foi obtido do terço cervical de cada raiz. Na superfície coronária de cada slice, quatro orifícios com 0,9 mm de diâmetro foram confeccionados através da dentina. Uma irrigação padronizada foi realizada e os orifícios foram preenchidos com um dos quatro cimentos endodônticos avaliados AH Plus, MTA Fillapex, MTAe, e MTAe-HA. Os slices preenchidos foram armazenados em solução PBS (pH 7,2) durante 7 dias a 37°C. O ensaio de push-out foi realizado por meio de um dispositivo com 0,7 mm de diâmetro. A carga foi aplicada com a velocidade de 0,5 mm/min até a obtenção de deslocamento do material obturador. Os resultados foram expressos em MPa. O teste de Kruskal-Wallis foi aplicado para avaliar o efeito da resistência de união de cada cimento endodôntico. O teste de Mann-Whitney com correção de Bonferroni foi utilizado para isolamento das diferenças. O erro do tipo-alfa foi fixado em 0,05. Diferenças significantes entre os valores de medianas obtidos pelos materiais foram observados (p<0,001). O AH Plus demonstrou os maiores valores de resistência de união (p<0,001). Em contraste, o MTA Fillapex apresentou a menor resistência de união entre todos os cimentos testados (p<0,001). Os cimentos experimentais demonstraram valores intermediários, com ausência de diferenças estatísticas entre si (p>0,05). Em conclusão, os cimentos endodônticos experimentais à base de MTA e butiletilenoglicol dissalicilato apresentaram resultados adequados de resistência de união quando comparados ao MTA Fillapex.

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Inglês Revista: Braz. dent. j Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual do Rio de Janeiro/BR / Universidade Federal de Pelotas/BR / Universidade de Taubaté/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Inglês Revista: Braz. dent. j Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual do Rio de Janeiro/BR / Universidade Federal de Pelotas/BR / Universidade de Taubaté/BR
...