Your browser doesn't support javascript.
Standardization of the infusion sequence of antineoplastic drugs used in the treatment of breast and colorectal cancers / Padronização da ordem de infusão de medicamentos antineoplásicos utilizados no tratamento dos cânceres de mama e colorretal
Einstein (Säo Paulo) ; 16(2): eRW4074, 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-953158
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
ABSTRACT The definition of antineoplastic administration sequences can help planning of therapeutic regimens in a more rational way, and thus optimize chemotherapy effects on patients, increasing efficacy and reducing toxic effects. In this way, this study aimed to evaluate the infusion order of antineoplastic agents of the main therapeutic protocols used in the treatment of colorectal and breast cancer which are used in a tertiary hospital, identifying possible interactions dependent on the infusion sequence. For the definition of protocols adopted in the hospital, medical prescriptions were used in the period of January to March 2016 and a literature review was conducted to search for studies assessing the sequence of administering the selected regimens. The databases used were SciELO, LILACS and MEDLINE, in addition to Micromedex Solutions® and UpToDate®. A total of 19 protocols were identified for antineoplastic therapy, 11 for colorectal cancer and 8 for breast cancer. The selected articles provided evidence for administration order of 19 protocols, and three protocols did no report relevance of infusion sequence. Sequence-dependent interactions were mainly related to toxicity, pharmacokinetics and efficacy of the drug combination. The definition of the infusion sequence has a great impact on the optimization of therapy, increasing efficacy and safety of the protocols containing combined antineoplastic therapies.
RESUMO
RESUMO A definição de sequências de administração de antineoplásicos pode proporcionar o planejamento dos esquemas terapêuticos de forma mais racional e, assim, otimizar o efeito da quimioterapia nos pacientes, aumentando a eficácia e reduzindo o aparecimento de efeitos tóxicos. Desta forma, o objetivo deste estudo foi avaliar a ordem de infusão dos antineoplásicos constituintes dos principais protocolos terapêuticos para o tratamento dos cânceres de mama e colorretal utilizados em um hospital terciário, identificando possíveis interações dependentes da sequência de infusão. Para definição dos protocolos adotados na Instituição, foram utilizadas as prescrições no período de janeiro a março de 2016, sendo então realizada uma revisão de literatura, para buscar estudos que avaliaram a sequência de administração dos esquemas selecionados. Para tanto, as seguintes bases de dados foram utilizadas: SciELO, LILACS e MEDLINE, além das plataformas Micromedex Solutions® e UpToDate®. Foram identificados 19 protocolos para terapia antineoplásica, sendo 11 para câncer colorretal e 8 para câncer de mama. Os artigos selecionados forneceram evidências para ordem de administração de 19 protocolos, e em 3 protocolos, não foi evidenciada a relevância da sequência infusional. As interações dependentes de sequência foram principalmente relacionadas à toxicidade, farmacocinética e eficácia da combinação de fármacos. A definição da sequência infusional possui grande impacto na otimização da terapia, aumentando a eficácia e a segurança dos protocolos, contendo terapias combinadas de antineoplásicos.

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Inglês Revista: Einstein (Säo Paulo) Assunto da revista: Medicina Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal do Paraná/BR