Your browser doesn't support javascript.
loading
Monitoramento da adesão à higiene das mãos em uma unidade de terapia intensiva / Monitoring hand hygiene adherence in an intensive care unit / Monitoreo de la adhesión a la higiene de las manos en una unidad de terapia intensiva
Rev. enferm. UERJ ; 26: e33087, jan.-dez. 2018. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-963619
Biblioteca responsável: BR1366.1
Localização: BR1366.1
RESUMO

Objetivo:

caracterizar a adesão da prática de higienização das mãos pelos profissionais de saúde.

Método:

estudo transversal, com a equipe multidisciplinar da unidade de terapia intensiva de um hospital do Rio de Janeiro, entre janeiro e fevereiro de 2017. A coleta de dados foi através da observação direta com um formulário adaptado. Foram realizadas 165 observações analisadas pelo software R. O projeto foi aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa.

Resultados:

em 13% das observações foi alcançado o padrão ouro que corresponde a higiene das mãos antes e após o contato com o paciente com a técnica correta. Todas as categorias profissionais realizaram mais a higienização das mãos após o contato com o paciente.

Conclusão:

verificou-se baixa taxa de adesão à higienização das mãos pelos profissionais de saúde. Contudo, a categoria enfermeiro é a que mais higieniza as mãos antes e após o contato com o paciente, conforme a técnica correta.
ABSTRACT

Objective:

to characterize health professionals' adherence to hand hygiene procedure.

Method:

this cross-sectional study with the multidisciplinary team of an intensive care unit at a hospital in Rio de Janeiro was conducted between January and February 2017. Data were collected in 165 direct observations using an adapted form, and analyzed by R software. The project was approved by the research ethics committee.

Results:

the gold standard (hand hygiene before and after contact with the patient using the correct technique) was achieved in 13% of the observations. All categories of health personnel performed hand hygiene more after contact with the patient.

Conclusion:

the rate of adherence to hand hygiene by health professionals was low. However, the category that most hygienized hands before and after contact with patients, using the correct technique, was nurses.
RESUMEN

Objetivo:

caracterizar la adhesión de la práctica de higienización de las manos por los profesionales de salud.

Método:

estudio transversal, con el equipo multidisciplinario de la unidad de terapia intensiva de un hospital de Río de Janeiro, entre enero y febrero de 2017. La recolección de datos fue a través de la observación directa con un formulario adaptado. Fueron realizadas 165 observaciones analizadas por el software R. El proyecto fue aprobado por el Comité de Ética en Investigación.

Resultados:

en el 13% de las observaciones se alcanzó el patrón oro que corresponde a la higiene de las manos antes y después del contacto con el paciente, utilizando la técnica correcta. Todas las categorías profesionales realizaron más la higienización de las manos después del contacto con el paciente.

Conclusión:

se verificó baja tasa de adhesión a la higienización de las manos por los profesionales de salud. Sin embargo, la categoría enfermera es la que más higieniza las manos antes y después del contacto con el paciente según la técnica correcta.
Assuntos

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Assunto principal: Infecção Hospitalar / Controle de Infecções / Monitoramento / Higiene das Mãos Tipo de estudo: Prevalence_studies Limite: Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. enferm. UERJ Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro/BR