Your browser doesn't support javascript.
loading
Saúde da População Negra: percepção de residentes e preceptores de Saúde da Família e Medicina de Família e Comunidade / Health of the Black Population: perception of residents and preceptors of Family Health and Family and Community Medicine / Salud de la Población Negra: percepción de residentes y preceptores de Salud de la Familia y Medicina de Familia y Comunidad
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 13(40): 1, jan.-dez. 2018.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-969329
Biblioteca responsável: BR1931.9
RESUMO

Objetivo:

Avaliar o conhecimento de profissionais envolvidos nos programas de residência em Saúde da Família de Florianópolis, SC, Brasil, sobre a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra (PNSIPN).

Métodos:

Trata-se de pesquisa quantitativa, descritiva, com dados primários coletados por meio de questionário.

Resultados:

Observa-se que a maioria desses profissionais sabe da existência da PNSIPN e a considera importante, mas nunca a leu. Observa-se também a percepção de que políticas afirmativas tendem a reforçar a discriminação, mesmo quando todos os respondentes acreditam existir racismo no Brasil. A maioria dos residentes disse não conhecer o conceito de racismo institucional.

Conclusão:

A Residência revelou-se um processo formativo falho neste tema.
ABSTRACT

Objective:

To evaluate the knowledge about the professionals involved in the National Policy on Black Population Integral Health (PNSIPN) of the Family Health residence programs of Florianópolis, Santa Catarina, Brazil.

Methods:

It is a quantitative, descriptive research with primary data collected through a questionnaire.

Results:

It is observed that the majority of these professionals know the PNSIPN and considers it important, but never read it. It is also observed the perception that affirmative policies tend to reinforce discrimination, even when all the interviewees believe there is racism in Brazil. Most residents said they did not know the concept of institutional racism.

Conclusion:

Residence proved to be a failed formative process in this theme.
RESUMEN

Objetivo:

Evaluar el conocimiento de profesionales de los programas de residencia em Salud de la Familia del municipio de Florianópolis, Santa Catarina, Brazil, sobre la Política Nacional de Salud Integral de la Población Negra (PNSIPN).

Métodos:

Se trata de una investigación cuantitativa, descriptiva, con datos primarios recogidos a través de un cuestionario.

Resultados:

Se observa que la mayoría de estos profesionales sabe de la existencia de la PNSIPN y la considera importante, pero nunca la ha leído. Se observa también la percepción de que políticas afirmativas tienden a reforzar la discriminación, aun cuando todos los encuestados creen existir racismo en Brasil. La mayoría de los residentes dijo no conocer el concepto de racismo institucional.

Conclusión:

La residencia se revelo un proceso formativo imperfecto en este tema.
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 3: Recursos humanos em saúde Base de dados: LILACS Idioma: Português Revista: Rev. bras. med. fam. comunidade Assunto da revista: Medicina de Família e Comunidade / Saúde Pública Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 3: Recursos humanos em saúde Base de dados: LILACS Idioma: Português Revista: Rev. bras. med. fam. comunidade Assunto da revista: Medicina de Família e Comunidade / Saúde Pública Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo